Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.455.426.559.389.023 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 120 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 12 ir para página                         

  1 / 120 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-890409
Autor: Costa, Danilo Fernandes; Goldbaum, Moisés.
Título: Contaminação química, precarização, adoecimento e morte no trabalho: benzeno no Brasil / Chemical contamination, precariousness, illness and death at work: benzene in Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;22(8):2681-2692, Ago. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A toxicidade do benzeno é conhecida e os tipos de doenças a ele ligadas vêm se ampliando. Foi recuperada a trajetória e as descobertas relacionadas às doenças combinadas com o deslocamento das atividades dos países centrais para os periféricos. Neste processo há correlações na prevenção da exposição ao benzeno. No Brasil foram analisadas as aplicações das regulações para identificar seu impacto, pois as informações sobre contaminação ambiental e doenças é bastante precária. Prevaleceram legislações formais sem registro de sua aplicação. Somente quando houve mobilização de trabalhadores e técnicos ocorreram avanços.

Abstract The toxicity of benzene is widely known, and types of illnesses linked to it have been increasing. This article traces the historical trajectory and the findings related to the diseases, combined with the displacement of industrial activities from central countries to peripheral ones. In this process, there are correlations in prevention of benzene exposure. In Brazil, the application of regulations was analyzed to identify their impact because information on environmental contamination and diseases is very precarious. Formal legislation prevailed without records of its application. Only when workers and technicians mobilized did advances occur.
Descritores: Benzeno/toxicidade
Exposição Ambiental/efeitos adversos
Poluição Ambiental/efeitos adversos
-Brasil
Exposição Ocupacional/efeitos adversos
Exposição Ocupacional/legislação & jurisprudência
Exposição Ocupacional/prevenção & controle
Exposição Ambiental/legislação & jurisprudência
Exposição Ambiental/prevenção & controle
Poluição Ambiental/legislação & jurisprudência
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 120 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: lil-563064
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Instituto Nacional de Câncer.
Título: Vigilância do câncer ocupacional e ambiental - 2005 / Monitoring of environmental and occupational cancer.
Fonte: Rio de Janeiro; Brasil. Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer; 2005. 64 p. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Toxicologia
Fatores de Risco
Carcinógenos
Carcinógenos Ambientais
-Praguicidas
Benzeno
Dióxido de Silício
Limites: Humanos
Animais
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Livro-Texto
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I
BR440.1; 616.994071, B823v HCI


  3 / 120 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-644003
Autor: Haro-García, Luis; Vélez-Zamora, Nadia; Aguilar-Madrid, Guadalupe; Guerrero-Rivera, Susana; Sánchez-Escalante, Vanessa; Muñoz, Sergio R.; Mezones-Holguín, Edward; Juárez-Pérez, Cuauhtémoc.
Título: Alteraciones hematológicas en trabajadores expuestos ocupacionalmente a mezcla de benceno- tolueno-xileno (BTX) en una fábrica de pinturas / Blood disorders among workers exposed to a mixture of benzene-toluene-xylene (BTX) in a paint factory
Fonte: Rev. peru. med. exp. salud publica;29(2):181-187, abr.-jun. 2012. tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivos. Evaluar las tres series celulares sanguíneas e identificar la presencia de hipocromía, macrocitosis, leucopenia, linfocitopenia y trombocitopenia en un grupo de trabajadores expuestos a la mezcla de benceno-tolueno-xileno (BTX). Materiales y métodos. Estudio transversal donde se incluyó a 97 trabajadores de una empresa de pinturas de México a los que se les realizó una biometría hemática convencional y les fue estimada la exposición a través de la dosis diaria potencial acumulada para vapores de BTX. Resultados. Del total de trabajadores, 19,6%, mostró macrocitosis, 18,6%, linfocitopenia, 10,3% hipocromía, 7,2% trombocitopenia y 5,2% leucopenia. La asociación cruda de macrocitosis con exposición a dosis alta de mezcla de BTX fue la única significativa (OR:3,6; IC95%: 1,08 - 13,9; p=0,02) y en la que se estructuró un modelo de regresión logística (OR:6,7; IC95%: 1,33 - 13,55; p:0,02) ajustada por edad, consumo de alcohol y tabaquismo. Conclusiones. Todos los componentes citohemáticos analizados mostraron cambios leves; que podrían estar asociados con la exposición a la mezcla de BTX. De ellos, la macrocitosis podría constituirse en una manifestación precoz que merece ser vigilada.

Objectives. Evaluate the three blood cell series and identify the presence of hypochromia, macrocytosis, leucopenia, lymphopenia, and thrombocytopenia in a group of workers exposed to the mixture of benzene-toluene-xylene (BTX). Materials and methods. A cross-sectional study which included 97 workers from a paint factory in Mexico. The participants underwent conventional blood count and tests for potential cumulative daily dose of BTX fumes, to estimate exposure. Results. From the total of workers, 19.6% showed macrocytosis, 18.6%, lymphopenia, hypochromia 10.3%, 7.2% and 5.2% thrombocytopenia leukopenia. The crude association of macrocytosis with exposure to high doses of BTX mixture was the only with statistical significance (OR: 3.6, 95% CI 1.08 to 13.9, P = 0.02), and the base for a logistic regression model (OR: 6.7, 95% CI 1.33 to 13.55, P = 0.02) adjusted for age, alcohol consumption, and smoking. Conclusions. All blood cytological components analyzed demonstrated mild changes, potentially associated with exposure to the mixture of BTX. Macrocytosis could constitute an early manifestation worthy for surveillance.
Descritores: Benzeno/toxicidade
Indústria Química
Doenças Hematológicas/induzido quimicamente
Doenças Profissionais/induzido quimicamente
Exposição Ocupacional/efeitos adversos
Tolueno/toxicidade
Xilenos/toxicidade
-Estudos Transversais
Pintura
Limites: Adulto
Humanos
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 120 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-108602
Autor: Azevedo, Fausto Antonio de.
Título: Breves referências aos aspectos toxicológicos do benzeno / Short references concerning benzene toxicological aspects.
Fonte: s.l; Fundaçäo José Silveira; nov. 1990. 65 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Tem por objetivo de por à disposiçäo dos profissionais de saúde ocupacional uma informaçäo selecionada, organizada e atualizada. Optou-se por uma abordagem generalista da toxicologia do benzeno.
Descritores: Benzeno/toxicidade
Exposição Ocupacional
Saúde do Trabalhador
Responsável: BR71.1 - Biblioteca Doutor Eduardo Gabriel Saad
BR71.1/Darb Mg*A987b


  5 / 120 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Augusto, Lia Giraldo da Silva
Id: lil-104076
Autor: Augusto, Lia Giraldo da Silva.
Título: Estudo longitudinal e morfológico (medula óssea) em pacientes com neutropenia secundária à exposiçäo ocupacional crônica ao benzeno / Longitudinal and morphological study (marrow) in patients with secondary neutropenias from occupational chronical exposure to benzene.
Fonte: s.l; s.n; 1991. 171 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicas para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A autora fez um estudo de seguimento de 61 pacientes, no período de 1985 a 1990, e análisou a morfologia de 57 medulas ósseas, desses casos. Todos os pacientes eram portadores de neutropenia no sangue periférico, secundária à exposiçäo ocupacional ao benzeno, oriundos do parque industrial de Cubatäo, e do sexo masculino, com idade variando de 20 a 60 anos de idade média de 35 anos. O estudo das características ocupacionais desses pacientes: 80,0%, eram do ramo da construçäo civil, de empreiteiras de manutençäo e montagem industrial em área de siderurgia, com tempo médio de exposiçäo de 65 meses. O estudo da evoluçäo do sangue através de tábua de vida, pela técnica atuarial, revelou que a probabilidade estimada, do quadro hematológico periférico se recuperar foi de 52,0%, ao final do quinto ano de afastamento do risco (intervalo de confiança de 0,52 ñ 0,06). O estudo da correlaçäo da evoluçäo do sangue periférico com o tempo de exposiçäo, e também com a intensidade das alteraçöes quantitativas no tecido hematopoiético, através do logrank test, mostrou näo ser estatísticamente significante. A análise histológica e citológica de 57 medulas ósseas, dos pacientes esutdados, mostrou alteraçäo em 98,6%). A hipocelularidade global em 89,4% dos casos, foi a alteraçäo quantitativa mais observada, sendo 93,0%, no setor granulocítico; 24,5%, no setor eritroblástico, e 43,8%, no setor megacarioblástico. Cerca de 60,0% das hipocelularidades observadas no tecido hematopoético eram de grau moderado a intenso. Apenas um caso apresentou hipercelularidade. A relaçäo granulocítica/eritroblásstica estaba diminuída em 77,0%. O estudo revelou que 87,7% dos megacarioblastos estavam atípicos. 14,0%, tinham tecido mielodisplásico trilinear (TMDS) e 4 casos (7,0%) apresentavam células imaturas proliferativas em localizaçäo anormal da medula óssea (ALIP)...
Descritores: Benzeno
Monitoramento Ambiental
Concentração Máxima Permitida
Neutropenia
Exame de Medula Óssea
Exposição Ocupacional
Poluição Ambiental/prevenção & controle
-AVALIACAO
Responsável: BR71.1 - Biblioteca Doutor Eduardo Gabriel Saad
BR71.1/Darb Paeb Qrae Zat*A936e


  6 / 120 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1048381
Autor: Santos, Deivson Mendes.
Título: Os discursos de risco como prática educativa no trabalho: uma análise da campanha operação Caça Benzeno (1991-1994) / Risk speeches as an educational practice at work: an analysis of the campaign Caça Benzeno (1991-1994).
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2019. 364 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Esta dissertação trata de uma campanha de saúde no mundo do trabalho: a Operação Caça Benzeno. Desenvolvida entre os anos de 1991 e 1994, a campanha fez parte de um projeto de formação em saúde no trabalho, coordenado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) em parceria com algumas organizações nacionais e com a Confederazione Generale Italiana del Lavoro (CGIL), maior entidade sindical da Itália naquela época. Tinha por finalidade instruir os trabalhadores quanto aos cuidados de si considerados prudentes e saudáveis e a exercerem a vigilância em saúde no trabalho. O problema é que os discursos e práticas de saúde podem reforçar os processos de culpabilização destes sujeitos, caso não sejam observados os múltiplos fatores que objetivamente caracterizam os processos de trabalho e subjetivamente são administrados por estes indivíduos nas escolhas para adotar comportamentos e cobrar responsabilidades patronais. A hipótese é que as responsabilidades individuais de risco são dialeticamente construídas entre os discursos e práticas desenvolvidas por sindicatos e órgãos públicos para representar os trabalhadores que atuam na cadeia de produção, processamento, distribuição e comercialização de benzeno e seus derivados no Brasil.

O objetivo desta pesquisa foi compreender como as responsabilidades individuais de risco são construídas através dos discursos de prescrição comportamental das campanhas de promoção da saúde e prevenção de doenças. Observamos como uma cartilha, um jornal e uma revista integraram um conjunto de práticas comunicativas desenvolvidas pela CUT e órgãos públicos para ensinar os trabalhadores a lidar com a epidemia de benzenismo. Verificamos que os gêneros educativos se constituíram entre textos, práticas discursivas e os eventos realizados por estas instituições para abordar o benzenismo como tema de campanha. A convocação feita por sindicatos e órgãos públicos aos trabalhadores na Operação Caça Benzeno nos apontou a proposição de um protagonismo a ser exercido por esses sujeitos para cuidar da própria saúde, mas desconsiderando os recursos e contextos específicos que constituem os processos trabalho e determinam as condições para a tomada de decisões e à adoção de comportamentos no cotidiano laboral. (AU)
Descritores: Benzeno
Saúde do Trabalhador
Comunicação
Risco à Saúde Humana
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  7 / 120 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1069706
Autor: São Paulo(Estado) Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Serviços Técnicos Especializados. Instituto de Saúde/Coordenadoria de Saúde da Comunidade. Departamento Regional de Saúde do Litoral.
Título: Manual de vigilância epidemiológica para doenças ocupacionais / Epidemiologic Surveillance to Occupational Diseases Manual.
Fonte: São Paulo; s.n; 1985. 114 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O Sistema de Vigilância Epidemiológica implantado no Estado de São Paulo, tem-se voltado para as doenças transmissíveis. No sentido de incorporar a totalidade da situação epidemiológica do Estado de São Paulo, que além de doenças infecciosas, se depara com doenças crônico-degenerativas e doenças ocupacionais vêm-se desenvolvendo esforços para esta adequação. A Vigilância Epidemiológica constitui um processo regular e contínuo de observações e investigações das características e componentes da morbidade de um grupo específico de uma população. A partir da notificação de um caso de uma patologia pertencente ao Sistema de Vigilância, são realizadas mediadas de controle no sentido da prevenção do surgimento de novos casos. Como parte das ativdades da Secretaria de Estado da Saúde, dentro do programa do atual Governo Estadual, a questão das interrelações entre Saúde e Trabalho assumiu interesse especial, no sentido de incorporar ações de saúde ocupacional na rede de serviços báciso de saúde pública. Os aspectos de preservação
Descritores: Benzeno
Dermatopatias
Doença Crônica
Doenças Profissionais
Doenças Transmissíveis
Notificação de Doenças/estatística & dados numéricos
Serviços de Saúde do Trabalhador
Surdez
-Monitoramento Epidemiológico
Tipo de Publ: Manual de Referência
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; WA400, S239mv, 1985


  8 / 120 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Augusto, Lia Giraldo da Silva
Id: lil-186703
Autor: Bento, Maria Aparecida Silva; Augusto, Lia Giraldo da Silva.
Título: Insalubridade no trabalho, meio ambiente e raça: o caso dos trabalhadores das siderúrgicas / Insalubrity in work, environment and race: the case of the workers of siderurgy industry.
Fonte: Säo Paulo; CEERT; 1997. 36 p.
Idioma: pt.
Descritores: Riscos Ocupacionais
Grupo com Ancestrais do Continente Africano
Meio Ambiente
Leucopenia/etnologia
Doenças Profissionais
Indústria Siderúrgica
-Benzeno
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1/2923.00; BR305.1; F331.47, B478i


  9 / 120 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-989212
Autor: María Agustina, Astolfo; Espíndola, Cristian Fabián; Sassone, Adriana Haydée.
Título: Niveles urinarios de ácido trans, trans mucónico y orto cresol en una población infanto-juvenil residente en Ciudad Autónoma de Buenos Aires y Conurbano Bonaerense / Urinary levels of trans, trans muconic and ortho cresol in an infant-juvenile population resident in the Autonomous City of Buenos Aires and the Conurbano of Buenos Aires
Fonte: Acta toxicol. argent;26(2):57-64, set. 2018. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: la exposición crónica al benceno y tolueno produce alteraciones sobre la médula ósea y el sistema nervioso central, entre otros. En orina, el ácido trans, trans mucónico (t, t-MA) es uno de los biomarcadores de exposición al benceno y el o-cresol (oCre) al tolueno. Objetivo: analizar los resultados de los niveles de t, t-MA y oCre urinarios en una población infanto-juvenil residente en Ciudad Autónoma de Buenos Aires y Conurbano Bonaerense potencialmente expuesta a benceno y tolueno ambiental. Materiales y métodos: se realizó un estudio retrospectivo de los resultados de t, t-MA y oCre urinarios. Las muestras de orina ingresaron al laboratorio con solicitud de t, t-MA (n=1519) y oCre (n=1447) durante el período 2011-2017 (rango etario entre 0 a 19 años). El t, t-MA se cuantificó por UFLC con detector de arreglo de diodos y el oCre por CG con detector de ionización por llama. Resultados: la edad promedio de los pacientes fue de 4,8 años y la mediana 4,6 años.Las concentraciones de t, t-MA urinario fueron: menor de 50 μg/l (44,8%); entre 50-500 μg/l (52,1%) y mayores de 500 μg/l (3,1%). Expresadas por gramo de creatinina: entre 15-163 μg/g creatinina (60,4%) y mayores de 163 μg/g creatinina (39,6%). El límite de cuantificación de t, t-MA fue de 50 μg/l. Las concentraciones de oCre urinario fueron: menor de 0,20 mg/l (97,7%) y entre 0,20-0,50 mg/l (2,3%) y mayor de 0,50 mg/l (0%). Expresadas por gramo de creatinina: menor de 0,30 mg/g creatinina en el 0,8% y mayores de 0,30 mg/g creatinina en el 1,5%. El límite de cuantificación de oCre fue de 0,20 mg/l. Conclusiones: los resultados del trabajo podrían indicar una contaminación ambiental persistente, en especial en el Conurbano Bonaerense, donde debería continuarse el monitoreo de algunas zonas. Pero, por otro lado, es de vital importancia tener en cuenta los factores de confusión, tales como la dieta, la exposición al humo de tabaco ambiental (fumador pasivo) y la tasa de excreción renal que llevarían a una sobre-estimación de los resultados y a una incorrecta toma de decisiones.

Introduction: Chronic exposure to benzene and toluene produces alterations in the bone marrow and the central nervous system, among other effects. In urine, trans, trans muconic acid (t, t-MA) is one of the biomarkers of exposure to benzene and o-cresol (oCre), to toluene. Objective: To analyze the results of urinary t, t-MA and oCre levels in an infant-juvenile population resident in the Autonomous City of Buenos Aires and the Conurbano Bonaerense, potentially exposed to environmental benzene and toluene. Materials and methods: A retrospective study of urinary t, t-MA and oCre results was performed. The urine samples entered the laboratory with the request of t, t-MA (n = 1519) and oCre (n = 1447) during the period 2011- 2017. The age range of the population was between 0 and 19 years. The t, t-MA was quantified by UFLC with diode array detector and the oCre by GC with flame ionization detector. Results: The average age of the patients was 4.8 years and the median age was 4.6 years. The urinary concentrations of t, t-MA were: below 50 μg/l (44.8%); between 50-500 μg/l (52.1%) and above 500 μg/l (3.1%). Expressed per gram of creatinine: between 15-163 μg/g creatinine (60.4%) and greater 163 μg/g creatinine (39.6%). The limit of quantification of t, t-MA was 50 μg/l. The urinary oCre concentrations were: less than 0.20 mg/l (97.7%) and between 0.20-0.50 mg/l (2.3%). Expressed per gram of creatinine: less than 0.30 mg/g creatinine in 0.8% and greater than 0.30 mg/g creatinine in 1.5%. The limit of quantification of oCre was 0.20mg/l. Conclusions: The results of the study could indicate persistent environmental contamination, especially in the Conurbano Bonaerense, where monitoring of some areas should be continued. However, it is of vital importance to take into account the confounding factors, such as diet, exposure to environmental tobacco smoke (passive smoking) and the rate of renal excretion, which would lead to an over-estimation of the results and to incorrect decision-making.
Descritores: Tolueno/envenenamento
Tolueno/urina
Benzeno/envenenamento
Biomarcadores/análise
Biomarcadores/urina
-Argentina/epidemiologia
Área Urbana
Exposição a Produtos Químicos
Exposição por Inalação/efeitos adversos
Poluição Ambiental/efeitos adversos
Limites: Humanos
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Responsável: AR658.1 - Biblioteca Central "Leopoldo Marechal"


  10 / 120 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-25780
Autor: Lisi Júnior, R. A; Grossi, E. J.
Título: Determinacao de fenol na urina para controle dos niveis de exposicao ao benzol / Phenol determination in urine for control of levels of exposition to benzol
Fonte: Rev. bras. saúde ocup;12(47):31-34, 1984.
Idioma: pt.
Resumo: A inalacao prolongada de vapores de benzeno pode provocar desde intoxicacoes leves ate lesoes irreversiveis. Para possibilitar um controle preventivo individual, foi desenvolvido, em conjunto com o Hospital Marcio Cunha de Ipatinga, processo de analise de fenol, forma em que o benzeno e eliminado pelo organismo, na urina, por cromatografia em fase gasosa. O processo mostrou-se adequado devido a sua especificidade para a dosagem de fenol, nao sofrendo interferencia dos demais componentes existentes na urina. Alem disso, possui boa sensibilidade e permite analisar grande numero de amostras com baixo custo por etapa, embora exija o emprego de cromatografo a gas
Descritores: Benzeno
Cromatografia Gasosa
Fenóis
Poluição Ambiental
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 12 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde