Base de dados : LILACS
Pesquisa : D12.776.765 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 148 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 15 ir para página                         

  1 / 148 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-886777
Autor: LOVATTO, NAGLEZI M; GOULART, FERNANDA R; LOUREIRO, BRUNO B; SPERONI, CAROLINE S; BENDER, ANA B B; GIACOMINI, SANDRO J; RADÜNZ NETO, JOÃO; SILVA, LEILA P DA.
Título: Crambe (Crambe abyssinica) and sunflower (Helianthus annuus) protein concentrates: production methods and nutritional properties for use in fish feed
Fonte: An. acad. bras. ciênc;89(3,supl):2495-2504, 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT The purpose of this study was to develop and improve protein concentration techniques for two industrial by-products with the potential for use in fish feed. In particular, we chemically characterized crambe meal and sunflower meal and their protein concentrates. Three different protein concentration methods were tested: isoelectric pH (pHi), acid pH and alkaline pH. For crambe and sunflower meals extraction using the pHi method was most efficient in terms of protein yield and crude protein content in the concentrates; this method also increased lysine and methionine content in the concentrates. The water holding capacity of the sunflower protein concentrate was greater than that of the crambe protein concentrate. The crambe protein concentrate had a foam-formation capacity of 15%, which stabilized at 6% after 90 minutes. The protein concentration method also reduced total phenolic content by approximately 50% in the concentrates compared with the meals. Therefore, we conclude that protein concentration using the pHi method is the most efficient technique for crambe and sunflower meals, and the use of this technique can decrease total phenolic compounds while improving meal quality for fish feeding.
Descritores: Proteínas de Plantas
Crambe (Planta)/química
Peixes
Helianthus/química
Ração Animal
Valor Nutritivo
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 148 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-959185
Autor: Silva, Mara Thais de Oliveira; Maia, Mara Andrade Colares; Silva, Michele Dalvina Correia da; Torres, Taffarel Melo; Pereira, José Carlos da Silveira; Araújo, João Ronielly Campêlo; Silva, Ryan Emiliano da; Souza, Anna Lopes da Costa; Barbosa, Tallyson Nogueira; Bezerra, Ana Carla Diógenes Suassuna.
Título: Anthelmintic effect of Cassia fistula and Combretum leprosum protein fractions against goat gastrointestinal nematodes / Efeito antihelmíntico das frações proteicas de Cassia fistula e Combretum leprosum contra nematodeos gastrintestinais de caprinos
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;27(2):237-241, Apr.-June 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract In this study, we evaluated the ovicidal and larvicidal activity of protein preparations obtained from Cassia fistula L. and Combretum leprosum Mart. leaves on the gastrointestinal parasites of goats. Protein preparations were obtained after the extraction of C. fistula L. and C. leprosum Mart. leaves, followed by protein fractionation (with ammonium sulfate saturation percentages of 30%, 30%-60%, and 60%-90%) and dialysis, which resulted in protein fractions (called F1, F2, and F3, respectively). The fractions were evaluated by egg hatching (the eggs were recovered in stool samples from naturally infected goats) and larval development tests. The results reveled that the inhibition of hatching of eggs caused by the protein fractions of C. fistula (38%) were similar to that of the control drug, thiabendazole. In addition, the fractions of C. fistula caused significant inhibition (61-69%) of larval development also. However, C. leprosum did not reveal significant inhibition of egg hatching and larval development. We conclude that C. fistula L. showed better ovicidal and larvicidal activity against endoparasites.

Resumo Neste estudo, foram avaliadas as atividades ovicida e larvicida de preparações proteicas de Cassia fistula L. e Combretum leprosum Mart. em parasitas gastrointestinais de caprinos. As preparações proteicas foram obtidas por extração das folhas de C. fistula L. e C. leprosum Mart. seguido pelo fracionamento proteico (com porcentagens de saturação de sulfato de amônio de 30%, 30-60%, 60-90%) e diálise, resultando nas frações proteicas (intituladas F1, F2 e F3, respectivamente). As frações foram avaliadas nos testes de eclosão de ovos (os ovos foram recuperados em amostras de fezes de cabras naturalmente infectadas) e de desenvolvimento larvar. Os resultados revelaram que a inibição da eclosão de ovos causada pelas frações proteicas de C. fistula (38%) foi semelhante à do fármaco controle, o tiabendazol. Além disso, as frações de C. fistula também causaram inibição significativa (61-69%) do desenvolvimento larvar. No entanto, C. leprosum não revelou inibição significativa na eclosão dos ovos e no desenvolvimento larvar. Concluiu-se que C. fistula L. mostrou uma melhor atividade ovicida e larvicida contra endoparasitas.
Descritores: Proteínas de Plantas/farmacologia
Estômago/parasitologia
Cabras/parasitologia
Extratos Vegetais/farmacologia
Cassia
Combretum
Intestinos/parasitologia
Nematoides/isolamento & purificação
Nematoides/efeitos dos fármacos
-Óvulo/efeitos dos fármacos
Folhas de Planta
Larva/efeitos dos fármacos
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 148 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1042513
Autor: Soares, Alexandra Martins dos Santos; Wanderley, Lêdia Feitosa; Costa Junior, Livio Martins.
Título: The potential of plant and fungal proteins in the control of gastrointestinal nematodes from animals / Potencial de proteínas de plantas e fungos no controle de nematoides gastrintestinais de animais
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;28(3):339-345, July-Sept. 2019.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Gastrointestinal nematode infection is an important cause of high economic losses in livestock production. Nematode control based on a synthetic chemical approach is considered unsustainable due to the increasing incidence of anthelmintic resistance. Control alternatives such as the use of natural products are therefore becoming relevant from an environmental and economic point of view. Proteins are macromolecules with various properties that can be obtained from a wide range of organisms, including plants and fungi. Proteins belonging to different classes have shown great potential for the control of nematodes. The action of proteins can occur at specific stages of the nematode life cycle, depending on the composition of the external layers of the nematode body and the active site of the protein. Advances in biotechnology have resulted in the emergence of numerous protein and peptide therapeutics; however, few have been discussed with a focus on the control of animal nematodes. Here, we discuss the use of exogenous proteins and peptides in the control of gastrointestinal.

Resumo A infecção por nematoides gastrintestinais é uma importante causa de grandes perdas econômicas na pecuária. O controle de nematoides com compostos químicos sintéticos é considerado insustentável devido ao aumento da resistência anti-helmíntica. Alternativas de controle, como o uso de produtos naturais, estão se tornando relevantes do ponto de vista ambiental e econômico. As proteínas são macromoléculas com várias propriedades que podem ser obtidas de uma ampla gama de organismos, incluindo plantas e fungos. Proteínas pertencentes a diferentes classes têm mostrado grande potencial para o controle de nematoides. A ação das proteínas pode ocorrer em estágios específicos do ciclo de vida do nematoide, dependendo da composição das camadas externas do parasito e do sítio ativo da proteína. Avanços na biotecnologia resultaram no surgimento de numerosas terapias de proteínas e peptídeos; no entanto, pouco foi discutido com foco no controle de nematoides parasitos de animais. Na presente revisão foi discutido o uso de proteínas exógenas e peptídeos no controle de nematoides gastrintestinais, os mecanismos sugeridos de ação, e os desafios e perspectivas para o uso dessas biomoléculas como uma classe de anti-helmínticos.
Descritores: Peptídeos/isolamento & purificação
Proteínas de Plantas/isolamento & purificação
Proteínas Fúngicas/isolamento & purificação
Gastroenteropatias/veterinária
Infecções por Nematoides/veterinária
Antinematódeos/isolamento & purificação
-Peptídeo Hidrolases/administração & dosagem
Peptídeo Hidrolases/isolamento & purificação
Peptídeos/administração & dosagem
Proteínas de Plantas/administração & dosagem
Biotecnologia
Proteínas Fúngicas/administração & dosagem
Quitinases/administração & dosagem
Quitinases/isolamento & purificação
Gastroenteropatias/parasitologia
Infecções por Nematoides/tratamento farmacológico
Antinematódeos/administração & dosagem
Limites: Animais
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 148 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888738
Autor: Lima, T E; Sartori, A L B; Rodrigues, M L M.
Título: Plant antiherbivore defenses in Fabaceae species of the Chaco / Defesas das plantas anti-herbivoria em espécies de Fabaceae do Chaco
Fonte: Braz. j. biol;77(2):299-303, Apr.-June 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract The establishment and maintenance of plant species in the Chaco, one of the widest continuous areas of forests in the South American with sharp climatic variations, are possibly related to biological features favoring plants with particular defenses. This study assesses the physical and chemical defenses mechanisms against herbivores of vegetative and reproductive organs. Its analyses of 12 species of Fabaceae (Leguminosae) collected in remnants of Brazilian Chaco shows that 75% present structural defense characters and 50% have chemical defense - defense proteins in their seeds, like protease inhibitors and lectins. Physical defenses occur mainly on branches (78% of the species), leaves (67%), and reproductive organs (56%). The most common physical characters are trichomes and thorns, whose color represents a cryptic character since it does not contrast with the other plant structures. Defense proteins occur in different concentrations and molecular weight classes in the seeds of most species. Protease inhibitors are reported for the first time in seeds of: Albizia niopoides, Anadenanthera colubrina, Mimosa glutinosa, Prosopis rubriflora, and Poincianella pluviosa. The occurrence of physical and chemical defenses in members of Fabaceae indicate no associations between defense characters in these plant species of the Chaco.

Resumo O estabelecimento e a manutenção de espécies no Chaco, uma planície semi-árida da América do Sul com variações climáticas importantes, possivelmente estão relacionados a características biológicas que favorecem as plantas detentoras de defesas particulares. Este estudo teve como objetivos avaliar os mecanismos de defesa física e química anti-herbivoria em órgãos vegetativos e reprodutivos. Analisamos 12 espécies da família Fabaceae (Leguminosae) obtidas em remanescentes de Chaco brasileiro. Observamos que 75% das espécies estudadas apresentam atributo de defesa física e 50% possuem defesa química - proteínas de defesa nas sementes, como inibidores de protease e lectinas. As defesas físicas ocorrem principalmente nos ramos (78% das espécies), nos órgãos reprodutivos (56% das espécies) e nas folhas (67%). Os atributos físicos mais frequentes são tricomas e espinhos, cuja coloração não contrastante com as demais estruturas das plantas representa um caráter críptico. Proteínas de defesa ocorrem nas sementes da maioria das espécies, com diferentes concentrações e classes de pesos moleculares. Inibidores de protease nas sementes estão sendo relatados pela primeira vez em: Albizia niopoides, Anadenanthera colubrina, Mimosa glutinosa, Prosopis rubriflora e Poincianella pluviosa. A ocorrência de defesas física e química entre os membros de Fabaceae indica que não há associações entre as características de defesa das espécies de plantas avaliadas no Chaco.
Descritores: Cadeia Alimentar
Fabaceae/anatomia & histologia
Fabaceae/fisiologia
-Proteínas de Plantas/análise
Sementes/química
Brasil
Herbivoria
Fabaceae/química
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 148 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888779
Autor: Moura, B B; Almeida, P H; Balliana, A G; Cobos, J Y G; Erbano, M; do Prado, K A; Vudala, S M; Wosch, L; Pereira-Netto, A B.
Título: Effects of changes in micro-weather conditions on structural features, total protein and carbohydrate content in leaves of the Atlantic rain forest tree golden trumpet (Tabebuia chrysotricha) / Efeito de alterações nas condições micro-climáticas sobre características estruturais, e proteína e carboidratos histoquimicamente marcados, de folhas da árvore da floresta Atlântica ipê amarelo
Fonte: Braz. j. biol;77(3):535-541, July-Sept. 2017. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Golden trumpet, Tabebuia chrysotricha, is a native tree from the Brazilian Atlantic rain forest, with a broad latitudinal distribution. In this study, we investigated the potential effects of short-term changes in micro-weather conditions on structural features, and total protein and carbohydrate content of golden trumpet leaves, using structural and histochemical approaches. Leaves were harvested in four different micro-weather conditions: 1. Afternoon, after a hot, sunny day; 2. at dawn, after a previously hot, sunny day; 3. at noon, of a hot, sunny day; and 4. at noon, of a cold, cloudy day. Leaflets exposed to low light irradiance showed flattened chloroplasts, uniformly distributed within the cells, throughout the palisade parenchyma. Conversely, leaflets exposed to high light irradiance presented flattened and rounded chloroplasts, in the upper and lower palisade parenchyma cells, respectively. The strongest protein staining was found for leaves harvested at the coldest period, whereas the weakest protein staining was found for leaves harvested after a hot, sunny day. The largest and most numerous starch grains were found for leaves harvested in the afternoon, after a hot, sunny day. Conversely, the smallest and less numerous starch grains were found for leaves harvested at dawn. Analysis of the data reported herein suggests that the leaflet responses to transient changes in micro-weather conditions are likely to contribute to the golden trumpet successful establishment in the broad latitudinal distribution in which the species is found.

Resumo Ipê amarelo é uma árvore nativa da floresta Atlântica brasileira, encontrada em uma ampla distribuição latitudinal. Neste estudo, nós investigamos os efeitos potenciais de alterações de curto prazo nas condições micro-climáticas sobre características estruturais, proteína e carboidratos histoquimicamente marcados, de folhas de ipê amarelo, usando estratégias de análise estrutural e histoquímicas. As folhas foram marcadas em quatro condições microclimáticas distintas: 1. Tarde, após um dia quente e ensolarado; 2. Amanhecer, após um dia quente e ensolarado; 3. Ao meio-dia, de um dia quente e ensolarado; e 4. Ao meio-dia, de um dia frio e nublado. Folíolos expostos à baixa irradiância luminosa apresentaram cloroplastos achatados, uniformemente distribuídos no interior das células, por todo o parênquima paliçádico, enquanto que folíolos expostos à alta irradiância apresentaram cloroplastos achatados e arredondados, nas células superiores e inferiores do parênquima paliçádico, respectivamente. A marcação mais intensa para proteína foi observada para folhas coletadas no momento mais frio de coleta, enquanto que a marcação mais fraca foi observada para folhas coletadas após um dia quente e ensolarado. Os grãos de amido maiores e mais numerosos foram observados em folhas coletadas durante a tarde de dia quente e ensolarado, enquanto que os menores e menos numerosos grãos de amido foram observados em folhas coletadas ao amanhecer.
Descritores: Proteínas de Plantas/metabolismo
Tempo (Meteorologia)
Folhas de Planta/metabolismo
Tabebuia/anatomia & histologia
Tabebuia/metabolismo
Metabolismo dos Carboidratos
-Brasil
Cloroplastos/metabolismo
Floresta Úmida
Microclima
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 148 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888804
Autor: Castro, L E; Guimarães, C C; Faria, J M R.
Título: Physiological, cellular and molecular aspects of the desiccation tolerance in Anadenanthera colubrina seeds during germination / Aspectos fisiológicos, celulares e moleculares da tolerância à dessecação em sementes de Anadenanthera colubrina durante a germinação
Fonte: Braz. j. biol;77(4):774-780, Nov. 2017. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract During germination, orthodox seeds become gradually intolerant to desiccation, and for this reason, they are a good model for recalcitrance studies. In the present work, physiological, biochemical, and ultrastructural aspects of the desiccation tolerance were characterized during the germination process of Anadenanthera colubrina seeds. The seeds were imbibed during zero (control), 2, 8, 12 (no germinated seeds), and 18 hours (germinated seeds with 1 mm protruded radicle); then they were dried for 72 hours, rehydrated and evaluated for survivorship. Along the imbibition, cytometric and ultrastructural analysis were performed, besides the extraction of the heat-stable proteins. Posteriorly to imbibition and drying, the evaluation of ultrastructural damages was performed. Desiccation tolerance was fully lost after root protrusion. There was no increase in 4C DNA content after the loss of desiccation tolerance. Ultrastructural characteristics of cells from 1mm roots resembled those found in the recalcitrant seeds, in both hydrated and dehydrated states. The loss of desiccation tolerance coincided with the reduction of heat-stable proteins.

Resumo Durante a germinação, sementes ortodoxas tornam-se gradualmente intolerantes à dessecação, e por isso podem ser utilizadas como modelo para o estudo da recalcitrância. No presente trabalho realizou-se uma caracterização dos aspectos fisiológicos, bioquímicos e ultraestruturais da perda da tolerância à dessecação de sementes de Anadenanthera colubrina em processo germinativo. Para isso as sementes foram embebidas durante 0 (controle), 2,8,12 e aproximadamente 18 horas (sementes germinadas com 1 mm de radícula), secas por 72 horas, reidratadas e a sobrevivência avaliada. Ao longo da embebição foram realizadas análises citométricas, ultraestruturais e extração de proteínas resistentes ao calor e após embebição e secagem foram avaliados danos ultraestruturais. A tolerância à dessecação foi totalmente perdida após a protrusão radicular. Não houve aumento do conteúdo de DNA 4C quando a tolerância à dessecação foi perdida. Características ultraestruturais de células de radículas de 1 mm assemelharam-se às encontradas em sementes recalcitrantes tanto no estado hidratado quanto desidratado. A perda da tolerância à dessecação coincidiu com a redução do conteúdo de proteínas resistentes ao calor.
Descritores: Germinação
Dessecação
Fabaceae/fisiologia
-Proteínas de Plantas/metabolismo
Sementes/crescimento & desenvolvimento
Sementes/fisiologia
Sementes/genética
Sementes/ultraestrutura
Árvores/crescimento & desenvolvimento
Árvores/fisiologia
Árvores/genética
Árvores/ultraestrutura
Fabaceae/crescimento & desenvolvimento
Fabaceae/genética
Fabaceae/ultraestrutura
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 148 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888838
Autor: Cotinguiba, F; López, S N; Budzinski, I G F; Labate, C A; Kato, M J; Furlan, M.
Título: Proteomic profile of Piper tuberculatum (Piperaceae) / Perfil proteômico e metabólico de Piper tuberculatum (Piperaceae)
Fonte: Braz. j. biol;78(1):117-124, Feb. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPESP; . FAPESP.
Resumo: Abstract Piper tuberculatum (Piperaceae) is a species that accumulates especially amides as secondary metabolites and several biological activities was previously reported. In this article, we report a proteomic study of P. tuberculatum. Bidimensional electrophoresis (2D SDS-PAGE) and mass spectrometry (ESI-Q-TOF) were used in this study. Over a hundred spots and various peptides were identified in this species and the putative functions of these peptides related to defense mechanism as biotic and abiotic stress were assigned. The information presented extend the range of molecular information of P. tuberculatum.

Resumo Piper tuberculatum (Piperaceae) é uma espécie que acumula especialmente amidas como metabólitos secundários e diversas atividades biológicas dessa espécie foram relatadas anteriormente. No presente artigo, relatamos um estudo proteômico dessa espécie. Eletroforese bidimensional (2D SDS-PAGE) e espectrometria de massas (ESI-Q-TOF) foram utilizadas nesse estudos. Mais de cem spots e vários peptídeos foram identificados nesta espécie e as funções putativas desses peptídeos relacionadas a mecanismo de defesa como estresse biótico e abiótico foram atribuídos. As informações apresentadas ampliam a gama de informações moleculares dessa espécie.
Descritores: Proteínas de Plantas/análise
Proteoma/análise
Piper/química
-Proteínas de Plantas/fisiologia
Proteínas de Plantas/química
Eletroforese em Gel Bidimensional
Proteoma/fisiologia
Proteoma/química
Espectrometria de Massas por Ionização por Electrospray
Piper/fisiologia
Piper/metabolismo
Proteômica
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 148 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888848
Autor: Marques, H P; Barbosa, S; Nogueira, D A; Santos, M H; Santos, B R; Santos-Filho, P R.
Título: Proteic and phenolics compounds contents in Bacupari callus cultured with glutamine and nitrogen sources / Conteúdo de proteínas e compostos fenólicos em calos de Bacupari cultivados com glutamina e fontes de nitrogênio
Fonte: Braz. j. biol;78(1):41-46, Feb. 2018. graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPEMIG; . CAPES.
Resumo: Abstract In this study was evaluated the influence of glutamine supplementation on the endogenous content of amino acids, proteins, total phenolics, flavonoids and proanthocyanidins in Bacupari callus. The explants were inoculated in MS medium, MS with half concentration of the nitrogen salts (MS½) and nitrogen-free MS, supplemented with glutamine (5, 10, 30 and 60mM) named as Gln5, Gln10, Gln30 and Gln60. Amino acids and proteins were analyzed after 20, 80 and 140 days and the secondary metabolites on the 140th day. There was no difference in the amino acids on the 20th day. On the 80th day the treatments MS and MS½ presented the lowest levels. On the 140th day MS and MS½ presented the lowest amino acid concentration and Gln10 the highest. Concerning proteins, there was difference only on the 140th day, being the highest concentrations observed in Gln5, and the lowest in MS½ treatment. Total phenolics content was higher in the treatment Gln60 and lowest in MS. Treatments Gln5, Gln10, Gln30 and MS½ were statistically equal. For flavonoids, the highest values occurred in the treatments Gln30, Gln60 and MS½ and the lowest in Gln5, Gln10 and MS. Similarly, for the proanthocyanidins the highest concentrations were observed in treatment Gln60 and the lowest in Gln5 and MS. In conclusion, the treatment with 60mM of glutamine favors the protein accumulation and production of secondary metabolites in Bacupari callus.

Resumo Nesse estudo foi avaliado o efeito da suplementação com glutamina no conteúdo endógeno de aminoácidos, proteínas, fenólicos totais, flavonoides e proantocianidinas em calos de Bacupari. Os explantes foram inoculados em meio MS, meio MS com metade da concentração de dos sais de nitrogênio (MS½) e meio MS sem nitrogênio suplementado com glutamina (5, 10, 30 e 60mM) denominados como Gln5, Gln10, Gln30 e Gln60. Os aminoácidos e as proteínas foram analisados após 20, 80 e 140 dias e os metabólitos secundários no 140° dia. Não houve diferença nos aminoácidos no 20° dia. No 80° dia os tratamentos MS e MS½ apresentaram os menores níveis. No 140° dia, MS e MS½ apresentaram as menores concentrações de aminoácidos e o Gln10 as maiores. A respeito das proteínas, houve diferença apenas no 140° dia, sendo as maiores concentrações observadas nos tratamentos Gln, e as menores no MS½. O conteúdo de fenólicos totais foi maior no tratamento Gln60 e menor no MS. Os tratamentos Gln5, Gln10, Gln30 e MS½ foram estatisticamente iguais. Para os flavonóides, os maiores valores ocorreram nos tratamentos Gln30, Gln60 e MS½ e os menores no Gln5, Gln10 e MS. Da mesma forma, para as proantocianidinas, as maiores concentrações foram observadas no tratamento Gln60 os menores no Gln5 e MS. Em conclusão, o tratamento com 60 mM de glutamina favorece o acúmulo de proteínas e a produção de metabólitos secundários em calos de Bacupari.
Descritores: Fenóis/análise
Clusiaceae/metabolismo
Clusiaceae/química
Glutamina/metabolismo
Glutamina/química
Nitrogênio/metabolismo
Nitrogênio/química
-Fenóis/química
Proteínas de Plantas/análise
Proteínas de Plantas/química
Flavonoides/metabolismo
Flavonoides/química
Proantocianidinas/química
Técnicas de Cultura de Tecidos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 148 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888875
Autor: Araújo, L A; Melo-Reis, P R; Mrue, F; Gomes, C M; Oliveira, M A P; Silva, H M; Alves, M M; Silva-Júnior, N J.
Título: Protein from Hevea brasiliensis "Hev b 13" latex attenuates systemic inflammatory response and lung lesions in rats with sepsis / Proteína do latex de Hevea brasiliensis "Hev b 13" atenua resposta inflamatória sistêmica e lesão pulmonar de ratos com sepse
Fonte: Braz. j. biol;78(2):271-280, May-Aug. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Sepsis induces a severe systemic inflammatory response that may result in multiple organ dysfunction and death. Studies using a protein derived from natural Hevea brasiliensis (rubber tree) latex, denominated Hev b 13, have demonstrated important anti-inflammatory effects, but no data have been published regarding its effects on sepsis. The aim of this study was to investigate the effects of Hev b 13 on the inflammatory response and lung lesions of septal rats. Male Wistar rats were submitted to cecal ligation and puncture (CLP), randomized into groups and treated with subcutaneously administered doses of 0.5/2.0/3.0 mg/Kg of Hev b 13. Next, animals were subdivided into three different points in time (1, 6 and 24 hours after treatments) for collection of blood samples and euthanasia accompanied by organ removal. Total and differential leukocyte counts, cytokine dosage and histological assessment were analyzed. Treatment with Hev b 13 resulted in a significant decline in total and differential leukocytes as well as suppression of TNF-α and IL-6 production, associated with the increase in IL-10 and IL-4 in plasma and lung tissue. Moreover, it reduced morphological and pathological changes found in the lungs, including neutrophil infiltration, edema and alveolar thickening. The present study concluded that Hev b 13 exerts anti-inflammatory effects and attenuates lung lesions in septal rats, showing potential for clinical application.

Resumo Sepse induz uma resposta inflamatória sistêmica grave podendo resultar em disfunção de múltiplos órgãos e morte. Pesquisas utilizando uma proteína derivada do látex natural de Hevea brasiliensis (seringueira), denominada Hev b 13 tem demonstrado importantes efeitos anti-inflamatórios, mas nenhum dado foi publicado dos seus efeitos na sepse. O objetivo deste estudo foi investigar os efeitos da Hev b 13 na resposta inflamatória e na lesão pulmonar de ratos com sepse. Ratos machos da linhagem Wistar foram submetidos a ligação e perfuração do ceco (LPC), randomizados em grupos e tratados com as doses 0,5/2,0/3,0 mg/Kg de Hev b 13 subcutâneo. Após subdividiu-se os animais em três pontos diferentes de tempo (1, 6 e 24 horas após os tratamentos) para coleta de amostras sanguíneas e eutanásia com remoção dos órgãos. Contagem total e diferencial de leucócitos, dosagem de citocinas e avaliação histológica foram analisadas. O tratamento com a Hev b 13 resultou em diminuição significativa de leucócitos totais e diferenciais bem como suprimiu a produção de TNF-α e IL-6, associado ao aumento de IL-10 e IL-4 no plasma e tecido pulmonar. Além disso, reduziu as alterações morfológicas e patológicas encontradas nos pulmões, incluindo infiltrado de neutrófilos, edema e espessamento alveolar. Este estudo concluiu que a Hev b 13 tem efeitos anti-inflamatórios e atenua lesões pulmonares em ratos com sepse, apresentando potencialidades para aplicabilidade clínica.
Descritores: Proteínas de Plantas/farmacologia
Antígenos de Plantas/farmacologia
Pulmão/efeitos dos fármacos
Pulmão/imunologia
Pulmão/metabolismo
Pneumopatias/metabolismo
-Proteínas de Plantas/administração & dosagem
Distribuição Aleatória
Citocinas/imunologia
Citocinas/metabolismo
Citocinas/sangue
Ratos Wistar
Sepse/metabolismo
Modelos Animais de Doenças
Antígenos de Plantas/administração & dosagem
Pneumopatias/imunologia
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 148 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-951573
Autor: Al-Thobaiti, A; Al-Ghanim, K; Ahmed, Z; Suliman, E M; Mahboob, S.
Título: Impact of replacing fish meal by a mixture of different plant protein sources on the growth performance in Nile Tilapia (Oreochromis niloticus L) diets / Impacto da substituição de farinha de peixe por uma mistura de diferentes fontes de proteínas vegetais sobre o desempenho de crescimento nas dietas de Tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus L)
Fonte: Braz. j. biol;78(3):525-534, Aug. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Prolific Research Group.
Resumo: Abstract The present study aimed to assess the appropriate level of replacement of fish meal (FM) with alternative plant sources in the feed fed to Oreochromis niloticus to evaluate the growth performance. Three isoproteinious (40% crude protein) diets were prepared from different ingredients viz., fish meal, corn gluten meal, wheat gluten meal, and bagasse kenna meal. O. niloticus showed a maximum increase in weight as 9.70, 11.09, 8.53 and 8.32 g during the 2nd, 2nd, 3rd and 2nd fortnight with feeding treatment A, B, C and D, respectively. The growth performance of the fish in terms of weight gain, specific growth rate, feed conversion ratio and protein efficiency ratio were found to be significantly (P < 0.05) higher in the fish fed with 20% replacement of fishmeal in diet B. The worst growth performance was observed in fish fed with commercial diet, designated as diet D. It was concluded that the fish meal can be replaced up to 20 percent with other plant protein sources without any negative impact on fish health. The replacement of fish meal with local plant sources (corn gluten meal, wheat gluten meal, soybean meal and bagasse kenna mix) will not only be beneficial to achieve better growth performance in O. niloticus, it will be a value addition as well.

Resumo O presente estudo teve como objetivo avaliar o nível adequado de substituição de farinha de peixe (FM) com fontes alternativas de plantas na alimentação alimentada a Oreochromis niloticus para avaliar o desempenho do crescimento. Três dietas isoproteiniosas (proteína de 40% de proteína bruta) foram preparadas a partir de diferentes ingredientes, como farinha de peixe, farinha de glúten de milho, farinha de glúten de trigo e farinha de bagaço de bagaço. O. niloticus apresentou um aumento máximo de peso como 9,70, 11,09, 8,53 e 8,32 g durante a 2ª, 2ª, 3ª e 2ª quinzena com o tratamento de alimentação A, B, C e D, respectivamente. O desempenho de crescimento do peixe em termos de ganho de peso, taxa de crescimento específico, razão de conversão alimentar e relação de eficiência protéica foi significativamente maior (P <0,05) nos peixes alimentados com 20% de reposição de farinha de peixe na dieta B. O pior O desempenho do crescimento foi observado em peixes alimentados com dieta comercial, designados como dieta D. Concluiu-se que a farinha de peixe pode ser substituída até 20 por cento com outras fontes de proteína vegetal sem qualquer impacto negativo na saúde dos peixes. A substituição da farinha de peixe por fontes locais de plantas (farelo de milho, farinha de glúten de trigo, farelo de soja e mistura de bagaço de bagaço) não só será benéfica para obter melhor desempenho de crescimento em O. niloticus, também será uma adição de valor.
Descritores: Proteínas de Plantas/administração & dosagem
Ciclídeos/crescimento & desenvolvimento
Dieta/métodos
Ração Animal/análise
-Soja
Peso Corporal
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 15 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde