Base de dados : LILACS
Pesquisa : D08.211 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 7 [refinar]
Mostrando: 1 .. 7   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 7 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-732819
Autor: Lima, Ana Paula Esmeraldo; Javorski, Marly; Amorim, Rosemary de Jesus Machado; Oliveira, Sheyla Costa de; Vasconcelos, Maria Gorete Lucena de.
Título: Práticas alimentares no primeiro ano de vida: representações sociais de mães adolescentes / Eating habits in the first year of life: social representations of young mothers / Los hábitos de alimentación en el primer año de vida: las representaciones sociales de las madres adolescentes
Fonte: Rev. bras. enferm;67(6):965-971, Nov-Dec/2014.
Idioma: pt.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
Resumo: Trata-se de pesquisa qualitativa exploratória, que buscou analisar as representações sociais de mães adolescentes sobre as práticas alimentares do filho no primeiro ano de vida. Teve como sujeitos 10 mães adolescentes, cujos filhos encontravam-se na faixa etária de sete a doze meses de vida. Os dados foram coletados por meio de entrevista semi-estruturada, além da utilização de material visual. A análise seguiu a técnica de análise de conteúdo, apoiando-se no referencial da Teoria das Representações Sociais. Dessa análise, emergiram quatro temas: conflito do amamentar versus consagração do mingau; estabelecendo a alimentação complementar do filho; discurso cristalizado: "danoninho vale mais que um bifinho"; a (in)definição dos hábitos alimentares maternos: implicações para a alimentação infantil. As representações que conduzem as práticas maternas na escolha, preparo e oferta dos alimentos seguem uma lógica particular, onde as adolescentes reinterpretam os discursos técnicos nos termos da sua cultura.

This is qualitative research that investigates the social representations of adolescent mothers on child eating habits in the first year of life. Its subjects were 10 adolescent mothers, whose children were aged seven to twelve months. Data were collected through semi-structured interview, besides the use of visual material. The analysis followed the technique of content analysis, relying on the framework of Social Representations Theory. That analysis revealed four themes: the conflict of breastfeeding versus consecration of porridge; establishing complementary feeding of the child; crystallized speech: "yogurt is better than a little steak"; the (un)definition of maternal eating habits: implications for infant feeding. The representations that drive maternal practices in selecting, preparing and offering food follow a particular logic, where adolescents reinterpret technical speeches in terms of their culture.

Esta es una investigación cualitativa que investiga las representaciones sociales de madres adolescentes en las prácticas de alimentación infantil en el primer año de vida. El estudio incluyó a 10 madres adolescentes cuyos hijos tenían entre siete a doce meses. Los datos fueron obtenidos mediante entrevista semiestructurada, además de la utilización de material visual. El análisis se realizó por la técnica de análisis de contenido, basándose en el marco de la teoría de las representaciones sociales. Ese análisis revelo cuatro temas: el conflicto de la lactancia materna frente a la consagración de la papilla; el establecimiento de alimentación complementaria del niño; discurso cristalizado "el yogur es mejor que un filete"; la dieta materna sin definición: implicaciones para la alimentación infantil. Las representaciones que impulsan prácticas maternas en la selección, preparación y oferta de alimentos siguen una lógica particular, donde las adolescentes reinterpretan intervenciones técnicas en términos de su cultura.
Descritores: Hipóxia Encefálica/fisiopatologia
Bulbo Olfatório/fisiopatologia
Ubiquinona/análogos & derivados
Ubiquinona/farmacologia
-Potenciais de Ação/efeitos dos fármacos
Trifosfato de Adenosina/metabolismo
Barbitúricos/farmacologia
Coenzimas
Técnicas In Vitro
Bulbo Olfatório/efeitos dos fármacos
Limites: Animais
Cobaias
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 7 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-731211
Autor: Teixeira, Elizabeth; Oliveira, Denize Cristina de.
Título: Representações sociais de educação em saúde em tempos de AIDS / Social representations of health education in a time of AIDS / Representaciones sociales de educación para la salud en la era del SIDA
Fonte: Rev. bras. enferm;67(5):810-817, Sep-Oct/2014.
Idioma: pt.
Resumo: Estudo qualitativo e descritivo, cujo objetivo foi identificar e analisar as representações sociais de educação em saúde à pessoa vivendo com HIV entre profissionais de saúde. Os cenários foram três serviços de atenção à DST/HIV/AIDS, em Belém-PA, Brasil, e 37 profissionais de saúde participaram da pesquisa. A coleta de dados deu-se em 2012-2013 por meio de entrevista em profundidade; a análise utilizou o software Alceste 4.10. Com base no conjunto dos resultados foi possível vislumbrar que a educação em saúde pode ser compreendida a partir de categorias: a configuração do agir educativo; as condições sine qua non: educação no trabalho e estrutura da unidade; o processo pedagógico. Conclui-se que as representações sociais configuram-se como orientação-informação para precaução-prevenção e revelam-se no movimento do agir persistente ao emergente, o que suscita uma educação em saúde permanente para se chegar à integralidade nos serviços.

This is a qualitative and descriptive study, which aimed at identifying and analyzing social representations of health education to HIV patients among health professionals. The setting included three healthcare DST/HIV/AIDS services in Belém-PA, Brazil, and 37 health professionals participated in the study. Data collection was conducted in 2012-2013 on the basis of in-depth interviews and analysis was made on Alceste 4.0 software. Final results indicated that health education can be comprehended in light of categories: educational action; sine qua non: education and training at work, and unit structure; teaching-learning process. Conclusions show that social representations are set as guidance-information for precaution-prevention and that they come forth along continuous and emerging action flow, bringing about permanent health education to ensure healthcare services in full.

Estudio cualitativo y descriptivo, que objetivó identificar y analizar las representaciones sociales de educación en salud a la persona viviendo con HIV entre profesionales de salud. Los escenarios fueron tres servicios de atendimiento al DST/HIV/ SIDA, en Belém-PA, Brasil, y 37 profesionales de salud participaran del estudio. La colecta de datos se dio en 2012-2013, por medio de entrevista en profundidad y el análisis utilizo el software Alceste 4.10. Con base en el conjunto de los resultados fue posible vislumbrar que la educación en salud puede ser comprendida a partir de categorías: la configuración del acto educativo; las condiciones sine qua non: educación en el trabajo y estructura de la unidad; el proceso pedagógico. Se concluye que las representaciones sociales se configuran como orientación-información para precaución-prevención y se revelan en el movimiento del acto persistente al emergente, lo que suscita una educación en salud permanente para llegarse a la integralidad en los servicios.
Descritores: Antioxidantes/administração & dosagem
Arteriosclerose/tratamento farmacológico
Probucol/administração & dosagem
Ubiquinona/administração & dosagem
Ubiquinona/análogos & derivados
alfa-Tocoferol/administração & dosagem
-Antioxidantes/farmacocinética
Aorta/metabolismo
Aorta/patologia
Arteriosclerose/metabolismo
Arteriosclerose/patologia
Coenzimas
Modelos Animais de Doenças
Lipídeos/sangue
Lipoproteínas LDL/metabolismo
Probucol/farmacocinética
Ubiquinona/metabolismo
Ubiquinona/farmacocinética
Vitamina E/metabolismo
alfa-Tocoferol/farmacocinética
Limites: Seres Humanos
Animais
Masculino
Feminino
Coelhos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 7 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-644884
Autor: Ferreiro-Barros, Claudia Cristina; Sugawara, Eduardo Kinio; Sanches, Livia Rentas.
Título: Determination of a method for extraction of coenzyme Q10 in human plasma: optimization of the use of surfactants and other variables / Determinação de um método de extração de coenzima Q10 em plasma humano: otimização do uso de surfactantes e outras variáveis
Fonte: Einstein (Säo Paulo);10(2), apr.-jun. 2012. graf, tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objective: To establish a routine for the extraction of the total levels of CoQ10 in human plasma through the Ultra High Performance Liquid Chromatography (UHPLC). Methods: Two extraction protocols were tested: a) methanol: hexane and b) 1-propanol. The following parameters were analyzed: extraction temperature (19ºC and 4ºC), extraction tubes (glass and polypropylene), and surfactants (SDS, Triton X-100, Tween-20) at different concentrations, i.e., 1%, 3%, 5% and 10%. Results: The results showed that the method of extraction of CoQ10 in a sample of human plasma at 4ºC, using solvents methanol: hexane (85:15, v/v) in the presence of surfactant Tween-20 at 3% and polypropylene tubes showed better efficiency and reproducibility when compared to the method with 1-propanol. Conclusion: By the analyses performed, it was possible to observe that the addition of the surfactant Tween-20 promoted an increase in the recovery of CoQ10 by the methanol:hexane extraction method. This method showed good reproducibility, with a low coefficient of variation and high sensitivity, since CoQ10 was detected in samples of plasma of a control individual using a UV-type detector. The use of UHPLC equipment allowed a total analysis with total run time of 3.5 minutes, enabling the rapid achievement of results, considered mandatory for laboratory routines.

Objetivo: Estabelecer uma rotina de extração dos níveis totais de CoQ10 em plasma humano por meio da análise por Cromatografia Líquida de Ultra Alta Eficiência (UHPLC). Métodos: foram testados dois protocolos de extração: a) metanol:hexano e b) 1-propanol. Os seguintes parâmetros foram analisados: temperatura de extração (19ºC e 4ºC), tubos de extração (vidro e polipropileno), surfactantes (SDS, Triton X-100, Tween-20) em diferentes concentrações 1%, 3%, 5% e 10%. Resultados: Os resultados mostraram que o método de extração de CoQ10 em amostra de plasma humano, a 4ºC, utilizando-se os solventes metanol:hexano (85:15, v/v) na presença do surfactante Tween-20 a 3% e tubos de polipropileno apresentou melhor eficiência e reprodutibilidade quando comparado ao método com 1-propanol. Conclusão: A adição do surfactante Tween-20 no processo de preparação de amostra promoveu um aumento na recuperação da CoQ10 pelo método de extração metanol:hexano observada pela boa reprodutibilidade das prelicatas, pelo baixo coeficiente de variação e alta sensibilidade uma vez que a CoQ10 foi detectada em amostras de plasma de um indivíduo controle utilizando-se um detector do tipo UV. Além disso, a utilização de um equipamento de UHPLC proporcionou a obtenção de uma análise com tempo total de corrida de 3,5 minutos, o que viabiliza a obtenção rápida de resultados, considerado mandatório para rotinas laboratoriais.
Descritores: Cromatografia Líquida
Coenzimas
Tensoativos
Responsável: BR500.1 - Biblioteca


  4 / 7 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-450119
Autor: Giavarotti, Leandro.
Título: Monócitos como indicadores de atividade inflamatória e oxidativa em idosos sem déficit cognitivo e com doença de Alzheimer / Monocytes as indicators of inflammatory activity and oxidative in seniors without cognitive deficit and with Alzheimer's disease.
Fonte: São Paulo; s.n; 17 dez. 2004. 107 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Instituto de Química para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A Doença de Alzheimer é uma doença neurodegenerativa progressiva e de início tardio, que compromete principalmente as areas da cognição, julgamento e estabilidade emocional. Esta doença se caracteriza por dois tipos de lesões cerebrais características: emaranhados neurofibrilares e placas senis. Os emaranhados neurofibrilares são compostos por uma proteína do citoesqueleto (proteína tau) hiperfosforilada e agregada. As placas senis são formadas por agregados da proteína 'beta'-amilóide. A doença de. Alzheimer é resultado da interação de vários fatores ainda incompletamente elucidados; não obstante, o estresse oxidativo e os processos inflamatórios ocupam posição de destaque dentre esses fatores. Neste trabalho, avaliamos as atividades das enzimas eritrocitárias superóxido dismutase, catalase e glutationa peroxidase, assim como o conteúdo plasmático de glutationa total, vitamina C, 'alfa'-tocoferol, 'beta'-caroteno, licopeno e coenzima 'Q IND 10'. A esses parâmetros antioxidantes foram contrapostas medidas de oxidação de lipídios e proteínas plasmáticas. Adicionalmente, efetuamos a avaliação das expressões monocitárias de HLA-DR e CD-11b, e das citocinas IL-6, IL-1'alfa' e TNF-'alfa'. Nossos resultados mostram que os pacientes de .doença de Alzheimer possuem níveis circulantes de atocoferol inferiores aos pacientes controles, e possuem monócitos que apresentam maior expressão basal de HLA-DR e maior produção de IL-1'alfa' quando estimulados por LPS: Esses resultados fortalecem a hipótese inflamatória na doença de Alzheimer, de acordo com trabalhos recentes que apontam bons resultados com o 'alfa'-tocoferol na sua prevenção e tratamento
Descritores: Ácido Ascórbico/análise
Catalase/análise
Doença de Alzheimer/prevenção & controle
Glutationa Peroxidase/análise
Superóxido Dismutase/análise
alfa-Tocoferol/análise
-Proteínas Sanguíneas
Coenzimas/análise
Lipídeos
Monócitos
Oxidação
Transtornos de Deficit da Atenção e do Comportamento Disruptivo
beta Caroteno/análise
Limites: Seres Humanos
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; 574.19258, G436m


  5 / 7 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-336057
Autor: Scarpassa, Vera Margarete; Hamada, Neusa.
Título: Isozyme variation in four species of the Simulium perflavum species group (Diptera: Simuliidae) from the Brazilian Amazon
Fonte: Genet. mol. biol;26(1):39-46, Mar. 2003. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: Electrophoretic studies of isozymes were done with four closely related species of the Simulium perflavum species group (Diptera: Simuliidade) in the Brazilian Amazon, using last-instar larvae collected in the field. Ten enzymes were studied, which yielded 11 loci. Diagnostic loci were not found between Simulium maroniense cytotype D and Simulium rorotaense. Simulium maroniense and S. rorotaense differed from Simulium trombetense by two diagnostic loci (Me and Xdh), and Simulium perflavum differed from the other three species by four diagnostic loci (Me, Xdh, Mdh, and Got). The mean number of alleles per locus ranged from 1.30 to 2.30, the percentage of polymorphic loci ranged from 18.2 to 63.6 per cent and the mean heterozygosity values observed ranged from 0.062 to 0.108. Genetic distances among the species ranged from 0.010 to 0.581. The lowest value was obtained between S. maroniense and S. rorotaense, and the highest between S. perflavum and S. trombetense. The genetic relationships among the four S. perflavum group species indicate that they are closely related. The high similarity at the isozyme level, allied to previous studies of morphology and polytene chromosomes, may suggest that the divergence time since the separation of S. maroniense and S. rorotaense is still too recent for diagnostic loci to have evolved
Descritores: Dípteros/genética
Variação Genética
Simuliidae
-Ecossistema Amazônico
Brasil
Coenzimas
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  6 / 7 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Martins, Jorge Luiz Seferin
Id: lil-277555
Autor: Honda, Akimi Mori; Pinho, José de Jesus Ribeiro Gomes de; Martins, Jorge Luiz Seferin.
Título: Estudo da estabilidade da ubidecarenona (coenzima Q10) em comprimidos revestidos de 10 e 50 mg / Stability study of ubidecarenone (coenzyme Q10) coated tablets 10 and 50 mg
Fonte: Lecta-USF;16(1):29-35, jan.-jun. 1998. ilus, tab.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Congresso Paulista de Farmacêuticos, 10, Säo Paulo, 29 jul.-02 ago.1997.
Resumo: A estabilidade físico-química da coenzima Q10 (COQ10) é afetada pela açäo do calor e da luminosidade. Comprimidos revestidos nas apresentaçöes de 10 e 50 mg, foram submetidos às temperaturas de 35, 40 e 50ºC. Ficaram expostos em estufas calibradas, e as amostras foram retiradas para análise do teor de ubidecarenona nos tempos: 0, 15, 30, 60 e 90 dias. A quantificaçäo do fármaco foi realizada utilizando-se um sistema HPLC WATERS com bomba isocrática, detector UV, integrador com coluna Microbondapack C18. Pelos resultados obtidos a decomposiçäo térmica da Coenzima Q10, nas condiçöes estudadas, seguiu processo cinético de primeira ordem. Os comprimidos revestidos de COQ10 de 10 mg foram estáveis entre, 502, 410 e 224 dias, enquanto que os de 50 mg entre 586, 505 e 286 dias, sob diferentes temperaturas. Por extrapolaçäo gráfica, os comprimidos de coenzima Q10 de 10 e 50 mg à temperatura de 25ºC, apresentariam estabilidade entre 694 e 800 dias respectivamente.
Descritores: Coenzimas/farmacocinética
Comprimidos/farmacocinética
-Estabilidade Enzimática
Estabilidade de Medicamentos
Responsável: BR734.1 - Biblioteca Central Cesar Lattes - BCCL


  7 / 7 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-147495
Autor: Jardim, Laura Bannach.
Título: Erros inatos do metabolismo e epilepsia / Inborn errors of metabolism and epilpsy
Fonte: J. Liga Bras. Epilepsia;6(1):21-6, 1993. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O autor revisa aqui erros inatos do metabolismo (EIM) que podem ter crises convulsivas entre suas manifestaçöes clínicas. Os mecanismos epileptogênicos distintos de cada EIM säo abordados ou ao menos sugeridos e, a seguir dá-se um roteiro de abordagem diagnóstica das convulsöes, com possível etiologia metabólica
Descritores: Epilepsia
Erros Inatos do Metabolismo/etiologia
Convulsões
-Acidose Láctica
Erros Inatos do Metabolismo dos Aminoácidos
Amônia
beta-Alanina/deficiência
Biotina/deficiência
Carnosina
Coenzimas/deficiência
Cobre/deficiência
Di-Hidroxifenilalanina/deficiência
Hipoglicemia
Erros Inatos do Metabolismo dos Metais
Molibdênio/deficiência
Porfirinas
Próteses e Implantes
Insuficiência Respiratória
Responsável: BR16.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde