Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.705.429.937 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 12 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 12 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1122192
Autor: Ferri, Giovanni Henrique; Cardoso, Israel Luz; Gil, Juliana Augusta; Jonsson, Claudio Martin; Rantin, Francisco Tadeu; Ishikawa, Márcia Mayumi.
Título: Determination of acute median lethal concentration and sublethal effects on AChE activity of Gymnotus carapo (Teleostei: Gymnotidae) exposed to trichlorfon / Determinação da concentração letal média e efeitos subletais da atividade AchE de Gymnotus carapo (Teleostei: Gymnotidae) exposto ao triclorfon
Fonte: Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online);57(3):e169354, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Trichlorfon (TRF) is a pesticide widely used in aquaculture to control fish ectoparasites. This pesticide is an inhibitor of acetylcholinesterase, an essential enzyme for termination of nerve impulses. High rates of TRF use generate risks to the environment and human health. In the environment, pesticides can affect the local fauna and generate an ecological breakdown. There are several studies performed with fish production; however, gaps are created for native fish with other commercial values. The tuvira (Gymnotus carapo) is a fish native to Brazilian fauna and has great commercial importance in sport fishing. The present study aimed to determine the lethal concentration of trichlorfon (Masoten) in Gymnotus carapo and its sublethal effects on the enzyme AChE. In this study, the acute toxicity (the concentrations to kill 50% of the fish LC50) of TRF in tuviras (Gymnotus carapo) and acetylcholinesterase inhibition in liver and muscle tissue of tuviras submitted to sublethal concentrations were evaluated. For the acute assay, concentrations of 0.0, 5.0, 7.5, 15, 22.5, 30, 37.5 and 45 mg L-1 were used for a period of 96 h. After the acute exposure period, a LC50 of 6.38 mg L-1 was determined. In the sublethal assay, concentrations of 0.0, 0.238, 0.438 and 0.638 mg L-1 were used, based on 10% of the LC50, over a period of 14 days. Two collections were performed: one at seven days and the other at the end (day 14). Inhibition of acetylcholinesterase in the liver was only shown (p < 0.05) for the treatment with 0.638 mg L-1 after 14 days of exposure. At seven days, muscle activity showed a significant difference only for the treatments 0.438 and 0.638 mg L-1, compared with the treatment 0.238 mg L-1 and control. At 14 days of exposure, only the treatment 0.638 mg L-1 showed significant differences in relation to the other groups, thus showing that enzyme recovery had occurred. The value found in the acute test allowed the conclusion that TRF presents moderately toxic characteristics to Gymnotus carapo. The toxicity parameter values calculated in the present study assisted in estimation of maximum allowable limits in bodies of water when combined with test data from other non-target organisms.(AU)

O triclorfon (TRC) é um pesticida muito utilizado na aquicultura para o controle de ectoparasitos de peixes. Este pesticida é um inibidor da acetilcolinesterase, uma enzima essencial para a finalização de impulsos nervosos. As altas concentrações utilizadas de TRC geram riscos ao meio ambiente e à saúde humana. No ambiente, os pesticidas podem afetar a fauna local e gerar um colapso ecológico. Existem vários estudos com peixes de produção, no entanto, há lacunas para peixes nativos com outros valores comerciais. A tuvira (Gymnotus carapo) é um peixe nativo da fauna brasileira e possui grande importância comercial na pesca esportiva. O presente trabalho, delineado para determinar a concentração letal de triclorfon (Masoten) em Gymnotus carapo e seus efeitos subletais na enzima AChE, avaliou a toxicidade aguda (concentrações para matar 50% dos peixes CL50) do TRC em tuviras (Gymnotus carapo) e a inibição da acetilcolinesterase no fígado e tecido muscular de tuviras. Para o ensaio agudo, foram utilizadas concentrações de 0,0, 5,0, 7,5, 15, 22,5, 30, 37,5 e 45 mg L-1por um período de 96 horas. Após o período de exposição aguda, foi determinado uma CL50 de 6,38 mg L-1. No ensaio subletal, foram utilizadas concentrações de 0,0, 0,238, 0,438 e 0,638 mg L-1, com base em 10% do CL50, durante um período de catorze dias. Foram realizadas duas colheitas: uma aos sete dias e a outra ao final (décimo quarto dia). A inibição da acetilcolinesterase no fígado foi demonstrada apenas (p <0,05) para o tratamento com 0,638 mg L-1 após catorze dias de exposição. Aos sete dias, a atividade muscular mostrou diferença significativa apenas para os tratamentos 0,438 e 0,638 mg L-1, em comparação com o tratamento 0,238 mg L-1 e controle. Aos catorze dias de exposição, apenas o tratamento 0,638 mg L-1 apresentou diferenças significativas em relação aos demais grupos, demonstrando a recuperação enzimática. O valor encontrado no teste agudo permitiu concluir que o TRC apresenta características moderadamente tóxicas para Gymnotus carapo. Os valores dos parâmetros de toxicidade calculados no presente estudo permitiram o estabelecimento da estimativa dos limites máximos permitidos em corpos d'água quando combinados com dados de testes de outros organismos não-alvo.(AU)
Descritores: Triclorfon/toxicidade
Inibidores da Colinesterase/análise
Gimnotiformes
-Compostos Organofosforados/toxicidade
Praguicidas
Biomarcadores Ambientais
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  2 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-709852
Autor: Lopes, Welber Daniel Zanetti; Carvalho, Rafael Silveira; Gracioli, Diogo dos Passos; Oliveira, Pedro Victor; Pereira, Valdomiro; Martinez, Antônio Campanha; Mazzucatto, Barbara Cristina.
Título: Intoxicação aguda por triclorfon em caprinos tratados com a dose terapêutica / Acute poisoning by trichlorfon in goats given a therapeutic dose
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;34(2):114-118, fev. 2014. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O presente estudo descreve um surto de intoxicação por triclorfon em caprinos, que receberam pela via oral, a dosagem terapêutica do princípio ativo em questão (100mg/kg), provenientes da Universidade Estadual de Maringá, campus de Umuarama, PR. Cinquenta e três ovinos foram tratados com a mesma formulação/solução e não se observou nenhum efeito colateral nos animais referente ao tratamento com triclorfon. Das 20 cabras medicadas, cerca de 40 minutos após a administração do triclorfon, oito apresentaram os clássicos sinais clínicos de ataxia, decúbito externo-lateral, sialorreia, tremores, constrição das pupilas, dispneia com ruídos, micção e defecação involuntária, paresia espástica, timpanismo e lacrimejamento. Quase que imediatamente após a detecção destes sinais, as oito cabras foram medicadas com sulfato de atropina 1% 0,5mg/kg mais fluidoterapia. Cinco destes animais tiveram de receber nova dosagem de sulfato de atropina uma hora após a primeira aplicação, em função de alguns sinais clínicos, como tremores musculares, ainda estarem presentes. De 48 a 72 horas após a administração do triclorfon, três destes cinco animais vieram a óbito. Na necropsia, foi possível observar mucosas cianóticas, congestão de fígado, baço e rins, vasos mesentéricos congestos, vesícula biliar repleta, enfisema pulmonar, parênquima pulmonar avermelhado. Os resultados encontrados neste trabalho chamam atenção que o surto aconteceu em cabras adultas, que apresentavam boas condições clínicas e acima de tudo, receberam a dosagem terapêutica recomendada em bula pelo fabricante. Talvez isso possa indicar alguma sensibilidade mais elevada desta espécie animal à dosagem recomendada em bula do triclorfon (100mg/kg) para caprinos.

The present study describes an outbreak of trichlorfon poisoning in goats from the State University of Maringá, campus Umuarama/PR that received orally the therapeutic dose of the active ingredient in question (100mg/kg). Fifty-three sheep had been treated with the same formulation/solution and no side effects were observed in any of these sheep medicated with triclorfon. But from 20 goats medicated with trichlorfon, eight goats showed, about 40 minutes after its administration, the classic clinical signs of ataxia, external lateral decubitus, drooling, tremors, constricted pupils, noisy dyspnea, involuntary urination and defecation, spastic paresis, bloat and tearing. Almost immediately after the detection of these signals, eight goats were medicated with 1% atropine sulfate (0.5mg/kg and fluid). Five of these goats received a second dose of atropine sulfate one hour after the first application because of some clinical signs such as muscle tremor still being present. Forty-eight to 72 hours after administration of trichlorfon, three of those five goats died. At necropsy we observed cyanotic mucous membranes, congestion of liver, spleen, kidneys and mesenteric vessels, filled gallbladder, emphysema, and reddish lungs. The results of this study call attention to the outbreak that occurred in adult goats in good clinical conditions and, above all, that they received the therapeutic dosage recommended on the manufacture label. This suggests a higher sensitivity of the species to the recommended dose of trichlorfon (100mg/kg) for goats.
Descritores: Inseticidas Organofosforados/efeitos adversos
Intoxicação por Organofosfatos/veterinária
Ovinos
Triclorfon/efeitos adversos
-Ataxia/veterinária
Atropina/uso terapêutico
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-438531
Autor: Gaspar, Simone Maria F. S; Nunes, Gilvanda Silva; Pinheiro, Cláudio Urbano B; Amarante Júnior, Ozelito Possidônio do.
Título: Avaliação de risco de pesticidas aplicados no município de Arari, Maranhão, Brasil: base para programa de controle ambiental do Rio Mearim / Risk assessment of pesticides applied in Arari city, Maranhão, Brazil: basis for the environmental control program in Mearim river
Fonte: Pesticidas;15:43-54, jan.-dez. 2005. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Os objetivos deste trabalho foram avaliar a toxicidade aguda do sulfato de cobre e do triclorfon para três espécies de Daphnia (D. similiis, D. magna e D. laevis) na presença ou ausência de sedimento. Os valores de CE estimados para D. magna foram de 0,3496 mg de sulfato de cobre/L com sedimento e 0,0447 sem sedimento, para D. similiis 0,2859 com sedimento e 0,0426 sem sedimento e para D. laevis 0,1437 com sedimento e 0,1094 sem sedimento. A CE (50-48H) estimada para a D. magna foi de 299,70 ng de triclorfon/L com sedimento e 0,70 sem sedimento, para D. similiis 381,62 com sedimento e 0,52 sem sedimento e para D. laevis 282,72 com sedimento e 0,92 sem sedimento. O triclorfon mostrou-se mais tóxico que o sulfato de cobre para as tres espécies estudadas, sendo que a presença de sedimento diminuiu a toxicidade de ambos para as tres espécies na ausência de sedimento, a Daphnia laevis (espécie nativa do Brasil) pode ser usada como organismo-teste na avaliação da toxicidade aguda e crônica de inseticidas organofosforados e a base de cobre
Descritores: Sulfato de Cobre
Daphnia/química
Inseticidas Organofosforados
Triclorfon/química
Responsável: BR16.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde


  4 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Sinhorini, I. L
Vasconcellos, S. A
Id: lil-246022
Autor: Ferreira Neto, J. S; Pinheiro, S. R; Moraes, Z. M; Rocha, L. C. S; Sinhorini, I. L; Ito, F. H; Vasconcellos, S. A.
Título: Quantitative evaluation of tuberculosis evolution in hamsters submitted to an eight-week Trichlorfon treatment and infected with Mycobacterium bovis, strain AN5
Fonte: Braz. j. vet. res. anim. sci;33(3):139-43, 1996. tab.
Idioma: en.
Resumo: A evoluçäo da doença causada pela inoculaçäo intraperitoneal de Mycobacterium bovis (cepa AN5) foi avaliada em hamsters (Mesocricetus auratus) tratados de segundas a sextas-feiras, com doses subcutâneas de 30 mg/kg de Triclorfon, por um período de 8 semanas consecutivas. Os critérios adotados para essa avaliaçäo foram o tempo de sobrevivência após a inoculaçäo e a quantificaçäo do agente no baço, fígado, rim e pulmäo colhidos aos 1, 15, 29 e 45 dias após a inoculaçäo. Nessas oportunidades também foram realizados exames histopatológicos. Os animais do grupo tratado com Triclorfon e do grupo controle desenvolveram tuberculose progressiva. Os resultados da quantificaçäo do agente nos órgäos examinados, e do tempo de sobrevivência após a inoculaçäo, näo mostraram qualquer influência da administraçäo do Triclorfon
Descritores: Cricetinae
Infestações por Carrapato
Triclorfon/uso terapêutico
Tuberculose/epidemiologia
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  5 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-240198
Autor: Lacerda Neto, J. C; Pessoa, J. M; Vaz, B. B. D; Marques, L. C.
Título: Tratamento da habronemose cutânea dos equídeos com uso intravenoso de soluçäo de Trichlorfon à 2, 5 por cento associado à aplicaçäo tópica de polímero de condensaçäo do ácido metracreosolsulfônico com metanal / Treatment of equine cutaneous habronemiasis with intravenous injections of 2, 5 per cent trichlorfon solution, together with topical application of metracreosolsulphonic acid with methanal condensation polymer
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;45(1):27-34, fev. 1993. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Foi avaliada a eficiência da associaçäo de soluçäo de trichlorfon à 2,5 por cento, na dose de 5mg/kg de peso corporal, aplicada por via intravenosa, semanalmente, com o uso tópico diário do ácido metacreosolsulfônico com metanal, na forma gel, no tratamento de equinos naturalmente acometidos por habronemose cutânea. Foram estudadas oito lesöes de sete equinos, machos, de diferentes raças, com idades variando entre um e doze anos. As feridas foram avaliadas, clinicamente, quanto ao período de evoluçäo, aspecto macroscópico, localizaçäo e diâmetro. Amostras do tecido lesional foram colhidas para exame histopatológico e cultura microbiológica. Foi possível determinar a presença de larva de Habronema sp em apenas um dos animais estudados. Os achados histopatológicos foram compatíveis com os relatos de habronemose cutânea e a cultura microbiológica foi negativa para bactéria e fungos. Na dose preconizada por este trabalho a associaçäo de soluçäo de trichlorfon à 2,5 por cento com o ácido metacreosolsulfônico com metanal revelou-se eficaz na reduçäo da lesäo habronemótica e reepitelizaçäo do tecido cutâneo
Descritores: Equidae
Infecções por Spirurida/terapia
Polímeros
Spiruroidea
Triclorfon
Limites: Animais
Masculino
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  6 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-240024
Autor: Pereira, M. de C; Del Bigio, M; Campos, R. de.
Título: Efficacy of pyrantel pamoate either alone or combined with trichlorfon for control of cyathostomes of horses
Fonte: Braz. j. vet. res. anim. sci;31(3/4):221-4, 1994. tab.
Idioma: en.
Resumo: Através de estudo comparativo, objetivou-se avaliar a eficiência anti-helmíntica de pamoato de pirantel, isolado ou associado ao triclorfon, no controle de estrongilídeos de equinos da raça Puro Sangue Inglês. As coproculturas realizadas antes e após os tratamentos levaram consistentemente ao encontro de populaçöes puras de ciatostomíneos com oito células intestinais. As reduçöes de ovos por grama de fezes foram avaliadas do 7§ ao 45§ dias pós-tratamento. Comparando os valores médios de OPG dos equinos tratados com pamoato de pirantel (13,2 mg/kg) associado ao triclorfon (30 mg/kg) e com pamoato de pirantel isolado (13,2 mg/kg), observou-se diferença näo significante (P<0,05) ao longo do experimento, verificando-se, 7 dias após o tratamento, reduçöes médias de OPG de quase 100 por cento e, do 7§ ao 20§ dias, reduçöes ainda superiores a 90 por cento. Os resultados indicam que os dois produtos säo eficazes na reduçäo de ovos por grama de fezes de ciatostomíneos de equinos mantidos sob condiçöes a campo
Descritores: Equidae
Helmintos/efeitos dos fármacos
Pamoato de Pirantel/uso terapêutico
Triclorfon/uso terapêutico
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  7 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-181265
Autor: Narvaez Valdez, Ethel Celene.
Título: Monitorizaçäo biológica de trabalhadores expostos a inseticida organofosforado neurotoxicante: uma proposta de intervençäo / Biological monitoring of workers involved with triclorphon exposure.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 1995. 98 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Escola Nacional de Saúde Pública para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Os compostos organofosforados (OP) cujo uso é amplamente disseminado no mundo, estabelece o seu maior risco de intoxicaçäo aguda ou crônica nos países do terceiro mundo. Tanto a sua morbidade como a sua mortalidade säo sub-notificadas nestes países e tem-se tornado um problema de saúde pública. o seu mecanismo de açäo referente a instalaçäo de intoxicaçäo mais direta (aguda) é bem conhecido. Porém, os seus efeito a longo prazo só ultimamente vêm sendo considerados. Alguns OP além destes efeitos bem definidos säo capazes de promover a neurotoxicidade retardada induzida por organofosforados (NRIOP) em virtude da inibiçäo das estereases suceptível a neurotoxicante (ESNT). Propöe um programa de monitorizaçäo biológica e sugere a instituiçäo da análise laboratorial de apoio diagnóstico em indivíduos exposto ao triclorfon, um dos OP amplamente utilizado no Brasil.
Descritores: Monitoramento Ambiental
Inseticidas Organofosforados/toxicidade
Neurotoxinas
Exposição Ocupacional
-Exposição a Produtos Químicos
Saúde do Trabalhador
Triclorfon/toxicidade
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; R613.62, N238m


  8 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-125651
Autor: King, Charles H; Muchiri, Eric M; Ouma, John H.
Título: Age-targeted chemotherapy for control of urinary schistosomiais in endemic populations
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;87(supl.4):203-10, 1992. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Severity of urinary tract morbidity increases with intensity and duration of Schistosoma haematobium infection. We assessed the ability of yearly drug therapy to control infection intensity and reduce S. haematobium-associated disease in children 5-21 years old in an endemic area of Kenya. In year I, therapy resulted in reduced prevalence (66% to 22%, P < 0.001) and intensity of S. haematobium infection (20 to 2 eggs/10 mL, urine), with corresponding reductions in the prevalence of hematuria (52% to 19%, P < 0.001). There was not, however, a significant first-year effect on prevalence of urinary tract abnormalities detected by ultrasound. Repeat therapy in years 2 and 3 resulted in significant regression of hydronephrosis and bladder abnormalities (41% to 6% prevalence, P< 0.001), and further reductions in proteinuria. Repeat age-targeted therapy was associated with decreased prevalence of infection among young children (< 5yr) entering into the target age group. Two years after discontinuation of therapy, intensity of S. haematobium infection and ultrasound abnormalities remained suppressed, but hematuria prevalence began to increase (to 33% in 1989). Reinstitution of annual therapy in 1989 and 1990 reversed this trends. We conclude that annual oral therapy provides an effective strategy for control of morbidity due to S. haematobium on population basis, both through regression of disease in treated individuals, and prevention of infection in untreated subjects
Descritores: Praziquantel/uso terapêutico
Esquistossomose Urinária/prevenção & controle
Triclorfon/uso terapêutico
-Quênia
Esquistossomose Urinária/tratamento farmacológico
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  9 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Lima, Marli Maria
Rey, Luís
Mello, Rubens Pinto de
Texto completo
Id: lil-107765
Autor: Lima, Marli Maria; Rey, Luis; Mello, Rubens Pinto de.
Título: Lethality of triatomines (Hemiptera: Reduviidae), vectors of Chagas' disease, feeding on blood baits containing synthetic insecticides, under laboratory conditions
Fonte: Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo;33(6):427-33, nov.-dez. 1991. tab.
Idioma: en.
Resumo: Ensaiou-se, em laboratorio, o efeito toxico de inseticidas sinteticos, adicionados ao sangue de carneiro desfibrinado, mantidos em temperatura ambiente, oferecidos como fonte alimentar as seguintes especies de triatomineos: Triatoma infestans, Panstrongylus megistus, Triatoma vitticeps, Triatoma pseudomaculata, Triatoma brasiliensis e Rhodnius prolixus. Os inseticidas usados, na concentracao de 1g/l, foram: HCH, DDT, Malathion e Triclorfon e a letalidade observada, ao fim de 7 dias variou, de acordo com o principio ativo. HCH foi o mais efetivo por via oral, matando 100 por cento dos insetos, exceto P. megistus (95,7 por cento) e T. pseudomaculata (94,1 por cento). Triclorfon eliminou entre 71,8 por cento (T. vitticeps) e 98 por cento (R. prolixus). Malathion ficou ligeiramente abaixo, matando entre 56,8 por cento (T. vitticeps) e 97 por cento (T. brasiliensis). DDT foi o menos efetivo, matando entre 10 por cento (T. vitticeps) e 75 por cento (T. brasiliensis). Como os testes foram feitos em temperatura ambiente, espera-se que iscas desse tipo possam ser usadas no controle de triatomineos no campo.
Descritores: Inseticidas
Triatominae
-DDT
Comportamento Alimentar
Hexaclorocicloexano
Malation
Temperatura
Triclorfon
Limites: Animais
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação


  10 / 12 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-91610
Autor: Freitas, Marcos R. G. de; Chimelli, Leila; Nascimento, Osvaldo J. M; Cincinatus, Daniel; Marques, Hélio A; Nevares, Maria Tereza.
Título: Polineuropatia por triclorfon: registro de um caso com estudo eletrofisiológico e histopatológico do nervo sural / Polyneuropathy by trichlorfon: report of a case with electrophysiological and histopathological study of the sural nerve
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;48(4):515-9, dez. 1990. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: É apresentado caso de paciente agricultor que, após uso inadequado de inseticida organofosforado (triclorfon), teve sinais e sintomas de intoxicaçäo aguda e, três meses após, desenvolveu quadro de polineuropatia sensitivo-motora. O exame eletroneuromiográfico revelou alteraçöes axonais e desmielinizantes difusas. O estudo do nervo sural, em cortes semi-finos, à ultramicroscopia e à técnica de fibras isoladas revelou degeneraçäo axonal e transformaçäo grnaular do axoplasma com perda dos neurofilamentos e neurotúbulos
Descritores: Doenças do Sistema Nervoso Periférico/induzido quimicamente
Triclorfon/envenenamento
-Axônios/ultraestrutura
Nervo Sural/patologia
Limites: Humanos
Idoso
Masculino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde