Base de dados : LILACS
Pesquisa : D04.210.500.054.040.248 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 16 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 16 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-747162
Autor: Juan-Porcar, Maria; Guillamón-Gimeno, Lledó; Pedraz-Marcos, Azucena; Palmar-Santos, Ana María.
Título: Family care of people with severe mental disorders: an integrative review / Cuidado familiar de pessoas com doenças mentais graves: uma revisão integrativa / Cuidado familiar de la persona con trastorno mental grave: una revisión integradora
Fonte: Rev. latinoam. enferm;23(2):352-360, Feb-Apr/2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: OBJECTIVE: to analyze the scientific literature on home-based family care of people with severe mental illness. METHOD: integrative review of 14 databases (CINALH, Cochrane Plus, Cuidatge, CUIDEN, Eric, IBECS, EMI, ISOC, JBI COnNECT, LILACS, PsycINFO, PubMed, SciELO, and Scopus) searched with the key words "family caregivers", "severe mental illness", and "home" between 2003 and 2013. RESULTS: of 787 articles retrieved, only 85 met the inclusion criteria. The articles appeared in 61 journals from different areas and disciplines, mainly from nursing (36%). The countries producing the most scientific literature on nursing were Brazil, the UK, and the US, and authorship predominantly belonged to university centers. A total of 54.12% of the studies presented quantitative designs, with descriptive ones standing out. Work overload, subjective perspectives, and resources were the main topics of these papers. CONCLUSIONS: the international scientific literature on home-based, informal family care of people with severe mental disorder is limited. Nursing research stands out in this field. The prevalent topics coincide with the evolution of the mental health system. The expansion of the scientific approach to family care is promoted to create evidence-based guidelines for family caregivers and for the clinical practice of professional caregivers. .

OBJETIVO: analisar a produção científica sobre o cuidado familiar de pessoas com transtorno mental grave em casa. MÉTODO: revisão integrativa de 14 bases de dados (CINALH, Cochrane Plus, Cuidatge, CUIDEN, Eric, IBECS, EMI, ISOC, JBI Connect, LILACS, PsycInfo e PubMed, SciELO, e Scopus), com as palavras-chave "cuidadores familiares", "TMG" (transtornos mentais graves ) e "casa", realizada entre 2003 e 2013. RESULTADOS: dos 787 artigos retornados, somente 85 atenderam os critérios de inclusão. Os artigos vieram de 61 periódicos de diferentes áreas e disciplinas, principalmente de enfermagem (36%). Os países com maior produção científica sobre enfermagem foram o Brasil, o Reino Unido e os Estados Unidos, e a autoria era predominantemente de centros universitários. Um total de 54,12% dos estudos apresentou delineamento quantitativo, e os descritivos se destacaram. Os principais temas desses trabalhos foram sobrecarga de trabalho, perspectivas subjetivas e recursos. CONCLUSÕES: a produção cientifica internacional sobre o cuidado familiar informal de pessoas com doenças mentais graves em casa é limitada. A pesquisa em enfermagem se destaca nesse campo. Os temas prevalentes coincidem com a evolução do sistema de saúde mental. Estimula-se a expansão da abordagem científica do cuidado familiar de modo a encontrar evidências para criar guias para cuidadores familiares e para a prática clínica de cuidadores profissionais. .

OBJETIVO: analizar la producción científica sobre el cuidado familiar de la persona con trastorno mental grave en el hogar familiar. MÉTODO: revisión integradora en 14 bases de datos (CINALH, Cochrane Plus, Cuidatge, CUIDEN, Eric, IBECS, IME, ISOC, JBI ConNECT, LILACS, PsycInfo, PubMed, SciELO y Scopus), con las palabras clave "cuidadores familiares", "TMG" y "hogar"; realizada entre 2003 y 2013. RESULTADOS: de 787 artículos recuperados, sólo 85 cumplieron con los criterios de inclusión. Los artículos procedieron de 61 revistas de diferentes áreas y disciplinas destacando la disciplina de enfermería (36%). Los países con mayor producción científica sobre enfermería fueron Brasil, Reino Unido y EEUU. En la autoría predominaron los centros universitarios. El 54,12% de los estudios presentó diseño cuantitativo, sobresaliendo los descriptivos. Las temáticas destacadas fueron sobrecarga, perspectivas subjetivas y recursos. CONCLUSIONES: la producción científica internacional sobre el cuidado informal familiar de la persona con trastorno mental grave, en el contexto del hogar familiar, es limitada. En este campo, destaca la investigación de enfermería. Las temáticas prevalentes coinciden con la evolución del sistema de salud mental. Se estimula la ampliación del abordaje científico del cuidado familiar con el fin de encontrar evidencias para la elaboración de guías de cuidadores familiares y para la práctica clínica de cuidadores profesionales. .
Descritores: Adipogenia
Adipócitos/metabolismo
Células-Tronco Adultas/fisiologia
Androgênios/fisiologia
Di-Hidrotestosterona/farmacologia
Testosterona/fisiologia
-Antagonistas de Androgênios/farmacologia
Androgênios/farmacologia
/metabolismo
BONE MORPHOGENETIC PROTEIN ABBREVIATIONS AS TOPIC/metabolismo
Proteína beta Intensificadora de Ligação a CCAAT/genética
Proteína beta Intensificadora de Ligação a CCAAT/metabolismo
Proteínas Estimuladoras de Ligação a CCAAT/genética
Proteínas Estimuladoras de Ligação a CCAAT/metabolismo
Células Cultivadas
Flutamida/farmacologia
Expressão Gênica
Metabolismo dos Lipídeos
PPAR gama/genética
PPAR gama/metabolismo
Receptores Androgênicos/metabolismo
Transdução de Sinais
Testosterona/farmacologia
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Research Support, N.I.H., Intramural
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-732354
Autor: Fernandes, Lilian A. Y.; Caromano, Fátima A.; Assis, Silvana M. B.; Hukuda, Michele E.; Voos, Mariana C.; Carvalho, Eduardo V..
Título: Relationship between the climbing up and climbing down stairs domain scores on the FES-DMD, the score on the Vignos Scale, age and timed performance of functional activities in boys with Duchenne muscular dystrophy / Relação entre escore FES-DMD-subir e descer escada com escore Escala Vignos, idade e tempo de realização das atividades em meninos com Distrofia Muscular de Duchenne
Fonte: Braz. j. phys. ther. (Impr.) = Rev. bras. fisioter;18(6):513-520, 09/01/2015. graf.
Idioma: en.
Resumo: BACKGROUND: Knowing the potential for and limitations of information generated using different evaluation instruments favors the development of more accurate functional diagnoses and therapeutic decision-making. OBJECTIVE: To investigate the relationship between the number of compensatory movements when climbing up and going down stairs, age, functional classification and time taken to perform a tested activity (TA) of going up and down stairs in boys with Duchenne muscular dystrophy (DMD). METHOD: A bank of movies featuring 30 boys with DMD performing functional activities was evaluated. Compensatory movements were assessed using the climbing up and going down stairs domain of the Functional Evaluation Scale for Duchenne Muscular Dystrophy (FES-DMD); age in years; functional classification using the Vignos Scale (VS), and TA using a timer. Statistical analyses were performed using the Spearman correlation test. RESULTS: There is a moderate relationship between the climbing up stairs domain of the FES-DMD and age (r=0.53, p=0.004) and strong relationships with VS (r=0.72, p=0.001) and TA for this task (r=0.83, p<0.001). There were weak relationships between the going down stairs domain of the FES-DMD-going down stairs with age (r=0.40, p=0.032), VS (r=0.65, p=0.002) and TA for this task (r=0.40, p=0.034). CONCLUSION: These findings indicate that the evaluation of compensatory movements used when climbing up stairs can provide more relevant information about the evolution of the disease, although the activity of going down stairs should be investigated, with the aim of enriching guidance and strengthening accident prevention. Data from the FES-DMD, age, VS and TA can be used in a complementary way to formulate functional diagnoses. Longitudinal studies and with broader age groups may supplement this information. .

CONTEXTUALIZAÇÃO: Conhecer as potencialidades e limitações das informações geradas por diferentes instrumentos de avaliação favorece o desenvolvimento mais preciso do diagnóstico funcional e da tomada de decisão terapêutica. OBJETIVO : Investigar a relação entre o número de movimentos compensatórios ao subir e descer escadas, idade, classificação funcional e tempo de realização de atividade (TA) em meninos com Distrofia Muscular de Duchenne (DMD). MÉTODO : Foi utilizado banco de filmes de 30 meninos com DMD realizando atividades funcionais. Os movimentos compensatórios foram avaliados pela Escala de Avaliação Funcional para Distrofia Muscular de Duchenne (FES-DMD), domínio subir e descer escada; a idade, mensurada em anos; a classificação funcional foi pesquisada pela Escala de Vignos (EV), e o TA foi cronometrado. Foi utilizado o teste de correlação de Spearman. RESULTADOS : Existe moderada relação entre a FES-DMD-subir escada e a idade (r=0,53, p=0,004) e forte relação com a EV (r=0,72, p=0,001) e TA dessa tarefa (r=0,83, p<0,001). Houve fraca relação entre a FES-DMD-descer escada e a idade (r=0,40, p=0,032), EV (r=0,65, p=0,002) e o TA dessa tarefa (r=0,40, p=0,034). CONCLUSÃO : Esses achados indicam que a avaliação da tarefa de subir escada pode trazer informações mais relevantes sobre a evolução da doença, embora a atividade de descer escada deva ser pesquisada visando à orientação e prevenção de acidentes. A utilização conjunta de dados provenientes da FES-DMD, da idade e do TA pode se complementar para formulação do diagnóstico funcional. Estudos longitudinais e com outras faixas etárias mais amplas podem complementar tal informação. .
Descritores: Hiperplasia Prostática/metabolismo
Receptores Androgênicos/metabolismo
-Ligação Competitiva
Tampões (Química)
Carvão Vegetal
Citosol/metabolismo
Dextranos
Di-Hidrotestosterona/metabolismo
Eletroforese em Gel de Ágar
Ativação Enzimática/efeitos dos fármacos
Estrenos/metabolismo
Metribolona
Molibdênio/farmacologia
Progesterona/metabolismo
Inibidores de Proteases/farmacologia
Temperatura
Tartaratos/farmacologia
Congêneres da Testosterona/metabolismo
Limites: Humanos
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Alchorne, Maurício M. A
Texto completo
Id: lil-607459
Autor: Tagliolatto, Sandra; Alchorne, Mauricio M. A; Enokihara, Mauro.
Título: Hiperplasia sebácea cutânea: estudo piloto para a correlação da doença com hormônios androgênios / Sebaceous hyperplasia: a pilot study to correlate this skin disease with circulating androgen levels
Fonte: An. bras. dermatol;86(5):917-923, set.-out. 2011. tab.
Idioma: pt.
Resumo: FUNDAMENTOS: As glândulas sebáceas são suscetíveis à ação dos hormônios androgênios e apresentam proliferação benigna com a idade, ou seja, hiperplasia. OBJETIVOS: Estudo piloto para verificar se há correlação entre a taxa de hormônios masculinos circulantes e o aumento da incidência da hiperplasia das glândulas sebáceas. MÉTODOS: 16 pacientes do sexo feminino, com diagnóstico de hiperplasia sebácea cutânea, foram comparados a um grupo-controle de mesmo gênero e idades semelhantes, sem a doença. Ambos os grupos foram submetidos a testes de dosagem sanguínea para avaliação das taxas de hormônios androgênios circulantes (testosterona livre e total, androstenediona). Os resultados foram tabulados e analisados estatisticamente. RESULTADOS: Os dados demonstraram não haver mudanças nos níveis de hormônios masculinos circulantes dos pacientes com hiperplasia sebácea cutânea, quando comparados ao grupo-controle. CONCLUSÃO: Os dados sugerem que não há alterações estatisticamente significantes nas taxas dos hormônios circulantes (testosterona livre e total, androstenediona, deidroepiandrosterona, sulfato de deidroepiandrosterona) dos pacientes com hiperplasia sebácea cutânea.

BACKGROUND: The sebaceous glands are susceptible to the effects of androgens. A benign proliferation of these hormones, i.e. hyperplasia, occurs with age. OBJECTIVES: This was a pilot study to demonstrate whether any correlation exists between circulating androgen levels and an increase in the incidence of sebaceous hyperplasia. METHODS: Sixteen female patients with a diagnosis of sebaceous hyperplasia were compared to a control group of females of a similar age without the disease. Blood tests were performed on participants of both groups to measure circulating androgen levels (free and total testosterone and androstenedione levels). Results were tabulated for statistical analysis. RESULTS: These data showed no statistically significant differences in circulating androgen levels between the patients with sebaceous hyperplasia and the control group. CONCLUSION: These data suggest that no significant changes occur in circulating androgen levels [free and total testosterone, androstenedione, dehydroepiandrosterone (DHEA) and DHEA sulfate] in patients with sebaceous hyperplasia.
Descritores: Androstenodiona/sangue
Di-Hidrotestosterona/sangue
Doenças das Glândulas Sebáceas/patologia
Glândulas Sebáceas/patologia
Testosterona/sangue
-Biomarcadores/sangue
Estudos de Casos e Controles
Hiperplasia/sangue
Hiperplasia/patologia
Projetos Piloto
Estudos Prospectivos
Doenças das Glândulas Sebáceas/sangue
Limites: Adulto
Idoso
Feminino
Humanos
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Vieira, José Gilberto Henriques
Texto completo
Id: lil-529948
Autor: Paulino, Mariana da Costa Rose; Steinmetz, Leandra; Menezes Filho, Hamilton Cabral de; Kuperman, Hilton; Della Manna, Thaís; Vieira, José Gilberto Henriques; Blasbalg, Roberto; Baroni, Ronaldo; Setian, Nuvarte; Damiani, Durval.
Título: Pesquisa de tecido prostático em pacientes 46, XX portadoras da forma clássica de hiperplasia congênita das suprarrenais / Search of prostatic tissue in 46, XX congenital adrenal hyperplasia
Fonte: Arq. bras. endocrinol. metab;53(6):716-720, ago. 2009. ilus, graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVOS: Verificar a ocorrência de tecido prostático em pacientes portadoras da forma clássica de hiperplasia congênita das suprarrenais, com cariótipo 46,XX e analisar a sensibilidade e a especificidade do antígeno prostático específico (PSA) das pacientes com hiperplasia congênita das suprarrenais em relação à detecção de tecido prostático na ressonância magnética (RNM) de região pélvica. MÉTODOS: Foram estudadas 52 crianças e adolescentes, sendo 32 meninas portadoras da forma clássica de hiperplasia congênita das suprarrenais, 10 meninas e 10 meninos sem hiperplasia congênita das suprarrenais. A RNM da região pélvica e a coleta de PSA, diidrotestosterona e testosterona foram realizadas em todos os pacientes. Para analisar a capacidade de discriminação do antígeno prostático-específico, foi utilizada a curva ROC (receiver operating characteristic curve). RESULTADOS: Cinco das 32 pacientes portadoras de hiperplasia congênita das suprarrenais apresentaram tecido prostático na RNM de região pélvica. Para concentração de antígeno prostático-específico de 0,1 ng/mL, obteve-se sensibilidade de 100 por cento e especificidade de 88,9 por cento para a detecção de tecido prostático. CONCLUSÕES: A ocorrência de tecido prostático nas pacientes portadoras de hiperplasia congênita das suprarrenais estudadas foi de 15,6 por cento. O antígeno prostático-específico mostrou ser valioso marcador de tecido prostático nestas pacientes.

OBJECTIVES: To describe the presence of prostatic tissue in 46,XX patients with the classical form of congenital adrenal hyperplasia (CAH); to evaluate the sensitivity and specificity of prostatic specific antigen (PSA) measured in congenital adrenal hyperplasia patients with regard to the detection of prostatic tissue in pelvic MRI. METHODS: We studied 52 children and adolescents, 32 with the classical form of congenital adrenal hyperplasia, 10 boys and 10 girls without CAH. Pelvic MRI was performed in all patients to detect prostatic tissue. Prostate specific antigen, testosterone and dihydrotestosterone were measured in all patients. We used Receiver Operating Characteristic Curve for PSA discrimination capacity. RESULTS: Five girls with congenital adrenal hyperplasia showed image of prostatic tissue on pelvic MRI. Prostate specific antigen showed sensitivity and specificity of 100 percent and 88.9 percent, respectively, taking 0.1 ng/mL as the cutoff level. CONCLUSIONS: The incidence of prostatic tissue in 46,XX patients with the classical form of congenital adrenal hyperplasia was 15.6 percent. PSA demonstrated to be a good marker of prostatic tissue in these patients and should be used to screen patients to be submitted to image studies.
Descritores: Hiperplasia Suprarrenal Congênita/patologia
Di-Hidrotestosterona/sangue
Antígeno Prostático Específico/sangue
Próstata/patologia
Testosterona/sangue
-Hiperplasia Suprarrenal Congênita/sangue
Hiperplasia Suprarrenal Congênita/genética
Estudos de Casos e Controles
Cariotipagem
Imagem por Ressonância Magnética
Curva ROC
Sensibilidade e Especificidade
Processos de Determinação Sexual
Biomarcadores Tumorais/sangue
Adulto Jovem
Limites: Adolescente
Criança
Feminino
Humanos
Masculino
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-362100
Autor: Chacón, Oscar.
Título: Tratamiento médico de la hiperplasia prostática benigna / Medical treatment of bening prostatic hyperplasia
Fonte: Gac. méd. Caracas;103(2):103-104, abr.-jun. 1995.
Idioma: es.
Descritores: Antagonistas Adrenérgicos
Di-Hidrotestosterona
Hiperplasia Prostática/terapia
-Medicina
Venezuela
Limites: Masculino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  6 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-324529
Autor: Marcondes, José Antonio M.
Título: Andrógenos e SHBG: em busca do elo desconhecido / Androgens and SHBG: looking for unknown link
Fonte: Arq. bras. endocrinol. metab;46(5):493-494, out. 2002.
Idioma: pt.
Descritores: Androgênios
Hiperandrogenismo
Globulina de Ligação a Hormônio Sexual
-Di-Hidrotestosterona
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central


  7 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Vieira, José Gilberto H
Texto completo
Id: lil-307694
Autor: Vieira, José Gilberto H; Nakamura, Odete H; Noguti, Keiko O.
Título: Aplicaçäo da cromatografia líquida de alta performance como método preparativo para a dosagem de esteróides hormonais por RIE: dosagens de 17OH-progesterona e diidrotestosterona / Application of the high performance liquid chromatography as a preparative method for the hormonal steroid dosage for RIE: 17OH-progesterone and dihydrotestosterone dosages
Fonte: Arq. bras. endocrinol. metab;46(1):91-96, fev. 2002. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: A dosagem dos esteróides hormonais tem apresentado evoluçäo técnica significativa, sendo' os principais esteróides de interesse clínico dosados, atualmente, por métodos simples, rápidos e automatizados. Existe, no entanto, um compromisso em detrimento da exatidäo, que é mais evidente na determinaçäo de esteróides de menor concentraçäo relativa e maior número de interferentes potenciais, como a 17-hidroxiprogesterona (170HP), a diidrotestosterona (DHT) e outros. Nestes casos, um processo preparativo versátil e robusto é fundamental para garantir resultados com alto grau de exatidäo. Apresentamos a padronizaçäo de um processo preparativo baseado em cromatografia líquida de alta performance (HPLC) comparado à cromatografia em coluna de celite para a dosagem de 170HP e DHT. Os anticorpos empregados nos respectivos radioimunoensaios apresentam especificidade semelhante aos descritos na literatura. As amostras foram inicialmente extraídas em éter etílico e em seguida submetidas ao processo cromatográfico. Amostras de soro provenientes da rotina foram dosadas em paralelo pelos dois métodos, sendo 57 amostras para 170HP e 84 para DHT. Näo houve diferença significativa entre os resultados, e os índices de correlaçäo foram elevados (R= 0,95 e 0,97). Os resultados comprovam que a aplicaçäo do HPLC é válida, além de ser mais reprodutível, versátil e menos operador-dependente. Sua aplicaçäo mais ampla permitirá uma melhora de exatidäo na dosagem de esteróides de baixa concentraçäo relativa, onde os métodos mais simples resultam em valores falsamente elevados.
Descritores: Di-Hidrotestosterona
Progesterona
-Cromatografia
Cromatografia Líquida/métodos
Radioimunoensaio
Soroalbumina Bovina
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central


  8 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-269054
Autor: Imperato-McGinnley, Julianne.
Título: Efectos de la dihidrotestosterona en el hombre / Actions of dihydrotestosterone in man
Fonte: Acta méd. domin;17(2):59-65, mar.-abr. 1995.
Idioma: es.
Descritores: Di-Hidrotestosterona
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Conferência Clínica
Responsável: DO25.4 - Biblioteca Pedro Mir, Zona Universitária


  9 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-217838
Autor: Enriquez, Diego; Rittler, Mónica; Pomata, Jorgelina; Brunetto, Oscar.
Título: Genitales ambiguos: incidencia, presentación de un caso clínico, orientación diagnóstica y recomendaciones / Ambiguous genitalia: incidence, report of a clinical case, diagnostic orientation and recomendations
Fonte: Rev. Hosp. Matern. Infant. Ramon Sarda;17(1):25-30, 1998. ilus, tab, graf.
Idioma: es.
Descritores: Hiperplasia Suprarrenal Congênita
Caracteres Sexuais
Dexametasona
Transtornos do Desenvolvimento Sexual/diagnóstico
Disgenesia Gonadal 46 XY
Mosaicismo
Esteroide 21-Hidroxilase/deficiência
Transtornos do Desenvolvimento Sexual/diagnóstico
Transtornos do Desenvolvimento Sexual/psicologia
Síndrome de Turner
-Androgênios/efeitos adversos
Di-Hidrotestosterona/efeitos adversos
Mortalidade Infantil/tendências
Hormônio Luteinizante/efeitos adversos
Testosterona/efeitos adversos
Limites: Humanos
Feminino
Recém-Nascido
Gravidez
Masculino
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas


  10 / 16 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-185159
Autor: Pino Z., Ana María.
Título: Estructura del gen del receptor de andrógeno y función de la proteína: defectos estructurales del gen que determinan resistencia a andrógenos en el hombre / Androgen receptor gene structure and protein function: structural gene defects that promote androgen resistance in man
Fonte: Rev. méd. Chile;124(9):1127-36, sept. 1996. ilus.
Idioma: es.
Projeto: Fondecyt.
Resumo: The human androgen receptor is a member of the superfamily of steroid hormone receptors and contains three functional domains: an amino-terminal region involved in the expression of androgen regulated genes, a central cystein-rich DNA binding region and a carboxy-terminal hormone binding region. Proper functioning of this protein is a prerequisite for normal male sexual differentiation and development. Androgen action is currently studied in vitro, using fibroblasts culture from genital skin and complementary DNA of the androgen receptor gene has been recently cloned and sequenced. During recent years a substantial progress has been made elucidating the structure-function relationship of the androgen receptor and the characterization of the molecular defects associated with androgen insensitivity syndromes. There appears to be a broad correlation between the degree of receptor dysfunction caused by the mutation and the patient phenotype
Descritores: Proteína de Ligação a Androgênios/fisiologia
Receptores Androgênicos/genética
Transtornos do Desenvolvimento Sexual/genética
-3-Oxo-5-alfa-Esteroide 4-Desidrogenase/deficiência
Di-Hidrotestosterona/farmacocinética
Limites: Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde