Base de dados : LILACS
Pesquisa : D04.210.500.745.432.370 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 10 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 10 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-906981
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos.
Título: Medicamentos tópicos para otite externa aguda / Topical medicines for acute external otitis.
Fonte: Brasília; CONITEC; mar. 2017. g, tab.
Idioma: pt.
Resumo: CONTEXTO: Otite externa aguda é uma inflamação que ocorre na orelha externa ­ pavilhão e canal auditivos. Essa condição clínica é caracterizada pelo acometimento da pele e do tecido subcutâneo, sendo a infecção bacteriana a principal causa. O paciente com essa doença tem inflamação no local, acompanhada de intensa dor e secreção. Além disso, experimenta dificuldades de audição, que deixam de existir com a cura da condição clínica. São alternativas terapêuticas para pacientes com otite externa aguda a assepsia (remoção de cerume e limpeza local), aplicação tópica de antibióticos, anti-inflamatórios esteroides e anestésicos, além da administração por via oral de analgésicos e antibióticos. Há no Brasil diversas apresentações farmacêuticas registradas para o tratamento da otite externa aguda. Contudo, nenhuma delas integra a Relação Nacional de Medicamentos Essenciais ­ RENAME. PERGUNTA: Qual alternativa terapêutica é mais eficaz/efetiva e segura para o tratamento de pacientes com otite externa aguda? EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS: Evidências clínicas: foi realizada revisão sistemática para sintetizar as evidências disponíveis sobre eficácia/efetividade e segurança de alternativas terapêuticas para o tratamento de pacientes com otite externa aguda. Foram incluídos dois estudos que avaliam alternativas terapêuticas disponíveis no Brasil. Um dos estudos aponta que a utilização de ciprofloxacino 2 mg/mL se mostrou mais eficaz em curar a doença em menos tempo que a associação entre polimixina B 10.000 UI, neomicina 3,5 mg/mL, hidrocortisona 10 mg/mL. O outro estudo concluiu que tanto ciprofloxacino 2 mg/mL associado a hidrocortisona 10 mg/mL quanto polimixina B 10.000 UI, neomicina 3,5 mg/mL, hidrocortisona 10 mg/mL são semelhantes em resolver o quadro de dor entre seis e sete dias. Para ampliar a análise, nova seleção de estudos foi feita incluindo a avaliação de medicamentos com equivalentes classes farmacêuticas no Brasil. Foram incluídos doze estudos. Foi notada maior eficácia da utilização de quinolona em relação à associação entre não quinolonas e anti-inflamatório esteroide em relação à cura em sete a dez dias de acompanhamento. Avaliação de custo-efetividade: foi realizada avaliação de custo-efetividade em virtude da diferença na eficácia entre quinolona e a associação entre não quinolonas e anti-inflamatório esteroide. Os preços considerados para as alternativas foram os Preços Fabrica definidos pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos ­ CMED. Foi construída árvore de decisão para avaliar o desfecho de cura clínica em sete a dez dias. O custo foi representado pelo valor monetário do medicamento e a efetividade pela cura clínica em sete a dez dias. A razão de custo-efetividade incremental de quinolona em relação à associação entre não quinolonas e anti-inflamatório esteroide foi de R$ 136,25. Esse é o valor necessário para que o tratamento com quinolona proporcione uma cura clínica a mais em relação à associação entre não quinolonas e anti-inflamatório esteroide. Avaliação de Impacto Orçamentário: Compreendendo o período entre os anos de 2017 e 2021, foram consideradas as projeções populacionais calculadas pelo IBGE, as taxas de atendimentos de pacientes com otite externa aguda e a cobertura da atenção básica pelo SUS no Brasil. Considerando a perspectiva de financiamento pelo Componente Básico da Assistência Farmacêutica, além do impacto orçamentário total, foram calculados o impacto orçamentário médio por município e por habitante. O impacto orçamentário total em cinco anos para a potencial incorporação de quinolona foi de R$ 87.362.082,52 e para a da associação entre não quinolonas e anti-inflamatório esteroide foi de R$ 16.373.657,88. Os respectivos valores médios por município foram de R$ 15.684,40 e R$ 2.939,62. O impacto orçamentário médio por habitante foi de R$ 0,4148 para quinolona e R$ 0,0778 para a associação entre não quinolonas e anti-inflamatório esteroide. DISCUSSÃO: São escassos os estudos sobre alternativas terapêuticas disponíveis no Brasil. A avaliação por classes farmacêuticas deve se dar com cautela, haja vista a pequena quantidade de estudos disponíveis e a heterogeneidade entre eles. Por meio da evidência disponível, pouco se sabe sobre os efeitos atribuídos a cada princípio ativo. Para a seleção de medicamentos antimicrobianos, pode ser importante avaliar, em vez de uma infecção isolada, um conjunto de infecções para verificar os potenciais benefícios e riscos de se optar por um determinado medicamento. RECOMENDAÇÃO DA CONITEC: A matéria será disponibilizada em Consulta Pública com recomendação preliminar desfavorável à incorporação de medicamentos tópicos para o tratamento de otite externa aguda. CONSULTA PÚBLICA: Foram recebidas três contribuições técnico-científicas e 2 contribuições de experiência ou opinião. Todas as contribuições técnico-científicas continham argumentação técnico-científica contra a recomendação inicial da Conitec. As contribuições de experiência ou opinião também foram contra a recomendação inicial da Conitec. No geral, houve evidências com potencial de alteração desta recomendação. DELIBERAÇÃO FINAL: Por recomendar a incorporação da associação entre sulfato de polimixina B 10.000 UI, sulfato de neomicina 3,5 mg/mL, fluocinolona acetonida 0,25 mg/mL e cloridrato de lidocaína 20 mg/mL, apresentada em frasco com 5 mL, para otite externa aguda. DECISÃO: Incorporar a associação de sulfato de polimixina B 10.000 UI, sulfato de neomicina 3,5 mg/mL, fluocinolona acetonida 0,25 mg/mL e cloridrato de lidocaína 20 mg/mL, apresentada em frasco com 5 mL, para otite externa aguda no âmbito do Sistema Único de Saúde ­SUS. Decisão dada pela Portaria SCTIE-MS nº 15 publicada no Diário Oficial da União (DOU) nº 58, de 24 de março de 2017, pág. 107.(AU)
Descritores: Fluocinolona Acetonida/uso terapêutico
Lidocaína/uso terapêutico
Neomicina/uso terapêutico
Otite Externa/tratamento farmacológico
Polimixina B/uso terapêutico
-Brasil
Análise Custo-Benefício
Combinação de Medicamentos
Avaliação da Tecnologia Biomédica
Sistema Único de Saúde
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Relatório Técnico
Estudos de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-343531
Autor: Rosario, Moisés; Saldías Vargas, José; Piscoya, Gilberto; Salazar, Samuel; Navarro, Julio; Huamán, Luis; Bengoa P., Lourdes.
Título: Criptococoma cerebral / Cerebral criptococoma
Fonte: Bol. Soc. Peru. Med. Interna;6(1):22-24, ene.-mar. 1993. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Se presenta un raro caso de criptococoma cerebral desarrollado por un varón de 46 años, criador de palomas, y con serología negativa para el VIH. El diagnóstico se hizo mediante biopsia cerebral y con la prueba de aglutinación de látex en LCR. El paciente fue tratado con Anfotericina B y fluocitosina con muy buenos resultados
Descritores: Criptococose
Sistema Nervoso
-Anfotericina B
Fluocinolona Acetonida
Limites: Seres Humanos
Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  3 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO México
Texto completo
Id: lil-312193
Autor: Castanedo Cázarez, Juan Pablo; Quistián Galván, Judith; Torres Alvarez, Bertha; Torres Ruvalcaba, Antonio; Moncada, Benjamín.
Título: Estudio del efecto antiinflamatorio de un corticosteroideo tópico: marca reconocida versus agenéricos / Srudy of the Anti-inflammatory effect of topical corticosteroid: recognized brand vs generics
Fonte: Gac. méd. Méx;137(4):311-314, jul.-ago. 2001. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: El mercado de los medicamentos genéricos se encuentra en un proceso de expansión en nuestro país. Existen en el comercio nacional diversos corticosteroides genéricos tópicos, solos o combinados, de los cuales se desconoce si su eficacia clínica es similar a los de marca reconocida. Usando como modelo al acetónido de fluocinolona, el propósito del estudio fue valorar su efecto antiinflamatorio en diversas presentaciones. Se realizó un estudio doble ciego-vehículo controlado. Se produjo irritación con lauril sulfato de sodio al 10 por ciento a veinte voluntarios sanos en cinco sitios del antebrazo. Sobre el mismo sitio se aplicaron durante cuatro días los compuestos a evaluar con lecturas del grado de inflamación al segundo y cuarto día mediante una escala visual de irritación. El análisis de los resultados mostró que aunque uno de los medicamentos genéricos es hasta 80 por ciento más económico, no alcanzó la eficacia que los demás compuestos evaluados mostraron. Esto merece consideración conforme surjan otras formulaciones de corticosteroides genéricos más potentes en el mercado mexicano.
Descritores: Corticosteroides
Anti-Inflamatórios
Medicamentos Genéricos/uso terapêutico
Patentes
-Eficácia
Fluocinolona Acetonida
Qualidade dos Medicamentos Homeopáticos
Dodecilsulfato de Sódio
Limites: Seres Humanos
Masculino
Adulto
Feminino
Meia-Idade
Responsável: MX1.1 - CENIDSP - Centro de Información para Decisiones en Salud Pública


  4 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-232540
Autor: Alvarado García, Alberto; Gaviño Ambriz, Salvador.
Título: Itraconazol + Secnidazol* cápsulas vs. óvulos vaginales Acetónido de Fluocinolona 0.05 mg, Nistatina 100,000 U y Metronidazol 500 mg en el tratamiento sintomático de la vaginitis / Itraconazol + Secnidazol* capsules Vs. Acetónido of Fluocinolona 0.05 mg, Nistatina 100,000 U and Metronidazol 500 mg vaginal ovules, en the symptomatic treat of vaginitis
Fonte: Ginecol. obstet. Méx;66(4):173-8, mar. 1998. tab, ilus.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: Evaluar la eficacia del tratamiento oral en las vaginitis y la vaginosis con intraconazol y secnidazol, comparándolo con el tratamiento tópico con óvulos vaginales de acetónido de fluocinolona, nistatina 100 000 U. y metronidazol 500 mg. Diseño: Estudios comparativos, longitudinal, prospectivo y abierto Lugar: Servicio de Reproducción Humana. Centro Médico Nacional "20 de Noviembre" I.S.S.S.T.E. Material y métodos: Fueron incluidas 40 pacientes del sexo femenino que asistieron a la consulta externa del Servicio de Reproducción humana con diagnóstico de vaginitis y vaginosis, se dividieron al azar en dos grupos. Grupo 1 (20 pacientes) que recibieron tratamiento oral con Itraconazol y secnidazol y el grupo 2 (20 pacientes) que recibieron tratamiento tópico con fluocinolona, nistatina y metronidazol. Se citaron a las pacientes a los 7 y 14 días después de iniciado el tratamiento valorando la intensidad de la sintomatología clínica y la eficacia del tratamiento. Resultados: Las características poblacionales de ambos grupos no mostraron diferencias. La leucorrea fue el síntoma más importante en ambos grupos el cual fue de intensidad moderada severa, y mostró una diferencia en la evaluación post-tratamiento estadísticamente significativa a favor de las pacientes tratadas con itraconazol y secnidazol. En cuanto al ardor, prurito, dispareunia y disuria no mostraron diferencias en la evaluación post-tratamiento, sin embargo la mejoría fue estadísticamente significativa entre el día 1 y 7 de tratamiento en favor del grupo tratado con Itraconazol y Secnidazol. conclusión. El tratamiento con Itraconazol y Secnidazol ofrece mejoría en menor tiempo y la comodidad que ofrece en cuanto a la facilidad de administración lo hacen un medicamento adecuado para el tratamiento de la vaginitis y la vaginosis o ambas
Descritores: Antiprotozoários/uso terapêutico
Antitricômonas/uso terapêutico
Fluocinolona Acetonida/uso terapêutico
Itraconazol/uso terapêutico
Metronidazol/análogos & derivados
Metronidazol/uso terapêutico
Nistatina/uso terapêutico
Vaginite/tratamento farmacológico
Limites: Seres Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Estudo Comparativo
Responsável: MX1.1 - CENIDSP - Centro de Información para Decisiones en Salud Pública


  5 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Cordeiro, Fernando
Id: lil-219943
Autor: Cordeiro, Fernando; Silveira, Geraldo Milton da; Santos Júnior, Júlio César Monteiro dos; Nogueira, Luis Américo Limberti; Moreira, Carlos Eduardo da Luz.
Título: Tribuna livre: como eu faço / Free tribune: the way I do it
Fonte: Rev. bras. colo-proctol;16(3):155-8, jul.-set. 1996.
Idioma: pt.
Descritores: Corticosteroides/uso terapêutico
Antifúngicos/uso terapêutico
Betametasona/uso terapêutico
Fluocinolona Acetonida/uso terapêutico
Antagonistas dos Receptores Histamínicos/uso terapêutico
Hidrocortisona/uso terapêutico
Miconazol/uso terapêutico
Nistatina/uso terapêutico
Prurido Anal/diagnóstico
Prurido Anal/terapia
-Aciclovir/uso terapêutico
Antibacterianos/uso terapêutico
Antifúngicos/uso terapêutico
Antivirais/uso terapêutico
Dermatomicoses/tratamento farmacológico
Eritrasma/tratamento farmacológico
Eritromicina/uso terapêutico
Herpes Simples/tratamento farmacológico
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Entrevista
Responsável: BR13.1 - NDC - Núcleo de Documentação


  6 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-209634
Autor: Rosário Filho, Nelson A; Mouräo, Elizabeth M. Mercer.
Título: Soluçäo de fluocinolona a 0,025 por cento no tratamento tópico da rinite alérgica perene / Fluocinolone solution in the topic treatment of perennial allergic rhinitis
Fonte: Rev. bras. alergia imunopatol;17(3):103-10, maio-jun. 1994. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Neste estudo duplo-cego, randomizado e controlado com placebo, pacientes com rinite alérgica perene foram tratados, por via intranasal, com uma formulaçäo de fluocinolona a 0,025 por cento, na dose aproximadamente de 100 mcg/dia, durante quatro semanas. Este preparado foi eficaz na reduçäo dos sintomas a partir de primeira semana, verificada através da avaliaçäo do médico e dos diários preenchidos pleos pacientes. A melhora se manteve durante o tratamento, porém os sintomas retornaram com igual intensidade de antes de iniciá-lo, dentro de duas semanas após sua interrupçäo. Observamos efeito terapêutico do veículo da formulaçäo e alta freqüência de efeitos secundários (ardência) embora transitórios e irrelevantes. Näo houve alteraçöes nos níveis plasmáticos de cortisol matinal com uso da droga. Nosso estudo mostra que a soluçäo nasal de fluocinolona a 0,025 por cento em duas aplicaçöes diárias é uma opçäo de baixo custo, eficaz e segura no tratamento de rinite alérgica.
Descritores: Anti-Inflamatórios/uso terapêutico
Fluocinolona Acetonida/análogos & derivados
Rinite Alérgica Perene/tratamento farmacológico
-Anti-Inflamatórios
Método Duplo-Cego
Tolerância a Medicamentos
Resultado do Tratamento
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-208700
Autor: Araújo, Nélia N; Sestelo, Maristela; Padilha, Simone; Rosa, Gilvandro; Bastos, Maria L; Neves, MArgarida C; Lemos, Antonio C; Peçanha-Martins, Antonio C; Cruz, Alvaro A.
Título: Estudo de pacientes com asma brônquica moderada tratados com flunisolida / Study of patients with moderate bronchial asthma treated with flunisolide
Fonte: Rev. bras. alergia imunopatol;20(3):86-95, maio-jun. 1997. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O uso dos costicosteróides inalatórios é o tratamento de escolha na asma brônquica quando há sintomas persistentes. A flunisolida é um dos esteróides tópicos utilizados há mais tempo e é atualmente comercializada no Brasil. Foi objetivo desse estudo observar a evoluçÒo de pacientes com asma moderada em tratamento adequado com esta droga. Trinta e quatro asmáticos moderados foram seguidos por 2 semanas ("run-in") + 12 semanas em tratamento com flunisolida 1mg/dia, através de aerocâmera 300, e fenoterol spray quando necessário. Todos foram instruídos sobre a doença, controle ambiental, uso de medicaçöes inalatórias e recebiam plano de açÒo escrito para crise. As medicaçöes foram fornecidas gratuitamente e a adesÒo ao tratamento assegurada através de controle do peso do spray. Os pacientes eram reavaliados a cada duas semanas, registrando seus sintomas em escalas analógicas e respondendo a questionário para o estabelecimento de índice clínico de hiperreatividade brônquica (ICHB). Espirometria, diários de PFE, consumo de broncodilatador e "escore" de ausculta torácica (EAT) também foram obtidos a cada visita. Reatividade à metacolina foi avaliada no início e no final do estudo. Dezessete de trinta e um pacientes que concluíram o estudo tiveram sua asma reclassificada como leve (p< 0,001). Houve tendência à melhora do VEF(1) (67,8 para 71,6 por cento), com elevaçÒo significativa (p<0,05) da média do PFE (302,3 para 338,5 - à noite) e do seu valor mínimo (47,2 para 60,5 por cento). Reduçäo significante (p<0,05) do ICHB, tosse, chiado, dispnéia e opressäo também foram observados. Näo houve mudança significativa do EAT, entretanto. Rouquidäo, náusea e cefaléia ocorreram em menos de 10 por cento dos voluntários. Nenhum paciente abandonou o estudo por efeitos adversos da droga. Em conclusäo, encontramos resposta clínica favorável na maioria dos adultos asmáticos moderados em uso de flunisolida, que foi bem tolerada. Surpreendentemente, nem a ausculta torácica, nem o VEF(1) foram instrumentos suficientemente sensíveis para detectar a evoluçäo favorável dos pacientes, claramente demonstrada por outros parâmetros.
Descritores: Asma/tratamento farmacológico
Fluocinolona Acetonida/uso terapêutico
-Aerossóis
Ventilação Pulmonar
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-207462
Autor: Sefton, John; Loder, John S; Kyriakopoulos, Adrian A.
Título: Avaliaçäo clínica do valerato de hidrocortisona a 0.2 por cento pomada / Clinical evaluation of hydrocortisone valerate 0.2 per cents ointment
Fonte: Folha méd;114(2):135-41, abr.-jun. 1997. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Corticosteroides/uso terapêutico
Anti-Inflamatórios/uso terapêutico
Valerato de Betametasona/uso terapêutico
Dermatite Atópica/tratamento farmacológico
Método Duplo-Cego
Fluocinolona Acetonida/uso terapêutico
Psoríase/tratamento farmacológico
Triancinolona Acetonida/uso terapêutico
Vasoconstritores/uso terapêutico
-Valerato de Betametasona
Fluocinolona Acetonida
Hidrocortisona
Pomadas/uso terapêutico
Triancinolona Acetonida
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudo Multicêntrico
Estudo Comparativo
Responsável: BR14.1 - Biblioteca Central


  9 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-136174
Autor: Sánchez Millán, Leonardo; Molina Cáceres, María Teresa.
Título: Rosácea esteroidal / Steroidal rosacea
Fonte: Dermatología (Santiago de Chile);10(1):59, 1994. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Corticosteroides
Fluocinolona Acetonida/efeitos adversos
Rosácea/induzido quimicamente
Limites: Seres Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  10 / 10 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-105195
Autor: Díaz Tiscareño, Rafael.
Título: Acetónido de fluocinolona mas clioquinol en infecciones micóticas o bacterianas superficiales de la piel / Fluocinolone acetonide and clioquinol micotic or bacterial surface infections of the skin
Fonte: Compend. invest. clin. latinoam;6(2):68-72, jun. 1986. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Se trataron 50 pacientes con procesos infecciosos bacterianos y micóticos superficiales de la piel con una combinación de acetónido de fluocinolona 0.025 y clioquinol 3.000 g en forma de crema para uso tópico. Se obtuvieron resultados buenos y excelentes en 100% de los casos según la opinión de las pacientes y en 82% según la opinión del investigador. Solamente en 18% de los casos se obtuvieron resultados moderados. Queda abierta la posibilidad de que conforme a la evolución del padecimiento y a criterio del médico tratante, el periodo de tratamiento se prolongue más allá de los 10 días de este estudio
Descritores: Infecções Bacterianas/tratamento farmacológico
Clioquinol/uso terapêutico
Fluocinolona Acetonida/uso terapêutico
Micoses/tratamento farmacológico
-Combinação de Medicamentos
México
Limites: Criança
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: MX1.1 - CENIDSP - Centro de Información para Decisiones en Salud Pública



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde