Base de dados : LILACS
Pesquisa : D13.570.800 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 3 [refinar]
Mostrando: 1 .. 3   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 3 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-931299
Autor: Kwee, Jolie Kiemlian.
Título: Proliferação celular induzida por 8-oxoguanosina e 8-metilguanosina, dois produtos do ataque de radicais livres a ribonucleosídeos e RNA / Cell proliferation induced by 8-oxoguanosine and 8-methylguanosine, two products of free radical attack to ribonucleosides and RNA.
Fonte: São Paulo; s.n; 1998. 78 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Instituto de Química para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Os efeitos de ribonucleosídeos de guanina substituídos na posição C-8 na proliferação de linfócitos B estão bem documentados na literatura. Esses compostos são análogos de adutos formados pela adição de radicais livres a ribonucleosídeos e a RNA. Neste trabalho, verificamos as propriedades proliferativas de dois desses adutos, 8-metilguanosina (8-MeGuo) e 8-oxo-7 ,8-di-hidroguanosina (8-OxoGuo) e comparamos com 8-bromoguanosina (8-BrGuo), o composto mais estudado como indutor da proliferação de linfócitos B. 8-MeGuo e 8-OxoGuo foram sintetisados em rendimentos de 28 e 55%, respectivamente, e foram caracterizados por UV, NMR e CG-massa. Seus efeitos sobre a incorporação de timidina radioativa ([3H] TdR) no DNA de células de baço, fibroblasto 3T3(A31) e melanoma B16F10 foram examinados. Os dois adutos foram mitogênicos para células de baço mas foram seletivos quanto as células imortalizadas. 8-MeGuo atuou sobre células 3T3(A31) e 8-OxoGuo sobre as células de melanoma B16F10. O análogo não fisiológico 8-BrGuo foi efetivo em todas as células testadas. Experimentos de contagem de células, citotoxicidade e citometria de fluxo, indicaram que a síntese de DNA induzida pelas guanosinas substituídas na posição C-8 refletia crescimento celular. Foi proposto que os compostos agem de dentro da célula uma vez que seus efeitos são bloqueados em presença de um inibidor de transporte de nucleosídeo, mas não foram inibidos por um antagonista de receptor purinérgico. Os resultados obtidos, junto com os descritos na literatura, sugerem que no caso dos fibroblastos 3T3(A31) e células de baço de camundongo os efeitos proliferativos dos compostos não são dependentes do metabolismo desses compostos via salvação das purinas. No caso das células de melanoma, entretanto, os compostos parecem fazer parte do "pool" de nucleosídeos. A demonstração de que adutos produzidos por ataques radicalares em ribonucleosídeos e RNA são capazes de induzir proliferação celular, abre novas perspectivas para a compreensão do papel de radicais livres em processos carcinogênicos

The ability of CS-substituted guanine ribonucleosides to induce B cell proliferation has been well documented in the literature. These compounds are analogues of adducts formed from free radical attack on ribonucleosides and RNA. Here we examined the proliferative properties of two of these radical adducts, 8-methylguanosine (8-MeGuo) and 8-oxo-7 ,8-dihydroguanosine (8-OxoGuo) and compared them with those of the well studied B cell mitogen, 8-bromoguanosine (8-BrGuo). 8-MeGuo and 8-OxoGuo were synthesized in yields of 28 and 55 %, respectively, and were characterized by UV, NMR and CG-MS. Their effects upon [3H] thymidine uptake by Swiss mice splenocytes, mouse embryo 3T3 (A31) fibroblasts and mouse B16F10 melanocytes were examined. Both guanosine radical adducts were shown to increase [3H] thymidine uptake by mice splenocytes but displayed selectivity in regard to continuous cell lines. 8-MeGuo acted upon 3T3(A31) fibroblasts whereas 8-OxoGuo acted upon B16F10 melanocytes. The non physiological analogue 8-BrGuo acted upon all tested cells. Parallel experiments of cell counting, cytotoxicity, and cell sorting indicated that DNA synthesis induced by the C8-substituted guanosines reflected cell growth. It is proposed that the compounds act intracellularly because their proliferative effects were blocked in the presence of a nucleoside transport inhibitor but were not inhibited by an antagonist of the A2 purine receptor. The obtained results, taken together with data from the literature suggest that in the case of 3T3 (A31) fibroblasts and mice splenocytes the proliferative effects of the compounds are not dependent on metabolism through purine salvage pathways. In the case of melanocytes, however, the compounds are likely to become part of the purine nucleoside pool. The demonstration that adducts produced by free radical attack on ribonucleosides and RNA are able to induce cell proliferation opens new perspectives for the understanding of free radical mediated carcinogenesis
Descritores: Proliferação de Células/fisiologia
Radicais Livres
Ribonucleosídeos/química
-Linfócitos B
Contagem de Células
Meios de Cultura
Adutos de DNA/análise
Guanosina
RNA
Análise Espectral/métodos
Limites: Animais
Masculino
Camundongos
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; T 574.192, K98p. 30100001931


  2 / 3 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-218336
Autor: Kwee, Jolie Kiemlian.
Título: Proliferaçäo celular induzida por 8-oxoguanosina e 8-metilguanosina, dois produtos do ataque de radicais livres a ribonucleosídeos e RNA / Cell proliferation induced by the 8-oxoguanosine and 8-methylguanosine, two products of the free radical attack on ribonucleosides and RNA.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 1998. 78 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Instituto de Química para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Os efeitos de ribonucleosídeos de guanina substituídos na posiçäo C-8 na proliferaçäo de linfócitos B estäo bem documentados na literatura. Esses compostos säo análogos de adutos formados pela adiçäo de radicais livres a ribonucleosídeos e a RNA. Neste trabalho, verificamos as propriedades proliferativas de dois desses adutos, 8-metilguanosina (8-MeGuo) e 8-oxo-7,8-di-hidroguanosina (8-OxoGuo) e comparamos com 8-bromoguanosina (8-BrGuo), o composto mais estudado como indutor da proliferaçäo de linfócitos B. 8-MeGuo e 8-OxoGuo foram sintetisados em rendimentos de 28 e 55 por cento, respectivamente, e foram caracterizados por UV, NMR e CG-massa. Seus efeitos sobre a incorporçäo de timidina radioativa ([üH] TdR) no DNA de células de baço, fibroblasto 3T3(A31) e melanoma B16F10 foram examinados. Os dois adutos foram mitogênicos para células de baço mas foram seletivos quanto as células imortalizadas...
Descritores: Linfócitos B
Radicais Livres
Guanosina
Linhagem
Ribonucleosídeos/síntese química
RNA
-Análise Espectral/métodos
Citotoxicidade Celular Dependente de Anticorpos
Contagem de Células
Meios de Cultura
Limites: Animais
Masculino
Camundongos
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; 574.192


  3 / 3 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Bernardino, A. M. R
Romeiro, G. A
Moussatche, N
Id: lil-209359
Autor: Pereira, H. S; Bernardino, A. M. R; Nogueira, C; Gomes, C. R; Romeiro, G. A; Chaves, A; Ferreira, V. F; Caetano, M. V; Frugulhetti, I. C. P. P; Moussatché, N; Souza, M. C. B.
Título: Inibiçäo seletiva das atividades das enzimas transcriptase reversa do vírus HIV-1 e DNA polimerases humanas por derivados dipirazolo-piridina / Selective inhibition of reverse transcriptase enzyme activity of HIV-1 virus and human polymerases DNA by dipirazolo-pyridines derivatives
Fonte: DST j. bras. doenças sex. transm;8(4):14-8, dez. 1996. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Novos ribonucleosídeos derivados dos sistemas dipirazolo-piridina foram preparados e avaliados quanto à atividade polimerásica das enzimas transcriptase reversa (RT) do vírus HIV-1 e das DNA polimerases humanas alfa e epsilon. Os derivados 1b e 1d inibiram a atividade da transcriptase reversa em concentraçöes de micromolares. Entretanto, as mesmas substâncias näo foram capazes de inibir a atividade polimerase das enzimas DNA-polimerase humana alfa e epsilon.
Descritores: DNA Polimerase II/antagonistas & inibidores
DNA Polimerase I/antagonistas & inibidores
HIV-1/enzimologia
Pirazóis/farmacologia
Piridinas/farmacologia
Inibidores da Transcriptase Reversa
Ribonucleosídeos/farmacologia
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde