Base de dados : LILACS
Pesquisa : D12.776.157.530.450.074.500.400 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 4 [refinar]
Mostrando: 1 .. 4   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 4 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Assunçäo, Ada Avila
Barreto, Sandhi Maria
Texto completo
Id: lil-744852
Autor: Lima, Eduardo de Paula; Assunção, Ada Ávila; Barreto, Sandhi Maria.
Título: Prevalência de depressão em bombeiros / Prevalence of depression among firefighters / Prevalencia de depresión en bomberos
Fonte: Cad. saúde pública = Rep. public health;31(4):733-743, 04/2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A depressão apresenta alta carga de doença no mundo. Fatores socioeconômicos e exposição a situações extremas no trabalho podem estar associados à doença. O objetivo do trabalho é investigar a prevalência e fatores associados à depressão em bombeiros de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Estudo transversal foi realizado em universo de bombeiros do sexo masculino em Belo Horizonte (n = 711). O Inventário Beck para Depressão (IBD) foi utilizado para avaliar a presença de depressão. Modelos de regressão logística (uni e multivariada) foram utilizados para estudar a associação entre características sociodemográficas, estressores ocupacionais, situação de saúde e depressão. A prevalência de depressão na amostra estudada foi 5,5%. A chance de depressão foi maior entre bombeiros que relataram sintomas de estresse pós-traumático (OR = 12,47; IC95%: 5,64-27,57) e uso abusivo de álcool (OR = 5,30; IC95%: 2,35-11,96). Os resultados são discutidos considerando as inter-relações entre transtornos mentais, o efeito do trabalhador sadio e o reconhecimento social do trabalho dos bombeiros.

Depression burder is high worldwide. Socioeconomic factors and exposure to extreme situations at work may be associated with the illness. This study focused on the prevalence of depression and associated factors among firefighters in Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil. A cross-sectional study was conducted among male firefighters in Belo Horizonte (n = 711). The Beck Depression Inventory (BDI) was used to assess depression. Univariate and multivariate logistic regression models were used to study the association between socio-demographic characteristics, occupational stressors, health status, and depression. Prevalence of depression in the sample was 5.5%. The likelihood of developing depression was higher among firefighters who reported post-traumatic stress symptoms (OR = 12.47; 95%CI: 5.64-27.57) and alcohol abuse (OR = 5.30; 95%CI: 2.35-11.96). The results are discussed considering the interrelationships between mental disorders, the healthy worker effect, and social recognition of firefighters' work.

La depresión tiene una alta carga como enfermedad mundial. Factores socioeconómicos y la exposición a situaciones extremas en el trabajo pueden estar asociados con la enfermedad. El objetivo de este trabajo es investigar la prevalencia y los factores asociados con la depresión en los bomberos de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Se trata de un estudio transversal, realizado entre los bomberos de sexo masculino de Belo Horizonte (n = 711). Se utilizó el Inventario de Depresión de Beck (IDB) para evaluar la presencia de depresión. Se utilizaron modelos de regresión logística para estudiar la asociación entre características sociodemográficas, estrés ocupacional, estado de salud y depresión. La prevalencia de depresión fue de un 5,5%. La posibilidad de depresión fue mayor entre los bomberos que informaron síntomas de estrés postraumático (OR = 12,47; IC95%: 5,64-27,57) y abuso de alcohol (OR = 5,30, IC95%: 2,35-11,96). Los resultados son discutidos considerando las interrelaciones entre los trastornos mentales, el efecto en trabajadores sanos y el reconocimiento social de la labor de bomberos.
Descritores: /genética
DIABETES MELLITUS, TYPE TEMEFOS/genética
Estudo de Associação Genômica Ampla
Inibidores de Dissociação do Nucleotídeo Guanina/genética
Transportadores de Ácidos Monocarboxílicos/genética
-Loci Gênicos
Predisposição Genética para Doença
Variação Genética
Genoma Humano
Haplótipos
Leptina/genética
MicroRNAs/genética
Polimorfismo de Nucleotídeo Único
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-580300
Autor: Menezes Filho, Hamilton Cabral de; Marui, Suemi; Manna, Thais Della; Brust, Ester Saraiva; Radonsky, Vanessa; Kuperman, Hilton; Dichtchekenian, Vaê; Setian, Nuvarte; Damiani, Durval.
Título: Novel mutation in MCT8 gene in a Brazilian boy with thyroid hormone resistance and severe neurologic abnormalities / Mutação nova do gene MCT8 em menino Brasileiro com resistência ao hormônio tireioidiano e neuropatia grave
Fonte: Arq. bras. endocrinol. metab;55(1):60-66, Feb. 2011. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: O MCT8 é um transportador celular de hormônios tireoidianos, importante para sua ação e metabolização. Relatamos o caso de um menino com a nova mutação inativadora 630insG no éxon 1 do MCT8. O paciente caracterizou-se por grave comprometimento neurológico (inicialmente com hipotonia global, evoluindo com hipertonia generalizada), crescimento normal nos dois primeiros anos de vida, reduzido ganho ponderal e ausência dos sinais e sintomas típicos de hipotireoidismo. A sua avaliação sérica revelou elevação do T3, redução do T4 total e livre e TSH levemente aumentado. O tratamento com levotiroxina melhorou o perfil hormonal tireoidiano, mas não modificou o quadro clínico do paciente. Esses dados reforçam o conceito de que o papel do MCT8 é tecido-dependente: enquanto os neurônios são altamente dependentes do MCT8, o osso, o tecido adiposo, o músculo e o fígado são menos dependentes do MCT8 e, portanto, podem sofrer as consequências da exposição a níveis séricos elevados de T3.

MCT8 is a cellular transporter of thyroid hormones important in their action and metabolization. We report a male patient with the novel inactivating mutation 630insG in the coding region in exon 1 of MCT8. He was characterized clinically by severe neurologic impairment (initially with global hypotonia, later evolving with generalized hypertonia), normal growth during infancy, reduced weight gain, and absence of typical signs and symptoms of hypothyroidism, while the laboratory evaluation disclosed elevated T3, low total and free T4, and mildly elevated TSH serum levels. Treatment with levothyroxine improved thyroid hormone profile but was not able to alter the clinical picture of the patient. These data reinforce the concept that the role of MCT8 is tissue-dependent: while neurons are highly dependent on MCT8, bone tissue, adipose tissue, muscle, and liver are less dependent on MCT8 and, therefore, may suffer the consequences of the exposition to high serum T3 levels.
Descritores: Encefalopatias/genética
Transportadores de Ácidos Monocarboxílicos/genética
Mutação/genética
Síndrome da Resistência aos Hormônios Tireóideos/genética
Tri-Iodotironina/metabolismo
-Sequência de Aminoácidos/genética
Encefalopatias/metabolismo
Hipertonia Muscular/genética
Hipotonia Muscular/genética
Síndrome da Resistência aos Hormônios Tireóideos/tratamento farmacológico
Tiroxina/uso terapêutico
Limites: Criança
Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-580289
Autor: Kersseboom, Simone; Visser, Theo J.
Título: Tissue-specific effects of mutations in the thyroid hormone transporter MCT8
Fonte: Arq. bras. endocrinol. metab;55(1):1-5, Feb. 2011. ilus, graf.
Idioma: en.
Descritores: Encefalopatias/genética
Transportadores de Ácidos Monocarboxílicos/genética
Mutação/genética
Síndrome da Resistência aos Hormônios Tireóideos/genética
Tri-Iodotironina/metabolismo
Limites: Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Comentário
Editorial
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 4 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-540820
Autor: Scapulatempo Neto, Cristovam.
Título: Adenocarcinoma colorretal: aspectos anatomopatológicos e imuno-histoquímicos do crescimento tumoral, do citoesqueleto e de marcadores de regulação do pH intracelular / Colorectal adenocarcinoma: anatomopathological and imunohistochemical aspects of tumor growth, cytoskeleton and of intracellular pH regulator markers.
Fonte: São Paulo; s.n; 2008. [262] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Departamento de Patologia para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Centrado no carcinoma colorretal, o presente trabalho visou: 1) Estudar a distribuição das principais variáveis anatomopatológicas, pesquisando sua associação com metástase linfonodal ou hepática. 2) Com base nas eventuais associações encontradas, selecionar um conjunto de variáveis que, estudadas no tumor primário, possam predizer a presença de metástase nodal ou hepática. 3) Analisar os perfis de imunoexpressão de alguns marcadores potencialmente relacionados à citoarquitetura (queratina 7 e 20) e ao crescimento tumoral (proliferação através do Ag Ki-67 e apoptose através da queratina 18 clivada) em amostras de mucosa normal, adenocarcinoma primário, metástase linfonodal e metástase hepática, explorando suas eventuais relações com as variáveis histopatológicas e o estadio da lesão. 4) Pesquisar possíveis associações entre a expressão dos transportadores de monocarboxilato 1, 2 e 4, moléculas reguladoras do pH intracelular, e os marcadores acima relacionados e as variáveis anatomopatológicas. A casuística foi constituída por 139 adenocarcinomas colorretais, sendo 96 sem metástase hepática e 39 com metástase hepática. Os casos foram revistos e 13 variáveis anatomopatológicas foram selecionadas para fazer parte do estudo. Foram confecionados manualmente blocos de microarranjos teciduais (TMA) de mucosa normal, tumor primário, metástase linfonodal e metástase hepática, cujos cortes foram submetidos a estudo imuno-histoquímico utilizando anticorpos anti queratina 7 (K7), queratina 20 (K20), Ki-67 e queratina 18 clivada. Em 126 blocos de parafina de tumores, e 86 amostras de mucosa normal correspondentes foram submetidos a estudo imuno-histoquímico utilizando anticopos anti transportadores de monocarboxilato 1, 2 e 4 (MCT1, MCT2 e MCT 4). A presença de metástase linfonodal asociou-se estatisticamente com a presença de infiltração tumoral além da camada muscular própria (T3 ou T4) (p<0,001), presença de desmoplasia tumoral moderada / intensa (p=0,043), presença...

The aims of this study in colorectal carcinoma were: 1) Verify the distribution of the most important anatomopathological variables, and identifying their relationship with lymph node or liver metastasis. 2) Considering the associations obtained in the first aim, a group of variables was selected to verify the prediction of lymph node or liver metastasis. 3) Analyze the immunoprofile of both markers associated with cytoarchitecture (keratins 7 and 20) and with tumor growth (proliferation and apoptosis using Ki-67 and cleaved keratin 18, respectively) in samples of nontumoral mucosa, primary adenocarcinoma, lymph node metastasis and liver metastasis, exploring the eventual relation with anatomopathological variables and tumor stage. 4) Look for possible associations between molecules related to intracellular pH control, as monocarboxylates transporters 1, 2 and 4, and the markers above mentioned and anatomopathological variables. One hundred and thirty nine colorectal carcinomas is the universe of the casuistic, 96 of them without liver metastasis and 39 metastatic to the liver was studied. Thirteen anatomopathological variables were selected and semi-quantified. We mannualy builted tissue microarrays (TMAs) of non tumoral mucosa, primary adenocarcinoma, lymph node metastasis and liver metastasis. The histological sections from the TMAs were submmitted to immunohistochemical study using antibodies against keratin 7 (K7), keratin 20 (K20), Ag Ki-67 and cleaved keratin 18. In 126 tumor paraffin blocks, 86 of which also had non tumoral mucosa were submitted to immunohistochemical stain using antibodies against monocarboxylate transportes 1, 2 and 4 (MCT1, MCT2 e MCT 4). Lymph node metastasis was associated with tumor infiltration across muscularis propria(p<0,001), moderate / intense desmoplasia(p=0,043), lymph vessel infiltration(p<0,001), venous infiltration (p<0,001) and perineural infiltration (p<0,001). Liver metastasis was statistically associated with tumor...
Descritores: Adenocarcinoma
Apoptose
Neoplasias Colorretais
Citoesqueleto
Imuno-Histoquímica
Queratinas
Transportadores de Ácidos Monocarboxílicos
Proliferação de Células
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1; W4.DB8, S295ad, FM-2, 2008



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde