Base de dados : LILACS
Pesquisa : D12.644.360.262 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 16 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 16 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-934269
Autor: Bastos, Nina Carrossini.
Título: Papel do fator NFAT1 na regulação do ciclo celular e na expressão de ciclinas.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2008. 100 p.
Idioma: pt; pt.
Tese: Apresentada a Instituto Nacional de Câncer para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A família de fatores de transcrição NFAT (Nuclear Factor of Activated T cells) apresenta um papel central na regulação de diversos genes relacionados com a resposta imune e recentemente foram implicados na proliferação e diferenciação de diversos tipos celulares. Nossos resultados mostram que os linfócitos B deficientes para NFAT1, quando estimulados pelo BCR, proliferavam mais, apresentavam um aumento do número de células na fase G1 do ciclo celular e um aumento na expressão dos genes das ciclinas A2, E1 e E2. Além disso, o silenciamento do NFAT1 aumentou a proliferação de uma linhagem celular de células B. Análises adicionais demonstraram que a expressão ectópica de NFAT1 em células CHO inibiu a proliferação celular, a expressão das ciclinas A2, E1 e E2, a formação de colônias in vitro e o crescimento tumoral in vivo. Juntos estes resultados indicam que o NFAT1 apresenta um papel de regulador negativo do ciclo celular.

The NFAT (Nuclear Factor of Activated T cells) family of transcription factors plays a central role in the regulation of several genes related to the immune response and has been recently implicated in the proliferation and differentiation of numerous cell types. Our results show that NFAT1-deficient Blymphocytes stimulated through BCR proliferate more, present an increase in the number of cells in the G1 phase of the cell cycle and an up regulated expression of cyclins A2, E1 and E2 when compared to wild type. Also, silencing of NFAT1 increased the proliferation rate of a B cell line. Further analyses demonstrated that ectopic expression of NFAT1 in CHO cells inhibited cellular proliferation, cyclins A2, E1 and E2 expression, colony formation in vitro and tumor growth in vivo. Together, these results indicate NFAT1 as a negative regulator of the cell cycle.
Descritores: Linfócitos B/citologia
Ciclo Celular
Ciclinas
Fatores de Transcrição NFATC
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I
BR440.1


  2 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-733342
Autor: Ruelas-González, M Guadalupe; Pelcastre-Villafuerte, Blanca Estela; Reyes-Morales, Hortensia.
Título: Maltrato institucional hacia el adulto mayor: percepciones del prestador de servicios de salud y de los ancianos / Institutional abuse toward the elderly: Perceptions of health care providers and older adults
Fonte: Salud pública Méx;56(6):631-637, nov.-dic. 2014.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo. Analizar la percepción que el prestador de servicios de salud y el adulto mayor (AM) tienen sobre el maltrato al AM en los servicios públicos de salud, en ciudades seleccionadas de México. Material y métodos. De 2009 a 2012 se realizó un estudio con diseño cualitativo y estrategia de triangulación de fuentes de datos; se efectuaron entrevistas semiestructuradas a 13 prestadores y a 12 ancianos para recuperar su experiencia en el tema. El análisis utilizó procedimientos de la Teoría Fundamentada. Resultados. El maltrato contra el AM es una práctica naturalizada por el personal y por el anciano, la cual se manifiesta de formas diversas. Conclusiones. La institucionalización, profesionalización histórica y falta de conciencia sobre las necesidades de los AM demandan cambios de planeación, organización y supervisión del Sistema de Salud. El personal requiere intervenciones de formación, capacitación y cambio de actitudes/comportamiento, para otorgar atención integral, digna, humana y de respeto a los Derechos Humanos de los AM.

Objective. To analyze the health care providers (HCP) and elderly patients' perceptions about abuse of the elderly by health personnel of public health services, in selected cities in Mexico. Materials and methods. A qualitative study and a strategy of data triangulation were performed during 2009 and 2012; 13 HCPs and 12 elders were interviewed, in order to obtain their experience regarding elder abuse. Grounded Theory proceedings were used for the analysis. Results. Elder abuse is a naturalized practice, from HCP and elderly people's point of view; these perceptions are showed in different ways. Conclusion. Institutionalization, historical professionalization and lack of consciousness about needs of the elderly (sociocultural and economic), require changes in planning, organization and monitoring process in the Health System; training and educational interventions on staff and exchange attitudes and behavior are necessary in order to offer a health care that is comprehensive, decent, human and with respect for the human rights.
Descritores: Antimetabólitos Antineoplásicos/farmacologia
CDCTEMEFOS-CDCABORTION, HABITUAL KINASES
Ciclinas/metabolismo
Inibidores Enzimáticos/metabolismo
Fenilacetatos/farmacologia
-Elementos Antissenso (Genética)
Neoplasias da Mama
Proteínas Quinases Dependentes de Cálcio-Calmodulina/metabolismo
Divisão Celular/efeitos dos fármacos
CYCLIN-DEPENDENT KINASE INHIBITOR PABORTION APPLICANTS
CYCLIN-DEPENDENT KINASE TEMEFOS
Quinases Ciclina-Dependentes/genética
Quinases Ciclina-Dependentes/metabolismo
Ciclinas/genética
Fibroblastos/citologia
Fibroblastos/efeitos dos fármacos
Fibroblastos/enzimologia
Regulação Neoplásica da Expressão Gênica/fisiologia
Camundongos Knockout
Fosforilação
Proteínas Serina-Treonina Quinases/genética
Proteínas Serina-Treonina Quinases/metabolismo
RNA Mensageiro/metabolismo
Proteína do Retinoblastoma/metabolismo
Transdução de Sinais/fisiologia
Células Tumorais Cultivadas/citologia
Células Tumorais Cultivadas/efeitos dos fármacos
Células Tumorais Cultivadas/enzimologia
Regulação para Cima/efeitos dos fármacos
Limites: Animais
Feminino
Humanos
Camundongos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-731254
Autor: Vieira, Vanessa Diniz; Vilela, Vinícius Longo Ribeiro; Feitosa, Thais Ferreira; Athayde, Ana Célia Rodrigues; Azevedo, Sérgio Santos; Souto, Diego Vagner de Oliveira; Silveira, Gian Libânio da; Melo, Lídio Ricardo Bezerra de.
Título: Sheep gastrointestinal helminthiasis in the Sertão region of Paraíba State, Northeastern Brazil: prevalence and risk factors / Helmintoses gastrintestinais de ovinos no Sertão do Estado da Paraíba, Nordeste do Brasil: prevalência e fatores de riscos
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;23(4):488-494, Oct-Dec/2014. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: In this study, we aimed to establish the prevalence and risk factors relating to gastrointestinal helminthiasis, and to characterize the sanitary management practiced among sheep herds in the Sertão region of the state of Paraíba, northeastern Brazil, based on factors that condition the ways of controlling these parasites in these herds. The research was carried out between April and July 2012. We visited 54 farms, where fecal and blood samples were individually collected from 465 animals. On each farm, a questionnaire was applied to gather information on variables relating to potential risk factors. The prevalence of sheep gastrointestinal helminthiasis in the region was 75.9%. At least one animal tested positive for this helminthiasis on 53 (98.1%) of the 54 farms evaluated. The eggs per gram of feces (EPG) analysis showed the following infection burdens: 51.8% with mild infection, 27.1% moderate infection, 9.9% heavy infection and 11.2% fatal infection. Among the sheep farms visited, anthelmintics were used on 81.5% (p <0.05). The most relevant risk factor in this study was the farm area, because it defines the area available for grazing animals. Properties with many animals and little pasture area, which are the most abundant type in the Sertão region of Paraíba, tend to have high prevalence of gastrointestinal helminthiasis, because the animals are more prone to reinfection. The Sertão region of Paraíba presents high prevalence of gastrointestinal helminthiasis among sheep, and the farm area is the most relevant risk factor for the development of these parasites.

Objetivou-se determinar a prevalência e os fatores de risco para as helmintoses gastrintestinais, caracterizando o manejo sanitário sob fatores condicionantes das formas de controle dessas parasitoses em rebanhos de ovinos da região do Sertão da Paraíba. A pesquisa foi desenvolvida no período de abril a julho de 2012. Foram visitadas propriedades, utilizando-se 465 animais, sendo coletadas individualmente amostras de fezes e sangue durante as visitas. Em cada propriedade, foi aplicado questionário para a coleta de informações acerca de variáveis que atuariam como possíveis fatores de risco. Observou-se que a prevalência das helmintoses gastrintestinais de ovinos na região do Sertão da Paraíba foi de 75,9%. Pelo menos um animal foi positivo para essas helmintoses, em 53 (98,1%) das 54 propriedades avaliadas. A análise de OPG (Ovos Por Gramas de Fezes) demonstrou que 51,8% dos animais apresentaram infecção leve, 27,1% infecção moderada, 9,9% infecção pesada e 11,2% infecção fatal. A utilização de anti-helmínticos ocorreu em 81,5% das propriedades (p <0,05). O fator de risco mais relevante neste estudo foi a área da propriedade, porque delimita a área de pastejo do animal. Propriedades com muitos animais e pouca área de pastejo, que são as mais abundantes no Sertão da Paraíba, tendem a apresentar alta prevalência de helmintoses gastrintestinais, pois os animais estão mais propensos à reinfecção. A região do Sertão da Paraíba apresenta uma elevada prevalência de helmintoses gastrintestinais em ovinos, e a área das propriedades é o fator de risco mais relevante para o desenvolvimento dessas parasitoses.
Descritores: Genes Supressores de Tumor/fisiologia
/fisiologia
TUMOR SUPPRESSOR PROTEIN PDIPETALONEMA INFECTIONS/fisiologia
-Aneuploidia
Apoptose/fisiologia
Caspase 9
Inibidores de Caspase
Ciclo Celular/fisiologia
Divisão Celular/fisiologia
CYCLIN-DEPENDENT KINASE INHIBITOR PABORTION APPLICANTS
Ciclinas/metabolismo
Grupo dos Citocromos c/metabolismo
Proteínas de Fluorescência Verde
Regulação Neoplásica da Expressão Gênica/genética
Regulação Neoplásica da Expressão Gênica/fisiologia
Genes Dominantes/fisiologia
Genes cdc/fisiologia
Genes myc/fisiologia
Homozigoto
Proteínas Luminescentes
Pulmão/patologia
Linfoma/metabolismo
Linfoma/patologia
Camundongos Knockout
Camundongos Transgênicos
MICE, INBRED CABDOMENABDOMINAL INJURIESBL
Mutação/genética
Neoplasias Experimentais/metabolismo
Neoplasias Experimentais/patologia
Ploidias
/metabolismo
PROTO-ONCOGENE PROTEINS C-BCL-TEMEFOS/metabolismo
Limites: Animais
Humanos
Camundongos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Research Support, U.S. Gov't, P.H.S.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lopes, Ademar
Chammas, Roger
Id: lil-691984
Autor: Costa, Érico Tosoni; Aspirino, Paula Fontes.
Título: Ciclo celular / Cell cycle
Fonte: In: Lopes, Ademar; Chammas, Roger; Iyeyasu, Hirofumi. Oncologia para a graduação. São Paulo, Lemar, 2013. p.96-104. (Oncologia para a graduação).
Idioma: pt.
Descritores: Ciclo Celular
Divisão Celular
Proliferação de Células
-Quinases Ciclina-Dependentes
Ciclinas
GENES PDIPETALONEMA INFECTIONS
Proteínas ras
Responsável: BR30.1 - Biblioteca
BR30.1


  5 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-587090
Autor: Perez, Rodrigo Oliva.
Título: Determinação da expressão da ciclina G no câncer do reto / Determination of cyclin G expression in rectal cancer.
Fonte: São Paulo; s.n; 2006. 144 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Introdução: A identificação de mecanismos genéticos envolvidos no processo de carcinogênese do câncer colorretal levou ao surgimento de novas estratégias terapêuticas como a terapia gênica. Através do bloqueio ou estímulo de determinados alvos genéticos ou moleculares seria possível interromper o ciclo celular de células transformadas. Uma das estratégias sugeridas foi a utilização de sequências anti-sense do gene da ciclina G que revelou resultados iniciais clínicos e experimentais promissores em diversas neoplasias, inclusive na colorretal. Assim seria esperado que a expressão da ciclina G estivesse freqüentemente alterada de maneira seletiva nas células do câncer colorretal quando comparado às células normais. Por estas razões, decidiu-se estudar a expressão da ciclina G em pacientes com câncer do reto. Métodos: Dados clínicos, epidemiológicos, anátomo-patológicos e de sobrevivência de 36 pacientes com câncer do reto foram obtidos e correlacionados com os resultados de expressão imunohistoquímica da ciclina G. O tecido neoplásico e normal distante da lesão primária foram submetidos a reação imunohistoquímica com anticorpo monoclonal anti-ciclina G e quantificados através de três métodos: (1) quantitativo, obtido a partir da contagem de células determinando a razão entre o número de células positivas e o número total de células contadas em 10 campos; (2) semi-quantitativo (cruzes), obtido a partir da pontuação em sistema de cruzes conforme a intensidade e quantidade de células positivas em áreas de maior impregnação do corante; (3) semi-quantitativo (escore), obtido a partir da pontuação em sistema de escore (alto ou baixo) conforme a intensidade e quantidade de células positivas em áreas de maior impregnação do corante. O estudo estatístico incluiu teste T de student, Qui-quadrado, exato de Fisher, teste t pareado, Wilcoxon, log-rank e curva ROC sendo considerados significativos quando o valor de p<0,05. Resultados: A expressão da ciclina G foi positiva...

Introduction: Identification of genetic mechanisms involved in colorectal cancer carcinogenesis led to the development of new treatment strategies such as gene therapy. The aim of this strategy is to interrupt cell-cycle of transformed malignant cells by blocking or stimulating specific gene expression. Utilization of cyclin G antisense constructs has been suggested with clinical and experimental promising results in various neoplasias, including colorectal cancer. In this setting, one would expect that cyclin G would be selectively overexpressed in colorectal cancer cells as opposed to normal tissue. For this reason, we decided to study cyclin G expression in patients with rectal cancer. Methods: Clinical, epidemiological, pathological and survival data from 36 patients with rectal cancer was collected and correlated with Cyclin G immunohistochemical expression. Neoplastic and non-adjacent normal tissue were stained with monoclonal anti-Cyclin G antibody and quantified according to 3 different methods: (1) quantitative, obtained from cell count and determined by the ratio between positive counted cells and total number of counted cells observed in 10 microscopic fields; (2) semi-quantitative (crosses), obtained from a scoring system that takes into account both quantity and intensity of most strongly stained areas; (3) semi-quantitative (score), obtained from a scoring system that takes into account both quantity and intensity of most strongly stained areas. Statistical analysis included ROC curves, student's T, Chi-square, Fisher's exact, log rank, Wilcoxon, and paired t test. Significant differences were considered for p<0.05. Results: In tumor-tissue, positive Cyclin G expression was observed in 76.5±30% of counted cells, with a mean number of 3.2±1.1 crosses and high expression score in 32 patients (89%). In normal tissue, positive cyclin G expression was observed in 42.2±27.4% of counted cells, with a mean of 1.9±1.1 crossed and high expression score...
Descritores: Ciclinas
Neoplasias Retais/genética
Neoplasias Retais
Limites: Humanos
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1; W4.DB8, P516d, FM-2, 2006


  6 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Soares, Fernando Augusto
Zeferino, Luiz Carlos
Villa, Luisa Lina
Id: lil-494634
Autor: Noya, Francisco; Boccardo, Enrique.
Título: Regulação do ciclo celular pelo HPV / Regulation of cell cycle by HPV
Fonte: In: Coelho, Francisco Ricardo Gualda; Soares, Fernando Augusto; Foch, José; Fregnani, José Humberto Tavares Guerreiro; Zeferino, Luiz Carlos; Villa, Luisa Lina; Federico, Miriam Honda; Novaes, Paulo Eduardo Ribeiro dos Santos; Costa, Ronaldo Lúcio Rangel. Câncer do colo do útero. São Paulo, Tecmedd, 2008. p.67-78, ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Ciclinas
Ciclo Celular/genética
Biomarcadores
Proteínas Quinases
Papillomaviridae/genética
Papillomaviridae/imunologia
Responsável: BR30.1 - Biblioteca
BR30.1


  7 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-455734
Autor: Perecin, F; Méo, S. C; Leal, C. L. V; Garcia, J. M.
Título: Oocyte activation and preimplantation development of bovine embryos obtained by specific inhibition of cyclin-dependent kinases
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;59(2):280-287, abr. 2007. tab.
Idioma: en.
Resumo: The efficiency of bohemine and roscovitine in combination with ionomycin on parthenogenetic activation and initial embryonic development of bovine oocytes was studied. Two experiments were performed: in the first, different concentrations (0, 50, 75 or 100æM) and different exposure periods (2, 4 or 6 hours) to bohemine or roscovitine were tested for activation rates of in vitro matured (IVM) bovine oocytes, which were pre-exposed to ionomycin. The best treatments, 75µM bohemine and 50µM roscovitine, both for 6h, were used in the second experiment, in which IVM bovine oocytes were exposed to ionomycin, followed or not by bohemine or roscovitine treatment, and evaluated for nuclear status, activation rate and blastocyst development were assessed. The combined treatments (ionomycin + cyclin-dependent kinases inhibitors - CDKIs) showed better results for activation rates (77.3 percent) and initial embryonic development (35.2 percent) than the single ionomycin treatment (69.4 percent for activation and 21.9 percent for development); and also lead to a more uniform activation (nearly 90 percent single pronucleus development). The results showed that CDKIs improve the effects of ionomycin on parthenogenetic activation and blastocyst development in bovine oocytes and could help to achieve more efficient activation protocols, increasing the developmental competence of embryos obtained by reproductive biotechniques.

Realizaram-se dois experimentos para avaliar a eficiência da bohemina e roscovitina associadas à ionomicina para ativação partenogenética e desenvolvimento embrionário inicial de bovinos. No primeiro, foram testadas diferentes concentrações (0, 50, 75 ou 100æM) e diferentes tempos de exposição (2, 4 ou 6 horas) à bohemina ou à roscovitina na ativação de oócitos bovinos maturados in vitro (MIV) pré-expostos à ionomicina. Os melhores tratamentos, bohemina 75µM e roscovitina 50µM, ambos por seis horas, foram utilizados no segundo experimento, no qual oócitos bovinos MIV foram expostos à ionomicina seguido ou não pelo tratamento com inibidores específicos das quinases dependentes de ciclina (CDKI), e avaliados quanto à configuração nuclear, taxa de ativação e desenvolvimento até blastocisto. Os tratamentos combinados (ionomicina+CDKI) apresentaram melhor taxa de ativação (77,3 por cento) e desenvolvimento embrionário inicial (35,2 por cento) do que a ionomicina sozinha (69,4 por cento e 21,9 por cento, respectivamente), e também promoveram ativação mais uniforme (aproximadamente 90 por cento de formação de um pronúcleo). Estes resultados demonstram que os CDKIs potencializam o efeito da ionomicina na ativação e desenvolvimento embrionário inicial e podem auxiliar na obtenção de protocolos de ativação mais eficientes, aumentando a capacidade de desenvolvimento de embriões produzidos por meio de biotécnicas reprodutivas.
Descritores: Bovinos
Ciclinas/metabolismo
Desenvolvimento Embrionário/fisiologia
Estruturas Embrionárias/fisiologia
Ionomicina/metabolismo
Oócitos/metabolismo
Partenogênese/fisiologia
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  8 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-349658
Autor: Lomanto Díaz, Leonardo David; Ortiz Cala, Óscar Leonel; Bretón Pinto, César Orlando; Gómez Lizcano, Álvaro Iván; Mesa Cornejo, Viviana Matilde.
Título: El ciclo celular / The cellular cycle
Fonte: MedUNAB;6(16):21-29, mayo 2003. ilus, mapas, tab.
Idioma: es.
Resumo: El proceso conocido como ciclo celular es de gran importancia para la célula ya que tiene como función la formación completa de una nueva célula, evitando en lo posible la creación de células con múltiples errores, lo cual le permite al organismo permanecer en un constante equilibrio, previniendo así aquellos desódenes que puedan perjudicar su salud; de esta manera, todas las células están controladas por proteínas que no permiten que se presenten situaciones desastrosas para un ser vivo
Descritores: Ciclo Celular
Divisão Celular
Ciclinas
Mitose
Proteína Supressora de Tumor p53
Responsável: CO259.1 - Biblioteca


  9 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-312832
Autor: Guerra, Eliete Neves da Silva.
Título: Expressäo imuno-histoquímica da ciclina d1 e do p16 em carcinoma epidermóide de boca: correlaçäo clínico-patológica / Cyclin d1 and p16 immunohistochemical expression in oral squamous cell carcinoma: clinicopathological correlation.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 2002. 86 p. ilus, tab, graf. (BR).
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Faculdade de Odontologia para obtenção do grau de Doutor.
Símbolo: BR.
Resumo: O câncer é uma doença causada por alteraçöes nos mecanismos de controle do ciclo de divisäo e proliferaçäo celular. Vários pesquisadores têm utilizado a avaliaçäo da expressäo imuno-histoquímica de proteínas envolvidas nas vias de proliferaçäo celular para determinar o prognóstico de tumores malignos. Entre as proteínas que estäo alteradas nas células neoplásicas destacam-se algumas que säo produtos de oncogenes e de genes supressores de tumor e que estäo diretamente relacionadas com o controle do ciclo celular como, a ciclina D1 e o p16, respectivamente. Frente a estas inferências, propôs-se avaliar a expressäo imuno-histoquímica da ciclina D1 e do p16 em 34 carcinomas epidermóides de boca e correlacionar a imunomarcaçäo com os seguintes dados clínicos dos pacientes: sexo, idade, raça, tabagismo, etilismo, hereditariedade, classificaçäo clínica TNM, localizaçäo, recidiva e sobrevida dos pacientes, bem como analisar comparativamente a expressäo imuno-histoquímica da ciclina D1 com a do p16. Os resultados revelaram positividade da ciclina D1 em 85,3 por cento dos carcinomas epidermóides de boca estudados, com uma média de células imunomarcadas de 39,04 por cento. O p16 foi positivo em 79,4 por cento, obtendo-se marcaçäo numa média de 29,37 por cento das células dos carcinomas epidermóides de boca analisados. Näo se observou diferença estatisticamente significativa entre o número médio de núcleos positivos para a ciclina D1 e as informaçöes clínicas dos pacientes com carcinoma epidermóide de boca. Porém, três dados em relaçäo a ciclina D1 apresentaram relevância; 1- menor porcentagem de marcaçäo nos carcinomas de lábio inferior; 2- menor expressäo nos tumores classificados clinicamente como T1 e; 3- menor sobrevida nos carcinomas positivos e naqueles com mais de 50 por cento de células marcadas. Näo houve diferença estatisticamente significativa entre o número médio de núcleos p16 positivos e os dados clínicos dos pacientes com carcinoma epidermóide de boca. A análise comparativa da expressão imuno-histoquímica da ciclina D1 com a do p16 não mostrou correlaçäo
Descritores: Carcinoma de Células Escamosas
Inibidor p16 de Quinase Dependente de Ciclina
Ciclinas
Patologia Bucal
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica
BR97.1; TD65, G934e


  10 / 16 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Sthel, Vivia Machado
Id: lil-308630
Autor: Sthel, Vívia Machado.
Título: Estudo da expressäo das proteínas reguladoras do ciclo celular, através da citometria de fluxo multiparamétrica, em leucemia mielóide aguda / Study of cell cycle regulating proteins by multiparametric flow cytometry in acute myeloid leukemia.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 2002. [88] p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Säo Paulo. Escola Paulista de Medicina. Curso de Hematologia para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: As neoplasias sao decorrentes da perda da regulaçao do processo d proliferaçao, diferenciaçao e apoptose celular. A proteína P21 é uma importante reguladora da transiçao G1/S do ciclo celular e o aumento da sua síntese pode SE ativado por via P53 dependente ou nao. Ela se liga às ciclinas D e E, inibindo a cinases dependentes de ciclina (cdk 2 e cdk 4) necessárias para a progressao d ciclo celular. A proteína MDM2 é reguladora da P53 inativando-a, após formaçao d um complexo. Objetivo: estudar o comportamento das proteínas supressoras d tumor (P53, P21), proteínas oncogênicas (MDM2, ciclina D e ciclina E) e o recepto de induçao a apoptose (CD95) em LMA, pela citometria de fluxo multiparamétrica Métodos: vinte e quatro pacientes com LMA ("de novo", secundária e em recaída) foram avaliados quanto a expressao das proteínas reguladoras do ciclo celular na células leucêmicas da medula óssea utilizando-se os seguintes anticorpos monoclonais : PAb421, 240 e 1620, anti-P21, MDM2, ciclinas D e E e CD95, a diagnóstico e 24 horas após quimioterapia, procedendo a leitura no citômetro de fluxo. Resultados: A expressao das proteínas foi extremamente variável (0-98 por cento mas elas apresentaram correlaçao direta entre si, com exceçao do CD95. Com quimioterapia houve uma tendência ao aumento de todas as proteínas e a variaçao da P21 se correlacionou diretamente com a variaçao da P53 (240 p=0,001, 421 p 0,001 e 1620 p<0,0001), MDM2 (p<0,0001) e das ciclinas D (p<0,0001) e (p=0,005). Os pacientes que nao alcançaram remissao completa expressavas níveis maiores de P53 (240 p=0,02, 421 p=0.04 e 1620 p=0,01), P21 (p=0,02 MDM2 (p=0,004), ciclina D (p=0,03) e ciclina E (p=0,009) ao diagnóstico em relaçao ao grupo que entrou em remissao completa. Os pacientes que remitiras conseguiram aumentar significantemente os níveis da P21 depois da quimioterapia (P = 0.04). O aumento da P53 depois do tratamento se correlacionou também com aumento da expressao da MDM2 (240 p<0,001, 421 p<0,0001 e 1620 p<0,0001 Conclusao: O aumento da expressao da proteína P21 mostrou ser importante par predizer a resposta hematológica ao tratamento, e seu nível se correlacionou com aumento da expressao da P53 a qual se correlacionou também com o aumento d MDM2 Drogas que inibam esse aumento do MDM2 podem aumentar a resposta hematológica. Estudos com maior número de pacientes sao necessários
Descritores: Ciclo Celular
Ciclinas
Citometria de Fluxo
Leucemia Mieloide Aguda
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central
BR1.2; 6969



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde