Base de dados : LILACS
Pesquisa : D08.811.277.656.300.032 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 3 [refinar]
Mostrando: 1 .. 3   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 3 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-538885
Autor: Paula, Vanessa de Jesus R. de(org); Guimarães, Fabiana Meira(org); Diniz, Breno Satler(org); Forlenza, Orestes Vicente(org).
Título: Neurobiological pathways to Alzheimers disease: Amyloid-beta, Tau protein or both? / Trajetórias neurobiológicas para a doença de Alzheimer: beta-amilóide, proteína Tau ou ambas?
Fonte: Dement. neuropsychol;3(3), Sept. 2009.
Idioma: pt.
Resumo: Abstract: Alzheimers disease (AD) is a neurodegenerative disease characterized by progressive cognitive decline, including memory loss, behavioral and psychological symptoms and personality changes. The neuropathological hallmarks of AD are the presence of neuritic (senile) plaques (NP) and neurofibrillary tangles (NFT), along with neuronal loss, dystrophic neurites, and gliosis. Neuritic plaques are extracellular lesions and their main constituent is the amyloid-beta42 peptide (A- beta42). Neurofibrillary tangles are intracellular lesions that are mainly composed of hyperphosphorylated ta u protein. In this article, we review the major hypotheses concerning the physiopathology of AD, focusing on the beta-amyloid cascade as primary events (supported by the "beta-aptists") and cytoskeletal abnormalities secondary to the hyperphosphorylation of protein Tau (as advocated by the "Tauists"). We further provide an integrative view of the physiopathology of AD.

Resumo: A doença de Alzheimer (DA) é uma desordem neurodegenerativa progressiva que cursa comprometimento da memória e outras funções cognitivas, alterações comportamentais, psíquicas e da personalidade. Os achados neuropatológicos característicos da DA são as placas neuríticas (senis) e os emaranhados neurofibrilares, também ocorrendo distrofia de neuritos, gliose e perda neuronal. As placas neuríticas são lesões extracelulares que têm no peptídeo beta-amilóide (A beta42) seu principal constituinte. Os emaranhados neurofibrilares são lesões intraneuronais compostas por agregados de proteína TAU em estado hiperfosforilado. Neste artigo de revisão, apresentamos as principais hipóteses relacionadas à fisiopatologia da DA, com foco na cascata do amilóide como evento inicial (hipótese preconizada pelos "beta-aptistas") e nas alterações do citoesqueleto neuronal, decorrentes da fosforilação anormal da TAU (conforme proposto pelos "beta-tauístas"). Os achados são discutidos numa leitura integrada desses dois mecanismos fisiopatológicos.
Descritores: Peptídeos beta-Amiloides
Proteínas tau
Secretases da Proteína Precursora do Amiloide
Doença de Alzheimer
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  2 / 3 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-846638
Autor: Romera, Lavínia Maria Dal'Mas.
Título: Caracterização da inter-relação entre as vias de sinalização Notch e TLR na paracoccidioidomicose experimental / Characterization of the inter-relationship between Notch and TLR signaling pathways in experimental paracoccidioidomycosis.
Fonte: São Paulo; s.n; 2016. 127 p. tab, graf, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A paracoccidioidomicose é uma micose sistêmica de natureza profunda que afeta preferencialmente o tecido pulmonar podendo disseminar via linfo-hematogênica para outros órgãos e tecidos, sendo causada principalmente pelo Paracoccidioides brasiliensis, fungo que apresenta dimorfismo térmico. O sistema imune inato mediado por macrófagos é extremamente importante para o controle de infecções e está envolvido na indução e regulação da resposta imune/inflamatória. Estas células são capazes de reconhecer patógenos por meio de receptores de reconhecimento de padrões (PRRs), tais como receptores Toll-like (TLR). Além desses PRRs, recentemente, demonstrou-se a importância da via de sinalização Notch no sistema imune inato e na regulação da atividade dos macrófagos. Nossos dados demonstram que a cepa Pb18 do P. brasiliensis é capaz de ativar o receptor Notch1 em macrófagos J774. A ativação desse receptor concomitante com a ativação de TLR 4 (via LPS) induz a produção de IL-6, e apresenta elevada carga fúngica e menor fagocitose, o que favorece a patogenia. Ao utilizarmos um inibidor farmacológico da γ-secretase (DAPT) para inibir a ativação do receptor Notch1 em macrófagos, é possível observar diminuição da carga fúngica, diminuição de IL-6, aumento de TNF-α e aumento da fagocitose. Entretanto, a ausência do receptor TLR 4 em macrófagos derivados de medula óssea de camundongos TLR 4-/-, na presença de DAPT, percebe-se diminuição da capacidade fagocítica desses macrófagos e também diminuição da carga fúngica, evidenciando a relação entre TLR 4 e Notch1. Em adição, realizamos um tratamento em camundongos BALB/c com DAPT previamente à infecção com Pb18. Nossos resultados evidenciaram que animais com este tratamento apresentaram diminuição da carga fúngica dos pulmões, diminuição de IL-6, ativação de macrófagos e aumento de IgG, após 45 dias de infecção, indicando um perfil de cura desses animais. O mesmo tratamento foi realizado em camundongos BALB/c NUDE, seguido da infecção com Pb18. Nestes animais, verificamos que há maior produção de citocinas pró-inflamatórias no pulmão, aumento de células CD19+ e a carga fúngica dos animais tratados manteve-se similar ao dos animais não tratados, indicando que o perfil protetor observado em animais com DAPT é dependente da resposta das células T. Juntos, esses resultados evidenciam que o Pb18 é capaz de ativar o receptor Notch1 em macrófagos e utiliza a via de sinalização Notch-TLR 4 como um possível mecanismo de escape, podendo fornecer uma nova abordagem de estudo da imunidade envolvida na paracoccidioidomicose experimental

Paracoccidioidomycosis is a systemic mycosis of deep nature that primarily affects the lung and can spread via lymphatic and hematogenous to other organs and tissues. It is mainly caused by Paracoccidioides brasiliensis fungus which exhibit thermal dimorphism. The innate immune system mediated by macrophages is extremely important for the control of infection and is involved in the induction and regulation of immune/inflammatory response. These cells are able to recognize pathogens through pattern recognition receptors (PRRs) such as Toll-like receptors (TLR). Beyond these PRRs, the importance of Notch signaling has recently been demonstrated in the innate immune system and the regulation of macrophage activity. Our data demonstrate that the Pb18 strain of P. brasiliensis is able to activate the Notch1 receptor in J774 macrophages. Activation of this receptor with also activation of TLR 4 (via LPS) induces IL-6 production, induces phagocytosis and decreases fungal burden, which favors the pathogenesis. By using a γ-secretase pharmacological inhibitor (DAPT) for inhibiting the activation of Notch1 receptor on macrophages, it is possible to observe decreased fungal burden, less production of IL-6, and increased TNF-α and phagocytosis. However, due to the absence of TLR 4 receptor in bone marrow derived macrophages from TLR 4-/- mice, these macrophages showed decreased phagocytic ability and also reduced fungal burden in the presence of DAPT, showing a relationship between TLR 4 and Notch1. In addition, we made a treatment with DAPT in BALB/c mice prior to infection with Pb18. And our results showed that DAPT-treated animals exhibited a decrease of fungal burden in the lungs, and a decrease of IL-6. Furthermore, we observed an increase of IgG after 45 days of infection, indicating probably a healing of these animals. Same treatment was made in BALB/c NUDE mice, followed by infection with Pb18. In these animals, we observed an increased production of proinflammatory cytokines in the lung and increased CD19+ cells, but fungal burden was similar in both group (treated and untreated), which indicates that treatment with DAPT is dependent on T cell response. Taken together, these results showed that Pb18 is able to activate the Notch 1 receptor on macrophages and uses the Notch-TLR 4 signaling pathway as a possible escape mechanism, and may provide a new immunity study approach in experimental paracoccidioidomycosis
Descritores: Inter-Relação
Paracoccidioidomicose/complicações
Receptor Notch1/classificação
Receptor 4 Toll-Like/classificação
-Secretases da Proteína Precursora do Amiloide/administração & dosagem
Inter-Relação
Macrófagos
Micoses/prevenção & controle
Paracoccidioides
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; T616.969, R763c. 30100022212-F


  3 / 3 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-741448
Autor: Nouri, Mahtab; Farzan, Arash; Baghban, Ali Reza Akbarzadeh; Massudi, Reza.
Título: Comparison of clinical bracket point registration with 3D laser scanner and coordinate measuring machine
Fonte: Dental press j. orthod. (Impr.);20(1):59-65, Jan-Feb/2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: OBJECTIVE: The aim of the present study was to assess the diagnostic value of a laser scanner developed to determine the coordinates of clinical bracket points and to compare with the results of a coordinate measuring machine (CMM). METHODS: This diagnostic experimental study was conducted on maxillary and mandibular orthodontic study casts of 18 adults with normal Class I occlusion. First, the coordinates of the bracket points were measured on all casts by a CMM. Then, the three-dimensional coordinates (X, Y, Z) of the bracket points were measured on the same casts by a 3D laser scanner designed at Shahid Beheshti University, Tehran, Iran. The validity and reliability of each system were assessed by means of intraclass correlation coefficient (ICC) and Dahlberg's formula. RESULTS: The difference between the mean dimension and the actual value for the CMM was 0.0066 mm. (95% CI: 69.98340, 69.99140). The mean difference for the laser scanner was 0.107 ± 0.133 mm (95% CI: -0.002, 0.24). In each method, differences were not significant. The ICC comparing the two methods was 0.998 for the X coordinate, and 0.996 for the Y coordinate; the mean difference for coordinates recorded in the entire arch and for each tooth was 0.616 mm. CONCLUSION: The accuracy of clinical bracket point coordinates measured by the laser scanner was equal to that of CMM. The mean difference in measurements was within the range of operator errors. .

OBJETIVO: o objetivo do presente estudo foi avaliar o valor diagnóstico de um scanner a laser desenvolvido para determinar as coordenadas dos pontos de colagem de braquetes, comparando seus resultados aos resultados obtidos com uma máquina de medição coordenada (MMC). MÉTODOS: esse estudo experimental diagnóstico foi conduzido com modelos ortodônticos obtidos a partir da arcada superior de 18 pacientes adultos, com oclusão normal de Classe I. Inicialmente, as coordenadas dos pontos de colagem de braquetes de todos os modelos foram mensuradas por uma MMC. Em seguida, as coordenadas tridimensionais (X, Y, Z) dos pontos foram mensuradas nos mesmos modelos por um scanner a laser 3D, desenvolvido na Universidade de Shahid Beheshti. A eficácia e confiabilidade dos dois sistemas foram avaliadas pelo Coeficiente de Correlação Intraclasse (CCI) e pela fórmula de Dahlberg. RESULTADOS: a diferença entre a média da dimensão mensurada pela MMC e o valor real obtido foi de 0,0066mm (IC 95%: 69,98340 - 69,99140). A diferença média para o scanner a laser foi de 0,107 ± 0,133 (95% IC: -0,002 - 0,24). Em cada método, as diferenças não foram significativas. Ao comparar os dois métodos, o CCI gerou um valor de 0,998 para a coordenada X e de 0,996 para a coordenada Y. A diferença média para as coordenadas registradas em cada dente da arcada foi de 0,616mm. CONCLUSÃO: a precisão das coordenadas do ponto de colagem dos braquetes foi a mesma no scanner a laser e na MMC. A diferença média entre as medições manteve-se dentro dos limites de erros operacionais. .
Descritores: Doença de Alzheimer/genética
Secretases da Proteína Precursora do Amiloide/genética
Hidradenite Supurativa/genética
Presenilina-1/genética
-Alanina/análogos & derivados
Alanina/farmacologia
Doença de Alzheimer/enzimologia
Secretases da Proteína Precursora do Amiloide/antagonistas & inibidores
Azepinas/farmacologia
Hidradenite Supurativa/enzimologia
Mutação de Sentido Incorreto
Limites: Animais
Seres Humanos
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde