Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.455.849.291 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 40 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 4 ir para página            

  1 / 40 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Cordeiro, R. S. B
Texto completo
Id: lil-623954
Autor: Castro Faria Neto, H. C; Cordeiro, R. S. B; Martins, M. A; Correia da Silva, A. C. V; Bozza, P. T; Sousa, M. V; Morhy, L.
Título: Enterolobin induces rat paw oedema independently of PAF-acether
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;86(supl.2):129-131, 1991. ilus, tab.
Idioma: en.
Conferência: Apresentado em: Brazilian-Sino Symposium on Chemistry and Pharmacology of Natural Products, Rio de Janeiro, Dec. 10-14, 1989.
Resumo: The potential participation of PAF-acether (PAF) on the paw oedema triggered by enterolobin was investigated. Intraplantar injections of enterolobin )5-20 µg/paw) yielded a dose response curve for edema which appeared after 30 min, peaked in the interval between 2-4 h and faded after 24h. The pre-treatment with BN 52021, but not with other PAF antagonists such as PCA 4248 or WEB 2086, significantly blocked enterolobin-induced oedema. To clarify better the discrepant results obtained with the PAF antagonists, desensitization to PAF was performed. The oedema triggered by enterolobin was not modified in paf desensitized animals. It was concluded that the paw inflammation induced by enterolobin does not require PAF mechanism.
Descritores: Proteínas de Plantas/antagonistas & inibidores
Proteínas de Plantas/toxicidade
Azepinas/farmacologia
Triazóis/farmacologia
Di-Hidropiridinas/farmacologia
Fator de Ativação de Plaquetas/antagonistas & inibidores
Fator de Ativação de Plaquetas/fisiologia
-Ratos Wistar
Ginkgolídeos
Diterpenos
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 40 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-623974
Autor: Zhou, Bing-Nan.
Título: Some progress on the chemistry of natural bioactive terpenoids form Chinese medicinal plants
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;86(supl.2):219-226, 1991. ilus, graf.
Idioma: en.
Conferência: Apresentado em: Brazilian-Sino Symposium on Chemistry and Pharmacology of Natural Products, Rio de Janeiro, Dec. 10-14, 1989.
Resumo: (1) Pseudolaric acids - Novel diterpenes, Pseudolaric acid A, B, C and D were isolated from Pseudolarix kaempferi Gorden (pinaceae). Their structures were assigned by spectroscopic data and chemical correlations. In the contineous studies, the absolute configurations, the conformations in the solutions, the framentation mechanisms of MS and assigments of all NMR spectral signals were also reported. They showed the antifungal and cytotoxic activities. (2) Daphnane diterpenes - In the further studies on the plants of Thymelaeaceae, besides 10 known diterpenes, 16 new daphnane diterpenes were isolated from Daphne genkwa, D. tangutica, D. giraldii, Wikstroemie chamaedaphne. They showed the antifertilities activities. (3) Tripterygium diterpenes 14 new diterpenes were isolated from Triperygium wilfordii, T. regeli and T. hypoglaucum. Some of them showed the antitumor activities. The CD spectra showed that A/B ring of all compoundshave trans configuration as same as tripdiolide and triptolide determined by X-ray diffraction (4) Pregnane glycosides from Marsdenia koi - Two new pregnane glycosides marsdenikoiside A and marsdenikoiside B which can terminate the early pregnancy were isolated from Marsdeia koi. Their structures were elucidated by hydrolysis and spectroscopic methods.
Descritores: Relação Estrutura-Atividade
Medicamentos de Ervas Chinesas/química
Anticoncepcionais/isolamento & purificação
Anticoncepcionais/uso terapêutico
Diterpenos/isolamento & purificação
/química
FRUITTEMEFOS/química
-Espectroscopia de Ressonância Magnética
Estrutura Molecular
Conformação Molecular
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 40 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-933663
Autor: Fagundes, Elaine Maria de Souza(aut).
Título: Mecanismos celulares e moleculares envolvidos na atividade imunomoduladora in vitro de um dieterpeno de Alomia myriadenia.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2002. 156 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Biologia Celular e Molecular para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Trezentos e treze extratos obtidos de 136 espécies de plantas brasileiras foram triados para identificação de compostos imunomoduladores usando o ensaio de proliferação de células mononucleares do sangue periférico humano (CMSP) estimuladas por fitohemaglutinina-A (PHA) in vitro. A proliferação foi quantificada pela medida da incorporação de [3H]-timidina no DNA das células. O extrato etanólico de Alomia myriadenia apresentou uma atividade significativa na linfoproliferação, inibindo em 98 porcento na concentração de 12,5 µg/ml. O fracionamento químico biomonitorado do extrato etanólico das partes aéreas desta planta forneceu o miriadenolídeo (12S,16-dihydroxy-ent-labda-7,13-dien-15,16-olídeo), um raro diterpeno do tipo labdano. Este diterpeno mostrou-se ativo no ensaio com CMSP, inibindo em 99 porcento a proliferação na concentração de 7,5 µM. Os estudos de imunofenotipagem demonstraram que o tratamento de CMSP com o miriadenolídeo a 7,5 mM induziu uma diminuição significativa no percentual de células CD16+ e CD19+, e um aumento no percentual de células CD3+ e CD4+, sem alteração em células CD8+. Entretanto, o diterpeno reduziu drasticamente a população de monócitos (células CD14+), explicando o efeito inibidor observado na proliferação de CMSP estimuladas por PHA, já que essas células desenvolvem uma importante função nesse processo

Foi demonstrado que a viabilidade e a competência proliferativa dos linfócitos não foi significativamente afetada pelo tratamento com o miriadenolídeo na concentração de 7,5 µM. A análise do perfil de produção de citocinas intracitoplasmáticas de CMSP tratadas com o miriadenolídeo nesta concentração demonstrou um aumento significativo de células IL-4 positivas. Este aumento foi verificado em células CD14+, CD16+ e CD19+. Em leucócitos totais do sangue periférico, o tratamento com o miriadenolídeo reduziu o percentual de granulócitos. Estudos de microscopia eletrônica de transmissão demonstraram alterações morfológicas de PBMC, em especial alterações dos núcleos celulares, após o tratamento de CMSP com o miriadenolídeo, sugestivas de morte celular por apoptose. A apoptose foi estudada em linfócitos e monócitos purificados por avaliação do conteúdo de DNA subdiplóide. Os resultados demonstraram que o efeito do miriadenolídeo foi mais expressivo em monócitos. A apoptose em monócitos foi confirmada por etecção simultânea da marcação com CD14 e anexina-V por citometria de fluxo

A investigação do mecanismo apoptótico foi realizada em células Jurkat e THP-1. Os resultados demonstraram que a apoptose induzida pelo miriadenolídeo envolve a ativação de caspases 3, 8 e 9 e a clivagem de BID, um membro pró-apoptótico da família Bcl-2. Esses dados sugerem que a via caspase-8/BID pode estar envolvida na iniciação ou, alternativamente, na amplificação da apoptose. Nestas linhagens celulares, o potencial de membrana mitocondrial foi alterado após o tratamento com miriadenolídeo, sugerindo que a indução da apoptose também envolve a estimulaçao da via mitocondrial. Foi demonstrado, ainda, que não ocorre ativação da via de receptores de morte (CD95 e TNFR1). Estudos preliminares com macrófagos peritoneais murinos estimulados com LPS/IFN, demonstraram que o miriadenolídeo inibiu, em concentrações nanomolares, a produção de mediadores inflamatórios como óxido nítrico e interleucina-12, sem induzir toxicidade, dados que indicam uma potencial atividade antiinflamatória do miriadenolídeo. Este estudo abre perspectivas para o uso desta substância como ferramenta para a investigação de apoptose e para o desenvolvimento de novas drogas que possam agir, especificamente, sobre monócitos, células envolvidas em muitos processos patológicos
Descritores: Células
Diterpenos
Fatores Imunológicos
Biologia Molecular
Plantas
Responsável: BR1719.1 - Biblioteca do CPqRR
BR1719.1; 571.2 TE, S819m, 2002. 010487


  4 / 40 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-911725
Autor: Hernández Arias, José Milton.
Título: Diterpenos de ageratina vacciniaefolia, conyza trihecatactis, gnaphalium graveolens y evaluación del efecto antiinflamatorio y citotóxico / Diterpenos of ageratina vacciniaefolia, conyza trihecatactis, gnaphalium graveolens and evaluation of the anti-inflammatory and cytotoxic effect.
Fonte: Bogotá; s.n; 2014. 70 p. ilus, graf.
Idioma: es.
Tese: Apresentada a Pontificia Universidad Javeriana para obtenção do grau de Maestría.
Resumo: Se estudiaron plantas autóctonas de páramos colombianos, preconizados por la medicina tradicional como antiinflamatorios y citotóxicas, con el fin de identificar los compuestos responsables de las acciones terapéuticas mencionadas y hacer uso de sus extractos en el control de problemas como el cáncer y la inflamación. Se investigaron mezclas de hojas y tallos de especímenes de Ageratina vacciniaefolia, Conyza trihecatactis y Gnaphalium graveolens, pertenecientes a la familia Asteraceae, recolectadas en los páramos de Sumapaz y Cruz verde situados al sureste y nororiente de la ciudad de Bogotá (Colombia), en la cordillera oriental de los Andes. La obtención de los extractos y fracciones de las diferentes especies se realizó utilizando solventes de baja, mediana y alta polaridad. Los compuestos fueron monitoreados mediante Cromatografía en Capa Fina (CCF) y separados por Cromatografía en Columna (CC). Para su identificación se utilizaron técnicas espectroscópicas como RMN (experimentos 1H y 13C, HSQC, HMBC). La actividad antiinflamatoria se realizó mediante el modelo experimental del edema en la pata de ratas Wistar, inducido por la inyección plantar de carragenina (Muniappan & Sundarara, 2003) y un estudio histopatológico. Finalmente los ensayos de citotoxicidad frente a la línea celular OCI-AML3 fueron realizados mediante citometría de flujo. De las fracciones de Conyza trihecatactis se aislaron las siguientes sustancias: Ent-(13R)-labdan-14-en-8,13-diol, Ent-(13R)-8-hidroxilabdan-14-en-13-O-ß-D-xilopiranosa y el Ent-(13R)-labdan-8(17),14-dien-13-O-ß-D-xilopiranosa. De las fracciones de Ageratina vacciniaefolia se aislaron: Ácido kaur-16-en-19-oico, Ácido (-)9, 15-dihidroxikaur-16-en-19-oico, Ácido (+) kaur-16-en-19-oico y el ß-D-glucopyranosil éster del Ácido(-)-17-(ß-xilopiranosa)-kauran-19-oico. De las fracciones de Gnaphalium graveolens se aisló el ácido ent-kaur-9(11), 16-dien-19-oico. La fracción de acetato de etilo, obtenida del extracto en éter de petróleo de Conyza trihecatactis mostró un buen resultado en la actividad antiinflamatoria a la quinta y séptima hora del tratamiento a una concentración de 300mg/kg; de igual manera esta fue la fracción más activa en los ensayos de citotoxicidad a una concentración de 10µg/mL.
Descritores: Anti-Inflamatórios
Conyza
Citotoxinas
Diterpenos
Gnaphalium
-Colômbia
Modelos Animais
Extratos Vegetais
Plantas Medicinais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 40 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-889105
Autor: Du, Juan; Zhang, Chunyan; Na, Xueqing; Li, Aizhi; Zhang, Qingfeng; Li, Kezhong; Ding, Yongbo.
Título: Andrographolide protects mouse astrocytes against hypoxia injury by promoting autophagy and S100B expression
Fonte: Braz. j. med. biol. res = Rev. bras. pesqui. méd. biol;51(6):e7061, 2018. graf.
Idioma: en.
Resumo: Andrographolide (ANDRO) has been studied for its immunomodulation, anti-inflammatory, and neuroprotection effects. Because brain hypoxia is the most common factor of secondary brain injury after traumatic brain injury, we studied the role and possible mechanism of ANDRO in this process using hypoxia-injured astrocytes. Mouse cortical astrocytes C8-D1A (astrocyte type I clone from C57/BL6 strains) were subjected to 3 and 21% of O2 for various times (0-12 h) to establish an astrocyte hypoxia injury model in vitro. After hypoxia and ANDRO administration, the changes in cell viability and apoptosis were assessed using CCK-8 and flow cytometry. Expression changes in apoptosis-related proteins, autophagy-related proteins, main factors of JNK pathway, ATG5, and S100B were determined by western blot. Hypoxia remarkably damaged C8-D1A cells evidenced by reduction of cell viability and induction of apoptosis. Hypoxia also induced autophagy and overproduction of S100B. ANDRO reduced cell apoptosis and promoted cell autophagy and S100B expression. After ANDRO administration, autophagy-related proteins, S-100B, JNK pathway proteins, and ATG5 were all upregulated, while autophagy-related proteins and s100b were downregulated when the jnk pathway was inhibited or ATG5 was knocked down. ANDRO conferred a survival advantage to hypoxia-injured astrocytes by reducing cell apoptosis and promoting autophagy and s100b expression. Furthermore, the promotion of autophagy and s100b expression by ANDRO was via activation of jnk pathway and regulation of ATG5.
Descritores: Astrócitos/efeitos dos fármacos
Autofagia/efeitos dos fármacos
Hipóxia Celular/efeitos dos fármacos
Diterpenos/farmacologia
Subunidade beta da Proteína Ligante de Cálcio S100/efeitos dos fármacos
-Apoptose/efeitos dos fármacos
Astrócitos/fisiologia
Western Blotting
Sobrevivência Celular/efeitos dos fármacos
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real
Subunidade beta da Proteína Ligante de Cálcio S100/metabolismo
Fatores de Tempo
Transfecção
Limites: Animais
Camundongos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 40 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-882318
Autor: Jácome, Mirza Adriana de Assis; Rouças, Mônica Santiago; Maria, Carlos Alberto Bastos de; Rosa, Glorimar.
Título: O consumo de café e sua relação com a hiperhomocisteinemia: revisão / Coffee intake and the relation with hyperhomocisteinemia: a review
Fonte: Nutrire Rev. Soc. Bras. Aliment. Nutr;30:109-116, 2005.
Idioma: pt.
Resumo: Coffee is one of the most worldwide consumed beverages, and Brazil is its major source. Coffee plants belong to the Rubiacea e family, and there are many species, although only C. arabica and C. canephora (Robusta) have commercial value. The chemical composition of green coffee depends on the species, climatic conditions, processing and storage. Recently, coffee intake has been related to increased plasma homocysteine levels ­ this non-proteica minoacid is one of the risk factors for occlusive cardiovascular diseases,one of the main causes of death in industrialized countries. This finding points out to the relevance of analysis of coffee constituents involved inincreased homocysteine plasma levels. Caffeine, chlorogenic acid and diterpenes (caffestol and caveol) are important substances present in coffee,which exert physiological effects

El café es una de las bebidas mas consumidas en el mundo, siendo Brasil el mayor produto rmundial. El café pertenece a la família Rubiáceas, y existen numerosas especies, pero solamente la C. arabica y la C. canéfora (Robusta) tienen valor comercial. La composición química del café verde depende dela especie, condiciones climáticas, de procesamiento y de almacenamiento. Recientemente, el consumo de café ha sido relacionado al aumento de los niveles de homocisteína plasmática ­ este aminoácido no proteico es uno de los factores de riesgo para las enfermedades cardiovasculares oclusivas, las cuales responden por las principales causas de muerte en países industrializados ­ esto es relevante para la investigación que busca los componentes del café, responsables por el aumento de los niveles de homocisteínaplasmática. La cafeína, el acido clorogénico, diterpenos (cafestol y cahweol) son importantes substancias presentes en el café que ejercen efectos fisiológicos en el organismo

A bebida de café é uma das bebidas mais consumidas no mundo, sendo o Brasil o seu maior produtor. As plantas de café pertencem à família Rubiaceae, e possuem inúmeras espécies, mas somente a C. arábica e C. canéfora (Robusta) têm valor comercial. A composição química do café verde depende da espécie, condições climáticas, processamento e estocagem. Recentemente, o consumo de café tem sido relacionado ao aumento dos níveis de homocisteína plasmática - esse aminoácido não protéico é um dos fatores de risco para a ocorrência de doenças cardiovasculares oclusivas, uma das principais causas de morte em países industrializados - tal fato torna relevante a investigação sobre os componentes do café, envolvidos no incremento dos níveis de homocisteína plasmática. A cafeína, o ácido clorogênico e os diterpenos (cafestol e caveol) são importantes substâncias presentes no café, exercendo efeitos fisiológicos no organismo
Descritores: Cafeína/efeitos adversos
Doenças Cardiovasculares/dietoterapia
Diterpenos/efeitos adversos
Homocisteína/efeitos adversos
-Cafeína/metabolismo
Doenças Cardiovasculares/metabolismo
Diterpenos/metabolismo
Homocisteína/metabolismo
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1600.9


  7 / 40 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-835930
Autor: Ramírez Rondón, Ma Constanza; Rojas Pizarro, Hilda.
Título: Utilización de agentes tópicos como terapia adyuvante en cirugía dermatológica / Use of topical agents as adjuvant therapy in dermatological surgery
Fonte: Rev. chil. dermatol;30(1):98-103, 2014.
Idioma: es.
Descritores: Aminoquinolinas/administração & dosagem
Diclofenaco/administração & dosagem
Fluoruracila/administração & dosagem
Neoplasias Cutâneas/terapia
Procedimentos Cirúrgicos Dermatológicos/métodos
-Administração Tópica
Quimioterapia Adjuvante
Diterpenos/administração & dosagem
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  8 / 40 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-759892
Autor: Silva, Regilane Matos da.
Título: Estudo dos efeitos cardiovasculares e hepáticos da trans-desidrocrotonina (t-DCTN), um diterpeno clerodano obtido do croton cajucara benth (SACACA) [Manuscrito] / Study of cardiovascular and hepatic effects of trans-dehydrocrotonin (t-DCTN), one diterpene clerodane obtained croton cajucara benth (sacaca) [manuscript].
Fonte: Fortaleza; s.n; 2005.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Croton cajucara Benth. (Euphorbiaceae), planta medicinal da região Amazônica do Brasil, é usada no tratamento de desordens hepáticas, renais e hipercolesterolemia. A trans-desidrocrotonina (t-DCTN), principal diterpeno clerodano isolado da casca do caule do Croton cajucara, possui efeito gastroprotetor, hipoglicêmico e hilpolipidêmico. Uma vez que substâncias com esse perfil farmacológico são geralmente associadas a efeitos contraditórios sobre o sistema cardiovascular ou hepático com possíveis propriedades citoprotetora ou citotóxica, o presente estudo objetivou avaliar os efeitos da t-DCTN (i) no teste de toxicidade para Artemia sp e para cultura de células mesencefálicas primárias e células hepáticas in vitro; (ii) na toxicidade induzida in vivo por acetaminofeno ou galactosamina/LPS em camundongos e (iii) na pressão arterial média e frequência cardíaca in vivo, e no cronotropismo e inotropismo em átrio isolado e anéis de aorta isolado de rato. A t-DCTN (3 - 300 μM) possui baixa toxicidade para Artemia sp (CL50 = 670 +- 80 μM) não sendo detectada atividade citotóxica da t-DTCN sobre células mesencefálicas primárias per si, revertendo a diminuição da viabilidade celular induzida por 6-OHDA (200 μM). Por outro lado, a t-DCTN (0,3 - 300 μM) demonstrou citotoxicidade semelhante ao etanol (50 - 400 mM) em cultura primária de hepatócitos de rato de acordo com os teste do MTT, embora tenha apresentado proteção na hepatotoxicidade induzida por acetaminofeno (500 mg/kg) em camundongos, pelos testes da glutationa, malonaldeído, AST e ALT em contraste, os escores histológicos de tecido hepático de camundongos não foram significativamente alterados pela t-DCTN para células tratadas com acetaminofeno, mas mostrou hepatoproteção na lesão induzida por galactosamina/LPS, revertendo os níveis de glutationa induzida pela hepatotoxina os níveis séricos de AST e ALT...
Descritores: Doenças Cardiovasculares
Colesterol
Diterpenos
Hiperlipidemias
Limites: Animais
Camundongos
Ratos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  9 / 40 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-759749
Autor: Guedes, Marjorie Moreira.
Título: Investigação farmacológica dos mecanismos de ação gastroenteroprotetors do ácido centipédico, um diterpeno de Egletes viscosa Less., em modelos experimentais [manuscrito] / Pharmacological investigation of the mechanisms of action of gastroenteroprotetors centipédico acid, a diterpene Egletes viscous Less., in experimental models [manuscript].
Fonte: Fortaleza; s.n; 2010. 228 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Ácido Centipédico (AC), um diterpeno isolado Egletes viscosa Less. (Asteraceae) foi avaliado em modelos experimentais de lesão gástrica aguda e crônica, e, em modelo de lesão intestinal. AC (50 e 100 mg/kg, v.o.) atenuou significativamente as lesões gástricas induzidas por etanol (53 e 79% de inibição). Na dose de 50 mg/kg mostrou envolvimento do óxido nítrico, prostaglandinas, canais de potássio ATP-dependente, mas de receptores TRPV1. O diterpeno diminuiu significativamente a depleção dos grupos sulfidrilas não-proteicos e SOD e diminuiu a formação de MDA, associados à administração de etanol. AC aumentou ainda os níveis de muco gástrico. No modelo de etanol acidificado AC (50 e 100 mg/kg, v.o.) e lansoprazol (30 mg/kg, v.o.) atenuaram significativamente as lesões gástricas...
Descritores: Antioxidantes
Diterpenos
Gastroenterologia
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  10 / 40 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-744855
Autor: Martínez-Herrera, Eliana; Moreno-Mattar, Ornella; Dover, Robert V. H..
Título: El significado del capital social "individual" en diabéticos receptores de cuidado en un contexto urbano colombiano / The meaning of "individual" social capital for diabetics receiving care in a Colombian city / O significado do capital social "individual" em diabéticos que precisam de cuidados dentro de um contexto urbano colombiano
Fonte: Cad. saúde pública = Rep. public health;31(4):837-849, 04/2015. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Comprender el significado del capital social de la diabetes tipo 2 según género, dentro un contexto urbano colombiano. Investigación cualitativa del interaccionismo simbólico. 25 mujeres y 16 hombres, diabéticos, familiares, vecinos y personal asistencial participaron en seis grupos focales. Emergieron 850 códigos que se integraron en un set de 142 códigos de códigos para el ego, el alter y alter ego. Tres categorías y veinte subcategorías fueron identificadas para el diseño del "paradigma de la codificación". El significado no es igual para hombres y mujeres. Los vínculos sociales de las redes sociales, creados cotidianamente por la confianza y la solidaridad para el cuidado, son valorados de manera diferente, debido a experiencias y hechos sociales resultantes de la autoconfianza, la autoeficacia para el apoyo social principalmente y, la autoestima frente al manejo y control de la enfermedad. Los recursos sociales de un individuo son reificados para el manejo y cuidado de la enfermedad como estrategia para disminuir las inequidades en salud.

The aim of this study was to understand the meaning of social capital in relation to type 2 diabetes according to gender, within an urban setting in Colombia, based on a qualitative design for symbolic interactionism. Twenty-four women and 16 men with diabetes, family members, and healthcare personnel participated in six focus groups. A total of 850 codes emerged that comprised a set of 142 codes for ego, alter, and alter ego. Three categories and 20 subcategories were identified for the "coding paradigm design". The meaning differed between men and women. Social ties in social networks, created daily through trust and solidarity for care, were valued differently due to the social experiences and events resulting from self-confidence, self-efficacy for social support, and mainly self-esteem vis-à-vis management and control of the disease. An individual's social resources are reified for the management and care of the disease as a strategy to mitigate health inequalities. .

Compreender o significado do capital social, diabetes tipo 2 por sexo, um contexto urbano da Colômbia. pesquisa qualitativa do interacionismo simbólico. 25 mulheres e 16 homens, diabéticos, familiares, vizinhos e cuidadores participaram seis grupos focais. 850 códigos se que foram integrados em um conjunto de 142 codes para o ego, o alter e alter ego. Três categorias e vinte subcategorias foram identificados para o projeto de "codificação de paradigma". O significado não é o mesmo para homens e mulheres. Laços sociais das redes sociais criadas diariamente pela confiança e solidariedade são valorizados cuidado diferente, porque as experiências sociais e fatos resultantes da auto-confiança, auto-eficácia e de apoio social, principalmente, auto-gestão e controle em relação a doença. Os recursos sociais de um indivíduo são reificadas para a gestão o cuidado da doença como uma estratégia para reduzir as desigualdades na saúde.
Descritores: Analgésicos Opioides/química
Receptores Opioides kappa/agonistas
-Acetamidas/química
Acetamidas/farmacologia
Analgésicos Opioides/farmacologia
Arrestinas/metabolismo
Simulação por Computador
Bases de Dados de Compostos Químicos
Diterpenos/química
Diterpenos/farmacologia
Dinorfinas/química
Dinorfinas/farmacologia
Proteínas de Ligação ao GTP/metabolismo
HEKABORTION, INCOMPLETEABATTOIRS CELLS
Ensaios de Triagem em Larga Escala
Ligantes
Transporte Proteico
Receptores Opioides kappa/química
Receptores Opioides kappa/metabolismo
Transdução de Sinais
Relação Estrutura-Atividade
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Research Support, N.I.H., Extramural
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 4 ir para página            
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde