Base de dados : LILACS
Pesquisa : D03.383.742.175 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 135 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 14 ir para página                         

  1 / 135 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Buchpiguel, Carlos A
Texto completo
Id: lil-340724
Autor: Buchpiguel, Carlos A.
Título: Cintilografia de perfusäo miocárdica: indicações e resultados clínicos / Myocardial perfusion scintigraphy: indications and clinical results
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;12(1):115-128, jan.-fev. 2002. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: o autor apresenta, de forma resumida, as principais aplicações da cintilografia de perfusäo miocár-dica no diagnóstico de doença arterial coronária. Os aspectos funcionais que caracterizam uma res-posta isquêmica pela cintilografia säo discutidos, mostrando suas vantagens e limitações.Uma revisäo criteriosa também é realizada no que se refere ao papel do método na estratificaçäode risco de pacientes com diversas situações clínicas distintas. O valor prognóstico do método é de-monstrado em pacientes que näo possuem doença arterial coronária, em pacientes com angina está-vel e com angina instável, e em pacientes candidatos a cirurgia vascular ou näo-vascular de grandeporte
Descritores: Cintilografia
Doença das Coronárias
Perfusão
-Dipiridamol
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  2 / 135 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-340728
Autor: Gimenes, Vera Márcia L.
Título: Ecocardiograma de estresse: usos, vantagens e limitações / Stress echocardiography: uses, adantages, and limitations
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;12(1):23-33, jan.-fev. 2002. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A ecocardiografia de estresse é um método aceito para a análise näo-invasiva da presença da ouausência de coronariopatia pelo estudo da contratilidade. A resposta contrátil do miocárdio ao esforçoé muito mais importante que a contratilidade em repouso, porque o desenvolvimento de alteraçäocontrátil é sensível e específica para o diagnóstico da presença de estenose importante da artériacoronária. O teste fornece informações sobre a presença, a extensäo, a gravidade e a localizaçäo dadoença arterial coronária.Comparativamente aos outros métodos de estresse, tem a vantagem de avaliar diretamente afunçäo contrátil global e segmentar do ventrículo esquerdo, a funçäo valvular, a massa intracardíaca,o pericárdio e a pressäo intracardíaca pelo fluxo sanguíneo. Além disso, a avaliaçäo é imediata, comobtençäo da imagem durante o estresse, resposta a potencial estímulo cardíaco isquêmico e baixocusto.Tem sensibilidade e acurácia semelhantes às da medicina nuclear e maior especificidade, mesmopara obstruçäo de um vaso, sendo particularmente útil quando o teste de estresse eletrocardiográficofor duvidoso ou o resultado for suspeito de ser falso positivo ou falso negativo. Na literatura, é consis-tente o valor da ecocardiografia de estresse para o diagnóstico da doença arterial isquêmica, e para aavaliaçäo do risco pré-operatório e da viabilidade miocárdica. Os avanços na tecnologia para a avalia-çäo da perfusäo miocárdica, com certeza, estäo melhorando ainda mais a sensibilidade e a utilidadedesse método
Descritores: Estresse Fisiológico
Ecocardiografia
-Fatores de Tempo
Fatores de Risco
Sensibilidade e Especificidade
Dipiridamol
Dobutamina
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  3 / 135 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-538332
Autor: Szarf, Gilberto; Azevedo, Guilherme Sant'Anna A; Pinto, Ibraim M; Fernandes, Juliano de Lara.
Título: Ressonância magnética cardiovascular na doença arterial coronária / Role of cardiovascular magnetic resonance in coronary artery disease
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;19(3):303-312, jul.-set. 2009. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A ressonância magnética cardiovascular avançou de forma bastante rápida na última década, sobretudo na avaliação da doença arterial coronaria. Com o advento de técnicas de imagem cada vez mais rápidas e com maior resolução espacial, hoje é possível à ressonância avaliar diversos componentes da doença arterial coronária em um único exame de curta duração. Destacam-se nesta avaliação a possibilidade de estudar a perfusão miocárdica para detecção da relevância funcional de estenoses coronárias, a avaliação de contratilidade em repouso e no repouso e no estresse farmacológico com dobutamina, e a presença ou ausência de viabilidade miocárdica. Além de integrar todos esses elementos diagnósticos em um único exame com alta sensibilidade e especificidade, a ressonância magnética cardiovascular ainda fornece dados prognósticos de curto e longo prazos, tornando o método um dos mais completos para a prática clínica da avaliação da doença arterial coronária.
Descritores: Doença das Coronárias
Ecocardiografia sob Estresse
Espectroscopia de Ressonância Magnética
Isquemia Miocárdica
-Adenosina/administração & dosagem
/métodos
AVALIACAO/métodos
Dipiridamol/administração & dosagem
Dobutamina/administração & dosagem
Limites: Humanos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  4 / 135 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1253834
Autor: Sousa, Caio Guedes; Castillo, José Maria; Mazzarollo, Carlos; Albuquerque, Eugenio Soares; Sena, Antônia Dulcineide Medeiros; Brindeiro Filho, Djair; Silveira, Carlos Antônio da Mota.
Título: Análise Comparativa do Padrão de Fluxo de Artérias Coronárias das Hipertrofias Miocárdicas Secundárias e por Mutação Sarcomérica / Comparative Analysis of the Coronary Arteries Flow Pattern in Secondary Myocardial Hypertrophies and by Sarcomeric Mutation
Fonte: ABC., imagem cardiovasc;34(1), 2021.
Idioma: pt.
Resumo: Fundamento: O fluxo coronariano com predomínio diastólico aumenta duas a cinco vezes na hiperemia, mediada por vasodilatação (reserva de fluxo coronariano), podendo, na hipertrofia, ocorrer isquemia relativa. Na hipertrofia secundária, o fluxo em repouso torna-se isquêmico pelo aumento da demanda. Na cardiomiopatia hipertrófica com fibrose perivascular, há funcionalização de vasos colaterais, para aumentar a irrigação dos segmentos hipertrofiados. Objetivo: Determinar o padrão do fluxo coronariano em pacientes com hipertrofia secundária e cardiomiopatia hipertrófica, avaliando a reserva de fluxo coronariano. Métodos: Avaliamos o fluxo coronariano em 34 pacientes com hipertrofia secundária, em 24 com cardiomiopatia hipertrófica e em 16 controles. A artéria descendente anterior foi detectada com Doppler transtorácico com calibração adequada do equipamento. Nos grupos controle e com hipertrofia secundária, foi calculada a reserva de fluxo coronariano com dipiridamol (0,84 mg/kg) endovenoso. O mesmo procedimento foi realizado em seis pacientes do grupo com cardiomiopatia hipertrófica, nos quais também foi avaliado o fluxo das colaterais da região hipertrófica. Os dados foram comparados por variância com significância de 5%. Resultados: Na hipertrofia secundária, houve aumento do índice de massa e, na cardiomiopatia hipertrófica, predominou o aumento da espessura relativa. A fração de ejeção e a disfunção diastólica foram maiores no grupo com cardiomiopatia hipertrófica. A reserva de fluxo coronariano foi menor no grupo com cardiomiopatia hipertrófica, sendo detectado, também, fluxo de colaterais com redução da reserva de fluxo coronariano. Conclusão: A análise da circulação coronariana com Doppler transtorácico é possível em indivíduos normais e hipertróficos. Pacientes com hipertrofia secundária e cardiomiopatia hipertrófica apresentam diminuição da reserva de fluxo coronariano, e aqueles com cardiomiopatia hipertrófica mostram fluxo de vasos colaterais dilatados observados na região hipertrófica, com diminuição da reserva de fluxo coronariano.(AU)

Background: Coronary flow with a diastolic predominance increases two to five times in hyperemia, mediated by vasodilation (coronary flow reserve, CFR) and, in hypertrophy, relative ischemia may occur. In secondary hypertrophy (LVH), the flow, normal at rest, becomes ischemic due to increased demand. In hypertrophic cardiomyopathy (HCM) with perivascular fibrosis, collateral vessels appear to increase the irrigation of hypertrophied segments. Objective: To determine the coronary flow pattern in patients with secondary hypertrophy and hypertrophic cardiomyopathy, evaluating the coronary flow reserve. Methods: Coronary flow was evaluated in 34 patients with secondary hypertrophy, 24 with hypertrophic cardiomyopathy and in 16 controls. The anterior descending artery was detected with transthoracic Doppler with adequate equipment calibration. In the hypertrophic cardiomyopathy group, the flow of collaterals from the hypertrophic region was evaluated. In the control and secondary hypertrophy groups and in six patients in the hypertrophic cardiomyopathy group, the intravenous dipyridamole (0.84 mg) coronary flow reserve was calculated. The data were compared by variance with a significance of 5%Results: In secondary hypertrophy there was an increase in mass index and blood pressure, and in hypertrophic cardiomyopathy an increase in relative thickness predominated. Ejection fraction and diastolic dysfunction were higher in the hypertrophic cardiomyopathy group. The coronary flow reserve was lower in the hypertrophic cardiomyopathy group, and flow of collaterals was also detected, with a reduction in the coronary flow reserve. Conclusion: the analysis of coronary circulation with transthoracic Doppler is possible in normal and hypertrophic individuals. Patients with secondary hypertrophy and hypertrophic cardiomyopathy have a decrease in the coronary flow reserve, and patients with hypertrophic cardiomyopathy show a hyper flow of dilated collateral vessels observed in the hypertrophic region, with a decrease in the coronary flow reserve.(AU)
Descritores: Cardiomiopatia Hipertrófica/diagnóstico por imagem
Hipertrofia Ventricular Esquerda/complicações
Hipertrofia Ventricular Esquerda/diagnóstico por imagem
-Angiografia Coronária/métodos
Ecocardiografia Doppler em Cores/métodos
Dipiridamol/administração & dosagem
Reserva Fracionada de Fluxo Miocárdico
Aminofilina/administração & dosagem
Limites: Humanos
Masculino
Criança
Adolescente
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  5 / 135 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-777330
Autor: Karaguzel, Ersagun; Bayraktar, Cemil; Kutlu, Omer; Yulug, Esin; Mentese, Ahmet; Okatan, Ali Ertan; Colak, Fatih; Ozer, Serap; O. Kazaz, Ilke.
Título: The possible protective effects of dipyridamole on ischemic reperfusion injury of priapism
Fonte: Int. braz. j. urol;42(1):146-153, Jan.-Feb. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Purpose To investigate the protective effects against ischemia reperfusion injury of dipyridamole in a model of induced priapism in rats. Materials and Methods Twenty-four male Sprague-Dawley rats were divided into four groups, control, P/R, P/R+DMSO and P/R+D. 3ml blood specimens were collected from vena cava inferior in order to determine serum MDA, IMA, TAS, TOS and OSI values, and penile tissue was taken for histopathological examination in control group. Priapism was induced in P/R group. After 1h, priapism was concluded and 30 min reperfusion was performed. In P/R+DMSO group 1ml/kg DMSO was administered intraperitoneally 30 min before reperfusion, while in P/R+D group 10mg/kg dipyridamole was administered intraperitoneally 30 min before reperfusion. Blood and penis specimens were collected after the end of 30 min reperfusion period. Sinusoidal area (µm2), tears in tunica albuginea and injury parameters in sinusoidal endothelium of penis were investigated. Results Histopathological examination revealed no significant changes in term of sinusoidal area. A decrease in tears was observed in P/R+D group compared to P/R group (p<0.05). Endothelial injury decreased in P/R+D group compared to P/R group (p>0.05). There were no significant differences in MDA and IMA values between groups. A significant increase in TOS and OSI values was observed in P/R+D group compared to P/R group. A significant decrease in TAS levels was observed in P/R+D group compared to the P/R group. Conclusions The administration of dipyridamole before reperfusion in ischemic priapism model has a potential protective effect against histopathological injury of the penis.
Descritores: Pênis/irrigação sanguínea
Priapismo/prevenção & controle
Vasodilatadores/farmacologia
Traumatismo por Reperfusão/prevenção & controle
Dipiridamol/farmacologia
Isquemia/prevenção & controle
-Pênis/patologia
Priapismo/patologia
Fatores de Tempo
Ereção Peniana/efeitos dos fármacos
Albumina Sérica
Biomarcadores/sangue
Distribuição Aleatória
Reprodutibilidade dos Testes
Resultado do Tratamento
Oxidantes/sangue
Ratos Sprague-Dawley
Estresse Oxidativo
Precondicionamento Isquêmico/métodos
Modelos Animais de Doenças
Albumina Sérica Humana
Malondialdeído/sangue
Antioxidantes/análise
Limites: Animais
Masculino
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 135 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-892901
Autor: Kutlu, Omer; Karaguzel, Ersagun; Okatan, Ali Ertan; Mentese, Ahmet; Yulug, Esin; Kazaz, Ilke Onur; Kutlu, Selcuk; Dil, Eyup; Eren, Huseyin; Alver, Ahmet.
Título: Dipyridamole reduces penile apoptosis in a rat model of post-prostatectomy erectile dysfunction
Fonte: Int. braz. j. urol;43(5):966-973, Sept.-Oct. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Purpose: Despite the nerve-sparing technique, many patients suffer from erectile dysfunction after radical prostatectomy (RP) due to cavernous nerve injury. The aim of this study was to evaluate dipyridamole as a potential treatment agent of post-radical prostatectomy erectile dysfunction. Material and methods: A total of 18 male Sprague-Dawley rats were randomized into three experimental Groups (SHAM+DMSO, BCNI+DMSO and BCNI+DIP). An animal model of bilateral cavernous nerve crush injury (BCNI) was established to mimic the partial nerve damage during nerve-sparing RP. After creating of BCNI, dimethyl sulphoxide (DMSO) was administered transperitoneally as a vehicle to SHAM+DMSO and BCNI+DMSO Groups. BCNI+DIP Group received dipyiridamole (10mg/kg/day) as a solution in DMSO for 15 days. Afterwards, rats were evaluated for in vivo erectile response to cavernous nerve stimulation. Penile tissues were also analyzed biochemically for transforming growth factor-β1 (TGF-β1) level. Penile corporal apoptosis was determined by TUNEL method. Results: Erectile response was decreased in rats with BCNI and there was no significant improvement with dipyridamole treatment. TGF-β1 levels were increased in rats with BCNI and decreased with dipyridamole treatment. Dipyridamole led to reduced penile apoptosis in rats with BCNI and there was no significant difference when compared to sham operated rats. Conclusions: Although fifteen-day dipyridamole treatment has failed to improve erectile function in rats with BCNI, the decline in both TGF-β1 levels and apoptotic indices with treatment may be helpful in protecting penile morphology after cavernous nerve injury.
Descritores: Prostatectomia/efeitos adversos
Apoptose/efeitos dos fármacos
Dipiridamol/uso terapêutico
Disfunção Erétil/tratamento farmacológico
-Pênis/efeitos dos fármacos
Distribuição Aleatória
Ratos Sprague-Dawley
Modelos Animais de Doenças
Disfunção Erétil/etiologia
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 135 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-954033
Autor: Wei, Shanzun; Ma, Ming; Wu, Changjing; Yu, Botao; Yuan, Jiuhong.
Título: Re: Dipyridamole reduces penile apoptosis in a rat model of post-prostatectomy erectile dysfunction
Fonte: Int. braz. j. urol;44(3):655-656, May-June 2018.
Idioma: en.
Projeto: Natural Science Foundation of China.
Descritores: Dipiridamol
Disfunção Erétil/cirurgia
-Pênis
Prostatectomia
Ereção Peniana
Apoptose
Limites: Humanos
Animais
Masculino
Ratos
Tipo de Publ: Comentário
Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 135 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-978765
Autor: Alarcón, Luis; Rau, Matías; Prat, Hernán; Fernández, René; Carmona, Jaime; Zhindon, Juan P; González, Javiera; Massardo, Teresa.
Título: Estratificación de riesgo de muerte a mediano plazo de pacientes evaluados por enfermedad coronaria con SPECT de perfusión miocárdica bajo efecto de dipiridamol / Predictive value of dipyridamole myocardial perfusion tomography on survival
Fonte: Rev. méd. Chile;146(8):831-839, ago. 2018. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Background: Dipyridamole (DIP) is the most commonly employed pharmacological stressor for myocardial perfusion tomography (SPECT) in patients unable to reach an adequate work load. Aim: To assess the predictive capacity of DIP SPECT on survival. Material and Methods: We included 985 adults aged 66 ±11 years (45% women) with rest and DIP-SPECT. The main indications for the procedure were coronary artery disease (CAD) screening in 66% and known CAD in 33%. Participants were followed up for a median of 65 months (interquartile range 54 to 86 months). During the follow up, 261 deaths were recorded and 98% had a specified cause in their death certificate. Results: Myocardial SPECT was abnormal in 44% of participants. Transient ischemic defects were observed in 34%, fixed defects concordant with infarction in 27% and post-stress systolic dysfunction in 23%. Twenty five percent of deaths were attributable to cardiac or ischemic cause and 22% to cancer. In a bivariate analysis, the hazard ratio (HR) of death of any cause was lower in females and higher in the presence of CAD. The multivariate analysis showed that being older than 46 years increased the HR of death of any cause. In a bivariate analysis, the HR for cardiac death was higher when the myocardial SPECT showed ischemia, necrosis or left ventricular dilation. In the multivariate analysis, post-stress left ventricular systolic function was associated with a lower risk of cardiac death. Conclusions: An abnormal myocardial SPECT, perfusion abnormalities, left ventricular systolic function or dilation are independent predictors of cardiac death in these participants.
Descritores: Vasodilatadores
Tomografia Computadorizada de Emissão de Fóton Único/métodos
Dipiridamol
Imagem de Perfusão do Miocárdio/métodos
Cardiopatias/mortalidade
Cardiopatias/diagnóstico por imagem
-Prognóstico
Valor Preditivo dos Testes
Fatores de Risco
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  9 / 135 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1097411
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde.
Título: Informe diário de evidências COVID-19: busca realizada entre 24 e 26 de abril de 2020 / COVID-19 daily evidence report: search conducted between April 24 and 26, 2020.
Fonte: Brasília; s.n; 26 abr. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Essa é uma produção do Departamento de Ciência e Tecnologia (Decit) da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde (SCTIE) do Ministério da Saúde (Decit/SCTIE/MS), que tem como missão promover a ciência e tecnologia e o uso de evidências científicas para a tomada de decisão do SUS, tendo como principal atribuição o incentivo ao desenvolvimento de pesquisas em saúde no Brasil, de modo a direcionar os investimentos realizados em pesquisa pelo Governo Federal às necessidades de saúde pública. Informar sobre as principais evidências científicas descritas na literatura internacional sobre tratamento farmacológico para a COVID-19. Além de resumir cada estudo identificado, o informe apresenta também uma avaliação da qualidade metodológica e a quantidade de artigos publicados, de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, entre outros). Foram encontrados 25 artigos e 47 protocolos.
Descritores: Pneumonia Viral/tratamento farmacológico
Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico
Betacoronavirus/efeitos dos fármacos
-Avaliação da Tecnologia Biomédica
Hidrocortisona/uso terapêutico
Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina/uso terapêutico
Vacinas/uso terapêutico
Oxigenação por Membrana Extracorpórea/instrumentação
Cloroquina/uso terapêutico
Estudos Transversais/instrumentação
Ativador de Plasminogênio Tecidual/uso terapêutico
Azitromicina/uso terapêutico
Ritonavir/uso terapêutico
Dipiridamol/uso terapêutico
Combinação de Medicamentos
Lopinavir/uso terapêutico
Hidroxicloroquina/uso terapêutico
Anticoagulantes/uso terapêutico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Estudo de Avaliação
Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 135 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-601811
Autor: Siqueira, Maria Eduarda Menezes de; Segundo Neto, Erly Medeiros Vieira; Kelendjian, Juliana Fernandes; Smanio, Paola Emanuela Pogio.
Título: Valor diagnóstico da cintilografia miocárdica em pacientes com doença coronariana multiarterial / Diagnostic value of myocardial radionuclide imaging in patients with multivessel coronary disease
Fonte: Arq. bras. cardiol;97(3):194-198, set. 2011. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: FUNDAMENTO: A cintilografia de perfusão miocárdica (CPM) é um método não invasivo extremamente útil na avaliação de isquemia em portadores de doença coronária. Entretanto, persiste o conceito de que não seria um bom método para os portadores de doença coronária multiarterial. OBJETIVO: Avaliar o valor da CPM com gated-SPECT na identificação de isquemia induzida por estresse farmacológico em pacientes com diagnóstico de doença coronária obstrutiva multiarterial. MÉTODOS: Foram incluídos 68 pacientes com diagnóstico de doença coronária obstrutiva multiarterial pela cineangiocoronariografia (cine) para realização de CPM sob estímulo farmacológico com dipiridamol. Os exames foram analisados por dois médicos nucleares sem prévio conhecimento do resultado da cine. RESULTADOS: Dos pacientes, 64 (92,8 por cento) apresentaram alteração nas imagens de perfusão e 4 (7,2 por cento) apresentaram perfusão normal, sendo que, destes, três apresentaram alterações funcionais na análise do gated-SPECT. CONCLUSÃO: A CPM mostrou-se de grande valor na identificação de pacientes portadores de doença coronária multiarterial, já que a maioria dos pacientes apresentou alterações perfusionais sugestivas de isquemia.

BACKGROUND: Myocardial perfusion radionuclide imaging (MPRI) is a noninvasive method extremely useful for evaluating ischemia in patients with coronary disease. However, the idea that this method would not be effective for patients with multivessel coronary disease is still entertained. OBJECTIVE: Assess the value of MPRI with gated-SPECT for tracing pharmacological stress-induced ischemia in patients with multivessel obstructive coronary disease. METHODS: We evaluated 68 patients with multivessel obstructive coronary disease applying coronary angiography for performing MPRI under pharmacologic stress with dipyridamole. The tests were analyzed by two nuclear medicine physicians without prior knowledge of the result of the coronary angiography. RESULTS: Gated-SPECT revealed that, out of the patients, 64 (92.8 percent) showed images of perfusion abnormalities and 4 (7.2 percent) showed normal perfusion, given that three of the latter showed functional changes. CONCLUSION: MPRI has shown high value for identifying patients with multivessel coronary disease, since most patients had perfusion abnormalities indicative of ischemia.
Descritores: Tomografia Computadorizada por Emissão de Fóton Único de Sincronização Cardíaca
Doença da Artéria Coronariana
Dipiridamol
Coração
Imagem de Perfusão do Miocárdio
Vasodilatadores
-Doença da Artéria Coronariana/patologia
Vasos Coronários
Estudos Transversais
Eletrocardiografia
Disfunção Ventricular Esquerda
Limites: Feminino
Humanos
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 14 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde