Base de dados : LILACS
Pesquisa : D08.811.277.352.650.200 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 12 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 12 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-623369
Autor: Mello, Ricardo Obalski de; Lunardelli, Adroaldo; Caberlon, Eduardo; Moraes, Cristina Machado Bragança de; Santos, Roberto Christ Vianna; Costa, Vinícius Lorini da; Silva, Gabriela Viegas da; Scherer, Patrícia da Silva; Buaes, Luiz Eduardo Coimbra; Donadio, Márcio Vinícius Fagundes; Nunes, Fernanda Bordignon; Oliveira, Jarbas Rodrigues de.
Título: N-acetilcisteína e frutose-1, 6-bisfosfato: efeito imunomodulador em cultura de células mononucleares / N-acetilcisteína e frutose-1,6-bisfosfato: efeito imunomodulador em cultura de células mononucleares
Fonte: J. bras. patol. med. lab;48(2):109-115, abr. 2012. tab.
Idioma: en.
Resumo: INTRODUCTION: Sepsis is a complex syndrome caused by an uncontrolled systemic inflammatory response. Inflammatory cytokines play a pivotal role in septic shock pathogenesis. Therapeutic strategies have been tested in order to modulate the excessive generation or function of sepsis mediators. OBJECTIVE: The objective of the present study was to investigate the therapeutic effect of N-acetylcysteine (NAC) and its association with fructose-1,6-bisphosphate (FBP) on T-lymphocytes proliferation, interleukin-1β (IL-1β) and monocyte chemotactic protein-1 (MCP-1) levels. MATERIAL AND METHODS: Peripheral blood mononuclear cell samples were isolated from healthy individuals. T-lymphocytes were stimulated with phytohemagglutinin for 96 hours and submitted to different concentrations of NAC or NAC associated with FBP. RESULTS: NAC (10 and 15 mM) and NAC (15 mM) associated with FBP reduced T-lymphocytes proliferation. IL-1β levels rose in the presence of both NAC (15 mM) and NAC with FBP (1.25 mM). MCP-1 levels were reduced only by NAC (15 mM) associated with FBP (1.25 mM). CONCLUSION: The results suggest that both NAC itself and NAC associated with FBP inhibit cellular proliferation, acting as potent immunomodulatory agents, which corroborates its use in the treatment of inflammatory diseases.

INTRODUÇÃO: A sepse é uma síndrome complexa causada pela resposta inflamatória sistêmica descontrolada. As citocinas inflamatórias representam papel central na patogênese do choque séptico. Têm sido testadas estratégias terapêuticas a fim de modular a geração ou a função excessiva de mediadores na sepse. OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi investigar o efeito terapêutico da N-acetilcisteína (NAC) e sua associação com a frutose-1,6-bisfosfato (FBP) sobre a proliferação de linfócitos T e a geração de interleucina-1β (IL-1β) e proteína quimiotática de monócitos 1 (MCP-1) em cultura celular. MATERIAL E MÉTODOS: Foram isoladas células mononucleares de sangue periférico de indivíduos saudáveis. Os linfócitos T foram estimulados por 96 horas com fitohemaglutinina e submetidos a diferentes concentrações de NAC ou NAC associada à FBP (1,25 mM). RESULTADOS: O tratamento com NAC (10 e 15 mM) ou NAC (15 mM) associado à FBP reduziu a proliferação celular. Os níveis de IL-1β aumentaram com a presença de NAC (15 mM) e NAC + FBP. A concentração de MCP-1 mostrou-se reduzida apenas no grupo tratado com NAC associada à FBP. CONCLUSÃO: Os resultados sugerem que tanto a NAC quanto a NAC associada à FBP são capazes de inibir a proliferação celular, atuando como potentes agentes imunomoduladores, sugerindo seu uso em doenças inflamatórias.
Descritores: Acetilcisteína/uso terapêutico
Frutose-Bifosfatase/uso terapêutico
Interleucina-1beta
Linfócitos T
Proliferação de Células
QUIMIOCINA CCLTEMEFOS/F DROGAS
Sepse/tratamento farmacológico
Limites: Humanos
Responsável: BR14.1 - Biblioteca Central


  2 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-530365
Autor: Oliveira, Carmen Silvana Araujo de; Sesterheim, Patrícia; Oliveira, Jarbas Rodrigues de; Saitovitch, David.
Título: Isolamento de ilhotas pancreáticas e a alternativa de uso da frutose-1, 6-bisfosfato: [revisão] / Pancreatic islet isolation and the alternative use of fructose-1, 6-bisphosphate: [review]
Fonte: Sci. med;19(3):129-134, jul.-set. 2009.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivos: revisar dados da literatura sobre isolamento de ilhotas pancreáticas para transplante e sobre as ações da frutose-1,6-bisfosfato. Fonte de dados: revisão de artigos publicados, a partir da pesquisa em bancos de dados nacionais e internacionais (SciELO, Lilacs, PubMed). Síntese dos dados: o transplante de ilhotas surge como uma alternativa para o tratamento do diabetes mellitus tipo 1. Entretanto, durante o processo de isolamento, há grande perda celular, principalmente na periferia da ilhota pancreática. As espécies reativas de oxigênio contribuem significativamente nesse processo, afetando a viabilidade das células para transplante. Vários esforços estão sendo feitos na tentativa de minimizar os danos causados pela liberação e produção destes compostos químicos. Conclusões: frente às importantes ações da frutose-1,6-bisfosfato descritas na literatura, seu emprego durante o processo de isolamento das ilhotas pancreáticas parece ser uma alternativa bastante atraente. O efeito da frutose-1,6-bisfosfato na redução da formação e liberação de radicais livres, assim como a sua ação citoprotetora, poderiam viabilizar um maior número de células, otimizando o processo de isolamento, além de auxiliar na enxertia, por diminuir a liberação de citocinas pró-inflamatórias.

Aims: To review the literature data about pancreatic islet isolation and fructose-1,6-bisphosfate. Source of data: Review of specific articles on the issue published in national and internacional databases (SciELO,Lilacs, PubMed). Summary of findings: Islets transplantation is an alternative for the treatment of type 1 diabetes mellitus. However, during the process of isolation, cell loss, mainly on the periphery of the pancreatic islet, ensues. Reactive oxygen species seem to contribute significantly in this process, affecting the viability of these cells. Various efforts are being made in an attempt to minimize the damage caused by the release and production of reactive oxygen species. Conclusions: Considering the important actions of fructose-1,6-bisphosphate which are described in the literature, its use in pancreatic islet isolation may represent an attractive alternative. The effect of fructose-1,6-bisphosphate in reducing the production and release of free radicals, as well as its role in cellular protection, could enable a greater number of viable cells, optimizing the isolation process, and also protecting the graft process, by reducing the release of proinflammatory cytokines.
Descritores: Diabetes Mellitus Tipo 1
Frutose-Bifosfatase
Transplante das Ilhotas Pancreáticas
Ilhotas Pancreáticas/crescimento & desenvolvimento
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR500.1 - Biblioteca


  3 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-490788
Autor: Lunardelli, Adroaldo; Camargo, Marina Dornelles; Oliveira, Jarbas Rodrigues.
Título: Ação da frutose-1, 6-biofosfato sobre a toxicidade aguda do ácido nicotínico / Fructose-1, 6-bisphosphate action in nicotinic acid acute toxicity-induced
Fonte: Rev. bras. anal. clin;36(2):87-90, 2004. graf.
Idioma: pt.
Resumo: O ácido nicotínico (niacina) se mostra como um agente que reduz o nível de colesterol total, lipídios de baixa densidade (LDL) e triglicerídeos, sendo efetivo na terapia para regulação lipoprotéica e redução de risco cardiovascular. A toxicidade hepática é um efeito potencialmente sério da terapia com niacina. Já são bem descritos os efeitos da frutose-1,6-biofosafato na injúria de diferentes órgãos, além de apresentar-se protetora em lesões tóxicas. A toxicidade aguda sobre os perfis lípidico e hepático do ácido nicotínico, bem como a ação da frutose-1,6-biofosfato, como proteção na ação letal do ácido, são os alvos deste estudo. A dose de 800mg/kg intraperitoneal de ácido nicotínico é capaz de levar a óbito 25% dos ratos analisados. Mostra-se que o ácido exerce ação sobre os lípídios, diminuindo os valores de colesterol, mas não os de triglicérides. A lesão hepática decorrente do uso crônico do ácido nicotínico não é reproduzido na análise aguda, sendo que a causa da mortandade dos animais não é conhecida. Elucida-se também que a frutose-1,6-bisfosfato 500mg/kg, via subcutânea, não é competente no alento dos ,ales causados pelo ácido, ao contrário, potencializa a ação da niacina ao provocar aumento dos níveis de lactato desidrogenase.
Descritores: Toxicidade Aguda
Frutose-Bifosfatase
Frutose/toxicidade
Lipídeos
Niacina
Limites: Animais
Ratos
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM


  4 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-445352
Autor: Cunha, Aline A da(edt); Pires, Melissa G. S(edt); Hermes, Gonçalino(edt); Ferreira, Taísa M(edt); Poloni, José Antônio Tesser(edt); Dias, Fernando S(edt); Oliveira, Jarbas R. de(edt).
Título: Efeito da frutose-1, 6bisfosfato sobre os níveis séricos e urinários de lactato em ratos com sepse experimental / Effect of fructose-1, 6-bisphosphate on serum and urine levels of lactate in rats with experimental sepsis
Fonte: Sci. med;14(3):220-225, 2004.
Idioma: pt.
Resumo: As alterções celulares e sistêmicas durante a sepse ocasionam distúrbios na circulação, queda na perfuração tecidual e consequentemente déficit de energia celular. A frutose-1-6-bisfosfato (FBP) tem demonstrado efeitos protetores em diversas situações patológicas, inclusive sepse. O objetivo deste travalho foi verificar a concentração de FBP em animais com sepse experimental. Estudo controlado em ratos Wistar divididos em 4 grupos: grupo controle com FBP(500 mg/kg). A concentração sérica de lactato aumentou signitivamente no grupo séptico. Analisando a depuração de creatinina endógena(DCE) verificou-se, que somente o grupo séptico apresentou uma diminuição significativa. Já o lactato urinário não demonstrou alterações entre os grupos de controle, séptico e séptico tratado, aumentando, porém significativamente no grupo co FBP. Este estudo demonstrou que o lactato urinário é bom marcador de perfusão tecidual na spse. Também pôde-se verificar que a ação protetora da FBP não é por melhora da perfusão tecidual, mas provavelmente por outros efeitos já descritos, tais como, ação antiflamatória, manutenção dos níveis de energia da célula, estabilização da membrana celular.
Descritores: Frutose-Bifosfatase
Ácido Láctico
Sepse
Limites: Ratos
Tipo de Publ: Estudo de Validação
Responsável: BR500.1 - Biblioteca


  5 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-290143
Autor: Lushchak, V. I; Bagnyukova, T. V; Storey, J. M; Storey, K. B.
Título: Influence of exercise on the activity and the distribution between free and bound forms of glycolytic and associated enzymes in tissues of horse mackerel
Fonte: Braz. j. med. biol. res = Rev. bras. pesqui. méd. biol;34(8):1055-1064, Aug. 2001. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: The effects of short-term burst (5 min at 1.8 m/s) swimming and long-term cruiser (60 min at 1.2 m/s) swimming on maximal enzyme activities and enzyme distribution between free and bound states were assessed for nine glycolytic and associated enzymes in tissues of horse mackerel, Trachurus mediterraneus ponticus. The effects of exercise were greatest in white muscle. The activities of phosphofructokinase (PFK), pyruvate kinase (PK), fructose-1,6-bisphosphatase (FBPase), and phosphoglucomutase (PGM) all decreased to 47, 37, 37 and 67 percent, respectively, during 60-min exercise and all enzymes except phosphoglucoisomerase (PGI) and PGM showed a change in the extent of binding to subcellular particulate fractions during exercise. In red muscle, exercise affected the activities of PGI, FBPase, PFK, and lactate dehydrogenase (LDH) and altered percent binding of only PK and LDH. In liver, exercise increased the PK activity 2.3-fold and reduced PGI 1.7-fold only after 5 min of exercise but altered the percent binding of seven enzymes. Fewer effects were seen in brain, with changes in the activities of aldolase and PGM and in percent binding of hexokinase, PFK and PK. Changes in enzyme activities and in binding interactions with subcellular particulate matter appear to support the altered demands of tissue energy metabolism during exercise
Descritores: Enzimas/metabolismo
Peixes/fisiologia
Glicólise/fisiologia
Músculo Esquelético/enzimologia
Esforço Físico/fisiologia
-Encéfalo/enzimologia
Enzimas/análise
Frutose-Bifosfatase/metabolismo
Fígado/enzimologia
Fosfofrutoquinase-1/metabolismo
Fosfoglucomutase/metabolismo
Natação
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Wachter, Paulo Harald
Id: lil-285197
Autor: Wachter, Paulo Harald.
Título: Efeito da frutose-1, 6-bifosfato na preservaçäo de rins de ratos / Effects of Fructose-1, 6-diphosphate on kidney preservation of rats.
Fonte: Porto Alegre; s.n; ago. 1998. 212 p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Pontificia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A perfusão para preservaçao de rins para transplantes tem por finalidade a manutenção da viabilidade do órgão, lavá-lo internamente para remover o sangue e de manter a atividade celular até a revascularização. A frutose-1, 6- bisfosfato apresenta efeito de proteção celular em situações diversas, tais como isquemia e toxicidade de drogas...
Descritores: Frutose-Bifosfatase/uso terapêutico
-Citoproteção
Transplante de Rim/imunologia
Soluções para Preservação de Órgãos
Perfusão/métodos
Limites: Animais
Ratos
Responsável: BR18.1 - Biblioteca FAMED/HCPA
BR18.1; WJ102, W114E


  7 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Wachter, Paulo Harald
Id: lil-260585
Autor: Wachter, Paulo Harald.
Título: Efeito da frutose-1, 6-bifosfato na preservação de rins de ratos / Effects of Fructose-1, 6-diphosphate on kidney preservation of rats.
Fonte: Porto Alegre; s.n; ago. 1998. 212 p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Pontificia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A perfusão para preservaçao de rins para transplantes tem por finalidade a manutenção da viabilidade do órgão, lavá-lo internamente para remover o sangue e de manter a atividade celular até a revascularização. A frutose-1, 6- bisfosfato apresenta efeito de proteção celular em situações diversas, tais como isquemia e toxicidade de drogas...
Descritores: Frutose-Bifosfatase/uso terapêutico
-Citoproteção
Transplante de Rim/imunologia
Soluções para Preservação de Órgãos
Perfusão/métodos
Limites: Animais
Ratos
Responsável: BR18.1 - Biblioteca FAMED/HCPA
BR18.1; WJ102, W114E


  8 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Costa Rica
Texto completo
Id: lil-193747
Autor: Orozco, Keneth; Quesada, Silvia.
Título: Determinación de la actividad de la fructosa 1.6 difosfatasa en leucocitos / Determination of the activity of the fructose 1.6 diphosphatase in leukocyte
Fonte: Rev. méd. Hosp. Nac. Niños Dr. Carlos Saenz Herrera;30(1/2):9-18, 1995. ilus.
Idioma: es.
Resumo: En el presente estudio se estandariza la técnica para la determinación de la actividad de la enzima fructosa 1.6 difosfatasa en leucocitos aislados de sangre periférica, dicha enzima es de gran importancia en el proceso de la gluconeogénesis, su deficiencia es causada por un desorden metabólico de origen primario, autosómico, recesivo, que se manifiesta principalmente con hipoglicemia y acidosis metabólica. Proponemos un método diferente al tradicional de detección que se basa en el análisis enzimático realizado en biopsias de hígado. Los valores de la actividad catalítica específica en adultos sanos obtenidos por la técnica utilizaa en ese estudio, comparados con los de otros autores, demuestran que mediante la metodología estandarizada en este trabajo se detecta una mayor actividad enzimática.
Descritores: Frutose-Bifosfatase
Glucose
Leucócitos/enzimologia
Leucócitos/metabolismo
-Costa Rica
Responsável: CR1.1 - BINASSS - Biblioteca Nacional de Salud y Seguridad Social


  9 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-105366
Autor: Tseung, C.W; Carmona, A.
Título: Comparative study of phosphofructokinase from rat small intestine and liver. Control by fructose-2,6-bisphosphate and other effectors
Fonte: Acta cient. venez;41(5/6):311-6, 1990. ilus.
Idioma: es.
Resumo: As compared to the liver, intestinal mucosa shows a high rate of aerobic glycolysis. This difference has been attributed to the higher activity of the intestinal phosphofructokinase (PFK) isoenzyme. The regulatory properties of rat small intestine and liver PFK were investigated. At pH 8, where PFK activity can be evaluated free of allosteric influences, the specific activity of the liver isoenzyme was 25%higher that of the intestinal one, At pH 7, the mucosal PFK was activated to 80%of its maximal activity at pH 8, while the liver enzyme showed only a 40%activation. The apparent Kms for Fructose-6-P were 0.47 and 1.03 mM for the mucosal and hepatic isoenzymes, respectively. At 2 mM Fructose-6-P, the optimal ATP concentration for both isoenzymes was 1 mM Hogher ATP concentrations strongly anhibited both enzymes, but below 3 mM, PFK activity was larger in the mucosal homogenate. In addition, the intestinal PFK was more sensitive to activation by Fructose-2,6-bisphosphate and 6-phosphogluconate, particulary at low Fructose-6-p concentrations, and by AMP below 0.3 mM. These studies suggest that, under physiological conditions, the intestinal isoenzyme is more active than its liver counterpart. This may acccunt for the high rate of aerobic glycolysis observed in the intestinal mucosa
Descritores: Frutose-Bifosfatase/metabolismo
Mucosa Intestinal/metabolismo
Fígado/metabolismo
Fosfofrutoquinase-1/metabolismo
-Frutosedifosfatos/metabolismo
Glicólise
Hexosedifosfatos/metabolismo
Lactatos/metabolismo
Ratos Endogâmicos
Limites: Ratos
Animais
Masculino
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  10 / 12 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-65238
Autor: Marcus, Frank; Fickenscher, Karl.
Título: Amino-terminal sequence of spinach chloroplast fructose-1,6-biphosphatase
Fonte: Arch. biol. med. exp;21(1):117-21, jun. 1988. ilus.
Idioma: en.
Projeto: U. S. Department of Agriculture; . National Institutes of Health.
Descritores: Cloroplastos/enzimologia
Frutose-Bifosfatase/metabolismo
Hexosefosfatos
Verduras
-Sequência de Aminoácidos
Frutose-Bifosfatase/isolamento & purificação
Rim/enzimologia
Estrutura Molecular
Suínos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde