Base de dados : LILACS
Pesquisa : D03.383.129.539.850.077.150 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 226 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 23 ir para página                         

  1 / 226 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-964177
Autor: Lima, Isamara Fernandes de; Jurca, Juliana; Santos, Lucas Leonardo Gonçalves de Souza; Furlan, Márcia Lúcia de Souza.
Título: Volume de dipirona para via oral versus tipo de conta-gotas, temperatura e ângulos de gotejamento / The volume of dipyrone for oral use versus dropper type, temperature and drip angles / Volumen de dipirona (metamizol) para vía oral versus tipo cuentagotas, temperatura y ángulo de goteo
Fonte: Rev. enferm. UERJ;26:e12706, jan.-dez. 2018. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: determinar as diferenças entre volume e número de gotas de dipirona (via oral) por mililitro controlando algumas variáveis. Método: trata-se de um estudo experimental, com abordagem quantitativa, que foi realizado a partir de dados obtidos em experimentos realizados em laboratório, com dois tipos de conta-gotas, temperaturas de 5o e 35o Celsius, além da temperatura ambiente (30o Celsius), de laboratório e os ângulos de 90°, 60° e 45° utilizados para dispensar dipirona. Resultados: com base nos dados coletados, considerou-se que o ângulo de maior confiança para atingir o volume de 20 gotas por cada ml é o ângulo de 90o com o conta-gotas de vidro; em relação à temperatura, a maior confiança no volume de gotas desejado foi alcançada no intervalo de 5o e 30oCelsius. Conclusão: os resultados indicam a necessidade de seguir rigorosamente as orientações do fabricante para que se possa atingir a dose certa na administração de medicamento.

Objective: to determine the differences between volume and number of drops of dipyrone (oral) per milliliter, while controlling some variables. Method: this study applied quantitative analysis to data obtained in laboratory experiments with two types of droppers, temperatures of 5o and 35o Celsius, in addition to ambient temperature (30o Celsius), and the 90°, 60° and 45° angles used to dispense dipyrone. Results: based on the data collected, it was considered that, with the glass dropper, the angle of greatest confidence to achieve the volume of 20 drops per ml is 90o. In relation to temperature, the highest confidence in the desired volume of drops was achieved in the 5o to 30o Celsius interval. Conclusion: the results indicate the need to follow manufacturer's guidelines strictly, so as to achieve the correct dose for drug administration.

Objetivo: determinar las diferencias entre volumen y número de gotas de dipirona (vía oral) por mililitro controlando algunas variables. Método: se trata de un estudio experimental, con enfoque cuantitativo realizado con datos obtenidos en experimentos realizados en laboratorio, con dos tipos de cuentagotas, temperaturas de 5o y 35o Celsius, temperatura ambiente (30° Celsius) de laboratorio y los ángulos de 90°, 60° y 45° para gotear dipirona. Resultados: con base en los datos recolectados, se consideró que el ángulo de mayor confianza para alcanzar el volumen de 20 gotas por cada ml es el ángulo de 90o con el cuentagotas de vidrio. Respecto a la temperatura, la mayor confianza en el volumen de gotas deseado fue alcanzada en el intervalo de 5o y 30o Celsius. Conclusión: los resultados indican la necesidad de seguir rigurosamente las orientaciones del fabricante para alcanzar la dosis correcta en la administración de medicamentos.
Descritores: Preparações Farmacêuticas/administração & dosagem
Dipirona/administração & dosagem
Dano ao Paciente
Cuidados de Enfermagem
-Brasil
Epidemiologia Experimental
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  2 / 226 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Mazzanti, Alexandre
Texto completo
Id: biblio-1279526
Autor: Ferrarin, Dênis A; Schwab, Marcelo L; Wrzesinski, Mathias R; Ripplinger, Angel; Rauber, Júlia S; Santos, Anne G. C; Aiello, Graciane; Mazzanti, Alexandre.
Título: The need for opioid in the postoperative analgesia of dogs undergoing hemilaminectomy due to intervertebral disc extrusion / A necessidade de opioide na analgesia pós-operatória de cães submetidos à hemilaminectomia devido à extrusão do disco intervertebral
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;41:e06825, 2021. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: CNPq; . CAPES.
Resumo: The aim of this study was to evaluate the postoperative analgesic effect of protocols with and without the opioid methadone in dogs with intervertebral disc extrusion undergoing decompressive surgery. Sixteen paraplegic dogs with preserved nociception underwent hemilaminectomy/disc fenestration and were randomly assigned to two groups. The analgesic protocol consisted of methadone, meloxicam and dipyrone in Group I (G1), and meloxicam and dipyrone in Group II (G2). The animals were blindly assessed by two observers, using the visual analogue scale (VAS) and the short-form Glasgow Composite Measure Pain Scale (CMPS-SF). Assessments occurred every 2 hours during first 24 hours post-surgery, and every 4 hours afterwards. There was no statistical difference among groups regarding pain scores or analgesic rescues. Both analgesic protocols provided analgesia in the initial 48 hours postoperatively, demonstrating that opioids are not necessary in the postoperative period of dogs undergoing hemilaminectomy and disc fenestration.(AU)

O objetivo deste estudo foi avaliar a analgesia pós-operatória de protocolos com e sem o opioide metadona em cães com extrusão de disco intervertebral submetidos à descompressão cirúrgica. Dezesseis cães paraplégicos com presença de nocicepção foram submetidos à hemilaminectomia/fenestração de disco e distribuídos aleatoriamente em dois grupos. No Grupo I (G1), o protocolo analgésico consistiu em metadona, meloxicam e dipirona e, no Grupo II (G2), por meloxicam e dipirona. Os pacientes foram avaliados de maneira cega por dois avaliadores, com base na escala visual analógica (EVA) e na escala simplificada composta de dor de Glasgow (CMPS-SF). As avaliações ocorreram a cada 2 horas durante as primeiras 24 horas de pós-operatório e, por mais 24 horas, a cada 4 horas. Não houve diferença estatística entre os grupos avaliados em relação à escores de dor e nem a necessidade de resgate analgésico. Ambos os protocolos promoveram analgesia nas 48 horas iniciais de pós-operatório, demonstrando não haver a necessidade do uso de opioide em cães submetidos à hemilaminectomia e fenestração de disco.(AU)
Descritores: Período Pós-Operatório
Cães/cirurgia
Analgesia
Disco Intervertebral
-Dipirona
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 226 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-782028
Autor: Ferreira, Karen dos Santos; Oliver, Gabriela Zucatto; Thomaz, Débora Carinhato; Teixeira, Caroliny Trevisan; Foss, Maria Paula.
Título: Cognitive deficits in chronic pain patients, in a brief screening test, are independent of comorbidities and medication use / Déficits cognitivos em pacientes com dor crônica, em uma avaliação breve de triagem, são independentes de comorbidades e uso de medicações
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;74(5):361-366, May 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective To describe and analyze cognitive aspects in patients with chronic pain and a control group without pain. Method A case-control study was conducted on 45 patients with chronic pain and on 45 control subjects. Data including pain diagnosis, comorbidities and medication used, were evaluated. Cognitive tests, such as the Montreal Cognitive Assessment (MoCA), Verbal Fluency Test, Clock Drawing Test and Stroop Test, were applied. Results Patients with chronic pain showed a poorer performance, as shown by the scores of the MoCA test (p < 0.002), Verbal Fluency Test (p < 0.001), Clock Drawing Test (p = 0.022) and Stroop Test (p < 0.000). Chronic pain variable (p = 0.015, linear regression model) was an independent factor for results obtained with the MoCA. Conclusion Patients with chronic pain showed a poorer performance in a brief screening test for cognitive impairment not related to confounding variables, as comorbidities and pain-medication use.

RESUMO Objetivo Descrever e analisar aspectos cognitivos em pacientes com dor crônica e um grupo controle sem dor. Método Um estudo de caso-controle foi conduzido em 45 pacientes com dor crônica e 45 controles. Dados incluindo diagnóstico da dor, comorbidades e medicações utilizadas foram avaliados. Foram aplicados testes cognitivos, tais comoMontreal Cognitive Assessment, Teste da Fluência verbal, Teste do relógio e Teste de Stroop. Resultados Pacientes com dor crônica apresentaram uma pior performance, em scores do MoCA (p < 0.002), Fluência verbal (p < 0.001), Teste do relógio (p = 0.022) e Stroop (p < 0.000). Dor crônica (p = 0.015, modelo de regressão linear) foi um fator independente para os piores resultados obtidos no MoCA. Conclusão Pacientes com dor crônica apresentaram uma pior performance em uma avaliação breve para comprometimento cognitivo, não relacionada a variáveis confundidoras, como comorbidades e medicações utilizadas para dor.
Descritores: Dor Crônica/epidemiologia
Disfunção Cognitiva/epidemiologia
-Medição da Dor
Estudos de Casos e Controles
Comorbidade
Dipirona/uso terapêutico
Fatores de Confusão Epidemiológicos
Escolaridade
Dor Crônica/complicações
Dor Crônica/diagnóstico
Dor Crônica/tratamento farmacológico
Disfunção Cognitiva/complicações
Disfunção Cognitiva/diagnóstico
Antidepressivos/uso terapêutico
Testes Neuropsicológicos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 226 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1093102
Autor: Dalia León Paz, Kenia; Ortiz Sánchez, Yurisnel; Capote Guerrero, Guillermo.
Título: Analgesia preventiva con diclofenaco endovenoso en niños operados por cirugía general de forma electiva / Preventive analgesia with intravenous diclofenac for elective paediatric general surgery
Fonte: Rev. cuba. anestesiol. reanim;18(2):e548, mayo.-ago. 2019. tab.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: El dolor es un síntoma tan antiguo como la propia humanidad y ha formado parte inseparable de esta. Objetivo: Evaluar la efectividad de la analgesia preventiva con diclofenaco en el dolor posoperatorio en niños operados por cirugía general electiva. Método: Se realizó un estudio prospectivo, cuasiexperimental, en 230 niños operados por cirugía general electiva. La muestra se distribuyó en dos grupos; analgesia preventiva con diclofenaco (grupo estudio), versus dipirona por vía rectal (grupo control). Las variables analizadas fueron intensidad del dolor, modificaciones hemodinámicas, evolución clínica y eventos adversos. Resultados: En ambos grupos prevalecieron los pacientes entre los 6 y 10 años de edad. En el grupo estudio, el dolor apareció a partir de las 6 h después de la operación, en solo 23 pacientes. No así en el grupo control que desde las 4 h, 19 pacientes refirieron dolor. En el grupo estudio los 23 pacientes tuvieron aproximadamente 2 h de duración del dolor y de ellos, solo 4 con intensidad severa; mientras que en el control 65 refirieron 2 h de dolor y el resto lo refirieron durante 4 h a pesar del rescate analgésico. Nueve de ellos, presentaron intensidad severa. Algunos pacientes presentaron modificaciones de la tensión arterial, frecuencia cardiaca y respiratoria asociadas al dolor. Los efectos adversos frecuentes fueron náuseas y vómitos. Conclusiones: La administración preventiva de diclofenaco disminuye la intensidad del dolor posoperatorio en los procedimientos quirúrgicos de cirugía general electiva en niños(AU)

Introduction: Pain is a symptom as old as humanity itself and has been an inseparable part of it. Objective: To evaluate the effectiveness of preventive analgesia with diclofenac for postoperative pain in elective paediatric general surgery. Methods: A prospective, quasi-experimental study was carried out with 230 children who underwent elective general surgery. The sample was divided into two groups: preventive analgesia with diclofenac (study group) versus dipyrone by the rectal way (control group). The variables analyzed were pain intensity, hemodynamic modifications, clinical evolution and adverse events. Results: In both groups, patients aged 6-10 years of age prevailed. In the study group, pain onset occurred at 6 hours after surgery, in only 23 patients; not being that way in the control group, in which, at 4 hours, 19 patients reported pain. In the study group, the 23 patients had approximately 2 hours of pain duration and, among them, only 4 hours with severe intensity; while in the control group, 65 patients reported 2 hours of pain and the rest referred it for 4 hours despite the analgesic rescue. Nine of them presented severe intensity. Some patients presented changes in blood pressure, heart rate and breathing associated with pain. The frequent adverse effects include nausea and vomiting. Conclusions: The preventive administration of diclofenac decreases the intensity of posoperative pain in surgical procedures of elective paediatric general surgery(AU)
Descritores: Dor Pós-Operatória/prevenção & controle
Dor Pós-Operatória/epidemiologia
Diclofenaco/uso terapêutico
Dipirona/uso terapêutico
Analgesia/métodos
-Estudos Prospectivos
Ensaios Clínicos Controlados não Aleatórios como Assunto
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  5 / 226 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-991381
Autor: Arellano, Javier; Vargas, Pablo; Martínez, Claudia; Chahuan, Marco; Corredoira, Yamile.
Título: Síndrome de DRESS con compromiso pulmonar extenso: una presentación inhabitual / Drug rash with eosinophilia and systemic symptoms or DRESS syndrome: report of one case
Fonte: Rev. méd. Chile;147(1):114-118, 2019. graf.
Idioma: es.
Resumo: Drug rash with eosinophilia and systemic symptoms or DRESS Syndrome is a rare, serious and potentially fatal adverse drug reaction. It is characterized by widespread morbilliform and edematous skin lesions, associated with eosinophilia, lymphadenopathy and internal organ involvement and unusually associated with pulmonary symptoms. We report a 47-year-old male with DRESS syndrome, manifested with typical skin lesions and extensive pulmonary involvement, responding satisfactorily to systemic corticosteroids.
Descritores: Doenças Pulmonares Intersticiais/induzido quimicamente
Doenças Pulmonares Intersticiais/patologia
Síndrome de Hipersensibilidade a Medicamentos/patologia
-Penicilina G Benzatina/efeitos adversos
Dipirona/efeitos adversos
Resultado do Tratamento
Corticosteroides/uso terapêutico
Doenças Pulmonares Intersticiais/tratamento farmacológico
Antipiréticos/efeitos adversos
Síndrome de Hipersensibilidade a Medicamentos/tratamento farmacológico
Antibacterianos/efeitos adversos
Limites: Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  6 / 226 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1160809
Autor: Bengió, Raquel.
Título: Problemas hematológicos por automedicación / Hematologic problems by self-medication
Fonte: Bol. Acad. Nac. Med. B.Aires;(supl):89-98, jul. 1992. tab.
Idioma: es.
Conferência: Apresentado em: Simposio: Automedicación, Buenos Aires, 3-4 dic. 1992.
Descritores: Agranulocitose/epidemiologia
Agranulocitose/induzido quimicamente
Agranulocitose/mortalidade
Anemia Aplástica/epidemiologia
Anemia Aplástica/induzido quimicamente
Anemia Aplástica/mortalidade
Aspirina/efeitos adversos
Automedicação
Dipirona
-Doenças Hematológicas
Leucopenia/induzido quimicamente
Limites: Masculino
Feminino
Humanos
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas


  7 / 226 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-777416
Autor: Juste, Jose F. Martínez; Garces, Tomas Ruiz; Enguita, Rafael Gonzalez; Blasco, Pedro Cia; Trallero, Jara Altemir.
Título: Cardiac complications in a metamizole-induced type I Kounis syndrome / Complicações cardíacas em síndrome de Kounis tipo I induzida por metamizol
Fonte: Rev. bras. anestesiol;66(2):194-196, Mar.-Apr. 2016.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Kounis syndrome is defined as the coincidental occurrence of allergic reaction and acute coronary syndrome secondary to vasospasm. Anti-inflammatory drugs are included as one of the multiple causes. Current data available about this syndrome come from case reports. We present the case of a patient who suffered Kounis syndrome with cardiogenic shock and asystole after intravenous infusion of Metamizole, and in which no lesions were observed in coronariography.

RESUMO A síndrome de Kounis é definida como a ocorrência concomitante de reação alérgica e síndrome coronariana aguda secundária ao vasoespasmo. Os medicamentos anti-inflamatórios estão incluídos como uma das múltiplas causas. Os dados atuais disponíveis sobre essa síndrome são provenientes de relatos de caso. Relatamos o caso de um paciente que apresentou síndrome de Kounis com choque cardiogênico e assistolia após infusão intravenosa de metamizol e no qual não foram observadas lesões na coronariografia.
Descritores: Dipirona/efeitos adversos
Vasoespasmo Coronário/induzido quimicamente
Hipersensibilidade a Drogas/etiologia
Síndrome Coronariana Aguda/induzido quimicamente
-Choque Cardiogênico/induzido quimicamente
Síndrome
Infusões Intravenosas
Anti-Inflamatórios não Esteroides/administração & dosagem
Anti-Inflamatórios não Esteroides/efeitos adversos
Dipirona/administração & dosagem
Angiografia Coronária/métodos
Limites: Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 226 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1057480
Autor: Barros, Guilherme Antonio Moreira de; Calonego, Marco A. Marchetti; Mendes, Rannier F; Castro, Raphael A. M; Faria, João F. G; Trivellato, Stella A; Cavalcante, Rodney S; Fukushima, Fernanda B; Dias, Adriano.
Título: The use of analgesics and risk of self-medication in an urban population sample: cross-sectional study / Uso de analgésicos e o risco da automedicação em amostra de população urbana: estudo transversal
Fonte: Rev. bras. anestesiol;69(6):529-536, nov.-Dec. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background and objectives: There are few data in the literature characterizing the pattern of analgesic use in Latin American countries, including Brazil. Little is known about the undertreatment of pain and its influence on the habit of self-medication with analgesics. The aim of this study is to define the pattern of analgesic use among chronic pain patients and its potential association with self-medication with analgesics. Method: Cross-sectional observational study with an urban population sample. Chronic pain was defined as a pain lasting for at least 90 days. The study was approved by the Research Ethics Committee of the institution. Results: 416 subjects were included; 45.7 % (n = 190) had chronic pain, with females (72.3 %; p = 0.04) being the most affected. Self-medication with analgesics is practiced by 78.4% of patients with chronic pain. The most common current analgesic treatment consists of non-steroidal anti-inflammatory drugs (dipyrone and acetaminophen). Weak opioids are rarely used and only 2.6% of subjects with chronic pain were taking these analgesics. None of the subjects were taking potent opioids. Conclusions: The practice of self-medication with analgesics is frequent among patients with chronic pain, which may be due to the underprescription of more potent analgesics, such as opioids. It can also be said that, given the data presented, there is no crisis of recreational opioid use in the studied population.

Resumo Justificativa e objetivos: Há poucos dados na literatura que caracterizam o padrão de uso de analgésicos na América Latina e no Brasil. Também se sabe pouco sobre o subtratamento da dor e sua influência no hábito de automedicação analgésica. O objetivo desta pesquisa é definir o padrão de uso de analgésicos entre os portadores de dor crônica (DC) e a sua potencial associação à automedicação analgésica. Método: Estudo observacional transversal com amostra de população urbana. A dor crônica foi definida como aquela presente por pelo menos 90 dias. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa institucional. Resultados: Foram incluídos 416 indivíduos; 45,7% (n = 190) portadores de dor crônica, sendo os do sexo feminino (72,3%; p = 0,04) os mais acometidos. A automedicação analgésica é praticada por 78,4% dos portadores de dor crônica. O tratamento analgésico vigente mais frequente é composto pelos anti-inflamatórios não esteroides (AINES), dipirona e paracetamol. Os opioides fracos são pouco usados e apenas 2,6% dos indivíduos com dor crônica fazem uso desses analgésicos. Nenhum dos indivíduos estava em uso de opioides potentes. Conclusões: A prática de automedicação analgésica é frequente entre os portadores de dor crônica, o que pode ser consequência da pouca prescrição de analgésicos mais potentes, como os opioides. Pode-se também dizer que, pelos dados apresentados, não ocorre uma crise de uso recreativo de opioides na população estudada.
Descritores: Automedicação/estatística & dados numéricos
Dor Crônica/tratamento farmacológico
-População Urbana/estatística & dados numéricos
Brasil
Anti-Inflamatórios não Esteroides/administração & dosagem
Dipirona/administração & dosagem
Estudos Transversais
Analgésicos/administração & dosagem
Acetaminofen/administração & dosagem
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 226 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1058046
Autor: Besen, Bruno Adler Maccagnan Pinheiro; Nassar Júnior, Antonio Paulo; Lacerda, Fábio Holanda; Silva, Carla Marchini Dias da; Souza, Vanessa Tota de; Martins, Eliana Vieira do Nascimento; Lopes, Ana Tarina Alvarez; Brandão, Carlos Eduardo; Oliveira, Lucas Fernandes de.
Título: Implantação de um protocolo de manejo de dor e redução do consumo de opioides na unidade de terapia intensiva: análise de série temporal interrompida / Pain management protocol implementation and opioid consumption in critical care: an interrupted time series analysis
Fonte: Rev. bras. ter. intensiva;31(4):447-455, out.-dez. 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: Avaliar o impacto de um protocolo de manejo da dor e redução do consumo de opioides no consumo geral de opioides e nos desfechos clínicos. Métodos: Estudo em centro único, quasi-experimental, retrospectivo, de coortes antes e depois. Utilizamos uma série temporal interrompida para analisar as alterações no nível e na tendência de utilização de diferentes analgésicos. Foram usadas comparações bivariadas nas coortes antes e depois, regressão logística e regressão quantílica para estimativas ajustadas. Resultados: Incluímos 988 pacientes no período pré-intervenção e 1.838 no período pós-intervenção. O consumo de fentanil teve ligeiro aumento gradual antes da intervenção (β = 16; IC95% 7 - 25; p = 0,002), porém diminuiu substancialmente em nível com a intervenção (β = - 128; IC95% -195 - -62; p = 0,001) e, a partir de então, caiu progressivamente (β = - 24; IC95% -35 - -13; p < 0,001). Houve tendência crescente de utilização de dipirona. A duração da ventilação mecânica foi significantemente menor (diferença mediana: - 1 dia; IC95% -1 - 0; p < 0,001), especialmente para pacientes mecanicamente ventilados por períodos mais longos (diferença no 50º percentil: -0,78; IC95% -1,51 - -0,05; p = 0,036; diferença no 75º percentil: -2,23; IC95% -3,47 - -0,98; p < 0,001). Conclusão: Um protocolo de manejo da dor conseguiu reduzir o consumo de fentanil na unidade de terapia intensiva. Esta estratégia se associou com menor duração da ventilação mecânica.

ABSTRACT Objective: To evaluate the impact of an opioid-sparing pain management protocol on overall opioid consumption and clinical outcomes. Methods: This was a single-center, quasi-experimental, retrospective, before and after cohort study. We used an interrupted time series to analyze changes in the levels and trends of the utilization of different analgesics. We used bivariate comparisons in the before and after cohorts as well as logistic regression and quantile regression for adjusted estimates. Results: We included 988 patients in the preintervention period and 1,838 in the postintervention period. Fentanyl consumption was slightly increasing before the intervention (β = 16; 95%CI 7 - 25; p = 0.002) but substantially decreased in level with the intervention (β = - 128; 95%CI -195 - -62; p = 0.001) and then progressively decreased (β = - 24; 95%CI -35 - -13; p < 0.001). There was an increasing trend in the utilization of dipyrone. The mechanical ventilation duration was significantly lower (median difference: - 1 day; 95%CI -1 - 0; p < 0.001), especially for patients who were mechanically ventilated for a longer time (50th percentile difference: -0.78; 95%CI -1.51 - -0.05; p = 0.036; 75th percentile difference: -2.23; 95%CI -3.47 - -0.98; p < 0.001). Conclusion: A pain management protocol could reduce the intensive care unit consumption of fentanyl. This strategy was associated with a shorter mechanical ventilation duration.
Descritores: Dor/tratamento farmacológico
Cuidados Críticos/métodos
Analgésicos Opioides/administração & dosagem
Unidades de Terapia Intensiva
-Respiração Artificial/estatística & dados numéricos
Fatores de Tempo
Dipirona/administração & dosagem
Fentanila/administração & dosagem
Estudos Retrospectivos
Estudos de Coortes
Análise de Séries Temporais Interrompida
Analgésicos/administração & dosagem
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 226 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-484165
Autor: Eskenazi Fedchteyn, Deborah Adi; Campos Guevara, Francisco Eduardo; Candela Herrera, Jorge Luis.
Título: Uso reportado de metamizol intramuscular por pediatras de entidades públicas y privadas para el manejo de la fiebre en niños de 3 meses a 5 años de edad / Reported use of intramuscular metamizol among pediatricians in public and private health facilities for management of fever among children between 3 months and 5 years old
Fonte: Rev. peru. pediatr;60(2):93-99, mayo-ago. 2007. tab.
Idioma: es.
Resumo: El tracto gastrointestinal es capaz de desarrollar como respuesta a una condición nociva síntomas como dolor abdominal, náuseas, vómitos y diarrea. Además edemas y malnutrición si hay malabsorción o pérdida de proteínas. Usualmente los responsables de estos síntomas gastrointestinales han sido los agentes infecciosos, alteraciones metabólicas e incluso defectos anatómicos. Recientemente las reacciones adversas a los alimentos: alergia o intolerancia en niños, están siendo cada vez más reconocidas como responsables de estos síntomas sobretodo en los países desarrollados, lo que ha generado abundante información y confusión. La presente revisión pretende actualizar a los pediatras sobre las definiciones, datos epidemiológicos, conceptos sobre la patogenia, cuadro clínico, pruebas diagnosticas, como se trata y se previenen las manifestaciones gastrointestinales de la alergia alimentaria.
Descritores: Dipirona/uso terapêutico
Febre/terapia
Pediatria
-Epidemiologia Descritiva
Estudos Transversais
Estudos Multicêntricos como Assunto
Limites: Humanos
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca



página 1 de 23 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde