Base de dados : LILACS
Pesquisa : D08.622.610.500 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Cassali, Geovanni Dantas
Texto completo
Id: lil-599781
Autor: Souza, Cristina Maria de; Ferreira, Enio; Ferreira, Mônica Alves Neves Diniz; Andrade, Silvia Passos; Santos, Ivan Carlos; Pesquero, Jorge Luiz; Cassali, Geovanni Dantas.
Título: Efeito da proteína Kint3-4 do plasminogênio humano no crescimento do tumor de Ehrlich / Kint3-4 protein from human plasminogen delays Ehrlich tumor growth in mice
Fonte: J. bras. patol. med. lab;47(4):465-472, ago. 2011. ilus, graf, tab.
Idioma: en.
Resumo: INTRODUCTION AND OBJECTIVE: Kint3-4 protein, originated from a genetic recombination of K1-3 and K1-4 human plasminogen segments, is recognized for its antiangiogenic and anti-inflammatory potential. This study aimed to evaluate the effect of Kint3-4 protein on tumor development in Swiss mice previously inoculated with Ehrlich tumor cells. METHODS: The protein fragment was obtained from Pichia pastoris cloning and transformation. After tumor cell inoculation three different protocols were used to assess tumor growth: beginning (0-6 days), peak (0-12 days) and after peak (0-18 days). We analyzed tumor growth, histomorphological characteristics and immunohistochemistry by use of CDC47 (cellular proliferation marker) and CD31 (blood vessel marker). RESULTS: Animals treated with Kint3-4 protein (150 µg/kg/48 h) showed lower tumor growth in all protocols. Based on histological assessment, inflammation and tumor areas were also reduced. Moreover, both the lowest rate of tumor cell proliferation and low microvessel density were observed in animals treated with Kint3-4 protein compared with the untreated control group. CONCLUSION: The effect of Kint3-4 recombinant protein on tumor angiogenesis and control of malignant cell proliferation enhances the prospects of its use in clinical and antiangiogenic treatment.

INTRODUÇÃO E OBJETIVO: A proteína Kint3-4 originou-se a partir de uma recombinação genética dos segmentos K1-3 e K1--4 do plasminogênio humano e é reconhecida por seu potencial anti-inflamatório e antiangiogênico. Este estudo teve como objetivo avaliar o efeito da proteína Kint3-4 no desenvolvimento de tumores em camundongos inoculados com células do tumor de Ehrlich. MÉTODOS: O fragmento de proteína foi obtido por uma técnica de clonagem e transformação de Pichia pastoris. Três diferentes protocolos foram avaliados após a inoculação das células tumorais: no início (0-6 dias), no pico (0-12 dias) e após o pico (0-18 dias) de crescimento do tumor. Foram analisados o crescimento do tumor e as características histomorfológica e imuno-histoquímica com CDC47 (marcador de proliferação celular) e CD31 (marcador de vasos sanguíneos). RESULTADOS: Os animais tratados com a proteína Kint3-4 (150 µg/kg/48 h) nos três diferentes protocolos apresentaram menor crescimento do tumor. Áreas de inflamação e tumor também foram reduzidas, avaliadas por exame histológico. Além disso, a menor taxa de proliferação das células tumorais e a baixa densidade de microvasos foram observadas nos animais tratados com proteína Kint3-4 em comparação com o grupocontrole. CONCLUSÃO: A participação da proteína recombinante Kint3-4 na angiogênese tumoral e no controle da proliferação de células malignas abre perspectivas para seu uso no tratamento clínico como antiangiogênico.
Descritores: Angiostatinas/farmacologia
Neoplasias
Neovascularização Patológica
Proliferação de Células
Limites: Animais
Camundongos
Responsável: BR14.1 - Biblioteca Central



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde