Base de dados : LILACS
Pesquisa : D05.750.078.739 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 3 [refinar]
Mostrando: 1 .. 3   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 3 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-709548
Autor: Rahim, Haroon; Khan, Mir Azam; Badshah, Amin; Chishti, Kamran Ahmad; Khan, Salimullah; Junaid, Muhammad.
Título: Evaluation of Prunus domestica gum as a novel tablet binder
Fonte: Braz. j. pharm. sci;50(1):195-202, Jan-Mar/2014. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: To evaluate binding potential of Prunus domestica gum in tablets formulations. Six tablet batches (F-1B to F-6B) were prepared by wet granulation method, containing Avicel pH 101 as diluent, sodium diclofenac as model drug using 10, 15 and 20 mg of Prunus domestica gum as binder and PVP K30 was used as standard binder. Magnesium stearate was used as lubricant. Flow properties of granules like bulk density, tapped density, Carr index, Hausner’s ratio, angle of repose as well as physical parameters of the compressed tablets including hardness, friability, thickness and disintegration time were determined and found to be satisfactory. The FTIR spectroscopic analysis showed that the formulation containing plant gum is compatible with the drug and other excipients used in tablets formulation. Hence the plant gum has role as a potential binder in tablets formulations. The dissolution profile showed that tablets formulations containing Prunus domestica gum 15 mg/200 mg of total weight of tablet as binder showed better results as compared to PVP K30.

Para avaliar a propriedade aglutinante da goma Prunus domestica em formulações de comprimidos, seis lotes (F-1B para F-6B) foram preparados pelo método de granulação úmida, contendo Avicel pH 101 como diluente e diclofenaco de sódio como fármaco modelo, usando 10, 15 e 20 mg de goma de Prunus domestica como agente aglutinante e PVP K30 como aglutinante padrão. O estearato de magnésio foi utilizado como lubrificante. Propriedades de fluxo dos grânulos, como a densidade, índice de Carr, razão de Hausner, ângulo de repouso, bem como parâmetros físicos dos comprimidos, incluindo o tempo de dureza, friabilidade, espessura e desintegração foram determinados e se mostraram satisfatórios. A análise espectroscópica no FTIR mostrou que a formulação contendo goma vegetal é compatível com o fármaco e outros excipientes utilizados na formulação dos comprimidos. Assim, a goma vegetal tem papel potencial como aglutinante em formulações de comprimidos. O perfil de dissolução das formulações que contêm 15 mg/200 mg do peso total do comprimido em goma de Prunus domestica como aglutinante mostrou melhores resultados comparativamente ao PVP K30.
Descritores: Gomas Vegetais/farmacocinética
Prunus domestica/química
-Diclofenaco/farmacocinética
Dissolução/análise
Espectroscopia de Infravermelho com Transformada de Fourier/métodos
Comprimidos/análise
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 3 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-525413
Autor: Mello, Vanessa D. de; Laaksonen, David E.
Título: Fibras na dieta: tendências atuais e benefícios à saúde na síndrome metabólica e no diabetes melito tipo 2: [revisão] / Dietary fibers: current trends and health benefits in the metabolic syndrome and type 2 diabetes: [review]
Fonte: Arq. bras. endocrinol. metab;53(5):509-518, jul. 2009.
Idioma: pt.
Resumo: As fibras dietéticas parecem contribuir tanto na prevenção quanto no tratamento do diabetes melito tipo 2 (DMT2). Em estudos epidemiológicos a ingestão de fibras insolúveis, e não de fibras solúveis, tem sido inversamente associada à incidência do DMT2. Por outro lado, em estudos pós-prandiais, refeições contendo quantidades suficientes de β-glucano, psyllium, ou goma-guar diminuíram as respostas da insulina e da glicose, tanto em indivíduos saudáveis como em pacientes com DMT2. Dietas enriquecidas com quantidade suficiente de fibras solúveis também parecem melhorar o controle glicêmico de uma forma geral no DMT2. As fibras insolúveis têm pouco efeito sobre as respostas pós-prandiais de insulina e glicose. As fibras da dieta aumentam a saciedade. Em alguns estudos, as fibras solúveis têm se associado com um menor aumento de peso corporal ao longo do tempo. Evidências limitadas, a partir de estudos transversais, sugerem uma associação inversa entre o consumo de fibras dos cereais e de grãos integrais e a prevalência de síndrome metabólica. Apesar da escassez de dados sobre estudos de mais longo prazo que foquem especificamente em fibras dietéticas, seguir a recomendação atual de 25 g de fibras ao dia, a partir de uma dieta rica em grãos integrais, frutas e legumes, provavelmente diminuirá o risco para a obesidade, síndrome metabólica e DMT2.

Dietary fiber may contribute to both the prevention and treatment of type 2 diabetes mellitus (T2DM). In epidemiological studies the intake of insoluble fiber, but not the intake of soluble fiber, has been inversely associated with the incidence of T2DM. In contrast, in postprandial studies, meals containing sufficiently quantities of β-glucan, psyllium, or guar gum have decreased insulin and glucose responses in both healthy individuals and patients with T2DM. Diets enriched sufficiently in soluble fiber may also improve overall glycemic control in T2DM. Insoluble fiber has little effect on postprandial insulin and glucose responses. Fiber increases satiety. In some studies, insoluble fiber has been associated with less weight gain over time. Limited cross-sectional evidence suggests an inverse relationship between intake of cereal fiber and whole-grains and the prevalence of the metabolic syndrome. Although long-term data from trials focusing on specifically dietary fiber are lacking, meeting current recommendations for a minimum fiber intake of 25 g/d based on a diet rich in whole grains, fruits and legumes will probably decrease the risk of obesity, the metabolic syndrome and T2DM.
Descritores: /prevenção & controle
DIABETES MELLITUS, TYPE TEMEFOS/prevenção & controle
Fibras na Dieta/administração & dosagem
Síndrome Metabólica/prevenção & controle
-Catárticos/administração & dosagem
/dietoterapia
DIABETES MELLITUS, TYPE TEMEFOS/dietoterapia
Estudos Epidemiológicos
Galactanos/administração & dosagem
Glucose/metabolismo
Insulina/metabolismo
Mananas/administração & dosagem
Síndrome Metabólica/dietoterapia
Obesidade/dietoterapia
Obesidade/prevenção & controle
Período Pós-Prandial
Gomas Vegetais/administração & dosagem
Psyllium/administração & dosagem
Fatores de Risco
beta-Glucanas/administração & dosagem
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 3 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-482014
Autor: Belo, Geise Maria da Silva; Diniz, Alcides da Silva; Pereira, Ana Paula Campos.
Título: Efeito terapêutico da fibra goma-guar parcialmente hidrolisada na constipação intestinal funcional em pacientes hospitalizados / Effect of partially hidrolized guar-gum in the treatment of functional constipation among hospitalized patients
Fonte: Arq. gastroenterol;45(1):93-95, jan.-mar. 2008. tab.
Idioma: en.
Resumo: Avaliação do impacto da fibra goma-guar parcialmente hidrolisada na constipação intestinal funcional em pacientes hospitalizados. Ensaio clínico com 64 adultos, randomizados para duas dietas: grupo 1 dieta laxante (± 30 g de fibras) e grupo 2 mesma dieta + 10 g de fibra goma-guar parcialmente hidrolisada, durante 15 dias. A dieta laxante ou acrescida da referida fibra reduziu em 78 por cento a constipação intestinal funcional, assim como sua adição não provocou efeito adicional na freqüência evacuatória, consistência fecal, uso de laxativos, embora tenha reduzido a sintomatologia gastrointestinal. Fibras devem ser utilizadas no tratamento da constipação intestinal funcional; entretanto, a suplementação com fibra goma-guar parcialmente hidrolisada precisa ser melhor investigada.

The effect of hydrolyzed partially guar-gum was evaluated in the treatment of functional constipation among hospitalized patients. Following a randomized blind controlled-trial 64 adults were allocated to two groups: one received daily high-fiber diet (@ 30 g) and the other similar diet plus 10 g of hydrolyzed partially guar-gum, during 15 days. Dietary fiber reduced functional constipation by 78.0 percent. Hydrolyzed partially guar-gum did not show any additional effect in defecation frequency, fecal consistence, need of laxative drug use, although a reduction in bowel complaints. Dietary fiber may be used in the treatment of functional constipation. However the therapeutic role of hydrolyzed partially guar-gum should be further investigated.
Descritores: Constipação Intestinal/dietoterapia
Suplementos Nutricionais
Fibras na Dieta/administração & dosagem
Galactanos/administração & dosagem
Mananas/administração & dosagem
Gomas Vegetais/administração & dosagem
-Hidrólise
Limites: Adolescente
Adulto
Feminino
Seres Humanos
Masculino
Meia-Idade
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde