Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.241.223.601.200 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 12 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 12 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-776402
Autor: García Peña, Caridad Margarita; Montes de Oca Porto, Yanet; Martínez Espinosa, Vivian.
Título: Estabilidad de una formulación de ciclopentolato 1 por ciento colirio / Stability of a formulation of 1 percent cyclopentolate eye drops
Fonte: Rev. cuba. farm;49(2), abr.-jun. 2015. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: el colirio de ciclopentolato al 1 por ciento, se indica para medir los errores de la refracción, producir cicloplejía en procedimientos diagnósticos y también midriasis preoperatoria y postoperatoria, en el tratamiento de la uveítis y en los estados inflamatorios del iris. Objetivo: evaluar el desempeño del método de cromatografía líquida de alta resolución, aplicable al control de la calidad y estudio de estabilidad del colirio. Métodos: para cuantificar el ingrediente farmacéutico activo en el producto terminado, se empleó el método descrito en la Farmacopea de los Estados Unidos (USP 32, 2009). El estudio de vida de estante se desarrolló por un periodo de 24 meses a temperatura controlada entre 15-25 °C; mientras que el de estabilidad acelerada a 40 ± 2 °C y 75 ± 5 por ciento de humedad relativa, durante 6 meses. Resultados: los resultados obtenidos en la evaluación del desempeño del método analítico se encontraron dentro de los límites establecidos. Los resultados del estudio de estabilidad por vida de estante después de transcurridos los 24 meses indicaron que el producto mantiene los parámetros que determinan su calidad durante ese tiempo, y en los acelerados no se observó degradación significativa del producto. Conclusiones: la evaluación del desempeño del método analítico evaluado por cromatografía líquida de alta resolución demostró la confiabilidad del mismo. Se estableció 2 años como fecha de vencimiento en las condiciones señaladas(AU)

Introduction: the 1 percent cyclopentolate eye drops is indicated to measure the refractive errors, to cause cycloplexy in diagnostic procedures and also preoperative and postoperative midriasis in treating uveitis and in inflammatory conditions of the iris. Objective: to evaluate the performance of a high performance liquid chromatography applicable to the quality control and the study of the eye drops stability. Methods: with the purpose of quantifying the active ingredient in the finished product, the method described in the US Pharmacopea (USP 32,2009) was used. The shelf life study was conducted for 24 months at controlled 15-25 ºC temperature whereas the study of accelerated stability at40±2 ºC and 75± 5 percent relative humidity lasted 6 months. Results: the achieved results in the evaluation of the performance of the analytical method were within the set limits. The results for the shelf life stability after 24 months yielded that the product keeps the quality parameters during this time and in the accelerated stability study, there was no sign of significant degradation. Conclusions: the evaluation of the performance of the analytical method based on high performance liquid chromatography showed its reliability. The expiry date was set at 2 years under the stated conditions(AU)
Descritores: Soluções Oftálmicas/normas
Soluções Oftálmicas/uso terapêutico
Controle de Qualidade
Estabilidade Enzimática
Ciclopentolato/uso terapêutico
-Cromatografia Líquida de Alta Pressão/métodos
Limites: Humanos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  2 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-728659
Autor: Arici, Ceyhun; Turk, Adem; Ceylan, Osman Melih; Kola, Mehmet; Hurmeric, Volkan.
Título: Effects of 1% cyclopentolate hydrochloride on anterior segment parameters obtained with Pentacam in young adults / Efeitos do cloridrato ciclopentolato 1% sobre os parâmetros do segmento anterior obtidos com Pentacam em adultos jovens
Fonte: Arq. bras. oftalmol;77(4):228-232, Jul-Aug/2014. tab.
Idioma: en.
Resumo: Purpose: To investigate the effects of topically applied 1% cyclopentolate hydrochloride on anterior segment parameters obtained with a Pentacam rotating Scheimpflug camera in healthy young adults. Methods: Anterior segment analyses of 25 eyes from 25 young adults (Group 1), before and after 45 min of 1% cyclopentolate hydrochloride application, were performed. For a control group (cycloplegia-free, Group 2), 24 eyes of 24 age- and sex-matched healthy cases were evaluated twice at 45 min intervals. The results obtained from the groups were compared statistically. Results: The mean ages of the groups were 23.04 ± 3.42 (range, 18-29) and 22.4 ± 2.05 (range, 18-27) years for Groups 1 and 2, respectively (p=0.259). In Group 1, measurements between the two analyses were significantly different for the values of anterior chamber depth (ACD), anterior chamber angle (ACA), and anterior chamber volume (ACV) (p<0.05), whereas no statistical difference was found for the central corneal thickness (CCT) and keratometry (K1, K2) measurements. In Group 2, none of these parameters were statistically different between the two analyses. Conclusions: Topically applied 1% cyclopentolate hydrochloride caused an increase in the ACD and ACV values, and a decrease in the ACA value. However, it had no significant effect on the CCT and keratometry measurements. It is important to consider these effects when using the Pentacam device on young adults with cycloplegia and when applying it for various reasons. .

Objetivo: Pesquisar os efeitos do cloridrato de ciclopentolato a 1%, aplicado topicamente, em parâmetros do segmento anterior medidos com a câmera de Scheimpflug Pentacam em adultos jovens e saudáveis. Métodos: A análise do segmento anterior, de 25 olhos de 25 jovens adultos (Grupo 1), antes e após 45 minutos da aplicação de cloridrato ciclopentolato a 1%, foram realizados. Como grupo controle (sem cicloplegia, Grupo 2), 24 olhos de 24 pacientes saudáveis pareados por idade e sexo, foram avaliados duas vezes em intervalos de 45 minutos. Os resultados obtidos com os grupos foram comparados estatisticamente. Resultados: A média de idade dos grupos foram 23,04 ± 3,42 (18-29 anos) e 22,4 ± 2,05 (18-27) anos, respectivamente (p=0,259). No Grupo 1, as medidas entre os dois exames foram significativamente diferentes para os valores de profundidade da câmara anterior (ACD), ângulo da câmara anterior (ACA), e do volume da câmara anterior (ACV) (p<0,05 para todos), enquanto que não foram diferentes para a espessura corneana central (CCT) e ceratometria valores (K1, K2). No Grupo 2, nenhum destes parâmetros foi diferente entre os dois exames. Conclusões: Aplicação tópica de cloridrato de ciclopentolato a 1% causou um aumento nos valores de ACD e ACV e uma diminuição nos valores da ACA. No entanto, ele não teve nenhum efeito significativo sobre as medidas de CCT e ceratometria. É importante considerar esses efeitos sobre as medidas tomadas com Pentacam em adultos jovens com cicloplegia quando aplicá-las em diferentes situações. .
Descritores: Segmento Anterior do Olho/efeitos dos fármacos
Ciclopentolato/farmacologia
Midriáticos/farmacologia
Erros de Refração
-Biometria
Estudos de Casos e Controles
Córnea/anatomia & histologia
Estudos Prospectivos
Turquia
Limites: Adolescente
Feminino
Humanos
Masculino
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-521473
Autor: Pigini, Mara Agi; Ávila, Marcos Pereira; Magacho, Leopoldo.
Título: Efeitos da ibopamina 2 por cento tópica nos resultados da campimetria visual computadorizada / Effects of 2 percent ibopamine eye drops on computerized visual field results
Fonte: Arq. bras. oftalmol;72(3):365-369, May-June 2009. graf.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Avaliar os efeitos do uso do colírio de ibopamina a 2 por cento nos resultados da campimetria visual computadorizada em indivíduos normais. MÉTODOS: Voluntários oriundos do CEROF-UFG, sem alterações ao exame oftalmológico que pudessem afetar o campo visual foram selecionados. Os indivíduos foram submetidos a exame de perimetria computadorizada SITA-standard 24-2 antes e após dilatação com o colírio de ibopamina a 2 por cento ou ciclopentolato, com intervalo mínimo de 3 dias entre si e em ordem aleatória. Índices globais e número de pontos alterados foram comparados entre os grupos. RESULTADOS: Foram avaliados 30 olhos de 30 indivíduos normais. Não houve diferença estatisticamente significativa entre o "mean deviation" (MD) nos pacientes não dilatados e nos mesmos após a instilação da ibopamina (MD: -1,05 ± 0,26 dB vs. -1,47 ± 0,20 dB, P=0,08), o que ocorreu após cicloplegia (MD: -3,19 ± 0,29 dB), P<0,001 para ambos. Na avaliação entre cicloplegia e pré-dilatação, nota-se significância para o "pattern standard deviation" (P=0,04), o que não ocorreu na avaliação com ibopamina. O número de pontos alterados no "pattern deviation" não apresentou diferença significativa entre todos os pares. Quanto ao número de pontos do "total deviation", houve diferença estatisticamente significativa antes da dilatação e após o uso do cicloplégico (n: 8,86 ± 1,51 vs. 25,72 ± 2,96 pontos, P<0,001) e entre olhos após a instilação do cicloplégico e da ibopamina (ibopamina: 9,75 ± 1,85 pontos, P<001). CONCLUSÃO: O colírio de ibopamina 2 por cento aparentemente não afeta os resultados da perimetria computadorizada em indivíduos normais.

PURPOSE: To evaluate the influence of 2 percent ibopamine eye drops on the results of computerized visual field exams. METHODS: Normal volunteers from CEROF-UFG were selected, with no variance in the ophthalmologic examination that could affect the visual field test. The volunteers underwent computerized visual field test before and after dilation with 2 percent ibopamine eye drop or cyclopentolate, with a minimum interval of three days between them and in a random order. Global indices and number of altered points were compared between the groups. RESULTS: Thirty eyes of 30 normal individuals were selected. There was no statistically significant difference on Mean Deviation (MD) before and after dilation with ibopamine (MD: -1.05 ± 0.26 dB vs. -1.47 ± 0.20 dB, P=0.08). However, after cycloplegia (MD: -3.19 ± 0.29 dB), there was a significant difference on MD (P<0.001 for both ibopamine and pre-dilation). No significant difference was detected in the Pattern Standard Deviation when comparing ibopamine with pre-dilation and cycloplegia values, but it was statistically significant comparing pre-dilation to cycloplegia (P=0.04). The number of altered points in the Pattern Deviation graphic were not significant comparing all pairs. There was a statistically significant difference in the number of altered points in the total deviation graphic before dilation and after cycloplegia (n: 8.86 ± 1.51 vs. 25.72 ± 2.96 points, P<0.001), and comparing cycloplegia with ibopamine (ibopamine: 9.75 ± 1.85 points, P<0.001). CONCLUSION: Ibopamine 2 percent eye drops seem to not modify the results of visual field tests in normal individuals.
Descritores: Desoxiepinefrina/análogos & derivados
Midriáticos/administração & dosagem
Testes de Campo Visual
Campos Visuais/efeitos dos fármacos
-Ciclopentolato/administração & dosagem
Interpretação Estatística de Dados
Desoxiepinefrina/administração & dosagem
Processamento de Imagem Assistida por Computador
Soluções Oftálmicas/administração & dosagem
Fatores de Tempo
Limites: Adulto
Feminino
Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-461958
Autor: Freitas, Wilson de; Melo Júnior, Luiz Alberto Soares; Schor, Paulo; Campos, Mauro.
Título: Análise comparativa entre a refração clínica subjetiva e a automatizada obtida por sensor de frentes de onda / Comparative analyses between clinical refraction and automatic refraction obtained through a wave front sensor
Fonte: Arq. bras. oftalmol;70(4):677-682, jul.-ago. 2007. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Avaliar e comparar os resultados obtidos da refração estática clínica com a obtida por sensor de frentes de onda. MÉTODOS: Estudo prospectivo, não seqüencial, de 279 olhos de 147 pacientes. Todos os pacientes foram examinados sob cicloplegia. Primeiro realizamos a refração clínica e a seguir a automatizada por sensor de frentes de onda. Os dados refracionais obtidos foram decompostos para análise vetorial. Foram analisados separadamente os dados de um olho por paciente e dos dois olhos. RESULTADOS: A diferença entre a refração clínica e a automatizada foi de -0,19 DE combinada com -0,06 DC no eixo de 15° para os dados de um olho por paciente e -0,17 DE combinada com -0,05 DC no eixo de 3° para todos os olhos da amostra. CONCLUSÃO: Os dados da refração clínica são comparáveis com os da refração obtida por um sensor de frentes de onda.

PURPOSE: To evaluate and compare refractive errors obtained through clinical subjective and automatized wavefront refraction analyses in eyes under cycloplegia. METHODS: Prospective study of 147 patients, 279 eyes, undergoing preoperative examination for refractive surgery. Clinical subjective refraction was performed first followed by wavefront refraction. Results on astigmatism obtained from refraction were decomposed in power vectors for statistical analyses. Data were first analyzed in one eye and then in both eyes. RESULTS: The mean difference between clinical subjective refraction and automatized wavefront refraction on cycloplegic eyes was of -0.19 SD combined with -0.06 CD in the 15° axis for data in one eye, and -0.17 SD combined with -0.05 CD in the 3° axis for data in both eyes of the same patient. CONCLUSION: In the present study clinical subjective refraction and automatized wavefront refraction under cycloplegia had similar numerical values.
Descritores: Técnicas de Diagnóstico Oftalmológico/instrumentação
Refração Ocular
Erros de Refração/diagnóstico
-Automação
Astigmatismo/diagnóstico
Ciclopentolato/administração & dosagem
Análise Multivariada
Midriáticos/administração & dosagem
Estudos Prospectivos
Limites: Adulto
Feminino
Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-289971
Autor: Alves, Marco Aurélio; Marback, Patrícia Maria F; Prata Júnior, Joäo Antonio.
Título: Influência da citoplegia sobre a açäo hipertensora do latanoprost em indivíduos normais / Influence of citoplegia on the hypotensive latanoprost effect on normal subjects
Fonte: Arq. bras. oftalmol;63(1):25-8, jan.-fev. 2000. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Avaliar a influência da citoplegia sobre a açäo hipotensora ocular do latanoprost em indivíduos normais. Pacientes, materiais e métodos: Foram estudados 17 volutários normais, sem antecedentes de doenças oculares crônicas, trauma ou cirurgias. Foi instilado latanoprost 0,005 por cento em ambos os olhos e após 20 minutos foi instilado ciclopentolato 1 por cento no olho direito. A pressäo intra-ocular (Po) foi medida, pela tonometria de aplanaçäo de Goldmann, antes da instilaçäo do latanoprost e após 20 minutos, 1 hora e 20 minutos, 3 horas e 20 minutos e 4 horas e 20 minutos. A Po foi comparada entre o olho direito (OD) e o olho esquerdo (OE) pelo teste de Wilcoxon. A comparaçäo entre as medidas realizadas em cada olho nas diferentes fases de estudo foi procedida pelo teste de Friedman. A variaçäo percentual da Po foi calculada em cada tempo e comparada entre OD e OE.
Descritores: Corpo Ciliar/efeitos dos fármacos
Ciclopentolato/administração & dosagem
Midriáticos
-Hipotensão Ocular
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR734.1 - Biblioteca Central Cesar Lattes - BCCL


  6 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-287886
Autor: Pinheiro, Renato Klingelfus; Netto, Adamo Lui.
Título: Estudo comparativo da acomodaçäo residual após instilaçäo de colírios de tropicamida a 1 por cento, ciclopentolato a 1 por cento e associaçäo de tropicamida a 1 por cento + ciclopentolato a 1 por cento / Comparative study of residual accomodation after instillation of the eye drops with 1 per cent tropicamide, 1 per cent cyclopentolate, and association of 1 per cent tropicamide + 1 per cent cyclopentolate
Fonte: Arq. bras. oftalmol;63(6):475-9, nov.-dez. 2000. tab.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Congresso Brasileiro de Oftalmologia, 30, Säo Paulo, 1999.
Resumo: Objetivo: Avaliar a acomodaçäo residual após a instilaçäo de duas drogas ciclopégicas, o ciclopentolato a 1 por cento e a tropicamida a 1 por cento e a associaçäo entre elas. Material e métodos: Selecionamos pacientes de 15 a 25 anos, com íris grau 4 e 5 pela classificaçäo de Seddon e sem nenhum tipo de doença ocular, que procuraram de maneira espontânea o ambulatório de Oftalmologia da Santa Casa de Säo Paulo no período de outubro de 1997 a setembro de 1998. Os 46 pacientes foram submetidos a três exames oftalmológicos completos, em que se testava o potencial de acomodaçäo monocularmente, após a instilaçäo de tropicamida a 1 por cento, com tempo de espera de 20 minutos, ciclopentolato a 1 por cento com tempo de espera de 40 minutos e tropicamida a 1 por cento + ciclopentolato a 1 por cento com intervalo entre as drogas de 5 minutos e com latência de 30 minutos. O intervalo entre os exames era de no mínimo sete dias. Resultados: Näo houve diferença entre os grupos dos emétropes, dos hipermétropes e dos míopes com nenhuma droga instilada (p>0,005). O ciclopentolato a 1 por cento e a associaçäo entre as drogas proporcionaram menor acomodaçäo residual estatisticamente significante, em comparaçäo com a tropicamida a 1 por cento no grupo dos hipermétropes e dos míopes. Conclusäo: O ciclopentolato a 1 por cento e a associaçäo entre as drogas säo seguras para o exame refratométrico estático em pacientes jovens, com íris escura e sem doença ocular, pois proporcionaram uma média da acomodaçäo residual em todos os grupos pesquisados de no máximo 1,21 + ou - 0,7 dioptrias esféricas (DE).
Descritores: Acomodação Ocular
Ciclopentolato/farmacologia
Midriáticos/farmacologia
Soluções Oftálmicas/farmacologia
Tropicamida/farmacologia
-Ciclopentolato/administração & dosagem
Quimioterapia Combinada
Midriáticos/administração & dosagem
Refração Ocular
Soluções Oftálmicas/administração & dosagem
Tropicamida/administração & dosagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-287868
Autor: Morales, Paulo Henrique de Avila; Farah, Michel Eid; Höfling-Lima, Ana Luisa; Alleman, Norma; Bonomo, Pedro Paulo.
Título: Degeneraçöes periféricas da retina em pacientes candidatos à cirurgia refrativa / Peripheral retina degeneration in patients candidates for refractive surgery
Fonte: Arq. bras. oftalmol;64(1):27-32, jan.-fev. 2001. ilus, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: O objetivo desse estudo é verificar em indivíduos míopes candidatos à cirurgia refrativa a prevalência dos diferentes tipos de lesöes retinianas periféricas degenerativas de acordo com o tipo de miopia. Métodos: De forma prospectiva, no período de um ano, foram examinados os olhos dos pacientes no Setor de Cirurgia Refrativa do Departamento de Oftalmologia da Universidade Federal de Säo Paulo - Escola Paulista de Medicina que durante a sua consulta inicial apresentassem refraçäo com equivalente esférico superior ou igual a -1,00 dioptria esférica, e näo tivessem antecedentes pessoais de doença ou cirurgia ocular no período. Foi investigada a existência de lesöes e/ou degeneraçöes periféricas predisponentes ao descolamento regmatogênico de retina. Resultados : O grupo foi composto, em sua maioria, por adultos jovens (média de idade de 31 anos). Foram observados olhos com miopia baixa (263 olhos, 31 por cento ), moderada (300 olhos, 36 por cento ) e alta (277 olhos, 33 por cento ); em 35,4 por cento dos pacientes (27 por cento dos olhos) foram encontradas degeneraçöes periféricas, sendo o branco com e sem pressäo a alteraçäo mais frequente (23,4 por cento dos pacientes ou 17,5 por cento dos olhos). Entre as lesöes predisponentes ao descolamento regmatogênico da retina, a mais encontrada foi a degeneraçäo em treliça (8,6 por cento dos pacientes ou 6 por cento dos olhos). Conclusöes: As alteraçöes periféricas predisponentes ou näo ao descolamento regmatogênico de retina apresentaram aumento de prevalência de acordo com o aumento do grau de miopia, com exceçäo das roturas. Todos os pacientes com miopia alta e candidatos à cirurgia refrativa devem ter a periferia retiniana de ambos os olhos examinada.
Descritores: Degeneração Retiniana/diagnóstico
Miopia/cirurgia
Ceratectomia Fotorrefrativa/efeitos adversos
-Ciclopentolato
Microscopia
Midriáticos
Oftalmoscopia
Fenilefrina
Estudos Prospectivos
Descolamento Retiniano/diagnóstico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Adolescente
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central


  8 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-216949
Autor: Remo, Susanna Junior; Barboza, Wilma Lelis.
Título: Efeito da adiçäo de ciclopentolato ao Latanoprost: estudo piloto / The additive effect of cyclopentolate combined with latanoprost: pilot study
Fonte: Rev. bras. oftalmol;57(6):441-3, jun. 1998.
Idioma: pt.
Resumo: Verificou-se a possibilidade de um efeito aditivo de duas drogas que säo capazes de aumentar o fluxo uveo-escleral por relaxamento domiciliar, o latanoprost e o ciclopentolato. Instilou-se ciclopentolato 20 p/cento em 10 olhos de pacientes com glaucoma crônico simples tratados com latanoprost por 30 dias no mínimo. A PIO 2 horas antes da instilaçäo do ciclopentolato era de 16-22mmHg, média: 18.7ñ2.1mmHg; e a PIO 2 horas após: 17-23mmHg, média: 18.3ñ2.5mmHg. Esta diferença näo foi estatisticamente significativa. Em um dos olhos avaliados houve um aumento de 10mmHg na PIO. A associaçäo de latanoprost e ciclopentolato, na concentraçäo de 20p/cento, näo afeta significativamente a PIO
Descritores: Ciclopentolato
Quimioterapia Combinada
Glaucoma de Ângulo Aberto/tratamento farmacológico
Pressão Intraocular/efeitos dos fármacos
Prostaglandinas F Sintéticas/administração & dosagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR734.1 - Biblioteca Central Cesar Lattes - BCCL


  9 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-205185
Autor: Cueva M., Elizabeth; Sánchez de C., Elva.
Título: Refracción en niños con esotropia después de cicloplejia con ciclopentolato vs atropina / Refractión in children with esotropia after of cycloplegia with cyclopentolate vs atropine
Fonte: Arch. oftalmol. Norte Perú;25(1/4):25-32, ene.-dic. 1992. tab.
Idioma: es.
Resumo: Se realizó un estudio prospectivo de Octubre de 1991 a Marzo de 1992 para evaluar la capacidad ciclopléjica del ciclopentolato con respecto a la atropina, en 33 niños de cero a seis años de edad que tenían esotropia. La retinoscopía fue realizada en la primera consulta con ciclopentolato al 1 por ciento y después de una semana con atropina al 1 por ciento. La atropina reveló 0.37 dioptías más de hipermetropía que el ciclopentolato al 1 por ciento independientemente del valor hipermetrópico, esta diferencia estadística es altamente significativa. Se obtuvo mayor error refractivo hipermetrópico mientras menor era la edad del niño
Descritores: Refração Ocular
-Atropina
Ciclopentolato
Esotropia
Limites: Humanos
Criança
Responsável: PE22.1 - Biblioteca de Medicina


  10 / 12 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-89156
Autor: Nóbrega, Joäo Francisco Cêntola.
Título: Refraçäo: semiologia básica e avançada / Refraction: basic and avanced semiology
Fonte: An. oftalmol;5(1):56-61, abr. 1986.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Simpósio da Associaçäo Paranaense de Oftalmologia, 10, Curitiba, s.d.
Resumo: A refraçäo é o passo inicial do exame ocular e se reveste de grande importância por ser ao mesmo tempo uma técnica e uma arte. Com os meios transparentes a refraçäo é feita objetivamente e subjetivamente. Objetivamente o método mais empregado é a esquiascopia com fenda. Subjetivamente o valor do poder esférico é aferido por testes de lentes e testes bicromáticos. O valor e o eixo do cilindro através do cilindro cruzado. Em pacientes jovens e em portadores esotropia acomodativa o exame sob cicloplegia é indispensável. Näo há vantagem clínica importante da atropina sobre o ciclopentolato. Uma gota de ciclopentolado a 1% é suficiente para produzir uma cicloplegia adequada a todas as exploraçöes refratométricas inclusive em portadores de esotropia acomodativa com CA/A aumentada. Atualmente, com a introduçäo de técnicas de cirurgia de catarata seguidas de implantaçäo de lentes intra-oculares deve-se determinar a refraçäo com meios opacos, usando-se a ceratometria e a medida do comprimento do globo através de biometria ultrassônica
Descritores: Ciclopentolato
Oftalmoplegia
Refração Ocular
-Acuidade Visual
Responsável: BR16.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde