Base de dados : LILACS
Pesquisa : D09.698.373 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 181 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 19 ir para página                         

  1 / 181 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1045901
Autor: Medeiros, Renata Bambino.
Título: Papel de proteoglicanos sulfatados no reconhecimento e invasão de formas amastigotas de Trypanosoma cruzi em cardiomiócitos / Role of sulfated proteoglycans in the recognition and invasion of amastigote forms of Trypanosoma cruzi in cardiomyocytes.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2008. 99 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Diversos mecanismos de invasão têm sido descritos na infecção de diferentes tipos celulares pelo Trypanosoma cruzi, apontando a versatilidade deste parasita no reconhecimento de diferentes ligantes e/ou receptores na superfície da célula alvo. Além dos tripomastigotas, formas infectivas clássicas, as formas amastigotas desempenham importante papel na manutenção da infecção e progressão da doença de Chagas. Embora avanços no entendimento do mecanismo de invasão de tripomastigotas tenham sido alcançados, as moléculas que modulam o reconhecimento e disparam o processo de invasão de amastigotas ainda são pouco elucidadas. Neste estudo, avaliamos a participação de glicosaminoglicanos (GAGs) no processo de reconhecimento e invasão de amastigotas em cardiomiócitos in vitro. A padronização do processo de amastigogênese in vitro revelou que a diferenciação majoritária de tripomastigotas de T. cruzi em amastigotas ocorre após 48h de indução em meio ácido. Neste tempo de diferenciação (48h), os parasitas apresentaram (I) morfologia arredondada, (II) elevados índices de proliferação, (III) presença de antígeno estágio-específico (Ssp4) e (IV) características ultra-estruturais similares a amastigotas intracelulares. A cinética de infecção amastigota-cardiomiócito revelou elevados índices de infecção, atingindo 25% e 51% após 2h e 48h, respectivamente, na proporção de 65:1 parasita-célula alvo

Para avaliar o papel de GAGs sulfatados no reconhecimento parasita-cardiomiócitos, amastigotas foram pré-tratados com 20µg/ml de GAGs solúveis, incluindo heparina, heparan sulfato (HS), condroitim sulfato (CS), dermatan sulfato (DS) e queratam sulfato (KS), antes da interação com a célula alvo. Nossos resultados demonstraram que o tratamento de amastigotas com heparina e HS inibe a penetração em cardimiócitos, alcançando 82% e 65% de inibição da invasão, respectivamente. Semelhante à tripomastigotas, o reconhecimento de amastigotas extracelulares é mediado pelo dissacarídeo ácido D-glucurônico (GlcA) ou ácido L-idurônico (IdoA) e N-acetilglicosamina (NacGli), enquanto GAGs também negativamente carregados, como CS, DS e KS, não dispararam a invasão de amastigotas. A infecção de células de ovário de hamster, selvagem (CHO-K1) e deficientes em GAGs (CHO-745), apontaram uma redução significante de 74% e 67% da invasão após 2h e 4h de interação, respectivamente. Estes resultados corroboram dados de competição, sugerindo a participação de proteoglicanos de HS como moléculas mediadoras do processo de invasão de amastigotas. (AU)
Descritores: Trypanosoma cruzi
Miócitos Cardíacos
Glicosaminoglicanos
Limites: Animais
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  2 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1040245
Autor: Khalilpour, Jamal; Roshan-Milani, Shiva; Gharalari, Farzaneh Hosseini; Fard, Amin Abdollahzade.
Título: Macrophage migration inhibitory factor antagonist (p425) ameliorates kidney histopathological and functional changes in diabetic rats / Antagonista (p425) do fator de inibição da migração de macrófagos (MIF) melhora as alterações histopatológicas e funcionais renais em ratos diabéticos
Fonte: J. bras. nefrol;41(3):315-322, July-Sept. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Urmia University of Medical Sciences.
Resumo: Abstract Introduction: It is hypothesized that increased macrophage migration inhibitory factor (MIF) expression may contribute to diabetic nephropathy (DN) pathogenesis. The aim of the present study was to investigate the renal effects of MIF inhibition in a diabetic experimental model. Methods: Eighteen male Wistar rats (230 ± 20 g) were divided into three groups: 1) control, 2) diabetic (STZ, 50 mg/kg, dissolved in saline, ip), 3) diabetic + MIF antagonist (p425, 1 mg/kg per day, ip, on the 21th day, for 21 consecutive days). The treatment started since we founwd a significant increase in urine albumin excretion (UAE) rate in the diabetic rats in comparison with the control rats. The rats were kept individually in metabolic cages (8 AM-2 PM) and urine samples were collected in the 21 and 42th day. At the end, blood and tissue samples were collected for biochemical (BS, UPE, urine GAG, BUN, Cr, Na, and K) and histological analyses. Results: The results of this study showed that MIF antagonist (p425) significantly decreased urine protein and GAG excretion, urine protein/creatinine ratio, and serum BUN and Cr in the streptozotocin-induced DN in the rats. Pathological changes were significantly alleviated in the MIF antagonist (p425)-administered DN rats. Conclusion: Collectively, these data suggested that MIF antagonist (p425) was able to protect against functional and histopathological injury in the DN.

Resumo Introdução: Supõe-se que elevações da expressão do fator de inibição da migração de macrófagos (MIF) possam contribuir para a patogênese da nefropatia diabética (ND). O objetivo do presente estudo foi investigar os efeitos renais da inibição do MIF em um modelo experimental diabético. Métodos: Dezoito ratos Wistar machos (230 ± 20g) foram divididos em três grupos: 1) controle, 2) diabético (STZ 50 mg/kg dissolvida em soro fisiológico, IP), 3) diabético + antagonista do MIF (p425 1 mg/kg por dia IP no 21o dia por 21 dias consecutivos). O tratamento começou após a identificação de aumento significativo na albuminúria nos ratos diabéticos em relação aos controles. Os ratos foram mantidos individualmente em gaiolas metabólicas (8h-14h) e amostras de urina foram colhidas no 21o e no 42o dia. Ao final do estudo, amostras de sangue e tecido foram colhidas para análises bioquímicas (BS, excreção urinária de proteína, excreção urinária de GAGs, BUN, Cr, Na e K) e histológicas. Resultados: O presente estudo demonstrou que o antagonista do MIF (p425) diminuiu significativamente proteinúria, excreção urinária de GAGs , relação proteína/creatinina na urina, BUN e Cr no grupo com ND induzida por estreptozotocina. As alterações patológicas foram significativamente abrandadas nos ratos com ND que receberam antagonista do MIF (p425). Conclusão: Coletivamente, os dados sugerem que o antagonista do MIF (p425) teve efeito protetor contra lesões funcionais e histopatológicas da ND.
Descritores: Fatores Inibidores da Migração de Macrófagos/antagonistas & inibidores
Oxirredutases Intramoleculares/antagonistas & inibidores
Substâncias Protetoras/uso terapêutico
Substâncias Protetoras/farmacologia
Diabetes Mellitus Experimental/patologia
Nefropatias Diabéticas/terapia
-Glicemia
Ratos Wistar
Estreptozocina/farmacologia
Creatinina/urina
Creatinina/sangue
Diabetes Mellitus Experimental/induzido quimicamente
Diabetes Mellitus Experimental/urina
Diabetes Mellitus Experimental/sangue
Nefropatias Diabéticas/urina
Nefropatias Diabéticas/patologia
Nefropatias Diabéticas/sangue
Albuminúria/tratamento farmacológico
Modelos Animais de Doenças
Glicosaminoglicanos/urina
Rim/patologia
Ativação de Macrófagos
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1011112
Autor: Biondo, Giovanni; Sola, Simona; Pastorino, Carlotta; Massone, Cesare.
Título: Clinical, dermoscopic, and histologic aspects of two cases of cutaneous focal mucinosis
Fonte: An. bras. dermatol;94(3):334-336, May-June 2019. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract: Cutaneous mucinoses are a complex and diverse group of connective tissue disorders characterized by the accumulation of mucin and/or glycosaminoglycan in the skin and adnexa. Cutaneous focal mucinosis appears as a solitary, asymptomatic, skin-colored to white papule, nodule, or plaque located anywhere on the body or in the oral cavity. It presents mainly in adults and is characterized on histopathology by mucin throughout the upper and mid dermis. We describe the dermoscopy of two cases of cutaneous focal mucinosis. Both lesions presented a nonspecific homogenous whitish pattern; the first case also exhibited a sharply demarcated yellow border.
Descritores: Dermatopatias/patologia
Mucinoses/patologia
-Dermoscopia
Glicosaminoglicanos
Mucinas
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-827746
Autor: Pinhal, Maria Aparecida Silva; Almeida, Maria Carolina Leal; Costa, Alessandra Scorse; Theodoro, Thérèse Rachell; Serrano, Rodrigo Lorenzetti; Machado Filho, Carlos D'Apparecida Santos.
Título: Expression of heparanase in basal cell carcinoma and squamous cell carcinoma
Fonte: An. bras. dermatol;91(5):595-600, Sept.-Oct. 2016. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract: Background: Heparanase is an enzyme that cleaves heparan sulfate chains. Oligosaccharides generated by heparanase induce tumor progression. Basal cell carcinoma and squamous cell carcinoma comprise types of nonmelanoma skin cancer. Objectives: Evaluate the glycosaminoglycans profile and expression of heparanase in two human cell lines established in culture, immortalized skin keratinocyte (HaCaT) and squamous cell carcinoma (A431) and also investigate the expression of heparanase in basal cell carcinoma, squamous cell carcinoma and eyelid skin of individuals not affected by the disease (control). Methods: Glycosaminoglycans were quantified by electrophoresis and indirect ELISA method. The heparanase expression was analyzed by quantitative RT-PCR (qRTPCR). Results: The A431 strain showed significant increase in the sulfated glycosaminoglycans, increased heparanase expression and decreased hyaluronic acid, comparing to the HaCaT lineage. The mRNA expression of heparanase was significantly higher in Basal cell carcinoma and squamous cell carcinoma compared with control skin samples. It was also observed increased heparanase expression in squamous cell carcinoma compared to the Basal cell carcinoma. Conclusion: The glycosaminoglycans profile, as well as heparanase expression are different between HaCaT and A431 cell lines. The increased expression of heparanase in Basal cell carcinoma and squamous cell carcinoma suggests that this enzyme could be a marker for the diagnosis of such types of non-melanoma cancers, and may be useful as a target molecule for future alternative treatment.
Descritores: Neoplasias Cutâneas/enzimologia
Carcinoma Basocelular/enzimologia
Carcinoma de Células Escamosas/enzimologia
Glucuronidase/metabolismo
Glicosaminoglicanos/metabolismo
-RNA Mensageiro/metabolismo
Queratinócitos/metabolismo
Pálpebras/enzimologia
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real/métodos
Glucuronidase/genética
Glicosaminoglicanos/análise
Ácido Hialurônico/análise
Ácido Hialurônico/metabolismo
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-994686
Autor: Carneiro, Stella de Souza; Vescovi, Elisangela Gonçalves; Costa, Patrick Ventorim.
Título: Achados ecocardiográficos em pacientes com mucopolissacaridose II e VI: relato de dois casos / Echocardiographic findings in patients with mucopolysaccharidosis II and VI: report of two cases
Fonte: ABC., imagem cardiovasc;32(2):116-121, abr.-junh. 2019. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Ecocardiografia/métodos
Mucopolissacaridose II/complicações
Mucopolissacaridose IV/complicações
-Volume Sistólico
Doenças Genéticas Ligadas ao Cromossomo X
Glicosaminoglicanos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  6 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Coelho, Janice Carneiro
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-951881
Autor: Breier, Ana Carolina; Cé, Jaqueline; Coelho, Janice Carneiro.
Título: Use of a commercial agarose gel for analysis of urinary glycosaminoglycans in mucopolysaccharidoses
Fonte: Braz. j. pharm. sci;52(4):693-697, Oct.-Dec. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Mucopolysaccharidoses (MPS) are a group of inherited metabolic disorders caused by deficiency of enzymes that degrade glycosaminoglycans (GAGs). Urinary excretion of GAGs is a common feature of MPS, and is considered their major biomarker. We aimed to adapt the GAG electrophoresis method to a commercial agarose gel which would be able to separate urinary GAGs in a simpler way with good sensitivity and reproducibility. Urine samples from patients previously diagnosed with MPS I, IV, and VI were used as electrophoretic standards. Samples from patients on enzyme replacement therapy (ERT) were also assessed. Commercial agarose gel electrophoresis was effective, showing proper definition and separation of GAG bands. Detection sensitivity exceeded 0.1 µg and band reproducibility were consistent. GAG bands quantified in urine samples from patients on ERT correlated very strongly (correlation coefficient = 0.98) with total GAG concentrations. This application of gel electrophoresis demonstrates the possibility of monitoring patients with MPS treated with ERT by analyzing separately the GAGs excreted in urine. We suggest this process should be applied to MPS screening as well as to follow-up of patients on treatment.
Descritores: Mucopolissacaridoses/diagnóstico
Eletroforese em Gel de Ágar
Glicosaminoglicanos/uso terapêutico
-Urina
Eletroforese/métodos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas


  7 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Silva, Rui Sergio dos Santos Ferreira da
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-876365
Autor: Pan, Nicole Caldas; Vignoli, Josiane Alessandra; Baldo, Cristiani; Pereira, Hanny Cristina Braga; Silva, Rui Sérgio dos Santos Ferreira da; Celligoi, Maria Antonia Pedrine Colabone.
Título: Effect of fermentation conditions on the production of hyaluronic acid by Streptococcus zooepidemicus ATCC 39920 / Efeito das condições de fermentação na produção de ácido hialurônico por Streptococcus zooepidemicus ATCC 39920
Fonte: Acta sci., Biol. sci;37(4):411-417, Oct.-Dec. 2015. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: The production of hyaluronic acid by Streptococcus zooepidemicus ATCC 39920 with varying rates of pH (6.0, 7.0, 8.0), temperature (34; 37; 40°C), agitation (100, 150, 200 rpm), glucose (10, 20, 30 g L -1) and yeast extract concentration (10, 20, 30 g L -1) was evaluated by statistical approaches. The best conditions for the production of hyaluronic acid was pH 8.0, 37°C and 100 rpm in a medium containing 30 g L- 1 glucose and yeast extract, for a production of 0.787 g L- 1. Temperature, pH and yeast extract were significant variables (p < 0.05). Yeast extract and pH had a positive effect on the production of the polymer. Lactate, formate and acetate synthesis were also analyzed. Current assay showed the feasibility of statistical tools to optimize the physical and nutritional parameters for the production of hyaluronic acid and the improvement of the fermentation process.

A produção de ácido hialurônico por Streptococcus zooepidemicus ATCC 39920 foi avaliada variando pH (6,0; 7,0, 8,0), temperatura (34; 37; 40°C), agitação (100, 150, 200 rpm) e concentração de glicose (10, 20, 30 g L-1) e extrato de levedura (10, 20, 30 g L-1) por metodologias estatísticas. A condição otimizada foi pH 8,0, 37°C e 100 rpm, em meio contendo 30 g L-1 de glicose e extrato de levedura atingindo a produção de 0,787 g L-1. O pH, temperatura e extrato de levedura foram as variáveis significativas (p < 0,05). Extrato de levedura e pH apresentaram efeito positivo para a produção do polímero. A síntese de ácido lático, fórmico e acético também foi analisada. Este estudo demonstra a viabilidade de utilização de ferramentas estatísticas para otimizar os parâmetros físicos e nutricionais para a produção de ácido hialurônico, permitindo a melhoria do processo fermentativo.
Descritores: Glicosaminoglicanos
Ácido Hialurônico
Interações Microbianas
Fenômenos Fisiológicos da Nutrição
Fatores Físicos e Químicos
Responsável: BR513.2 - Editora da Universidade Estadual de Maringá


  8 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-871516
Autor: Simões, Ricardo dos Santos.
Título: Concentração do ácido hialurônico e dos pequenos proteoglicanos ricos em leucina no endométrio de pacientes com síndrome dos ovários policísticos em comparação a de mulheres eumenorreicas / Concentration of hyaluronic acid and small leucine-rich proteoglycans in the endometrium of patients with polycystic ovary syndrome in comparison with eumenorrheic women.
Fonte: São Paulo; s.n; 2015. [101] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: INTRODUÇÃO: A matriz extracelular no endométrio fornece vasta gama de sinais envolvidos em diferentes processos celulares, tais como morte celular e proliferação. Neste sentido, os glicosaminoglicanos e os proteoglicanos, juntamente com os fatores de crescimento, modulam várias etapas da angiogênese, proliferação celular e remodelação do estroma, o que pode ser importante para o fluxo menstrual regular e a redução dos processos proliferativos. Além disso, são importantes para a adequada interação maternofetal. OBJETIVO: Avaliar a concentração de ácido hialurônico, das enzimas de biossíntese do ácido hialurônico - hialurônico sintases (HAS1, HAS2 e HAS3) e dos pequenos proteoglicanos ricos em leucina (decorim, biglicam, lumicam e fibromodulina) no endométrio de pacientes com síndrome dos ovários policísticos (SOP) e de mulheres eumenorreicas. MÉTODOS: Foram analisadas 20 amostras de endométrio, 10 provenientes de pacientes com SOP e 10 de mulheres com ciclos menstruais regulares na fase proliferativa do ciclo, com idade variando entre 20 e 35 anos, atendidas na Divisão de Clínica Ginecológica do Hospital das Clínicas da FMUSP (HC-FMUSP). A determinação do perfil e da concentração do ácido hialurônico foi efetuada por método bioquímico de ensaio fluorimétrico (ELISA-like). A sua localização no tecido endometrial, assim como as dosagens das enzimas sintases (HAS1, HAS2 e HAS3) e dos pequenos proteoglicanos ricos em leucina (decorim, biglicam, lumicam e fibromodulina e), foi feita por imunoistoquímica e "western blotting". Para a análise dos resultados foi utilizado o teste t de student (p<=0,05). Os cálculos foram realizados com auxílio do programa SPSS versão13 (SPSS, Chicago, IL). RESUTADOS: Houve maior concentração de ácido hialurônico no endométrio de mulheres eumenorreicas na fase proliferativa do ciclo menstrual do que no das com síndrome dos ovários policísticos. Com relação às sintases do ácido hialurônico, observou-se maior reatividade de HAS1 e HAS2 e ...

INTRODUCTION: Endometrium extracellular matrix provides wide range of signals at different cellular levels like cell death and proliferation. In this regard, glycosaminoglycans and proteoglycans, along with growth factors, modulate various stages of angiogenesis, cell proliferation and remodeling of the stroma, which can be important for regulating menses and reducing the proliferative processes. Additionally, it is important for proper fetal-maternal interactions. OBJECTIVE: Evaluate hyaluronic acid concentration, the enzymes of hyaluronic acid synthases (HAS1, HAS2 and HAS3) and small leucine-rich proteoglycans (decorin, lumican, fibromodulim and biglycan) in the endometrium of patients with polycystic ovary syndrome (PCOS) and eumenorrheic women. METHODS: A total of 20 endometrial samples from 10 patients with PCOS and 10 women with regular menstrual cycles in the proliferative phase, with ages ranging between 20 and 35 years, attended at Gynecology Division of Clinical Hospital of the FMUSP (HC-USP). Profile determination and the concentration of hyaluronic acid were performed by biochemical method of fluorimetric assay (ELISA-like). Its location in the endometrial tissue as well as the dosage of enzymes synthases (HAS1, HAS2 and HAS3) and small leucine-rich proteoglycans (decorin, lumican, fibromodulim and biglycan) was done by immunohistochemistry and western blotting. To analyze the results Student t test was used (p < 0.05). The calculations were performed with software SPSS version 13. RESULTS: A higher concentration of hyaluronic acid in eumenorrheic women endometrium in proliferative phase when compared with polycystic ovary syndrome. Regarding hyaluronic acid synthases, there was a higher HAS1 and HAS2 reactivity and lower HAS3 reactivity in the PCOS endometrium compared to women with regular menstrual cycles in the proliferative phase. Decorin and lumican showed higher immunoreactivity in PCOS endometrium. CONCLUSIONS: PCOS patients have a lower...
Descritores: Endométrio
Glicosaminoglicanos
Ácido Hialurônico
Síndrome do Ovário Policístico
Proteoglicanas
Limites: Humanos
Feminino
Adulto Jovem
Adulto
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1


  9 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-863428
Autor: Gnoatto, Nelson.
Título: Expressão de proteoheparans sulfato de superfície celular no rescimento gengival induzido pela ciclosporina -A em humanos / Expression of cell-surface heparan sulfate proteoglycans in human cyclosporin-induced gingival overgrowth.
Fonte: São Paulo; s.n; 2006. 113 p. (BR).
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a ", "_1": "Universidade de São Paulo", "_2": "Faculdade de Odontologia para obtenção do grau de Doutor.
Símbolo: BR.
Descritores: Ciclosporina
Matriz Extracelular
Expressão Gênica
Gengiva/crescimento & desenvolvimento
Periodontia
Proteoglicanas
-Glicosaminoglicanos
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica
BR97.1; T3.886


  10 / 181 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Rode, Sigmar de Mello
Id: biblio-860274
Autor: Rode, Sigmar de Mello.
Título: Estudo comparativo ultra-estrutural da matriz extracelular do tecido conjuntivo pulpar de dentes humanos, hígidos, cariados e restaurados / Comparative ultrastructural study of the extracellular matrix of dental pulps of healthy, decayed and filled teeth.
Fonte: São Paulo; s.n; 1992. 73 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia para obtenção do grau de Doutor.
Descritores: Glicosaminoglicanos
Polpa Dentária/anatomia & histologia
Proteoglicanas/ultraestrutura
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica
BR97.1; T1.954



página 1 de 19 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde