Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.455.326.271.665.202.123 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 88 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 9 ir para página                      

  1 / 88 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1054971
Autor: Kayhan-Tetik, Burcu; Çaylan, Nilgün.
Título: Betacarotenemia con afectación nasal aislada en una niña: A propósito de un caso / Betacarotenemia with isolated nose involvement in a child: a case report
Fonte: Arch. argent. pediatr;117(5):502-504, oct. 2019. ilus.
Idioma: en; es.
Resumo: La carotenemia es, en general, benigna y suele ser causada por la ingesta excesiva de alimentos ricos en betacaroteno. Su presentación clínica puede ocurrir a cualquier edad, pero es frecuente en los niños. En este artículo, describimos un caso raro de carotenemia con afectación nasal aislada con el objetivo de recordar la presencia de carotenemia en el diagnóstico diferencial de ictericia. A menudo, la carotenemia se reconoce fácilmente y la manejan los médicos de familia y los pediatras, que podrían participar potencialmente en el tratamiento de estos casos. También es importante conocer y reconocer la carotenemia para informar a las familias y evitar la realización de pruebas innecesarias.

Carotenemia is generally benign and usually caused by excessive intake of beta-carotene rich food. This clinical presentation can occur in any age group but frequently occurs in children. We report a rare case of carotenemia with an isolated involvement of the nose and presented in order to remind carotenemia in the differential diagnosis of jaundice. Carotenemia is often easily recognized and dealt with by family medicine and pediatricians who may potentially get involved in the management of these cases. It is also important to know and recognize carotenemia in terms of informing families and preventing unnecessary tests.
Descritores: beta Caroteno
-Verduras
Vitamina A
Nariz/anormalidades
Diagnóstico Diferencial
Frutas
Icterícia
Limites: Humanos
Feminino
Pré-Escolar
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  2 / 88 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048630
Autor: Pereira, Alexandre Igor Azevedo; Freitas, Lucas Barbosa de; Cantuário, Fernando Soares de; Curvêlo, Carmen Rosa da Silva; Amaro, Geovani Bernardo; Luz, José Magno Queiroz.
Título: Field adaptation of sweet potato genotypes enriched of ß - carotene, in the state of Goiás / Adaptação no campo de genótipos de batata-doce enriquecidos de ß-caroteno, no estado de Goiás
Fonte: Biosci. j. (Online);35(3):723-731, may./jun. 2019. tab, ilus, graf.
Idioma: en.
Resumo: Most sweet potato genotypes marketed in Brazil have white, yellow or cream pulp color with negligible carotenoid contents. The use of beta-carotene rich sweet potato materials may contribute to improve people welfare, especially those at critical nutritional conditions. The yield-related traits and marketable tuber quality of 10 beta-carotene biofortified (or not) sweet potato genotypes were assessed in a Brazilian Cerrado area. Differences for all traits were found, with some materials prevailing. However, four of them (CNPH 1190, CNPH 1206, CNPH 1210 and CNPH 1310) showed good adaptability. CNPH 1210 had the highest yield (52.21 ton ha-1), 4.28 times higher than the Brazilian sweet potato average yield. CNPH 1210 and CNPH 1310 had the highest tuber numbers and the most preferred mass class for consumers, and therefore, they furnished the best marketable genotypes. Nevertheless, the materials CNPH 1210 and CNPH 1310 (both orange-fleshed sweet potatoes) stood out for tuber market quality. Our results may stimulate organized civil society efforts to improve the production and consumption of beta-carotene-rich sweet potato materials in municipalities in the Brazilian Cerrado.

A maioria dos genótipos de batata-doce comercializados no Brasil tem cor de polpa branca, amarela ou creme, com conteúdo desprezível de carotenóides. O uso de materiais de batata-doce ricos em beta-caroteno pode contribuir para melhorar o bem-estar das pessoas, especialmente aquelas em condições nutricionais críticas. Características relacionadas ao rendimento e a qualidade comercial dos tubérculos de 10 genótipos de batata-doce biofortificada (ou não) com beta-caroteno foram avaliadas em uma área do Cerrado brasileiro. Diferenças para todas as características foram encontradas, com alguns materiais predominantes. No entanto, quatro deles (CNPH 1190, CNPH 1206, CNPH 1210 e CNPH 1310) mostraram boa adaptabilidade. O CNPH 1210 teve o maior rendimento (52,21 ton ha-1), 4,28 vezes maior que o rendimento nacional médio da batata-doce brasileira. CNPH 1210 e CNPH 1310 tiveram o maior número de tubérculos e a classe de massamais preferida para os consumidores e, portanto, forneceram os melhores genótipos comercializáveis. Noentanto, os materiais CNPH 1210 e CNPH 1310 (ambos batata-doce de polpa alaranjada) destacaram-se pelaqualidade dos tubérculos comerciais. Nossos resultados podem estimular esforços da sociedade civil organizada para melhorar a produção e consumo de materiais de batata-doce ricos em beta-caroteno em municípios contidos no Cerrado brasileiro.
Descritores: beta Caroteno
Convolvulaceae
Ipomoea batatas
Valor Nutritivo
-Ciências da Nutrição
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  3 / 88 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-2620
Autor: Nunes, Ortência Leocádia Gonzalez da Silva; Ferreira, Dermânio Tadeu Lima; Santos, Paulino Ricardo Ribeiro dos; Brandelero, Clairê Damin.
Título: Desenvolvimento de pão de forma enriquecido com batata-doce biofortificada / Development loaf of bread enriched with biofortified sweet potato
Fonte: Hig. aliment;30(258/259):108-113, 30/08/2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo do trabalho foi desenvolver pão de forma adicionado de polpa de batata-doce, cultivar Beauregard, e avaliar sensorialmente o produto, verificando a sua aceitação entre os consumidores. Foram desenvolvidas três formulações com substituição da farinha de trigo pela batata-doce cozida nas porcentagens de 20%, 40% e 60% e comparadas com o padrão, sem substituição. A avaliação sensorial foi feita por 32 provadores, não treinados, utilizando-se escala hedônica para os atributos de sabor, cor, textura, aroma e aceitação global. Os pães de forma elaborados com a batata-doce não apresentaram diferença estatística na análise sensorial para os atributos avaliados. Os pães obtiveram notas relevantes, com boa aceitação entre os consumidores. Em relação ao sabor, as melhores notas foram dadas para a amostra com 20% de substituição de farinha de trigo por batata-doce, comparada com a amostra, sem substituição de farinha de trigo. O aroma dos pães foi destaque também nas amostras com maior porcentagem de substituição, 60% e 40%. Para os demais atributos não houve diferença significativa em relação à amostra padrão, com 100% de farinha de trigo, o que permitiu concluir que a adição de batata-doce com polpa laranja na formulação de pão de forma pode ser considerada uma opção saudável de consumo de alimento biofortificado para combater a "fome oculta", que é a carência dos micronutrientes vitamina A, ferro e zinco, essenciais para a saúde.

The objective was to develop a loaf of bread with sweet potato pulp, Beauregard, evaluate the product by sensory analysis and verify their acceptance among consumers. Three formulations were developed to replace the wheat flour for sweet potatoes baked in percentages of 20%, 40% and 60%, compared with the standard, without replacement. The sensory evaluation was performed by 32 panelists, untrained, using hedonic scale for the attributes of flavor, color, texture, aroma and global acceptance. The loaf of breads elaborate with sweet potato showed no statistical difference in sensory analysis for the evaluated attributes. The breads obtained relevant notes, with good acceptance among consumers. Regarding the taste, the best grades were given for the sample with 20% wheat flour substitute for sweet potatoes, compared with the sample without wheat flour replacement. The aroma of bread was also featured in the samples with the highest percentage of replacement, 60% and 40%. For other attributes there was no significant difference from the standard sample, 100% wheat flour, which showed that the addition of sweet potatoes with orange pulp in the form of bread formulation can be considered a healthy option consumption biofortified of food to fight "hidden hunger", which is the lack of micronutrients vitamin A, iron and zinc, essential for health.
Descritores: Pão/análise
Alimentos Fortificados
Ipomoea batatas
Farinha
-Qualidade de Produtos para o Consumidor
Comportamento do Consumidor
beta Caroteno/administração & dosagem
Análise de Alimentos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  4 / 88 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-947896
Autor: Sousa, Raquel M. F; Lira, Camila S; Rodrigues, Amanda O; Morais, Sérgio A. L; Queiroz, Carla R. A. A; Chang, Roberto; Aquino, Francisco J. T; Muñoz, Rodrigo A. A; Oliveira, Alberto de.
Título: Atividade antioxidante de extratos de folhas de ora-pro-nóbis (Pereskia aculeata Mill. ) usando métodos espectrofotométricos e voltamétricos in vitro / Antioxidant activity of ora-pro-nobis (Pereskia aculeata Mill. ) leaves extracts using spectrophotometric and voltammetric assays in vitro
Fonte: Biosci. j. (Online);30(3 Supplement):448-457, 2014. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Atualmente tem crescido a busca por plantas como fontes naturais de antioxidantes. Plantas com esta propriedade podem ser utilizadas para melhorar a qualidade de alimentos, seja para fins nutritivos ou de conservação, como também para a prevenção de doenças relacionadas ao aparecimento de radicais livres. A Pereskia aculeata Mill. (Ora-pro-nóbis) é uma espécie da família Cactaceae e suas folhas são consumidas por muitas pessoas. Neste contexto, este trabalho estudou o teor de fenóis totais (método Folin-Ciocalteau) e de proantocianidinas (vanilina sulfúrica), correlacionando-os com a atividade antioxidante (radical DPPH, sistema b-caroteno/ácido linoleico e voltametria por pulso diferencial) de extratos em acetona 80%, etanol 70% e água das folhas da espécie P. aculeata Mill., apresentando o extrato em acetona 80% maior teor de fenóis totais e proantocianidinas. Com relação à atividade antioxidante frente ao radical DPPH, o extrato em acetona 80% se apresentou ligeiramente melhor que o em etanol 70%. A técnica de voltametria por pulso diferencial mostrou que o extrato em acetona 80% apresenta constituintes com maior potencial redutor que o extrato em etanol 70%. Os dados obtidos a partir da voltametria corroboram com os resultados obtidos pelo método tradicional de DPPH. Os extratos em etanol 70% e em água apresentaram melhor atividade antioxidante pelo sistema b-caroteno/ácido linoleico, o que sugere a presença de outra classe de compostos que atuam na inibição do b- caroteno. Portanto, as folhas da espécie Pereskia aculeata podem ser consideradas como fonte potencial de compostos antioxidantes.

Currently, the search for plants as natural sources of antioxidants has been growing because they can be used to improve the nutritive or preservation properties of food, as soon as for the prevention of diseases related to free radicals. The Pereskiaaculeata Mill. (Ora-pro-nóbis,) is a specie of Cactaceae family and its leaves are consumed by many people. In this context, this paper studied the total phenols (Folin-Ciocalteu) and proanthocyanidins (vanillin sulfuric) correlating with the antioxidant activity (DPPH, b-carotene/linoleic acid system and differential pulse voltammetry) of extracts of 80% acetone, 70% ethanol and water of Pereskiaaculeata Mill. leaves. The 80% acetone extract showed higher total phenols and proanthocyanidins. Regarding to the antioxidant activity by DPPH radical scavenger, the 80% acetone extract was slightly better than 70% ethanol extract. The differential pulse voltammetry technique displayed that the 80% acetone extract presented constituents with greater reducing potential than the ones presented in 70% ethanol extract, what can corroborate the results obtained. The 70% ethanol and water extracts has shown better antioxidant activity by b-carotene/linoleic acid system, what probably suggests the presence of another compounds classes that are responsible for the inhibition the b-carotene. Therefore, the Pereskiaaculeata Mill. showed that its leaves may be considered as a potential source of antioxidant compounds.
Descritores: Plantas
Espectrofotometria
beta Caroteno
Proantocianidinas
-Fenóis
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  5 / 88 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-947168
Autor: Silva, Regildo Márcio Gonçalves; Figueiredo, Patrícia Aparecida; Peixoto, Erika Cosendey Toledo de Mello; Silva, Luciana Pereira.
Título: Atividade antioxidante e determinação de fenóis totais, carotenoides, betacarotenos, licopeno e zinco em variedades branca, amarela e rosada de Manihot esculenta Crantz / Antioxidant activity and determination of total phenol contents, carotenoids beta-carotene, lycopene and zinc in white, yellow and pinkish varieties of Manihot Esculenta crantz
Fonte: Biosci. j. (Online);30(2):556-564, mar./apr. 2014. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Existem variedades de mandioca que apresentam compostos como os carotenoides, beta-caroteno, licopeno e minerais importantes para a saúde humana e animal. O presente estudo avaliou a atividade antioxidante das variedades branca, amarela e rosada de Manihot esculenta, por meio de teste de DPPH e pela atividade quelante de íons ferro. Além disso, o conteúdo de fenóis totais, carotenoides, beta-caroteno, licopeno e zinco também foram determinados. Utilizando o teste de DPPH foi possível verificar que os extratos de amostras cozidas apresentaram maior atividade antioxidante (89,53% - rosada) em comparação com as amostras frescas (1,97% - branca). Para o teste de atividade quelante de íons ferro, a maior atividade foi encontrada para o extrato da variedade rosada cozida (63,43%) e a menor foi do extrato da amarela in natura (17,34%) a amostra branca não apresentou atividade. A maior concentração de fenóis e de zinco foi obtida para o extrato da variedade rosada cozida 136,12 mg EAG/g de extrato e 0,811 ppm, respectivamente, na concentração de 1000 µg/mL. A variedade rosada apresentou também maior quantidade de pigmentos, incluindo carotenoides (29,40 µg/g); beta-caroteno (9,14 µg/100g) e licopeno (68,92%). De acordo com os resultados obtidos no presente estudo, foi possível concluir que as variedades amarela e rosada de M. esculenta, apresentam quantidades de compostos fenólicos e minerais suficientes para atribuir a atividade antioxidante, podendo assim, contribuir para diminuir os danos oxidativos e serem utilizadas como nutracêuticos ou diretamente ingeridas na dieta para manter a boa saúde.

There are cassava varieties that present compounds as carotenoids, beta-carotene, lycopene and minerals important for human and animal health. The present study evaluated the antioxidant activity of the white, yellow and pinkish varieties of Manihot esculenta, by mean of the DPPH test and by the ferrous ion-chelating activity. Furthermore, the total phenols, carotenoids, beta-carotene, lycopene and zinc contents were also determined. Utilizing the DPPH test it was possible to find that extracts of boiled samples presented higher antioxidant activity (89.53% - pinkish) in comparison to the fresh samples (1.97% - white). For the ferrous ion-chelating test, the highest activity was found for the boiled pinkish variety extract (63.43%) and the lowest was for fresh yellow extract (17.34%) the white sample did not present activity. The highest concentration of total phenols and zinc content was obtained for the boiled pinkish variety extract 136.12 mg EAG/g of extract and 0,811ppm, respectively, in the concentration of 1000 µg/mL. The pinkish variety presented also higher quantity of pigments, including carotenoid (29.40 µg/g), beta-carotene (9.14 µg/100g) and lycopene (68.92%). According to the results obtained in this study it was possible to conclude that the yellow and pinkish varieties of M. esculenta present quantity of phenolic compounds and minerals sufficient to attribute the antioxidant activity and may thus contribute to reduce oxidative damage and be used as nutraceuticals or directly ingested in the diet to maintain good health.
Descritores: Zinco
Carotenoides
Manihot
beta Caroteno
Suplementos Nutricionais
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  6 / 88 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-986362
Autor: SOARES, DENISE JOSINO; CARMO, JÉSSICA SILVA DO; LIMA, JORGIANE DA SILVA SEVERINO; MAIA, GERALDO ARRAES; SOUZA, PAULO HENRIQUE MACHADO DE; FIGUEIREDO, RAIMUNDO WILANE DE.
Título: POLYPHENOLS AND ANTIOXIDANT ACTIVITY OF CASHEW NUTS FROM CONVENTIONAL AND ORGANIC CULTIVATION IN DIFFERENT STAGES OF PROCESSING
Fonte: Bol. Centro Pesqui. Process. Aliment;31(01):173-181, jan. 2013.
Idioma: en.
Resumo: This research aimed to determine the total extractable polyphenols and the antioxidant activity of cashew nut obtained from conventional and organic cultivation. The study was performed with cashew nuts collected at four stages of processing: after shelling, before peeling, after peeling and during packaging. The antioxidant activity was measured by the methods with the radicals ABTS•+ and DPPH• and by the ß-carotene/linoleic acid system. The nuts collected in the steps after shelling and before peeling presented higher antioxidant activity than those collected after peeling and during packaging. Little variation occurred in the content of total extractable polyphenols and antioxidant activity by ABTS•+ and DPPH• assays between the two cultivation methods studied.
Descritores: Anacardium
Agricultura Orgânica
Antioxidantes
-beta Caroteno
Polifenóis
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR16.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde


  7 / 88 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-911786
Autor: Silva, Ernani Clarete da; Maciel, Gabriel Mascarenhas; Alvarenga, Patrícia Penido Maia de; Paula, Ana Cardoso C. F. Ferreira de.
Título: Teores de Β-caroteno e licopeno em função das doses de fósforo e potássio em frutos de diferentes genótipos de tomateiro industrial / Tenors of Β-carotene and lycopene in function of phosphorus and potassium rates in fruits of the different genotypes of industrial tomatoes
Fonte: Biosci. j. (Online);27(2):247-252, mar./abr. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: O presente trabalho foi desenvolvido no Setor de Olericultura e Experimentação da Universidade José do Rosário Vellano ­ UNIFENAS durante o ano de 2005 . O objetivo foi avaliar teores de carotenóides em frutos de diferentes genótipos de tomate industrial em função das doses de fósforo e potássio aplicados no solo. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso em esquema fatorial 2 x 3 x 3 compreendendo dois genótipos de tomateiro (1095 e 1570), três doses de K2O (45, 90 e 180 kg ha-1) e três doses de P2O5 (40, 80 e 160 kg ha-1) e 3 repetições. As características avaliadas foram: teores de licopeno, ß-caroteno e açúcares totais nos frutos maduros de tomate. Pelos resultados obtidos, conclui-se que o efeito das doses de fósforo e potássio não interferiram significativamente nos teores de carotenóides e açúcares totais contidos nos genótipos de tomateiros industriais (genótipos 1095 e 1570). Pôde-se observar uma maior influência do material genético na capacidade de produção nos teores de ß-caroteno com efeitos significativos para este carotenóide.

presente trabalho foi desenvolvido no Setor de Olericultura e Experimentação da Universidade José do Rosário Vellano ­ UNIFENAS durante o ano de 2005 . O objetivo foi avaliar teores de carotenóides em frutos de diferentes genótipos de tomate industrial em função das doses de fósforo e potássio aplicados no solo. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso em esquema fatorial 2 x 3 x 3 compreendendo dois genótipos de tomateiro (1095 e 1570), três doses de K2O (45, 90 e 180 kg ha-1) e três doses de P2O5 (40, 80 e 160 kg ha-1) e 3 repetições. As características avaliadas foram: teores de licopeno, ß-caroteno e açúcares totais nos frutos maduros de tomate. Pelos resultados obtidos, conclui-se que o efeito das doses de fósforo e potássio não interferiram significativamente nos teores de carotenóides e açúcares totais contidos nos genótipos de tomateiros industriais (genótipos 1095 e 1570). Pôde-se observar uma maior influência do material genético na capacidade de produção nos teores de ß-caroteno com efeitos significativos para este carotenóide.
Descritores: beta Caroteno
Carotenoides
Lycopersicon esculentum
Fósforo/administração & dosagem
Características do Solo
Responsável: BR396.4


  8 / 88 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-859753
Autor: Santos, Karina dos; Zandavalli, Mônica Cristina Brugalli; Forte, Gabriele Carra; Schneider, Aline Petter.
Título: Intake of oral photoprotectors by postmen in Porto Alegre
Fonte: Clin. biomed. res;37(3):151-156, 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: Introduction: Postmen are daily exposed to high levels of solar radiation, and lack of protection can result in many health damages. The present study aimed to identify cutaneous phototypes and evaluate the intake of oral photoprotectors by postmen. Methods: Cross-sectional study, carried out from August 2011 to December 2012 in the city of Porto Alegre, state of Rio Grande do Sul, Brazil. Socioeconomic and behavioral data regarding daily solar exposure were collected through a questionnaire. To evaluate the intake of beta-carotene, lycopene and omega-3, two 24-hour dietary recalls were applied. Cutaneous phototypes were assessed by Fitzpatrick's classification. Results: A total of 181 postmen were analyzed, whose mean age was 40.2±11.4 years old, and 140 (77.3%) were male. The cutaneous phototypes II, III and IV were the most prevalent (n=138), totaling 76.3% of the sample. The median for the oral photoprotectors intake was 1.16 mg (0.46-2.29) of beta-carotene, 3.60 mg (1.01-6.31) of lycopene and 0.95 g (0.61-1.45) of n-3 fatty acids, all values significantly lower than the minimal doses to obtain photoprotective effect (p<0.001). The individuals in the group of phototypes V and VI showed lower adherence to the use of sunscreen and lower intake of beta-carotene, comparing to the other groups. Conclusions: The intake of oral photoprotectors is low in this population. Future studies may evaluate the real effect of oral photoprotectors, so that preventive measures using this approach can be included in photoprotection education actions for outdoor workers (AU)
Descritores: Dieta
Exposição Ocupacional/prevenção & controle
Serviços Postais
Protetores Solares/administração & dosagem
-beta Caroteno/administração & dosagem
Brasil/epidemiologia
Carotenoides/administração & dosagem
Estudos Transversais
Exposição Ambiental/prevenção & controle
Ácidos Graxos Ômega-3/administração & dosagem
Proteção Radiológica
Pigmentação da Pele/efeitos da radiação
Raios Ultravioleta
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR18.1 - Biblioteca FAMED/HCPA


  9 / 88 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-836975
Autor: Arruda, Vanilda Aparecida Soares de.
Título: Pólen apícola desidratado: composição físico-química, qualidade microbiologica, compostos fenólicos e flavonoides, capacidade antioxidante e origem botânica / Dehydrtated bee pollen: physicochemical, microbiological quality, phenolic and flavonoids compounds, antioxidant and botanical origin.
Fonte: São Paulo; s.n; 2013. 202 p. tab, graf, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O pólen apícola, produto da aglutinação do pólen das flores com néctar e substâncias salivares das abelhas, tem sido promovido como suplemento da dieta humana por apresentar propriedades nutricionais e bioativas. Sessenta e duas amostras de pólen apícola desidratado foram avaliadas para as análises de compostos fenólicos, flavonoides, atividade antioxidante por três métodos (DPPH, sistema ß-caroteno e ORAC), origem botânica, qualidade comercial (umidade, cinzas, lipídeos, proteínas e carboidratos) e sanitária (bolores e leveduras, aeróbios mesófilos, coliformes totais, E.coli, clostrídios sulfito redutores e S.aureus.), além da atividade antimicrobiana (Candida albicans, Escherichia coli, Staphylococcus aureus). Os valores obtidos para compostos fenólicos e flavonoides totais variaram de 12,60 a 84,22 mg GAE/g de pólen apícola (GAE: equivalentes em ácido gálico) e 1,90 a 36,85 mg de quercetina/g de pólen apícola respectivamente. O EC50, determinado pelo método do DPPH, variou de 0,35 a 13,42 mg pólen apícola/mL de extrato. Os extratos de pólen apícola apresentaram valores entre 52,58 e 98,37 % para o método do ß-caroteno. Quando quantificada por ORAC, a atividade antioxidante medida ficou entre 132,98 e 575,85 µmol eq. trolox/g pólen apícola. Na avaliação da qualidade comercial foram obtidos os valores de 3,06% a 8,12% para umidade, de 1,94 a 4,61%, para cinzas, de 3,35 a 10,96% para lipídeos; de 17,73 a 34,73% para as proteínas, de 11,86 a 25,71% e de 2,77 a 15,87% para os açúcares frutose e glicose, respectivamente. Verificou-se que a presença do pólen apícola inibiu o crescimento de todos os microrganismos estudados. Candida albicans foi a mais resistente e o Staphylococcus epidermides foi o mais sensível. Observou-se 36 tipos polínicos diferentes, destacando-se: Cocos nucifera sp., Mimosa scabrella (Benth.), Mimosa caesalpiniaefolia sp., Eucalyptus sp., Myrcia sp., Asteraceae, Poaceae., Euphorbiaceae e Brassica que ocorreram com maior frequência entre as amostras estudadas. Foram observadas somente correlações moderadas e fracas entre os tipos polínicos presentes e os parâmetros avaliados para as amostras desidratadas de pólen apícola

Bee pollen, a product of agglutination of flower pollen with nectar and bee salivary substances, has been promoted as a dietary supplement for human because of its nutritional and bioactive properties. Sixty-two samples of dehydrated bee pollen were analyzed for phenolics, flavonoids, antioxidant activity using three methods (DPPH, ßcarotene and ORAC), botanical composition, commercial quality (moisture, ashes, lipids, proteins, carbohydrates), hygiene (aerobic mesophiles, yeasts and moulds, coliforms, Escherichia coli, Staphylococcus aureus and sulfite-reducing Clostridium), and antimicrobial activity (Candida albicans, Escherichia coli, Staphylococcus aureus). The obtained values for total phenolics ranged from 12.60 to 84.22 mg GAE/g bee pollen (GAE: gallic acid equivalents) while for total flavonoids ranged from 1.90 and 36.85 mg quercetin/g bee pollen. The EC50, determined by the DPPH method, ranged from 0.35 to 13.42 mg bee pollen/ml of extract. The bee pollen extracts showed values between 52.58 and 98.37% by ß- carotene method. When measured by ORAC, antioxidant activity was between 132.98 and 575.85 µmols eq. trolox/g bee pollen. In the evaluation of commercial quality, the following results were achieved: 3.06% to 8.12% for moisture, 1.94 to 4.61% for ashes, 3.35 to 10.96% for lipids, 17.73 to 34.73% for proteins, from 11.86 to 25.71% and 2.77 to 15.87% for the carbohydrates glucose and fructose respectively. It was verified that the presence of the bee pollen inhibited the growth of all microorganisms studied. Candida albicans was the more resistant and Staphylococcus epidermides the more sensitive. Thirty-three pollen-types were identified mainly Cocos nucifera sp., Mimosa scabrella (Benth.) sp., Mimosa caesalpiniaefolia sp., Eucalyptus sp., Myrcia sp., Asteraceae sp., Poaceae sp., Euphorbiaceae sp. and Brassica sp. that occurred more frequently among the samples studied. It was observed only moderate and weak correlations between the pollen types present and the evaluated parameters for dehydrated samples of bee pollen
Descritores: Antioxidantes
Botânica
Flavonoides
Compostos Fenólicos
Pólen
-beta Caroteno
Técnicas Microbiológicas
Capacidade de Absorbância de Radicais de Oxigênio
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas


  10 / 88 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-833864
Autor: Penteado, Marilene De Vuono Camargo.
Título: Ocorrência de isômeros do beta-caroteno em raízes de cinco cultivares de mandioca (Manihot esculenta Crants) do Estado de São Paulo / Beta-carotene isomers in roots of five manioc (Manihot esculenta Crantz) cultivars of São Paulo State.
Fonte: São Paulo; s.n; 2008. 1-66 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo Faculdade de Ciências Farmacêuticas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Raízes de cinco cultivares de mandioca (Manihot esculenta Crantz), provenientes do Instituto Agronômico de Campinas, a saber: Branca de Santa Catarina (SRT-59), Pioneira (SRT-13l0), Ouro do Vale (SRT-797), IAC-576-70 e IAC 289-70. As análises visaram a identificação dos principais carotenóides presentes nas raízes dos cultivares de mandioca produzidos no Estado de são Paulo, bem como a determinação da atividade pró-vitamínica A dos mesmos. Pelo cozimento das raízes ou a transformação em farinha, foi possível avaliar as perdas do teor vitamínico A de correntes do processamento. As análises foram realizadas no período de julho/86 a janeiro/87, sendo, desta maneira, possível avaliar as prováveis perdas decorrentes do armazenamento. Os resultados das análises permitiram concluir que os principais carotenóides presentes nas raízes dos cultivares de mandioca estudados foram o neo-ß-caroteno B, o ß-caroteno todo¬-trans e o neo-ß-caroteno U. |Os teores de vitamina A nas mandiocas estudadas, expressos em equivalentes de retinol/l00g, variaram de 2,8 a 13,9 para as amostras cruas e de 0,4 a 10,7 para as amostras processadas, sendo que o cozimento promoveu uma diminuição da atividade pró-vitamínica A, que variou de 20 a 55%. Dos cultivares estudados o IAC 289-70 foi o que apresentou menor porcentagem de perda de atividade pró-vitamínica A com o cozimento. Quanto ao armazenamento, foi possível observar que a mandioca crua com casca armazenada por 6 meses em freezer a –20°C não apresentou perdas na sua atividade pró-vitamínica A enquanto que o armazenamento das farinhas à temperatura ambiente, ao abrigo da luz, pelo mesmo período de tempo, apresentou total degradação de seus carotenóides

Roots of five following cultivars of cassava (Manihot esculenta Crantz) from "Instituto Agronômico de Campinas" were analyzed: "Branca de Santa Catarina" (SRT-59), "Pioneira" (SRT-1310), "Ouro do Vale" (SRT-797), "IAC 576-70" and "IAC 289-70". The analyses were made for the identification of the main carotenoids present in roots of the cassava cultivars produced in São Paulo State, as well as for determination of their pro-vitamin A activity. The cooking of the roots or their transformation as flour made possible to evaluate the loss of the pro-vitamin A value which occurs with processing. The analyses were made from July/1986 to January/1987. This permitted to evaluate the possibility of losses during storage. The results of the analyses allowed to conclude that the main carotenoids present in roots of the studied cassava cultivars were neo-ß-carotene B, all-trans-ß-carotene and neo-ß-carotene U. The vitarnin A values in these cassava expressed as retinol equivalents/lOOg varied from 2,8 to 13,9 for the raw samples; and with cooking, a diminution of the pro-vitarnin A activity occurred, which varied from 20 to 55%.Of all the studied cultivars, the "IAC 289-70" was the one that showed the greatest percentages of loss of pro-vitamin A activity with the cooking. The raw cassavas stored at –20°C for 6 months didn't show losses of their pro-vitamin A value, while the storage of the flour, at room temperature with no light, for the same period of time, showed total degradation of their carotenoids
Descritores: beta Caroteno/análise
Manihot/anatomia & histologia
-Carotenoides/análise
Raízes de Plantas/metabolismo
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas



página 1 de 9 ir para página                      
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde