Base de dados : LILACS
Pesquisa : D03.383.129.462.620 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2 [refinar]
Mostrando: 1 .. 2   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 2 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-931303
Autor: Pinheiro, Diana Célia Sousa Nunes.
Título: Estudo do tráfego linfocitário e sua modulação em camundongos, in vivo.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 1995. vii,118 p. graf, tab.
Idioma: pt; pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal Fluminense. Curso de Pós-Graduação em Patologia Experimental para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Uma compreensão aprofundada dos mecanismos envolvidos na migração linfocitária e na sua modulação, permitiria que essas células fossem direcionadas artificialmente. Isto poderia impedir sua entrada e acúmulo em sítios indesejáveis (como por exemplo, órgãos alvo em doenças auto-imunes ou órgãos transplantados) ou, alternativamente, seria possível facilitar sua em uma situação em que o acúmulo de células efetoras funcionais fosse mandatório, como seria o caso de tumores. No presente trabalho este problema foi abordado estabelecendo-se, inicialmente, um sistema de estudo para padronização da distribuição do trêfego linfocitário, em camundongos normais, e em seguida procurou-se uma possibilidade de modular este tráfego. Foram utilizadas células linfóides marcadas com51 Cr e injetadas por via endovenosa. Duas substâncias, o antiinflamatório não esteróide Indometacina (INDO) e o agente imunossupressor Ciclosporina A (CS-A) foram utilizadas com o objetivo de verificar se seria possível modular esta distribuição linfocitária normal ou em situações inflamatórias desencadeadas por uma reação de sensibilidade de contato e por indução de tumor. CS-A foi capaz de alterar a migração linfocitária, em situações fisiológicas, para o intestino e timo enquanto INDO apenas induziu uma inibição da migração de linfoblastos periféricos para o timo. CS-A aumentou a permeabilidade do timo a linfoblastos periféricos e induziu um maior acúmulo de linfoblastos mesenféricos no intestino. Por outro lado, o tratamento de infiltrados inflamatórios com CS-A produziu efeitos paradoxais. CS-A inibiu o acúmulo de linfoblastos em tumores em pleno crescimento, mas só foi capaz de inibir parcialmente e tardiamente a entrada de células em lesões pelo sesibilizante de contato Oxazolona (OXA). Nas mesmas condições, INDO tem efeito comparável ao de CS-A, nas lesões induzidas por OXA. O tratamento deste infiltrado inflamtorio com ambas, CS-A e INDO não modificaram o efeito exercido por nenhuma delas, considerado isoladamente. O tratamento experimental com radiação, por si mesmo, induziu alterações na migração de células para o baço, LNM, intestino, pele, pulmão e timo. Tal tratamento levou ao acúmulo de linfoblastos no intestino e timo e, surpreendentemente, CS-A produziu um aumento considerável na ligração linfocitária para o intestino e timo de animais irradiados, mostrando um efeito sinergístico, sugerindo que o acúmulo dessas células nos vários modelos resulta de mecanismos diversos e que o uso de CSA não pode ser considerado de maneira exclusiva em inflamatórios de risco de linfócitos.

A better understanding of the mechanism involved on lymphocyte migration and modulation might allow these cells to be artificially directed. This could hinder the entrance and accumulation of these cells at inconvenient sites (target organs in autoimmune diseases or transplanted organs, for example) or alternatively, it woud be possible to facilitade their entrance in situations in which the accumulation of effector functional cells were mandatory as it would be case for tumors. In the present work this problem was dealt with, by initially establishing a system 1· of study to standardize the distribution of the lymphocyte traffic in normal mice and then ; it has been searched a manner of modulating such traffic. Lymphoid cells labeled with 51Cr and intravenously injected have been utilized. Two substances, the anti-inflammatory non steroid - Indometacin (INDO) and the immunosupressor agent - Cyclosporin A (CS-A), were utilized in order to verify the posibility of modulating lymphocyte distribution at inflammatory situations induced by several stimuli. CS-A has been able to alter the lymphocyte migration, in physiological situations, towards gut and thymus whereas INDO only induced an inhibition of the peripheric lymphoblasts migration towards the thymus. CS-A increasing thymus permeability to peripheric Iymphoblasts and induced a higher accumulation of mesenteric lymphoblasts in the gut. On the other hand, treatment of inflammatory infiltrates with CS-A produced paradoxical effects. CS-A inhibited the accumulation of lymphocytes in developing tumors but it was only able to inhibit the entrance of cells in lesions induced by Oxazolone (OXA), partially and at late stage. In the same conditions, INDO has comparable effect as CS-A, in lesions induced by OXA. The treatment of this inflammatory infiltrate with both CS-A and INDO did not modify the effect exerted by either of them, considered isolately. The experimental treatment with radiation, induced, on its own, modifications in the migration of cells towards spleen, mesenteric lymph nodes, gut, lungs and thymus. Such treatment led to the accumulation oflymphoblasts in the gut and surprisingly, CS-A promoted a considerable increase of the lymphocyte migration towards the gut and the thymus of irradiated animals, suggesting that such cell accumulation in the several models results from diverse mechanisms and that the use of CS-A canot be considered in an exclusive way on infiltrates rich with lymphocytes.
Descritores: Ciclosporina
Indometacina
Linfócitos
-Camundongos
Oxazolona
Limites: Animais
Camundongos
Responsável: BR440.4 - Biblioteca
BR440.1; 611.0185, P654e T, HCI


  2 / 2 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-162763
Autor: Goto, Hiro.
Título: Modulaçåo da resposta imune induzida por ciclofosfamida em Leishmaniose expeimental de Hamster / Effect of Cyclophosphamide in the modulation of immune response in the experimental Leishmaniose of the Hamster
Fonte: Rev. patol. trop;15(1):35-82, jan.-abr. 1986.
Idioma: pt.
Resumo: Estudou-se a resposta imune da leishmaniose visceral em hamsteres inoculados com (10) x (7) amastigotas da Leishmania sp. cepa 70 por via intraperitonial. As alteraçöes imunológicas encontradas foram: produçåo de anticorpos anti-leishmânia, aumento da densidade linfocitária na zona B-dependente e reaçåo de hipersensibilidade tardia específica negativa. A modulaçåo da resposta imune com o uso da ciclofosfamida mostrou uma diminuiçåo no nível de anticorpos anti-leishmânia, depleçåo linfocitária da zona B-dependente, aparecimento da reaçåo de leishmania e sugeriu a existência de célula reguladora da reaçåo de hipersensibilidade tardia, sensível à ciclofosfamida, em hamster
Descritores: Formação de Anticorpos
Cricetinae/parasitologia
Ciclofosfamida
Leishmania donovani/fisiologia
Leishmaniose Visceral/imunologia
Interações Hospedeiro-Parasita
-Linfócitos B
Dinitrofluorbenzeno
Hematoxilina
Hipergamaglobulinemia
Fígado
Macrófagos
Camundongos Endogâmicos BALB C
Neutrófilos
Oxazolona
Baço
Linfócitos T
Limites: Animais
Camundongos
Responsável: BR584.1 - Biblioteca Central BSCAN



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde