Base de dados : LILACS
Pesquisa : D04.210.500.745.432.719 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 3 [refinar]
Mostrando: 1 .. 3   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 3 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-651558
Autor: Saldanha, Karine Dantas Diógenes; Machado Filho, Carlos D'Apparecida Santos; Paschoal, Francisco Macedo.
Título: Action of topical mometasone on the pigmented halos of micrografting in patients with vitiligo / Ação da mometasona tópica nos halos pigmentares de microenxertia em vitiligo
Fonte: An. bras. dermatol;87(5):685-690, Sept-Oct. 2012. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: BACKGROUND: Vitiligo is a prevalent skin pigmentation disorder worldwide. The treatments available still offer limited results to some patients. For patients with clinically stable vitiligo, melanocyte transplantation is an appropriate treatment option, and the technique of autologous punch grafting shows good repigmentation. OBJECTIVE: To evaluate the effect of topical mometasone on the halos of repigmentation after autologous punch grafting in patients with clinically stable vitiligo. METHODS: Between 2009 and 2010, 11 patients with clinically stable vitiligo (7 generalized, 2 focal and 2 segmental) underwent autologous punch grafting in the achromic patches. According to the clinical type of vitiligo, patients were instructed to use the corticosteroid ointment during 6 months, only on a few grafted lesions. In the first month, the mometasone ointment was used twice a day and after that just once. They were reassessed 1, 3 and 6 months after the procedure. Grafted halos were photographed and recorded using the software fotofinder. After 6 months, all the treated and untreated areas of the repigmentation halos were measured and analyzed comparatively. RESULTS: The median area of the repigmentation halos after 6 months of treatment with mometasone was larger (25,96 mm² ) than the one of the untreated halos (13,86 mm² ), showing a statistically significant difference (p = 0,026). CONCLUSION: In this study, the use of mometasone ointment increased the area of the repigmentation halos after punch grafting. However, this should be further investigated in larger samples in order to validate this positive action in the treatment of stable vitiligo.

FUNDAMENTOS: Vitiligo é um transtorno de pigmentação freqüente na população mundial. Seu tratamento ainda oferece resultados limitados em alguns pacientes. Nos casos de vitiligo estável clinicamente, o transplante de melanócitos tornase uma opção terapêutica, sendo a técnica de enxertos autólogos por punch empregada com boa resposta na repigmentação. OBJETIVOS: Estudar a ação do corticoesteróide tópico mometasona sobre halos de repigmentação após enxertos autólogos por punch em pacientes com vitiligo estável clinicamente. MÉTODOS: Entre 2009 e 2010, 11 pacientes com vitiligo estável (7 do tipo generalizado, 2 focal e 2 segmentar) foram submetidos a enxertos autólogos por punch nas máculas acrômicas. Conforme o tipo clínico do vitiligo, os pacientes eram orientados a aplicar pomada de mometasona por 6 meses em lesões enxertadas selecionadas individualmente. No primeiro mês, a aplicação era 2 vezes ao dia e nos demais, apenas uma vez ao dia. Eram reavaliados nos meses 1, 3 e 6 após enxertos cujos halos eram fotografados e registrados pelo software fotofinder. No fim do 6̊mês, todas as áreas dos halos de repigmentação com e sem mometasona foram mensuradas e analisadas comparativamente. RESULTADOS: A mediana da área dos halos de repigmentação após os 6 meses com mometasona foi superior (25,96 mm² ) comparada àquela sem mometasona (13,86 mm² ), com diferença estatisticamente significante (p=0,026). CONCLUSÃO: Em nossa casuística, o uso da mometasona tópica determinou incremento dos halos de repigmentação após enxertia. A amplificação da amostra se faz necessária em estudos posteriores a fim de ratificar esta ação positiva da mometasona no tratamento do vitiligo estável.
Descritores: Anti-Inflamatórios/uso terapêutico
Epiderme/transplante
Pregnadienodiois/uso terapêutico
Transplante de Pele
Pigmentação da Pele/efeitos dos fármacos
Vitiligo/terapia
-Terapia Combinada/métodos
Transplante Autólogo
Resultado do Tratamento
Limites: Adolescente
Adulto
Idoso
Feminino
Humanos
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 3 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Chibante, Antonio Monteiro da Silva
Texto completo
Registro de Ensaios Clínicos
Id: lil-557150
Autor: Pereira, Carlos Alberto de Castro; Vianna, Flávia Fillardo; Cukier, Alberto; Stelmach, Rafael; Oliveira, Júlio César Abreu de; Carvalho, Erich Vidal; Gomes, Edimar Pedrosa; Mayo, Suzete Varela; Chibante, Antônio Monteiro da Silva; Domingues, Cláudia Patrícia.
Título: Eficácia e segurança de dois inaladores de pó seco usados para a aplicação de furoato de mometasona em pacientes com asma / Efficacy and safety of two dry-powder inhalers for the administration of mometasone furoate in asthma patients
Fonte: J. bras. pneumol;36(4):410-416, jul.-ago. 2010. ilus, tab.
Idioma: pt.
Reg. de E.C: CT; NCT00975741
Resumo: OBJETIVO: O furoato de mometasona (FM) é um novo corticosteroide inalatório sintético potente. Internacionalmente, o FM é fornecido em um inalador de pó seco que permite sua administração em múltiplas doses. Para se obter uma preparação com melhor relação custo-eficácia, foram desenvolvidas no Brasil formulações de FM em cápsulas de pó seco para serem administradas em dose única. O presente estudo teve como objetivo avaliar a eficácia e a segurança dos dois inaladores usados para a administração de FM em pacientes asmáticos. MÉTODOS: Estudo clínico, aberto, comparativo, paralelo e multicêntrico com 74 adultos portadores de asma persistente e moderada, randomizados em dois grupos para receber FM em uma dose de aproximadamente 400 µg, fornecida por um inalador de dose múltipla ou pelo novo inalador de dose única, uma vez ao dia durante 60 dias. RESULTADOS: Não foram observadas diferenças significantes entre os dois grupos estudados nos desfechos primários (VEF1 e frequência do uso de medicação de resgate) ou nos desfechos secundários (PFE matinal, tolerabilidade e segurança, essa última avaliada pelo estudo do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal). CONCLUSÕES: A administração de FM com o novo inalador de dose única desenvolvido no Brasil tem eficácia e segurança comparáveis à administração com o inalador de dose múltipla no tratamento de pacientes asmáticos.

OBJECTIVE: Mometasone furoate (MF) is a new, potent synthetic inhaled corticosteroid. Worldwide, MF is administered via a dry-powder inhaler that contains multiple doses. As a preparation that would be more cost-effective, single-dose MF capsules were developed in Brazil. The objective of the present study was to evaluate the efficacy and safety of the two inhalers for MF administration in patients with asthma. METHODS: A randomized, multicenter, open-label, parallel-group clinical trial involving 74 adult patients with moderate, persistent asthma who were randomized into two groups to receive approximately 400 µg of MF once a day for 60 days, either via the multiple-dose inhaler or via the newly developed single-dose inhaler. RESULTS: No significant differences were observed between the two groups regarding the primary endpoints (FEV1 and rescue medication use) or the secondary endpoints (morning PEF, tolerability, and safety, the last as assessed on the basis of hypothalamic-pituitary-adrenal axis function). CONCLUSIONS: The use of the single-dose inhaler developed in Brazil for MF administration is as effective and safe as is that of a standard inhaler in the treatment of patients with asthma.
Descritores: Anti-Inflamatórios/administração & dosagem
Asma/tratamento farmacológico
Inaladores de Pó Seco/normas
Pregnadienodiois/administração & dosagem
-Administração por Inalação
Análise de Variância
Inaladores de Pó Seco/métodos
Volume Expiratório Forçado/efeitos dos fármacos
Estatísticas não Paramétricas
Limites: Adolescente
Adulto
Idoso
Feminino
Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Multicêntrico
Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 3 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-464217
Autor: Lema C., Rodrigo; Ricci A., Paolo; Solà D., Vicente; Contreras M., Luis.
Título: Liquen simple crónico vulvar unilateral / Lichen simplex chronicus
Fonte: Rev. chil. obstet. ginecol;71(5):333-335, 2006. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Presentamos un caso de liquen simple crónico vulvar izquierdo, en una paciente con diagnóstico psiquiátrico de trastorno bipolar, tratado repetidamente como micosis. Se realizó biopsia que confirmó el diagnóstico y se trató exitosamente con antihistamínicos orales y corticoides tópicos.
Descritores: Neurodermatite/diagnóstico
Neurodermatite/tratamento farmacológico
Vulva/patologia
-Doença Crônica
Clorfeniramina/uso terapêutico
Neurodermatite/patologia
Pregnadienodiois
Limites: Feminino
Adulto
Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde