Base de dados : LILACS
Pesquisa : D12.776.124.698 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 4 [refinar]
Mostrando: 1 .. 4   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 4 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-687397
Autor: Luft, Vivian C.; Pereira, Mark; Pankow, James S.; Ballantyne, Christie; Couper, David; Heiss, Gerardo; Duncan, Bruce B..
Título: Retinol binding protein 4 and incident diabetes the Atherosclerosis Risk in Communities Study (ARIC Study) / Proteina carreadora de retinol 4 e diabetes incidente Atherosclerosis Risk in Communities Study (ARIC Study)
Fonte: Rev. bras. epidemiol;16(2):388-397, jun. 2013. tab.
Idioma: en.
Resumo: Background: Retinol binding protein 4 (RBP4) has been described as a link between impaired glucose uptake in adipocytes and systemic insulin sensitivity. Objective: To determine whether RBP4 fasting levels predict the development of type 2 diabetes. Methods: Using a case-cohort design, we followed 543 middle-aged individuals who developed diabetes and 537 who did not over ~9 years within the population-based Atherosclerosis Risk in Communities Study. Weighted Cox proportional hazards analyses permitted statistical inference of the RBP4 – incident diabetes associations to the entire cohort. Results: Women in the highest tertile of RBP4 presented greater risk of developing diabetes (HR = 1.74; 95%CI 1.03 – 2.94) in analyses adjusted for age, ethnicity, study center, parental history of diabetes, hypertension, glomerular filtration rate, body mass index, waist-hip ratio, nonesterified fatty acids, adiponectin, leptin, triglycerides and HDL-C. When additionally adjusted for fasting insulin, this association's significance became borderline (HR = 1.68; 95%CI 1.00 – 2.82). No association between RBP4 levels and incident diabetes was found in men. Conclusion: These findings suggest that RBP4 levels may be directly involved in the pathogenesis of type 2 diabetes in women. .

Introdução: A proteína carreadora de retinol 4 (RBP4) tem sido descrita como elo entre uma menor captura de glicose pelos adipócitos e sensibilidade sistêmica à insulina. Objetivo: Determinar se os níveis de RBP4 em jejum predizem diabetes tipo 2. Método: Em um delineamento de caso-coorte, foram acompanhados 543 indivíduos de meia-idade que desenvolveram diabetes e 537 que não desenvolveram diabetes ao longo de 9 anos no estudo Atherosclerosis Risk in Communities Study (ARIC). Foi realizada análise ponderada de riscos proporcionais de Cox para inferência estatística da associação entre os níveis de RBP4 e diabetes incidente na coorte. Resultados: Mulheres com níveis de RBP4 no terceiro tercil apresentaram maior risco de desenvolver diabetes (HR = 1,74; 95% CI 1,03 – 2,94) em análises ajustadas para idade, etnia, centro, história familiar de diabetes, hipertensão, taxa de filtração glomerular, índice de massa corporal, razão cintura-quadril, níveis de ácidos graxos não esterificados, adiponectina, leptina, triglicerídeos e HDL-C. Quando adicionalmente ajustado para os níveis de insulina de jejum, a significância dessa associação se tornou limítrofe (HR = 1,68; 95% CI 1,00 – 2,82). Nenhuma associação foi observada entre RBP4 e diabetes incidente em homens. Conclusão: Esses achados sugerem que os níveis de RBP4 possam estar diretamente envolvidos na patogênese do diabetes tipo 2 em mulheres. .
Descritores: /epidemiologia
DIABETES MELLITUS, TYPE TEMEFOS/epidemiologia
Proteínas Plasmáticas de Ligação ao Retinol/análise
-Afroamericanos
Aterosclerose/sangue
Aterosclerose/diagnóstico
Estudos de Coortes
Grupo com Ancestrais do Continente Europeu
Jejum
Valor Preditivo dos Testes
Medição de Risco
Fatores de Tempo
Limites: Feminino
Seres Humanos
Masculino
Meia-Idade
Tipo de Publ: Research Support, N.I.H., Extramural
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-593121
Autor: Godoy-Matos, Amélio F; Moreira, Rodrigo O; MacDowell, Renata; Bendet, Izidro.
Título: Serum retinol binding protein 4 is not decreased in congenital generalized lipodystrophy: a case series / Os níveis plasmáticos da retinol binding protein 4 (rbP4) não estão reduzidos na lipodistrofia congênita generalizada: uma série de casos
Fonte: Arq. bras. endocrinol. metab;55(4):279-283, June 2011. tab.
Idioma: en.
Resumo: INTRODUCTION: Previous studies have suggested that Retinol Binding Protein 4 (RPB4), a protein produced by the adipose tissue, is associated with insulin resistance (IR). Congenital Generalized Lipodystrophy (CGL) is a rare disease characterized by IR and paucity of adipose tissue. Our objective was to determine RBP4 levels in patients with CGL. SUBJECTS AND METHODS: Six (6) patients with CGL and a healthy control group were selected to participate in the study. Anthropometric and biochemical variables were compared between groups. RESULTS: No difference was observed in RBP4 levels between the two groups (CGL 42.5 [12.5 - 127] vs. control 57.4 [15.9 - 165]; p = 0.78). On the other hand, leptin levels were significantly lower in CGL patients (CGL 0.65 [0.2 - 0.7] vs. control 10.9 [0.9 - 38.6]; p = 0.015). No correlation was found between RBP-4 and waist circunference (r = 0.18, p = 0.57), or BMI (r = 0.24, p = 0.45). CONCLUSION: RBP4 is not decreased in CGL. These results suggest that adipose tissue may not be the main source of RBP4.

INTRODUÇÃO: Estudos prévios sugeriram que os níveis plasmáticos da retinol binding protein (RBP4), uma proteína do tecido adiposo, estão associados com a resistência à insulina (RI). A lipodistrofia congênita generalizada (LCG) é uma doença rara caracterizada por ausência de tecido adiposo e RI. O objetivo é determinar os níveis de RBP4 em pacientes com LCG. SUJEITOS E MÉTODOS: Seis (6) pacientes com LCG e um grupo controle saudável foram selecionados para participar no estudo. As variáveis antropométricas e bioquímicas foram comparadas quando comparados os grupos. RESULTADOS: Nenhuma diferença foi observada entre os níveis de RBP4 log entre os grupos (LCG 42,5 [12,5 - 127] vs. controle 57,4 [15,9 - 165]; p = 0,78). Por outro lado, os níveis de leptina foram menores em pacientes com LCG (LCG 0,65 [0,2 - 0,7] vs. controle 10.9 [0,9 - 38,6]; p = 0,015). Nenhuma correlação foi encontrada entre RBP4 e cintura (r = 0,18, p = 0,57) ou IMC (r = 0,24, p = 0,45). CONCLUSÃO: RBP4 não está diminuída na LCG. Esses resultados sugerem que o tecido adiposo pode não ser a principal fonte de RBP4.
Descritores: Leptina/sangue
Lipodistrofia Generalizada Congênita/sangue
Proteínas Plasmáticas de Ligação ao Retinol/análise
-Tecido Adiposo/metabolismo
Biomarcadores/sangue
Estudos de Casos e Controles
Proteínas Plasmáticas de Ligação ao Retinol/metabolismo
Estatísticas não Paramétricas
Limites: Feminino
Seres Humanos
Masculino
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-553288
Autor: Lira, Larissa Queiroz de; Dimenstein, Roberto.
Título: Vitamina A e diabetes gestacional: [revisão] / Vitamin A and gestational diabetes: [review]
Fonte: Rev. Assoc. Med. Bras. (1992);56(3):355-359, 2010.
Idioma: pt.
Resumo: O diabetes mellitus (DM), patologia de caráter crônico e evolutivo, atualmente apresenta configuração de epidemia mundial. O diabetes gestacional, condição associada tanto à resistência à insulina quanto à diminuição da função das células-β, também caracteriza-se pela elevada incidência em diversas populações e grupos étnicos. Recentemente têm sido constatadas fortes evidências para o comprometimento dos níveis de retinol de gestantes com DM em resposta à evolução dessa patologia. Essa condição torna as gestantes diabéticas mais propensas a apresentar estado bioquímico marginal ou deficiente em vitamina A quando comparadas com as de gestação saudável. Dessa maneira, tendo conhecimento sobre o papel fisiológico da vitamina A e as consequências do DM na gestação, esta revisão visa esclarecer o impacto da instalação do DM sobre os níveis de retinol dessas gestantes, bem como, as consequências que o estado de deficiência em vitamina A poderá causar para essas mulheres e para seus lactantes.

Diabetes mellitus (DM) a pathology with chronic evolution, has now acquired a connotation of global epidemic. Gestational diabetes, a condition associated with insulin resistance and decreased β-cells function is also characterized by a high incidence in different populations and ethnic groups. Recently strong evidence has been found for involvement of retinol levels of pregnant women with DM due to the pathology’s evolution. This condition makes these diabetics prone to have a marginal biochemical profile or a vitamin A deficiency when compared to those of healthy pregnant women. Therefore, with an awareness of the physiological role of vitamin A and consequences of diabetes during pregnancy, this review intends to clarify the impact of DM on retinol levels of these pregnant women and the consequences that vitamin A deficiency may cause to these women and their infants.
Descritores: Diabetes Gestacional/sangue
Proteínas Plasmáticas de Ligação ao Retinol/análise
Deficiência de Vitamina A/sangue
-Deficiência de Vitamina A/complicações
Limites: Feminino
Seres Humanos
Gravidez
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 4 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-525052
Autor: Ribeiro, Karla Danielly da Silva; Araújo, Katherine Feitosa de; Dimenstein, Roberto.
Título: Efeito da suplementação com vitamina A sobre a concentração de retinol no colostro de mulheres atendidas em uma maternidade pública / The effect of vitamin A supplementation upon retinol concentration in the colostrum of women in a public maternity hospital
Fonte: Rev. Assoc. Med. Bras. (1992);55(4):452-457, 2009. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVOS: Avaliar o efeito da suplementação com vitamina A sobre os níveis de retinol no colostro de puérperas atendidas em maternidade pública de Natal-RN, analisando a influência do estado nutricional materno e retinol no colostro na resposta a esta suplementação. MÉTODOS: Foram coletados 5 ml de sangue em jejum para análise do retinol sérico, e duas amostras de leite, antes e 24h após suplementação. O consumo de vitamina A foi obtido pelo questionário de frequência de consumo. O retinol foi analisado por cromatografia líquida de alta eficiência. RESULTADOS: O consumo de vitamina A foi 1492,4 ± 1264 µgRAE/dia e 23 por cento tinha consumo provavelmente inadequado. No início (0h) e após 24h da suplementação, os grupos comparativo e suplementado apresentaram concentrações séricas de retinol de 1,3 ± 0,4 e 1,4 ± 0,4 µmol/L (7 por cento de deficiência) e 3,5 ± 1,7 µmol/L e 3,3 ± 1,8 µmol/L (p>0,05) no colostro 0h, respectivamente. No grupo suplementado o retinol aumentou no colostro 24h, com valores de 3,6 ± 1,9 e 6,8 ± 2,6 µmol/L (p<0,0001), respectivamente. Mulheres com níveis deficientes de retinol no colostro 0h (<2,04 µmol/L) transferiram mais retinol ao colostro 24h do que as com níveis adequados (326,1 por cento e 86,5 por cento de aumento, respectivamente). CONCLUSÃO: A megadose foi eficaz nas primeiras 24h após a suplementação. Os níveis basais de retinol no colostro influenciaram a resposta à suplementação. As parturientes que apresentaram valores baixos de retinol transferiram mais retinol oriundo da megadose ao leite do que as lactantes com níveis suficientes, possivelmente ressaltando a atuação dos mecanismos de transferência de vitamina A propostos na glândula mamária.

OBJECTIVE: The aim was to evaluate the effect of supplementary vitamin A upon the colostrum retinol levels in puerperal women cared for at a public maternity hospital in Natal, RN, Brazil. Analysis was conducted on the influence of the colostrum retinol and the maternal nutritional condition as response to supplementation. METHODS: For analysis of serum retinol 5ml of fasting blood and two samples of milk were collected before and 24 hours after supplementation. A questionnaire was used to define the frequency of previous vitamin A intake. High Efficiency Liquid Chromatography was used to analyze the retinol. RESULTS: Vitamin A intake was 1492.4 ± 1264 µgRAE/day and 23 percent probably had an inadequate intale. At the beginning of supplementation, 0 hour, and at 24 hours, the control and supplemented groups presented serum retinol concentrations of 1.3 ± 0.4 and 1.4 ± 0.4 µmol/L (7 percent deficiency) and 3.5 ± 1.7 µmol/L and 3.3 ± 1.8 µmol/L (p>0.05) at 0 hour colostrum, respectively. Retinol in the 24 hours milk of the supplemented group increased from of 3.6 ± 1.9 and 6.8 ± 2.6 µmol/L (p<0.0001), respectively. Women with deficient levels of retinol in the colostrum at 0 hour(<2.04 mol/L) transferred more retinol to the colostrum at24 hours milk than those with adequate levels (an increase of 326.1 percent and 86.5 percent, respectively). CONCLUSION: The megadose of vitamin A was efficient in the first 24 hours after supplementation. The supplementation response was influenced by the basal levels of retinol in the colostrum. Parturient women with low initial levels of retinol transferred more retinol to the milk, after the megadose, than nursing women with sufficient levels. This possibly confirms the action of the Vitamin A transfer mechanisms proposed by the mammary gland.
Descritores: Colostro/química
Suplementos Nutricionais
Vitamina A
Vitaminas
-Distribuição de Qui-Quadrado
Estudos Transversais
Maternidades
Hospitais Públicos
Leite Humano/química
Estado Nutricional/efeitos dos fármacos
Período Pós-Parto/efeitos dos fármacos
Proteínas Plasmáticas de Ligação ao Retinol/análise
Proteínas Plasmáticas de Ligação ao Retinol/metabolismo
Vitamina A/administração & dosagem
Vitamina A/efeitos adversos
Vitamina A/análise
Vitaminas/administração & dosagem
Vitaminas/efeitos adversos
Vitaminas/análise
Limites: Adulto
Feminino
Seres Humanos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde