Base de dados : LILACS
Pesquisa : D12.776.543.750.695.047 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 54 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 6 ir para página                

  1 / 54 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1142257
Autor: Schwartzmann, Pedro.
Título: Terapia com o Inibidor da Neprilisina e do Receptor de Angiotensina e Melhora de Parâmetros de Exercício na Insuficiência Cardíaca com Fração de Ejeção Reduzida / Angiotensin Receptor-Neprilysin Inhibition Therapy and Improved Exercise Parameters in Heart Failure with Reduced Ejection Fraction
Fonte: Arq. bras. cardiol;115(5):828-829, nov. 2020.
Idioma: pt.
Descritores: Neprilisina
Insuficiência Cardíaca/tratamento farmacológico
-Oxigênio
Volume Sistólico
Tetrazóis
Angiotensinas
Receptores de Angiotensina
Combinação de Medicamentos
Aminobutiratos/uso terapêutico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Comentário
Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 54 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-272545
Autor: Breno, Maria Cristina.
Título: Receptor de angiotensina em musculatura vascular e cardíaca da serpente Bothroips jararaca / Angiotensin receptor in the cardiovascular system of Bothrops jararaca snake.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 2000. 128 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Säo Paulo. Escola Paulista de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Com o objetivo de caracterizar o receptor de angiotensina presente n sistema cardiovascular da serpente Bothrops jararaca, foram realizados estudos funcionais e com radioligantes em anéis de aorta e na musculatura cardíaca dessa serpente. Os três octapeptídeos estudados produziram efeito contrátil em aorta, com valores de pD2 de: 7,52 ñ O,17 [Asp1 , lle]All; 8,08 ñ O,10 [Asp1, Val5 ]All; 5,99 ñ O,05 [Asn1, Val5 ]All. A ordem de potência dos análogos de angiotensina foi:[Asp1 , Val5 ]All > [Asp1, lle5]All >>> [Asn1 , Val5 ]All, diferente do observado para outros vertebrados. [Sar1, lle8]All, antagonista não seletivo, losartan, antagonista seletivo AT1, e PDl23319, antagonista seletivo AT2, causaram deslocamento para a direita da curva concentração-efeito de [Asp1, lle5 ]All com diminuição do efeito máximo. Os valores de pKB foram, respectivamente, 5,16 ñ O,09; S,67 ñ O,31; 5,18 ñ O,62, os quais estão acima dos valores de pA2 e pKi3 descritos na literatura para estes antagonistas, sugerindo que o receptor de angiotensina presente na aorta da serpente Bothrops jararaca não é o AT1 ou o AT2. O prévio tratamento dos anéis de aorta com fenoxibenzamina, antagonista não seletivo de adrenoceptores alfa, não alterou a resposta contrátil induzida por [Asp1, lle5]All. A remoção da camada endotelial do vaso também não modificou a resposta induzida por [Asp1, lle5]All. Esses resultados indicam o não envolvimento de catecolaminas ou de fatores liberados do endotélio na resposta contrátil induzida pela angiotensina em aorta isolada de Bothrops jararaca. Ensaios de ligação da [3 H]All foram realizados em preparação bruta de membrana de coração da Bothrops jararaca, na ausência e na presença de [Asp1, lle5]All 10-4 M a 4§ C por lh e mostraram a presença de sítio específico e saturável para angiotensina. O valor de KD obtido foi de 7,34 ñ 1,41 nM e a densidade de receptores de 72,49 ñ 15,18 fmol/mg. Este sítio de ligação apresentou afinidade semelhante à descrita para o receptor de angiotensina em outras preparações biológicas. Experimentos de competição com análogos de angiotensina e com antagonistas peptídicos indicaram também a presença de um único sítio de ligação. A ordem de potência para os análogos de angiotensina e i para todos os antagonistas utilizados foi: [Asp1 , lle5]All = [Asp1, Val5]All = [Sar1, lle8]All > [Asn1, Val5]All >> [Sar1, Ala8]All >>>> losartan = PD 123319. Esses resultados gerem a presença de um ...(au)
Descritores: Aorta
Receptores de Angiotensina
Elapidae
Coração
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central
BR1.2; 5773


  3 / 54 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-871583
Autor: Morais, Carla Patrícia Amorim Carneiro de.
Título: A atividade do NHE3 em túbulo proximal é inibida pela sinalização enviesada do receptor de angiotensina II tipo 1/beta-arrestina / Proximal tubule NHE3 activity is inhibited by beta-arrestin-biased angiotensin II type 1 receptor signaling.
Fonte: São Paulo; s.n; 2015. [114] p. ilus, tab, graf.
Idioma: en.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Os receptores medeiam a maioria das respostas fisiológicas em resposta a diversidade de estímulos. A ativação da sinalização mediada pelo receptor de angiotensina II tipo 1 é o principal responsável pelos efeitos do hormônio angiotensina II (Ang II) nos tecidos alvo. No rim concentrações fisiológicas de Ang II aumentam a atividade no túbulo proximal da isoforma 3 do trocador de Na+/H+ (NHE3). Este efeito é crucial para a manutenção do volume extracelular e pressão arterial. Evidências recentes mostraram que a ativação seletiva da sinalização enviesada da beta-arrestina/ receptor AT1 induz diurese e natriurese independentemente da sinalização via proteína G. Neste estudo testamos a hipótese de que a sinalização enviesada do receptor AT1/ beta-arrestina inibe a atividade do NHE3 no túbulo proximal, bem como investigar os possíveis mecanismos moleculares que medeio este efeito. Para tal, nós determinamos os efeitos do composto TRV120023, que se liga ao receptor AT1, bloqueando o acoplamento da proteína G e estimulando a sinalização da beta-arrestina, na função do NHE3 in vivo e in vitro. A atividade do NHE3 foi medida quer em túbulo proximal nativo, por meio de microperfusão estacionária, bem como em uma linha celular de túbulo proximal de gamba (OKP), por meio de recuperação de pH intracelular dependente de Na+. Os nossos resultados mostram que o TRV120023 na concentração de 10-7 M inibe marcadamente a atividade do NHE3 em túbulo proximal quer in vivo quer in vitro, sendo que este efeito é completamente abolido nas células silenciadas para a beta-arrestina 1 e 2 através de RNA de interferência. Adicionalmente, a estimulação do NHE3 pela Ang II é completamente suprimida pelo TRV120023 quer in vivo quer in vitro. A inibição do NHE3 pelo TRV120023 foi associada com a diminuição do NHE3 expresso na superfície da membrana plasmática em células OKP e com a redistribuição entre o corpo e a base das microvilosidades em túbulo proximal de rato. A...

Cell surface receptors mediate most of our physiological responses to an array of stimulus. The triggering of the angiotensin II type I (AT1) receptor signaling is the major control point in the regulation of the ultimate effects of the peptide hormone angiotensin II (Ang II) on its target tissue. In the kidney physiological concentrations of Ang II upregulate the activity of proximal tubule Na+/H+ exchanger isoform 3 (NHE3). This effect is crucial for maintenance of extracellular fluid volume homeostasis and blood pressure. Recent findings have shown that selective activation of the betaarrestin-biased AT1 receptor signalingpathway induces diuresis and natriuresis independent of G-protein mediated signaling. This study tested the hypothesis that activation of this AT1 receptor/beta-arrestin signaling inhibits NHE3 activity in proximal tubule as well as investigate the underlying molecular mechanisms mediating this effect. To this end, we determined the effects of the compound TRV120023, which binds to the AT1R, blocks G protein coupling, and stimulates beta-arrestin signaling, on NHE3 function in vivo and in vitro. NHE3 activity was measured in both native proximal tubules, by stationary microperfusion, and in opossum proximal tubule (OKP) cells, by Na+-dependent intracellular pH recovery. Our results showed that 10-7 MTRV120023 remarkably inhibited proximal tubule NHE3 activity both in vivo and in vitro, and the effect was completely abolished in OKP cells silenced for beta-arrestin 1 and 2 by small interference RNA. Additionally, stimulation of NHE3 by Ang II was completely suppressed by TRV120023 both in vivo as well as in vitro. Inhibition of NHE3 activity by TRV120023 was associated with a decrease in NHE3 surface expression in OKP cells and with a redistribution from the body to the base of the microvilli in the rat proximal tubule. The decreased surface NHE3 in OKP cells was associated with an increase in NHE3 internalization via...
Descritores: Angiotensina II
Arrestina
Receptores de Angiotensina
Receptores Acoplados a Proteínas-G
Trocadores de Sódio-Hidrogênio
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1


  4 / 54 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-866191
Autor: Figueiredo, Caio Márcio.
Título: Caracterização do sistema renina-angiotensina local no tecido gengival humano sadio e com doença periodontal / Characterization of the local human renin-angiotensin system in healthy and periodontally-affected ginvgival tissue.
Fonte: Bauru; s.n; 2011. 127 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A doença periodontal (DP) compreende um grupo de lesões que afetam os tecidos periodontais de proteção (gengivite) e suporte (periodontite), envolvendo a participação de células residentes, células estruturais e mediadores inflamatórios. Pesquisas recentes do laboratório mostraram a existência de um Sistema Renina-Angiotensina (SRA) local no tecido gengival de ratos e sugeriram que o SRA pode participar do início e da progressão da DP. Portanto, os objetivos deste trabalho foram investigar no tecido gengival humano com saúde clínica (SG, n=12), com gengivite (G, n = 10) e com periodontite (P, n=12): 1) a existência e eventuais diferenças na expressão e localização dos componentes do SRA local; 2) in vitro, a funcionalidade deste possível SRA local quanto à formação de peptídeos do SRA. Após a coleta dos tecidos gengivais, foram utilizadas as seguintes técnicas: contagem celular de infiltrado inflamatório, reação em cadeia da polimerase quantitativa (qPCR), imunoistoquímica, ensaio fluorimétrico para medida da atividade da enzima conversora de Ang I (ECA) e cromatografia líquida de alto desempenho de fase reversa (HPLC). Os dados foram analisados por meio de ANOVA a 1 e 2 critérios e adotado nível de significância de 5%. Houve expressão gênica de RNAm sem diferenças estatísticas entre as três condições testadas para angiotensinogênio, renina, ECA, ECA2, receptor de Ang I tipo 1(AT1) e receptor do tipo MAS. Houve imunomarcação para os receptores de angiotensina AT1 e AT2 sem diferenças estatísticas entre as três condições testadas. Os testes fluorimétricos mostraram maior atividade da ECA nas amostras afetadas por gengivite em comparação às amostras com saúde gengival (p<0,05). Nos ensaios de HPLC, quando os homogenatos de tecido gengival foram incubados com Ang I, houve formação de Ang 1-7, Ang 1-9 e Ang II. Para as formações de Ang 1-7 e Ang II não houve diferenças estatísticas entre as três condições clínicas, enquanto que para Ang 1-9 houve maior...

Periodontal disease (PD) comprises a group of lesions that affect protection (gingivitis) and support periodontal tissues (periodontitis) involving the participation of resident and structural cells as well as inflammatory mediators. Recent research in our laboratory showed the existence of a local gingival renin-angiotensin system (RAS) in rats and suggested that it might participate in the initiation and progression of PD. Therefore, the aims of this study were to investigate in human gingival tissue under three conditions, clinically healthy (HG, n = 12), gingivitis (G) and periodontitis (P): 1) the existence and differences in the expression and localization of the local RAS components; 2) the in vitro functionality of this local RAS regarding the formation of RAS peptides. After surgical procedure the human gingival tissue was analyzed using the following techniques: inflammatory cells counting, quantitative real-time polymerase chain reaction (qPCR), immunohistochemistry, fluorimetric tests to measure Angiotensin converting enzyme (ACE) activity and reverse phase high performance liquid chromatography (HPLC). Data were submitted to 1 and 2 way ANOVA with significance level established at 5%. There was genic expression (mRNA) for angiotensinogen, renin, ACE, ACE2, AT1 and Mas receptors, without statistically significant difference between all the three conditions analyzed. There was positive immunostaining for AT1 and AT2 receptors in all three conditions without statistically significant difference. Fluorimetric assays showed increased ACE activity in the samples affected by gingivitis as compared to healthy controls (p<0.05). In HPLC assays there was release of Ang-1-7, Ang-1-9 and Ang II after incubation of gingival tissue homogenates with Ang I. The formation of Ang-1-7 and Ang II was not statistically significant different between the three conditions whereas in periodotitis group there was an increase in Ang-1-9 formation when compared to...
Descritores: Doenças Periodontais/metabolismo
Gengiva/metabolismo
Sistema Renina-Angiotensina/fisiologia
-Biópsia
Doenças Periodontais/patologia
Gengiva/patologia
Receptores de Angiotensina/metabolismo
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta


  5 / 54 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-668596
Autor: Figueiredo, Caio Márcio.
Título: Caracterização do sistema renina-angiotensina local no tecido gengival humano sadio e com doença periodontal / Characterization of the local human renin-angiotensin system in healthy and periodontally-affected ginvgival tissue.
Fonte: Bauru; s.n; 2011. 127 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A doença periodontal (DP) compreende um grupo de lesões que afetam os tecidos periodontais de proteção (gengivite) e suporte (periodontite), envolvendo a participação de células residentes, células estruturais e mediadores inflamatórios. Pesquisas recentes do laboratório mostraram a existência de um Sistema Renina-Angiotensina (SRA) local no tecido gengival de ratos e sugeriram que o SRA pode participar do início e da progressão da DP. Portanto, os objetivos deste trabalho foram investigar no tecido gengival humano com saúde clínica (SG, n=12), com gengivite (G, n = 10) e com periodontite (P, n=12): 1) a existência e eventuais diferenças na expressão e localização dos componentes do SRA local; 2) in vitro, a funcionalidade deste possível SRA local quanto à formação de peptídeos do SRA. Após a coleta dos tecidos gengivais, foram utilizadas as seguintes técnicas: contagem celular de infiltrado inflamatório, reação em cadeia da polimerase quantitativa (qPCR), imunoistoquímica, ensaio fluorimétrico para medida da atividade da enzima conversora de Ang I (ECA) e cromatografia líquida de alto desempenho de fase reversa (HPLC). Os dados foram analisados por meio de ANOVA a 1 e 2 critérios e adotado nível de significância de 5%. Houve expressão gênica de RNAm sem diferenças estatísticas entre as três condições testadas para angiotensinogênio, renina, ECA, ECA2, receptor de Ang I tipo 1(AT1) e receptor do tipo MAS. Houve imunomarcação para os receptores de angiotensina AT1 e AT2 sem diferenças estatísticas entre as três condições testadas. Os testes fluorimétricos mostraram maior atividade da ECA nas amostras afetadas por gengivite em comparação às amostras com saúde gengival (p<0,05). Nos ensaios de HPLC, quando os homogenatos de tecido gengival foram incubados com Ang I, houve formação de Ang 1-7, Ang 1-9 e Ang II. Para as formações de Ang 1-7 e Ang II não houve diferenças estatísticas entre as três condições clínicas, enquanto que para Ang 1-9 houve maior...

Periodontal disease (PD) comprises a group of lesions that affect protection (gingivitis) and support periodontal tissues (periodontitis) involving the participation of resident and structural cells as well as inflammatory mediators. Recent research in our laboratory showed the existence of a local gingival renin-angiotensin system (RAS) in rats and suggested that it might participate in the initiation and progression of PD. Therefore, the aims of this study were to investigate in human gingival tissue under three conditions, clinically healthy (HG, n = 12), gingivitis (G) and periodontitis (P): 1) the existence and differences in the expression and localization of the local RAS components; 2) the in vitro functionality of this local RAS regarding the formation of RAS peptides. After surgical procedure the human gingival tissue was analyzed using the following techniques: inflammatory cells counting, quantitative real-time polymerase chain reaction (qPCR), immunohistochemistry, fluorimetric tests to measure Angiotensin converting enzyme (ACE) activity and reverse phase high performance liquid chromatography (HPLC). Data were submitted to 1 and 2 way ANOVA with significance level established at 5%. There was genic expression (mRNA) for angiotensinogen, renin, ACE, ACE2, AT1 and Mas receptors, without statistically significant difference between all the three conditions analyzed. There was positive immunostaining for AT1 and AT2 receptors in all three conditions without statistically significant difference. Fluorimetric assays showed increased ACE activity in the samples affected by gingivitis as compared to healthy controls (p<0.05). In HPLC assays there was release of Ang-1-7, Ang-1-9 and Ang II after incubation of gingival tissue homogenates with Ang I. The formation of Ang-1-7 and Ang II was not statistically significant different between the three conditions whereas in periodotitis group there was an increase in Ang-1-9 formation when compared to...
Descritores: Doenças Periodontais/metabolismo
Gengiva/metabolismo
Sistema Renina-Angiotensina/fisiologia
-Biópsia
Doenças Periodontais/patologia
Gengiva/patologia
Biomarcadores
Receptores de Angiotensina/metabolismo
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta


  6 / 54 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-602224
Autor: Melo, Stéphano Freitas Soares; Amadeu, Marco Aurélio; Magalhães, Flávio de Castro; Fernandes, Tiago; Carmo, Everton Crivoi do; Barretti, Diego Lopes Mendes; Brum, Patrícia Chakur; Oliveira, Edilamar Menezes de.
Título: Exercício de força ativa a via AKT/mTor pelo receptor de angiotensina II tipo I no músculo cardíaco de ratos / Activation of AKT-mTor signaling pathways by angiotensin II receptor type 1 after a session of strength exercise in cardiac muscle of rats
Fonte: Rev. bras. educ. fís. esp;25(3):377-385, jul.-set. 2011. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O receptor de angiotensina II tipo I (AT1) tem uma importante participação no desenvolvimento da hipertrofia cardíaca. Em um trabalho publicado anteriormente, por nosso grupo, demonstramos que o bloqueio do receptor AT1 durante o treinamento de força inibiu a hipertrofia cardíaca em ratos. Por isso, o objetivo deste trabalho foi estudar a participação do receptor AT1 na ativação de vias de sinalização intracelular relacionadas com o aumento da síntese de proteína em ratos submetidos a uma sessão de exercício de força. Para isso, realizamos um experimento com seis grupos de animais (n = 6; cada): controle (Con), exercitado e sacrificado cinco minutos após o exercício (Exe 5), exercitado e sacrificado 30 minutos após o exercício (Exe 30), controle tratado com losartan (Con Los), tratado com losartan, exercitado e sacrificado cinco minutos após o exercício (Exe 5 Los), tratado com losartan, exercitado e sacrificado 30 minutos após o exercício (Exe 30 Los). Os resultados mostram que no grupo Exe 5 e Exe 30 ocorreu um aumento de 63 por cento (P < 0,05) e 62 por cento (P < 0,05), respectivamente, na fosforilação da proteína AKT comparado com o grupo controle. Enquanto a fosforilação da mTor foi aumentada 65 por cento (P < 0,05) somente no grupo Exe 30 comparado com o grupo controle, sendo estes efeitos bloqueados pelo uso do losartan nos grupos Exe 5 Los e Exe 30 Los. Portanto, esses resultados, juntamente com nossos resultados prévios, demonstram que o receptor AT1 tem participação na ativação da AKT e mTOR após uma sessão de exercício de força.

The angiotensin II type I (AT1) receptor has an important participation in the development of cardiac hypertrophy. Previously, we have shown that AT1 receptor participates in the cardiac hypertrophy induced by resistance training in rats. Here, we studied the involvement of AT1 receptor in the activation of intracellular signaling pathways related to the concentric HC in rats submitted to a session of strength exercise. Male Wistar rats were divided into 6 groups (n= 6 each): control (Con); exercised and killed 5 minutes after exercise (Exe 5); exercised and killed 30 minutes after exercise (Exe 30); control treated with Losartan (Con Los); treated with Losartan, exercised and killed 5 minutes after the exercise (Exe Los 5); treated with Losartan, exercised and killed 30 minutes after training (Exe Los 30). The results show that phosphorylation activity of AKT in group Exe 5 and Exe 30 increased 63 percent (P < 0.05) and 62 percent (P < 0.05), respectively, compared with Con. Whereas the phosphorylation of mTOR was increased 65 percent (P < 0.05), compared to Con, only in the group Exe 30. Furthermore, these effects were blocked by losartan treatment in groups Exe Los 5 and Exe Los 30. These results, together with ours previous data shows that the AT1 receptor has an role in the activation of AKT and mTOR pathway after a session of strength exercise.
Descritores: Cardiomegalia
Condicionamento Físico Animal/fisiologia
Receptores de Angiotensina
Limites: Animais
Responsável: BR13.2 - Biblioteca Central de Gragoatá


  7 / 54 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-585553
Autor: Castro D, Andrés Felipe; Loango, Nelsy; Ruíz, Bayron; Landázuri, Patricia.
Título: Asociación entre los polimorfismos de los genes de la enzima convertidora de angiotensina y los receptores AT1R y AT2R y el cáncer de mama: Estudio de casos y controles / The association between the angiotensin converter enzyme (ACE), AT1R and AT2R receptor gene polymorphisms and breast cancer: a case control
Fonte: Rev. colomb. obstet. ginecol;62(1):37-44, ene.-mar. 2011. tab.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: el cáncer de mama es el segundo casos y 50 controles y se genotipificaron los tipo de cáncer más común y la quinta causa de muerte por cáncer a nivel mundial. Un candidado potencial para la etapa de quimio-prevención es el sistema renina-angiotensina en sus componentes: la enzima convertidora de la angiotensina (ECA), y los receptores de angiotensina II tipo 1 y 2 (ATIR y AT2R).Objetivo: establecer la asociación entre los de cáncer de mama en nuestra población de polimorfismos de los genes de la ECA, los estudio. receptores AT1R y AT2R y el cáncer de mama.Materiales y métodos: se incluyeron 50 casos y 50 controles y se genotipificaron los polimorfismos genéticos Resultados: el genotipo II presentó mayor frecuencia en los controles que en los casos, mientras que el genotipo ID fue más frecuente en los casos, sin diferencias estadísticamente significativas. No se encontró ningún tipo de efecto aditivo de los genotipos y el riesgo de cáncer de mama en nuestra población de estudio. Conclusiones: se ha descrito que la susceptibilidad al cáncer de mama es un fenómeno complejo, en el cual múltiples genes pueden desempeñar un papel importante. Para el caso de esta población, los polimorfismos evaluados no se asocian al cáncer de mama. Se requieren más estudios, con mayor fuerza metodológica sobre este tema, antes de proponer cambios en la práctica clínica.

Introduction: breast cancer is the second most common type of cancer and the fifth cause of death due to cancer around the world. The components of the renin-angiotensin system are potential candidates for chemoprevention therapy: the angiotensin converter enzyme (ACE) and type 1 and 2 angiotensin II receptors (AT1R and AT2R). Objective: establishing an association between ACE gene polymorphisms, AT1R and AT2R receptors and breast cancer. Materials and methods: 50 cases and 50 controls were included and their genetic polymorphisms genotyped. Results: genotype II occurred with greater frequency in controls than in the cases whilst the ID genotype had greater frequency in the cases (without having statistically significant differences). No type of additive effect of genotypes was found with the risk of breast cancer in the population being studied. Conclusions: susceptibility to breast cancer has been described as being a complex phenomenon in which many genes may play an important role. In the case of the population studied here, the polymorphisms evaluated were not associated with breast cancer. Further studies having greater methodological rigor regarding this topic are required before changes in clinical practice can be proposed.
Descritores: Neoplasias
Polimorfismo Genético
Receptores de Angiotensina
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Responsável: CO76


  8 / 54 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Uruguai
Texto completo
Id: lil-566624
Autor: Reyes Caorsi, Walter.
Título: Tratamiento farmacológico de la fibrilación auricular: realidad y perspectivas / Pharmacologic treatment of atrial fibrillation: reality and perspectives
Fonte: Rev. urug. cardiol;24(3):194-205, dic. 2009. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Antiarrítmicos/uso terapêutico
Fibrilação Atrial/tratamento farmacológico
-Anticolesterolemiantes/uso terapêutico
Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina/uso terapêutico
Antagonistas de Receptores de Mineralocorticoides
Receptores de Angiotensina/uso terapêutico
Limites: Humanos
Responsável: UY1.1 - BINAME - Biblioteca Nacional de Medicina


  9 / 54 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-566584
Autor: Antúnez Burian, William; Danese, Natalia.
Título: Dificultades en el manejo farmacológico de la insuficiencia cardíaca / Difficulties in pharmacologic management of heart failure
Fonte: Arch. med. interna (Montevideo);31(supl. 2):36-43, ago. 2009. tab.
Idioma: es.
Conferência: Apresentado em: Curso de Actualizaciín en Medicina, 14, Montevideo, 19-20 mayo 2009.
Descritores: Insuficiência Cardíaca
-Angiotensina II
Antagonistas de Receptores de Mineralocorticoides/uso terapêutico
Diuréticos/efeitos adversos
Diuréticos/uso terapêutico
Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina/efeitos adversos
Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina/uso terapêutico
Receptores de Angiotensina/antagonistas & inibidores
Antagonistas Adrenérgicos beta/uso terapêutico
Limites: Humanos
Responsável: UY1.1 - BINAME - Biblioteca Nacional de Medicina


  10 / 54 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-564138
Autor: Mesquita, F. F; Gontijo, J. A. R; Boer, P. A.
Título: Maternal undernutrition and the offspring kidney: from fetal to adult life
Fonte: Braz. j. med. biol. res = Rev. bras. pesqui. méd. biol;43(11):1010-1018, Nov. 2010. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: Maternal dietary protein restriction during pregnancy is associated with low fetal birth weight and leads to renal morphological and physiological changes. Different mechanisms can contribute to this phenotype: exposure to fetal glucocorticoid, alterations in the components of the renin-angiotensin system, apoptosis, and DNA methylation. A low-protein diet during gestation decreases the activity of placental 11ß-hydroxysteroid dehydrogenase, exposing the fetus to glucocorticoids and resetting the hypothalamic-pituitary-adrenal axis in the offspring. The abnormal function/expression of type 1 (AT1R) or type 2 (AT2R) AngII receptors during any period of life may be the consequence or cause of renal adaptation. AT1R is up-regulated, compared with control, on the first day after birth of offspring born to low-protein diet mothers, but this protein appears to be down-regulated by 12 days of age and thereafter. In these offspring, AT2R expression differs from control at 1 day of age, but is also down-regulated thereafter, with low nephron numbers at all ages: from the fetal period, at the end of nephron formation, and during adulthood. However, during adulthood, the glomerular filtration rate is not altered, due to glomerulus and podocyte hypertrophy. Kidney tubule transporters are regulated by physiological mechanisms; Na+/K+-ATPase is inhibited by AngII and, in this model, the down-regulated AngII receptors fail to inhibit Na+/K+-ATPase, leading to increased Na+ reabsorption, contributing to the hypertensive status. We also considered the modulation of pro-apoptotic and anti-apoptotic factors during nephrogenesis, since organogenesis depends upon a tight balance between proliferation, differentiation and cell death.
Descritores: Hipertensão/etiologia
Rim/fisiopatologia
Complicações na Gravidez/fisiopatologia
Efeitos Tardios da Exposição Pré-Natal/fisiopatologia
Deficiência de Proteína/fisiopatologia
-Animais Recém-Nascidos
/metabolismo
ABELSON MURINE LEUKEMIA VIRUS-BETA-HYDROXYSTEROID DEHYDROGENASES/metabolismo
Apoptose/fisiologia
Peso ao Nascer
Dieta com Restrição de Proteínas/efeitos adversos
Glucocorticoides/metabolismo
Hipertensão/fisiopatologia
Glomérulos Renais/metabolismo
Glomérulos Renais/fisiopatologia
Rim/metabolismo
Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Materna
Receptores de Angiotensina/metabolismo
Sistema Renina-Angiotensina/fisiologia
Limites: Animais
Feminino
Humanos
Gravidez
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 6 ir para página                
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde