Base de dados : LILACS
Pesquisa : D04 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2 [refinar]
Mostrando: 1 .. 2   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 2 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-744704
Autor: Guilherme, Flávio Ricardo; Molena-Fernandes, Carlos Alexandre; Guilherme, Vânia Renata; Fávero, Maria Teresa Martins; Reis, Eliane Josefa Barbosa dos; Rinaldi, Wilson.
Título: Physical inactivity and anthropometric measures in schoolchildren from Paranavaí, Paraná, Brazil / Inatividade física e medidas antropométricas em escolares de Paranavaí, Paraná, Brasil
Fonte: Rev. paul. pediatr;33(1):50-55, Jan-Mar/2015. tab.
Idioma: en.
Resumo: OBJECTIVE: To investigate the association between physical inactivity and anthropometric measures in schoolchildren from Paranavaí-Parana, Brazil. METHODS: Cross-sectional survey, carried out in July and August 2013. Sample of 566 students (287 boys and 279 girls) from 6th to 9th grade, aged 10 to 14 years, from public and private schools of Paranavaí - PR, Southern Brazil. The variables analyzed were: time of weekly physical activity through a questionnaire (physical inactivity <300 minutes/week), body mass index (BMI) and waist circumference (WC). In the statistical analysis, the U Mann-Whitney and Student's t tests were used for comparison between genders. To identify factors associated with insufficient levels of physical activity, univariate and multivariate logistic regression analysis was applied and expressed in Odds ratio (OR) and 95% confidence interval (95%CI). RESULTS: There was an association between physical inactivity and anthropometric measurements for BMI (p<0.001) and WC (p<0.001), with a prevalence rate of 56.1% and 52.7% of inactive adolescents, respectively. In the multivariate analysis, there was significant association of physical inactivity and overweight (OR 1.8, 95%CI: 1.1-3.0) and with increased waist circumference (OR 2.8, 95%CI: 1.4-3.8). CONCLUSIONS: Inadequate levels of physical activity is a determining factor for overweight and abdominal adiposity. Accordingly, preventive measures should be taken, especially in schools, emphasizing the importance of exercise for body composition control and weight reduction. .

OBJETIVO: Investigar a associação entre a inatividade física e medidas antropométricas em escolares de Paranavaí, Paraná, Brasil. MÉTODOS: Pesquisa com delineamento transversal, feita em julho e agosto de 2013. Amostra composta por 566 escolares (287 meninos e 278 meninas), de 10 a 14 anos, do 6° ao 9° ano da rede pública e privada de Paranavaí (PR). As variáveis analisadas foram: tempo de atividade física semanal, por meio de questionário (inatividade física: < 300 min/semanal), índice de massa corporal (IMC) e circunferência de cintura (CC). Na análise estatística foram usados os testes U de Mann-Whitney e t de Student para comparar os sexos. Para verificar os fatores associados ao nível insuficiente de atividade física aplicou-se o modelo de regressão logística binária univariada e multivariada, expressa em odds ratio (OR), e intervalo de confiança de 95% (IC95%). RESULTADOS: Houve associação entre inatividade física e as medidas antropométricas para IMC (p<0,001) e CC (p<0,001), com prevalências de 56,1% e 52,7% de inativos, respectivamente. Na análise multivariada, foram observadas associações significativas de inatividade física nos alunos que apresentaram excesso de peso (OR 1,8; IC95%: 1,1-3,0) e circunferência de cintura aumentada (OR 2,2; IC95%: 1,4-3,8). CONCLUSÕES: Nível inadequado de atividade física é fator determinante no excesso de peso e na adiposidade abdominal. Nesse sentido, medidas preventivas devem ser tomadas, principalmente nas escolas, e enfatizar-se a importância do exercício físico no controle da composição corporal e redução do pesoe. .
Descritores: Transferência Ressonante de Energia de Fluorescência
Bicamadas Lipídicas/química
Proteínas de Membrana/química
Peptídeos/química
Compostos Policíclicos/química
-Modelos Moleculares
Conformação Molecular
Espectrofotometria Infravermelho
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 2 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-500691
Autor: Caruso, Miriam S. F; Alaburba, Janete.
Título: Hidrocarbonetos policíclicos aromáticos - benzo(a)pireno: uma revisão / Polycyclic aromatic hydrocarbons - benzo-(a)pyrene: a review
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;67(1):1-27, jan.-abr. 2008. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Os hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs) constituem um grupo de compostos contendo dois ou mais anéis aromáticos condensados. Estes compostos são formados, principalmente, pela combustão incompleta da matéria orgânica. Os estudos em cobaias têm demonstrado que muito desses compostos, incluindo o benzo(a)pireno (BaP), são carcinogênicos e mutagênicos, sendo também considerados potencialmente genotóxicos e carcinogênicos para os humanos. O BaP é um dos HPAs mais estudados e é utilizado como indicador da presença de outros HPAs. Esse composto é um contaminante de ampla distribuição ambiental, presente em diversas matrizes, como solo, água, ar e alimentos. Na presente revisão são abordados os aspectos gerais dos HPAs, especialmente do BaP, assim como as metodologias analíticas publicadas desde a década de 1960. São apresentadas as modificações nos diferentes métodos de extração e nos solventes utilizados, as quais têm resultado numa significativa redução de tempo de análise, de volumes de solvente e de custo. São também discutidas as técnicas cromatográficas empregadas para a quantificação desses compostos, como CLAE e CGMS.
Descritores: Benzo(a)pireno
Bebidas
Alimentos
Compostos Policíclicos
Métodos de Análise
Água
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde