Base de dados : LILACS
Pesquisa : D09.698.365.089.750 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 16 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 16 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-760001
Autor: Leite, Ana Karine Rocha de Melo.
Título: Efeito protetor dos extratos de Ascaris suum e Coccidioides posadasii e da lectina da semente de Dioclea violacea na artrite por zymosan em ratos e camundongos [manuscrito] / Protective effect of Ascaris suum extracts and Coccidioides posadasii and Dioclea seed lectin violacea in arthritis by zymosan in rats and mice [manuscript].
Fonte: Fortaleza; s.n; 2009. 70 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Interações entre a resposta imune inata e adquirida participam na fisiopatologia de doenças auto-imunes. Embora infecções estejam assoviadas ao desenvolvimento de artrites crônicas, é possível que exposição a alguns germes, como hemintos e fungos, potencialmente influencie a prevalência e/ou gravidade de doenças imunomediadas. Lectinas derivadas de plantas, por ação em receptores de resposta inata, podem modular inflamação. Nós investigamos o efeito o efeito dos extratos de Ascaris suum (AS) e de Coccidioides posaadasii (CP) e de uma lectina isolada da Dioclea violacea (Dviol) na artrite induzida por zymosan (AZy). Ratos Wistar e camundongos Swiss receberam 1 mg ou 0,1 mg de zymosan intra-articular (i.art.), respectivamente. Grupos foram pré-tratados (30 min) com os extratos de AS (0,25 - 2,5 mg/animal; i.p. ou p.o.), CP (1 - 100 μg/animal/ i.art., i.p. ou p.o.) ou Dviol (0,3 - 30 μg i.art. ou 1 - 6 mg/Kg e.v.). Grupo não-tratato (NT) recebeu Zy (i.art.) e veículo. Animais naive receberam apenas salina (i.art.) e veículo. A hipernocicepção foi avaliada através do teste de incapacitação articular em s / 1min. O lavado articular foi usado para análise do influxo celular (IC), níveis de nitrito e citocinas...
Descritores: Artrite
Zimosan
Limites: Animais
Camundongos
Ratos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  2 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-759925
Autor: Rocha, Jose Carlos da Silva.
Título: Participação de mediadores inflamatórios na fase aguda da artrite induzida por zymosan em ratos - Efeito dual do óxido nítrico sobre a dor inflamatória articular e migração celular na artrite induzida por zymosan / Participation of inflammatory mediators in the acute phase of arthritis induced by zymosan in rats - Dual effect of nitric oxide on inflammatory joint pain in arthritis and cell migration induced by zymosan.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2002. 151 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A artrite induzida por zymosan (AZy) é caracterizada por dor inflamatória articular, avaliada através da incapacitação articular (IA) e influxo celular (IC) e parece ser um evento multimediado. Assim, resolvemos avaliar o envolvimento de mediadores na IA e IC da AZy. Ratos Wistar receberam injeção intra-articular (i.art.) de Zy (1 mg) no joelho direito e o pico de IA foi obtido na 3º ou 4º h de artrite. Na 6º h os animais foram sacrificados e o exsudato articular coletado para contagem do número total de células. O grupo controle recebeu salina i.art. e o grupo não-tratado (NT) recebeu Zy i.art. Foram feitos tratamentos profiláticos (antes da indução da AZy) ou terapêuticos (2 h após a indução da AZy). O tratamento profilático i.art. com L-NAME (LN - inibidor de NOS) e aminoguanidina (AG - inibidor de iNOS) ou 1400W (inibidor de iNOS), i.art. ou s.c., reduziu a IA e o IC em relação ao grupo NT enquanto a administração terapêutica reduziu apenas o IC em relação ao grupo NT. A administração terapêutica de SIN-1 (doador de NO) reduziu a IA e o IC. A administração prévia v.o. de celecoxib (CEL) ou rofecoxib (inibidores de COX-2) reduziu a IA enquanto apenas CEL reduziu o IC, tanto profilática quanto terapeuticamente. MK-886 (inibidor de lipoxigenase) v.o. dado antes da AZy reduziu a IA e o tratamento terapêutico reverteu apenas o IC. Metisergida (antagonista de serotonina) administrada i.p. antes ou após a AZy, reduziu a IA enquanto apenas o tratamento prévio reduziu o IC...
Descritores: Artrite Reumatoide
Movimento Celular
Inflamação
Mediadores da Inflamação
Óxido Nítrico
Zimosan
Limites: Animais
Ratos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  3 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-759748
Autor: Girão, Virgínia Claúdia Carneiro.
Título: Participação do óxido nítrico (NO) na modulação central da hiperalgesia na artrite induzida por zymosan (AZy) em ratos [Manunscrito] / Involvement of nitric oxide (NO) in the central modulating hyperalgesia induced by zymosan arthritis (Azy) in rats [Manuscript].
Fonte: Fortaleza; s.n; 2006.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Nesse trabalho, investigamos a participação do sistema nervoso central (SNC) na modulação da dor inflamatória periférica na artrite induzida por zymosan (AZy) em ratos. Coletou-se o líquor (LCR) e lavado articular dos animais em diferentes tempos de artrite (1, 3, 6, 12 e 24 horas) para a determinação dos níveis de nitrito. Em seguida, diferentes grupos de ratos (n=6) machos, Wistar, pesando entre 250 - 300 g, foram submetidos ao procedimento cirúrgico para colocação de uma cânula no espaço subaracnóideo, para permitir a administração intratecal (i.t) de substâncias. Os animais foram também submetidos à artrite induzida por zymosan (AZy) seguida da realização do teste de suspensão da pata (TSP) para permitir a avaliação da incapacitação articular (IA), refletindo a hiperalgesia no modelo. A modulação farmacológica foi realizada através da administração i.t, de forma profilática ou terapêutica de um doador de NO (SIN-1), de inibidores de NOS (L-NAME, 1400W), de um inibidor da guanilato ciclase solúvel (ODQ), de um análogo do GMPc (8-Bromo-GMPc) e de um antagonista dos receptores NMDA (MK-801)...
Descritores: Artrite Reumatoide
Óxido Nítrico
Medição da Dor
Zimosan
Limites: Animais
Ratos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  4 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-728645
Autor: Nonose, Nilson; Pereira, José Aires; Machado, Paulo Roberto Moura; Rodrigues, Murilo Rocha; Sato, Daniela Tiemi; Martinez, Carlos Augusto Real.
Título: Oral administration of curcumin (Curcuma longa) can attenuate the neutrophil inflammatory response in zymosan-induced arthritis in rats
Fonte: Acta cir. bras;29(11):727-734, 11/2014. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: PURPOSE: To evaluate the effect of curcumin in the acute phase of zymosan-induced arthritis. METHODS: Twenty-eight male rats were subjected to intra-articular infiltration of zymosan of both knees and, in four the infiltration was made with saline. The animals were divided into five groups second received every six hours by gavage: corn oil by (positive and negative control); curcumin (100 mg/kg); prednisone 1 mg/kg/day; prednisone 8 mg/kg. All animals were sacrificed after six, 12, 24 and 48 hours of the infiltration. The knees were removed for evaluation of neutrophil infiltration. The number of neutrophils was counted by computer-assisted analysis of the images. The neutrophil infiltrate was stratified into four grades: 0 = normal; + = mild; ++/+++ = moderate; > ++++ = severe. The results were compared using the Mann-Whitney test and the variance by Kruskal-Wallis test adopting a significance level of 5% (p<0.05). RESULTS: Curcumin reduces inflammatory activity in the first six hours after zymosan-induced arthritis when compared to saline (p<0.01). This was also observed in animals subjected to administration of prednisone (1 mg/kg) and those treated with prednisone (8 mg/kg). Curcumin was more effective than lower doses of prednisone in the first six hours after induction of the arthritis. After 12, 24 and 48 hours, curcumin does not have the same anti-inflammatory effects when compared to prednisone. After 48 hours, prednisone is more effective than curcumin in reducing the inflammatory infiltrate regardless of the dose of prednisone used. CONCLUSION: Oral administration of curcumin reduces inflammation in the first six hours after experimentally zymosan-induced arthritis. .
Descritores: Anti-Inflamatórios não Esteroides/administração & dosagem
Artrite Experimental/tratamento farmacológico
Curcumina/administração & dosagem
Infiltração de Neutrófilos/efeitos dos fármacos
-Administração Oral
Artrite Experimental/induzido quimicamente
Artrite Experimental/patologia
Modelos Animais de Doenças
Neutrófilos/efeitos dos fármacos
Prednisolona/administração & dosagem
Ratos Wistar
Reprodutibilidade dos Testes
Índice de Gravidade de Doença
Fatores de Tempo
Resultado do Tratamento
Zimosan
Limites: Animais
Masculino
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-493825
Autor: Conte, Fernando de Paiva.
Título: Envolvimento das endotelinas endógenas na artrite experimental em camundongos / Involvement of endogenous endothelins on experimental arthritis in mice.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2007. xvi,84 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: As endotelinas (ETs) são peptídeos, sintetizados por diversos tipos celulares, que exercem seus efeitos através da ligação a dois receptores celulares específicos, ETa e ETb. Níveis aumentados de ET-1 foram encontrados no plasma e no líquido sinovial de pacientes com artrite reumatóide, uma doença autoimune inflamatória crônica caracterizada pelo influxo celular, formação de edema e destruição da articulação. O objetivo deste trabalho foi avaliar o papel das ETs na inflamação articular no modelo de artrite induzida por zimosan. Inicialmente, camundongos C57BL/6 receberam injeção intra-articular (i.a) de ET-1 (10 pmo1/cav) que, nas primeiras 6 h, induziu a migração de leucócitos, principalmente neutrófilos (sal 0,25 mais ou menos 0,005 x ET-1 0,93 mais ou menos 0,007 x 10 elevado a cinco células/cav), a formação de edema (sal 0,12 mais ou menos 0,04 x ET-1 0,47 mais ou menos 0,09 mm/joelho) que atingiu o pico em 6 h e retornou aos níveis basais em 24 h. A sarafotoxina S6c, agonista seletivo do receptor ETb induziu em 6 h o recrutamento celular, predominantemente neutrófilos (sal 0,13 mais ou menos 0,018 x S6c 0,661 mais ou menos 0,134 x 10 elevado a cinco células/cav) e a formação de edema (sal 0,14 mais ou menos 0,04 x S6c 0,37 mais ou menos 0,05 mm/joelho). Em seguida, camundongos C57BL/6 foram pré-tratados i.a. com antagonistas de receptor ETa e ETb (BQ123 e BQ788, 0,15-150 pmo1/cav, respectivamente) 5 min antes da indução da artrite por zimosan. O pré-tratamento com BQ123 ou BQ788 (15 pmo1/cav) reduziu, nas 6 primeiras horas, o acúmulo de neutrófilos (64 e 73 por cento respectivamente), a formação de edema (40 e 61 por cento respectivamente) e a produção de TNF-alfa (39 e 51 por cento respectivamente) induzida por zimosan. Vinte e quatro horas após, ambos pré-tratamentos reduziram o acúmulo de neutrófilos (65 e 61 por cento respectivamente), a formação de edema (43 e 52 por cento respectivamente) e a produção de CXCL1 (12 e 11 por cento respectivamente.

Mais ainda, o estímulo i.a. com zimosan reduziu significativamente a intensidade de expressão de ETb(6 e 24 h) e ETa (24 h). Tomados em conjunto, esses dados apontam para a participação das ETs, atuando através de seus dois receptores, na inflamação articular.
Descritores: Artrite Experimental
Endotelinas
Leucócitos
Zimosan
Limites: Animais
Camundongos
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas
BR15.1


  6 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Crema, Eduardo
Texto completo
Id: lil-484386
Autor: Crema, Eduardo; Silva, Bruna Ferrante; Silva, Pauliana Lamounier e; Rodrigues Júnior, Virmondes; Cunha, Fernando.
Título: Innovative technique for the study of pneumoperitoneum in the evaluation of abdominal pain after chemical irritation with zymozan / Técnica original para o estudo da influência do pneumoperitônio na avaliação da intensidade da dor abdominal após irritação química com zimozan
Fonte: Acta cir. bras;23(3):258-261, May-June 2008. ilus.
Idioma: en.
Resumo: PURPOSE: To assess the influence of pneumoperitoneum in mice submitted to peritoneal irritation provoked by the biological agent Saccharomyces cerevisae, by counting the number of abdominal contractions elicited. METHODS: To study the effects of pneumoperitoneum analgesic action, 60 mice were divided into two groups: the experimental group, subjected to pneumoperitoneum; and the control group, without pneumoperitoneum. The both groups received intraperitoneal injection of zymosan at a dose of 1mg/0,2ml/mouse. RESULTS: The sum of the number of abdominal contractions of the experimental group (with pneumoperitoneum) was significantly lower than that of the control group (without pneumoperitoneum). In the experimental group, a lower number of contractions occurred in each min compared to the control. CONCLUSION: The observation of the analgesic effect of pneumoperitoneum using CO2 in mice submitted to peritoneal irritation by zymosan was verified.

OBJETIVO: Avaliar a influência do pneumoperitônio em animais submetidos à irritação peritoneal provocada pelo agente biológico Saccharomyces cerevisae mediante a contagem do número de contrações abdominais. MÉTODOS: Para o estudo do efeito da ação analgésica do pneumoperitônio os 60 camundongos foram divididos em dois grupos, grupo experimento (com pneumoperitôneo) e controle (sem pneumoperitôneo). Os dois grupos receberam injeção intraperitoneal de zimosan na dose de 1mg/0,2ml/camundongo. RESULTADOS: O somatório do número de contrações abdominais do grupo experimento (com pneumoperitôneo) foi significativamente menor que no grupo controle (sem pneumoperitôneo). O número médio de contrações no grupo controle foi significativamente maior quando comparado com o grupo experimento. CONCLUSÃO: Observou-se efeito analgésico do pneumoperitônio com CO2 em animais submetidos à irritação peritoneal pelo zimosan.
Descritores: Dor Abdominal/fisiopatologia
Contração Muscular/efeitos dos fármacos
Pneumoperitônio Artificial
Medição da Dor/instrumentação
-Dor Abdominal/etiologia
Modelos Animais de Doenças
Injeções Intraperitoneais
Irritantes
Camundongos Endogâmicos BALB C
Pneumoperitônio Artificial/efeitos adversos
Saccharomyces cerevisiae
Zimosan
Limites: Animais
Masculino
Camundongos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-399430
Autor: Brigagão, Maísa Ribeiro Pereira Lima.
Título: Estudo do processo de S-glutationação protéica no ®BURST¼ respiratório de leucócitos: modulação pela lactona sesquiterpênica licnofolido / Process of protein S-glutathionylation study on the respiratory burst of leukocytes: sesquiterpene lactone lychnopholide modulation.
Fonte: São Paulo; s.n; 2004. 140 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Instituto de Química para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Foi estudado o efeito da lactona sesquiterpênica licnofolido sobre o ®burst¼ respiratório de leucócitos polimorfonucleares inflamatórios (PMN) estimulados por forbol (PMA), pelo peptídeo quimiotático fMLP ou zimozan opsonizado (OZ). O licnofolido inibiu de forma dose-dependente a liberação de `O IND. 2 POT. PONTO -´ pelos PMN, sem alteração do período ®lag¼ do complexo NADPH oxidase. O efeito foi mais acentuado quando os PMN foram estimulados diretamente pela via de proteína quinase C. A adição de ditiotreitol ou glutationa reduzida (GSH) às suspensões celulares antes da incubação com licnofolido preveniu parcialmente o efeito inibitório. O tratamento dos PMN com a lactona determinou uma queda drástica dos níveis celulares de GSH livre, sem incremento de glutationa oxidada (GSSG)...
Descritores: Espécies Reativas de Oxigênio
Glutationa
Lactonas
Sesquiterpenos
-Espectrometria de Massas
NADP
Zimosan
Limites: Animais
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; 574.1921, B854e


  8 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-332711
Autor: Forte, Wilma Carvalho Neves; Almeida, Rafael M; Bizuti, Gilberto da Silva Cairo; Forte, Daniel Neves; Bruno, Simone; Russo Filho, Francisco S; Lima, Carlos Alberto Conceição.
Título: Fagocitose por neutrófilos no Lúpus Eritematoso Sistêmico / The phagocytosis by polymorphonuclear neutrophils in patients with systemic lupus erythematosus
Fonte: Rev. Assoc. Med. Bras. (1992);49(1):35-39, jan.-mar. 2003. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Avaliar a presença de imunocomplexos e a atividade fagocitária de polimorfonucleares neutrofílicos em pacientes com Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES) com e sem sinais e sintomas de atividade da doença. MÉTODOS: Analisou-se o sangue periférico de 55 indivíduos, sendo 10 pacientes com forma ativa da doença, 15 fora de atividade e 30 indivíduos sadios. Foi utilizada imunodifusäo radial para identificaçäo de imunocomplexos e estudada a etapa de ingestäo da fagocitose por neutrófilos com partículas de zimosan. RESULTADOS: Observou-se a presença de crioprecipitado constituído por IgM, IgG, IgA, componentes C3 e C4 do complemento nos pacientes com LES. As médias aritméticas da ingestäo por neutrófilos de partículas de zimosan incubado com soro homólogo e zimosan incubado com soro autólogo mostraram uma diminuiçäo significativa (p<0.05) para os pacientes com LES em atividade quando comparadas as de pacientes com LES fora atividade e de indivíduos sadios. CONCLUSÄO: Concluímos haver presença de imunocomplexos nos pacientes com LES em atividade e fora de atividade e uma diminuiçäo da fagocitose por neutrófilos no grupo de pacientes com LES em atividade. As conclusöes do presente estudo säo coerentes com a patogênese da doença e com a alta mortalidade por infecções nesses pacientes
Descritores: Complexo Antígeno-Anticorpo
Lúpus Eritematoso Sistêmico
Neutrófilos
Fagocitose
-Anticorpos Antinucleares
Estudos de Casos e Controles
Imunodifusão
Imunoglobulinas
Lúpus Eritematoso Sistêmico
Zimosan
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Rocha, Francisco Airton Castro da
Vale, Marcus Raimundo
Id: lil-308816
Autor: Rocha, Francisco Airton Castro da; Oliveira, Katia Regina Bezerra de; Aragão Júnior, Antonio Gilson Monte; Oliveira, Raquel Cavalcante de; Vale, Marcus Raimundo; Ribeiro, Ronaldo de Albuquerque.
Título: Periartrite promove incapacitação articular na artrite induzida por zimosan em ratos / Periarthritis promotes articular incapacitation in zymosan-induced arthritis in rats
Fonte: Rev. bras. reumatol;40(3):117-122, maio-jun. 2000. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Estudar a contribuição de periartrite e sinovite na incapacitação articular (IA) da artrite induzida por Zimosan (ZY). Métodos: Sessenta e seis ratosWistar foram submetidos à injeção de ZY (Img) no joelho direito. Um grupo de animais (GI) teve a injeção de ZY através da pele intacta. Um segundo grupo (GII) recebeu a injeção de ZY diretametne dentro da cavidade articular, após excisão da pele e tecido subcutâneo subjacente ao joelho. A IA foi avaliada usando o teste de IA para ratos. O aumento de permeabilidade vascular e o influxo celular foram avaliados no líquido articular. Resultados: A injeção de ZY induziu IA dose-dependente, que foi máxima entre a terceira/quarta hora de artrite, sendo significantemente maior nos animais do GI, enquanto o influxo celular (neutrófilos maior ou igual a 80 por cento) foi máximo na sexta hora. O influxo celular e o aumento da permeabilidade vascular não diferiram entre ambos os grupos. Um terceiro grupo (GIII), submetido a artrite por imunocomplexos, que recebeu anticorpos anti-soroalbumina bovina (BSA) intra-articular e BSA i.v., não apresentou IA, apesar de exibir aumento no influxo celular. Conclusões: Aumento de permeabilidade vascular e influxo celular são fenômenos independentes da IA. Neutrófilos não parecem contribuir para o desenvolvimento da IA na artrite por Zy. A sensibilização de nociceptores específicos periarticulares é responsável pela IA na artrite induzida por Zy
Descritores: Artrite
Periartrite
Sinovite
Zimosan
Limites: Animais
Ratos
Responsável: BR396.3 - Biblioteca Setorial Umuarama


  10 / 16 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Quintäo, E. C. R
Texto completo
Id: lil-255051
Autor: Carvalho, M. D. T; Tobias, V. E; Vendrame, M. V; Shimabukuro, A. F. M; Gidlund, M; Quintão, E. C. R.
Título: Zymosan phagocytosis by mouse peritoneal macrophages is increased by apoHDL- and not by intact HDL-covered particles
Fonte: Braz. j. med. biol. res = Rev. bras. pesqui. méd. biol;33(3):313-6, Mar. 2000. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: The uptake of lipids and lipoprotein particles by macrophages undergoes phagocytic activation and the formation of foam cells are key events in atherosclerosis. In this study we determined how intact high density lipoproteins (HDL) and apolipoproteins-HDL (removal of the lipid component from HDL, i.e., apoHDL) influence the phagocytosis of zymosan by mouse peritoneal macrophages. Zymosan particles preincubated together with lipoproteins or alone (control) were incubated with the macrophages. Phagocytosis activity was reported as the percent of macrophages that internalized three or more zymosan particles. HDL co-incubated with zymosan did not influence the over-all uptake of zymosan particles compared to apoHDL, which greatly enhanced the ability of the particle to be phagocytized (P<0.001). Part of this effect might be related to a greater binding of apoHDL to the particles compared to that of HDL (P<0.05). We conclude that this can be a useful method to study the ability of lipoproteins, including modified lipoproteins obtained from subjects with genetic forms of hyperlipidemia, to opsonize particles such as red blood cells and thus to investigate the processes that control the formation of foam cells and the mechanisms of atherogenesis.
Descritores: Apolipoproteínas/fisiologia
Lipoproteínas HDL/fisiologia
Macrófagos Peritoneais/fisiologia
Fagocitose/fisiologia
Zimosan/fisiologia
-Aterosclerose/fisiopatologia
Limites: Animais
Camundongos
Tipo de Publ: Revisão
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde