Base de dados : LILACS
Pesquisa : D12.776.157.530.400 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 114 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 12 ir para página                         

  1 / 114 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1118162
Autor: Mesquita Britto, Maria Helena Rodrigues.
Título: O fator de crescimento dos vasos (VEGF) como mediador neuroprotetor na quebra da barreira hematoencefálica no envenenamento pela aranha "Phoneutria nigriventer" em ratos: análise das vias de sinalização e da neuroquímica cerebral por espectroscopia no infravermelho com transformada de Fourier / Vascular endothelial growth factor (VEGF) as a neuroprotector mediator in the blood-brain barrier breakdown caused by "Phoneutria nigriventer" spider envenomation in rats: analysis of signaling pathways and cerebral neurochemistry by Fourier transform infrared spectroscopy.
Fonte: Campinas; s.n; 2019. ilus, graf, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicas. Programa de Pós-Graduação em Farmacologia para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Resumo: O veneno da aranha Phoneutria nigriventer (PNV) contém neuropeptídeos que afetam canais iônicos e a neurotransmissão, induzindo a quebra da barreira hematoencefálica (BHE) no hipocampo de ratos, o que ocorre paralelamente ao aumento do fator de crescimento endotelial vascular (VEGF). Sabe-se que a resposta biológica do VEGF é desencadeada através da regulação transcricional promovida pelo domínio tirosina-quinase de receptores transmembranares do VEGF, dos quais o VEGFR-2 (Flk-1) é considerado o principal mediador e ativador de várias vias de sinalização. O trabalho propõe investigar o possível papel neuroprotetor do VEGF após inibir sua ligação ao receptor Flk-1 pelo itraconazol (ITZ). Para isso, examinamos o status bioquímico do hipocampo por espectroscopia no Infravermelho com Transformada de Fourier (FT-IR), bem como avaliamos as proteínas envolvidas nas rotas paracelular e transcelular da BHE e quais vias de sinalização, relacionadas à neuroproteção do VEGF, foram ativadas. Os ratos receberam PNV ou foram pré-tratados com ITZ (30 min) seguido de PNV pela veia da cauda e depois sacrificados em 1 e 2 h (intervalos com maiores sinais de intoxicação), 5 h (intervalo com sinais incipientes de recuperação) e 24 h (intervalo sem sinal visual detectável de envenenamento), sendo comparados aos controles, salina e ITZ. O pré-tratamento com o antifúngico agravou os efeitos do veneno e aumentou danos à BHE. Os espectros FT-IR do veneno, hipocampo dos controles, PNV e ITZ-PNV mostraram as bandas de 1400 cm-1 (carboxilato) e de 1467 cm-1 (flexão de CH2: principalmente lipídios), que foram considerados bandas biomarcadora e referência, respectivamente. A inibição da ligação VEGF/Flk-1 produziu mudanças marcantes na estabilidade lipídios/proteínas em 1-2 h. As maiores diferenças ocorreram nas regiões espectrais atribuídas à lípides simétricos (2852 cm-1) e assimétricos (2924 e 2968 cm-1). As análises quantitativas mostraram maiores aumentos na razão 1400 cm-1/1467 cm-1 no período de intoxicação grave (1 h), e referem-se à região espectral de 3106 cm-1 a 687 cm-1. Ademais, a desativação da ligação VEGF/Flk-1 pelo itraconazol (ITZ) aumentou o fator indutor de hipóxia (H1F1-?), VEGF, Flk-1, Flt-1, Neu-N e caspase-3 às 5 horas após a injeção do PNV. No mesmo intervalo, a permeabilidade transcelular da BHE aumentou (caveolina-1?, dinamina-2 e família Src de não receptores tirosina-quinase (SKFs)), enquanto laminina e a via paracelular (occludina, ?-catenina) foram reforçadas e a proteína de efluxo glicoproteína-P (P-gp) aumentou. Ao mesmo tempo (5 h), ocorreu auto-fosforilação da via pró-proliferação celular (p38-fosforilada). Às 24 h, apesar da ausência de sinais de intoxicação, a via pró-sobrevivência celular (Akt-fosforilada) diminuiu nos animais pré-tratados com ITZ, enquanto aumentou nos tratados com PNV apenas. Os dados indicam ativação de mecanismos de neuroproteção relacionados ao VEGF envolvendo o receptor Flk-1 e principalmente à serina-treonina-quinase Akt, provavelmente via PI3K. ERK-fosforilada (2 h) e p38-fosforilada (5 h) sugerem interação entre as vias de sinalização com o objetivo de restabelecer a homeostase do hipocampo. O intervalo de 5 h parece ser o ponto de virada orquestrando respostas biológicas variadas. Os dados permitem concluir sobre o papel neuroprotetor do VEGF e que o mesmo pode ser explorado como possível alvo terapêutico no envenenamento por P. nigriventer.(AU)

Abstract: Phoneutria nigriventer spider venom (PNV) contains ion channels-acting neuropeptides that affect neurotransmission and induces transitory blood-brain barrier (BBB) breakdown in rat¿s hippocampus, which run in parallel with (vascular endothelial growth factor) VEGF upregulation. It is known that VEGF biological response is triggered through transcriptional regulation promoted by transmembrane tyrosine kinase receptors, being VEGFR-2 (Flk-1) considered the major mediator of VEGF effect through activation of a number of signaling pathways. The purpose of this work is to investigate a putative neuroprotective role of VEGF by inhibiting its binding to receptor Flk-1 by itraconazole (ITZ). To do this, we examined the biochemical status of the hippocampus by Infrared Spectroscopy and Fourier Transform (FT-IR), as well as evaluated the proteins involved in the BBB paracellular and transcellular routes and which signaling pathways related to VEGF neuroprotection were activated. Rats were administered PNV alone or were pre-treated with ITZ (30 min) followed by PNV through the tail vein, and then euthanized at 1 and 2 h (intervals with greatest signs of intoxication), 5 h (interval with incipient signs of animals¿ recovery) and 24 h (interval with no visually detectable envenomation sign) and compared to saline and ITZ controls. The antifungal pre-treatment aggravated PNV toxic effects and increased BBB damage. FT-IR spectra of venom and from hippocampi of controls, PNV and ITZ-PNV showed a 1400 cm-1 band linked to symmetric stretch of carboxylate and 1467 cm-1 band (CH2 bending: mainly lipids), which were considered biomarker and reference bands, respectively. Inhibition of VEGF/Flk-1 binding produced marked changes in lipid/protein stability at 1-2 h. The largest differences were observed in spectra regions assigned to lipids, both symmetric (2852 cm-1) and asymmetric (2924 and 2968 cm-1). Quantitative analyses showed greatest increases in the 1400 cm-1/1467 cm-1 ratio also at 1 h. Such changes at period of rats¿ severe intoxication referred to wavenumber region from 3106 cm-1 to 687 cm-1. Furthermore, the deactivation of Flk-1 receptor by VEGF through itraconazole (ITZ) showed increased hypoxia inducible factor (H1F-1?), VEGF, Flk-1, Flt-1, Neu-N and caspase-3 at 5 h after PNV injection. At same interval, BBB transcellular permeability increased (caveolin-1?, dynamin-2 and Src family of non-receptor tyrosine kinases (SKFs)), while laminin and paracellular route (occludin, ?-catenin) were reinforced and P-glycoprotein (P-gp) efflux protein was increased. Such effects were timely followed by upregulation of auto-phosphorylation of the pro-proliferation (phosphorylated-p38) pathway. At 24 h, despite absence of intoxication signs, the pro-survival (p-Akt) pathway was downregulated in animals underwent inhibition of VEGF-Flk-1 binding, whereas it was upregulated in PNV rats non-treated with ITZ. The data indicate triggering of VEGF-related mechanisms involving Flk-1 receptor and serine-threonine kinase Akt, probably via PI3K, as the main mechanism of neuroprotection. Phosphorylated ERK (2 h) and p-p38 (5 h) indicates interplay among transduction pathways likely aiming at re-establishment of hippocampal homeostasis. The findings suggest 5 h interval as the turning point that orchestrates varied biological responses. Taking together the data of the present study allow concluding that VEGF expression exerts neuroprotective role and can be explored as a possible therapeutic target in P. nigriventer envenomation.(AU)
Descritores: Venenos de Aranha
Barreira Hematoencefálica
Fator A de Crescimento do Endotélio Vascular
-Envenenamento
Venenos/administração & dosagem
Sistema Nervoso Central
Itraconazol
Neuroproteção
Canais Iônicos
Limites: Ratos
Responsável: BR25.1 - Biblioteca
BR25.1; T/UNICAMP, M562f


  2 / 114 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-233882
Autor: Costa, Luciano da F; Cesar Junior, Roberto M.
Título: Energia de dobramento multi-escala: novas perspectivas em neuromorfometria / Multiscale bending energy: new perspective in neuromorphometry
Fonte: In: Schiabel, Homero; Slaets, Annie France Frère; Costa, Luciano da Fontoura; Baffa Filho, Oswaldo; Marques, Paulo Mazzoncini de Azevedo. Anais do III Fórum Nacional de Ciência e Tecnologia em Saúde. Säo Carlos, s.n, 1996. p.588-588, ilus, graf.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Fórum Nacional de Ciência e Tecnologia em Saúde, 3 e Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica, 15 e Congresso Brasileiro de Físicos em Medicina , 6 e Congresso Brasileiro de Informática em Saúde, 5 e Encontro Brasileiro de Proteçäo Radiológica, Campos do Jordäo, 13-17 out. 1996.
Resumo: Este trabalho apresenta os resultados referentes à aplicação de um novo descritor multi-escala de formas, chamado Energia de Dobramento (ED), para problemas de neuromorfometria. O descritor é introduzido, e resultados demonstrando: (1) a capacidade de discriminação da complexidade da forma das células neurais e (2) invariância à transformações geométricas, são apresentados.
Descritores: Sistema Nervoso
Mamíferos
Modelos Neurológicos
Neurônios
-Primatas
Canais Iônicos
Distribuição Normal
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1/3012.74


  3 / 114 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-476672
Autor: Porto, Lívia Amorim; Siqueira, Jullyana de Souza; Seixas, Luciene Nascimento; Almeida, Jackson Roberto Guedes da Silva; Quintans-Júnior, Lucindo José.
Título: O papel dos canais iônicos nas epilepsias e considerações sobre as drogas antiepilépticas: uma breve revisão / Ion channels role in epilepsy and considers of the antiepileptic drugs: a short review
Fonte: J. epilepsy clin. neurophysiol;13(4):169-175, Dec. 2007. tab.
Idioma: pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: A epilepsia é um transtorno neurológico que chega a afetar cerca de 1 por cento da população mundial. Muitas formas de epilepsias não conseguem ser tratadas adequadamente com os fármacos atualmente utilizados na clínica e o desenvolvimento de novas propostas terapêuticas que as tratem, não apenas de forma sintomática, mas em sua gênese, é uma busca constante de novos estudos. OBJETIVO E DISCUSSÃO: Nesse sentido, a presente revisão busca fazer um breve levantamento sobre os aspectos científicos mais consistentes acerca do papel dos canais iônicos no desenvolvimento das epilepsias, bem como correlacionar com o estudo de drogas antiepilépticas (DAEs) e mostrar as principais características farmacológicas das DAEs mais utilizadas na clínica atualmente. O papel dos canais de Na+ e Ca+2 como alvo de novas DAEs e a participação de outros receptores nesse processo são igualmente discutidos. CONCLUSÃO: A compreensão da fisiopatologia das epilepsias e dos possíveis alvos moleculares para novos fármacos é um dos principais focos para o descobrimento de tratamentos mais eficazes e com menos efeitos adversos.

INTRODUCTION: Current epidemiological studies show a prevalence rate for active epilepsy in 0,5-1 percent of the population. Many forms of epilepsy are intractable to current therapies and there is a pressing need to develop agents and strategies to not only suppress seizures, but also cure epilepsy. OBJECTIVE AND DISCUSSION: The aim of this review was to the recent advances in the physiology of ion channels and other potential molecular targets, in conjunction with new informations on the genetics of idiopathic epilepsies, and current antiepileptic drugs (AEDs). Marketed AEDs predominantly target voltage-gated cation channels (the a-subunits of voltage gated Na+ channels and also T-type voltage-gated Ca2+ channels) or influence GABA-mediated inhibition. CONCLUSION: The growing understanding of the pathophysiology of epilepsy and the structural and functional characterization of the molecular targets provide many opportunities to create improved epilepsy therapies.
Descritores: Canais de Sódio
Epilepsia/tratamento farmacológico
Canais Iônicos
Anticonvulsivantes/uso terapêutico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 114 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-791273
Autor: Villamil-Munévar, Alejandro; Alvarado, José; Olaya-Sánchez, Alejandro.
Título: Onda J, predictor de muerte súbita / J-Wave, predictor of sudden death
Fonte: Rev. colomb. cardiol;23(3):168-171, mayo-jun. 2016. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El síndrome de repolarización precoz el cual está determinado por el punto J y el segmento S-T en el electrocardiograma, anteriormente se creía que era un patrón benigno. En las últimas décadas se ha demostrado su carácter maligno cuando se presenta en las derivaciones inferiores y/o las laterales dado su potencial para desencadenar arritmias letales (ocurre en un 1-13% de la población general y en un 15-70% de los casos de fibrilación ventricular idiopática), como es el caso de la taquicardia ventricular polimórfica idiopática que puede degenerar en la fibrilación ventricular y la muerte súbita. Se presenta el caso de una paciente de 41 años de edad, quien presenta inicialmente episodios de palpitaciones, síncope y muerte súbita en quien posteriormente se evidencia un trastorno de repolarización precoz tipo 2.

It used to be believed that the syndrome of early repolarization, which is determined by the point J and ST segment on the electrocardiogram, was a benign pattern. In recent decades its malign character has been shown when presented in the inferior leads and/or side given its potential to trigger lethal arrhythmias (occurs 1-13% of the general population and in 15-70% of cases of idiopathic ventricular fibrillation), as in the case of idiopathic polymorphic ventricular tachycardia that can degenerate into ventricular fibrillation and sudden death. A case of a 41 year-old patient who initially presented episodes of palpitations, syncope and sudden death is presented, in whom subsequently early repolarization type 2 disorder is evidenced.
Descritores: Morte Súbita
-Canais Iônicos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CO332 - Facultad de Medicina


  5 / 114 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-759911
Autor: Scarparo, Henrique Clasen.
Título: Estudos farmacológicos dos bloqueadores dos canais de cloreto ativados pelo calcio e pelo volume celular na contratilidade do músculo liso longitudinal de fundo de estômago de rato / Studies of pharmacological blockers of chloride channels activated by calcium and the cell volume contractility in the longitudinal smooth muscle of rat stomach fundus.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2001. 220 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O presente estudo investigou o envolvimento dos canais de cloreto ativados pelo cálcio intracelular (Cl(Ca)) e pelo aumento do volume celular (ClSWELL) na contratilidade do músculo liso longitudinal de fundo de estômago de rato. Avaliamos os efeitos farmacológicos de vários bloqueadores de canais de cloreto: o ácido niflúmico (NFA), ácido 4,4'-diisotiocianatostilibeno-2,2'-dissulfônico (DIDS), ácido 3',5-diclorodifenilamina-2-carboxílico (DCDPC), ácido 5-nitro-2-(3-fenilpropilamino) benzóico (NPPB) e o tamoxifeno (TAM), assim como o envolvimento dos gradientes de cálcio e cloreto transmembrana sobre as respostas contráteis induzidas pelos agonistas 5-hidroxitriptamina (5-HT, serotonina), acetilcolina (ACh) e prostaglandina-F2α (PGF2α), pelo cloreto de potássio (KCl) e pela solução hipotônica (SH) em estômago de rato. Avaliamos também os efeitos eletrofisiológicos do NFA e da nifedipina (NIF) sobre as alterações elétricas induzidas pela SH sobre a membrana celular. O NFA inibiu, seletivamente, as contrações induzidas pela 5-HT, reduziu, em menor proporção, as respostas induzidas pela PGF2α e não alterou os efeitos da ACh. Além disso, não alterou a contração induzida por 60mM e 20mM de KCl, sugerindo não interagir com os canais de cálcio dependentes de voltagem (VDCC) e nem ativar canais de potássio, respectivamente. Em contraste, os efeitos do DCDPC não foram seletivos, inibindo as contrações induzidas pela 5-HT, ACh e pelo KCl. O DIDS foi menos potente do que o NFA e DCDPC, inibindo as respostas induzidas por 60mM de KCl apenas em alta concentração. As concentrações induzidas pela 5-HT foram mais sensíveis aos efeitos do NFA e a remoção do cálcio e cloreto extracelulares do que aquelas induzidas pela ACh e pela PGF2α...
Descritores: Canais de Cloreto
Canais Iônicos
Ratos
Serotonina
Limites: Animais
Ratos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  6 / 114 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-759238
Autor: Alves, E G L; Serakides, R; Rosado, I R; Pereira, M M; Ocarino, N M; Oliveira, H P; Góes, A M; Rezende, C M F.
Título: Efeito do produto iônico do biovidro 60S na diferenciação osteogênica de células-tronco mesenquimais do tecido adiposo de cães / Effect of ionic product of bioglass 60S in osteogenic differentiation of mesenchymal stem cells from the adipose tissue of dogs
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;67(4):969-978, July-Aug. 2015. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo do presente trabalho foi avaliar o produto iônico do biovidro 60S (BV60S) na diferenciação osteogênica de células-tronco mesenquimais de origem adiposa (CTM-AD) de cães. As CTM-AD foram diferenciadas sem OSTe com o produto iônico (PI OST) por sete, 14 e 21 dias. Avaliou-se o MTT, a fosfatase alcalina (FA), o colágeno, mineralização e as expressões de osterix (OSX), sialoproteína óssea (BSP), osteonectina (ON) e osteocalcina (OC). O grupo PI OSTmostrou menor conversão de MTT aos sete dias e maior conversão aos 21 dias. A atividade de FA foi maior no grupo OST, aos 14 e 21 dias. A síntese de colágeno foi maior no grupo OST aos sete e 21 dias. Verificou-se maior área mineralizada no grupo PI OSTem todos os tempos. Não houve diferenças nas expressões de OSX e OC entre os grupos. Observou-se maior expressão de BSP no grupo PI OST, aos 14 e 21 dias. A expressão de ON foi maior no grupo OST aos 14 dias. Concluiu-se que o produto iônico do BV60S favorece a osteogênese in vitro de CTM-AD de cães.

The aim was to evaluate the ionic product of 60S bioglass (BV60S) in osteogenic differentiation of mesenchymal stem cells from adipose tissue (ADMSCs) in dogs. ADMSCs were differentiated without the ionic product (OST) and with the ionic product (PI-OST) for 7, 14 and 21 days. We evaluated the MTT, alkaline phosphatase (ALP), collagen mineralization and expressions of osterix (OSX), bone sialoprotein (BSP), osteonectin (ON) and osteocalcin (OC). The PI-OST group had a lower MTT conversion to 7days and higher conversion at 21 days. The ALP activity was higher in the OST group at 14 and 21 days. Collagen synthesis was higher in the OST group at 7 and 21 days. A higher mineralized area in the PI-OST group was observed at all times. There were no differences in expressions of OSX and OC between groups. We observed increased expression of BSP in the PI-OST group at 14 and 21 days. The expression of ON was higher in the OST group at 14 days. It was concluded that the ionic product of BV60S promotes in vitro osteogenesis of MSC-AD from dogs.
Descritores: Materiais Biocompatíveis
Osteogênese
Células-Tronco
-Regeneração Óssea
Canais Iônicos
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  7 / 114 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-751407
Autor: Nojima, Lincoln Issamu; Araújo, Adriele Silveira; Alves Júnior, Matheus.
Título: Indirect orthodontic bonding - a modified technique for improved efficiency and precision
Fonte: Dental press j. orthod. (Impr.);20(3):109-117, May-Jun/2015. graf.
Idioma: en.
Resumo: INTRODUCTION: The indirect bonding technique optimizes fixed appliance installation at the orthodontic office, ensuring precise bracket positioning, among other advantages. In this laboratory clinical phase, material and methods employed in creating the transfer tray are decisive to accuracy. OBJECTIVE: This article describes a simple, efficient and reproducible indirect bonding technique that allows the procedure to be carried out successfully. Variables influencing the orthodontic bonding are analyzed and discussed in order to aid professionals wishing to adopt the indirect bonding technique routinely in their clinical practice. .

INTRODUÇÃO: a técnica de colagem indireta prioriza a otimização do procedimento de montagem do aparelho fixo na clínica ortodôntica, assegurando, entre outras, vantagens relacionadas à precisão no posicionamento dos braquetes. Nesse procedimento clínico laboratorial, o material e o método de confecção da moldeira de transferência são determinantes no quesito precisão. OBJETIVO: este artigo descreve uma técnica de colagem indireta simples, eficiente e reprodutível, para que o procedimento possa ser realizado com sucesso. Variáveis que exercem influência sobre o procedimento são analisadas e discutidas, a fim de auxiliar o profissional a adotar, de forma rotineira, a técnica de colagem indireta em sua prática clínica. .
Descritores: Canais Iônicos/metabolismo
Técnicas de Patch-Clamp/métodos
-Córtex Cerebral/citologia
Córtex Cerebral/metabolismo
HEKABORTION, INCOMPLETEABATTOIRS CELLS
Ativação do Canal Iônico
Canais Iônicos/química
Neurônios/metabolismo
Receptores de N-Metil-D-Aspartato/química
Receptores de N-Metil-D-Aspartato/metabolismo
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Research Support, N.I.H., Extramural
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 114 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-751348
Autor: Chen, W.L.; Luo, D.F.; Gao, C.; Ding, Y.; Wang, S.Y..
Título: The consensus sequence of FAMLF alternative splice variants is overexpressed in undifferentiated hematopoietic cells
Fonte: Braz. j. med. biol. res = Rev. bras. pesqui. méd. biol;48(7):603-609, 07/2015. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: National Natural Science Foundation of China; . Fujian Province; . Fujian Medical University; . National and Fujian Provincial Key Clinical Specialty Discipline Construction Program, P.R.C..
Resumo: The familial acute myeloid leukemia related factor gene (FAMLF) was previously identified from a familial AML subtractive cDNA library and shown to undergo alternative splicing. This study used real-time quantitative PCR to investigate the expression of the FAMLF alternative-splicing transcript consensus sequence (FAMLF-CS) in peripheral blood mononuclear cells (PBMCs) from 119 patients with de novo acute leukemia (AL) and 104 healthy controls, as well as in CD34+ cells from 12 AL patients and 10 healthy donors. A 429-bp fragment from a novel splicing variant of FAMLF was obtained, and a 363-bp consensus sequence was targeted to quantify total FAMLF expression. Kruskal-Wallis, Nemenyi, Spearman's correlation, and Mann-Whitney U-tests were used to analyze the data. FAMLF-CS expression in PBMCs from AL patients and CD34+ cells from AL patients and controls was significantly higher than in control PBMCs (P<0.0001). Moreover, FAMLF-CS expression in PBMCs from the AML group was positively correlated with red blood cell count (rs =0.317, P=0.006), hemoglobin levels (rs =0.210, P=0.049), and percentage of peripheral blood blasts (rs =0.256, P=0.027), but inversely correlated with hemoglobin levels in the control group (rs =–0.391, P<0.0001). AML patients with high CD34+ expression showed significantly higher FAMLF-CS expression than those with low CD34+ expression (P=0.041). Our results showed that FAMLF is highly expressed in both normal and malignant immature hematopoietic cells, but that expression is lower in normal mature PBMCs.
Descritores: Tecido Adiposo Marrom/fisiologia
Metabolismo Energético/fisiologia
-Adipócitos/fisiologia
Tecido Adiposo Marrom/metabolismo
Tecido Adiposo Marrom
Linhagem da Célula/fisiologia
Homeostase/fisiologia
Canais Iônicos/metabolismo
Proteínas Mitocondriais/metabolismo
Termogênese/fisiologia
Limites: Animais
Humanos
Tipo de Publ: Research Support, N.I.H., Extramural
Research Support, Non-U.S. Gov't
Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 114 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Martínez, Denis
Texto completo
Id: lil-745920
Autor: Vieira, Luciana Rodrigues; Martinez, Denis; Forgiarini, Luiz Felipe; Rosa, Darlan Pase da; Muñoz, Gustavo Alfredo Ochs de; Fagundes, Micheli; Martins, Emerson Ferreira; Montanari, Carolina Caruccio; Fiori, Cintia Zappe.
Título: Uncoupling protein-2 mRNA expression in mice subjected to intermittent hypoxia / Expressão do mRNA da uncoupling protein-2 em camundongos submetidos à hipóxia intermitente
Fonte: J. bras. pneumol;41(2):167-174, Mar-Apr/2015. graf.
Idioma: en.
Resumo: Objective: To investigate the effect of intermittent hypoxia-a model of obstructive sleep apnea (OSA)-on pancreatic expression of uncoupling protein-2 (UCP2), as well as on glycemic and lipid profiles, in C57BL mice. Methods: For 8 h/day over a 35-day period, male C57BL mice were exposed to intermittent hypoxia (hypoxia group) or to a sham procedure (normoxia group). The intermittent hypoxia condition involved exposing mice to an atmosphere of 92% N and 8% CO2 for 30 s, progressively reducing the fraction of inspired oxygen to 8 ± 1%, after which they were exposed to room air for 30 s and the cycle was repeated (480 cycles over the 8-h experimental period). Pancreases were dissected to isolate the islets. Real-time PCR was performed with TaqMan assays. Results: Expression of UCP2 mRNA in pancreatic islets was 20% higher in the normoxia group than in the hypoxia group (p = 0.11). Fasting serum insulin was higher in the hypoxia group than in the normoxia group (p = 0.01). The homeostasis model assessment of insulin resistance indicated that, in comparison with the control mice, the mice exposed to intermittent hypoxia showed 15% lower insulin resistance (p = 0.09) and 21% higher pancreatic β-cell function (p = 0.01). Immunohistochemical staining of the islets showed no significant differences between the two groups in terms of the area or intensity of α- and β-cell staining for insulin and glucagon. Conclusions: To our knowledge, this is the first report of the effect of intermittent hypoxia on UCP2 expression. Our findings suggest that UCP2 regulates insulin production in OSA. Further study of the role that UCP2 plays in the glycemic control of OSA patients is warranted. .

Objetivo: Investigar o efeito da hipóxia intermitente com um modelo de apneia obstrutiva do sono (AOS) sobre a expressão de uncoupling protein-2 (UCP2), assim como sobre perfis glicêmicos e lipídicos, em camundongos C57BL. Métodos: Camundongos C57BL machos foram expostos a hipóxia intermitente ou hipóxia simulada (grupo controle) 8 h/dia durante 35 dias. A condição de hipóxia intermitente envolveu a exposição dos camundongos a uma atmosfera de 92% de N e 8% de CO2 por 30 s, com redução progressiva de fração de O2 inspirado até 8 ± 1%, seguida por exposição a ar ambiente por 30 s e repetições do ciclo (480 ciclos no período experimental de 8 h). Os pâncreas foram dissecados para isolar as ilhotas. Foi realizada PCR em tempo real utilizando o método TaqMan. Resultados: A expressão do mRNA da UCP2 nas ilhotas pancreáticas foi 20% maior no grupo controle que no grupo hipóxia (p = 0,11). A insulina sérica de jejum foi maior no grupo hipóxia do que no grupo controle (p = 0,01). O modelo de avaliação da homeostase de resistência à insulina indicou que, em comparação com os camundongos controle, aqueles expostos à hipóxia intermitente apresentaram 15% menor resistência à insulina (p = 0,09) e 21% maior função das células beta (p = 0,01). A coloração das ilhotas pancreáticas por imuno-histoquímica não mostrou diferenças significativas entre os grupos em termos da área ou da intensidade das células alfa e beta, marcadas por insulina e glucagon. Conclusões: Segundo nosso conhecimento, esta é a primeira descrição do efeito da hipóxia intermitente sobre a expressão da UCP2. Nossos achados sugerem que UCP2 regula a produção de insulina na AOS. Futuras investigações sobre o papel da UCP2 no controle glicêmico em pacientes com AOS são justificadas. .
Descritores: Hipóxia/metabolismo
Canais Iônicos/metabolismo
Ilhotas Pancreáticas/metabolismo
Proteínas Mitocondriais/metabolismo
RNA Mensageiro/metabolismo
Apneia Obstrutiva do Sono/metabolismo
-Hipóxia/fisiopatologia
Modelos Animais de Doenças
Resistência à Insulina
Canais Iônicos/genética
MICE, INBRED CABDOMENABDOMINAL INJURIESBL
Proteínas Mitocondriais/genética
Apneia Obstrutiva do Sono/fisiopatologia
Limites: Animais
Masculino
Camundongos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 114 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-741535
Autor: Nascimento, Luiz Augusto; Settanni, Flávio Aurélio Parente; Góis Filho, José Franscisco de; Sanchez, Isabela Naria Dias; Cavalcante, Bruna Barros; Stávale, João Noberto.
Título: Isolated Schwannoma of the Olfactory Groove: A Case Report
Fonte: Int. arch. otorhinolaryngol. (Impr.);19(1):93-95, Jan-Mar/2015. graf.
Idioma: en.
Resumo: Introduction Schwannoma of the olfactory groove is an extremely rare tumor that can share a differential diagnosis with meningioma or neuroblastoma. Objectives The authors present a case of giant schwannoma involving the anterior cranial fossa and ethmoid sinuses. Case Report The patient presented with a 30-month history of left nasal obstruction, anosmia, and sporadic ipsilateral bleeding. Computed tomography of the paranasal sinuses revealed expansive lesion on the left nasal cavity extending to nasopharynx up to ethmoid and sphenoid sinuses bilaterally with intraorbital and parasellar extension to the skull base. Magnetic resonance imaging scan confirmed the expansive tumor without dural penetration. Biopsy revealed no evidence of malignancy and probable neural cell. Bifrontal craniotomy was performed combined with lateral rhinotomy (Weber-Ferguson approach), and the lesion was totally removed. The tumor measured 8.0 4.3 3.7 cm and microscopically appeared as a schwannoma composed of interwoven bundles of elongated cells (Antoni A regions)mixed with less cellular regions (Antoni B). Immunohistochemical study stained intensively for vimentin and S-100. Conclusion Schwannomas of the olfactory groove are extremely rare, and the findings of origin of this tumor is still uncertain but recent studies point most probably to the meningeal branches of trigeminal nerve or anterior ethmoidal nerves. .
Descritores: Permeabilidade da Membrana Celular/fisiologia
Células Ciliadas Auditivas/fisiologia
Canais Iônicos/fisiologia
Mecanotransdução Celular/fisiologia
-Animais Recém-Nascidos
Caderinas/genética
Permeabilidade da Membrana Celular/genética
Quelantes/farmacologia
Sulfato de Di-Hidroestreptomicina/farmacologia
Embrião de Mamíferos
Ácido Egtázico/análogos & derivados
Ácido Egtázico/farmacologia
Células Ciliadas Auditivas/citologia
Células Ciliadas Auditivas/efeitos dos fármacos
Técnicas In Vitro
Canais Iônicos/efeitos dos fármacos
Camundongos Transgênicos
Mecanotransdução Celular/efeitos dos fármacos
Mecanotransdução Celular/genética
Potenciais da Membrana/efeitos dos fármacos
Potenciais da Membrana/genética
MICE, INBRED CABDOMENABDOMINAL INJURIESBL
Miosinas/genética
Órgão Espiral/citologia
Precursores de Proteínas/genética
Limites: Animais
Feminino
Masculino
Camundongos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 12 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde