Base de dados : LILACS
Pesquisa : D12.125.042 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 18 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 18 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Venezuela
Texto completo
Texto completo
Id: lil-631736
Autor: Rincón A, Adriana C; Herrero V, Rocío; Rodríguez C, José; Alonso, Matilde; Molina, Irene.
Título: Influencia de la radiación gamma como método de esterilización sobre el polímero poli VPAVG (Valina-Prolina-Alanina-Valina- Glicina) / Influence of gamma radiation as a sterilization method on polymer poli VPAVG (Valine- Proline- Alanine-Valine-Glicine)
Fonte: Rev. Inst. Nac. Hig;40(1):26-35, ene. 2009. ilus, tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: El polímero poli (VPAVG) pertenece a la familia de materiales bioelásticos derivados de la elastina y ha demostrado poseer cualidades óptimas para la formación de sistemas de cesión controlada, así como una biocompatibilidad aceptable en determinados tejidos. Las formulaciones preparadas a partir del biomaterial deben ser estériles, si se pretende administrar por una vía que implique ruptura de barreras biológicas. Por lo anterior, resulta esencial conocer el comportamiento del polímero y sus formulaciones frente al proceso de esterilización empleado. El objetivo de este trabajo fue, por tanto, evaluar la influencia de la radiación gamma como método de esterilización sobre las ca - racterísticas físicas del poli (VPAVG) y de las partículas for - madas con éste. En cuanto al polímero, no se apreciaron diferencias en su apariencia física antes y después de la esterilización. Sin embargo, las partículas obtenidas a partir del poli (VPAVG) y posteriormente esterilizadas experimentaban cambios en su morfología. En cuanto al tamaño de las partículas, se determinó que las obtenidas con polímero esterilizado presentaban cierta tendencia a formar agregados de menor tamaño que los encontrados con el polímero sin esterilizar. Se concluyó que el biomaterial ensayado y las formulaciones eran susceptibles a las radiaciones gamma como método de esterilización final, proponiéndose recurrir a otro tratamiento que garantice su esterilidad final.

The poli polymer (VPAVG) belongs to the family of bioelastic materials derived from elastin, and it has showed the best qualities for the creation of systems of controlled cession, as well as an acceptable biocompatibility in certain tissues. If any preparation made from this biomaterial has to be administered in any way that implies the rupture of biological barriers, the preparation must be sterile. By this means, it is essential to know the behaviour of this polymer and its formulations, facing the sterilization process being used. The objective of this research was learn the influence of gamma radiation as a sterilization method over the physical characteristics of poli (VPAVG) and the particles formed by it. As the polymer, we did not observe any differences in physical appearance before and after sterilization. Particles formed by the polymer (VPAVG) and sterilized after, experimented changes in their morphology. As the size of the particles, we observed that those obtained with the sterilized polymer showed a tendency to form smaller aggregates than those found with the non-sterilized polymer. We concluded that the essayed biomaterial and its formulations were susceptible to gamma radiations as final sterilization method, proposing to use another treatment to guarantee the final sterile condition.
Descritores: Polímeros
Valina/efeitos da radiação
Prolina/efeitos da radiação
Esterilização/métodos
Alanina/efeitos da radiação
Raios gama
Glicina/efeitos da radiação
-Materiais Biocompatíveis
Saúde Pública
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Estudo de Validação
Responsável: VE9.1 - Biblioteca


  2 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-874968
Autor: Raizel, Raquel.
Título: Efeito da suplementação com L-glutamina e L-alanina, livres ou como dipeptídeo, sobre a lesão, inflamação e citoproteção em modelos de estresse in vivo e in vitro / Effects of supplementation with L-glutamine and L-alanine, in their free form or as dipeptide, on muscle damage, inflammation and cytoprotection of in vivo and in vitro stress models.
Fonte: São Paulo; s.n; 2017. 104p p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Subprojeto 1: Determinação do efeito anti-inflamatório e citoprotetor da suplementação com L-glutamina e L-alanina, ou com L-alanil-L-glutamina (DIP) em ratos submetidos a treinamento resistido. Exercícios intensos reduzem a disponibilidade de glutamina, comprometendo a função imune e a recuperação de atletas. O objetivo do estudo foi avaliar os efeitos da suplementação oral crônica com L-glutamina e L-alanina, nas formas livres ou como dipeptídeo (DIP), sobre parâmetros de lesão, inflamação e citoproteção em ratos Wistar adultos submetidos a treinamento resistido (TR). Neste estudo, o TR reduziu a concentração de glutamina no plasma e no músculo EDL. No entanto, este efeito foi atenuado pelos suplementos contendo L-glutamina, os quais aumentaram os conteúdos da proteína de resposta ao estresse (HSP70) em células do sistema imune (PBMC) e no EDL, concomitantemente à redução da ativação do NF-kB e a da concentração de citocinas no EDL. O efeito protetor das suplementações também foi evidenciado pela atenuação de marcadores de lesão (CK e LDH) e inflamação (TNF-α e IL-1ß), bem como pelo aumento nas concentrações de marcadores anti-inflamatórios (IL-6, IL-10 e MCP-1) no plasma. Nossos resultados sugerem que a suplementação oral crônica com L-glutamina (administrada com L-alanina livre ou como DIP) promoveu efeitos citoprotetores mediados pela HSP70 em resposta à lesão e inflamação induzidas pelo TR. Subprojeto 2: Efeitos da L-alanil-L-glutamina sobre as vias de sinalização da insulina e da mTOR/S6K, e citoproteção em células musculoesqueléticas C2C12. O dipeptídeo L-alanil-L-glutamina é conhecido por modular o metabolismo e a viabilidade celular. Contudo, os efeitos sobre os componentes clássicos das vias de sinalização da insulina e da mTOR/S6K, bem como o efeito citoprotetor em células musculares, são pouco esclarecidos. O objetivo deste estudo foi investigar o efeito do DIP sobre as vias de sinalização da insulina e da mTOR/S6K em miotubos C2C12, em condições normais ou resistentes à insulina. A exposição crônica à insulina (24h) promoveu resistência à insulina, reduzindo os conteúdos totais do receptor beta (IR-ß) e do substrato do receptor de insulina (IRS-1), e diminuindo a fosforilação de IRS-1, AKT e P44/42 MAPK. Adicionalmente, houve redução na expressão do transportador de glicose (GLUT4) e HSP70, redução da viabilidade celular e menor fosforilação de p70S6k e S6, proteínas relacionadas à síntese proteica. Em contraste, a suplementação com DIP aumentou os conteúdos totais de IR-ß e IRS-1 e a fosforilação de IRS-1 e AKT. A glicólise anaeróbia e a capacidade glicolítica, além da fosforilação de p70S6k e S6, foram aumentadas pelo DIP em condições normais e na resistência à insulina. Nestas condições experimentais, nossos resultados sugerem que a suplementação com DIP melhorou as vias de sinalizações da insulina e da mTOR/S6K, aumentou a captação e metabolização da glicose, independente da estimulação com insulina e, finalmente, promoveu citoproteção resgatando parcialmente as células de um estado resistente à insulina, por meio do aumento de HSP70 e ativação das etapas finais da via mTOR/S6K.

Subproject 1: Determination of the anti-inflammatory and cytoprotective effects of supplementation with L-glutamine and L-alanine, or with L-alanyl-L-glutamine in rats submitted to resistance training. Intense exercise reduces glutamine availability, compromising immune function and recovery of athletes. The objective of the study was to evaluate the effects of chronic oral supplementation with L-glutamine and L-alanine, in their free form or as dipeptide (DIP), on muscle damage, inflammation and cytoprotection in adult Wistar rats submitted to resistance training (RT). In this study, RT reduced glutamine concentration in plasma and EDL muscle. However, this effect was attenuated by supplements containing L-glutamine, which increased the contents of the stress response protein (HSP70) in immune system cells (PBMC) and EDL, concomitantly with the reduction of NF-kB activation and the concentration of cytokines in EDL. The protective effect of supplementation was also evidenced by attenuation of lesion markers (CK and LDH) and inflammation (TNF-α and IL-1ß), as well as by the increase in anti-inflammatory plasma markers (IL-6, IL-10 and MCP-1). Our results suggest that chronic oral supplementation with L-glutamine (administered along with free L-alanine or as DIP) promoted HSP70-mediated cytoprotective effects in response to RT-induced injury and inflammation. Subproject 2: Effects of L-alanyl-L-glutamine on the components of insulin and mTOR/ S6K signaling pathways and cytoprotection in C2C12 musculoskeletal cells. The dipeptide L-alanyl-L-glutamine is known to modulate metabolism and cell viability. However, the effects on the classical components of insulin and mTOR/ S6K signaling pathways, as well as the cytoprotective effect on muscle cells, are poorly understood. The aim of this study was to investigate the effect of DIP on insulin and mTOR/ S6K signaling pathways in C2C12 myotubes, under normal or insulin resistant conditions. Chronic insulin exposure (24h) promoted insulin resistance, reducing the total contents of the insulin receptor (IR-ß) and the insulin receptor substrate (IRS-1), and decreasing the phosphorylation of IRS-1, AKT and P44/ 42 MAPK. In addition, there was a reduction in the expression of glucose transporter (GLUT4) and HSP70, reduction of cell viability and defective phosphorylation of p70S6k and S6, which are related to protein synthesis. On the other hand, DIP supplementation increased the total contents of IR-ß and IRS-1 and the phosphorylation of IRS-1 and AKT. Anaerobic glycolysis and glycolytic capacity, in addition to phosphorylation of p70S6k and S6, were increased by DIP under normal conditions and in insulin resistance. In our experimental conditions, our results suggest that DIP supplementation improved the signaling pathways of insulin and mTOR/ S6K, increased glucose uptake and metabolism, independent of insulin stimulation, and finally promoted cytoprotection by partially rescuing the cells of an insulin resistant state, by increasing HSP70 and activating the final stages of the mTOR/ S6K pathway.
Descritores: Glutamina/efeitos adversos
Fenômenos Fisiológicos da Nutrição do Lactente
Inflamação
Insulina/análise
Ferimentos e Lesões
-Alanina/efeitos adversos
Exercício Físico
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Tipo de Publ: Técnicas In Vitro
Revisão
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; T641.1, R161e. 30100022333-F


  3 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-868005
Autor: Souza, Rafael Celestino de.
Título: Estudo do metaboloma salivar e sua associação com a doença periodontal em pacientes com síndrome de Down / Saliva metabolome in patients with Down syndrome and its association with periodontal disease.
Fonte: São Paulo; s.n; 2016. 142 p. ilus, tab, graf. (BR).
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia para obtenção do grau de Doutor.
Símbolo: BR.
Resumo: Os pacientes com Síndrome de Down (SD) possuem grande incidência de doença periodontal (DP), caracterizada por um curso precoce e com maior severidade. O estudo de metaboloma pode contribuir para o entendimento deste curso da doença, identificando possíveis metabólitos como biomarcadores nestes indivíduos. Para entender o perfil metabolômico dos indivíduos com síndrome de Down e a sua relação com a doença periodontal, realizamos a identificação de metabólitos salivares de adolescentes e adultos jovens, entre 12 e 21 anos, ambos os gêneros. Foram coletados dados sobre o estado geral de saúde e realizados exames clínicos bucais, como índice de higiene oral simplificado, sangramento e profundidade de sondagem. Para a análise do metaboloma foi coletada amostra de saliva não estimulada, analisadas por meio de cromatografia gasosa acoplada á espectrometria de massas. Saliva e fluido crevicular gengival também foram coletados para identificação microbiana através do MALDI-TOF. Os dados encontrados foram submetidos a análise estátisca por meio da Análise dos Componentes Principais (PCA) e quantificação relativa dos metabólitos foi avaliada por testes não paramétricos, Mann-Whitney

e Kruskal-Wallis. Foi possível observar através dos modelos de PCA separação dos indivíduos com SD e controles, independente da doença periodontal. A quantificação relativa revelou maiores níveis de glicina, lprolina, l-leucina, l-serina, ácido palmítico, ácido pentanóico, ácido tetradecanóico, tirosina e l-fenilalanina nos grupos SD quando comparados aos controles. Controles com DP também apresentaram níveis elevados de glicina, l-alanina, l-serina e manopiranose quando comparados com controles saudáveis. A microbiota de indivíduos com SD apresentous diferenças siginificantes em relação aos individuos controles, principalmente para Rothia dentocariosa, Staphylococcus epidermidis, Tannerella forsythia quando avaliado a saliva e A. Actinomycetemcomitans, Micrococcus luteus, Rothia aeria, Treponema denticola no fluido crevicular gengival. Em conclusão, o perfil metabolômico impresso nos indivíduos com SD difere significativamente dos indivíduos controles, independente da doença periodontal. Entretanto, os metabólitos que diferenciam indivíduos controles com e sem DP, apresentam-se elevados em todos indivíduos com SD, promovendo novos "insights" para o perfil metabólico relacionado a DP na SD.

Down Syndrome (DS) patients have a high incidence of periodontal disease (PD), characterized by an early course and greater severity. The metabolome study may contribute to the understanding of the disease course, identifying possible metabolites as biomarkers in these individuals. To understand the metabolomic profile of the DS and their relationship with PD, we conducted the identification of salivary metabolites of adolescents and young adults between 12 and 21 years, both genders. Data were collected on general health and was performed oral clinical examination, as the IHOS, bleeding index and probing depth. For metabolome analysis was collected unstimulated saliva sample, analyzed by gas chromatography coupled to mass spectrometry. Saliva and gingival crevicular fluid were also collected for microbial identification by MALDI-TOF. Data were submitted to analysis-statistic by PCA and relative quantification

of metabolites was evaluated by Mann-Whitney and Kruskal-Wallis tests. It can be observed through the PCA models separation of DS groups and controls groups, regardless of periodontal disease. Relative quantification showed higher levels of glycine, L-proline, L-leucine, L-serine, palmitic acid, pentanoic acid, tetradecanoic acid, tyrosine and L-phenylalanine in the SD groups when compared to controls groups. Controls with PD also showed high levels of glycine, L-alanine, L-serine and mannopyranose compared with healthy controls. The microbiota of individuals with DS groups show significant differences compared to control groups, especially for Rothia dentocariosa, Staphylococcus epidermidis, Tannerella forsythia when evaluated saliva and A. actinomycetemcomitans, Micrococcus luteus, Rothia aeria, Treponema denticola in gingival crevicular fluid. In conclusion, the printed metabolomic profile in individuals with Down syndrome differs significantly from control subjects, regardless of periodontal disease. However, the metabolites that distinguish controls group with and without PD, show up high in all DS individuals, promoting new "insights" to the metabolic profile related to PD in DS.
Descritores: Alanina/deficiência
Alanina/efeitos adversos
Doenças Periodontais/complicações
Doenças Periodontais/diagnóstico
Doenças Periodontais/prevenção & controle
Glicina/efeitos adversos
Metaboloma
Saliva
Síndrome de Down/classificação
Síndrome de Down/complicações
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica
BR97.1; T5.124


  4 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-748267
Autor: Miguel, Tatiana de Á.; Bordini, Jaqueline G.; Saito, Gervásio H.; Andrade, Célia G.T. de J.; Ono, Mario A.; Hirooka, Elisa Y.; Vizoni, Édio; Ono, Elisabete Y.S..
Título: Effect of fungicide on Fusarium verticillioides mycelial morphology and fumonisin B1 production
Fonte: Braz. j. microbiol;46(1):293-299, 05/2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: The effect of fludioxonil + metalaxyl-M on the mycelial morphology, sporulation and fumonisin B1 production by Fusarium verticillioides 103 F was evaluated. Scanning electron microscopy analysis showed that the fungicide caused inhibition of hyphal growth and defects on hyphae morphology such as cell wall disruption, withered hyphae, and excessive septation. In addition, extracellular material around the hyphae was rarely observed in the presence of fludioxonil + metalaxyl-M. While promoting the reduction of mycelial growth, the fungicide increased sporulation of F. verticillioides compared to the control, and the highest production occurred on the 14th day in the treatments and on the 10th day in the control cultures. Fumonisin B1 production in the culture media containing the fungicide (treatment) was detected from the 7th day incubation, whereas in cultures without fungicide (control) it was detected on the 10th day. The highest fumonisin B1 production occurred on the 14th day, both for the control and for the treatment. Fludioxonil + metalaxyl - M can interfere in F. verticillioides mycelial morphology and sporulation and increase fumonisin B1 levels. These data indicate the importance of understanding the effects of fungicide to minimize the occurrence of toxigenic fungi and fumonisins.
Descritores: Fumonisinas/metabolismo
Fungicidas Industriais/farmacologia
Fusarium/efeitos dos fármacos
Fusarium/metabolismo
Hifas/efeitos dos fármacos
Hifas/ultraestrutura
-Alanina/análogos & derivados
Alanina/farmacologia
Dioxóis/farmacologia
Fusarium/crescimento & desenvolvimento
Fusarium/ultraestrutura
Hifas/crescimento & desenvolvimento
Microscopia Eletrônica de Varredura
Pirróis/farmacologia
Esporos Fúngicos/crescimento & desenvolvimento
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-741448
Autor: Nouri, Mahtab; Farzan, Arash; Baghban, Ali Reza Akbarzadeh; Massudi, Reza.
Título: Comparison of clinical bracket point registration with 3D laser scanner and coordinate measuring machine
Fonte: Dental press j. orthod. (Impr.);20(1):59-65, Jan-Feb/2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: OBJECTIVE: The aim of the present study was to assess the diagnostic value of a laser scanner developed to determine the coordinates of clinical bracket points and to compare with the results of a coordinate measuring machine (CMM). METHODS: This diagnostic experimental study was conducted on maxillary and mandibular orthodontic study casts of 18 adults with normal Class I occlusion. First, the coordinates of the bracket points were measured on all casts by a CMM. Then, the three-dimensional coordinates (X, Y, Z) of the bracket points were measured on the same casts by a 3D laser scanner designed at Shahid Beheshti University, Tehran, Iran. The validity and reliability of each system were assessed by means of intraclass correlation coefficient (ICC) and Dahlberg's formula. RESULTS: The difference between the mean dimension and the actual value for the CMM was 0.0066 mm. (95% CI: 69.98340, 69.99140). The mean difference for the laser scanner was 0.107 ± 0.133 mm (95% CI: -0.002, 0.24). In each method, differences were not significant. The ICC comparing the two methods was 0.998 for the X coordinate, and 0.996 for the Y coordinate; the mean difference for coordinates recorded in the entire arch and for each tooth was 0.616 mm. CONCLUSION: The accuracy of clinical bracket point coordinates measured by the laser scanner was equal to that of CMM. The mean difference in measurements was within the range of operator errors. .

OBJETIVO: o objetivo do presente estudo foi avaliar o valor diagnóstico de um scanner a laser desenvolvido para determinar as coordenadas dos pontos de colagem de braquetes, comparando seus resultados aos resultados obtidos com uma máquina de medição coordenada (MMC). MÉTODOS: esse estudo experimental diagnóstico foi conduzido com modelos ortodônticos obtidos a partir da arcada superior de 18 pacientes adultos, com oclusão normal de Classe I. Inicialmente, as coordenadas dos pontos de colagem de braquetes de todos os modelos foram mensuradas por uma MMC. Em seguida, as coordenadas tridimensionais (X, Y, Z) dos pontos foram mensuradas nos mesmos modelos por um scanner a laser 3D, desenvolvido na Universidade de Shahid Beheshti. A eficácia e confiabilidade dos dois sistemas foram avaliadas pelo Coeficiente de Correlação Intraclasse (CCI) e pela fórmula de Dahlberg. RESULTADOS: a diferença entre a média da dimensão mensurada pela MMC e o valor real obtido foi de 0,0066mm (IC 95%: 69,98340 - 69,99140). A diferença média para o scanner a laser foi de 0,107 ± 0,133 (95% IC: -0,002 - 0,24). Em cada método, as diferenças não foram significativas. Ao comparar os dois métodos, o CCI gerou um valor de 0,998 para a coordenada X e de 0,996 para a coordenada Y. A diferença média para as coordenadas registradas em cada dente da arcada foi de 0,616mm. CONCLUSÃO: a precisão das coordenadas do ponto de colagem dos braquetes foi a mesma no scanner a laser e na MMC. A diferença média entre as medições manteve-se dentro dos limites de erros operacionais. .
Descritores: Doença de Alzheimer/genética
Secretases da Proteína Precursora do Amiloide/genética
Hidradenite Supurativa/genética
Presenilina-1/genética
-Alanina/análogos & derivados
Alanina/farmacologia
Doença de Alzheimer/enzimologia
Secretases da Proteína Precursora do Amiloide/antagonistas & inibidores
Azepinas/farmacologia
Hidradenite Supurativa/enzimologia
Mutação de Sentido Incorreto
Limites: Animais
Humanos
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Cardoso, Gilberto Perez
Id: lil-658677
Autor: Cardoso, Gilberto Perez.
Título: Alterações músculo-tegumentares e aminoácidos plasmáticos no hipertireoidismo (contribuição à interpretação fisiopatológica) / Changes muscle tissue and plasma amino acids in hyperthyroidism (contribution to the interpretation pathophysiological.
Fonte: Niterói; s.n; 1993. 46 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal Fluminense para obtenção do grau de Professor Titular.
Resumo: Vários autores assinalam que o excesso de hormônio tireoidiano estimularia a proteólise muscular e, ao mesmo tempo, a captação esplênica de aminoácidos, determinando variações em suas concentrações plasmáticas...Alterações tegumentares na tireotoxicose, avaliadas pela presença de unhas de Plummer, correlacionaram-se signigicativamente com a redução de concentração plasmática de cistina (p,0,05)
Descritores: Aminoácidos
Doença de Graves
Hipertireoidismo
Tegumento Comum
Fenômenos Fisiológicos do Tegumento Comum
Músculos
Saúde Pública
Pele
Tireotoxicose
-Alanina
Cistina
Ácido Glutâmico
Glutamina
Treonina
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM
BR408.1; T616.443, C268, 1993


  7 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-626190
Autor: Cruz, Robinson.
Título: Respuesta metabólica a la injuria grave / Metabolic response to severe injury
Fonte: ReNut;6(19):1011-1019, ene.-mar. 2012. tab.
Idioma: es.
Resumo: Si bien es cierto, los procesos de adaptación que afrontan los tejidos durante el ayuno y la injuria severa son los mismos, existen varias diferencias importantes entre una y otra respuesta. La velocidad y la magnitud en que se desarrollan, es considerablemente mayor durante la injuria severa. Después de unos días de ayuno, el catabolismo proteico disminuye como una forma de protección frente al compromiso vital que significaría agotar por completo las reservas de proteínas; en la injuria severa, por el contrario, el catabolismo proteico tan solo disminuye cuando los mediadores de la respuesta inflamatoria han sido controlados. Durante el ayuno, la introducción progresiva de nutrientes cesa los procesos catabólicos. En la injuria, estos no cesan si el foco inflamatorio, no lo ha hecho.
Descritores: Alanina
Jejum/metabolismo
Jejum
Gluconeogênese
Lipólise
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  8 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-480838
Autor: Rozas, Enrique E; Freitas, José C.
Título: Intracellular increase of glutamate in neuroblatoma cells induced by polar substances of Galaxaura marginata (Rhodophyta, Nemaliales) / Aumento do glutamato intracelular induzido por substâncias polares de Galaxaura marginata (Rhodophyta, Nemaliales) em células de neuroblastoma
Fonte: Rev. bras. farmacogn = Braz. j. pharmacogn.;18(1):53-62, jan.-mar. 2008. graf.
Idioma: en.
Resumo: Four substances purified by HPLC from red seaweed Galaxaura marginata (Ellis & Solander) Lamouroux showed neuroprotective and mitochondria regulatory properties in neuroblastoma NEURO-2A cells line. Under oxidative basal conditions, each substance is capable of modifying the glutamate, glutamine and alanine intracellular concentrations, without to alter the oxidative equilibrium of these cells. These substances, also, produced a biphasic activity in the mitochondrial metabolism, inhibiting, in lower concentrations and stimulating, in higher concentrations the mechanism of cellular 3-(4,5-dimethylthiazol-2-yl)-2,5-diphenyltetrazolium bromide (MTT) reduction, that indicates the mitochondrial activity. These data suggest that the intracellular increase of glutamate can be related to the glutamate/glutamine cycle alterations induced by the blockade of intracellular glutamate transport. Moreover, we suggested that there are substances, exhibiting neuroprotective activity in neuroblastoma cells, protecting them from oxidative stress produced by the inhibition of the glutamate transporters.

Quatro substâncias purificadas da alga vermelha Galaxaura marginata (Ellis & Solander) Lamouroux, mediante HPLC, apresentaram propriedades neuroprotetoras e reguladoras da atividade mitocondrial quando testadas em células de neuroblastomas da cepa NEURO-2. Sob condições oxidativas basais, cada substância é capaz de modificar as concentrações intracelulares de glutamato, glutamina e alanina, sem alterar o equilíbrio oxidativo das células. Essas substâncias também produziram uma atividade bifásica no metabolismo mitocondrial, inibindo em baixas concentrações e estimulando em altas concentrações o mecanismo celular de redução do 3-(4,5-dimetiltiazol-2-il)-2,5-difeniltetrazol brometo (MTT), que indica atividade mitocondrial. Esses dados sugerem que o aumento do glutamato pode estar relacionado com a alteração do ciclo glutamato/glutamina induzido pelo bloqueio do transporte intracelular de glutamato. Além disso, nós sugerimos que essas substâncias exibem atividade neuroprotetora nas células de neuroblastoma, as protegendo do estresse oxidativo, produzido pela inibição dos transportadores de glutamato.
Descritores: Alanina
Eucariotos
Eucariotos/química
Ácido Glutâmico
Glutamina
Mitocôndrias
Neuroblastoma
Responsável: BR8.1 - Biblioteca Central


  9 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lima, Agnaldo Soares
Id: lil-355477
Autor: Lima, Agnaldo Soares; Boudjema, Karim; Alexandre, Eliane; Takada, Yasutsugu; Savassi-Rocha, Paulo Roberto.
Título: Avaliação do estado energético de enxertos hepáticos após perfusão hipotérmica contínua ou conservação simples com solução universidade de wisconsin modificada / Effect on energy status of liver grafts preserved with modified UW solution by hypothermic continuous perfusion or simple storage
Fonte: ABCD arq. bras. cir. dig;16(4):178-184, out.-dez. 2003. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Racional - O transplante hepático representa, atualmente, o tratamento de escolha para doenças hepáticas crônicas irreversíveis, em estado terminal. Seu sucesso está ligado a diferentes fatores, dentre os quais se inclui uma eficiente conservação do enxerto hepático. A perfusão hipotérmica contínua do enxerto hepático demonstrou experimentalmente ampliar o período de conservação do fígado para além dos limites clinicamente atingidos. A resistência do fígado a períodos mais prolongados de conservação parece estar relacionada aos níveis energéticos das células. Objetivos - Verificar se melhores níveis energéticos de enxertos hepáticos são obtidos com o acréscimo dos aminoácidos glutamina, ácido glutâmico, cisteína, alanina e glicina à solução de conservação em perfusão hipotérmica contínua. Material e Método - Vinte porcos da raça Large-White foram operados após 12 horas de jejum. Seis dos fígados retirados foram preservados por 24 horas pelo método da conservação simples, três com a solução Universidade de Wisconsin, chamada BASE, e três com a mesma solução acrescida dos aminoácidos supracitados. Quatorze fígados foram conservados pelo método da perfusão hipotérmica contínua, metade deles com a solução BASE e outra metade com a solução acrescida de aminoácidos. A avaliação do estado emergético do fígado foi feita pela dosagem tecidual dos nucleotídeos adenílicos e glicogênio. O glutation foi também medido no tecido hepático tendo em vista sua importância como neutralizador de radicais livres de oxigênio. Resultados - O glicogênio hepático não se alterou com o uso de aminoácidos na solução ou com o método de preservação (CS ou PHC). O glutation, elevou sua concentração durante conservação simples com solução com aminoácidos,mas não se alterou com a perfusão contínua. O ATP manteve-se estável no tecido hepático, quando a perfusão contínua foi utilizada, mas reduziu-se rapidamente com a conservação simples. A perfusão contínua manteve estável a carga energética e a carga total em nucleotídeos adenílicos do enxerto, durante o período de conservação. Conclusão - O estudo demonstrou que a perfusão hipotérmica contínua foi capaz de manter os níveis energéticos iniciais do tecido hepático, independentemente da solução utilizada, enquanto que a conservação simples permitiu uma rápida queda nos níveis teciduais de trifosfato de adenosina.
Descritores: Aminoácidos/farmacologia
Soluções para Preservação de Órgãos
Preservação de Tecido
Transplante de Fígado/fisiologia
-Alanina
Cisteína
Ácido Glutâmico
Glutamina
Glicina
Sobrevivência de Enxerto
Soluções Hipotônicas
Perfusão
Suínos
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 18 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Ceddia, R. B
Curi, R
Bazotte, R. B
Texto completo
Id: lil-285852
Autor: Souza, H. M. de; Borba-Murad, G. R; Ceddia, R. B; Curi, R; Vardanega-Peicher, M; Bazotte, R. B.
Título: Rat liver responsiveness to gluconeogenic substrates during insulin-induced hypoglycemia
Fonte: Braz. j. med. biol. res = Rev. bras. pesqui. méd. biol;34(6):771-7, Jun. 2001. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Hepatic responsiveness to gluconeogenic substrates during insulin-induced hypoglycemia was investigated. For this purpose, livers were perfused with a saturating concentration of 2 mM glycerol, 5 mM L-alanine or 5 mM L-glutamine as gluconeogenic substrates. All experiments were performed 1 h after an ip injection of saline (CN group) or 1 IU/kg of insulin (IN group). The IN group showed higher (P<0.05) hepatic glucose production from glycerol, L-alanine and L-glutamine and higher (P<0.05) production of L-lactate, pyruvate and urea from L-alanine and L-glutamine. In addition, ip injection of 100 mg/kg glycerol, L-alanine and L-glutamine promoted glucose recovery. The results indicate that the hepatic capacity to produce glucose from gluconeogenic precursors was increased during insulin-induced hypoglycemia.
Descritores: Gluconeogênese
Hipoglicemia/metabolismo
Fígado/metabolismo
-Alanina/sangue
Alanina/farmacologia
Glicemia/análise
Crioprotetores/farmacologia
Gluconeogênese/efeitos dos fármacos
Glucose/biossíntese
Glutamina/sangue
Glutamina/farmacologia
Glicerol/sangue
Glicerol/farmacologia
Hipoglicemia/induzido quimicamente
Insulina/efeitos adversos
Ácido Láctico/biossíntese
Fígado/efeitos dos fármacos
Ácido Pirúvico/metabolismo
Ratos Wistar
Ureia/metabolismo
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde