Base de dados : LILACS
Pesquisa : D12.776.543.750.695.620.775 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 3 [refinar]
Mostrando: 1 .. 3   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 3 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-950819
Autor: Koriauli, S; Natsvlishvili, N; Barbakadze, T; Mikeladze, D.
Título: Knockdown of interleukin-10 induces the redistribution of sigma1-receptor and increases the glutamate-dependent NADPH-oxidase activity in mouse brain neurons
Fonte: Biol. Res;48:1-5, 2015. graf.
Idioma: en.
Resumo: BACKGROUND: In the central nervous system, interleukin-10 (IL-10) provides trophic and survival effects directly on neurons, modulates neurite plasticity, and has a pivotal importance in the neuronal regeneration in neurodegenerative and neuroinflammatory conditions. This cytokine is primarily produced by glial cells and has beneficial effects on the neuronal viability. However, the mechanisms of IL-10-elicited neuroprotection are not clear. RESULTS: Membrane preparations, isolated from wild-type (Wt) and IL-10 knockout (KO) mice brain were used in this study. It has been shown that compared to wild-type mice, in IL-10 KO mice brain, the amount of immunoglobulin binding protein (BiP) is greatly increased, whereas the content of sigma receptor-1 (SigR1) is not changed significantly. Co-immunoprecipitation experiments have shown that the association of SigR1 with small GTPase Rac1 (Ras-related C3 botulinum toxin substrate 1), NR2B subunit of NMDA-receptor (NMDAR) and inositol-3-phosphate receptor (IP3R) is higher in the IL-10 KO mice brain than in the Wt mice brain. Besides, we have found that either glutamate or sigma ligands, separately or together, do not change glutamate-induced NADPH-oxidase (NOX) activity in Wt-type mice brain membrane preparations, whereas in IL-10 KO mice high concentration of glutamate markedly increases the NOX-dependent production of reactive oxygen species (ROS). Glutamate-dependent ROS production was decreased to the normal levels by the action of sigma-agonists. CONCLUSIONS: It has been concluded that IL-10 deprivation, at least in part, can lead to the induction of ER-stress, which causes BiP expression and SigR1 redistribution between components of endoplasmic reticulum (ER) and plasma membrane. Moreover, IL-10 deficiency can change the specific organization of NMDAR, increasing the surface expression of SigR1-sensitive NR2B-containing NMDAR. In these conditions, glutamate-dependent ROS production is greatly increased leading to the initiation of apoptosis. In this circumstances, sigma-ligands could play a preventive role against NMDA receptor-mediated excitotoxicity.
Descritores: Encéfalo/metabolismo
Interleucina-10/genética
Receptores sigma/metabolismo
Ácido Glutâmico/metabolismo
NADPH Oxidases/metabolismo
-Membrana Celular/metabolismo
Receptores sigma/classificação
Receptores sigma/agonistas
Espécies Reativas de Oxigênio/análise
Espécies Reativas de Oxigênio/metabolismo
Receptores de N-Metil-D-Aspartato/classificação
Receptores de N-Metil-D-Aspartato/metabolismo
Proteínas rac1 de Ligação ao GTP/metabolismo
Imunoprecipitação
Retículo Endoplasmático/metabolismo
Receptores de Inositol 1,4,5-Trifosfato/metabolismo
Técnicas de Silenciamento de Genes
Proteínas de Choque Térmico/metabolismo
Camundongos Endogâmicos C57BL
Neurônios/metabolismo
Limites: Animais
Masculino
Camundongos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  2 / 3 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-525026
Autor: Corregiari, Fábio.
Título: Receptores sigma1: um novo alvo para o tratamento farmacológico da depressão? / A new target for the pharmacologycal treatment of depression?
Fonte: RBM rev. bras. med;66(8):245-248, ago. 2009. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Apesar de décadas de estudos sobre os antidepressivos (ADs), seus mecanismos de ação permanecem obscuros. Muitos ADs interagem com receptores sigma e evidências crescentes sugerem que estas proteínas medeiam efeitos antidepressivos em animais e humanos. Os receptores sigma são subdivididos em dois subtipos, sigma-1 e sigma-2. Em particular, uma potencial atividade antidepressiva foi postulada para agonistas do receptor sigma-1, os quais se localizam predominantemente no reticulo- endoplasmático de neurônios e oligodendrócitos. Os receptores sigma estão localizados em regiões cerebrais que são afetadas na depressão e são capazes de modular a atividade dos sistemas centrais de neurotransmissores, incluindo os sistemas noradrenérgico, serotonérgico, dopaminérgico e glutamatérgico (NMDA), que são considerados importantes no mecanismo de ação dos ADs conhecidos. O foco desta revisão é discutir a literatura relacionada aos receptores sigma e aos seus ligantes em relação às suas propriedades antidepressivas.
Descritores: Antidepressivos/metabolismo
Depressão/etiologia
Inibidores de Captação de Serotonina/análise
Receptores sigma/agonistas
Receptores sigma/classificação
Ácido Glutâmico/metabolismo
-Serotoninérgicos/análise
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  3 / 3 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-419769
Autor: Glennon, Richard A.
Título: Binding characteristics of sigma2 receptor ligands
Fonte: RBCF, Rev. bras. ciênc. farm. (Impr.);41(1):1-12, jan.-mar. 2005. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: Receptores sigma (s), considerados como um tipo de receptor opióide, s ão hoje considerados como uma entidade receptora singular. Pelo menos dois subtipos desses receptores foram identificados: s1e s2. Há evidências de que esses receptores devam ser explorados como alvo para o desenvolvimento de agentes potencialmente úteis para o tratamento de várias disfunções centrais. Esta revisão descreve, principalmente, alguns dos nossos esforços para compreender as características estruturais que contribuem para a ligação no receptor s2 , e incluem-se alguns trabalhos recentes desenvolvidos por outros pesquisadores. Apesar da incapacidade de formular um modelo de farmacóforo único para ligação no receptor s 2, em razão da diversidade de estruturas que a ele se ligam e da flexibilidade conformacional desses ligantes, houve progresso significativo no desenvolvimento de agentes de alta afinidade.
Descritores: Entorpecentes
Receptores sigma
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde