Base de dados : LILACS
Pesquisa : D08.811.277.656.300.174 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 132 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 14 ir para página                         

  1 / 132 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1171775
Autor: Camussone Cecilia M; Calvinho Luis F.
Título: Factores de virulencia de Staphylococcus aureus asociados con infecciones mamarias en bovinos: relevancia y rol como agentes inmunógenos / [Virulence factors of Staphylococcus aureus associated with intramammary infections in cows: relevance and role as immunogens].
Fonte: Rev. argent. microbiol;45(2):119-30, jun. 2013.
Idioma: es.
Resumo: Staphylococcus aureus is the most prevalent mastitis pathogen in Argentina and worldwide. Lack of effectiveness of traditional control measures based on milking hygiene and antibiotic therapy against this organism has led to the development of alternatives directed to prevent the disease. Among them, the manipulation of host immune mechanisms through vaccination has been explored. The identification of virulence factors able to stimulate host immune defenses is key to developing a rational vaccine. S. aureus has multiple virulence factors that interact with the host at different stages of an intramammary infection. The use of some of these factors as immunogens has been shown to elicit protective responses in the host. The structure, function, and use as immunogens of S. aureus virulence factors considered to be relevant at different stages of intrammamary infections caused by this organism are reviewed in this article.
Descritores: Fatores de Virulência/imunologia
Mastite Bovina/imunologia
Mastite Bovina/microbiologia
Staphylococcus aureus/patogenicidade
-Animais
Biofilmes
Bovinos
Coagulase/fisiologia
Esfingomielina Fosfodiesterase/fisiologia
Feminino
Fibronectinas/fisiologia
Proteínas Hemolisinas/fisiologia
Staphylococcus aureus/fisiologia
Toxinas Bacterianas
Tipo de Publ: Resumo em Inglês
Artigo de Revista
Research Support, Non-U.S. Gov't
Research Support, Non-U.S. Gov't
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: AR5.1 - Centro de Gestión del Conocimiento y las Comunicaciónes


  2 / 132 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1130088
Autor: Campos, Humberto de; Abas, Ana Raysa Verde; Oliveira, Aline Barbosa de; Santos, Rayane Leite; Reis, Andressa Emily Frasão; Silva, Leticia de Melo da; Bastos, Luciana da Silva; Carvalho, Isabel Azevedo; Costa, Francisca Neide.
Título: Characterization of the milk production chain and study of the dairy herd health in the city of Codó, Maranhão / Caracterização da cadeia produtiva do leite e estudo da sanidade do rebanho leiteiro no município de Codó, Maranhão
Fonte: Arq. Inst. Biol;87:e0032020, 2020. tab.
Idioma: en.
Projeto: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior ­ Brasil.
Resumo: In order to characterize the milk production chain and study the dairy herd health in the city of Codó, state of Maranhão, Brazil, a checklist was applied and tests were carried out to detect clinical and subclinical mastitis using mastitis test strip cup and the California mastitis test (CMT), from June to August 2019, in 295 dairy cows from 20 farms. Water and milk samples were collected for microbiological analysis. It was observed that herdsmen do not have adequate knowledge about good agricultural practices. As for milking, only 60% are performed in corrals with coverage, and as for the floor, 60% are made of clay and 40% are made of concrete. In 35% of the properties, the water used in milking management comes from wells and the rest from dams. Pre and postdipping practices, CMT, mastitis strip cup test and the adoption of a mastitis control program are not carried out on any of the properties Two cows tested positive for subclinical mastitis and one cow tested positive for tuberculosis. In the microbiological analysis of the milk, a high count of total coliforms and thermotolerants was obtained, with values between 23 to > 1,100 MPN/mL and < 3.0 to > 1,100 MPN/mL, respectively. The presence of coagulase positive staphylococci was also observed in 25% of the samples. The water samples also showed high contamination by total coliforms between 4.1 to > 2.419.6 MPN/mL and 40% showed the presence of Escherichia coli. These results reflect the need for more investments in technical assistance and technical training for these producers.(AU)

Este estudo teve como objetivo caracterizar a cadeia produtiva do leite e estudar a sanidade do rebanho leiteiro do município de Codó, estado do Maranhão, Brasil, através da aplicação de um checklist e da realização de exames para detecção de mastite clínica e subclínica pelos métodos da caneca do fundo escuro e California mastitis test (CMT), no período de junho a agosto de 2019, em 295 vacas leiteiras procedentes de 20 propriedades. Coletaram-se amostras de leite e água da ordenha para análises microbiológicas. Observou-se que os ordenhadores não possuem conhecimento adequado sobre as boas práticas agropecuárias. Quanto à realização da ordenha, apenas 60% realizam-na em currais com cobertura; quanto ao piso, 60% são de terra batida e 40% de concreto. A água utilizada no manejo da ordenha é proveniente de poços em 35% das propriedades e as demais de açudes. As práticas de pré e pós-dipping e os testes CMT e caneca de fundo escuro e a adoção de programa de controle da mastite não são realizados em nenhuma das propriedades. Diagnosticaram-se duas vacas com mastite subclínica e uma com tuberculose e verificou-se elevada contaminação por coliformes totais e termotolerantes nas análises microbiológicas do leite, variando entre 23 NMP/mL a >1.100 NMP/mL e < 3.0 a > 1.100 NMP/mL, respectivamente, e presença de estafilococos coagulase positivos em 25% das amostras. As amostras de água também apresentaram elevada contaminação por coliformes totais entre 4,1 NMP/mL a > 2.419,6 NMP/mL e 40% apresentaram presença de Escherichia coli. Esses resultados refletem a necessidade de mais investimentos em assistência técnica e treinamento técnico para esses produtores.(AU)
Descritores: Leite/microbiologia
Gado
Inocuidade dos Alimentos
-Técnicas Microbiológicas
Coagulase
Normas de Qualidade de Alimentos
Escherichia coli
Método de Tubulação Múltiplo
Lista de Checagem
Mastite
Limites: Animais
Bovinos
Responsável: BR1942.1 - NID - Biblioteca - Núcleo de Informação e Documentação


  3 / 132 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-828136
Autor: Martínez-Meléndez, Adrián; Morfín-Otero, Rayo; Villarreal-Treviño, Licet; Camacho-Ortíz, Adrián; González-González, Gloria; Llaca-Díaz, Jorge; Rodríguez-Noriega, Eduardo; Garza-González, Elvira.
Título: Molecular epidemiology of coagulase-negative bloodstream isolates: detection of Staphylococcus epidermidis ST2, ST7 and linezolid-resistant ST23
Fonte: Braz. j. infect. dis;20(5):419-428, Sept.-Oct. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: CONACyT (Mexican Council for Science and Technology).
Resumo: Abstract The mechanisms contributing to persistence of coagulase-negative staphylococci are diverse; to better understanding of their dynamics, the characterization of nosocomial isolates is needed. Our aim was to characterize phenotypic and molecular characteristics of Staphylococcus epidermidis and Staphylococcus haemolyticus human blood isolates from two tertiary care hospitals in Mexico, the Hospital Universitario in Monterrey and the Hospital Civil in Guadalajara. Antimicrobial susceptibility was determined. Biofilm formation was assessed by crystal violet staining. Detection of the ica operon and Staphylococcal Cassette Chromosome mec typing were performed by PCR. Clonal relatedness was determined by Pulsed-fiel gel electrophoresis and Multi locus sequence typing. Methicillin-resistance was 85.5% and 93.2% for S. epidermidis and S. haemolyticus, respectively. Both species showed resistance >70% to norfloxacin, clindamycin, levofloxacin, trimethoprim/sulfamethoxazole, and erythromycin. Three S. epidermidis and two S. haemolyticus isolates were linezolid-resistant (one isolate of each species was cfr+). Most isolates of both species were strong biofilm producers (92.8% of S. epidermidis and 72.9% of S. haemolyticus). The ica operon was amplified in 36 (43.4%) S. epidermidis isolates. SCCmec type IV was found in 47.2% of the S. epidermidis isolates and SCCmec type V in 14.5% of S. haemolyticus isolates. No clonal relatedness was found in either species. Resistance to clindamycin, levofloxacin, erythromycin, oxacillin, and cefoxitin was associated with biofilm production for both species (p < 0.05). A G2576T mutation in 23S rRNA gene was detected in an S. haemolyticus linezolid-resistant isolate. All linezolid-resistant S. epidermidis isolates belonged to ST23; isolate with SCCmec type IV belonged to ST7, and isolate with SCCmec type III belonged to ST2. This is the first report of ST7 in Mexico. There was a high genetic diversity in both species, though both species shared characteristics that may contibute to virulence.
Descritores: Staphylococcus epidermidis/isolamento & purificação
Staphylococcus epidermidis/efeitos dos fármacos
Coagulase/sangue
Staphylococcus haemolyticus/efeitos dos fármacos
Linezolida/farmacologia
Antibacterianos/farmacologia
-Valores de Referência
Staphylococcus epidermidis/genética
DNA Bacteriano
Testes de Sensibilidade Microbiana
Eletroforese em Gel de Campo Pulsado
Coagulase/isolamento & purificação
Coagulase/genética
Biofilmes/crescimento & desenvolvimento
Biofilmes/efeitos dos fármacos
Farmacorresistência Bacteriana
Staphylococcus haemolyticus/isolamento & purificação
Staphylococcus aureus Resistente à Meticilina/efeitos dos fármacos
Tipagem de Sequências Multilocus
Reação em Cadeia da Polimerase Multiplex
México
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Estudo Multicêntrico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 132 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Timm, Claudio Dias
Texto completo
Id: biblio-1118084
Autor: Gonçalves, Thaís Gonçalves; Timm, Cláudio Dias.
Título: Biofilm production by coagulase-negative Staphylococcus: a review / Produção de biofilme por Staphylococcus coagulase-negativo: uma revisão
Fonte: Arq. Inst. Biol;87:e1382018, 2020.
Idioma: en.
Resumo: This review aimed to describe the biofilm formation ability of coagulase-negative Staphylococcus, addressing its impact to the food industry. Coagulase-negative Staphylococcus have the ability to produce enterotoxins in food, making it an important line of study, as it constitutes a risk to public health. The biofilm formation by these microorganisms requires physicochemical processes, such as hydrophobic forces, which are essential for the first phase of fixing the biofilm on the surface. In industrial facilities, stainless steel equipment is the most associated with the formation of biofilms, due to the presence grooves and cracks. Many species of coagulase-negative Staphylococcus produce biofilm, but the most studied is S. epidermidis, as it is the most frequently isolated from food. Coagulase-negative Staphylococcus form biofilm on different surfaces in the food industry, and can become a source of permanent contamination, that can be present in the final product, intended for human consumption. Among other alternatives to combat the formation of biofilm in industrial food facilities, there is the implementation of Good Manufacturing Practices, which is effective in preventing bacterial adhesion, and therefore, the formation of biofilm. However, further studies are needed in order to quantify the occurrence of coagulase-negative Staphylococcus biofilms in the food industry.(AU)

Esta revisão bibliográfica teve como objetivo descrever a capacidade de formação de biofilme por Staphylococcus coagulase-negativo, relacionando seu impacto na indústria alimentícia. Os Staphylococcus coagulase-negativos possuem a capacidade de produzir enterotoxina nos alimentos, tornando-se uma importante linha de estudo, pois constitui um risco para a saúde pública. A formação do biofilme por esses micro-organismos requer processos físico-químicos, como forças hidrofóbicas, essenciais para a primeira fase de fixação do biofilme na superfície. Nas indústrias, equipamentos de aço inoxidável são os mais associados à formação de biofilmes, em decorrência de possuírem ranhuras e fendas. Muitas espécies de Staphylococcus coagulase-negativo produzem biofilme, porém, o mais estudado é o S. epidermidis, por ser o mais frequentemente isolado de alimentos. Os Staphylococcus coagulase-negativos formam biofilme em diferentes superfícies de indústrias alimentícias, podendo se tornar uma fonte de contaminação permanente, contaminando o produto final destinado ao consumo humano. Dentre outras alternativas para combater a formação do biofilme nas plantas alimentícias, a implantação das Boas Práticas de Fabricação é eficaz para prevenir a adesão bacteriana, evitando a formação do biofilme. No entanto, são necessários estudos para quantificar a ocorrência de biofilmes de Staphylococcus coagulase-negativos em indústrias alimentícias.(AU)
Descritores: Staphylococcus/fisiologia
Coagulase
Biofilmes/crescimento & desenvolvimento
-Contaminação de Alimentos
Indústria Alimentícia
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1942.1 - NID - Biblioteca - Núcleo de Informação e Documentação


  5 / 132 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-706152
Autor: Oliveira, Débora Francielly de; Coelho, Alexandre Rodrigo; Silveira Junior, José Francisco; Braghini, Francieli; Bravo, Claudia Eugênia Castro; Tonial, Ivane Benedetti.
Título: Avaliação da qualidade microbiológica e nutricional de salsichas tipo hot dog / Evaluation of the microbiological and nutritional quality of hot dog sausage
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;71(4):733-736, out.-dez. 2012. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A busca por alimentos de preparo rápido e fácil, e ao mesmo tempo com potencial nutritivo adequado, tem favorecido a industrialização e o aumento do consumo de produtos cárneos emulsionados, entre eles, a salsicha. Com o objetivo de avaliar a qualidade desses produtos, foram realizadas análises físico-químicas e microbiológicas em amostras de salsichas de diferentes marcas comercializadas a granel. Das amostras analisadas, 58,33 por cento mostraram contagem para Staphylococcus coagulase positiva acima do limite permitido pela legislação vigente. Nos exames físico-químicos, em 50 por cento das marcas analisadas foram detectados teores de proteína, de carboidratos totais e de amido em discordância com os valores estabelecidos pela legislação. Foi também constatado que 25 por cento das marcas demonstraram conteúdo de gordura acima do permitido.
Descritores: Coagulase
Microbiologia de Alimentos
Produtos da Carne
Qualidade dos Alimentos
Saúde Pública
Staphylococcus
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  6 / 132 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-672290
Autor: Costa, Geraldo Márcio da; Pereira, Ulisses de Pádua; Custódio, Dircéia Aparecida da Costa; Silva, Nivaldo da.
Título: Caracterização de Staphylococcus coagulase-positiva utilizando plasmas de diferentes espécies animais / Characterization of coagulase-positive Staphylococcus by using plasmas from different animal species
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;70(4):584-588, out.-dez. 2011. graf.
Idioma: pt.
Resumo: No presente estudo foi avaliada a eficiência de plasmas de origens leporina, bovina, equina, canina e humana na execução do teste de coagulase em cepas de Staphylococcus spp. isoladas de bovinos (n=174),de seres humanos (n=71) e de cães (n=70). As leituras dos testes foram realizadas após diferentes tempos de incubação. O plasma leporino apresentou os melhores resultados, exceto nos isolados bacterianos de cão, para os quais o plasma de equíno foi o que demonstrou os melhores resultados entre 4 e 12 horas de incubação. Nenhum isolado que tenha apresentado resultado negativo frente ao plasma leporino reagiu positivamente aos demais plasmas. Os plasmas de coelho e de cavalo foram os que revelaram os melhores resultados para os isolados bacterianos de origem humana e bovina. Verificou-se que os plasmas, quando utilizados para isolados da espécie homóloga, mostraram baixa eficiência. A coagulação do plasma leporino ocorreu em até duas horas de incubação em 92 por cento das amostras de Staphylococcus de origem bovina. De acordo com os resultados obtidos, o plasma de equino pode ser utilizado para a realização de testes de coagulase em cepas de Staphylococcus isoladas de cães, bovinos e seres humanos, com resultados semelhantes àqueles observados com o plasma leporino.
Descritores: Coagulase
Plasma
Staphylococcus
Limites: Animais
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  7 / 132 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-616843
Autor: Santos, Lívia Lima dos; Costa, Geraldo Márcio da; Pereira, Ulisses de Pádua; Silva, Marisa Araújo; Silva, Nivaldo da.
Título: Mastites clínicas e subclínicas em bovinos leiteiros ocasionadas por Staphylococcus coagulase-negativa / Dairy cattle with clinical and subclinical mastitis caused by coagulase negative Staphylococcus
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;70(1):1-7, jan.-mar. 2011. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Os objetivos deste estudo foram avaliar a participação de Staphylococcus coagulase-negativa (SCN) na etiologia da mastite em rebanhos bovinos leiteiros da região sul de Minas Gerais, identificar as espécies bacterianas envolvidas e traçar os perfis de susceptibilidade destas às drogas antimicrobianas. Foram analisadas 2.492 vacas de 35 rebanhos, sob diferentes sistemas de manejo, no período de 2004 a 2008. Os índices de mastite clínica e subclínica foram de 9,87 e 52,2, respectivamente. Foram cultivadas 1.645 amostras de leite de quartos mamários individuais, e 120 cepas de SCN foram isoladas. A frequência média de isolamentos de SCN entre os rebanhos foi de 8,35, com variações de a 27,27. Observou-se grande diversidade de espécies de SCN, sendo as mais frequentes Staphylococcus hyicus (15,0), Staphylococcus chromogenes (12,5), Staphylococcus gallinarum (12,5), Staphylococcus lentus (12,) e Staphylococcus epidermidis (10,). Os testes de antibiograma apontaram que 28 dos isolados eram resistentes à penicilina, 2 à estreptomicina,1 à ampicilina e 1 à tetraciclina. Todas as amostras isoladas apresentaram 10 de sensibilidade frente a danofloxacina, enrofloxacina e florfenicol. Baixa frequência de amostras multirresistentes às drogas antimicrobianas foi observada na população estudada.
Descritores: Coagulase
Doenças Transmissíveis
Infecções
Mastite Bovina
Staphylococcus
Limites: Animais
Bovinos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  8 / 132 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1119286
Autor: Chang-Prada, Alberto Andrés; Cabrera-Iberico, Miguel; García-Rupaya, Carmen Rosa.
Título: Determinación de la contaminación bacteriana en conos de gutapercha en una clínica odontológica docente / Determination of bacterial contamination in gutapercha cones in an university dental clinic
Fonte: Rev. cient. odontol;8(2):e017-e017, mayo-ago. 2020. tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: El objetivo de este estudio fue determinar la contaminación bacteriana de los conos de gutapercha de tipo beta (ß) en los tiempos 0, 24, 47 y 72 horas de las diferentes proveedurías de la Clínica Odontológica de la Universidad Científica del Sur (Lima, 2020). Materiales y métodos: Se obtuvo 16 conos de gutapercha tipo beta (ß) de empaques cerrados bajo medidas asépticas, los cuales fueron colocados en viales con 2 ml de caldo BHI y, posteriormente, fueron sembrados en agar BHI, así como en medios selectivos agar manitol salado y agar MacConkey. Pasadas las 24 horas de incubación a 37 °C, se realizó la lectura de las placas y el conteo de UFC. El mismo procedimiento se realizó para los tiempos 24, 48 y 72 horas, lo que dio un total de 64 conos de gutapercha tipo ß. Resultados: Se observó que el nivel de contaminación bacteriana fue el mismo tanto entre las distintas proveedurías como a las 0, 24, 48 y 72 horas. Solo se hallaron diferencias estadísticamente significativas (p = 0,044) entre los distintos tiempos de la proveeduría número 5. Finalmente, todas las muestras sometidas a la prueba de la coagulasa arrojaron resultados negativos. Conclusión: Los conos de gutapercha de tipo beta (ß) se contaminaron por igual producto de su almacenamiento y manipulación, independientemente de la proveeduría en la que permanecieron. (AU)

Objective: The purpose of this study was to determinate the bacterial contamination of Beta (ß) gutta-percha cones at 0, 24, 47 and 72 hours of the different supplies of the Universidad Científica del Sur, Lima 2020. Materials and Methods: 16 ß-type gutta-percha cones were obtained of sealed packages under aseptic measurements, they were placed in vials with 2ml BHI and subsequently planted in BHI agar plates as well as in selective medias as Salted mannitol agar and MacConkey agar after 24 hours of incubation at 37 ° the plates were read and count in CFU, the same procedure was performed for the other times evaluated 24, 48 and 72 hours, giving a total of 64 ß-type gutta-percha cones. Results: It was observed that the level of bacterial contamination was the same among the different supplies in all the establish times of in this study 0, 24, 48 and 72 hours. Therefore, there were no significant differences in the level of bacterial contamination between the supplies. On the other hand, only statistically significant differences (p = 0.044) were found between the different times of the supply number 5. Finally, all the samples submitted to the coagulase test had a negative result. Conclusion: The gutta-percha cones of type ß were contaminated equally regardless of the supply in which they were stored or manipulated. (AU)
Descritores: Infecções por Bactérias Gram-Positivas
Infecções por Bactérias Gram-Negativas
Coagulase
Placa Dentária/microbiologia
Guta-Percha
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  9 / 132 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Branchini, Maria Luiza Moretti
Id: lil-317706
Autor: Pedro, Rogério de Jesus; Branchini, Maria Luiza Moretti.
Título: Estafilococcias / Staphylococcal infections
Fonte: In: Veronesi, Ricardo; Focaccia, Roberto. Tratado de infectologia: v.1. Säo Paulo, Atheneu, 2002. p.676-690, ilus, tab, graf. (BR)
Idioma: pt.
Símbolo: BR.
Descritores: Infecções Estafilocócicas/diagnóstico
Infecções Estafilocócicas/epidemiologia
Infecções Estafilocócicas/etiologia
Infecções Estafilocócicas/prevenção & controle
Infecções Estafilocócicas/terapia
-Staphylococcus aureus
Coagulase
Responsável: BR31.1 - SIDC - Serviço de Informação e Documentação Científica
BR31.1; WC100, V599t, 2.ed., v.1


  10 / 132 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Amaral, Luiz Augusto do
Texto completo
Id: lil-184722
Autor: Badini, Kathia Brienza; Nader Filho, Antonio; Amaral, Luiz Augusto do; Germano, Pedro Manuel Leal.
Título: Risco à saude representado pelo consumo de leite crú comercializado clandestinamente / Health risk due to the consumption of raw milk commercialized without due authorization
Fonte: Rev. saúde pública = J. public health;30(6):549-52, dez. 1996. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Foram submetidas às contagens de microrganismos mesófilos, Staphylococcus coagulase positiva, e às determinaçöes do número mais provável (NMP) de coliformes totais e de coliformes fecais, 60 amostras de leite cru comercializado clandestinamente nos Municípios de Botucatu e de Säo Manuel, Estado de Säo Paulo, Brasil. Os resultados obtidos evidenciaram a ocorrência de 41 (68,3 por cento) e 50 (83,3 por cento) amostras com contagens de microrganismos mesófilos e de coliformes totais, respectivamente, acima dos limites máximos estabelecidos pelo Ministério da Saúde para o leite pasteurizado tipo C. Evidenciaram, ainda, a presença de 30 (50,0 por cento) e 11 (18,3 por cento) amostras contaminadas por cepas de Staphylococcus coagulase positiva e por coliformes fecais, respectivamente. Apenas 5 (8,3 por cento) amostras mostraram-se dentro dos referidos padröes legais
Descritores: Staphylococcus/isolamento & purificação
Leite/microbiologia
Enterobacteriaceae/isolamento & purificação
-Bovinos
Higiene dos Alimentos
Coagulase
Vigilância de Produtos Comercializados
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência



página 1 de 14 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde