Base de dados : LILACS
Pesquisa : D12.125.068.665 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 13 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 13 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1100424
Autor: Austin­Ward, Enrique Daniel.
Título: Papel de las poliaminas en la transducción de señales intracelulares: posibles proyec­ciones de uso clínico en el manejo de las distrofias musculares por medio de su inhibi­ción con difluorometilornitina / Polyamines role in intracellular signals transduction: possible projections for clinical use in muscular dy strophies ' management through its inhibition with difluoromethylornithine
Fonte: Rev. méd. Panamá;39(3):100-105, 2019. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Las distrofias musculares de origen genético son muy diversas y, tanto su diagnóstico preciso como su manejo, suponen un reto importante. En cuanto a este último aspecto, no obstante el desarrollo en proceso de nuevas estrategias a nivel molecular para su tratamiento, las herramientas con que se cuenta para este propósito son limitadas, y pocas veces pueden influir de manera efectiva para evitar el deterioro progresivo que muchos de estos pacientes experimentan. Además, las terapias de última generación no abarcan la gran diversidad de estas patologías y no se espera que estén disponibles a corto plazo para la mayoría de los pacientes. El propósito del artículo es mostrar el papel de las poliaminas, actores ubicuos en el metabolismo in­ tracelular tal vez poco conocidos; cómo están involucrados en los procesos fisiológicos y patológicos, y cómo también pudiesen estar involucrados en la fisiopatología de las distrofias musculares. Su inhi­bición controlada, mediante Difluorometilornitina (DFMO), pudiese constituir un mecanismo para en­ lentecer o eliminar el deterioro muscular de estos pacientes, al utilizarse como una herramienta dentro del arsenal de las ya existentes

Muscular dystrophies of genetic origin are very diverse and, both their precise diagnosis and their management represent an important challenge. Regarding this last aspect, despite the development in process of new strategies at the molecular level for its treatment, the tools available for this pur­ pose are limited, and can rarely influence effectively to avoid the progressive deterioration that many of these patients experience. In addition, the lates t­generation therapies do not cover the great diversity of these pathologies and are not expected to be available in the short term for most patients. The purpose of the article is to show the role of polyamines, ubiquitous actors in intracellular meta­ bolism, perhaps little known; how they are involved in physiological and pathological processes, and how they could also be involved in the physiopathology of muscular dystrophies. Its controlled inhi­ bition, by difluoromethylilitin (DFMO), could be a mechanism to slow or eliminate the muscle deterio­ ration of these patients, by being used as a tool within the arsenal of those already existing.
Descritores: Ornitina/farmacologia
Poliaminas/farmacologia
Distrofias Musculares/diagnóstico
-Poliaminas/química
Compostos Químicos
Distrofia Muscular de Duchenne/história
Distrofia Muscular de Duchenne/prevenção & controle
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: PA30.1 - BINASA - Biblioteca Nacional de Salud


  2 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1054911
Autor: JOAQUIM, HELENA P. G; COSTA, ALANA C; FORLENZA, ORESTES V; GATTAZ, WAGNER F; TALIB, LEDA L.
Título: Decreased plasmatic spermidine and increased spermine in mild cognitive impairment and Alzheimer's disease patients
Fonte: Arch. Clin. Psychiatry (Impr.) = Rev. psiquiatr. clín. (São Paulo) = Psiquiatria clínica;46(5):120-124, Sept.-Oct. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; . Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; . Instituto Nacional de Biomarcadores em Neuropsiquiatria.
Resumo: Abstract Background Current evidence suggests that upregulation of polyamines system plays a role both in cognitive deficit and synaptic loss observed in Alzheimer's disease (AD). Objective The aim of this study was to determine the plasmatic concentration of polyamines in mild cognitive impairment (MCI) and AD patients in comparison with healthy controls (HC). Methods Plasmatic polyamines were quantified using the AbsoluteIDQ® p180 and liquid chromatography coupled to tandem mass spectrometry (LC/MS-MS). Results The study group comprised 34 AD patients, 20 MCI and 25 HC. All individuals were followed for 4 years. During this period 8 amnestic MCI patients (40% of the MCI sample at baseline) converted to AD. Spermidine level was lower in both patient groups (AD; MCI) compared to HC (p = 0.007). Plasma levels of spermine were higher in the MCI group (p < 0.001), but decreased in the sub-sample of MCI patients who converted to AD (p = 0.043). No statistically significant differences were found in ornithine and putrescine levels (p = 0.056 and p = 0.126, respectively). Discussion Our results suggest dynamic changes in the expression of polyamines in the MCI-AD continuum.
Descritores: Poliaminas/sangue
Espermina/sangue
Doença de Alzheimer/fisiopatologia
Disfunção Cognitiva/fisiopatologia
-Ornitina/sangue
Poliaminas/metabolismo
Biomarcadores/sangue
Putrescina/sangue
Espermidina/sangue
Cromatografia Líquida/métodos
Espectrometria de Massas em Tandem/métodos
Metabolômica/métodos
Doença de Alzheimer/diagnóstico
Disfunção Cognitiva/diagnóstico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação


  3 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-974313
Autor: Rodrigues, Kaio César da Silva; Souza, Arianne Tairyne de; Badino, Alberto Colli; Pedrolli, Danielle Biscaro; Cerri, Marcel Otavio.
Título: Screening of medium constituents for clavulanic acid production by Streptomyces clavuligerus
Fonte: Braz. j. microbiol;49(4):832-839, Oct.-Dec. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: CNPQ.
Resumo: ABSTRACT Clavulanic acid is a β-lactam compound with potent inhibitory activity against β-lactamases. Studies have shown that certain amino acids play essential roles in CA biosynthesis. However, quantitative evaluations of the effects of these amino acids are still needed in order to improve CA production. Here, we report a study of the nutritional requirements of Streptomyces clavuligerus for CA production. Firstly, the influence of the primary nitrogen source and the salts composition was investigated. Subsequently, soybean protein isolate was supplemented with arginine (0.0-3.20 g L-1), threonine (0.0-1.44 g L-1), ornithine (0.0-4.08 g L-1), and glutamate (0.0-8.16 g L-1), according to a two-level central composite rotatable design. A medium containing ferrous sulfate yielded CA production of 437 mg L-1, while a formulation without this salt produced only 41 mg L-1 of CA. This substantial difference suggested that Fe2+ is important for CA biosynthesis. The experimental design showed that glutamate and ornithine negatively influenced CA production while arginine and threonine had no influence. The soybean protein isolate provided sufficient C5 precursor for CA biosynthesis, so that supplementation was unnecessary. Screening of medium components, together with experimental design tools, could be a valuable way of enhancing CA titers and reducing the process costs.
Descritores: Streptomyces/metabolismo
Ácido Clavulânico/biossíntese
Meios de Cultura/metabolismo
-Ornitina/análise
Ornitina/metabolismo
Streptomyces/genética
Ácido Glutâmico/análise
Ácido Glutâmico/metabolismo
Meios de Cultura/química
Nitrogênio/análise
Nitrogênio/metabolismo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-906980
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos.
Título: Aspartato de ornitina para o tratamento da hiperamonemia produzida por doenças hepáticas agudas e crônicas / Ornithine aspartate for the treatment of hyperammonemia caused by acute and chronic liver diseases.
Fonte: Brasília; CONITEC; jun. 2017. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: CONTEXTO: A hiperamonemia é caracterizada pelo elevado nível de amônia na corrente sanguínea, decorrente de falhas no catabolismo de aminoácidos ou amônia para uréia. As doenças hepáticas são as causas mais comuns de hiperamonemia em adultos. Podem ser agudas, como por exemplo, hepatites virais, isquemia, ou hepatotoxinas, ou crônicas, como cirrose hepática, hepatites, atresia biliar, deficiência de alfa1-antitripsina; doença de Wilson; fibrose cística; galactosemia e tirosinemia. A encefalopatia hepática (EH) é uma complicação neuropsiquiátrica frequente nos portadores de doenças hepáticas e caracteriza-se por distúrbios da atenção, alterações do sono e distúrbios motores que progridem desde simples letargia a estupor ou coma. É um distúrbio metabólico, portanto potencialmente reversível, sendo a hiperamonemia, o principal fator dessa condição. São alternativas terapêuticas, os dissacarídeos não absorvíveis (lactulose e lactitol), antibióticos orais não absorvíveis, BCAA (aminoácidos de cadeia ramificada) e probióticos. No SUS, a lactulose é a alternativa disponível para tratar essa condição. TECNOLOGIA: Aspartato de ornitina (Hepa-Merz®). INDICAÇÃO: Hiperamonemia produzida por doenças hepáticas agudas e crônicas. PERGUNTA: O uso do aspartato de ornitina é eficaz e seguro no tratamento da hiperamonemia produzida por doenças hepáticas agudas e crônicas? EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS: Foram encontrados 6 estudos, sendo 2 revisões sistemáticas, 3 ensaios clínicos e 1 parecer técnico-científico. As evidências demonstraram um benefício provável no uso do aspartato de ornitina em comparação à não intervenção ou placebo no tratamento da hiperamonemia decorrente de doenças hepáticas, predominantemente crônicas e presença de cirrose. Entretanto, comparado à lactulose, alternativa disponível no SUS e demais intervenções, não foi observado benefício adicional. AVALIAÇÃO ECONÔMICA: Foi realizada uma avaliação econômica com um modelo de custominimização. Para a realização dos cálculos, foram considerados somente os custos de aquisição dos medicamentos. Os resultados demonstram que a lactulose pode ser até 76% menos custosa que o aspartato de ornitina oral. AVALIAÇÃO DE IMPACTO ORÇAMENTÁRIO: A Secretaria-Executiva da CONITEC calculou o impacto orçamentário em um cenário base que considera uma divisão de mercado (Market-share) gradual de até 70% em 2021, considerando uma perspectiva de horizonte temporal de 5 anos. A quantidade de pacientes elegíveis foi estimada utilizando dados prevalência encontrados na literatura. Os custos de tratamento considerados foram aqueles já utilizados nas compras do Ministério da Saúde ou encontrados em busca no Banco de Preços em Saúde. O impacto orçamentário resultante da incorporação do aspartato de ornitina seria de um incremento de aproximadamente 15,3 milhões de reais em 5 anos após a incorporação. EXPERIÊNCIA INTERNACIONAL: Não foram encontradas avaliações sobre o aspartato de ornitina para tratamento da encefalopatia hepática ou hiperamonemia nas agências NICE (Inglaterra), CADTH (Canadá), SMC (Escócia) e PBAC (Austrália). DISCUSSÃO: Os resultados não demonstraram superioridade do aspartato de ornitina em relação á lactulose, alternativa disponível no SUS. A despeito dos resultados favoráveis ao aspartato de ornitina quando comparado com placebo/não intervenção, evidências robustas apontam efeito benéfico também da lactulose/lactitol sobre resultados clinicamente relevantes quando comparados à placebo/nenhuma intervenção, com destaque para o desfecho de mortalidade. Por fim, em um cenário de incorporação do aspartato de ornitina, haverá incremento importante no impacto orçamentário. RECOMENDAÇÃO DA CONITEC: Os membros da CONITEC, presentes na 54ª reunião ordinária, realizada nos dias 5 e 6 de abril de 2017, apreciaram a proposta e decidiram que a matéria seria disponibilizada em Consulta Pública com recomendação preliminar desfavorável à incorporação do aspartato de ornitina para o tratamento hiperamonemia produzida por doenças hepáticas agudas e crônicas. CONSULTA PÚBLICA: Foi realizada a Consulta Pública nº 16/2017 sobre o relatório de recomendação da CONITEC "Aspartato de ornitina para o tratamento da hiperamonemia produzida por doenças hepáticas agudas e crônicas" entre os dias 13/04/2017 e 02/05/2017. Foram recebidas 10 contribuições, sendo 8 pelo formulário para contribuições sobre experiência ou opinião e 2 pelo formulário para contribuições técnico-científicas. A maioria das contribuições foram contrárias à recomendação inicial da CONITEC. DELIBERAÇÃO FINAL: Os membros da CONITEC presentes na 56ª reunião do plenário do dia 07/06/2017 deliberaram por unanimidade recomendar a não incorporação do aspartato de ornitina para o tratamento da hiperamonemia produzida por doenças hepáticas agudas e crônicas, com a ressalva de que o Ministério da Saúde reformulará a demanda, especificando a população. Foi assinado o registro de deliberação nº 261/2017.(AU)
Descritores: Hiperamonemia/tratamento farmacológico
Hepatopatias/complicações
Ornitina/uso terapêutico
-Brasil
Avaliação em Saúde/economia
Avaliação da Tecnologia Biomédica
Sistema Único de Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Relatório Técnico
Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-755797
Autor: Gomig, Franciane; Galvão, Carolina Weigert; Freitas, Denis Leandro de; Labas, Larissa; Etto, Rafael Mazer; Esmerino, Luiz Antonio; Lima, Marcelo Andrade de; Appel, Marcia Helena; Zanata, Silvio Marques; Steffens, Maria Berenice Reynaud; Nader, Helena Bonciani; Silveira, Rafael Bertoni da.
Título: Quinolone resistance and ornithine decarboxylation activity in lactose-negative Escherichia coli
Fonte: Braz. j. microbiol;46(3):753-757, July-Sept. 2015. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo:

Quinolones and fluoroquinolones are widely used to treat uropathogenic Escherichia coli infections. Bacterial resistance to these antimicrobials primarily involves mutations in gyrA and parC genes. To date, no studies have examined the potential relationship between biochemical characteristics and quinolone resistance in uropathogenic E. coli strains. The present work analyzed the quinolone sensitivity and biochemical activities of fifty-eight lactose-negative uropathogenic E. coli strains. A high percentage of the isolates (48.3%) was found to be resistant to at least one of the tested quinolones, and DNA sequencing revealed quinolone resistant determining region gyrA and parC mutations in the multi-resistant isolates. Statistical analyses suggested that the lack of ornithine decarboxylase (ODC) activity is correlated with quinolone resistance. Despite the low number of isolates examined, this is the first study correlating these characteristics in lactose-negative E. coli isolates.

.
Descritores: Farmacorresistência Bacteriana Múltipla/genética
Infecções por Escherichia coli/tratamento farmacológico
Fluoroquinolonas/uso terapêutico
Lactose/metabolismo
Ácido Nalidíxico/uso terapêutico
Ornitina Descarboxilase/genética
Infecções Urinárias/tratamento farmacológico
Escherichia coli Uropatogênica/genética
-Antibacterianos/uso terapêutico
Brasil
DNA Girase/genética
DNA Topoisomerase IV/genética
Descarboxilação/genética
Descarboxilação/fisiologia
Infecções por Escherichia coli/microbiologia
Testes de Sensibilidade Microbiana
Ornitina/metabolismo
Infecções Urinárias/microbiologia
Escherichia coli Uropatogênica/efeitos dos fármacos
Escherichia coli Uropatogênica/enzimologia
Escherichia coli Uropatogênica/isolamento & purificação
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Vasconcelos, Paulo Roberto Leitão de
Texto completo
Id: lil-711591
Autor: Guimarães Filho, Artur; Cunha, Rodrigo Maranguape Silva da; Vasconcelos, Paulo Roberto Leitão de; Guimarães, Sergio Botelho.
Título: Glutamine and ornithine alpha-ketoglutarate supplementation on malate dehydrogenases expression in hepatectomized rats
Fonte: Acta cir. bras;29(6):365-370, 06/2014. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: PURPOSE: To evaluate the relative gene expression (RGE) of cytosolic (MDH1) and mitochondrial (MDH2) malate dehydrogenases enzymes in partially hepatectomized rats after glutamine (GLN) or ornithine alpha-ketoglutarate (OKG) suplementation. METHODS: One-hundred and eight male Wistar rats were randomly distributed into six groups (n=18): CCaL, GLNL and OKGL and fed calcium caseinate (CCa), GLN and OKG, 0.5g/Kg by gavage, 30 minutes before laparotomy. CCaH, GLNH and OKGH groups were likewise fed 30 minutes before 70% partial hepatectomy. Blood and liver samples were collected three, seven and 14 days after laparotomy/hepatectomy for quantification of MDH1/MDH2 enzymes using the real-time polymerase chain reaction (PCR) methodology. Relative enzymes expression was calculated by the 2-ΔΔC T method using the threshold cycle (CT) value for normalization. RESULTS: MDH1/MDH2 RGE was not different in hepatectomized rats treated with OKG compared to rats treated with CCa. However, MDH1/MDH2 RGE was greater on days 3 (321:1/26.48:1) and 7 (2.12:1/2.48:1) while MDH2 RGE was greater on day 14 (7.79:1) in hepatectomized rats treated with GLN compared to control animals. CONCLUSION: Glutamine has beneficial effects in liver regeneration in rats by promoting an up-regulation of the MDH1 and MDH2 relative gene expression. .
Descritores: Expressão Gênica/efeitos dos fármacos
Glutamina/farmacologia
Hepatectomia/métodos
Regeneração Hepática/efeitos dos fármacos
Malato Desidrogenase/metabolismo
Ornitina/análogos & derivados
-Regeneração Hepática/fisiologia
Modelos Animais
Malato Desidrogenase/genética
Ornitina/farmacologia
Distribuição Aleatória
Ratos Wistar
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real
Valores de Referência
Reprodutibilidade dos Testes
Fatores de Tempo
Regulação para Cima
Limites: Animais
Masculino
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-652673
Autor: Gavilanes, Alberto; Cedeño, Ricardo; Carló, Marcela.
Título: Eficacia de la terapia combinada lactulosa/l-ornitinal-aspartato vs. lactulosa en encefalopatía hepáticahiperamonémica: estudio retrospectivo en el hospital “Luis Vernaza”, Guayaquil, Ecuador. Enero 2006 a diciembre 2010 / Efficacy of lactulosa/l-ornitina- l-aspartate combined therapy vs. lactulose in hyperammonemic hepatic encephalopathy: a retrospective study at “Luis Vernaza” hospital, Guayaquil, Ecuador. From january 2006 to december 2010
Fonte: Medicina (Guayaquil);16(4):257-265, 2011.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: determinar la efectividad de la terapia combinada lactulosa/l-ornitina l-aspartato (L/LOLA) vs lactulosa (L) en relación a la mejoría clínica de acuerdo a la escala West Haven y reducción de amonio en los pacientes con encefalopatía hepática durante 7 días. Metodología: estudio retrospectivo de expedientes clínicos de los pacientes ingresados desde enero 2006 a diciembre 2010 con diagnóstico de encefalopatía hepática en el hospital “Luis Vernaza”. Resultados: se revisaron 301 registros médicos de los cuales 78 fueron elegidos para el estudio (L=31, L/LOLA=47) evidenciándose predominio en grados de encefalopatía II con 38.5% (n=30) y III con 51.3% (n=40) de la población total estudiada. Se observó que el 80.65% (n=25) de los pacientes con lactulosa mejoraron su estadío de encefalopatía vs el 65.96% (n=31) del grupo con terapia combinada (p=0.16). En relación al amonio se encontró una disminución de 84.19mcg/dL en el grupo con lactulosa vs 80.83 mcg/dL con la terapia combinada (p=0.45). Se encontró que el 66.6% (n=52) del total de pacientes en estudio tuvieron MELD (Model for End-Stage Liver Disease) > 16. Finalmente el 78.2% (n=61) de la población del estudio cursó con trombocitopenia. Conclusiones: la terapia combinada no demostró resultados significativos comparados con lactulosa al evaluar mejoría clínica y reducción de niveles de amonio a los 7 días. Se debe realizar estudios prospectivos usando LOLA con mayor duración de terapia y evaluar terapias complementarias.

Objective: to determine the effectiveness of the lactulose/l-ornithine l-aspartate (L/LOLA) combined therapy vs. lactulose (L) in relation to clinical improvement according to the West Haven scale and the reduction of ammonia in patients with hepatic encephalopathy during 7 days. Methodology: retrospective study of the medical records of patients admitted to the “Luis Vernaza” hospital with a diagnosis of hepatic encephalopathy from January 2006 to December 2010. Results: 301 medical records were reviewed of which 78 were chosen for the study (L=31, L/LOLA=47) showing a prevalence of grade-II encephalopathy of 38.5% (n=30), and grade-III encephalopathy of 51.3% (n=40) of the total study population. It was observed that 80.65% (n=25) of the patients with lactulose improved their stage of encephalopathy vs. 65.96% (n=31) of the combined-therapy group (p=0.16). With respect to the ammonium, there was a decrease of 84.19 mcg/dL in the lactulose group vs. 80.83 mcg/dL in the combined therapy group (p=0.45). We found that 66.6% (n=52) of all the study patients had MELD (Model for End-Stage Liver Disease) > 16. Finally, 78.2% (n=61) of the study patients showed thrombocytopenia. Conclusions: the combined therapy did not show significant results compared with only lactulose when assessing clinical improvement and the reduction of ammonia levels after 7 days. Prospective studies should be done using LOLA with a longer duration of therapy; complementary therapies should also be evaluated.
Descritores: Encefalopatia Hepática/terapia
Lactulose/uso terapêutico
Ornitina
-Hiperamonemia
Cirrose Hepática
Limites: Masculino
Adulto
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Guia de Prática Clínica
Responsável: EC13.1 - Biblioteca


  8 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Vasconcelos, Paulo Roberto Leitão de
Texto completo
Id: lil-600649
Autor: Gonçalves, Eduardo Silvio Gouveia; Rabelo, Camila Menezes; Prado Neto, Alberico Ximenes do; Garcia, José Huygens Parente; Guimarães, Sérgio Botelho; Vasconcelos, Paulo Roberto Leitão de.
Título: Effect of short-term ornithine alpha-ketoglutarate pretreatment on intestinal ischemia-reperfusion in rats / Efeitos do pré-tratamento em curto prazo com ornitina alfa-cetoglutarato na isquemia-reperfusão intestinal em ratos
Fonte: Acta cir. bras;26(supl.1):2-7, 2011. graf.
Idioma: en.
Resumo: PURPOSE: To investigate the effects of preventive enteral administration of ornithine alpha-ketoglutarate (OKG) in an ischemia-reperfusion rat model. METHODS: Sixty rats were randomized into five groups (G1-G5, n = 12). Each group was divided into two subgroups (n = 6) and treated with calcium carbonate (CaCa) or OKG by gavage. Thirty minutes later, the animals were anesthetized with xylazine 15mg + ketamine 1mg ip and subjected to laparotomy. G1-G3 rats served as controls. Rats in groups G4 and G5 were subjected to ischemia for 30 minutes. Ischemia was achieved by clamping the small intestine and its mesentery, delimiting a segment of bowel 5 cm long and 5 cm apart from the ileocecal valve. In addition, G5 rats underwent reperfusion for 30 minutes. Blood samples were collected at the end of the laparotomy (G1), after 30 minutes (G2, G4) and 60 minutes (G3, G5) to determine concentrations of metabolites (pyruvate, lactate), creatine phosphokinase (CPK), thiobarbituric acid reactive substances (TBARS) and glutathione (GSH). RESULTS: There was a significant decrease in tissue pyruvate and lactate and plasma CPK levels in OKG-treated rats at the end of reperfusion period. GSH levels did not change significantly in ischemia and reperfusion groups. However, TBARS levels increased significantly (p<0.05) in tissue samples in OKG-treated rats subjected to ischemia for 30 minutes. CONCLUSION: Short-term pretreatment with OKG before induction of I/R decreases tissue damage, increases pyruvate utilization for energy production in the Krebs cycle and does not attenuate the oxidative stress in this animal model.

OBJETIVO: Investigar os efeitos da administração enteral preventiva de ornitina alfa-cetoglutarato (OKG) em modelo de isquemia-reperfusão no rato. MÉTODOS: Sessenta ratos foram randomizados em cinco grupos (G1-G5, n=12). Cada grupo foi redistribuído em dois subgrupos (n=6) e tratado com carbonato de cálcio (CaCa) ou OKG por gavagem. Trinta minutos mais tarde, os animais foram anestesiados com xilazina 1mg+cetamina 15mg i.p. e submetidos à laparotomia. Os ratos dos grupos G4-G5 foram submetidos à isquemia por 30 minutos. A isquemia foi obtida por pinçamento do intestino delgado, delimitando um segmento com 5 cm de comprimento e distando 5 cm da válvula ileocecal. O grupo G5 foi submetido à reperfusão por 30 minutos. Amostras de sangue foram coletadas no final da laparotomia (G1), após 30 minutos (G2, G4) e 60 minutos (G3, G5) para determinação das concentrações de metabolitos (piruvato, lactato), creatinofosfoquinase (CPK), substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS) e glutationa (GSH). RESULTADOS: Observou-se redução significante (p<0,05) das concentrações de piruvato e lactato, teciduais e CPK plasmático em ratos tratados com OKG, no final do período de reperfusão. Não houve alteração significante nos níveis plasmáticos e teciduais de GSH. Entretanto os níveis de TBARS aumentaram significativamente (p<0,05) em amostras de tecido de ratos tratados com OKG submetido à isquemia por 30 minutos. CONCLUSÃO: o pré-tratamento em curto prazo com OKG antes da indução da I/R diminui a lesão tecidual, aumenta a utilização de piruvato para produção de energia no ciclo de Krebs, mas não atenua o estresse oxidativo neste modelo animal.
Descritores: Enteropatias/prevenção & controle
Intestino Delgado/irrigação sanguínea
Isquemia/complicações
Ornitina/análogos & derivados
Traumatismo por Reperfusão/prevenção & controle
-Carbonato de Cálcio/sangue
Carbonato de Cálcio/uso terapêutico
Modelos Animais de Doenças
Intestino Delgado/efeitos dos fármacos
Isquemia/sangue
Ligadura
Ácido Láctico/sangue
Ornitina/sangue
Ornitina/uso terapêutico
Estresse Oxidativo/efeitos dos fármacos
Ácido Pirúvico/sangue
Distribuição Aleatória
Traumatismo por Reperfusão/sangue
Fatores de Tempo
Resultado do Tratamento
Limites: Animais
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 13 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-510678
Autor: Neves, Gisele Kleine; Mangrich, Iriane Eger; Zoccoli, Cassia Maria; Cancian, Rafael; Persuhn, Darlene Camati.
Título: Análise molecular de estirpes de Escherichia coli isoladas a partir de amostras de urina de pacientes ambulatoriais por RFLP da região intergência 16s-23s' / Molecular analysis based on intergenic 16s-23s RFLP of Escherichia coli strains obtained from urine samples of ambulatorial pacients
Fonte: Rev. bras. anal. clin;40(1):61-64, 2008. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: A análise de RFLP (Restriction Fragment Lenght Polymorphism) da região intergênica 16S-23S rDNA tem sido utilizada na diferenciação de estirpes de vários microrganismos. A digestão do produto de amplificação da região intergênica em isolados uropatogênicosde Escherichia coli com a enzima RsaI gerou dois padrões distintos, separando as estirpes em dois grupos: alfa e beta. Este trabalho teve como objetivo enquadrar dentro destes grupos 60 estirpes de E. coli isoladas a partir de urina de pacientes ambulatoriais no Laboratório Médico Santa Luzia (Florianópolis). Os produtos de amplificação foram digeridos com a enzima RsaI. Os fragmentos resultantes foram submetidos a análise eletroforética em gel de agarose 2% e as estirpes com padrões de restrição condizentes foram agrupadas. Através destas análises foi possível estabelecer correlações entre o perfil molecular e outros dados de análise bioquímicae de resistência a antibióticos.

RFLP analysis of 16S-23S rDNA intergenic region have been used in differentiation of many microorganisms strains. The digestion of the product of intergenic region amplification in uropathogenic strains of Escherichia coli with RsaI generated two distintpatterns: alpha and beta. This project had the aim of classify 60 Escherichia coli strains obtained from ambulatorial patients urine of the Laboratório Médico Santa Luzia (Florianópolis). The amplification products were digested with RsaI enzyme. The fragments weresubmitted to eletrophoretic analysis in 2% agarosis gel. Strains with the same restriction pattern were identified. This analysis allowed the correlation between molecular profile and biochemical and antibiotical resistence data.
Descritores: Resistência Microbiana a Medicamentos
Eletroforese em Gel de Ágar
Escherichia coli
Infecções por Escherichia coli
Testes de Sensibilidade Microbiana
Polimorfismo de Fragmento de Restrição
RNA RIBOSSOMICO ABNORMALITIES, MULTIPLES
RNA RIBOSSOMICO ABORTIFACIENT AGENTS, NONSTEROIDALS
Infecções Urinárias
Urina/microbiologia
-Amoxicilina
Resistência a Ampicilina
Cefalotina
Ácido Clavulânico
Gentamicinas
Ácido Nalidíxico
Ornitina
Rafinose
Sulfametoxazol
Xilose
Limites: Humanos
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM


  10 / 13 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-424091
Autor: Furts, Peter.
Título: Aminoacidos condicionalmente indispensables en la alimentacion enteral (glutamina, cistina, cisteina, tirosina, arginina, ornitina, taurina) y el concepto de dipeptidos / Aminoacids in enteral feeding (glutamine, cystine, cysteine, tirosine, arginine, ornithine, taurine) and concept of dipeptides
Fonte: Lect. nutr;7(1):23-40, mar. 2000. tab.
Idioma: es.
Descritores: Arginina
Cisteína/metabolismo
Cistina
Dipeptídeos/metabolismo
Glutamina
Nutrição Enteral/métodos
Ornitina
Taurina
Tirosina
Responsável: CO5.1 - Centro de Información y Conocimiento



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde