Base de dados : LILACS
Pesquisa : D12.776.124.486.485.114.254.150.440 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 177 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 18 ir para página                         

  1 / 177 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1236358
Autor: Madrid, Marta Cecilia Saenz.
Título: Deteccao sorologica de anticorpos anti-HIV 1 em pacientes com hanseniase / ?.
Fonte: Sao Paulo; s.n; 1996. 97 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Sao Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Master.
Resumo: Foi realizada a deteccao sorologica dos anticorpos anti-HIV 1 em um grupo de 59 pacientes com hanseniase multibacilar (Grupo A), 20 dos quais apresentaram surto reacional tipo II. Foi incluida tambem a analise retrospectiva da mesma sorologia correspondente a 104 pacientes (Grupo B) com formas multi e paucibacilares de hanseniase. As amostras de ambos os grupos foram testadas utilizando dois tipos de ELISA para o HIV 1. A prevalencia da infeccao pelo HIV 1 foi significativamente superior entre os pacientes com hanseniase (1,84 por cento) que entre os doadores de sangue (Grupo Controle - 0,28 por cento). Resultados falsamente positivos nao foram detectados nos testes de ELISA utilizados
Descritores: Anticorpos Anti-HIV/imunologia
Ensaio de Imunoadsorção Enzimática/métodos
Hanseníase/imunologia
Responsável: BR191.1 - Biblioteca e Centro de Documentação Luiza Keffer
[{"text": "BR191.1", "_a": "WC335.102", "_b": "M267d"}]


  2 / 177 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1130605
Autor: Cooke, Paula María; Caula, Cinthya; Orsilles, Miguel Ángel.
Título: Apoptosis de neutrófilos en la infección asintomática por Virus de la Inmunodeficiencia Humana / Neutrophil apoptosis in asymptomatic Human Immunodeficiency Virus infection
Fonte: Acta bioquím. clín. latinoam;54(3):309-320, set. 2020. ilus, graf, tab.
Idioma: es.
Resumo: En los últimos años se ha determinado que los neutrófilos son células altamente versátiles y sofisticadas, cuyas funciones van mucho más allá de la eliminación de los microorganismos. En la infección con el Virus de Inmunodeficiencia Humana (HIV), si bien el papel de los neutrófilos no está totalmente caracterizado, actualmente está claro que la relación entre los neutrófilos y el virus es mucho más compleja de lo que se pensaba. Los objetivos de este trabajo fueron evaluar en pacientes con infección asintomática, y sin tratamiento antirretroviral, el efecto de la infección por el HIV sobre la muerte celular de los neutrófilos y la expresión de receptores de superficie. En pacientes seropositivos sin tratamiento hubo un aumento de la apoptosis temprana de los neutrófilos en relación a los grupos controles. Esta apoptosis aumentada no depende de la activación de la vía extrínseca o intrínseca. En estos pacientes hubo un aumento de la expresión de TLR2 que, unido al aumento de la apoptosis temprana, podría ser indicativo de un fenotipo activado de los neutrófilos. En conclusión, este trabajo aporta información sobre aspectos relacionados con la apoptosis de los neutrófilos en estadios tempranos de la infección por HIV, contribuyendo así a una mayor comprensión acerca del efecto de este virus sobre componentes de la respuesta inmune innata.

In recent years it has been determined that neutrophils are highly versatile and sophisticated cells whose functions go far beyond the elimination of microorganisms. In Human Immunodeficiency Virus (HIV) infection, the role of neutrophils is not fully characterized but it is now clear that the relationship between neutrophils and HIV is much more complex than previously thought. The aims of this study were to evaluate the effect of HIV infection on neutrophil cell death and the expression of surface molecules on neutrophils in patients with asymptomatic infection and without antiretroviral treatment (ART). In HIV seropositive patients without antiretroviral therapy there was an increase in the early apoptosis of neutrophils in relation to the control groups. This increased apoptosis does not depend on the activation of the extrinsic or intrinsic pathway. In these patients there was an increase in the expression of TLR2 which, together with the increase of early apoptosis, could be indicative of an activated phenotype of neutrophils. In conclusion, this study provides information on aspects related to the apoptosis of neutrophils in early stages of HIV infection and therefore contributes to a better understanding of the effect of this virus on components of the innate immune response.

Nos últimos anos, determinou-se que os neutrófilos são células altamente versáteis e sofisticadas, cujas funções vão muito além da eliminação dos microrganismos. Na infecção pelo HIV, embora o papel dos neutrófilos não esteja totalmente caracterizado, atualmente fica bem claro que a relação entre os neutrófilos e o vírus é muito mais complexa do que se pensava anteriormente. Os objetivos deste trabalho foram avaliar em pacientes com infecção assintomática, e sem tratamento antirretroviral, o efeito da infecção pelo HIV na morte celular dos neutrófilos e a expressão de receptores de superfície. Nos pacientes soropositivos sem tratamento, houve um aumento da apoptose precoce dos neutrófilos em relação aos grupos controle.Esta apoptose aumentada não depende da ativação da via extrínseca ou intrínseca. Nestes pacientes, houve um aumento da expressão de TLR2 que, juntamente com o aumento da apoptose precoce, poderia ser indicativo de um fenótipo ativado dos neutrófilos. Em conclusão, este trabalho fornece informações sobre aspectos relacionados com a apoptose dos neutrófilos em estágios precoces da infecção pelo HIV, contribuindo desse modo para uma maior compreensão sobre o efeito deste vírus nos componentes da resposta imune inata.
Descritores: Fenótipo
Vírus
Infecções por HIV
HIV
Imunidade Inata
Neutrófilos
-Papel (figurativo)
Terapêutica
Anticorpos Anti-HIV/genética
Morte Celular
Apoptose
Antirretrovirais
Receptor 2 Toll-Like
Infecções Assintomáticas
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Revisão
Artigo Clássico
Ensaio Clínico
Responsável: AR144.1 - CIBCHACO - Centro de Información Biomedica del Chaco


  3 / 177 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Ueda, Mirthes
Texto completo
Id: lil-696270
Autor: Castejon, Márcia Jorge; Yamashiro, Rosemeire; Oliveira, Camila Cardoso de; Olivieri, José Carlos; Oliveira, Carmem Aparecida de Freitas; Ueda, Mirthes.
Título: Avaliação dos múltiplos ciclos de congelamento e descongelamento na estabilidade dos soros para a detecção de anticorpos anti-HIV / Assessing the effect of multiple freeze-thaw cycles on the stability of serum samples for anti-HIV antibody detection
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;71(3):573-581, jul.-set. 2012. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: No presente estudo foi investigado o impacto dos múltiplos ciclos de congelamento e descongelamento na estabilidade das amostras de soro estocadas a -20 °C quanto à reatividade de anticorpos anti-HIV. As amostras analisadas foram provenientes de painéis de soros (constituídos de amostras anti-HIV positivo e negativo), produzidos no Centro de Imunologia – Instituto Adolfo Lutz (IAL), os quais têm sido material de referência para o preparo de amostras do controle de qualidade interno de testes imunodiagnósticos de HIV/Aids. A avaliação da estabilidade dos soros foi efetuada por meio de ELISA/EIA, Western blote imunofluorescência indireta, em amostras submetidas a 11 consecutivos ciclos de congelamento e descongelamento, que variaram de 7 a 60 ciclos. Nenhum efeito estatisticamente significante na reatividade dos anticorpos específicos foi observado. Portanto, o procedimento de congelamento e descongelamento, em até 60 ciclos, não causou efeitos adversos na reatividade das amostras de soro positivas para detecção de anticorpos anti-HIV, sem ocorrência de reações falso-negativas, tampouco de resultados falso-positivos em amostras negativas para HIV.
Descritores: Anticorpos Anti-HIV
Congelamento
Soro
Temperatura
-Ensaio de Imunoadsorção Enzimática
Responsável: BR76.1 - Biblioteca


  4 / 177 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Ueda, Mirthes
Texto completo
Id: lil-571143
Autor: Castejón, Márcia Jorge; Yamashiro, Rosemeire; Oliveira, Carmem Aparecida de Freitas; Ueda, Mirthes.
Título: Implementation of a strategy for improving the serological diagnosis of HIV/AIDS by introducing the internal quality control / Implantação de estratégia para a melhoria do diagnóstico sorológico de infecção por HIV/AIDS pela introdução de controle de qualidade interno
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;69(2):157-164, abr.-jun. 2010. tab.
Idioma: en.
Resumo: The present study reports the data resulted from the first evaluation on the performance of the laboratory units of the HIV/AIDS Diagnosis Laboratory Network of the State of São Paulo, which have agreed to participate in the Internal Quality Control scheme for HIV antibody testing (HIV-IQC) at the respective routine diagnostic services. From April 2009 to February 2010, the HIV-IQC serum panels were distributed to 37 laboratories of the Sub-Network of São Paulo State. Of these, 27 (73.0%) sent the forms back to the IAL-Central Lab with the achieved results from the IQC in HIV EIA/ELISA kits. Among 22 (59.5%) laboratories, which perform additional HIV antibody testing by indirect immunofluorescence-based assay (HIV-IFA), 11 (50.0%) carried out the HIV-IFA IQC. As identical data were reported from procedures by employing the IQC samples in different batches of EIA/ELISA kits from the same manufacturers, it may inferred that the laboratories have complied with the recommended procedures, and that the standardized conduct has been followed. Furthermore, the analyses on reported results indicated that the majority of commercial diagnostic kits used for routine HIV antibody testing at the Network laboratories show good quality and reproducibility.

No presente estudo estão descritos os resultados das primeiras análises feitas quanto ao desempenho das unidades componentes da Rede de Laboratórios de Diagnóstico de HIV/AIDS do Estado de São Paulo, que concordaram em participar da implantação do controle de qualidade interno para o diagnóstico sorológico da infecção pelo HIV (CQI-HIV) nos respectivos serviços referentes à detecção de anticorpos anti-HIV. De abril de 2009 a fevereiro de 2010 foram distribuídos os painéis de soro CQI-HIV para 37 laboratóriosda sub-rede do Estado de São Paulo. Desses, 27 (73,0%) enviaram ao IAL Central os formulários com os resultados obtidos no CQI-HIV para EIA/ELISA. Entre os 22 (59,5%) laboratórios que realizam também oensaio de IFI HIV-1 na rotina diagnóstica, 11 (50,0%) executaram o sistema CQI para esse teste. Em vistados laboratórios participantes terem apresentado idênticos dados na determinação de reatividade ideal dasamostras do painel para os conjuntos diagnósticos procedentes de mesmas firmas produtoras e de diferenteslotes, pode-se inferir que os laboratórios seguiram os procedimentos preconizados, o que demonstra aadequada execução da conduta padronizada. Ademais, a análise dos resultados obtidos indica que osconjuntos diagnósticos utilizados pela rede de laboratórios são de boa qualidade e de boa reprodutibilidade.
Descritores: Sorodiagnóstico da AIDS
Anticorpos Anti-HIV
Infecções por HIV
Controle de Qualidade
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  5 / 177 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-544587
Autor: Costa, Emanuela Avelar Silva; Jacob, Fabrício; Feliciano, Regiane dos Santos; Santos-Fortuna, Elizabeth de los; Caterino-de-Araújo, Adele.
Título: Falha na implantação de um novo algoritmo de testes laboratoriais para o diagnóstico de infecção por HTLV-1 e HTLV-2 em população de risco / Lack in introducing a new algorithm of laboratorial tests for detecting HTLV-1 and HTLV-2 infections in at-risk population
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;68(2):314-317, maio-ago. 2009. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Em vista dos problemas detectados no diagnóstico de infecção pelos vírus linfotrópicos de células T humanas dos tipos 1 e -2 (HTLV-1 e HTLV-2) em casuística encaminhada ao Instituto Adolfo Lutz de São Paulo, foi proposto um novo algoritmo de testes laboratoriais que utiliza duas amostras de sangue seqüenciais. Na primeira o sangue é coletado em tubo seco e feita triagem sorológica com dois ensaios imunoenzimáticos (EIAs). Na segunda, o sangue é coletado em tubo contendo o anticoagulante ácido etilenodiamino tetra acético (EDTA) para a repetição dos EIAs e para os testes confirmatórios de Western blot (WB) e reação em cadeia da polimerase (PCR). Os resultados obtidos com 313 amostras de sangue mostraram ineficiência do algoritmo, pois nos casos EIA reagentes, apenas 25% tiveram uma segunda amostra de sangue coletada e destas, apenas três em EDTA. Portanto, não foi possível comparar o desempenho da PCR em relação ao WB. Um algoritmo simples, de coleta única de sangue em tubo contendo EDTA foi proposto e vem sendo utilizado para a triagem e para os testes confirmatórios.
Descritores: Anticorpos Anti-HIV
Infecções por HTLV-I
Infecções por HTLV-II
Reação em Cadeia da Polimerase
Sorologia
Técnicas Imunoenzimáticas
Vírus Linfotrópico T Tipo 1 Humano
VIRUS TEMEFOS LINFOTROPICO T HUMANO
Western Blotting
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  6 / 177 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-399077
Autor: Lagonegro, Eduardo Ronner.
Título: Co-infecção tuberculose HIV/AIDS. Analise do momento do diagnóstico e prognóstico / Co-infection tuberculosis HIV/AIDS. Analysis of the moment of diagnosis it and prognostic.
Fonte: Sao Paulo; s.n; 2000. 93 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Secretaria de Estado da Saude. Institutos de Pesquisa para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A tuberculose(TB) e uma das doenças mais antigos de que temos registro na históoria da humanidade, e principalmente ao longo dos ultimos 100 anos temos acumulado conhecimento a seu respeito. A AIDS e uma sindrome que promove comprometimento da imunidade celular do hospedeiro, podendo propiciar o surgimento da TB. No entanto, a co-infecção TB/AIDS, tem apresentação clínica, radiologica e laboratorial muito diferente daquelas encontrads nos individuos nao infectados pelo HIV. Este trabalho se propos a avaliar o momento do diagnóstico do indivíduo com essa co-infecção, e seu prognóstico. Para tanto, foram criadas seis coortes mensais consecutivas de pacientes co-infectados no período de dezembro de 1995 a maio de 1996 no Centro de REferencia e Treinamento-DST/AIDS (CRT-DST/AIDS) na cidade de Sao Paulo. Os critérios de inclusão forma: ser paciente do CRT-DST/AIDS, ter idade maior que 18 anos e possuir teste anti-HIV positivo ou diagnóstico de AIDS, ter sido notificado pelo serviço de vigilância epidemiologica por qualquer forma de TB e ter iniciado tratamento naquele mes da formação da respectiva coorte; nos casos de TB endotoracica (TB-E) ter radiografia de torax no momento do diagnostico. As radiografias de torax foram analisadas por dois radiologistas diferentes sem que houvesse comunicação entre eles; quando ocorreram laudos discordantes um terceiro radiologista foi chamado para opinar. Foram descritos dados epidemiológicos, radiológicos e laboratoriais de 150 pacientes com diagnóstico de TB-E e infectados pelo HIV ou com AIDS. Destes pacientes 121(80,7 por cento) eram homens e 29(19,3 por cento) mulheres; 44(29,3 por cento) com prática de homossexualismo masculino, 29(19,3 por cento) usuários de drogas injetaveis, 28(18,7 porcento) heterossexuais não monogamicos e 15(10 porcento) parceiros(as) de individuos com AIDS. Para definição de caso de AIDS foram utilizados Critérios Rio de Janeiro/Caracas e CDC modificado, resultando em 141(94 porcento) casos da co-infecção TB/AIDS e 9(6 porcento) casos de TB em indivíduos infectados pelo HIV. Quanto a distribuicao da TB-E, 116(77,3por cento) dos pacientes apresentaram a forma pulmonar isolada, 11(7,3 por cento) forma pulmonar e pleural, 10(6,7 por cento) forma pulmonara e ganglionar e 13(8,7 por cento) apresentaram formas disseminadas
Descritores: Tuberculose
Anticorpos Anti-HIV
Estudos de Coortes
Adulto
Análise de Sobrevida
Diagnóstico
Prognóstico
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
Limites: Adulto
Responsável: BR1310.1 - Núcleo de Biblioteca
BR1310.1; T0085


  7 / 177 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-88932
Autor: Farfán, Gustavo; Vidal, Julio; Phillips, I. A; Llerena, Shirley.
Título: Marcadores serológicos de hepatitis viral B en pacientes drogadictos del hospital Hermilio Valdizán, Lima, Perú
Fonte: Psicoactiva;3(1):61-74, ene.-jun. 1989. tab.
Idioma: es.
Resumo: Estudio realizado en 36 pacientes drogadictos, en abril de 1988, internados en el Centro de Rehabilitación de Farmacodependientes de Naña (Hospital Hermilio Valdizán), con el objeto de establecer la magnitud de la infección por el virus de Hepatitis B (VHB) en ellos, considerando que no eran usuarios de drogas intravenosas y, de acuerdo a los resultados, evaluar los posibles médios de su transmisión. Se utilizaron dos marcadores serológicos: el AgsHB y el HBc. Adicionalmente , se usó el anticuerpo contra el virus de la inmmuno-deficiencia humana (Anti-VIH); empleando la técnica de ELISA. Los resultados mostraron positividad del AsHB en 5 casos (13,8%) y Anti-HBc en 6 casos (16,6%). El Anti-VIH fue negativo en los 36 casos. El nivel de positividad del AgsHB sería alto en comparación al de la población general adulta de la costa peruana. Esto clasificaría a los drogadictos como grupo de riesgo con evidentes consecuencias personales y posibilidad de transmitir la infección a otras personas. Las vías de transmisión serían variadas, resaltando ciertas características de la vida sexual en varios de ellos, aspecto considerado también por otros investigadores como un riesgo frecuente de transmisión no parenteral del VIH en drogadictos
Descritores: Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
Hepatite B/imunologia
Anticorpos Anti-Hepatite B/imunologia
-Comportamento Sexual
Anticorpos Anti-HIV/análise
Hepatite B/transmissão
Estilo de Vida
Limites: Adolescente
Adulto
Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: PE51.1 - Centro de Documentación


  8 / 177 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-407832
Autor: GASA Grupo de Apoio e Solidariedade ao Paciente com Aids.
Título: Mulher: se proteja e proteja seus filhos da "AIDS": use camisinha com seu parceiro / Women: if protection and protection this son of the AIDS.
Fonte: Catanduva; GASA; 2004. 16 p. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Mulheres
Anticorpos Anti-HIV
Fatores de Risco
Doenças Sexualmente Transmissíveis/prevenção & controle
Medicina Reprodutiva
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/prevenção & controle
Responsável: BR1310.1 - Núcleo de Biblioteca
BR1310.1; F0184


  9 / 177 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-382822
Autor: Betim. Programa Municipal de DST e Aids.
Título: ADT - Assistencia Domiciliar Terapeutica. Orientacoes basicas para o cuidador em ADT / RTA - Residential treatment assistence. Basic orientation of the ADT.
Fonte: Betim; Prefeitura Municipal Betim; s.d. 15 p. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Tratamento Domiciliar
Anticorpos Anti-HIV
HIV
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/diagnóstico
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/história
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/patologia
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/prevenção & controle
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/terapia
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/transmissão
Responsável: BR1310.1 - Núcleo de Biblioteca
BR1310.1; F2100


  10 / 177 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-260101
Autor: Paulino, Urquiza Helena Meira.
Título: Contribuiçäo ao estudo da infecçäo pelo vírus da imunodeficiência humana em Minas Gerais: estudo sistematizado de 549 indivíduos com atividade de risco para a infecçäo / Contribution to infection study by human immunodeficiency vírus in Minas Gerais; systematized study of 549 individuals with risk ativity.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 1989. xx,238 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Minas Gerais. Faculdade de Medicina. Curso de Pós-Graduaçäo em Medicina Tropical para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A infecçäo pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) no ambulatório de Imunodeficiência da DIP, Faculdade de Medicina-UFMG, no período de fevereiro de 1986 a maio de 1988, mostrou padräo epidemiológico de características semelhantes às dos Estados Unidos da América e Europa ao acometer, predominantemente, indivíduos homo ou bissexuais masculinos e com mais de 50 parceiros sexuais masculinos durante toda a vida. A transmissäo em heterossexuais associou-se ao contato sexual com parceiros infectados sendo também relatado politransfusäo e uso de drogas endovenosas. A proporçäo homem/mulher foi de 20/1 e houve associaçäo da soropositividade com renda pessoal superior a cinco salários mínimos, entre os homens. Quadros clínicos de sintomas constitucionais, Linfadenopatia generalizada persistente (LGP), candidíase, penumonia por P. carinii, micobacterioses, herpes simples perianal, foliculites e dermatite seborréica, associaram-se à infecçäo pelo HIV. A infecçäo pelo HIV näo parece interferir no processo de infestaçäo por parasitoses intestinais múltiplas, pois o percentual de casos entre os soropositivos e soronegativos näo diferiu estatisticamente. A sorologia pelos métodos de ELISA e citoimunoenzimático, obedecendo os critérios aqui definidos, mostraram valor preditivo positivo de 100 porcento e 98,13 porcento respectivamente, e menor valor preditivo negativo (70,13 porcento e 70,46 porcento). Os casos de síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA) e de complexo relacionado à SIDA (CRS) associaram-se à menor reatividade ao ELISA e desaparecimento de anticorpos reativos às proteínas 17 ou 24 ou 51 no Western blot, Leucopenia, linfopenia e anergia cutânea também foram associados a estes quadros clínicos. Os indivíduos infectados assintomáticos apresentaram reatividade sorológica ao HIV mais definida, linfócitos periféricos em número semelhante aos näo infectados e reatividade a dois ou mais antígenos dos testes cutâneos de hipersensibilidade retardada em maior percentual que os casos de LGP e, principalmente, de CRS e SIDA.
Descritores: Assunção de Riscos
Anticorpos Anti-HIV
Fatores de Risco
Antígenos HIV
Medição de Risco
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/epidemiologia
-Brasil
Ensaio de Imunoadsorção Enzimática
Western Blotting
HIV-1
HIV-2
Infecções Oportunistas Relacionadas com a AIDS
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/diagnóstico
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/transmissão
Sorodiagnóstico da AIDS
Testes Cutâneos
Limites: Humanos
Responsável: BR31.1 - SIDC - Serviço de Informação e Documentação Científica
BR31.1; WD308, P284c, 1989



página 1 de 18 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde