Base de dados : LILACS
Pesquisa : D20.633.937.680 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 414 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 42 ir para página                         

  1 / 414 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-999269
Autor: Seijas B, Daniel.
Título: El ABCD de la cesación de fumar: de la evidencia a la práctica clínica en medicina preventiva / The ABCD of smoking cessation: from evidence to clinical practice in preventive medicine
Fonte: Rev. Méd. Clín. Condes;21(5):719-731, sept. 2010. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: En el presente artículo se revisan aspectos epidemiológicos sobre el tabaquismo, mostrándolo como la enfermedad o causa de muerte más evitable en el mundo al día de hoy. Dada esta situación se plantea la importancia de la intervención médica en medicina preventiva, mostrando su efectividad por sobre otras aproximaciones alternativas. Se analizan las razones y limitaciones por las que los médicos no aplican estrategias de intervención antitabaco, incluyendo el hecho de que un porcentaje importante de los médicos fuma. Asimismo, se muestran las dificultades que pueden enfrentar los médicos al hacer una intervención, a la vez que se explican en detalle las intervenciones de las 5 A´s y el ABCD de dejar de fumar, resaltando que todo fumador es un paciente objetivo y que todo médico puede tratar fumadores. Un punto importante que destaca este artículo es la comorbilidad psiquiátrica de los fumadores particularmente con depresión; y entrega herramientas como la entrevista de Goldberg 12 (GHQ) para ser utilizado como screening o tamizage y así mejorar el sistema de triage y derivación cuando corresponde. Un último punto no menos importante es tocar el tema del fumar pasivo por el humo de terceras personas, se entregan datos acerca de su importancia y cómo intervenir con los pacientes

In the present article epidemiological aspects of Tobacco are being reviewed, showing it as a disease or the most avoidable cause of death in the world today. Under this predicament the importance of a medical intervention in preventive medicine is emphasized, showing its effectiveness upon other alternatives nonmedical approaches. We analyze the reasons and limitations why physicians do not apply such strategies of antitobacco interventions, including the fact that an important percentage of the physicians themselves smoke. We show the difficulties that doctors may find in facing smokers, and correspondingly explain in details interventions like the 5 A´s or the Latin-American ABCD for stopping smoking, reinforcing the fact that every smoker is a target patient and that every doctor can treat smokers. An important point highlighted in this article i psychiatric comorbidity between smokers particularly with depression, and we share some tools like GHQ 12 Goldberg test in order to be used as a screening tools for an adequate triage of the patientsor referral when necessary. A last but not least issue is the importance of discussing the problem of passive smoking both for the patient and the family, data is share don its relevance and a few tools in how to intervene with the patients
Descritores: Tabagismo/terapia
Abandono do Uso de Tabaco
-Poluição por Fumaça de Tabaco/prevenção & controle
Tabagismo/diagnóstico
Tabagismo/epidemiologia
Programas de Rastreamento
Saúde Mental
Diagnóstico Duplo (Psiquiatria)
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  2 / 414 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: lil-778109
Autor: Varona Pérez, Patricia; García Roche, René Guillermo; García Pérez, Rosa Marina; Lorenzo Vázquez, Elba.
Título: Tabaquismo y percepción del riesgo de fumar en trabajadores de la educación, 2010-2011 / Smoking and smoking risk perception in Cuban education workers, 2010-2011
Fonte: Rev. cuba. salud pública;42(1), ene.-mar. 2016. tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivos: determinar prevalencia y características del tabaquismo activo-pasivo, y describir la percepción del riesgo de exposición al humo de tabaco ajeno en el ámbito escolar. Métodos: estudio observacional transversal realizado entre 2010-2011. Se aplicó cuestionario a 1 959 trabajadores de 50 escuelas cubanas. Las preguntas se relacionaron, entre otros, con variables sociodemográficas, uso de productos del tabaco, conocimientos y actitudes hacia el tabaquismo, políticas en las instituciones escolares y acerca de la percepción del riesgo de la exposición. Se calcularon porcentajes, intervalo de confianza de 95 por ciento y se modeló la probabilidad de recomendación de abandono de fumar. Resultados: la prevalencia actual de tabaquismo fue de 33 por ciento (30,2-34,9) con 32,0 por ciento entre los profesores. El 88 por ciento declaró la existencia de regulaciones para fumar en la escuela. El 82 por ciento manifestó influencia del consumo de los profesores sobre el consumo de los estudiantes y el 60 por ciento estuvo expuestos al humo de tabaco ajeno. El 77 por ciento valoró como muy riesgosa la relación fumar-salud. No incluir el tema del tabaquismo en el programa escolar ni realizar actividades de prevención extra aula y considerar poco o nada riesgoso fumar activa-pasivamente, redujeron la probabilidad de recomendación de abandono de fumar. Conclusiones: la alta prevalencia de tabaquismo en los trabajadores, insuficiente preparación para abordar con efectividad la prevención y el control y el poco cumplimiento de las regulaciones establecidas, constituyen barreras objetivas para la toma de medidas que limiten la adicción en el ámbito escolar(AU)

Objectives: to determine the prevalence and characteristics of active/passive smoking and to describe the risk perception of exposure to second hand smoke in the school setting. Methods: observational and cross-sectional study conducted from 2010 to 2011. To this end, a questionnaire was given to 1 959 workers from 50 Cuban schools to collect their answers. The questions were related, among other issues, with socio-demographic variables, uses of cigar products, knowledge, attitudes toward smoking, policies established at the schools and perception of exposure risk. Percentages and 95 percent confidence intervals were estimated and the probabilities of advising to quit smoking were modeled. Results: the current prevalence of smoking was 33 percent (30.2-34.9); 32 percent among professors. In the sample, 88 percent stated that there were regulations on smoking at school. Eighty two percent admitted that smoking habit in professors had some influence in their student's smoking whereas 60 percent were second-hand smokers. In the group, 77 percent assessed the smoking- health relationship as very risky. The non-inclusion of the topic of smoking in the curriculum, the non-existence of preventive activities outside the classroom and the evaluation of active and passive smoking as little dangerous or riskless decreased the probabilities of advising people to quit smoking. Conclusions: high prevalence of smoking in education workers, poor preparation to effectively address prevention and control of the habit and the non-compliance with set regulations are objective barriers to the decision-making on the restriction of this addiction in the school setting(AU)
Descritores: Poluição por Fumaça de Tabaco/prevenção & controle
Tabagismo/epidemiologia
-Estudos Transversais
Fatores de Risco
Cuba
Estudo Observacional
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  3 / 414 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-784172
Autor: Minicucci, Marcos; Oliveira, Fernando; Santos, Priscila; Polegato, Bertha; Roscani, Meliza; Fernandes, Ana Angelica; Lustosa, Beatriz; Paiva, Sergio; Zornoff, Leonardo; Azevedo, Paula.
Título: Pentoxifylline Attenuates Cardiac Remodeling Induced by Tobacco Smoke Exposure / A Pentoxifilina Atenua a Remodelação Cardíaca Induzida pela Exposição á Fumaça de Cigarros
Fonte: Arq. bras. cardiol;106(5):396-403, May 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: Tobacco smoke exposure is an important risk factor for cardiac remodeling. Under this condition, inflammation, oxidative stress, energy metabolism abnormalities, apoptosis, and hypertrophy are present. Pentoxifylline has anti‑inflammatory, anti-apoptotic, anti-thrombotic and anti-proliferative properties. Objective: The present study tested the hypothesis that pentoxifylline would attenuate cardiac remodeling induced by smoking. Methods: Wistar rats were distributed in four groups: Control (C), Pentoxifylline (PX), Tobacco Smoke (TS), and PX-TS. After two months, echocardiography, invasive blood pressure measurement, biochemical, and histological studies were performed. The groups were compared by two-way ANOVA with a significance level of 5%. Results: TS increased left atrium diameter and area, which was attenuated by PX. In the isolated heart study, TS lowered the positive derivate (+dp/dt), and this was attenuated by PX. The antioxidants enzyme superoxide dismutase and glutathione peroxidase were decreased in the TS group; PX recovered these activities. TS increased lactate dehydrogenase (LDH) and decreased 3-hydroxyacyl Coenzyme A dehydrogenases (OH-DHA) and citrate synthase (CS). PX attenuated LDH, 3-OH-DHA and CS alterations in TS-PX group. TS increased IL-10, ICAM-1, and caspase-3. PX did not influence these variables. Conclusion: TS induced cardiac remodeling, associated with increased inflammation, oxidative stress, apoptosis, and changed energy metabolism. PX attenuated cardiac remodeling by reducing oxidative stress and improving cardiac bioenergetics, but did not act upon cardiac cytokines and apoptosis.

Resumo Fundamento: Exposição à fumaça de cigarros é um fator significativo de risco para a remodelação cardíaca. Nesta condição, estão presentes inflamação, estresse oxidativo, anormalidades do metabolismo energético, apoptose e hipertrofia. A pentoxifilina tem propriedades anti-inflamatórias, anti-apoptóticas, anti-trombóticas e anti-proliferativas. Objetivo: O presente estudo testou a hipótese de que a pentoxifilina atenuaria a remodelação cardíaca induzida pelo fumo. Métodos: Ratos Wistar foram distribuídos em quatro grupos: Controle (C), Pentoxifilina (PX), Fumaça de Cigarro (FC), e PX-FC. Depois de dois meses, foram feitos ecocardiografia, medição de pressão arterial invasiva e estudos bioquímicos e histológicos. Os grupos foram comparados por ANOVA de duas vias com nível de significância de 5%. Resultados: FC aumentou o diâmetro e a área do átrio esquerdo, o que foi atenuado pela PX. No estudo de coração isolado, FC diminuiu a derivada positiva (+dp/dt), o que foi atenuado por PX. Os antioxidantes enzima superóxido-dismutase e glutationa peroxidase foram reduzidos no grupo FC; PX recuperou essas atividades. FC aumentou o lactato desidrogenase (LDH) e reduziu as desidrogenases 3-hidroxiacil Coenzima A (OH-DHA) e citrato sintase (CS). PX atenuou alterações de LDH, 3-OH-DHA e CS no grupo PX-FC. FC aumentou IL-10, ICAM-1 e caspase-3. PX não teve influência nestas variáveis. Conclusão: FC induziu remodelação cardíaca, associada a um aumento de inflamação, estresse oxidativo, apoptose e metabolismo energético alterado. PX atenuou remodelação cardíaca, reduzindo estresse oxidativo e melhorando bioenergética cardíaca, mas não agiu nas citocinas cardíacas nem na apoptose.
Descritores: Pentoxifilina/farmacologia
Poluição por Fumaça de Tabaco/efeitos adversos
Cardiotônicos/farmacologia
Estresse Oxidativo/efeitos dos fármacos
Remodelação Ventricular/efeitos dos fármacos
Ventrículos do Coração/efeitos dos fármacos
-Função Ventricular
Ratos Wistar
Modelos Animais de Doenças
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 414 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1122275
Autor: Sussini, Mario A; Coito, Silvia C; Hak, Cinthia C; Sorg, Melissa A; Tai, Karen V.
Título: Prevalencia de tabaquismo en estudiantes de sexto año de la carrera de medicina de la universidad nacional del nordeste 2019 / Prevalence of smoking in sixth-year medical students at the National University of the Northeast 2019
Fonte: Rev. Fac. Med. Univ. Nac. Nordeste;39(2):22-32, 2019.
Idioma: es.
Resumo: Introducción. El tabaco es una de las principales causas de muertes prevenibles en el mundo. Los estudiantes, a pesar de tener un factor protector como lo es su formación académica continúan consumiendo el mismo. Objetivo general. Establecer la prevalencia de tabaquismo activo y pasivo entre los estudiantes de 6to año de la carrera de Medicina. Objetivo específico. Determinar la actitud frente al tabaquismo: grado de motivación, etapa de la adicción y el nivel de dependencia; definir tiempo de inicio del mismo en relación con la progresión en la carrera. Materiales y métodos. Estudio cuantitativo, observacional, descriptivo, de corte transversal del 01 de enero al 30 de abril del año 2019. Los datos se obtuvieron mediante una encuesta estructurada multiple-choice, anónima y auto-administrada. Resultados. Se analizaron 160 encuestas. La prevalencia de fumadores fue del 10%, y 15.6% de exfumadores. El 53.1% estaban expuestos al humo ambiental (fumadores pasivos). El consumo promedio es de 6 cigarrillos/día. El 43.75% de la población de fumadores comenzó antes del primer año de la carrera y sólo un 12.5% en años avanzados de la carrera. El 31.25% fumaban entre los 30 a 60 minutos luego de despertar, mientras que el resto lo hacía pasada la hora. 12.5% de los fumadores encontraba difícil no fumar en los lugares donde está prohibido. El 87.5% les gustaría dejar de fumar, un 62.5% tiene "bastante" y "mucho" interés en dejarlo y un 37.5% que tiene poco o ningún interés. Conclusiones. Los resultados de este estudio permitirán orientar a políticas de salud pública para el control del consumo de tabaco y al mismo tiempo servir para la evaluación de las mismas. Palabras claves. Estudiantes, medicina, tabaquismo, prevalencia, actitud

Summary Introduction. Tobacco is one of the leading causes of preventable deaths in the world. The students, despite having a protective factor, as is their academic education, continue to consume it. Overall objective. To establish the prevalence of active and passive smoking, among the 6th year students of the Medicine career. Specific objective. Determine the attitude towards smoking: degree of motivation, stage of addiction and the level of dependence; define start time of the same in relation to the progression in the race. Materials and methods. Quantitative, observational, descriptive, cross-sectional study from January 1 to April 30 of the year 2019. The data was obtained through a structured multiple-choice, anonymous and self-administered survey. Results. 160 surveys were analyzed. The prevalence of smokers was 10%, and 15.6% of ex-smokers. 53.1% were exposed to environmental smoke (passive smoking). The average consumption is 6 cigarettes / day. 43.75% of the smoking population began before the first year of the race and only 12.5% in advanced years of the race. The 31.25% smoked between 30 to 60 minutes after waking up, while the rest did it after the hour. 12.5% of smokers found it difficult not to smoke in places where it is prohibited. 87.5% would like to quit smoking, 62.5% have "enough" and "a lot" interest in quitting and 37.5% have little or no interest. Conclusions. The results of this study will allow orienting public health policies for the control of tobacco consumption and at the same time serve for the evaluation of them. Keywords. Students, medicine, smoking, prevalence, attitude

Resumo Introdução. O tabaco é uma das principais causas de mortes evitáveis no mundo. Os alunos, apesar de terem como fator de proteção a sua formação acadêmica, continuam a consomem-lo. Objetivo geral. Estabelecer a prevalência de tabagismo ativo e passivo entre os alunos do 6º ano da carreira de Medicina. Objetivo específico. Determinar a atitude em relação ao tabagismo: grau de motivação, estágio da dependência e nível de dependência; definir a hora de início do mesmo em relação à progressão na corrida. Materiais e métodos. Estudo quantitativo, observacional, descritivo, seção transversal de 1 janeiro - 30 abril 2019. Os dados foram obtidos através de uma pesquisa estruturada de múltipla escolha, anônimo e auto-administrado. Resultados. 160 inquéritos foram analisados. A prevalência de fumantes foi de 10% e de 15,6% dos ex-fumantes. 53,1% foram expostos ao fumo ambiental (tabagismo passivo). O consumo médio é de 6 cigarros / dia. 43,75% da população de fumantes começaram antes do primeiro ano da carreira e apenas 12,5% nos anos avançados. Os 31,25% fumaram entre 30 a 60 minutos após o despertar, enquanto o restante o fez após a hora. 12,5% dos fumantes acharam difíceis não fumar em locais proibidos. 87,5% gostariam de parar de fumar, 62,5% têm interesse "suficiente" e "muito" em sair e 37,5% que têm pouco ou nenhum interesse. Conclusões. Os resultados deste estudo vão orientar políticas públicas de saúde para controle do consumo de tabaco e, ao mesmo tempo, servem para a avaliação do mesmo. Palavras chaves. Estudantes, medicina, tabagismo, prevalência, atitud.
Descritores: Estudantes/estatística & dados numéricos
Tabagismo
-Poluição por Fumaça de Tabaco
Inquéritos e Questionários
Uso de Tabaco
Fumantes/estatística & dados numéricos
não Fumantes/estatística & dados numéricos
Ex-Fumantes
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR43.1 - Centro de Información y Documentación en Ciencias de la Salud del Nordeste Argentino


  5 / 414 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Moreira, Josino Costa
Texto completo
Id: biblio-1011867
Autor: Silva, André Luiz Oliveira da; Moreira, Josino Costa.
Título: A proibição dos cigarros eletrônicos no Brasil: sucesso ou fracasso? / The ban of eletronic cigarettes in Brazil: success or failure?
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(8):3013-3024, ago. 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O Brasil foi um dos primeiros países do mundo a proibir os Dispositivos Eletrônicos de Fumar (DEFs), tal proibição foi motivada pela inexistência de evidências relativas às alegadas propriedades terapêuticas e da inocuidade destes produtos. Por conta de tal proibição, A Anvisa foi criticada, especialmente de grupos de usuários. Estes grupos argumentam que tal ação proibiu um produto que auxiliaria a cessação ao tabagismo e seria menos tóxico que os cigarros comuns. Assim sendo, surge o questionamento se esta decisão foi acertada ou não. Os dados disponíveis mostram que os DEFs possuem formulações diversas e algumas substâncias tóxicas são liberadas durante sua utilização em níveis significativos. Estudos em animais e em humanos demonstraram potencial efeito tóxico. Os DEFs também demostraram que podem afetar a saúde de fumantes passivos. Quanto a seu uso como ferramenta de cessação, os estudos ainda não são conclusivos. Observou-se também um alto grau de uso entre adolescentes em países que seu uso foi autorizado. Desta forma o Brasil ao proibir estes produtos, impediu que a população consumisse um produto sem comprovação que auxiliasse no tratamento do tabagismo, com indícios de significativa toxidade e altamente atrativo aos jovens.

Abstract Brazil was one of the first countries in the world to ban Electronic Smoking Devices (ESDs). This ban was motivated by the lack of evidence regarding the alleged therapeutic properties and harmlessness of these products. Anvisa was criticized for this move, especially by electronic cigarette's users groups. These groups argue that prohibition prevented people's access to a product that would aid smoking cessation and be less toxic than ordinary cigarettes. Thus, the question arises as to whether this decision was successful. Available data show that ESDs have diverse formulations and some toxic substances are released at significant levels during use. Studies in animals and humans have shown a potential toxic effect, also affecting the health of passive smokers. Studies are still inconclusive regarding its use as a cessation tool. A high level of use among adolescents was observed in countries whose use was authorized. Thus, Brazil's ban prevented the population from consuming a product that has not been proven effective toward smoking cessation, with indications of significant toxicity and highly attractive to young people.
Descritores: Abandono do Hábito de Fumar/métodos
Política Antifumo/legislação & jurisprudência
Sistemas Eletrônicos de Liberação de Nicotina
Vaping/legislação & jurisprudência
-Poluição por Fumaça de Tabaco/efeitos adversos
Poluição por Fumaça de Tabaco/legislação & jurisprudência
Poluição por Fumaça de Tabaco/prevenção & controle
Brasil
Vaping/efeitos adversos
Vaping/prevenção & controle
Limites: Humanos
Animais
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 414 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1088850
Autor: Fleury, Camila A; Almeida, Elizandra P M; Dionisio, Thiago J; Calvo, Adriana M; Oliveira, Gabriela M; Amaral, Sandra L; Santos, Carlos F; Faria, Flávio A C.
Título: Passive Cigarette Smoking Impact on Blood Pressure Response to Epinephrine and Felypressin in 1K1C Hypertensive Rats Treated or not with Atenolol / Impacto do Tabagismo Passivo na Resposta Pressórica à Epinefrina e Felipressina em Ratos Hipertensos 1K1C Tratados ou não com Atenolol
Fonte: Arq. bras. cardiol;114(2):295-303, Feb. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: Cigarette smoking is usually associated with hypertension and may modify vasoconstrictor response. Objective: The present study aimed to analyze and compare the interaction of passive cigarette smoking and hypertension on epinephrine and felypressin blood pressure effects after intravascular injection. Method: 45-day male Wistar rats had the main left renal artery partially constricted and the right kidney removed (1K1C model). Rats were placed in the chamber for exposition to passive cigarette smoking (10 cigarettes) during 10 min (6 days a week). Hypertensive rats received atenolol (90 mg/kg/day) by gavage for two weeks. Hypotensive and hypertensive response, response duration and heart rate were recorded from direct blood pressure values. The significance level was 5%. Results: Passive cigarette smoking increased maximal hypertensive response to epinephrine in normotensive and 1K1C-atenolol treated rats and to felypressin only in 1K1C-atenolol treated rats; it also reduced epinephrine hypotensive response. Epinephrine increased heart rate in normotensive and hypertensive passive smokers or non-smoker rats. Comparing the two vasoconstrictors, epinephrine showed greater hypertensive response in normotensive smokers, 1K1C-atenolol treated smokers and non-smokers. However, in normotensive-nonsmoker rats, felypressin showed a greater and longer hypertensive effect. Conclusions: Our results suggest that passive cigarette smoking may reduce epinephrine vasodilation and increase hypertensive response when compared to felypressin. Therefore, felypressin may be safe for hypertensive patients to avoid tachycardia and atenolol interaction, but for normotensive and non-smoker patients, epinephrine may be safer than felypressin.

Resumo Fundamento: O tabagismo geralmente está associado à hipertensão e pode modificar a resposta vasoconstritora. Objetivo: O presente estudo teve como objetivo analisar e comparar a interação do tabagismo passivo e hipertensão sobre os efeitos da epinefrina e felipressina na pressão arterial após injeção intravascular. Métodos: Ratos Wistar machos de 45 dias tiveram a artéria renal principal esquerda parcialmente obstruída e o rim direito removido (modelo 1K1C). Os ratos foram colocados na câmara para exposição ao tabagismo passivo (10 cigarros) durante 10 minutos (6 dias por semana). Ratos hipertensos receberam atenolol (90 mg/kg/dia) por gavagem durante duas semanas. A resposta hipotensora e hipertensiva, a duração da resposta e a frequência cardíaca foram registradas a partir da medida dos valores diretos da pressão arterial. O nível de significância foi de 5%. Resultados: O tabagismo passivo aumentou a resposta hipertensiva máxima à epinefrina em ratos normotensos e ratos 1K1C tratados com atenolol e à felipressina apenas em ratos 1K1C tratados com atenolol; também reduziu a resposta hipotensiva à epinefrina. A epinefrina aumentou a frequência cardíaca em ratos fumantes passivos ou não-fumantes, normotensos e hipertensos. Comparando os dois vasoconstritores, a epinefrina apresentou maior resposta hipertensiva em fumantes normotensos, ratos 1K1C fumantes e não fumantes tratados com atenolol. No entanto, em ratos normotensos e não fumantes, a felipressina apresentou um efeito hipertensivo maior e mais prolongado. Conclusões: Nossos resultados sugerem que o tabagismo passivo pode reduzir a vasodilatação da epinefrina e aumentar a resposta hipertensiva quando comparado à felipressina. Portanto, a felipressina pode ser segura para pacientes hipertensos, com o objetivo de evitar a interação entre taquicardia e atenolol, mas para pacientes normotensos e não-fumantes, a epinefrina pode ser mais segura que a felipressina.
Descritores: Atenolol/farmacologia
Poluição por Fumaça de Tabaco/efeitos adversos
Pressão Sanguínea/efeitos dos fármacos
Epinefrina/farmacologia
Felipressina/farmacologia
Anti-Hipertensivos/farmacologia
-Fatores de Tempo
Vasoconstritores/farmacologia
Vasodilatação/efeitos dos fármacos
Ratos Wistar
Relação Dose-Resposta a Droga
Interações Medicamentosas
Frequência Cardíaca/efeitos dos fármacos
Hipertensão/tratamento farmacológico
Hipotensão
Limites: Animais
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 414 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1088855
Autor: Tucci, Paulo J F.
Título: Short Editorial - Effect of Passive Smoking on Blood Pressure Response to Epinephrine and Felypressin in 1K1C Hypertensive Rats Treated or not with Atenolol / Minieditorial - Impacto do Tabagismo Passivo na Resposta Pressórica à Epinefrina e Felipressina em Ratos Hipertensos 1K1C Tratados ou não com Atenolol
Fonte: Arq. bras. cardiol;114(2):304-304, Feb. 2020.
Idioma: en.
Descritores: Poluição por Fumaça de Tabaco
Fumar Cigarros
Hipertensão
-Atenolol
Pressão Sanguínea
Epinefrina
Felipressina
Limites: Animais
Ratos
Tipo de Publ: Comentário
Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 414 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-889288
Autor: Montaño-Velázquez, Bertha Beatriz; Flores-Rojas, Eulalia Beatriz; García-Vázquez, Francisco Javier; Jurado-Hernandez, Silvio; Venancio Hernández, Marco Antonio; Alanis Flores, Angélica Kathya; Jáuregui-Renaud, Kathrine.
Título: Effect of cigarette smoke on counts of immunoreactive cells to eotaxin-1 and eosinophils on the nasal mucosa in young patients with perennial allergic rhinitis / Efeito do tabagismo nas contagens de células imunorreativas a eotaxina-1 e eosinófilos na mucosa nasal em pacientes jovens com rinite alérgica perene
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);83(4):420-425, July-Aug. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: In teenagers with perennial allergic rhinitis, exposure to tobacco cigarette smoke increases the count of eosinophils in the nasal mucosa; the recruitment of eosinophils arises from the combined action of a number of cellular and molecular signals, including eotaxin. Objective: To assess the effect of exposure to tobacco cigarette smoke on the count of immunoreactive cells to eotaxin-1 and eosinophils on the nasal mucosa of children and teenagers with perennial allergic rhinitis. Methods: In a cross-sectional study, forty-four patients were evaluated (aged 7-19 years old): 22 with and 22 with no exposure to tobacco cigarette smoke. After replying to 2 validated questionnaires, on Asthma and Allergies in Childhood and on the severity of nasal symptoms, nasal mucosal samples were obtained by scraping the middle one-third of the inferior turbinates. Then counts of immunoreactive cells to eotaxin-1 and eosinophils were assessed by immunohistochemistry. Results: Patients with exposure to tobacco cigarette smoke showed higher cell counts of both eotaxin-1 and eosinophils than patients with no exposure to the smoke, with no correlation between the two variables. However, both counts, of eotaxin-1 and eosinophils, were related to the cotinine/creatinine ratio. Conclusions: Exposure to tobacco cigarette smoke can increase eotaxin-1 and the count of eosinophils in the nasal mucosa of young patients with perennial allergic rhinitis.

Resumo Introdução: Em adolescentes com rinite alérgica perene, a exposição à fumaça do cigarro de tabaco aumenta a contagem de eosinófilos na mucosa nasal. O recrutamento de eosinófilos surge da ação combinada de alguns sinais celulares e moleculares, inclusive a eotaxina. Objetivo: Avaliar o efeito da exposição à fumaça do cigarro de tabaco na contagem de células imunorreativas a eotaxina-1 e eosinófilos na mucosa nasal de crianças e adolescentes com rinite alérgica perene. Método: Em um estudo transversal, 44 pacientes foram avaliados (entre sete e 19 anos): 22 com e 22 sem exposição à fumaça do cigarro de tabaco. Depois de responder a dois questionários validados, sobre asma e alergias na infância e sobre a gravidade dos sintomas nasais, as amostras de mucosa nasal foram obtidas por meio de raspagem do terço médio das conchas inferiores. Em seguida, as contagens de células imunorreativas para eotaxina-1 e eosinófilos foram avaliadas por imuno-histoquímica. Resultados: Os pacientes com exposição à fumaça do cigarro de tabaco apresentaram contagens de células mais elevadas tanto para eotaxina-1 como para eosinófilos em comparação com os pacientes sem exposição à fumaça, sem correlação entre as duas variáveis. No entanto, ambas as contagens, de eotaxina-1 e eosinófilos foram relacionadas com a razão cotinina/creatinina. Conclusões: A exposição à fumaça do cigarro de tabaco pode aumentar a eotaxina-1 e a contagem de eosinófilos na mucosa nasal de pacientes jovens com rinite alérgica perene.
Descritores: Poluição por Fumaça de Tabaco/efeitos adversos
Rinite Alérgica Sazonal/imunologia
Eosinófilos/imunologia
Quimiocina CCL11/imunologia
Mucosa Nasal/imunologia
-Índice de Gravidade de Doença
Imuno-Histoquímica
Contagem de Células
Rinite Alérgica Sazonal/patologia
Estudos Transversais
Eosinófilos/citologia
Quimiocina CCL11/análise
Mucosa Nasal/citologia
Mucosa Nasal/química
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 414 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-794801
Autor: Simsek, Esen; Karaman, Yucel; Gonullu, Mustafa; Tekgul, Zeki; Cakmak, Meltem.
Título: The effect of passive exposure to tobacco smoke on perioperative respiratory complications and the duration of recovery / O efeito da exposição passiva à fumaça de tabaco em complicações respiratórias no perioperatório e a duração da recuperação
Fonte: Rev. bras. anestesiol;66(5):492-498, Sept.-Oct. 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: The incidence of perioperative respiratory complications and postoperative care unit recovery time investigated in patients with passive tobacco smoke exposure according to the degree of exposure. Methods: Total 270 patients ranging in age from 18 to 60 years with the ASA physical status I or II exposed and not exposed to passive tobacco smoke received general anesthesia for various elective surgical operations evaluated for the study. Patients divided into two groups as exposed and non-exposed to passive tobacco smoke, those exposed to passive smoke are also divided into two groups according to the degree of exposure. Patients taken to the postoperative care unit (PACU) at the end of the operation and monitorized until Modified Aldrete's Scores became 9 and more. Respiratory complications evaluated and recorded in intraoperative and postoperative period. Results: A total of 251 patients were enrolled; 63 (25.1%) patients had airway complications, 11 (4.4%) had complications intraoperatively and 52 (20.7%) patients had complications postoperatively. There has been found significant relation with passive tobacco smoke exposure and high incidences of perioperative and postoperative respiratory complications. The risk of cough, desaturation and hypersecretion complications were found to be increased depending on the degree of exposure. There was significant relation between the degree of passive smoke exposure and the duration of PACU stay. Conclusion: Passive tobacco smoke exposed general anesthesia receiving patients also regarding to the degree of exposure having high rates of perioperative respiratory complications and prolongation of PACU stays when compared with unexposed patients.

Resumo Justificativa: A incidência de complicações respiratórias no perioperatório e o tempo em sala de recuperação pós-anestesia no pós-operatório em pacientes com exposição passiva à fumaça de tabaco foram avaliados de acordo com o grau de exposição. Métodos: Foram avaliados 270 pacientes entre 18-60 anos, estado físico ASA I ou II, passivamente expostos e não expostos à fumaça de tabaco, submetidos à anestesia geral para vários procedimentos cirúrgicos eletivos. Os pacientes foram divididos em dois grupos: passivamente expostos e não expostos à fumaça de tabaco. Aqueles com exposição passiva à fumaça também foram divididos em dois grupos de acordo com o grau de exposição. Os pacientes enviados à sala de recuperação pós-anestesia (SRPA) no fim da cirurgia foram monitorados até atingir 9 ou mais no escore modificado de Aldrete. As complicações respiratórias foram avaliadas e registradas nos períodos intraoperatório e pós-operatório. Resultados: Foram incluídos 251 pacientes, dos quais 63 (25,1%) apresentaram complicações respiratórias, 11 (4,4%) complicações no intraoperatório e 52 (20,7%) complicações no pós-operatório. Houve relação significativa entre a exposição passiva à fumaça de tabaco e a alta incidência de complicações respiratórias no perioperatório e pós-operatório. O risco de complicação como tosse, dessaturação e hipersecreção aumentou de acordo com o grau de exposição. Houve relação significativa entre o grau de exposição passiva à fumaça e o tempo de permanência em SRPA. Conclusão: Os pacientes com exposição passiva à fumaça de tabaco apresentaram altas taxas de complicações respiratórias no perioperatório e prolongamento da permanência em SRPA, em comparação com os pacientes não expostos.
Descritores: Complicações Pós-Operatórias/epidemiologia
Transtornos Respiratórios/epidemiologia
Poluição por Fumaça de Tabaco/efeitos adversos
Período de Recuperação da Anestesia
Complicações Intraoperatórias/epidemiologia
-Complicações Pós-Operatórias/induzido quimicamente
Transtornos Respiratórios/induzido quimicamente
Incidência
Estudos Prospectivos
Complicações Intraoperatórias/induzido quimicamente
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 414 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-934792
Autor: Instituto Nacional de Câncer.
Título: Relatório pesquisa sobre conhecimentos e atitudes da Lei Estadual 8958/09 (regulamento do consumo de tabaco em locais públicos e privados).
Fonte: Rio de Janeiro; INCA; 2010. 14 p. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Legislação como Assunto
Ambientes Livres de Fumo
Fumaça
Poluição por Fumaça de Tabaco
Tabagismo
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I
BR440.1



página 1 de 42 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde