Base de dados : LILACS
Pesquisa : D12.644.276.374.410 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 29 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 29 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Cavalcante, Leny A
Allodi, Silvana
Texto completo
Id: biblio-890761
Autor: Carvalho, Litia Alves de; Fleming, Renata; Sant'Anna, Moysés; Guimarães, Roberta; Dantas, Adalmir Morterá; Morizot-Leite, Eduardo; Cavalcante, Leny A; Allodi, Silvana.
Título: Neuroprotective effects of erythropoietin on rat retinas subjected to oligemia
Fonte: Clinics;73:e161, 2018. graf.
Idioma: en.
Resumo: OBJECTIVES: Erythropoietin may have neuroprotective potential after ischemia of the central nervous system. Here, we conducted a study to characterize the protective effects of erythropoietin on retinal ganglion cells and gliotic reactions in an experimentally induced oligemia model. METHODS: Rats were subjected to global oligemia by bilateral common carotid artery occlusion and then received either vehicle or erythropoietin via intravitreal injection after 48 h; they were euthanized one week after the injection. The densities of retinal ganglion cells and contents of glial fibrillary acidic protein (astrocytes/Müller cells) and cluster of differentiation 68 clone ED1 (microglia/macrophages), assessed by fluorescence intensity, were evaluated in frozen retinal sections by immunofluorescence and epifluorescence microscopy. RESULTS: Retinal ganglion cells were nearly undetectable one week after oligemia compared with the sham controls; however, these cells were partially preserved in erythropoietin-treated retinas. The contents of glial fibrillary acidic protein and cluster of differentiation 68 clone ED1, markers for reactive gliosis, were significantly higher in retinas after bilateral common carotid artery occlusion than those in both sham and erythropoietin-treated retinas. CONCLUSIONS: The number of partially preserved retinal ganglion cells in the erythropoietin-treated group suggests that erythropoietin exerts a neuroprotective effect on oligemic/ischemic retinas. This effect could be related to the down-modulation of glial reactivity, usually observed in hypoxic conditions, clinically observed during glaucoma or retinal artery occlusion conditions. Therefore, glial reactivity may enhance neurodegeneration in hypoxic conditions, like normal-tension glaucoma and retinal ischemia, and erythropoietin is thus a candidate to be clinically applied after the detection of decreased retinal blood flow.
Descritores: Células Ganglionares da Retina/efeitos dos fármacos
Eritropoetina/farmacologia
Fármacos Neuroprotetores/farmacologia
Proteína Glial Fibrilar Ácida/efeitos dos fármacos
-Doenças Retinianas/patologia
Contagem de Células
Fatores de Crescimento de Células Hematopoéticas/farmacologia
Ratos Wistar
Artéria Carótida Primitiva/cirurgia
Lesões das Artérias Carótidas/cirurgia
Modelos Animais de Doenças
Ectodisplasinas/efeitos dos fármacos
Limites: Animais
Masculino
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 29 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-615338
Autor: Dorticós-Balea, Elvira; Jaime-Fagundo, Juan C; Pavón-Morán, Valia; Reboredto-Domínguez, Mercedes; Hernández-Ramírez, Porfirio.
Título: Actualización en trasplante de células progenitoras hematopoyéticas en pacientes pediátricos en los últimos 15 años / Updating in transplant of hematopoietic progenitor cells in pediatric patients during the past 15 years
Fonte: Rev. cuba. hematol. inmunol. hemoter;27(1), ene.-mar. 2011.
Idioma: es.
Resumo: En el pasado año 2010 se conmemoró el 25º aniversario de la introducción en Cuba del trasplante de médula ósea, y su desarrollo ha seguido la secuencia de la historia universal del trasplante hematopoyético. En este trabajo nos referimos a los logros más importantes que se han alcanzado en los últimos 15 años, como ha sido la introducción del trasplante con células movilizadas hacia la sangre periférica. Se exponen los resultados parciales de un estudio comparativo de 2 grupos de pacientes pediátricos, uno que recibió células progenitoras hematopoyéticas obtenidas de médula ósea y otro con células movilizadas hacia la sangre periférica mediante factores de crecimiento hematopoyéticos. Otros avances han sido: la introducción del trasplante no mieloablativo en el año 2002, la aplicación de factores recombinantes producidos en Cuba en el manejo de los pacientes trasplantados, y la introducción de técnicas de quimerismo. Se analizan diferentes aspectos relacionados con la histocompatibilidad y los requerimientos para mejorar los resultados del trasplante. Se señala la contribución que ha tenido la experiencia obtenida con este proceder, para el desarrollo de la medicina regenerativa

In the past year 2010, it was commemorate the 25 Anniversary of introduction in Cuba of the bone marrow transplantation and its development has followed the sequence of the universal history of the hematopoietic transplantation. In present paper authors made reference to more important achievements over the past 15 years including the introduction of the transplantation with mobilized cell to peripheral blood. Partial results of a comparative study of 2 groups of pediatric patients are showed; one received hematopoietic progenitor cells obtained from the bone marrow and other with cells mobilized to the peripheral blood by means of hematopoietic growth factors. Other advances include: the introduction of non-myeloablation transplantation in 2002, the application of recombinant factors produced in Cuba in the management of transplanted patients and the introduction of chimerism. Different features related to histocompatibility are analyzed as well as the requirements to improve the transplantation results. It is indicated the contribution of the experience obtained with this procedure for the development of the regenerative medicine
Descritores: Células-Tronco Hematopoéticas/fisiologia
Fatores de Crescimento de Células Hematopoéticas/uso terapêutico
Transplante de Medula Óssea/história
Transplante de Medula Óssea/métodos
-Estudos de Casos e Controles
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  3 / 29 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-604059
Autor: Costa, Claudia Raquel Cantarelli.
Título: Detecção da carga viral dos herpesvirus HHV-5 (citomegalovirus) e HHV-6 pela reação em cadeia da polimerase em tempo real e transcrição reversa acoplada a nested-PCR em pacientes receptores de transplante de celulas tronco hematopoieticas / Detection of herpesvirus HHV-5 (cytomegalovirus) and HHV-6 viral load by real time polymerase chain reaction and reverse transcription nested polymerase chain reaction in hematopoietic stem cell transplantation recipients.
Fonte: Campinas; s.n; 2009. 189 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O cytomegalovirus humano (HCMV) e o herpesvirus humano 6 (HHV-6) são β-herpesvirus com homologia superior a 67 por cento e alta soroprevalência na população adulta. A infecção primaria por estes herpesvirus ocorre comumente na infância e é normalmente subclinica, ou pode causar mononucleose (HCMV) ou exantema súbito (HHV-6) sendo resolvidos na maioria dos casos sem complicações. Após a infecção primária os vírus permanecem no hospedeiro por toda vida podendo ser reativado de seu estado de latência em indivíduos adultos imunocomprometidos como os receptores de células tronco hematopoiéticas (TCTH). A reativação ou reinfecção por estes vírus causam serias complicações em pacientes submetidos ao transplante de células tronco hematopoiéticas como pneumonia intersticial, febre, gastroenterite, mielossupressão, encefalite e doença do enxerto contra o hospedeiro (GVHD). A reativação do HHV-6 após o transplante é associada com o desenvolvimento de infecções oportunistas, doença causada pelo citomegalovírus humano e possíveis episódios de rejeição aguda. Com efetivos tratamentos antivirais disponíveis, um monitoramento adequado destes vírus distinguindo entre latência e reativação é critico para estes pacientes. Monitoramos 30 pacientes submetidos à TCTH quanto a infecção ativa por HCMV e HHV-6 pelas técnicas de nested-PCR em soro e células, PCR- em tempo real em soro e células e transcrição reversa acoplada a nestedPCR (RT-nPCR). 29 pacientes (96,66 por cento) apresentaram infecção ativa por HCMV sendo 21 pacientes (70 por cento) pela nested-PCR em células, 17 pacientes(56,66 por cento) pela neste-PCR em soro, 23 pacientes(76,67 por cento) pela PCR em tempo real em células,19 pacientes (63,33 por cento) pela...

Human cytomegalovirus (HCMV) and human herpesvirus type 6 (HHV-6) are β-herpesvirinae extremely closely related with a homology > 67 per cent with a high seroprevalence in the adult population. Primary infection commonly appears in early childhood and is usually subclinical, or may cause mononucleosis (HCMV) or febrile illness, including exanthema subitum (HHV-6), solving, in the majority of cases, without complications. After primary infection, the viruses persist in the infected individual through life and can be reactivated from their state of latency in immunocompromised hosts. Reactivation or reinfection causes severe clinical diseases in patients who underwent hematopoietic stem cell transplantation, like interstitial pneumonia, fever, gastroenteritis, myelossupression, encephalitis and graft-versus-host-disease (GVHD). A potential increase in virulence of HHV-6 in the course of a simultaneous CMV reactivation, leading to a great risk of CMV-associated disease. In this present study, 30 patients who received HSCT were monitoring for active HCMV and HHV-6 infection by Nested PCR in serum and peripheral blood leukocytes (PBL) samples, real time PCR in serum and PBL and RT-nPCR. In 29 patients (96,66 per cent) active HCMV infection was detected: 21 patients (70 per cent) by PBL nested-PCR, 17 patients (56,66 per cent) by serum neste-PCR, 23 patients (76,67 per cent) by PBL nested real-time-PCR, 19 patients (63,33 per cent) by...
Descritores: Citomegalovirus
Transplante de Células-Tronco Hematopoéticas
HERPESVIRUS HUMANO ABDOMEN, ACUTE
Reação em Cadeia da Polimerase Via Transcriptase Reversa
-Fatores de Crescimento de Células Hematopoéticas
Reação em Cadeia da Polimerase
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR734.1 - Biblioteca Central Cesar Lattes - BCCL
BR734.1; T/UNICAMP, C823d


  4 / 29 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-478528
Autor: Fay, André Poisl; Barrios, Carlos Henrique E.
Título: O uso profilático de fatores de crescimento, estimuladores de colônias hematopoéticas, em pacientes oncológicos submetidos à quimioterapia / The prophylactic use of growth factors, stimulating of Hematopoietic colonies, in oncological patients submitted to the chemotherapy
Fonte: Acta méd. (Porto Alegre);28:429-434, 2007.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo dos autores é fazer uma revisão sobre as indicações atuais do uso de fatores de crescimento, estimuladores de colônias hematopoéticas, na profilaxia da neutropenia febril, em pacientes submetidos à quimioterapia, avaliando seu custo-benefício.
Descritores: Fatores de Crescimento de Células Hematopoéticas
Neutropenia
Neoplasias/tratamento farmacológico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR500.1 - Biblioteca


  5 / 29 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-434346
Autor: Torres, José D.
Título: Uso clínico de los factores de crecimiento hematopoyéticos / Clinical use of hematopoyetic growth factor
Fonte: Iatreia;7(4):173-180, dic. 1994. graf.
Idioma: es.
Resumo: Los factores de crecimiento hematopoyético {FCH) son producto de la excitante y prometedora industria de la biología molecular y la Ingeniería genética. Se hace una revisión de la farmacología del Factor Estimulador de Colonias de Granulocitos y del Factor Estimulador de Colonias de Granulocitos-Macrófagos, como también de su uso clínico en neutropenia aguda post-quimioterapia mielotóxica anticancerosa, trasplante de médula ósea, leucemia aguda, síndromes mielodisplásicos, anemia aplástica, síndrome de inmunodeficiencia adquirida y neutropenia crónica.
Descritores: Fator Estimulador de Colônias de Granulócitos
Fator Estimulador de Colônias de Granulócitos e Macrófagos
Fatores de Crescimento de Células Hematopoéticas
Neutropenia
Trombocitopenia
Responsável: CO56.1 - Biblioteca


  6 / 29 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-422252
Autor: Veiga, Álvaro José Martins de Oliveira.
Título: Avaliação da presença e atividade biológica de citocinas hematopoiéticas no colostro humano / Evaluation of the presence and biological activity of hematopoietics cytokines in colostrum human.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2003. xvi,125 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Fernandes Figueira para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Técnicas foram aplicadas para a detecção de citocinas: por imunocitoquímica para as citocinas; por marcação intracelular em citometria de fluxo para as citocinas IL-4, IL-5,IL-6,INF-y e GM-CSF. As células do colostro são constituídas principalmente por macrófagos e lifócitos. A representação destas populações foi confirmada pela distribuição dos marcadores de superfície CD11b e CD3. A marcação intracelular com CD14 forneceu resultados comparáveis aos da marcação de superfície com CD11b. Em contraste, a freqüência de células com positividade para CD14 na superfície foi muito baixa, o que foi interpretado, como evidência de rápida conversão do CD14 de membrana em CD14 solúvel. As células T do colostro incluem subpopulações com marcadores fenotípicos de ativação CD69,e subpopulações com marcadores fenotípicos de células de memória CD45RO. Foram encontradas células com marcação para o CD158, indicando a presença de células NK. Evidenciou presença das citocinas imuno-regulatórias IL-4, IL-5 em microscopia ótica e IL-4, IL-5 e INF-y, por detecção intracitoplasmática em citometria de fluxo. Estes resultados permitiram caracterizar a presença de células Th1 e Th2 no colostro. Foram igualmente detectadas IL-10, TNF-a e GM-CSF, e associadas a macrófagos. Evidenciou a presença de fatores hematopoiéticos biologicamente ativos utilizando como bio-ensaio a indução de proliferação e a manutenção da viabilidade celular em culturas líquidas de células hematopoiéticas do sangue de cordão umbilical. Colostro teve atividade superior à da associação GM-CSF/IL-3 num período de 7-14 dias de cultura. A atividade biológica foi perdida progressivamente com períodos crescentes. A transferência de um número expressivo de células da mãe para o recém-nascido com capacidade de secretar citocinas biologicamente ativas, a presença de linfócitos T de memória, e o estado ativado em que muitas células se encontram, além das atividades biológicas demonstradas ex vivo, são compatíveis com a hipótese de que o colostro exerce um importante papel na imunomodulação da criança. Os resultados apontam, em estudos futuros: os alvos da ação das citocinas detectadas, no próprio colostro e/ou no revestimento do trato digestivo; possíveis mecanismos pelos quais a transferência adotiva de imunidade inata e adquirida via colostro possa exercer efeitos sistêmicos no lactente.
Descritores: Fatores Biológicos
Colostro
Citocinas
Fatores de Crescimento de Células Hematopoéticas
Responsável: BR663.1 - Biblioteca da Saúde da Mulher e da Criança
BR663.1; 612.41, V426a


  7 / 29 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-411426
Autor: Cáceres, W; Báez, L; Aponte, I; Rodríguez, N; Maldonado, A.
Título: Current role of chemotherapy protectors in cancer treatment
Fonte: Bol. Asoc. Méd. P. R;89(10/12):184-188, Oct.-Dec. 1997.
Idioma: en.
Resumo: The administration of full doses of chemotherapy according to an established schedule improves the response rate and duration of response in cancer patients. However, frequently there are delays in therapy due to dose-limiting side effects and chemotherapy could affect permanently normal tissues. This has led to the development of chemotherapy protectors and of rescue agents in the past years. We will discuss some of these new agents and their use in cancer treatment. Some of these agents include amifostine (Ethyol), dexrazoxane (Zinecard), mesna (Mesnex), leucovorin, G-CSF, GM CSF, recombinant erythropoietin and thrombopoietin. Oncologists must learn the adequate use of different strategies in reducing chemotherapy toxicity in order to improve both the quality and quantity of life of cancer patients
Descritores: Antineoplásicos/efeitos adversos
Neoplasias/tratamento farmacológico
-Amifostina/uso terapêutico
Doenças Hematológicas/induzido quimicamente
Doenças Hematológicas/prevenção & controle
Gastroenteropatias/induzido quimicamente
Gastroenteropatias/prevenção & controle
Fatores de Crescimento de Células Hematopoéticas/uso terapêutico
Leucovorina/uso terapêutico
Mesna/uso terapêutico
Nefropatias/induzido quimicamente
Nefropatias/prevenção & controle
Proteínas Recombinantes/uso terapêutico
Razoxano
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 29 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-408863
Autor: Ribeiro, Andreza Alice Feitosa.
Título: Células mononucleares de sangue de cordão umbilical e de sangue periférico estimulado com fator de crescimento granulocítico (G-CSF): análise da proliferação e de apoptose in vitro / Mononuclear cells of umbilical cord blood and of granulocyte colony-stimulating factor: analyses of proliferation and apoptosis in vitro.
Fonte: São Paulo; s.n; 2003. [201] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Departamento deClínica Médica. Disciplina de Hematologia para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Células mononucleares de sangue de cordão umbilical (SCU) e sangue periférico mobilizado (SPM) com G-CSF, foram cultivadas in vitro com citocinas, na presença ou não de estroma de medula óssea. Os objetivos foram avaliar a capacidade proliferativa de células progenitoras, a ocorrência de apoptose e expressão de integrina. Nas culturas sem estroma, a celularidade aumentou 5 vezes (SCU) e não se alterou nas de SPM. O total de células CD34+ caiu em ambas culturas. Com estroma, o total de células nucleadas aumentou 7 vezes (SCU) e 2,3 vezes (SPM). O total de células CD34+ permaneceu o mesmo. A apoptose foi menor nas culturas de SCU. A expressão de integrina caiu, na população de células CD34+ e de CD45+ / Mononuclear cells from umbilical cord blood (UCB) and G-CSF mobilized peripheral blood (MPB), were cultured in vitro, in the presence of cytokines, with or without bone marrow stroma. The aims were to evaluate the proliferative response of progenitor cells, occurrence of apoptosis and expression of adhesion molecule. In cultures without stroma, cellularity increased 5-fold for UCB, but has not changed for MPB. The number of CD34+ cells has dropped in both culture. With stroma, total nucleated cells had a 7-fold increse (UCB) and a 2,3-fold (MBP), however, CD34+ cells number has not changed. Apoptosis was lower in UCB culture. The expression of integrin decreased, in the...
Descritores: Apoptose/fisiologia
Cordão Umbilical/transplante
Leucócitos Mononucleares/imunologia
-Células Estromais/fisiologia
Citocinas/agonistas
Divisão Celular/imunologia
Fatores de Crescimento de Células Hematopoéticas/agonistas
Moléculas de Adesão Celular/sangue
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1; W4.DB8, R367cms, FM-2


  9 / 29 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-348477
Autor: Tordecilla C., Juan; Campbell, Myriam; Joannon, Pilar; Avila, Ricardo; Soto, Verónica; Rizzardini, Carlos.
Título: Anemia aplástica: experiencia con 7 casos / Aplastic anemia: a report of 7 cases
Fonte: Rev. chil. pediatr;74(2):179-185, mar.-abr. 2003. tab.
Idioma: es.
Resumo: La anemia aplástica (AA) es una falla medular caracterizada por pancitopenia en sangre periférica como resultado de una disminución de la producción de células sanguíneas en médula ósea. Tiene diversas etiologías y una incidencia de 2 a 4 casos por 1 000 000 niños menores de 15 años. El tratamiento de elección es el transplante de médula ósea alogénico o en su defecto la inmunosupresión con lingoglobulina o timoglobulina además de ciclosporina, metilprednisolona y factores de crecimiento hematopoyético. Se presenta la experiencia con 7 pacientes del Hospital Roberto del Río diagnosticados entre los años 1995 y 2000, edad 2 meses a 13 años, con biopsia de médula ósea compatible. Dos pacientes presentaban etiología congénita, 3 con antecedentes de hepatitis y 2 fueron considerados idiopáticos. Un paciente fue transplantado de un hermano compatible luego de recibir inmunosupresión, 3 recibieron inmunosupresión con linfo/timoglobulina además de ciclosporina y factor estimulante de colonias de granulocitos y 3 niños sólo recibieron tratamiento de sostén con metilprednisolona o factores de crecimiento. Dos pacientes fallecieron precozmente por cuadro infeccioso. Cinco pacientes están vivos con una mediana de seguimiento de 43 meses, los 4 que recibieron inmunosupresión incluido el paciente transplantado, y la paciente con anemia de Fanconi
Descritores: Anemia Aplástica/tratamento farmacológico
Ciclosporina
-Anemia Aplástica/cirurgia
Fatores de Crescimento de Células Hematopoéticas/farmacologia
Imunossupressão
Metilprednisolona
Pancitopenia
Receptores de Fator Estimulador de Colônias
Transplante Homólogo
Limites: Humanos
Masculino
Adolescente
Criança
Feminino
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  10 / 29 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-296216
Autor: Azevedo, Wellington; Ribeiro, Maria Cecília C.
Título: Fontes de células-tronco hematopoéticas para transplantes / Sources of hematopoietic stem cells for transplantation
Fonte: Medicina (Ribeiräo Preto);33(4):381-9, out.-dez. 2000. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Atualmente, vários tipos de células-tronco hematopoéticas (CTH), provenientes de diferentes tecidos e doadores, säo disponíveis para transplante em seres humanos. Nesta revisäo, discute-se a utilizaçäo de CTH alogênicas, obtidas diretamente da medula óssea ou mobilizadas para o sangue periférico com fatores de crescimento hematopoéticos. Comparam-se os dois tipos de transplante em relaçäo a enxertia, recaída da doença básica, ocorrência de doença do enxerto-contra-hospedeiro (GCHD) aguda e crônica e sobrevida. Embora haja nítida vantagem do transplante do CTH periféricas, a curto prazo, em relaçäo à medula óssea, a maior incidência de GVHD crônico e o seguimento ainda curto dos pacientes näo recomenda, por ora, a adoçäo generalizada do TCTH de sangue periférico para transplantes alogênicos.
Descritores: Transplante de Medula Óssea
Fatores de Crescimento de Células Hematopoéticas
Células-Tronco Hematopoéticas
-Doença Enxerto-Hospedeiro
Transplante Homólogo
Limites: Humanos
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde