Base de dados : LILACS
Pesquisa : D03.132.098.666 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 55 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 6 ir para página                

  1 / 55 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-785819
Autor: Polanski, José Fernando; Soares, Alexandra Dezani; Cruz, Oswaldo Laércio de Mendonça.
Título: Antioxidant therapy in the elderly with tinnitus / Efeito da terapia com antioxidantes sobre o zumbido em idosos
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);82(3):269-274tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT INTRODUCTION: Several approaches have been tried for the treatment of tinnitus, from cognitive-behavioral therapies and sound enrichment to medication. In this context, antioxidants, widely used in numerous areas of medicine, appear to represent a promising approach for the control of this symptom, which often is poorly controlled. OBJECTIVE: To evaluate the effects of antioxidant therapy for tinnitus in a group of elderly patients. METHODS: Prospective, randomized, double-blinded, placebo-controlled clinical trial. The sample consisted of 58 subjects aged 60 years or older, with a complaint of tinnitus associated with sensorineural hearing loss. These individuals completed the Tinnitus Handicap Inventory (THI) questionnaire before and after six months of therapy. The treatment regimens were: Ginkgo biloba dry extract (120 mg/day), a-lipoic acid (60 mg/day) + vitamin C (600 mg/day), papaverine hydrochloride (100 mg/day) + vitamin E (400 mg/day), and placebo. RESULTS: There was no statistically significant difference between THI by degree (p = 0.441) and by score (p = 0.848) before and after treatment. CONCLUSION: There was no benefit from the use of antioxidant agents for tinnitus in this sample.

Resumo Introdução: Uma série de abordagens terapêuticas tem sido empregada no tratamento do zumbido, desde terapias cognitivo-comportamentais e de enriquecimento sonoro até terapias medicamentosas. Nesse contexto, os agentes antioxidantes, amplamente utilizados em diversas áreas da medicina, parecem representar uma perspectiva promissora para o controle desse sintoma, que muitas vezes tem um controle clínico insatisfatório. Objetivo: Avaliar os efeitos da terapia com agentes antioxidantes sobre o zumbido em um grupo de pacientes idosos. Método: Ensaio clínico prospectivo, randomizado, duplo-cego e controlado por placebo. A amostra composta de 58 indivíduos com 60 anos ou mais, com queixa clínica de zumbido associado à perda auditiva, do tipo neurossensorial, em graus variados. Esses indivíduos foram submetidos ao questionário THI (Tinnitus Handicap Inventory) antes e após 6 meses de uso da medicação. Os esquemas terapêuticos foram os seguintes: extrato seco de Ginkgo biloba(120 mg/dia), ácido a-lipóico (60 mg/dia) + vitamina C (600 mg/dia), cloridrato de papaverina(100 mg/dia) + vitamina E (400 mg/dia) e placebo. Resultados: O THI após o tratamento foi estatisticamente igual ao THI antes do tratamento, tanto em graus (p = 0,441) quanto em escores (p = 0,848). Conclusão: Não se verificou benefício estatisticamente significativo com o uso de agentes antioxidantes para o zumbido dos indivíduos avaliados.
Descritores: Zumbido/tratamento farmacológico
Extratos Vegetais/uso terapêutico
Ginkgo biloba/química
Perda Auditiva Neurossensorial/complicações
Antioxidantes/uso terapêutico
-Papaverina/uso terapêutico
Ácido Ascórbico/uso terapêutico
Fatores Socioeconômicos
Zumbido/complicações
Vitamina E/uso terapêutico
Índice de Gravidade de Doença
Método Duplo-Cego
Estudos Prospectivos
Ácido Tióctico/uso terapêutico
Resultado do Tratamento
Fitoterapia/métodos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 55 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-125993
Autor: Guimaräes, Maria de Lourdes Martins Valadares.
Título: Participaçäo do enfermeiro no treinamento do paciente lesado raquimedular e usuário de farmacoterapia intracavernosa peniana: papaverina / The trainning provided by nurses to patients with rachimedullry lesion in use of papaverine penis intracavernous
Fonte: Rev. bras. enferm;44(2/3):116-8, abr.-set. 1991.
Idioma: pt.
Resumo: Relata-se o treinamento pelo enfermeiro aos pacientes portadores de lesäo raquimedular e usuários de Papaverina intracavernosa peniana, visando capacitar o paciente ou sua parceira para aplicaçäo de medicamento parenteral, sob rigoroso preparo técnico-científico, necessário à minoraçäo dos problemas pertinentes à prática da sexualidade.
Descritores: Papaverina
Autocuidado
Traumatismos da Medula Espinal/enfermagem
-Brasil
Educação de Pacientes como Assunto
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  3 / 55 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1012527
Autor: Manani, Reza; Kazemzadeh, Gholamreza; Saberi, Ali; Sadeghipour, Fatemeh; Rahmani, Asghar.
Título: Effect of local papaverine on arteriovenous fistula maturation in patients with end-stage renal disease / Efeito da papaverina local na maturação de fístulas arteriovenosas em pacientes com doença renal terminal
Fonte: J. bras. nefrol;41(2):185-192, Apr.-June 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: Arteriovenous fistula (AVF) maturation is one of the main concerns in patients with end-stage renal disease (ESRD) and finding a strategy for increasing success rate and accelerating fistula maturation is valuable. The aim of this study was to evaluate the effects of papaverine injection on AVF maturation and success rate. Method: This study was a randomized clinical trial that involved 110 patients with ESRD that were referred for AVF construction. Patients were allocated in papaverine group and control group with block randomization according to age and sex. In the case group, papaverine (0.1 or 0.2 cc) was injected locally within the subadventitia of artery and vein after proximal and distal control during AVF construction and in the control group, AVF construction was done routinely without papaverine injection. Results: Maturation time in case and control groups was 37.94 ± 11.49 and 44.23 ± 9.57 days, respectively (p=0.004). Hematoma was not seen in the case group but occurred in one patient in the control group. One patient of the case group developed venous hypertension. Four functional fistulas, 1 (1.8%) in the case group and 3 (5.5%) in the control group, failed to mature (p=0.618). Maturation rate did not differ between the two groups statistically (p=0.101). Conclusion: Local papaverine injection increased vessel diameter and blood flow, increasing shearing stress in both arterial and venous segment of recently created AVF. In this way, papaverine probably can decrease AVF maturation time without an increase in complications.

Resumo Introdução: A maturação da fístula arteriovenosa (FAV) é uma das principais preocupações em pacientes com doença renal terminal (DRT). Assim, é importante identificar estratégias para aumentar as taxas de sucesso e acelerar a maturação da fístula. O objetivo do presente estudo foi avaliar os efeitos da infiltração de papaverina sobre a maturação da FAV e suas taxas de sucesso. Método: O presente ensaio clínico randomizado incluiu 110 pacientes com DRT encaminhados para colocação de FAV. Os pacientes foram randomizados em bloco em função de idade e sexo e alocados nos grupos caso ou controle. Os indivíduos no grupo caso receberam infiltração local de papaverina (0,1 ou 0,2 ml) no plano da sub-adventícia da artéria e veia após o controle proximal e distal durante a construção da FAV. No grupo controle, a construção da FAV foi realizada rotineiramente sem infiltração de papaverina. Resultados: Os tempos de maturação dos grupos caso e controle foram 37,94 ± 11,49 e 44,23 ± 9,57 dias, respectivamente (p = 0,004). Foi observado hematoma em apenas um paciente do grupo controle. Um paciente do grupo caso desenvolveu hipertensão venosa. Quatro fístulas funcionais, uma (1,8%) no grupo caso e três (5,5%) no grupo controle, não amadureceram (p = 0,618). A taxa de maturação não diferiu estatisticamente entre os dois grupos (p = 0,101). Conclusão: A infiltração local de papaverina aumentou o diâmetro do vaso e o fluxo sanguíneo, elevando a tensão de cisalhamento nos segmentos arterial e venoso da FAV recentemente criada. Desta forma, a papaverina provavelmente consegue reduzir o tempo de maturação da FAV sem aumentar as complicações.
Descritores: Papaverina/farmacologia
Vasodilatadores/farmacologia
Derivação Arteriovenosa Cirúrgica/métodos
Falência Renal Crônica/cirurgia
-Papaverina/administração & dosagem
Trombose/etiologia
Vasodilatadores/administração & dosagem
Pressão Venosa
Derivação Arteriovenosa Cirúrgica/efeitos adversos
Estudos Prospectivos
Seguimentos
Diálise Renal
Resultado do Tratamento
Hematoma/etiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 55 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-631895
Autor: Barrera-Ramírez, Carlos Felipe; Escaned, Javier.
Título: Fisiología coronaria y su utilidad para el cardiólogo intervencionista: Medición invasiva de la presión y flujo coronarios / Coronary physiology and its usefulness for the interventionist cardiologist: Invasive measurement of coronary flow-pressure
Fonte: Arch. cardiol. Méx;75(3):335-349, jul.-sep. 2005. ilus, graf, tab.
Idioma: es.
Resumo: Una de las más importantes limitaciones de la angiografía coronaria es su incapacidad para determinar el impacto fisiológico de las estenosis coronarias moderadas. La medición de la presión y del flujo sanguíneo coronario nos brinda información valiosa que complementa la evaluación anatómica y facilitan la toma de decisiones en el laboratorio de cateterismo cardíaco. En esta revisión se discuten los conceptos fundamentales de la fisiología coronaria, así como la metodología y aplicación clínica de las técnicas de medición de presión y flujo coronarios.

One of the most important limitations of coronary angiography is the inability to characterize the physiological significance of an intermediate coronary stenosis. Measuring coronary blood flow and pressure provides unique information that complements anatomic evaluation and facilitates decision-making in the cardiac catheterization unit. This review discusses the fundamental concepts of coronary physiology, methodology, and clinical applications of coronary and flow measurements.
Descritores: Angioplastia Coronária com Balão
Cateterismo Cardíaco
Circulação Coronária
Doença das Coronárias/terapia
Estenose Coronária/fisiopatologia
Revascularização Miocárdica
-Velocidade do Fluxo Sanguíneo
Pressão Sanguínea/fisiologia
Angiografia Coronária
Circulação Coronária/efeitos dos fármacos
Circulação Coronária/fisiologia
Doença das Coronárias/fisiopatologia
Doença das Coronárias/cirurgia
Reestenose Coronária/fisiopatologia
Seguimentos
Infusões Intravenosas
Modelos Cardiovasculares
Estudos Multicêntricos como Assunto
Estudos Prospectivos
Papaverina/administração & dosagem
Papaverina/farmacologia
Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto
Risco
Fatores de Risco
Stents
Fatores de Tempo
Vasodilatadores/administração & dosagem
Vasodilatadores/farmacologia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Revisão
Responsável: MX1.1 - CENIDSP - Centro de Información para Decisiones en Salud Pública


  5 / 55 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Venezuela
Texto completo
Id: lil-518687
Autor: Urich, Daniela; Trejo, Humberto; Pezzulo, Alejandro; Caraballo, Juan Carlos; Gutiérrez, Jeydith; Castro, Ignacio; Sánchez-de León, Roberto.
Título: Efecto de la hipocapnia/alcalosis sobre la tasa de filtración de líquidos en pulmones aislados y perfundidos de conejos / Effect of hypocapnia/alkalosis on the fluid filtration rate in isolated and perfused rabbit lungs
Fonte: Invest. clín;49(2):181-193, jun. 2008. ilus, tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: La hipocapnia/alcalosis es una situación que se presenta como consecuencia de diversas patologías pulmonares o metabólicas. El objetivo de este estudio fue determinar si el aumento de la tasa de filtración de liquido (TFL) que ocurre bajo estas circunstancias, está determinado por la hipocapnia, la alcalosis o la suma de ambas. Se realizaron 7 grupos (n=36), utilizando pulmones aislados de conejos. Grupo 1: Control (PCO2 6 por ciento, pH: 7,35-7,45); Grupo 2 (n=6): Hipocapnia/Alcalosis (CO2 1 por ciento, pH: 7,9); Grupo 3 (n=6): Hipocapnia/Normo-pH (CO2 1 por ciento pH 7,35-7,45), Grupo 4 (n=6) Normocapnia/Alcalosis (CO2 6 por ciento, pH: 7,9). En los grupos 5, 6 y 7 (n=4), todos bajo condición de Normocapnia/Alcalosis se añadió fenoterol, papaverina, e hidrocortisona respectivamente. La TFL y la presión de arteria pulmonar (Pap) fueron considerablemente mayores en el grupo 2 que en el control (TFL:1,92g/min ± 0,6 vs 0,0g/min ± 0,006), observándose una marcada influencia del pH, al comparar el grupo 3 y el grupo 4 (TFL: 0,02g/min ± 0,009 vs 2,3g/min ± 0,9) y (Pap: 13,5 cmH2O ± 1,4 vs 90 cmH2O ± 15). Se observó una disminución del efecto en los grupos 5 y 6 (papaverina e hidrocortisona) y su abolición total con fenoterol (grupo 7) (TFL: 0,001 ± 0,0003 g/min y Pap: 14 ± 0,8 cmH2O). El edema pulmonar inducido por Hipocapnia/Alcalosis es consecuencia principalmente de la alcalosis y no de la hipocapnia. Dicho efecto podría ser debido a un daño inflamatorio a nivel del parénquima y a la vasoconstricción causada por la alcalosis.
Descritores: Alcalose
Edema Pulmonar/patologia
Fenoterol
Hidrocortisona
Hipocapnia
Papaverina
Limites: Animais
Coelhos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  6 / 55 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Chalela, William Azem
Chalela, William Azem
Moffa, Paulo Jorge
Id: lil-444377
Autor: Chalela, William Azem; Oliveira, Charles Garcia de.
Título: Estresse farmacológico: farmacologia dos principais agentes químicos estressantes do sistema cardiovascular / Stress pharmacologt: pharmacology chief agents chemical stress cardiovascular system
Fonte: In: Chalela, William Azem; Moffa, Paulo Jorge; Meneghetti, José Caludio. Estresse cardiovascular: princípios e aplicações clínicas. São Paulo, Roca, 2004. p.275-284.
Idioma: pt.
Descritores: Estresse Fisiológico
Teste de Esforço/métodos
-Adenosina/análise
Adenosina/história
Farmacologia
Papaverina/análise
Papaverina/história
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Livro-Texto
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt
BR44.1; W5, C436e


  7 / 55 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-441490
Autor: Nascimento, Andréia Peraro do.
Título: Desenvolvimento e validação de metodologia para medicamentos contendo dipirona sódica e cloridrato de papaverina isolados e em associação / Development and validation of the methodology for drugs with dipyrone sodium and papaverine hydrochloride alone and association.
Fonte: São Paulo; s.n; 2005. 141 p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A dipirona sódica em associação com o cloridrato de papaverina é usada como medicamento analgésico e antiespasmódico. O objetivo desta pesquisa doi o desenvolvimento e validação de métodos analíticos para a determinação de dipirona sódica e cloridrato de papaverina em preparações farmacêuticas. A solução oral contendo dipirona sódica isolada e a solução oral contendo a associação de diperinona sódica e cloridrato de papaverina foram determinadas por cromatografia líquida de alta eficiência, com as condições padronizadas: Coluna cromatográfica: Supelcosil C18 - LCPH (250 mm X 4,6 mm, 5'mü'm) Supleco e pré - coluna C -18 (20 X 4,6 mm, 5'mü'm) Supelco, fase móvel: água: acetronila: metanol (70: 20: 10) trietilamina 0,3 porcento e pH: 3,0 ajustado com ácido ortofosfórico, vazão de 0,7 mL/min e detecção no UV a 254 nm...
Descritores: Analgésicos
Anti-Inflamatórios
Dipirona
Dor
Papaverina
Preparações Farmacêuticas
-Química Farmacêutica
Cromatografia Líquida de Alta Pressão
Farmacocinética
Espectrofotometria Ultravioleta
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; 615.19015, N244d


  8 / 55 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-431616
Autor: Muiño, Manuel; Pereira, Hellen; Guaiquirian, Luis; Rojas, José; Roquet, Luis; Castillo, Metodio; Márquez, Irving; Buitriago, Manuel.
Título: Calidad de vida sexual del paciente lesionado medular: protocolo de trabajo / Sexual life quality of patients with spine injury: work out protocol
Fonte: Rev. venez. urol;50(1):22-24, ene.-jun. 2004. graf.
Idioma: es.
Resumo: Se realizó un protocolo de trabajo en pacientes con lesión medular completa (ASIA A) y nivel de lesión entre T 4 hasta L 2, cuya etiología de la lesión fuera traumática y sin enfermedad concomitante, se utilizó medicación intracavernosa titulada de Alprostadil y Papaverina, obteniendo como resultado una respuesta adecuada a dosis de 5 mgr de papaverina en el 72,1 por ciento de los estudiados, requirieron 10mgr de Papaverina un 23,3 por ciento de los estudiados y 20mgr un 4,6 por ciento de los evaluados. Con respecto al Alprostadil el 89,5 por ciento de los estudiados obtuvieron respuesta adecuada con 5µg y 10.5 por ciento requirieron 10 µg. El 79,1 por ciento alegaron preferir la Papaverina con respecto al Alprostadil. Las razones esgrimidas fueron económicas 58,8 por ciento fácil titulación 32,4 por ciento, otras 8,8 por ciento
Descritores: Alprostadil
Disfunção Erétil
Papaverina
Traumatismos da Medula Espinal
-Urologia
Venezuela
Limites: Masculino
Humanos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  9 / 55 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-431019
Autor: Sobral, Marcelo Luiz Peixoto; Santos, Gilmar Geraldo dos; Santos, Luis Alberto Saraiva; Haddad, Victor Luiz Santos; Avelar Júnior, Silas Fernandes de; Stolf, Noedir Antonio Groppo.
Título: Estudo comparativo randomizado da evolução imediata dos pacientes com artéria radial anastomosada proximalmente na aorta ou como enxerto composto / Comparative randomized study of the immediate outcomes of patients with radial arteries proximally anastomosed to the aorta or as a composite graft
Fonte: Rev. bras. cir. cardiovasc;21(1):35-41, jan.-mar. 2006. tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: A artéria radial (AR) tem sido largamente empregada na revascularização do miocárdio (RM), porém a diferença da anastomose proximal na aorta ou em enxerto composto com a artéria torácica interna esquerda (ATIE) ainda é controversa. Avaliamos os resultados clínicos imediatos do uso da artéria radial (AR) anastomosada proximalmente na aorta ou como enxerto composto em "Y" com a ATIE. MÉTODO: Cem pacientes foram randomizados e submetidos à RM no Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, no período de novembro de 1999 a março de 2001. Nos pacientes do Grupo I (GI), a AR foi anastomosada proximalmente na aorta e, nos pacientes do Grupo II (GII), a AR foi anastomosada na ATIE. A veia safena (VS) autógena foi usada quando necessário. RESULTADOS: Os grupos I e II mostraram-se homogêneos quanto às características pré-operatórias. A mortalidade imediata total foi de 1,0 por cento (GI 2,0 por cento e GII 0,0 por cento) - p =1,00. O número de artérias coronárias anastomosadas por paciente foi de 3,0+0,12, no GI e de 2,82+0,12, no GII (p=0,29). Os pacientes do GII apresentaram tempo de circulação extracorpórea (CEC) menor do que do GI (p=0,0001). Não houve diferença significativa entre as outras variáveis peri-operatórias estudadas. CONCLUSAO: Os pacientes apresentaram resultados clínicos semelhantes quando a AR foi anastomosada proximalmente na aorta ou como enxerto composto em "Y" na ATIE, e a anastomose proximal na ATIE não aumenta os riscos de complicações imediatas.
Descritores: Anastomose Cirúrgica
Revascularização Miocárdica/instrumentação
-Diltiazem/administração & dosagem
Papaverina/isolamento & purificação
Artéria Radial
Limites: Humanos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  10 / 55 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-427923
Autor: Jiménez, Carlos M; Vargas, Sergio; Correa, Ramiro.
Título: La terapia endovascular: una nueva alternativa en el tratamiento del vasoespamo cerebral asociado a la hemorragia subaracnoidea espontánea / Endovascular therapy: new al ternative for treatment of cerebral vasospasm associated with spontaneous subarachnoid hemorrhage
Fonte: Iatreia;11(4):191-196, dic. 1998. ilus.
Idioma: es.
Resumo: EI vasoespasmo cerebral es la principal causa tratable de muerte e incapacidad por hemorragia subaracnoidea espontánea secundaria a la ruptura de un aneurisma cerebral. Sin embargo, su tratamiento ha sido tradicionalmente frustrante, con resultados desalentadores. A pesar de que aún no se han aclarado del todo los mecanismos fisiopatológicos a través de los cuales ocurre este intrigante fenómeno, en los últimos 9 años, paralelamente al desarrollo de las técnicas endovasculares para el tratamiento de las enfermedades cerebrovasculares, han surgido nuevas alternativas en el manejo del vasoespasmo cerebral. Entre ellas se destacan el uso intraarterial de papaverina y la angioplastia con balón de los vasos cerebrales. Se presenta una revisión del estado actual de estos novedosos instrumentos terapéuticos, así como el reporte de un caso en el cual usamos la papaverina intraarterial en el tratamiento del vasoespasmo quese presentó durante un procedimiento endovascular para excluir un aneurisma de la arteria cerebral media.
Descritores: Angioplastia
Infarto Cerebral
Papaverina
Vasoespasmo Intracraniano
Responsável: CO56.1 - Biblioteca



página 1 de 6 ir para página                
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde