Base de dados : LILACS
Pesquisa : D12.776.157.530.400.175.562 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 59 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 6 ir para página                

  1 / 59 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-833095
Autor: Fiorelli, Katiana; Assini, Fabricio Luiz.
Título: A prescrição de benzodiazepínicos no Brasil: uma análise da literatura / The prescription of benzodiazepines in Brazil: a literature review
Fonte: ABCS health sci;42(1):40-44, 26 abr. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Benzodiazepínicos são medicamentos psicotrópicos de prescrição restrita e sujeitos a controle especial, conforme a Portaria nº 344, de 12 de maio de 1998. São utilizados como hipnóticos e sedativos, sendo bastante comuns na prática clínica. O uso prolongado destes fármacos pode causar dependência e por isso é necessário identificar seu perfil de prescrição. Este estudo busca revisar a literatura sobre os trabalhos que descreveram o uso de benzodiazepínicos no Brasil. Para isso, uma busca direta foi realizada em três bases de dados, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), PubMed e Scientific Eletronic Library Online (SciELO), utilizando os descritores prescrição/prescription, benzodiazepínicos/benzodiazepines, Brasil/Brazil. Depois de aplicados os critérios de inclusão e exclusão, restaram 12 artigos, os quais foram analisados. A análise destes trabalhos mostrou que, no Brasil, os benzodiazepínicos são utilizados especialmente por mulheres com tendência ao aumento do uso com o avançar da idade. Desta maneira, conclui-se que permanece a necessidade de políticas públicas que busquem o uso racional destes fármacos.

Benzodiazepines are prescription restricted psychotropic drugs, subject to special control according to Decree nº 344 of May 12, 1998. They are used as hypnotics and sedatives, being widely used in clinical practice. Prolonged use of these drugs can cause dependence, and therefore it is necessary to identify their prescription profile. This study aims to review the literature on studies that described the use of benzodiazepines in Brazil. For such, a direct search was conducted in databases, such as LILACS, Pubmed and SciELO, with the descriptors, in Portuguese and English, "prescrição" (prescription), "benzodiazepínicos" (benzodiazepines) and "Brasil" (Brazil). After applying the criteria for inclusion and exclusion, 12 articles remained, which were analyzed in this work. The analysis of these data has shown that, in Brazil, benzodiazepines are used especially by women with a tendency to increased use with advancing age. On this wat, we might conclude that Brazil's needs to improve his politics to promote rational use of Benzodiazepines.
Descritores: Brasil
Receptores de GABA-A
Prescrições
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  2 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-887236
Autor: Bautista, Wendy; Lipschitz, Jeremy; McKay, Andrew; Minuk, Gerald Y.
Título: Cancer Stem Cells are Depolarized Relative to Normal Stem Cells Derived from Human Livers
Fonte: Ann. hepatol;16(2):297-303, Mar.-Apr. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Introduction and aim. The inability to distinguish cancer (CSCs) from normal stem cells (NSCs) has hindered attempts to identify safer, more effective therapies for hepatocellular carcinoma (HCC). The aim of this study was to document and compare cell membrane potential differences (PDs) of CSCs and NSCs derived from human HCC and healthy livers respectively and determine whether altered GABAergic innervation could explain the differences. Material and methods. Epithelial cell adhesion molecule (EpCAM) positive stem cells were isolated from human liver tissues by magnetic bead separations. Cellular PDs were recorded by microelectrode impalement of freshly isolated cells. GABAA receptor subunit expression was documented by reverse transcriptase polymerase chain reaction (RT-PCR) and immunofluorescence. Results. CSCs were significantly depolarized (-7.0 ± 1.3 mV) relative to NSCs (-23.0 ± 1.4 mV, p < 0.01). The depolarized state was associated with different GABAA receptor subunit expression profiles wherein phasic transmission, represented by GAGAA α3 subunit expression, was prevalent in CSCs while tonic transmission, represented by GABAA α6 subunit expression, prevailed in NSCs. In addition, GABAA subunits α3, β3, γ3 and δ were strongly expressed in CSCs while GABAA π expression was dominant in NSCs. CSCs and NSCs responded similarly to GABAA receptor agonists (ΔPD: 12.5 ± 1.2 mV and 11.0 ± 3.5 mV respectively). Conclusion. The results of this study indicate that CSCs are significantly depolarized relative to NSCs and these differences are associated with differences in GABAA receptor subunit expression. Together they provide new insights into the pathogenesis and possible treatment of human HCC.
Descritores: Células-Tronco Neoplásicas/metabolismo
Receptores de GABA-A/metabolismo
Carcinoma Hepatocelular/genética
Carcinoma Hepatocelular/metabolismo
Agonistas de Receptores de GABA-A/farmacologia
Molécula de Adesão da Célula Epitelial/metabolismo
Fígado/citologia
Neoplasias Hepáticas/metabolismo
-Fenótipo
Células-Tronco/efeitos dos fármacos
Células-Tronco Neoplásicas/efeitos dos fármacos
RNA Mensageiro/genética
RNA Mensageiro/metabolismo
Biomarcadores/metabolismo
Imunofluorescência
Separação Imunomagnética
Receptores de GABA-A/efeitos dos fármacos
Receptores de GABA-A/genética
Reação em Cadeia da Polimerase Via Transcriptase Reversa
Subunidades Proteicas
Neoplasias Hepáticas/genética
Potenciais da Membrana/efeitos dos fármacos
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-680443
Autor: Andriolo, Daniela Santos Maia; Cunha, Luzia Helena da; Santana, Amália Soares; Sampaio, Maria Eloíza; Valenzuela, Virgínia del Carmen Troncoso; Duarte, Maria Gorette Resende; Garcia, Eliana de Faria.
Título: Investigação da presença de anorexígenos, benzodiazepínicos e antidepressivos em formulações fitoterápicas emagrecedoras / Investigation on the occurrence of anorexigens, benzodiazepines and antidepressants in the weight-reducer phytotherapy formulations
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;71(1):148-152, jan.-mar. 2012. tab.
Idioma: pt.
Resumo: No Brasil, são comumente comercializadas formulações fitoterápicas emagrecedoras adicionadas de substâncias sintéticas não declaradas, o que constitui um grave problema de saúde pública. No presente trabalho, foram analisadas amostras de formulações emagrecedoras naturais com suspeita de adição de substâncias anorexígenas, ansiolíticas e/ou antidepressivas apreendidas pela Gerência de Vigilância Sanitária em Medicamentos e Congêneres/Serviço de Vigilância Sanitária de Minas Gerais (GVMC/SVSMG). Por meio de ensaios cromáticos e do teste de espuma foi constatada a ausência de pelo menos uma classe dos metabólitos secundários pesquisados (flavonoides, saponinas e quinonas) em todas as amostras analisadas. A presença de femproporex, fluoxetina e clordiazepóxido, em forma isolada ou em associação foi detectada em todas as amostras por meio de CG-EM. As amostras analisadas em sua totalidade foram discordantes dos padrões de qualidade aceitáveis, em virtude de adição não declarada de substâncias sintéticas em sua composição, além de associação de anorexígeno e ansiolítico, o que não é permitido pela legislação vigente. Comprovou-se, assim, a necessidade premente de um sistema de fiscalização mais atuante em relação a produtos irregulares comercializados, juntamente com a conscientização dos profissionais da área de saúde.
Descritores: Ansiolíticos
Antidepressivos
Contaminação de Medicamentos
Depressores do Apetite
Fármacos Antiobesidade
Medicamentos Fitoterápicos
Receptores de GABA-A
Responsável: BR76.1 - Biblioteca


  4 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Bugno, Adriana
Auricchio, Mariangela Tírico
Id: lil-500701
Autor: Yano, Helena Myoco; Santos, Ana Paula; Bugno, Adriana; Auricchio, Mariangela Tirico.
Título: Pesquisa de anorexígenos e benzodiazepínicos em formulações emagrecedoras e avaliação de rotulagem, em análises da Seção de Farmacognosia do Instituto Adolfo Lutz no período de junho de 2004 a março de 2007 / Detection of anerexigen and benzodiazepinic drugs in weigth reducers compounded formulations and analysis on label contents adequacy by pharmacognosy laboratory, Instituto Adolfo Lutz, from june 2004 to march 2007
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;67(1):78-82, jan.-abr. 2008. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A obesidade tem se tornando significante problema de saúde pública no Brasil. Atualmente, os produtos denominados “fórmulas emagrecedoras” são encontrados em profusão no mercado, com o argumento de promover redução de peso corpóreo. No período de junho de 2004 a março de 2007, foram efetuadas na Seção de Farmacognosia do Instituto Adolfo Lutz Central/ SP análises de 22 amostras de fórmulas para pesquisar a presença de anorexígenos (dietilpropiona, femproporex, mazindol) e benzodiazepínicos (clordiazepóxido,clonazepam, diazepam, bromazepam, lorazepam). Foi empregada a cromatografia em camada delgada comparativa frente aos respectivos padrões; a avaliação de conformidade da rotulagem foi realizada seguindo-se a legislação vigente. Os limites de detecção foram determinados para cada fármaco pesquisado, com os padrões utilizados na respectiva técnica de cromatografia. Três amostras apresentaram dietilpropiona ou diazepam com femproporex, as quais não estavam declaradas nos seus rótulos e nos rótulos de todas as amostras analisadas houve a menção da presença de substâncias laxantes. Das amostras analisadas, 16 estavam em desacordo com a legislação específica vigente quanto aos dizeres de rótulo. A associação de anorexígenos com benzodiazepínicos e laxantes, embora proibida pela legislação brasileira, é ainda encontrada nos produtos comercializados, constituindo-se importante risco à saúde dos usuários. Este fato merece assim, atenção especial e constante dos órgãos de fiscalização.
Descritores: Cromatografia em Camada Delgada
Depressores do Apetite
Fraude
Química Farmacêutica
Receptores de GABA-A
Rotulagem de Produtos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  5 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Bochner, Rosany
Texto completo
Id: lil-747313
Autor: Sandes, Valcieny de Souza; Mattos, Guacira Correa; Bochner, Rosany; Goés, Sônia Maria Cezar; Dellamora, Elisangela da Costa Lima.
Título: Fatores relacionados à utilização de flumazenil em pacientes hospitalizados / Factors related to use of flumazenil in hospitalized patients / Factores relacionados con el uso de flumazenil en pacientes hospitalizados
Fonte: Rev. enferm. UERJ;22(5):589-596, sept.-out. 2014. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Interações medicamentosas (IM) exacerbam o risco de eventos adversos graves relacionados ao uso de benzodiazepínicos. Este estudo objetivou conhecer aspectos relacionados à utilização de flumazenil em pacientes hospitalizados. Através do método observacional, foram analisados prescrições e prontuários de 31 pacientes internados entre junho/2008 e junho/2010 quanto à indicação do flumazenil, aos fatores que podem ter contribuído para intoxicação por benzodiazepínicos e à frequência de IM potenciais (IMP). A frequência de indicação para reversão de sedação excessiva foi aproximadamente 1,3 prescrições por 1.000 pacientes. Foram identificadas IMP em 84% dessas prescrições. Para sete casos, não houve prescrição prévia de benzodiazepínicos. O exame permitiu a identificação dos eventos com necessidade do manejo da sedação excessiva relacionados à ocorrência de IMP entre benzodiazepínicos e outros medicamentos para um elevado percentual de pacientes. Observou-se que idade elevada, quadro clínico com muitas comorbidades e administração de medicamentos com interações bem definidas estiveram associados à hipersedação...

Drug interactions (DIs) heighten the risk of severe adverse events connected with use of benzodiazepines. This observational study aimed to ascertain aspects of use of flumazenil in hospital inpatients. The prescriptions and medicalrecords of 31 patients admitted between June 2008 and June 2010 were examined for indication of flumazenil, factors that could have contributed to benzodiazepine intoxication, and potential drug interaction (PDI) frequency. In 1.3 prescriptions per 1,000 patients the indication was for reversal of excessive sedation. PDIs were observed in 84% of these prescriptions. In 7 cases there was no prior prescription of benzodiazepines. The examination identified events requiring management of excessive sedation associated with occurrence of PDI between benzodiazepines and other drugs in a high percentage of patients. It was observed that more advanced age, clinical condition with many comorbidities, and administration of drugs with well-defined interactions were observed to associate with over-sedation...

Interacciones medicamentosas (IM) incrementan el riesgo de efectos adversos graves. Este estudio observacional investigó los aspectos relacionados con el uso de flumazenil en los pacientes hospitalizados. Se analizaron las prescripciones y prontuarios de 31 pacientes ingresados entre junio/2008 y junio/2010. La frecuencia de la indicación de reversión de la sedación excesiva fue de 1,3 prescripciones por 1.000 pacientes. Se identificaron IMP en 84% de estas prescripciones. En siete casos no hubo prescripción previa de benzodiazepínicos. Este estudio permitió la identificación de la sedación excesiva asociada con la aparición de IMP entre los benzodiazepínicos y otras drogas para un alto porcentaje de pacientes. Se ha observado que la edad avanzada, cuadro clínico con muchas comorbilidades y administración de fármacos con interacciones bien definidas se asociaron con excesiva sedación...
Descritores: Cuidados de Enfermagem
Flumazenil
Interações Medicamentosas
Receptores de GABA-A
-Brasil
Epidemiologia Descritiva
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto Jovem
Pessoa de Meia-Idade
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  6 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-771461
Autor: Silva, Vanessa Pereira; Botti, Nadja Cristiane Lappann; Oliveira, Valéria Conceição de; Guimarães, Eliete Albano de Azevedo.
Título: Perfil epidemiólogico dos usuários de benzodiazepínicos na atenção primária à saúde / Epidemiological profile of users of benzodiazepines in primary health care
Fonte: Rev. enferm. Cent.-Oeste Min;5(1):1393-1400, jan.-abr.2015. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Trata-se de um estudo transversal, cujo objetivo foi identificar o perfil epidemiológico dos usuários de benzodiazepínicos.A amostra intencional foi composta de 219 usuários de benzodiazepínicos (BZD) cadastrados em quatro equipes de saúde da família, sendo que a coleta de dados ocorreu entre os meses de janeiro e maio de 2013. Para a tabulação e a análise descritiva dos dados utilizaram-se os softwares Epidata 3.1. e EPINFO 6.04. Os resultados apontam que a maior parte dos usuários de benzodiazepínicos são do sexo feminino, autodeclarados negros ou pardos, com idade entre 53 e 60 anos, com baixo nível de escolaridade e renda familiar. Na caracterização das condições de saúde da amostra, observou-se que 69,9%dos usuários relatam possuir algum tipo de doença. O Clonazepam foi o BZD mais utilizado. O tempo de uso prolongado foiobservado, o que caracterizou uso indevido. O principal motivo de uso foi insônia seguido por motivo de ansiedade. O perfil encontrado direciona para a necessidade de promover mudanças nas condutas de prescrição, dispensação e utilização de benzodiazepínicos nas unidades de APS...

This is a cross-sectional study whose objective was to identify the epidemiological profile of users of benzodiazepines (BZD). The sample was composed of 219 registered users of benzodiazepines in four family health teams. Data collection took place between January and May, 2013. Epidata 3.1 software and 6:04 EPINFO were used for tabulation anddescriptive data analysis. The results show that most users of benzodiazepines are female, self-declared black or brown,aged between 53 and 60 years, with low levels of education and low family income. It was observed, in thecharacterization of the health conditions of the sample, that 69.9 percent of user report having some kind of disease.Clonazepam was used as a BZD. Prolonged use was observed, which characterizes misuse. The main reason for use was insomnia due to anxiety. The profile points to the need to promote changes in prescribing, dispensing and usingbenzodiazepines in the units of APS lines...

Este es un estudio transversal cuyo objetivo fue identificar el perfil epidemiológico de los usuarios de las benzodiacepinas. La muestra está compuesta por 219 usuarios registrados de las benzodiacepinas en 4 equipos de salud familiar y la recolección de datos se llevó a cabo entre enero y mayo de 2013. Para la tabulación y análisis de datos descriptivos se utilizó el software Epidata 3.1 y 06:04 EPINFO. Los resultados muestran que la mayoría de los usuarios de lasbenzodiacepinas son mujeres , negros o pardos autodeclarados , con edades comprendidas entre 53 y 60 años , con un bajo nivel de educación e ingreso familiar. En la caracterización de las condiciones de salud de la muestra, se observó que el 69,9 % de usuarios informan que tienen algún tipo de enfermedad. El clonazepam fue el BZD más utilizado. Se observó el uso prolongado, lo que caracteriza el uso indebido. La razón principal para el uso fue el insomnio seguido por motivo de ansiedad. El perfil encontrado conlleva hacia la necesidad de promover cambios en la prescripción, dispensación y uso de las benzodiacepinas en las unidades de APS...
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Receptores de GABA-A
Saúde Mental
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1259.1 - DIBIB - Divisão de Biblioteca


  7 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1053043
Autor: Martins, Ronald Sodre.
Título: Avaliação in silico da interação entre o receptor GABAA e metalocompostos derivados de benzodiazepínicos / Evaluation of the interaction between GABAA receptor and organometallics derived from benzodiazepines in silico.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2019. 124 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O receptor do ácido γ-aminobutírico do tipo A (GABAA) é o receptor de ação rápida mais amplamente distribuído no sistema nervoso central (SNC) dos mamíferos. Os receptores GABAA são canais iônicos pentaméricos transmembranares e apresentam alta heterogeneidadede entre suas subunidades. Quando estes receptores são ativados pelo neurotransmissor GABA, permitem a passagem de íons cloreto para dentro dos neurônios, resultando em uma hiperpolarização destas células, as tornando menos reativas a neurotransmissores excitatórios. Os receptores GABAA são alvos de vários grupos farmacológicos com propriedades anestésicas e sedativas. A ativação destes receptores pode ser modulada por diferentes grupos de compostos, incluindo os benzodiazepínicos (BZDs), que se tornaram o grupo farmacológico prescrito mais consumido no mundo, sendo indicados no tratamento de ansiedade, insônia, relaxamento muscular e epilepsia. Apesar de serem indicados no tratamento em diversas manifestações clínicas, podem apresentar efeitos adversos, como comprometimento da memória, síndrome de descontinuação, além da sua ineficiência no tratamento em alguns casos de epilepsia. Nesse contexto, é importante identificar e desenvolver novos compostos que apresentem as mesmas características e eficiência dos BZDs clássicos, porém minimizando seus efeitos adversos.

Uma abordagem interessante é a síntese de compostos de coordenação, a partir da associação entre compostos orgânicos com elementos metálicos a partir dos BZDs clássicos, como o diazepam. Neste trabalho, foi analisada a interação do receptor GABAA com cinco compostos de coordenação derivados do diazepam com íon paládio ([(DZP)PdOAcPPh3], [(DZP)PdClPPh3], [(DZP)PdClPy], ([(DZP)PdCl]2 e [(DZP)PdOAc]2) em um modelo heteropentamérico da principal combinação de isoformas do receptor GABAA (α1ß2γ2) construído pela técnica de modelagem comparativa. Com o intuito de predizer a pose dos ligantes, foram realizadas simulações de docking molecular entre os compostos de coordenação e o diazepam com o receptor GABAA, utilizando o software AutoDock. Nossos resultados indicam que os compostos de coordenação apresentaram energia livre de ligação estimada mais baixa que o ligante diazepam, com destaque para o composto o [(DZP)PdOAc]2. Foram identificados quatro resíduos que aparentemente contribuem para a interação proteína-ligante: His101(α1), Ser204(α1), Tyr58(γ2) e Phe77(γ2). O metal paládio incluso nos compostos de coordenação apresentou um papel de estabilidade estrutural, conferindo um maior número de interações com o receptor GABAA no sítio dos benzodiazepínicos. (AU)
Descritores: Compostos Organometálicos
Receptores de GABA-A
Simulação de Acoplamento Molecular
Limites: Humanos
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  8 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Cunha, C. da
Texto completo
Id: lil-623963
Autor: Izquierdo, I; Pereira, M. E; Cunha, C. da; Wolfman, C; Medina, J. H.
Título: Benzodiazepine receptor ligand influences on learning: an endogenous modulatory mechanism mediated by benzodiazepines possibly of alimentary origin
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;86(supl.2):169-171, 1991. tab.
Idioma: en.
Conferência: Apresentado em: Brazilian-Sino Symposium on Chemistry and Pharmacology of Natural Products, Rio de Janeiro, Dec. 10-14, 1989.
Resumo: In rats pre-but not post-training ip administration of either flumazenil, a central benzodiazepine (BSD) receptor antagonist, or of n-butyl-B-carboline-carboxylate (BCCB), an inverse agonist, enhanced retention of inhibitory avoidance learning. Flumazenil vlocked the enhancing effect of BCCB, and the inhibitory effect of the BZD agonists clonazepam and diazepam also given pre-training. Post-training administration of these drugs had no effects. The peripheral BZD receptor agonist/chloride channel blocker Ro5-4864 had no effect on the inhibitory avoidance task when given ip prior to training, buth it caused enhancement when given immediately post-training either ip or icv. This effect was blocked by PK11195, a competitive antagonist of Ro5-4864. These results suggest that ther is an endogenous mechanism mediated by BZD agonists, which is sensitive to inverse agonists and that normally down-regulates the formation of memories through a mechanism involving GABA-A receptors and the corresponding chloride channels. The most likely agonists for the endogenous mechanism suggested are the diazepam-like BZDs found in brain whose origin is possibly alimentary. Levels of these BZDs in the cortex were found to sharply decrease after inhibitory acoidance training or mere exposure to the training apparatus.
Descritores: Benzodiazepinas/metabolismo
Benzodiazepinas/farmacologia
Ativação do Canal Iônico/efeitos dos fármacos
Receptores de GABA-A/efeitos dos fármacos
Receptores de GABA-A/fisiologia
Diazepam/farmacologia
Proteínas de Membrana/efeitos dos fármacos
-Aprendizagem da Esquiva/efeitos dos fármacos
Ratos Wistar
Canais de Cloreto
Limites: Animais
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-937865
Autor: Alvarenga, Jussara Mendonça.
Título: Projeto Bambuí: Um estudo epidemiológico de base populacional sobre o consumo de benzodiazepínicos entre idosos.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2007. 56 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Centro de Pesquisa René Rachou para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Objetivos: Determinar a prevalência e características sociodemográficas associadas ao uso de benzodiazepínicos entre idosos residentes na comunidade e descrever a sua distribuição, segundo o tempo de uso e o princípio ativo . Métodos: Participaram deste estudo seccional 1606 indivíduos, que correspondem a 92% do total de residentes na Cidade de Bambuí-MG com idade maior que 60 anos. As informações sobre uso de medicamentos foram obtidas através de entrevista padronizada e verificação da embalagem. A classificação do princípio ativo foi baseada no Anatomical Therapeutic Chemical Index. Resultados: A prevalência do uso de benzodiazepínicos foi de 27,1%(26,7% entre as mulheres e 14% entre os homens). 68,7% faziam uso do medicamento há mais de 1 ano, 31,3% há mais de 5 anos e 53,2% faziam uso de benzodiazepínicos de meiavida longa. O principal medicamento usado era o bromazepam (35,6%), seguidopelo diazepam (22,5%), clonazepam (12,6%) e lorazepam (21,5%). Após ajustamentos por variáveis de confusão, sexo feminino foi o único fator independentemente associado ao uso de benzodiazepínico (RP=1,93; IC95%=1,51-2,46). Conclusões: A prevalência do consumo de benzodiazepínicos na população estudada foi alta, mas dentro da variação observada em países desenvolvidos. Predomina o uso crônico e de benzodiazepínicos de meia-vida longa, que é um padrão inadequado para idosos
Descritores: Idoso/psicologia
Receptores de GABA-A
Aplicações da Epidemiologia
Limites: Masculino
Feminino
Humanos
Idoso
Responsável: BR1719.1 - Biblioteca do CPqRR
BR1719.1; 614.4, A473p, 2007. 012811


  10 / 59 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-933566
Autor: Silva, Dayde Lane Mendonça(aut).
Título: Identificação de vias de sinalização glutamatérgica e gabaérgica no Schistosoma mansoni: evidências farmacológicas e imuno-histoquímicas.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2004. 111 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Rio de Janeiro. Instituto de Ciências Biomédicas. Departamento de Farmacologia Básica e Clínica para obtenção do grau de Doutor.
Descritores: Platelmintos
Receptores de GABA-A
Schistosoma mansoni
Schistosoma mansoni/microbiologia
Responsável: BR1719.1 - Biblioteca do CPqRR
BR1719.1; 616.963 TE, S586i, 2004. 011345 011344



página 1 de 6 ir para página                
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde