Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.806 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 20 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 20 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-795827
Autor: Valderrama, Jaime A; Ibacache, Juana Andrea; Theoduloz, Cristina.
Título: Synthesis and antiproliferative evaluation of new isomeric ellipticine quinones / Síntesis y evaluación de la actividad antiproliferativa de nuevas elipticinquinonas isomericas
Fonte: Bol. latinoam. Caribe plantas med. aromát;13(6):566-574, nov.2014. ilus, tab.
Idioma: en.
Projeto: Fondo Nacional de Ciencia y Tecnología.
Resumo: The synthesis of new isomeric ellipticine quinones 3a-c and their in vitro antiproliferative activities on cancer cell lines is reported. The designed N-heterocyclic quinones 3a-c were synthesized through a three step sequence which involves: a) one-pot preparation of 4-methoxycarbonyl-3,4-dimethylisoquinoline-5,8-quinone 1 from 2,5-dihydroxyacetophenone, methyl aminocrotonate and silver (II) oxide; b) regioselective amination of 1 with arylamines to give aminoquinones 2a-c and c) palladium-catalyzed intramolecular oxidative coupling of 7-aminoisoquinoline-5,8-quinones 2a-c. The in vitro antiproliferative activity of the new angular quinones was evaluated againts one normal cell line (lung fibroblasts) and gastric, lung and bladder cancer cell lines in 72-h drug exposure assays. The new compounds displayed similar or higher antiproliferative activity with respect to their quinone precursors 2a-c. The isomeric ellipticine quinone 2b appears as the more active member on bladder cancer cell line (IC50: 2.4 uM), comparable to etoposide used as anticancer reference drug...

Se describe la síntesis de las nuevas quinonas 3a-c, isoméricas de elipticina, y sus actividades antiproliferativas in vitro en líneas de células de cáncer. Las quinonas N-heterocíclicas 3a-c se sintetizaron a través de una secuencia que involucra: a) preparación de 4- metoxicarbonil-3,4-dimetlisoquinolin-5,8-quinone 1 a partir de 2,5-dihidroxiacetofenona, aminocrotonato de metilo y óxido de plata (I); b) aminación regioselectiva de 1 con arilaminas para producir las aminoquinonas 2a-c y c) acoplamiento oxidante intramolecular de 7- aminoisoquinolin-5,8-quinonas 2a-c catalizado con paladio. La actividad antiproliferative in vitro de los nuevos compuestos fue evaluada en una línea celular normal (fibroblastos de pulmón) y líneas de células de cáncer gástrico, pulmón y vejiga en ensayos de exposición de 72 horas a la droga. Las quinonas 3a-c exhiben interesantes propiedades antiproliferativas destacando la elipticinquinona isomérica 2b en células de cáncer de vejiga (IC50: 2.4 uM) comparado con etopósido usada como droga anticancer de referencia. Los nuevos compuestos mostraron actividades antiproliferativa similar o mayor respecto de las correspondientes quinonas precursoras 2a-c. La elipticin quinona isomérica 2b corresponde al miembro más activo en células de câncer de vejiga (IC50: 2.4 uM), comparable a la del etopósido, usada como droga anticáncer de referencia...
Descritores: Elipticinas/farmacologia
Elipticinas/síntese química
Proliferação de Células
Quinonas/farmacologia
Quinonas/síntese química
-Linhagem Celular Tumoral
Acoplamento Oxidativo
Limites: Humanos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  2 / 20 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-760005
Autor: Ferreira, Maria Augusta Drago.
Título: Estudo de efeitos tóxicos e atividades farmacológicas da fração quinona de Auxemma oncocalyx Taub / Toxicity study and pharmacological activities of quinone fraction of Auxemma oncocalyx Taub.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2001. 226 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A espécie Auxemma oncocalyx Taub. pertencente a família Boraginaceae é característica do sertão nordestino onde é conhecida como pau branco. As cascas dessa árvore são adstringentes e popularmente utilizadas no tratamento de cortes e feridas. O objetivo do presente trabalho foi o de estudar efeitos tóxicos e atividades farmacológicas da fração hidrossolúvel obtida do cerne (caule) de A. oncocalyx, constituída em cerca de 80% pela oncocalixona A (fração quinona). A DL50 da fração quinona (FQ) para camundongos, determinada pelo método dos probitos foi de 182,16 mg/kg, i.p. e acima de 500 mg/kg, v.o. A administração de FQ por 15 dias na dose de 50 mg/kg, v.o. a ratos não alterou parâmetros hematológicos ou bioquímicos do sangue. As atividades farmacológicas investidas foram: antiagregante plaquetária, antioxidadnte, antiedematogênica e antinociceptiva, utilizando vários modelos experimentais. Os resultados mostraram que FQ apresenta potente atividade antiagreagnte plaquetária em plaquetas humanas in vitro, frente a diferentes agonistas (ADP, CI50 = 53,85 μg/ml; trombina, CI50 = 93,76 μg/ml; colágeno, CI50 = 56,57 μg/ml; ácido araquidônico, CI50 = 86,07 μg/ml e adrenalina, CI50 = 67,93 μg/ml). Esse efeito foi potencializado pela presença de aspirina (inibidor de ciclooxigenase), e de pentoxifilina (inibidor de fosfodiesterase de AMPc), porém não pela L-arginina (substrato para síntese de óxido nítrico)...
Descritores: Euphorbiaceae
Plantas Medicinais
Quinonas
Limites: Humanos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  3 / 20 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Cassiani, Sílvia Helena de Bortoli
Texto completo
Id: lil-732945
Autor: Cassiani, Silvia Helena De Bortoli.
Título: Strategy for universal access to health and universal health coverage and the contribution of the International Nursing Networks / Estratégia para o acesso universal à saúde e cobertura universal de saúde e a contribuição das Redes Internacionais de Enfermagem / Estrategia para el acceso universal a la salud y cobertura universal de salud y la contribución de las Redes Internacionales de Enfermería
Fonte: Rev. latinoam. enferm;22(6):891-892, 16/12/2014.
Idioma: en.
Descritores: Compostos de Anilina/metabolismo
Benzoquinonas
Lactoperoxidase/metabolismo
Peroxidases/metabolismo
Peróxidos/metabolismo
-Bromo
Radicais Livres
Formaldeído/metabolismo
Concentração de Íons de Hidrogênio
Técnicas In Vitro
Oxirredução
Quinonas/metabolismo
Limites: Animais
Bovinos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 20 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-727030
Autor: Naveed, Muhammad; Mubeen, Samavia; khan, SamiUllah; Ahmed, Iftikhar; Khalid, Nauman; Suleria, Hafiz Ansar Rasul; Bano, Asghari; Mumtaz, Abdul Samad.
Título: Identification and characterization of rhizospheric microbial diversity by 16S ribosomal RNA gene sequencing
Fonte: Braz. j. microbiol;45(3):985-993, July-Sept. 2014. mapas, tab.
Idioma: en.
Resumo: In the present study, samples of rhizosphere and root nodules were collected from different areas of Pakistan to isolate plant growth promoting rhizobacteria. Identification of bacterial isolates was made by 16S rRNA gene sequence analysis and taxonomical confirmation on EzTaxon Server. The identified bacterial strains were belonged to 5 genera i.e. Ensifer, Bacillus, Pseudomona, Leclercia and Rhizobium. Phylogenetic analysis inferred from 16S rRNA gene sequences showed the evolutionary relationship of bacterial strains with the respective genera. Based on phylogenetic analysis, some candidate novel species were also identified. The bacterial strains were also characterized for morphological, physiological, biochemical tests and glucose dehydrogenase (gdh) gene that involved in the phosphate solublization using cofactor pyrroloquinolone quinone (PQQ). Seven rhizoshperic and 3 root nodulating stains are positive for gdh gene. Furthermore, this study confirms a novel association between microbes and their hosts like field grown crops, leguminous and non-leguminous plants. It was concluded that a diverse group of bacterial population exist in the rhizosphere and root nodules that might be useful in evaluating the mechanisms behind plant microbial interactions and strains QAU-63 and QAU-68 have sequence similarity of 97 and 95% which might be declared as novel after further taxonomic characterization.
Descritores: Bactérias/classificação
Bactérias/isolamento & purificação
Raízes de Plantas/microbiologia
Microbiologia do Solo
-Técnicas de Tipagem Bacteriana
Bactérias/genética
Análise por Conglomerados
Citosol/química
DNA Bacteriano/química
DNA Bacteriano/genética
DNA Ribossômico/química
DNA Ribossômico/genética
Genes
Glucose 1-Desidrogenase/genética
Dados de Sequência Molecular
Paquistão
Filogenia
Plantas
Quinonas/análise
Rizosfera
/genética
RNA, RIBOSOMAL, ABNORMALITIES, MULTIPLES/genética
Análise de Sequência de DNA
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 20 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-723124
Autor: Naveed, Muhammad; Ahmed, Iftikhar; Khalid, Nauman; Mumtaz, Abdul Samad.
Título: Bioinformatics based structural characterization of glucose dehydrogenase (gdh) gene and growth promoting activity of Leclercia sp. QAU-66
Fonte: Braz. j. microbiol;45(2):603-611, Apr.-June 2014. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: Glucose dehydrogenase (GDH; EC 1.1. 5.2) is the member of quinoproteins group that use the redox cofactor pyrroloquinoline quinoine, calcium ions and glucose as substrate for its activity. In present study, Leclercia sp. QAU-66, isolated from rhizosphere of Vigna mungo, was characterized for phosphate solubilization and the role of GDH in plant growth promotion of Phaseolus vulgaris. The strain QAU-66 had ability to solubilize phosphorus and significantly (p < 0.05) promoted the shoot and root lengths of Phaseolus vulgaris. The structural determination of GDH protein was carried out using bioinformatics tools like Pfam, InterProScan, I-TASSER and COFACTOR. These tools predicted the structural based functional homology of pyrroloquinoline quinone domains in GDH. GDH of Leclercia sp. QAU-66 is one of the main factor that involved in plant growth promotion and provides a solid background for further research in plant growth promoting activities.
Descritores: Enterobacteriaceae/enzimologia
Enterobacteriaceae/fisiologia
Glucose 1-Desidrogenase/genética
Fatores de Crescimento Neural
Phaseolus/crescimento & desenvolvimento
Phaseolus/microbiologia
-Análise por Conglomerados
Biologia Computacional
Citosol/química
DNA Bacteriano/química
DNA Bacteriano/genética
Enterobacteriaceae/genética
Enterobacteriaceae/isolamento & purificação
Glucose 1-Desidrogenase/química
Modelos Moleculares
Dados de Sequência Molecular
Filogenia
Conformação Proteica
Estrutura Terciária de Proteína
Fósforo/metabolismo
Raízes de Plantas/crescimento & desenvolvimento
Brotos de Planta/crescimento & desenvolvimento
Quinonas/análise
Análise de Sequência de DNA
Homologia de Sequência
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 20 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-605664
Autor: Cunha Júnior, Edézio Ferreira.
Título: Avaliação da atividade e mecanismo de ação da LQB-118 em leishmania amazonensis / Evaluation of activity and mechanism of action of LQB-118 in leishmania amazonensis.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2011. xii, 54 p. tab, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A leishmaniose é, ainda hoje, uma doença negligenciada, estando entre os agravos prioritários do programe de pesquisa sobre doenças da pobreza da Organização Mundial da Saúde (TDR/OMS). Além de não haver vacinas disponíveis, a terapia é baseada em medicamentos injetáveis que causam sérios efeitos colaterais, tornando o tratamento inviável para muitos países endêmicos. Fica evidente, então, a necessidade e urgência do desenvolvimento de novos medicamentos eficazes, seletivos, de baixo custo e, de preferência, de administração oral. A LQB-118 e seus análogos surgiram da união de dois grupos de moléculas bioativas, os pterocarpanos e as quinonas, formando as naftopterocarpanoquinonas, que vem demonstrando atividade leishmanicida. Neste trabalho avaliamos a atividade in vitro e in vivo do protótipo mais promissor. A LQB-118 demonstrou atividade leishmanicida em promastigotas de diferentes espécies de Leishmania, tanto do novo mundo como do velho mundo. No tratamento da leishmaniose cutânea em modelo murino, mostrou-se eficaz, tanto no tratamento subcutâneo por vias de administração sistêmica, oral e intraperitoneal. Ensaios bioquímicos indicaram que a LQB-118 induz um aumento expressivo da atividade de redutases mitocondriais nas primeiras horas, com concomitante aumento da produção de espécies reativas de oxigênio (ERO) pelos parasitos. Juntos, esses resultados indicaram que a LQB-118 é um protótipo seletivo, atuando primariamente sobre a mitocôndria dos parasitos, com atividade in vivo por via oral, o que a credencia como uma potencial candidata a fármaco.
Descritores: Espécies Reativas de Oxigênio
Leishmaniose
Planejamento de Assistência ao Paciente
Quinonas
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Livro-Texto
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas
BR15.1


  7 / 20 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-502448
Autor: D'Errico, María Lucía; Fraile, German; Velásquez, Mait.
Título: Efectos tóxicos en rheina y naftazarina en neutrofilos humanos in vitro / Toxic effects of rhein and naphthazarin in human neutrophilus in vitro
Fonte: Salus;4(1):3-11, abr. 2000. graf.
Idioma: es.
Resumo: Recientemente se demostró en el BIOMED que la fracción de bajo peso molecular de Aloe barbadensis, rica en antraquinonas, es citotóxica en neutrófilos humanos (PMNs). Sin embargo, algunas antraquinonas como rheína (RH) han mostrado propiedades antiinflamatorias. Debido a que los PMNs son células proinflamatorias cuando se activan, se estudiaron los efectos relacionados con la activación de su NADPH-oxidasa en presencia de rheína. Paralelamente, se estudiaron afectos similares de la naftoquinona naftazarina (NZ), ya que ésta ha mostrado ser una de las quinonas de mayor toxicidad, a través de mecanismos relacionados con estrés oxidativo y adición nucleofílica de compuestos sulfhidrílicos. Así, la incubación de los PMNs con las quinonas a altas concentraciones no produjo pérdidas de viabilidad importantes; NZ ocasionó una pérdida cercana al 40 por ciento y RH mostró poca toxicidad con respecto al control. Además, no se observaron indicios de peroxidación lipídica en los PMNs incubados con ambas drogas. La exposición de las células con NZ ocasionó disminución del glutatión intracelular. Sin embargo, RH no mostró efecto alguno sobre el mismo. Cuando los PMNs se incubaron con las quinonas a bajas concentraciones y se realizaron ensayos sobre la NADPH oxidasa, se mostró que NZ es un potente inhibidor del estallido respiratorio en presencia de los activadores fMLP y PMA. La antraquinona RH mostró un comportamiento diferente ya que se produjo inhibición del estallido respiratorio sólo en presencia de fMLP. Esta conducta se asemeja a conocidos inhibidores de tirosina quinasas y puede estar relacionada con sus efectos antiflamatorios
Descritores: Técnicas In Vitro
Neutrófilos
Quinonas
Explosão Respiratória
-Toxicologia
Venezuela
Limites: Humanos
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  8 / 20 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-465486
Autor: Saúde-Guimarães, Dênia A; Faria, Angélica R.
Título: Substâncias da natureza com atividade anti-Trypanosoma cruzi / Natural compounds with anti-Trypanossoma cruzi activity
Fonte: Rev. bras. farmacogn = Braz. j. pharmacogn.;17(3):455-465, jul.-set. 2007. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A doença de Chagas, uma zoonose causada por Trypanosoma cruzi, afeta em todo o mundo cerca de 16 a 18 milhões de pessoas. Sua transmissão ocorre através das fezes de triatomíneos, insetos hematófagos conhecidos como barbeiro. Atualmente, a principal forma de transmissão da doença de Chagas em áreas urbanas é por meio de transfusão de sangue contaminado. A violeta de genciana é o único agente que pode ser empregado na quimioprofilaxia de sangue destinado à transfusão. No entanto, existem algumas restrições ao seu uso. A quimioterapia disponível para a doença de Chagas não é eficaz uma vez que as drogas disponíveis nifurtimox e benznidazol são ativas apenas na fase aguda da doença e apresentam sérios efeitos colaterais. Várias substâncias isoladas de plantas foram avaliadas como agentes anti-T. cruzi, objetivando encontrar drogas com menos efeitos colaterais e maior eficácia para a quimioprofilaxia e quimioterapia da doença de Chagas. Nesta revisão são apresentadas as substâncias de origem natural com atividade anti- T. cruzi.

Chagas'disease, a zoonose caused by Trypanosoma cruzi, affects 16-18 million people in the world. The most important mode of transmission of the disease is associated with the feces of several species of triatomine bugs that are strictly hematophagous. Actually, infected blood transfusion is the major mechanism of transmission in urban areas. Gentian violet is the only available prophylactic drug. Despite its effectiveness, there are some restrictions on its use. The available therapy of Chagas' disease is inadequate since the treatment of patients with the drugs nifurtimox and benznidazole presents serious toxic side effects. The search for new trypanocidal compounds to the treatment of Chagas'disease and to use for eliminating T. cruzi from blood, that are more effective and that do not affect red blood cells is the main goal in the prevention of Chagas' disease. In this review a large set of chemicals of plant origin are enumerated and their trypanocidal activity are briefly discussed.
Descritores: Alcaloides
Doença de Chagas
Flavonoides
Lignanas
Peptídeos
Quinonas
Terpenos
Trypanosoma cruzi
Responsável: BR8.1 - Biblioteca Central


  9 / 20 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-419495
Autor: Queiroz, Claudio Marcos Teixeira de.
Título: Contribuição das proteínas tirosina cinases e cálcio-calmodulina cinase tipo II em modelos animais de epilepsia / Involvement of protein tyrosine kinases and calcium/calmodulin kinase type II in animal model of epilepsy.
Fonte: São Paulo; s.n; 2005. [117] p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de São Paulo. Escola Paulista de Medicina. Curso de Neurologia/Neurociências para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: As epilepsias do lobo temporal são as que apresentam maior refratariedade ao tratamento farmacológico e perfazem 2/3 das intervenções cirúrgicas de epilepsia, sendo portanto de grande custo social, econômico e psicológico. Assim, modelos animais de epilepsia do lobo temporal são de grande relevância não só para o entendimento das bases neurais dessa patologia, mas também para o desenvolvimento de abordagens terapêuticas capazes de evitar a instalação da doença. Esses são os objetivos da presente dissertação de doutorado. Após um evento traumático (no caso deste trabalho, um estado de mal epiléptico), diversas alterações morfológicas e fisiológicas acontecem, caracterizando a gênese da síndrome epiléptico (epileptogênese). Dentre as alterações podemos destacar a intensa fosforilação de proteínas em resíduos de tirosina e a ativação de diferentes segundos mensageiros. Os dois primeiros capítulos desta tese descrevem a tentativa de bloquear os processos de epileptogênese por meio da inibição da fosforilação de resíduos de tirosma através do tratamento farmacológico com inibidores das tirosina cinases, a herbimicina A e o K-252a. O terceiro capítulo analisa eletrofisiologicamente o circuito neural do giro denteado em animais que apresentavam uma mutação em um sítio inibitório da proteína cálcio/calmodulina cinase do tipo II (CaMK1I). No primeiro capítulo, mostramos que o tratamento agudo com herbimicina A (348M, 5L, icv), é capaz de bloquear a potenciação duradoura (LTP) induzida por um estímulo tetânico bem como de atenuar (40 por cento) a ativação neuronal (expressão de c-Fos) decorrente de um estado de mal epiléptico induzido pela administração sistêmica de pilocarpina (SE). Apesar dos significativos efeitos agudos, este tratamento mostrou-se incapaz de atenuar a freqüência de crises espontâneas, bem como o padrão de morte neuronal observado após o estado de mal epiléptico induzido pela pilocarpina. Entretanto, o tratamento com herbimicina A alterou o padrão de marcação de metais pesados (Zn+2) no hilo do giro denteado e na região de CA, do hipocampo, porém não apresentou efeito sobre o padrão de brotamento das fibras musgosas observado na camada molecular do giro denteado. No segundo capítulo, mostramos que a herbimicina e o K252a modificam a atividade epileptiforme induzida pela administração intra-hipocampal de ácido caínico, sem alterar o padrão de morte neuronal...
Descritores: Animais Geneticamente Modificados
Morte Celular
Eletrofisiologia
Quinonas
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central
BR1.2; 9128


  10 / 20 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-398187
Autor: Picada, J. N; Roesler, R; Henriques, J. A. P.
Título: Genotoxic, neurotoxic and neuroprotective activities of apomorphine and its oxidized derivative 8-oxo-apomorphine
Fonte: Braz. j. med. biol. res = Rev. bras. pesqui. méd. biol;38(4):477-486, Apr. 2005. tab.
Idioma: en.
Conferência: Apresentado em: Congresso Brasileiro de Biologia Celular, 11, Campinas, July 15-18, 2004.
Projeto: FAPERGS; . CAPES; . CNPq; . GENOTOX.
Resumo: Apomorphine is a dopamine receptor agonist proposed to be a neuroprotective agent in the treatment of patients with Parkinson's disease. Both in vivo and in vitro studies have shown that apomorphine displays both antioxidant and pro-oxidant actions, and might have either neuroprotective or neurotoxic effects on the central nervous system. Some of the neurotoxic effects of apomorphine are mediated by its oxidation derivatives. In the present review, we discuss recent studies from our laboratory in which the molecular, cellular and neurobehavioral effects of apomorphine and its oxidized derivative, 8-oxo-apomorphine-semiquinone (8-OASQ), were evaluated in different experimental models, i.e., in vitro genotoxicity in Salmonella/microsome assay and WP2 Mutoxitest, sensitivity assay in Saccharomyces cerevisiae, neurobehavioral procedures (inhibition avoidance task, open field behavior, and habituation) in rats, stereotyped behavior in mice, and Comet assay and oxidative stress analyses in mouse brain. Our results show that apomorphine and 8-OASQ induce differential mutagenic, neurochemical and neurobehavioral effects. 8-OASQ displays cytotoxic effects and oxidative and frameshift mutagenic activities, while apomorphine shows antimutagenic and antioxidant effects in vitro. 8-OASQ induces a significant increase of DNA damage in mouse brain tissue. Both apomorphine and 8-OASQ impair memory for aversive training in rats, although the two drugs showed a different dose-response pattern. 8-OASQ fails to induce stereotyped behaviors in mice. The implications of these findings are discussed in the light of evidence from studies by other groups. We propose that the neuroprotective and neurotoxic effects of dopamine agonists might be mediated, in part, by their oxidized metabolites.
Descritores: Antiparkinsonianos/farmacologia
Apomorfina/análogos & derivados
Apomorfina/farmacologia
Comportamento Animal/efeitos dos fármacos
Agonistas de Dopamina/farmacologia
Quinonas/farmacologia
-Antiparkinsonianos/toxicidade
Apomorfina/toxicidade
Dano ao DNA/efeitos dos fármacos
Relação Dose-Resposta a Droga
Agonistas de Dopamina/toxicidade
Testes de Mutagenicidade
Memória/efeitos dos fármacos
Oxirredução/efeitos dos fármacos
Quinonas/toxicidade
Saccharomyces cerevisiae/efeitos dos fármacos
Salmonella typhimurium/efeitos dos fármacos
Limites: Animais
Camundongos
Ratos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde