Base de dados : LILACS
Pesquisa : D06.347.360 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 26 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 26 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-982035
Autor: Villaseca D, Paulina.
Título: Sangrado y terapia hormonal en la menopausia (THM) / Bleeding during menopause hormone therapy (MHT)
Fonte: Rev. chil. endocrinol. diabetes;12(1):26-28, 2019. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La definición de sangrado ginecológico anormal durante terapia hormonal de la menopausia es aquel sangrado no programado durante el uso de la terapia. Este artículo es un pauteo que describe: 1) cuándo diagnosticar unsangrado anormal, ya que difiere según el tipo de esquema hormonal utilizado; 2) eldiagnóstico diferencial del origen del sangrado anormal; 3) los métodos de evaluación para diagnosticar el origen del sangrado. Se destacan los aspectos principales para el diagnóstico diferencial entre patología orgánica versus disrupción endometrial debida al tratamiento hormonal. Además, se describen los ajustes posibles para resolver el sangrado cuando éste se debe a disrupción del endometrio.

Abnormal bleeding related to menopausal hormone therapy is defined as unscheduled bleeding during the use of the therapy. This article outlines when to diagnose an abnormal bleeding -as this differs according to the type of hormonal scheme used-, the differential diagnosis of the origin of abnormal bleeding, and the methods of evaluation to assess the origin of the bleeding. The main aspects are highlighted on the differentiation of organic pathology versus disruption of the endometrium due to treatment. Also, treatment adjustments to resolve bleeding when it is due to disruption of the endometrium are outlined.
Descritores: Hemorragia Uterina/etiologia
Menopausa
Terapia de Reposição de Estrogênios/efeitos adversos
Moduladores de Receptor Estrogênico/efeitos adversos
Norpregnenos/efeitos adversos
-Pólipos/complicações
Pólipos/diagnóstico
Neoplasias do Endométrio/complicações
Neoplasias do Endométrio/diagnóstico
Moduladores de Receptor Estrogênico/uso terapêutico
Diagnóstico Diferencial
Hiperplasia Endometrial/complicações
Hiperplasia Endometrial/diagnóstico
Endométrio/diagnóstico por imagem
Metrorragia/etiologia
Norpregnenos/uso terapêutico
Limites: Seres Humanos
Feminino
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  2 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-835630
Autor: Martirea, Adolfo Luis.
Título: Progestágenos y cáncer de mama / Progestogens and breast cancer
Fonte: Rev. Hosp. Matern. Infant. Ramon Sarda;33(3):124-127, 2014. graf.
Idioma: es.
Descritores: Neoplasias da Mama/etiologia
Neoplasias da Mama/terapia
Progestinas/biossíntese
Progestinas/uso terapêutico
-Antineoplásicos Hormonais/uso terapêutico
Estrogênios/biossíntese
Moduladores de Receptor Estrogênico/uso terapêutico
Pós-Menopausa
Sulfatases/metabolismo
Limites: Seres Humanos
Feminino
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas


  3 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Collaço, Luiz Martins
Texto completo
Id: lil-748966
Autor: Marques, Luciana De Oliveira; Collaço, Luiz Martins; Pizzatto, Larson Reichembach; Marcondes, Beatriz Badinhani Mota.
Título: Efeitos da tibolona sobre o parênquima mamário: estudo experimental / Effects of tibolone on the breast parenchyma: experimental study
Fonte: Rev. bras. ginecol. obstet;37(5):233-240, 05/2015. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Avaliar o efeito da terapia hormonal com tibolona, em três períodos de tempo diferentes, sobre o tecido mamário de ratas castradas. MÉTODO: Foram utilizadas 60 ratas Wistar adultas e virgens, submetidas à ooforectomia. Após 21 dias de pós-operatório (PO), confirmado o hipoestrogenismo, os animais foram divididos aleatoriamente em 6 grupos: tibolona 1 (n=10) recebeu tibolona 1 mg/dia por 23 dias, tibolona 2 (n=10), por 59 dias, tibolona 3 (n=10), por 118 dias; os subgrupos controle 1 (n=8), controle 2 (n=7) e controle 3 (n=10) receberam a água destilada por 23, 59 e 118 dias, respectivamente. Após o tratamento, foram ressecados seis pares de mamas, destinados à análise histológica pela coloração de hematoxilina e eosina (HE); o procedimento seguiu de eutanásia. Os parâmetros histológicos avaliados foram: hiperplasia epitelial e atividade secretora (AS). As variáveis foram submetidas à análise estatística, adotando-se como significante p<0,05. RESULTADOS: Foram observadas alterações histológicas em 20/55 ratas, sendo: hiperplasia epitelial leve (HEB1) em 7/55, hiperplasia epitelial moderada (HEB2) em 5/55, hiperplasia alvéolo-nodular (HAN) em 7/55, atipia sem proliferação epitelial em 1/55, não sendo encontrada hiperplasia severa (HEB3). Encontrou-se AS em 31/55 das ratas. A AS foi significativamente maior no grupo tibolona (T), em todos os tempos avaliados (p=0,001). As alterações histológicas analisadas não foram significantes comparando (p>0,05) os grupos controle (C) e T. A variável tempo de exposição à droga não apresentou significância, quando comparados os três períodos avaliados. CONCLUSÃO: Não foi verificada relação entre as alterações histológicas e a terapêutica com tibolona em curto, médio e longo prazo. .

OBJECTIVE: To assess the effect of tibolone on mammary tissue of castrated rats over 3 different periods of time. METHODS: Sixty virgin female Wistar rats were submitted to oophorectomy. Twenty-one days after surgery, with hypoestrogenism confirmed, the experimental rats were randomly assigned to six groups: Tibolone 1 (n=10) received tibolone 1 mg/day for 23 days, tibolone 2 (n=10) for 59 days and tibolone 3 (n=10) for 118 days. The groups control 1 (n=8), control 2 (n=7) and control 2 (n=10) received distilled water for 23, 59 and 118 days, respectively. After treatment, all six pairs of mammary glands were removed and stained with hematoxylin and eosin (HE) for histological analysis after euthanasia. The histological parameters evaluated were: epithelial cell proliferation and secretory activity. The variables were analyzed statistically, with the level of significance set at 0.05. RESULTS: Histological changes were observed in 20/55 rats, mild epithelial hyperplasia in 7/55, moderate epithelial hyperplasia in 5/55, alveolar-nodular hyperplasia in 7/55, atypia without epithelial proliferation in 1/55, and no cases of severe epithelial hyperplasia were found. Secretory activity was observed in 31/55 rats. The secretory activity was significantly higher in the tibolone groups compared to control at all the time points assessed (p=0,001). The histological changes were did not show significance when the control and tibolone groups were compared. The time of exposure to tibolone did not show significance when the three different periods of evaluation were compared. CONCLUSION: No relation between histological modification and tibolone treatment was verified after short-, medium- and long-term treatment. .
Descritores: Moduladores de Receptor Estrogênico/farmacologia
Glândulas Mamárias Animais/efeitos dos fármacos
Norpregnenos/farmacologia
-Distribuição Aleatória
Ratos Wistar
Fatores de Tempo
Limites: Animais
Feminino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-668406
Autor: Fontes, Tereza Maria Pereira; Araújo, Luiz Felipe Bittencourt de; Soares, Paulo Roberto Gonçalves.
Título: Osteoporose no climatério II: prevenção e tratamento / Osteoporosis in postmenopausal II: prevention and treatment
Fonte: Femina;40(4), jul.-ago. 2012. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A osteoporose é uma doença que pode acarretar um enorme prejuízo na qualidade de vida dos pacientes em função das alterações no tecido ósseo, levando à fragilidade mecânica e consequente predisposição a fraturas e dor. Hoje, dispomos de medidas preventivas, do uso de suplementos e de várias drogas aprovadas para terapia farmacológica da osteoporose, no período pós-menopausa, revisadas neste artigo. Essas drogas apresentam características antirreabsortivas (bisfosfonatos, terapia estrogênica, agonistas seletivos dos receptores de estrogênio - SERM -, calcitonina e denozumabe), anabólicas (teriparatida - PTH) ou ambas, simultaneamente (ranelato de estrôncio). A terapia estrogênica (TE) e a terapia com os bisfosfonatos compreendem as primeiras linhas de medicamentos utilizadas para prevenção e tratamento da osteoporose no climatério. Os medicamentos de segunda linha ficam reservados aos casos com evolução desfavorável com uso de TE e/ou bisfosfonatos, ou quando essas pacientes apresentem alguma enfermidade óssea associada (osteoporose secundária), necessitando de tratamento específico. Na falha ou impossibilidade da utilização dos medicamentos de segunda linha podemos utilizar o ranelato de estrôncio ou o denozumabe, pesando que os riscos dessas drogas precisam ser mais bem estudados

Osteoporosis is a disease that can cause a great loss of quality of life of patients according to the changes in bone tissue leading to mechanical fragility and consequent susceptibility to fractures and pain. Today, we offer preventive measures, the use of supplements and several drugs approved for pharmacologic therapy for osteoporosis in postmenopausal, reviewed in this article. These drugs have anti resorptive characteristics (bisphosphonates, estrogen, selective estrogen receptor modulators - SERM -, calcitonin and denozumab), anabolic (teriparatide - PTH) or both, simultaneously (strontium ranelate). Estrogen therapy (ET) and therapy with bisphosphonates comprise the first line drugs used for prevention and treatment of osteoporosis in the climacteric. The second-line drugs are reserved to cases with unfavorable outcome with the use of TE and/or bisphosphonates, or when these patients have a disease associated with bone (secondary osteoporosis), requiring specific treatment. In the failure or inability of use of second-line drugs, we can use the strontium ranelate or denozumab, weighing the risks of these drugs that need to be further studied
Descritores: Fraturas por Osteoporose/prevenção & controle
Osteoporose Pós-Menopausa/prevenção & controle
Osteoporose Pós-Menopausa/terapia
-Alcoolismo/complicações
Cálcio na Dieta/administração & dosagem
Difosfonatos/uso terapêutico
Fumar/efeitos adversos
Moduladores de Receptor Estrogênico/administração & dosagem
Osteoporose/prevenção & controle
Cloridrato de Raloxifeno/administração & dosagem
Terapia de Reposição de Estrogênios
Vitamina D/administração & dosagem
Limites: Seres Humanos
Feminino
Responsável: BR1365.1 - Biblioteca Biomédica A - CB/A


  5 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-625728
Autor: Narod, Steven A; Rodríguez, Adriana A.
Título: Predisposición genética para el cáncer de mama: genes BRCA1 y BRCA2 / Genetic predisposition for breast cancer: BRCA1 and BRCA2 genes
Fonte: Salud pública Méx;53(5):420-429, sept.-oct. 2011. tab.
Idioma: es.
Resumo: El descubrimiento de los genes BRCA1 y BRCA2 ha llevado a la introducción de pruebas genéticas cada vez más sofisticadas para medir el riesgo de cáncer de mama de origen hereditario, entre otras cosas. En el presente artículo exploramos los criterios a seguir para realizar pruebas para estos genes, así como las implicaciones en el tratamiento para los pacientes en caso de identificarlos.

The discovery of genes BRCA1 and BRCA2 has led to the introduction of genetic tests more complex every time for the evaluation ofthehereditarycancerrisk,amongothers.In the present paper we explore the criteria to decide when to run the testing for the genes, as well as the implications for the treatment of patients who are identified with them.
Descritores: Neoplasias da Mama/genética
Genes BRCA1
Testes Genéticos
GENES, BRCATEMEFOS
Síndromes Neoplásicas Hereditárias/genética
-Neoplasias da Mama/classificação
Neoplasias da Mama/epidemiologia
Neoplasias da Mama/patologia
Neoplasias da Mama/prevenção & controle
Comorbidade
Moduladores de Receptor Estrogênico/uso terapêutico
Estrogênios/efeitos adversos
Grupos Étnicos/genética
Saúde da Família
Previsões
Efeito Fundador
Frequência do Gene
Predisposição Genética para Doença/genética
Mastectomia
México/epidemiologia
Neoplasias Hormônio-Dependentes/epidemiologia
Neoplasias Hormônio-Dependentes/genética
Neoplasias Hormônio-Dependentes/patologia
Neoplasias Primárias Múltiplas/epidemiologia
Neoplasias Primárias Múltiplas/genética
Síndromes Neoplásicas Hereditárias/epidemiologia
Neoplasias Ovarianas/epidemiologia
Neoplasias Ovarianas/genética
Neoplasias Ovarianas/prevenção & controle
História Reprodutiva
Risco
Limites: Feminino
Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-617960
Autor: Carvalho, Ana Carolina Bergmann de; Fernandes, Gustavo Vieira Oliveira; Lima, Inayá; Oliveira, Davi Ferreira de; Henriques, Helene Nara; Pantaleão, José Augusto Soares; Granjeiro, José Mauro; Lopes, Ricardo Tadeu; Guzmán-Silva, Maria Angélica.
Título: Influence of estrogen deficiency and tibolone therapy on trabecular and cortical bone evaluated by computed radiography system in rats / Influência da deficiência estrogênica e do tratamento com tibolona no osso trabecular e cortical avaliada pelo sistema de radiografia computadorizada em ratas
Fonte: Acta cir. bras;27(3):217-222, Mar. 2012. ilus.
Idioma: en.
Resumo: PURPOSE: To verify the effects of tibolone administration on trabecular and cortical bone of ovariectomized female rats by computed radiography system (CRS). METHODS: The experiment was performed on two groups of rats previously ovariectomized, one received tibolone (OVX+T) while the other did not (OVX), those groups were compared to a control group (C) not ovariectomized. Tibolone administration (1mg/day) began thirty days after the ovariectomy and the treatment remained for five months. At last, the animals were euthanized and femurs and tibias collected. Computed radiographies of the bones were obtained and the digital images were used to determine the bone optical density and cortical thickness on every group. All results were statistically evaluated with significance set at P<0.05 percent. RESULTS: Tibolone administration was shown to be beneficial only in the densitometric analysis of the femoral head, performing higher optical density compared to OVX. No difference was found in cortical bone thickness. CONCLUSION: Ovariectomy caused bone loss in the analyzed regions and tibolone administered in high doses over a long period showed not to be fully beneficial, but preserved bone mass in the femoral head.

OBJETIVO: Verificar o efeito da administração de tibolona no tecido ósseo cortical e trabecular de ratas castradas através de radiografia computadorizada. MÉTODOS: O experimento foi realizado em dois grupos de ratas previamente ooforectomizadas, onde um grupo recebeu tibolona (OVX+T) e o outro não (OVX). Esses grupos foram comparados a um grupo controle (C) não ooforectomizado. A administração de tibolona (1mg/dia) começou trinta dias após a ooforectomia e o tratamento teve duração de cinco meses. No final, os animais foram mortos e fêmures e tibias coletados. As radiografias computadorizadas dos ossos foram obtidas e as imagens digitais usadas para determinar a densidade óssea e a espessura cortical em todos os grupos. Todos os resultados foram avaliados estatisticamente com significância estabelecida a 5 por cento. RESULTADOS: A administração de tibolona mostrou ser benéfica apenas para análise densitométrica da cabeça do fêmur, apresentando maiores valores de densidade comparada ao grupo OVX. Nenhuma diferença significativa foi encontrada para espessura óssea cortical. CONCLUSÃO: A ooforectomia ocasionou perda óssea nas regiões analisadas e a tibolona administrada, em dose elevada e durante um longo período, mostrou não ser totalmente benéfica, porém preservou a massa óssea na cabeça femoral.
Descritores: Densidade Óssea/efeitos dos fármacos
Moduladores de Receptor Estrogênico/efeitos adversos
Estrogênios/deficiência
Fêmur
Norpregnenos/efeitos adversos
Ovariectomia/efeitos adversos
Tíbia
-Modelos Animais de Doenças
Métodos Epidemiológicos
Moduladores de Receptor Estrogênico/administração & dosagem
Fêmur/efeitos dos fármacos
Fêmur/patologia
Processamento de Imagem Assistida por Computador
Norpregnenos/administração & dosagem
Ratos Wistar
Tíbia/efeitos dos fármacos
Tíbia/patologia
Limites: Animais
Feminino
Ratos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-540259
Autor: Henriques, Helene Nara; Câmara, Natérsia Rosa; Carvalho, Ana Carolina Bergmann de; Pantaleão, José Augusto Soares; Guzmán-Silva, Maria Angélica.
Título: Efeito de doses elevadas de tibolona sobre o peso corporal e perfil lipídico de ratas ooforectomizadas / Effect of high doses of tibolone in body weight and lipid profile of ovariectomized rats
Fonte: Rev. bras. ginecol. obstet;32(2):88-93, fev. 2010. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: avaliar o efeito do uso prolongado de alta dose de tibolona na variação do peso corporal e no perfil lipídico de ratas ooforectomizadas. MÉTODOS: foram utilizadas 15 ratas Wistar, pesando 250 g, que foram divididas aleatoriamente em dois grupos. O Grupo Experimental (n=9) recebeu diariamente 1 mg/dia de tibolona via oral. O Grupo Controle (n=6) recebeu diariamente solução de carboximetilcelulose a 0,5 por cento, por gavagem, em volume de 0,5 mL/rata. Foi realizada ooforectomia bilateral 30 dias antes do início do experimento. No dia 0 do experimento, os animais começaram a receber os respectivos tratamentos por 20 semanas. O peso corporal foi controlado semanalmente e o consumo de ração foi medido a cada três a quatro dias ao longo do experimento, estabelecendo o consumo médio/dia por animal. Os resultados foram comparados pelo teste t de Student, com nível de significância de p<0,05. RESULTADOS: o Grupo Tibolona teve consumo de ração diário significativamente (p<0,001) menor (12,7±1,2 g), quando comparado ao Grupo Controle (14,5±1,4 g). Essa diferença também foi significativa em relação ao peso dos animais, uma vez que o Grupo Tibolona teve peso corporal inferior (p<0,001) ao longo do experimento, alcançando peso médio final de 215,6±9,3 versus 243,6±6,4 g no Grupo Controle. Com relação ao perfil lipídico, o Grupo Tibolona apresentou valores inferiores de colesterol total em comparação ao Grupo Controle (30,3 versus 78,6 mg/dL) mostrando diferença significativa (p<0,001). A dosagem de HDL-c também mostrou diferença significativa (p<0,001), com o Grupo Tibolona apresentando níveis inferiores ao Controle (9,0 versus 52,0 mg/dL). Quanto aos demais parâmetros bioquímicos analisados (LDL-c, VLDL-c e triglicerídeos), não houve diferença entre os grupos. CONCLUSÕES: A tibolona causa redução de HDL-c e colesterol total e tem efeito deletério sobre o peso corporal de ratas ooforectomizadas, que pode estar relacionado ao menor consumo ...

PURPOSE: to evaluate the effect of the prolonged use of a high dose of tibolone on the body weight variation and lipid profile of oophorectomized female rats. METHODS: 15 Wistar rats weighing 250 g were randomly divided into two groups. The Experimental Group (n=9) received 1 mg/day of oral tibolone. The Control Group (n=6) received daily 0.5 mL of 0.5 percent carboxymethylcellulose by gavage. Bilateral oophorectomy was performed 30 days before the beginning of the experiment. On day 0 of the experiment, the animals began to receive the respective treatment for 20 weeks. Body weight was controlled every seven days and food consumption was measured every three to four days along the experiment, in order to establish the daily mean consumption per animal. The results were compared by the Student's t-test, with the significance level set at p<0.05. RESULTS: the daily food consumption of the Tibolone Group was significantly lower (12.7±1.2 g, p<0.001) compared to the Control Group (14.5±1.4 g). This difference was also significant when the body weight was compared between the Tibolone and Control Groups (p<0.001), with the Tibolone Group having lower weight along the experiment. At the end of the experiment, the mean body weight was 215.6±9.3 g in the Tibolone Group and 243.6±6.4 g in the Control Group. Regarding the lipid profile, the Tibolone Group had significantly (p<0.001) lower total cholesterol compared to the Control Group (30.3 versus 78.6 mg/dL). The level of HDL-c was also significantly different (p<0.001), with the Tibolone Group showing lower levels than the Control Group (9.0 versus 52.0 mg/dL). No significant difference between the groups was registered in the other biochemical parameters examined (LDL-c, VLDL-c and triglycerides). CONCLUSIONS: tibolone causes a significant reduction of HDL-c and total cholesterol and has a deleterious effect on the body weight of oophorectomized rats, which may be related to the lower food ...
Descritores: Peso Corporal/efeitos dos fármacos
Colesterol/sangue
Moduladores de Receptor Estrogênico/administração & dosagem
Norpregnenos/administração & dosagem
Triglicerídeos/sangue
-Moduladores de Receptor Estrogênico/farmacologia
Norpregnenos/farmacologia
Ovariectomia
Ratos Wistar
Limites: Animais
Feminino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-517318
Autor: Pantaleão, José Augusto Soares; Henriques, Helene Nara; Carvalho, Ana Carolina Bergmann de; Pollastri, Carlos Eduardo; Soares Filho, Porphirio José; Guzmán-Silva, Maria Angélica.
Título: Efeito da tibolona sobre o endométrio de ratas castradas / Effect of tibolone on endometrium of castrated rats
Fonte: Rev. bras. ginecol. obstet;31(3):124-130, mar. 2009. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: avaliar o efeito do uso prolongado de alta dose de tibolona na morfologia do endométrio em ratascastradas. MÉTODOS: foram utilizadas 15 ratas Wistar, fêmeas, com idade de oito semanas e peso médio de 250 g.Todas as ratas foram submetidas à ooforectomia bilateral e 30 dias depois foi coletada citologia vaginal, verificandose o status de menopausa. As ratas foram divididas aleatoriamente em dois grupos: o tratado (n=9) recebeu via oral 1 mg tibolona/dia; o controle (n=6) recebeu apenas solução do veículo carboximetilcelulose. Após 20 semanas de tratamento, todos os animais foram sedados e sacrificados por deslocamento cervical. Os úteros foram retirados e fixados em formol 10% tamponado. Ambos os cornos uterinos foram clivados em três regiões (proximal, medial, distal) e processados para inclusão em parafina. Cortes histológicos corados com hematoxilina-eosina foram submetidos à análise morfológica e morfométrica. Foram avaliados os seguintes parâmetros: espessura do epitélio superficialendometrial, espessura do estroma endometrial, área endometrial, número absoluto de glândulas endometriais e número de glândulas/área endometrial. Os dados obtidos foram comparados mediante o teste t de Student. RESULTADOS: no Grupo Tibolona os úteros se apresentaram bem desenvolvidos e houve aumento significativo (p��0,01) de todos osparâmetros histomorfométricos. Por vezes, o epitélio cilíndrico tornava-se estratificado pavimentoso e recobria porções internas das glândulas bem como a cavidade endometrial. As ratas do Grupo Controle apresentaram útero atrofiado. Havia poucas glândulas de padrão tubular e escassa substância intercelular. As glândulas eram revestidas de epitélio cúbico que se estendia à cavidade endometrial...

PURPOSE: to evaluate the effect of long-term use of a high dose of tibolone on the morphology of the endometriumof castrated female rats. METHODS: fifteen female Wistar rats, aged eight weeks and weighting about 250 g wereused. All the female rats were submitted to bilateral oophorectomy and 30 days afterwards, vaginal cytology was collected, to verify the menopause status. The female rats were randomly divided in two groups. The Treatment Group (n=9) received 1 mg of tibolone/day orally; the Control Group (n=6) received a solution of carboxymethylcellulose vehicle. After 20 weeks of treatment, all the animals were sedated and sacrificed by cervical dislocation. The uterus was removed and fixated in 10% buffer formaldehyde. Both uterine horns were divided in three regions (proximal,medial and distal) and processed to be included in paraffin. Histological sections, stained with hematoxylin-eosin were submitted to morphological and morphometrical analysis. The following parameters have been analyzed: thickness of the endometrial superficial epithelium, thickness of the endometrium stroma, endometrial area, absolute number of endometrial glands and number of glands/endometrial area. The data obtained were compared by the t-Student test. RESULTS: in the Tibolone Group, the uteri were well developed and there was a significant increase (p<0.01) of all the histomorphometric parameters. In some cases, the cylindrical epithelium became stratified, pavimentous and coveredthe internal portions of the glands, as well as of the endometrium cavity. Rats from the Control Group presented uterineatrophy. There were few tubular-like glands and scarce intercellular substance. Glands were covered by cubic epithelium which extended itself to the endometrial cavity...
Descritores: Endométrio/efeitos dos fármacos
Moduladores de Receptor Estrogênico/administração & dosagem
Norpregnenos/administração & dosagem
Ovariectomia
-Ratos Wistar
Fatores de Tempo
Limites: Animais
Feminino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-515905
Autor: Danckers P., Luis F.
Título: Salud ósea y menopausia / Bone health and menopause
Fonte: Rev. Méd. Clín. Condes;20(1):67-73, ene. 2009. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: El objetivo de este artículo es ver como la salud ósea en la mujer se ve tremendamente afectada por los cambios hormonales ocasionados en la menopausia. La fisiopatología de la osteoporosis la revisaremos dando las observaciones de cómo el estrógeno es una piedra fundamental en la salud del hueso. Procuraremos detallar la importancia de la epidemiología de esta enfermedad y su influencia en las mujeres, asi como el actual del manejo de la osteoporosis. El ginecólogo ocupa un lugar preponderante en el cuidado de la salud de la mujer, y tiene los medios necesarios para poder dar tratamiento a la osteoporosis primaria, que es la más frecuente. Es bien conocido que los índices de fracturas en la mujer post - menopáusica son mayores que las pre menopáusicas. El uso de los diferentes fármacos y sus aplicaciones, permitirán un tratamiento adecuado y correcto. Daremos una vísión de las diferentes formas de tratarla.

The objective of this study is to observe how women bone health is severely affected by hormonal changes during menopause. The physiopathology of osteoporosis will be review emphasizing how estrogens constitute the cornerstone of bone health. The epidemiology and influence of osteoporosis in women health will be address in detail and we point out the current management of osteoporosis. The gynecologist plays a main role in women health and is fully capable of treat primary osteoporosis, the most common cause of osteoporosis. It is well known than the rate of bone fractures is higher in postmenopausal women compared to premenopausal. The use of different medications and their presentations will allow an adequate goal-directed treatment. the different approaches to manage Osteoporosis
Descritores: Menopausa/fisiologia
Osteoporose/fisiopatologia
Osteoporose/terapia
-Densidade Óssea/fisiologia
Moduladores de Receptor Estrogênico
Exercício
Conservadores da Densidade Óssea/uso terapêutico
Terapia de Reposição Hormonal
Fatores de Risco
Limites: Seres Humanos
Adulto
Feminino
Meia-Idade
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  10 / 26 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Alvarenga, Marcelo
Texto completo
Id: lil-439662
Autor: Vicelli, José Tadeu; Gurgel, Maria Salete Costa; Alvarenga, Marcelo.
Título: Histologia mamária após uso de esteróides sexuais - estudo em ratas / Breast histologic changes in female rats treated with sex steroids
Fonte: Rev. Assoc. Med. Bras. (1992);52(5):369-374, set.-out. 2006. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Avaliar as alterações histológicas em mamas de ratas submetidas à terapêutica com estrogênio, progestogênio e tibolona. MÉTODOS: Estudo experimental com 40 ratas, sendo 20 sem prole (grupo A) e 20 com prole (grupo B). Todas as ratas foram castradas e, após quatro semanas, alocadas aleatoriamente em subgrupos: A1, A2, A3, A4, A5 e B1, B2, B3, B4, B5. Os esteróides foram administrados da seguinte forma: A1 e B1 - benzoato de estradiol; A2 e B2 - acetato de medroxiprogesterona; A3 e B3 - benzoato de estradiol e acetato de medroxiprogesterona; A4 e B4 - tibolona; A5 e B5 - placebo. Após dez semanas de tratamento, os animais foram sacrificados e suas glândulas mamárias submetidas à análise histológica. Os parâmetros avaliados foram: proliferação epitelial, atividade secretora e atipias epiteliais nas unidades de ductos ou alvéolos terminais. A associação entre os achados histológicos e os esquemas terapêuticos foi avaliada por meio do odds ratio e intervalo de confiança de 95 por cento. RESULTADOS: Alterações histológicas foram observadas em 29 ratas: hiperplasia moderada (52,5 por cento), hiperplasia alvéolo-nodular (42,5 por cento), atipia sem proliferação (35 por cento), hiperplasia leve (32,5 por cento), atividade secretora (20 por cento) e hiperplasia severa (5 por cento). Em ratas sem prole observou-se 1,3 mais chance, em relação ao grupo controle, de apresentar hiperplasia alvéolo-nodular no grupo que recebeu estrogênio, hiperplasia moderada no grupo tratado com progestogênio, e hiperplasia alvéolo-nodular e atipia sem proliferação epitelial com a associação entre estrogênio e progestogênio. CONCLUSÃO: Hiperplasia moderada e atipia epitelial associaram-se à terapia combinada de estrogênio e progestogênio, e o antecedente de prole reduziu a ocorrência destas alterações e de hiperplasia alvéolo-nodular.

OBJECTIVE: To evaluate the association of histologic changes in the breasts of female rats undergoing therapy with sex steroids. METHODS: An experimental study was conducted of 40 castrated female non-pubertal rats, 20 had given birth (Group B) and 20 had no offspring (Group A). After four weeks, these rats were randomly allocated to subgroups: A1, A2, A3, A4, A5 and B1, B2, B3, B4, B5. Steroids were given to subgroups as follows: A1 and B1 - estradiol benzoate; A2 and B2 - medroxyprogesterone acetate; A3 and B3 - estradiol benzoate and medroxyprogesterone acetate; A4 and B4 - tibolone; A5 and B5 - placebo. After 10 weeks of treatment, animals were sacrificed and their mammary glands were analyzed. Histologic parameters evaluated were: epithelial cell proliferation, epithelial cells with secretory activity; and cell atypia in terminal duct units and buds or terminal alveoli. The association between microscopic analysis and diverse therapeutic regimens were analyzed by calculating the odds ratio and its respective 95 percent confidence interval. RESULTS: Histologic changes were observed in 29 rats: moderate hyperplasia (52.5 percent), hyperplastic alveolar nodule (42.5 percent), epithelial atypia (35 percent), mild hyperplasia (32.5 percent), secretory activity (20 percent) and severe hyperplasia (5 percent). In rats with no offspring when compared to the control, 1.3 times more hyperplastic alveolar nodules were found in the group treated with estradiol, the same was true for moderate hyperplasia in the rats that received medroxyprogesterone acetate, hyperplastic alveolar nodules and epithelial atypia in the group treated with estradiol plus medroxyprogesterone acetate. In the rats with offspring 1.3 times more secretory activity was found with estradiol. CONCLUSION: Epithelial hyperplasia and epithelial atypia with no proliferation are strongly associated to combined therapy with estradiol plus medroxyprogesterone acetate, mainly in the rats without offspring.
Descritores: Mama/patologia
Terapia de Reposição de Estrogênios
Hormônios Esteroides Gonadais/uso terapêutico
Neoplasias Mamárias Experimentais/patologia
Norpregnenos/uso terapêutico
-Proliferação Celular
Anticoncepcionais/uso terapêutico
Epitélio/patologia
Moduladores de Receptor Estrogênico/uso terapêutico
Hiperplasia
Progestinas/uso terapêutico
Ratos Wistar
Limites: Animais
Feminino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde