Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.886.655 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2 [refinar]
Mostrando: 1 .. 2   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 2 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-609380
Autor: Fanelli, Camilla.
Título: Efeito da associação de losartan e hidroclorotiazida em modelo experimetal de nefrologia crônica resultante da administração de losartan durante a lactação (LLact) / Combined losartan (L) and hydrochlorothiazide (H) prevent progression of renal damage in chronic kidney disease (CKD) resulting from L treatment during lactation (LLact).
Fonte: São Paulo; s.n; 2011. [94] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Descrevemos recentemente um novo modelo de DRC, baseado nos efeitos adversos da administração de L na lactação (LLact). Os objetivos do presente estudo foram; caracterizar os mecanismos patológicos envolvidos com a nefropatia do LLact e investigar se o extraordinário efeito renoprotetor obtido com a associação L+H no modelo NX seria reproduzido no modelo LLact. Utilizamos 20 ratas Munich-Wistar lactantes, com 6 filhotes cada. As matrizes receberam L, 250mg/Kg/d durante a amamentação e a droga atingiu a prole via leite materno. Os filhotes machos foram acompanhados até os 7 meses de vida, quando se verificou; pressão caudal, albuminúria, creatinina sérica, glomerulosclerose, expansão intersticial, proliferação celular, presença de miofibroblastos intersticiais e rarefação capilar. Os animais LLact restantes foram divididos em 3 novos grupos: LLact+V, mantido sem tratamento, LLact+L, LLact+H, e LLact+LH. Os parâmetros foram reavaliados após 3 meses nesses grupos e também em animais controle (C). Os ratos, LLact apresentaram hipertensão, albuminuria, glomerulosclerose (GS) e lesão intersticial com inflamação e fibrose aos 10 meses de vida. O tratamento com L+H na vida adulta limitou a hipertensão, albuminúria, GS, proliferação intersticial e infiltração de miofibroblastos. Porém, a renoproteção obtida pela associação foi moderada em relação aos resultados previamente obtidos com o modelo NX, especialmente no tocante ao comprometimento tubulointersticial.

We recently standardized a severe CKD model based on impaired nephrogenesis by suppression of angiotensin II (Ang II) activity during lactation (LLact). In the present study we sought to gain further insight into the mechanisms associated with the LLact model and to verify if the renoprotection obtained with the association of the Ang II receptor blocker, Losartan (L), and Hydrochlorothiazide (H), which arrested renal injury in the remnant kidney model, could be also obtained in the LLact model. Twenty Munich-Wistar dams, each nursing 6 pups, received L, 250 mg/kg/d, until weaning. The male LLact offspring remained untreated until 7 months of age, when renal functional and structural parameters were studied in 17 of them, used as pretreatment control (LLactPre), followed no further. The remaining rats were divided in groups: LLact+V, untreated, LLact+L, given L, 50 mg/kg/day, now as a therapy, LLact+H, given H, 6mg/kg/day and LLact+LH, given L and H. All the parameters were reassessed 3 months later in these groups and in agematched controls (C). At this time, LLact rats exhibited hypertension, albuminuria, glomerulosclerosis (GS), interstitial expansion and inflammation, enhanced cell proliferation, myofibroblast infiltration, and creatinine retention. LH therapy normalized blood pressure, albuminuria, GS, and limited interstitial cell proliferation and -smooth muscle actin (-SMA) accumulation. However, LH renoprotection achieved with the LLact model was only mild if compared previous studies with the 5/6 renal ablation model.
Descritores: Falência Renal Crônica
Ratos Wistar
Sistema Renina-Angiotensina
Tiazidas
Limites: Animais
Ratos
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1; W4.DB8, F212ef, FM-2, 2011


  2 / 2 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-458835
Autor: Cárdenas-Ibarr, Lilia; Salinas-Martínez, Ricardo; Villarreal Pérez, Jesús Zacarías.
Título: Niveles de control de la presión arterial en pacientes ambulatorios ancianos
Fonte: Salud pública Méx;49(4):246-247, jul.-ago. 2007.
Idioma: es.
Descritores: Hipertensão/prevenção & controle
-Algoritmos
Antagonistas Adrenérgicos beta/uso terapêutico
Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina/uso terapêutico
Índice de Massa Corporal
Colorado
Doenças Cardiovasculares/epidemiologia
Interpretação Estatística de Dados
Dieta
Diuréticos/uso terapêutico
Hipertensão/complicações
Hipertensão/diagnóstico
Hipertensão/tratamento farmacológico
Hipertensão/mortalidade
México
Pacientes Ambulatoriais
Obesidade/complicações
Estudos Retrospectivos
Fatores de Risco
Tiazidas/uso terapêutico
Limites: Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Feminino
Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde