Base de dados : LILACS
Pesquisa : D03.383.725.762.232 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 43 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 5 ir para página              

  1 / 43 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1018531
Autor: Centurión Ortiz, Teresa Fabiana.
Título: Eficacia del cloruro de cetilpiridinio y el triclosan como antiséptico de la cavidad bucal / Efficacy of cetylpyridinium chloride and triclosan as an antiseptic in the oral cavity.
Fonte: Asunción; s.e; 2009.Dic. 44 p. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Tanto el cloruro de cetilpiridinio como el triclosan, se encuentran presentes en gran cantidad de formulaciones usadas en la higiene bucal por sus propiedades antisépticas, específicamente en los líquidos enjuagatorios o enjuagues bucales. El objetivo de este estudio fue evaluar la eficacia del cloruro de cetilpiridinio (colgate plax Overnight®) y el triclosán (colgate plax menta®) como antisépticos en la cavidad bucal. Se tomaron muestras mediante hisopado de la cavidad oral de 10 jóvenes antes y después de la utilización de ambos productos siguiendo las instrucciones de uso. Las muestras fueron leídas a la 1 hora, Se transportaron en medio de Stuart hasta la lectura microbiológica previo cultivo bacteriológico. Los recuentos microbiológicos se enfocaron a los grupos bacterianos aerobios y anaerobios. Como resultado de este estudio, se determinó que tanto el cloruro de cetilpiridinio y el triclosán presentaron diferencias estadísticamente significativas sobre los grupos bacterianos aerobios y anaerobios, presentando eficacia; así como fue significativamente distinto el recuento bacteriano antes y después del uso de los productos.
Descritores: Cetilpiridínio
Farmacologia
Odontologia
Triclosan
Triclosan/farmacologia
Triclosan/normas
Triclosan/uso terapêutico
-Antissépticos Bucais/classificação
Antissépticos Bucais/farmacologia
Antissépticos Bucais/uso terapêutico
Cloretos
Higiene Bucal
Limites: Humanos
Responsável: PY8.1 - Biblioteca
PY8.1; 617.6


  2 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-905158
Autor: Ozel, Mehmet B; Tuzuner, Tamer; Guclu, Zeynep A; Coleman, Nichola J; Hurt, Andrew P; Buruk, Celal K.
Título: The antibacterial activity and release of quaternary ammonium compounds in an orthodontic primer
Fonte: Acta odontol. latinoam;30(3):141-148, 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: The aim of this study was to evaluate the impact of 10 wt% benzalkonium chloride (TBBAC) or 10 wt% cetylpyridinium chloride (TBCPC) on the antimicrobial properties of the orthodontic adhesive primer, Transbond XT™ (TB). Antimicrobial activity was assessed using a zone of inhibition diffusion test and the release of the antimicrobial compounds was monitored by high performance liquid chromatography (HPLC). Shear bond strength (SBS) was tested using bovine enamel. Control, TB, specimens failed to demonstrate intrinsic antibacterial activity at 1, 7 and 14 days; whereas, TBBAC and TBCPC showed antibacterial effects at all times. HPLC analysis indicated no significant differences in the release behaviour of TBBAC and TBCPC (ttest, p > 0.05), except for the 7day release which was higher for TBBAC (p < 0.05). By 14 days the extents of release were 27 ± 2% and 25 ± 5% of the total initial loading for TBBAC and TBCPC, respectively. The incorporation of 10 wt% BAC or CPC in Transbond XT™ adhesive primer also resulted in superior shear bond strength at 7 and 14 days (Fisher's LSD, p < 0.05) with no significant change in the mode of bracket failure under shear stress (Pearson's chisquared, p > 0.05) (AU)

El objetivo de este estudio fue evaluar el impacto del cloruro de benzalconio al 10% en peso del peso (TBBAC) o de cloruro de cetilpiridinio al 10% del peso (TBCPC) con propiedades antimicrobianas presentes en el adhesivo acondicionador ortodóncico, Transbond XT ™ (TB). La actividad antimi crobiana se evaluó usando una zona de prueba de difusión de inhibición y la liberación de los compuestos antimicrobianos se controló mediante cromatografía líquida de alta resolución (HPLC). La resistencia de adhesión al corte (SBS) se probó usando esmalte bovino. Las muestras control, TB no lograron demostrar actividad antibacteriana intrínseca a 1, 7 y 14 días; mientras que TBBAC y TBCPC mostraron efectos antibac terianos en todo momento. El análisis por HPLC no indicó diferencias significativas en el comportamiento de liberación de TBBAC y TBCPC (prueba t, p> 0,05), excepto en la liberación a los 7 días que fue más alta para TBBAC (p <0,05). A los 14 días, los grados de liberación fueron de 27 ± 2% y de 25 ± 5% de la carga inicial total para TBBAC y TBCPC, respectivamente. La incorpora ción de 10% en peso de BAC o CPC en el imprimador adhesivo Transbond XT ™ también dio como resultado una resistencia superior corte a los 7 y 14 días (Fisher's LSD, p <0.05) sin cambios significativos en el modo de falla del bracket bajo tensión de corte (Pearson's chicuadrado, p> 0.05) (AU)
Descritores: Antibacterianos
Compostos de Benzalcônio
Cetilpiridínio
Colagem Dentária
Aparelhos Ortodônticos
Compostos de Amônio Quaternário
-Cromatografia Líquida de Alta Pressão
Teste de Materiais
Análise Estatística
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: AR29.1 - Biblioteca


  3 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-874683
Autor: Araújo, Danilo Barral; Campos, Elisângela de Jesus; Bastos, Isis Henriques de Almeida; Paula, Daniel Miranda de; Tenório Junior, Edval Reginaldo; Araújo, Roberto Paulo Correia de.
Título: Mouthrinses: active ingredients, pharmacological properties and indications / Enxaguatórios bucais: princípios ativos, propriedades farmacológicas e indicações
Fonte: RGO (Porto Alegre);60(3):349-357, jul.-set. 2012. tab.
Idioma: en.
Resumo: Objective: To evaluate the formulations of 29 mouthrinses marketed in the city of Salvador, Bahia, Brazil, in 2011, with respect to active principles - antimicrobial-agents - and other components. Methods: Data collection was performed in commercial wide circulation. Product labels were evaluated, information recorded, and afterwards data were complemented by consulting the scientific literature. Results: Of the three chlorhexidine-containing mouthrinses, two contained 0.12% chlorhexidine gluconate or digluconate formulated in a free base concentration of chlorhexidine 0.067%, while the third did not report the concentration. Only two mouthwashes contained the antimicrobial agent triclosan at 0.03% concentration associated with PVA Gantrez copolymer at 0.2% concentration to stabilize it. Cetylpyridinium chloride is an antiseptic substance present in most mouthwashes available on the market, while products containing essential oils as active principles in their formulations, usually associate thymol, menthol, eucalyptol and methyl salicylate. Irrespective of the antibacterial agent, the mouthrinses typically have similar complementary substances, especially the addition of fluoride ions.Conclusion: There are a a wide variety of mouthrinses containing antimicrobial agents in a variety of different spectra on the Market, but no data are provided on other substances added to them. Among antimicrobial agents, the most frequently found in mouthwashes was cetylpyridinium chloride. It is important for the dentist to have adequate knowledge of the spectrum of action of each antimicrobial agent, in order to prescribe the most appropriate type in each case.

Objetivo: Avaliar a constituição de 29 enxaguatórios, comercializados na cidade do Salvador, Bahia, Brasil, em 2011, relacionado aos princípios ativos-agentes antimicrobianos - além dos demais componentes.Métodos: A coleta das informações foi realizada em estabelecimentos comerciais de ampla circulação. Para tanto foram avaliados os rótulos dos produtos, registradas as informações, seguindo-se de complementação dos dados mediante consultas à literatura científica. Resultados: Dos três enxaguatórios contendo clorexidina, dois contêm gluconato de clorexidina a 0,12% ou digluconato formulado para uma base livre de clorexidina na concentração de 0,067%, enquanto que o terceiro não informa a concentração. Apenas dois colutórios possuem o agente antimicrobiano triclosan na concentração de 0,03% associado ao copolímero PVA Gantrez na concentração de 0,2% para estabilizá-lo. O cloreto de cetilpiridínio é a substância anti-séptica que está presente na maioria dos enxaguatórios veiculados no mercado, enquanto que os produtos que contêm em suas formulações os óleos essenciais como princípios ativos, geralmente associam timol, mentol, eucaliptol e salicilato de metila. Independente do agente antibacteriano, os enxaguatórios em geral possuem substâncias complementares semelhantes, com destaque à adição o íon fluoreto. Conclusão: O mercado apresenta uma ampla variedade de enxaguatórios contendo relativa variedade de agentes antimicrobianos de diferentes espectros, contudo são limitadas as informações sobre as demais substâncias adicionadas aos mesmos; dentre os agentes antimicrobianos aquele encontrado com maior freqüência nos enxaguatórios é o cloreto de cetilpiridínio; é importante que o cirurgião-dentista tenha conhecimento adequado do espectro de ação de cada agente antimicrobiano a fim de prescrever o mais apropriado a cada caso.
Descritores: Bactérias
Cetilpiridínio
Clorexidina
Saúde Bucal
Triclosan
Responsável: BR1354.1 - Biblioteca São Leopoldo Mandic


  4 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Bastos, José Roberto de Magalhäes
Id: biblio-872693
Autor: Sales Peres, Sílvia Helena de Carvalho; Sanches, Márcio Henrique; Ramires, Irene; Sales Peres, Arsenio; Bastos, José Roberto de Magalhães.
Título: Descontaminação de escovas dentárias: uso do cloreto de cetilpiridínio (CCP) / Disinfection of toothbrushes: the use of cetylpyridinium chloride (CPC)
Fonte: Rev. ABO nac;13(2):116-121, abr.-maio 2005. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Verificou-se a existência de microrganismos em escovas dentais após terem sido utilizadas por pacientes saudáveis e avaliou-se o efeito de solução antisséptica a base de cloreto de cetilpiridínio (CCP) a 0,050% e também de solução alcoólica a 77% volume por volume (VN), como método de desinfecção das mesmas. Para isto, 30 escovas dentais pertencentes a recrutas do Tiro de Guerra n. 02-054 do município de Bauru-SP, foram divididas em tres Grupos: Grupo I (Grupo teste) cuja solução antisséptica utilizada foi o cloreto de cetilpiridínio 0,05%; Grupo 11 (controle negativo) onde utilizou-se solução alcoólica a 77% VN ; e Grupo li (controle positivo) onde não se fez uso de solução antisséptica alguma. Como resultado, verificou-se que tanto o Grupo I (grupo teste) como o Grupo 11 (controle negativo) apresentaram uma redução acentuada no número de unidades formadoras de colônias (UFC), quando comparados ao Grupo li (controle positivo), sendo esta ação mais evidente nas condições laboratoriais. A fim de minimizar a contaminação presente nas escovas, propõe-se a troca periódica e o seu armazenamento em locais adequados...
Descritores: Cetilpiridínio
Desinfecção
Doenças da Boca/etiologia
Doenças da Boca/prevenção & controle
Escovação Dentária
-Assepsia
Higiene Bucal
Limites: Humanos
Masculino
Adolescente
Adulto
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica


  5 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Abdo, Ruy Cesar Camargo
Bijella, Maria Francisca Thereza B
Id: biblio-858591
Autor: Martin, Lina Maria Alves Zacharias; Vono, Astrid Zaramella; Pinheiro, Carlos Eduardo; Abdo, Ruy César Camargo; Bijella, Maria Francisca Thereza Borro.
Título: Efeito do cloreto de cetilpiridínio sobre a formação e o metabolismo da placa dentária humana / Effect of cetylpyridinium chloride on the formation and the metabolism of the human dental plaque
Fonte: Rev. odontol. Univ. Säo Paulo;4(2):108-12, abr.-jun. 1990. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Neste trabalho, o Cepacol (cloreto de cetilpiridínio a 1:2000) diluído a 1:2, quando usado para bochechos 3 vezez ao dia, diminuiu a formação da placa "in situ", contudo não diminuiu, nem a fermentação, nem a síntese de polissacarídeos extracelulares insolúveis (PEI) pela placa. Quando o Cepacol foi utilizado para tratar a placa dentária humana "in vitro", tanto a diluição de 1:10, como a de 1:20, diminuiu a fermentação e a síntese de PEI pela placa
Descritores: Cetilpiridínio
Antissépticos Bucais
Placa Dentária/metabolismo
Limites: Humanos
Criança
Feminino
Masculino
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica


  6 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-857364
Autor: Pinheiro, Carlos Eduardo.
Título: Efeito da associação cloreto de cetilpiridínio-fluoreto de sódio na fermentação e na síntese de polissacarídeos extracelulares insolúveis da placa dentária "in vitro" / The effect of a mouthrinse containing cetylpyridinium chloride and sodium fluoride on the fermentation and \"in vitro\" synthesis of extracellular insoluble polysaccharides of dental plaque
Fonte: Rev. bras. odontol;48(1):18-20, jan.-fev. 1991. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Foi avaliado neste trabalho o efeito de um colutório contendo cloreto de cetilpiridinio e fluoreto de sódio na fermentação e na síntese de polissacarídeos extracelulares insolúveis da placa dentária in vitro. Diluição de 1:10 desta associação inibiu 96 por cento dos ácidos de fermentação e 100//da síntese de polissacarídeos insolúveis. Considerando que a diluição utilizada normalmente em bochechos é de 1:2, podemos dizer que este medicamento, se constitui num colutório bastante eficaz contra as bactérias da placa dentária
Descritores: Antissépticos Bucais/uso terapêutico
Cetilpiridínio
Placa Dentária
Polissacarídeos/síntese química
Fluoreto de Sódio
Tipo de Publ: Artigo de Revista
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica


  7 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-857353
Autor: Silva Filho, Omar Gabriel da; Rubo, Maria Lúcia; Rocha, Maria Paula; Goto, Marly; Melo, Nildiceli Leite; Silva, Soraia Vargas da; Batista, Wanderley Aparecida Covre.
Título: Controle da placa bacteriana em pacientes submetidos a tratamento ortodôntico: comparação entre o método mecânico e um químico / Dental plaque control in patients submitted to orthodontic treatment: comparison between mechanical and chemical method
Fonte: Rev. bras. odontol;47(5):2-14, set.-out. 1990. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Realizou-se um estudo clínico comparando os índices de placa e gengivite entre 2 grupos de crianças na faixa etária compreendida entre 6 e 12 anos que usavam aparelhos ortodônticos fixos e/ou removíveis. A amostra de 68 crianças foi dividida em um grupo experimental de 35 pacientes que não receberam instruções quanto ao controle mecânico da placa bacteriana, mas foram orientadas para fazerem 3 bochechos diários com Cepacol na diluição de 1:1 em água. Um outro grupo formado por 33 crianças, denominado grupo controle, recebeu instruções para controle mecânico da placa bacteriana com escova e fio dental e foram motivados individualmente. As crianças foram controladas quinzenalmente, quando mensurava-se o índice de placa e o índice gengival. A interpretação dos resultados revelou uma superioridade indiscutível do controle mecânico da placa quando comparado aos bochechos com o Cepacol
Descritores: Índice de Placa Dentária
Gengivite/etiologia
Placa Dentária/prevenção & controle
-Cetilpiridínio
Higiene Bucal
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Tipo de Publ: Artigo de Revista
Estudo Comparativo
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica


  8 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Bastos, José Roberto de Magalhäes
Tárzia, Olinda
Id: biblio-855519
Autor: Granjeiro, José Mauro; Carvalho, Luiz Eduardo Pinto de; Bastos, José Roberto de Magalhães; Henriques, José Fernando Castanha; Tarzia, Olinda.
Título: O cloreto de cetilpiridínio e a placa bacteriana: uma revisão / Cetylpyridinium chloride and dental plaque: a literature review
Fonte: Rev. Assoc. Paul. Cir. Dent;47(2):1019-22, mar.-abr. 1993.
Idioma: pt.
Resumo: Neste trabalho, os autores fazem uma revisão da literatura a respeito do cloreto de cetilpiridínio como agente químico para o controle da placa bacteriana. Discutem as características do composto, apresentando algumas conclusões de interesse clínico quanto à posologia, indicação e apresentação do produto
Descritores: Cetilpiridínio/análise
Placa Dentária/prevenção & controle
Tipo de Publ: Artigo de Revista
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica


  9 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-854713
Autor: Vono, Astrid Zaramella; Pinheiro, Carlos Eduardo; Pinheiro, Cristina Ferreira; Martin, Lina Maria Alves Zacharias.
Título: Influência de bochechos com cepacol sobre a placa dentária. Parte I - Avaliação da quantidade de placa formada / Influence of the moutwashes with \"Cepacol\" on the dental plaque
Fonte: RGO (Porto Alegre);38(5):375-8, set.-out. 1990. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo demonstrou que bochechos com solução antisséptica contendo cloreto de cetilpiridínio, realizados por adultos jovens, 3 vezes ao dia, proporcionou uma redução de 21,78//nos escores altos de placa e de 31,04//do peso úmido de placa em comparação aos bochechos realizados com uma solução contendo os mesmos ingredientes com exceção do cloreto de cetilpiridínio (placebo). Estes resultados permitem recomendar bochechos com solução antisséptica contendo cloreto de cetilpiridínio, como coadjuvante dos procedimentos mecânicos empregados no controle da placa dentária
Descritores: Antissépticos Bucais/uso terapêutico
Cetilpiridínio/uso terapêutico
Compostos de Piridínio/uso terapêutico
Placa Dentária/prevenção & controle
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Tipo de Publ: Artigo de Revista
Relatos de Casos
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica


  10 / 43 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-850612
Autor: Oliveira, Jane Rezende de; Paradella, Thaís Cachuté; Rego, Marcos Augusto do; Koga-Ito, Cristiane Yumi; Jorge, Antonio Olavo Cardoso.
Título: Avaliação da aderência microbiana e rugosidade superficial de resina acrílicaquimicamente ativada após ciclagem com diferentes soluções desinfetantes / Evaluation of microbial adherence and superficial roughness of chemically activated acrylic resin after cycling with different disinfectant solutions
Fonte: Ciênc. odontol. bras;10(02):54-60, Abr./jun.2007.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo do estudo foi analisar a rugosidade superficial e a aderência de Staphylococcus aureus (ATCC 6538)e Candida albicans (F-72) em placas de resina acrílica quimicamente ativada antes e após ciclagem com diferentessoluções desinfetantes. Para isso, quarenta corpos-de-prova de resina acrílica de 4 mm2 foram confeccionados utilizando uma matriz metálica. Os corpos-de-prova receberam polimento químico, tiveram a rugosidade superficial mensurada, foram esterilizados e a seguir imersos em caldo infusão cérebro-coração (BHI) para S. aureus e caldo Sabouraud paraC. albicans, juntamente com suspensão padronizada (106 células/mL) de cada microrganismo. Após 24h/37°C, os microrganismos aderidos aos corpos-de-prova foram dispersos, diluídos e semeados em meio de cultura para determinar o número de unidades formadoras de colônias (UFC/mL). Em seguida, cada corpo-de-prova foi ciclado nas seguintes soluções por 28 dias: água destilada (grupo controle), gluconato de clorexidina a 0,12% (grupo clorexidina), vinagre(grupo vinagre) e cloreto de cetilpiridínio (grupo cloreto). Após ciclagem, o teste de aderência e o teste de rugosidade foram repetidos. Os resultados foram analisados estatisticamente pelo teste t de Student ao nível de significância de 5% esomente o grupo clorexidina apresentou diferença estatística significante, com a diminuição nos valores de aderência emrelação aos demais grupos após a ciclagem. Em relação à rugosidade, nenhum grupo apresentou alteração significativa após a ciclagem. Concluiu-se que o gluconato de clorexidina a 0,12% alterou a aderência de S. aureus e C. albicans à resina acrílica, porém sem afetar sua rugosidade superficial.
Descritores: Resinas Acrílicas
Aderência Bacteriana
Candida albicans
Staphylococcus aureus
-Ácido Acético
Cetilpiridínio
Clorexidina
Água Destilada
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação



página 1 de 5 ir para página              
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde