Base de dados : LILACS
Pesquisa : D20.944.460.150 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 40 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 4 ir para página            

  1 / 40 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-890076
Autor: Jefferson Martins, Ronald; de Melo Belila, Naiana; Adas Saliba Garbin, Cléa; Ísper Garbin, Artênio José; Domingues Kato, Mayumi.
Título: O reencape de agulhas e descarte de resíduos odontológicos do Grupo E por estudantes de uma universidade pública brasileira / Manejo de agujas y deseche de residuos odontológicos del grupo e por estudiantes de una universidad pública brasileña / Handling of needles and dental waste disposal of group e by students of a Brazilian public university
Fonte: Cienc. Trab;19(59):91-94, ago. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO A prática da odontologia predispõe o académico a sofrer acidente com material biológico. Objetivou-se neste trabalho verificar a adesão às precauções padrão, em especial a recomendação de não reencapar agu lhas, bem como o descarte de resíduos odontológicos nos recipientes do grupo E, baseado no comportamento revelado pelos estudantes de odontologia de uma universidade pública brasileira. Coletaram-se todos os recipientes de descarte utilizados no ano de 2016 nas clínicas da faculdade, os quais foram levados para sala de expurgo para análise. Inicialmente, realizou-se a separação das agulhas conforme o tipo de reencape e também de outros materiais descartados. Posteriormente, procedeu-se à contagem das agulhas colocadas sobre uma bancada forrada, com a ajuda de uma pinça longa. No total, foram analisados 111 recipientes de descarte do grupo E, com 6.729 agulhas descartadas. Destas, 1.078 (16%) estavam reencapadas nos dois lados, 1.960 (29,1%) em um lado e 3.691 (54,9%) sem reencape. Além disso, foram observa dos diferentes materiais não perfurocortantes descartados, incluindo películas radiográficas e dentes humanos. Conclui-se que a adesão dos estudantes às precauções padrão, especialmente à recomendação de não reencapar agulhas, é baixo. Os recipientes de descarte de perfurocortan-tes estão sendo utilizados de maneira incorreta.

RESUMEN La práctica de la Odontología predispone el estudiante a accidentes con material biológico. Este estudio tuvo como objetivo verificar la adhesión de alumnos a las precauciones estándares, en especial la recomendación en el manejo de agujas, así como el deseche de residuos odontológicos en recipientes del grupo E, basado en el comportamiento revelado por los estudiantes de odontología de una universidad pública brasileña. Se recolectaron todos los recipientes de deseche utilizados en el año de 2016 en las clínicas de la facultad, los que se llevaron para el sector de expur go para análisis. Se separaron las agujas según el tipo de manejo y también otros materiales desechados. Se procedió el contaje de agujas sobre una bancada forrada con ayuda de una tenaza larga. En el total, se analizaron 111 recipientes de deseche del grupo E, con 6.729 agujas desechadas. De esas, 1.078 (16%) mantenían su capuchón plástico en ambos lados, 1.960 (29,1%) en solo un lado y 3.691 (54,9%) no tenían su capuchón. Además, se observaron diferentes materiales punzocortantes desechados, entre ellos películas radiográficas y dientes humanos. Se concluye que la adhesión de los estudiantes a las precauciones estánda res, en especial a la recomendación de no manejar agujas, es baja. Los recipientes de deseche de punzocortantes están siendo utilizados de manera incorrecta.
Descritores: Estudantes de Odontologia
Atitude do Pessoal de Saúde
Eliminação de Resíduos de Serviços de Saúde/métodos
Resíduos Odontológicos
-Universidades
Brasil
Comportamentos Relacionados com a Saúde
Estudos Transversais
Gerenciamento de Resíduos
Agulhas
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  2 / 40 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1625
Autor: Pereira, Keila Cristina Rausch; Locks, Kym Westphal; Squizatto, Luana May; Silva Junior, Manoelito Ferreira; Miclos, Paula Vitali.
Título: Resíduos dos serviços de saúde: conhecimento sobre a geração e responsabilidade dos formandos em Odontologia das faculdades de Santa Catarina / Health service waste: knowledge on the generation and responsibility of trainees in dentistry of Santa Catarina faculties
Fonte: Arq. odontol;51(2):88-95, abr.-jun. 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar o conhecimento dos formandos em Odontologia sobre Resíduos dos Serviços de Saúde (RSS) gerados em consultórios odontológicos. Material e Métodos: Estudo descritivo e transversal com abordagem quantitativa. O universo eleito foram os alunos concluintes do curso de Odontologia das faculdades do estado de Santa Catarina, Brasil. O cálculo amostral foi determinando em 198 alunos. Os dados coletados foram digitados em Excel 2010 (Microsoft) e os resultados expressos por frequências absolutas e relativas. Resultados: Embora existam oito faculdades de Odontologia no estado de Santa Catarina, duas não aceitaram participar do estudo e uma não havia turma concluinte. Houve participação de 138 (73,0%) formandos. Dentre os alunos participantes, 92,2% afirmaram saber o que são resíduos de serviços de saúde. Sobre a forma de descarte, 76,8% estavam cientes do correto descarte da liga de amálgama, 77,5% do hipoclorito de sódio, 82,6% sobre os líquidos utilizados no processamento de radiografias, 95,7% dos materiais perfuro-cortantes, 20,3% do invólucro da película radiográfica, 68,1% sobre o descarte dos Equipamentos de Proteção Individual, 77,5% dos papéis de receituário e 33,3% dos resíduos de gesso. Sobre acondicionamento, 83,3% sabiam como proceder com o mercúrio residual e 95,7% com o líquido residual de revelador e fixador. Quanto às legislações vigentes para os profissionais da saúde, cirurgiões-dentistas e consultórios odontológicos, o conhecimento dos acadêmicos foi insuficiente sobre o assunto. Conclusão: Embora os formandos de Odontologia de Santa Catarina saibam sobre o que é e como devem acondicionar e descartar os RSS, o conhecimento foi insatisfatório sobre as legislações vigentes no Brasil sobre a temática, sendo necessária maior atenção durante a formação acadêmica.(AU)

Aim: To evaluate the knowledge of dental students regarding Health Service Waste (HSW). Methods: This is cross-sectional study with a quantitative approach. The defined realm was of all final year dental schools students from state colleges in Santa Catarina, Brazil. The sample calculation was determined in 198 students. The collected data were entered into Excel 2010 (Microsoft), and the results were expressed as absolute and relative frequencies. Results: Although there are eight dentistry colleges in the state of Santa Catarina, two refused to participate in the study and one did not have final year class. This study counted on the participation of 138 (73.0%) dental students. Among the participants, 92.2% reported that they knew what health service wastes were. Regarding how to dispose of these wastes, 76.8% reported being aware of the correct disposal of dental amalgam, 77.5% of sodium hypochlorite, 82.6% of the liquids used in the processing of radiographs, 95.7% of perforating-cutting materials, 20.3% of radiographic film wrappers, 68.1% of the disposal of Personal Protective Equipment, 77.5% of prescription papers, and 33.3% of plaster waste. Regarding packaging, 83.3% reported knowing how to proceed with the proper disposal of residual mercury and 95.7% with the residual liquid from developers and fixers. As for the existing laws for health professionals, dentists, and dental offices, knowledge of academians proved to be inadequate on the subject. Conclusion: Although the final year dental students in Santa Catarina knew about what it is and how they should package and dispose of HSW, knowledge was unsatisfactory as regards the applicable Brazilian laws on the subject, requiring greater attention during academic education.(AU)
Descritores: Estudantes
Resíduos Odontológicos
Resíduos de Serviços de Saúde
-Estudos Transversais
Odontologia
Responsável: BR365.1 - BIB - Biblioteca


  3 / 40 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-698355
Autor: Kaster, Flávia Pôrto de Barros; Lund, Rafael Guerra; Baldissera, Elaine de Fátima Zanchin.
Título: Gerenciamento dos resíduos radiológicos em consultórios odontológicos da cidade de Pelotas (RS, Brasil) / Radioactive waste management in dental offices from the city of Pelotas (RS, Pelotas)
Fonte: Arq. odontol;48(4):242-250, 2012. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar a segregação, tratamento e destino dos resíduos radiológicos dado pelos cirurgiões dentistas de Pelotas que possuem aparelhos de raios-X em uso no consultório odontológico e cadastradosna Vigilância Sanitária; e analisar o conhecimento dos mesmos acerca de sustentabilidade. Materiais e Métodos: Quarenta cirurgiões-dentistas de Pelotas-RS responderam um formulário contendo 16 perguntas que abordaram o conhecimento destes profissionais sobre a sustentabilidade, separação dos componentes sólidos do filme radiográfico, tratamento das soluções processadoras no consultório, destino final dos resíduos e uso correto do gerenciamento como ferramenta de marketing. Resultados: Verificou-se que 35,0% da amostra relatou lançar o revelador e o fixador em esgoto comum sem antes neutralizá-los. A maioria dos participantes (67,5%) afirmou acreditar no potencial poluidor da água de lavagem do filme durante o seu processamento, embora 65,0% deles relataram descartar o material diretamente em esgoto comum. Com relação à segregação dos resíduos sólidos, 37,5% dos dentistas disseram não separar os componentes do filme radiográfico. A maior parte deles (90,0%) afirmou ter conhecimento sobre desenvolvimento sustentável, 95,0% tentavam preservar o meio ambiente quando descartavam os resíduos do seu consultório e 70,0% acreditavam que a destinação apropriada dos resíduos poderia se mostrar economicamente viável. Conclusões: A maioria dos profissionais afirmou ter conhecimento de desenvolvimento sustentável e tentar preservar o meio ambientequando descartavam os resíduos produzidos no consultório. Há dificuldade, por parte dos cirurgiões-dentistas, no descarte dos efluentes líquidos, mas grande parte consegue classificar e segregar adequadamente os resíduos do filme radiográfico.
Descritores: Resíduos Odontológicos/prevenção & controle
Resíduos Tóxicos/prevenção & controle
-Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Desenvolvimento Sustentável/políticas
Responsável: BR365.1 - BIB - Biblioteca


  4 / 40 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-901031
Autor: Mendes de Paula Gomes, Adrielle; Ísper Garbin, Artênio José; Moreira Arcieri, Renato; Saliba Rovida, Tânia Adas; Saliba Garbin, Cléa Adas.
Título: Sustentabilidade ambiental: gerenciamento de resíduos odontológicos no Serviço Público / Sostenibilidad ambiental: gestión de residuos odontológicos en el Servicio Público / Environmental sustainability: dental waste management in the public service
Fonte: Rev. cuba. estomatol;54(2):1-11, apr.-jun. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: os Resíduos de Serviço de Saúde constituem um grande problema para a sociedade e para o meio ambiente, e o conhecimento de seu correto manejo é imprescindível para a formação do profissional da saúde. Objetivo: verificar o conhecimento dos profissionais de Odontologia atuantes nas Unidades Básicas de Saúde de municípios do noroeste do estado de São Paulo, Brasil, sobre o correto manejo dos Resíduos de Serviço de Saúde. Métodos: o instrumento de coleta de dados foi um questionário semiestruturado, preenchido durante as visitas nos estabelecimentos de saúde, a fim de verificar a conformidade do processo de gerenciamento de resíduos Odontológicos. Realizou-se análise descritiva. Além disso, aplicaram-se os testes do qui-quadrado e o Exato de Fisher para verificar associação entre o conhecimento do descarte de resíduos e a informação sobre o tema, ao nível de significância de 1 porcento. As análises foram realizadas no programa BioEstat 5.0. Resultado: do total (n= 74) dos profissionais, a maioria (97,3 porcento) diz saber o que são Resíduos de Serviço de Saúde e todos acreditam que eles podem fazem mal a saúde. No entanto, 41,9 porcento não responderam de forma correta como descartar os sugadores e luvas infectados e 20,3 porcento sobre o descarte de perfurocortantes. Em relação à informação sobre o tema, 40,5 porcento não obtiveram. Conclusão: o conhecimento sobre o correto descarte dos Resíduos de Serviço de Saúde por esses profissionais ainda é falho. Isso reflete a importância de capacitar os profissionais e propor formas de gerenciamento adequadas dos Resíduos de Serviço de Saúde(AU)

Introducción: los residuos de servicios de salud son un grave problema para la sociedad y el medio ambiente, y el conocimiento de su correcta gestión es esencial para la formación de los profesionales de la salud. Objetivo: evaluar el conocimiento de los profesionales de Odontología que trabajan en las Unidades Básicas de Salud de los municipios en el noroeste de São Paulo, Brasil, sobre el manejo adecuado de los residuos de servicios de salud. Métodos: el instrumento de recolección de datos fue un cuestionario semiestructurado, completado durante las visitas a los centros de salud, con el fin de verificar la conformidad del proceso de gestión de residuos dentales. Se realizó un análisis descriptivo. Además, se aplicó la prueba de chi cuadrado y exacta de Fisher para determinar la asociación entre la eliminación de residuos y los conocimientos e información sobre el tema, considerándose un nivel de significación del 1 por ciento. Los análisis se realizaron en BioEstat 5.0. Resultados: del total (n= 74) de los profesionales, la mayoría (97,3 por ciento) afirmó no saber cuáles son los residuos de servicios de salud y todos creyeron que pueden hacer mal a la salud. Sin embargo, el 41,9 por ciento no contestó correctamente sobre la eliminación de dispositivos de succión y guantes infectados, y el 20,3 por ciento sobre la eliminación de objetos punzantes. Con respecto a la información sobre el tema, el 40,5 por ciento no la obtuvo. Conclusiones: el conocimiento sobre la eliminación adecuada de los residuos de servicios de salud por estos profesionales todavía es deficiente. Esto refleja la importancia de la capacitación de los profesionales y proponer formas de gestión adecuadas de los residuos de servicios de salud(AU)

Introduction: medical waste is a serious problem for both society and the environment, and knowledge about its proper management is essential for the training of health care professionals. Objective: evaluate knowledge among dental professionals working in Basic Health Units from municipalities in northeast Sao Paulo, Brazil, about proper management of medical waste. Methods: the data collection tool used was a semi-structured questionnaire completed during visits to the health centers, aimed at verifying the adequacy of dental waste management. A descriptive analysis was performed. Additionally, chi-square and Fisher's exact tests were applied to determine the association between waste disposal, and knowledge and information about the subject, using a significance level of 1 percent. Analyses were conducted on BioEstat 5.0. Results: of the total professionals (n= 74), most (97.3 percent) stated not knowing which are the medical wastes, and all believed that they may be harmful to health. However, 41.9 percent did not provide a correct answer about disposal of infected gloves and suction devices, and 20.3 percent about sharps disposal. With respect to information about the subject, 40.5 percent did not obtain it. Conclusions: knowledge about proper disposal of medical waste is still deficient among these professionals, pointing to the importance of professional training and of proposing forms of proper management of medical waste(AU)
Descritores: Resíduos Odontológicos/efeitos adversos
Gerenciamento de Resíduos/métodos
Recursos Humanos em Odontologia/educação
Indicadores de Desenvolvimento Sustentável/métodos
-Brasil
Epidemiologia Descritiva
Coleta de Dados/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  5 / 40 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Arcieri, Renato Moreira
Texto completo
Id: biblio-972914
Autor: Garbin, Artênio José Ísper; Gomes, Adrielle Mendes de Paula; Souza, Maria Perez de; Arcieri, Renato Moreira; Rovida, Tânia ADas Saliba; Garbim, Cléa Adas Saliba.
Título: A Responsabilidade Socioambiental naFormação Acadêmica / Social and Environmental Responsibility in Academic Education
Fonte: Mundo saúde (Impr.) = Mundo saude (Impr);39(1):[119-125], jun. 02, 2015. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Os profissionais da saúde devem preocupar-se com os resíduos gerados por suas atividades, e desenvolver competênciase habilidades específicas desde a graduação, exigindo dos mesmos um posicionamento consciente e disponibilidade paracolaborar na busca de soluções. Verificar o conhecimento dos graduandos do curso de odontologia de uma FaculdadePública do Estado de São Paulo que estavam em atividade clínica no primeiro semestre de 2012, sobre o gerenciamento deresíduos de serviço de saúde. Foi realizado um estudo descritivo, de caráter transversal. O instrumento de coleta de dadosfoi um questionário auto administrado, e após a coleta foi feita a tabulação dos resultados por meio do programa Epi Info6.04. Os valores foram expressos, por meio de frequências, na forma de gráficos e tabelas. Dos 140 acadêmicos participantes,a maioria (96,4%) diz saber o que são RSS. No entanto, 45,7% responderam de forma incorreta como descartar osresíduos do grupo A (sugadores e luvas infectados) e 6,4% sobre o descarte do grupo E (perfurocortantes). Em relação àssoluções utilizadas para revelação e fixação e as lâminas de chumbo das películas de RX, 30% e 48,6%, respectivamente,não souberam responder qual a forma correta. Conclui-se que o conhecimento dos graduandos sobre o tema ainda é falho,refletindo a necessidade das metodologias de ensino buscarem meios de sensibilizar os futuros cirurgiões-dentistas, para queos mesmos desenvolvam o senso de responsabilidade e compromisso ético com a saúde da sociedade e o meio ambiente.

Health professionals should be concerned with the waste generated by their activities, and develop specific abilities andskills since graduation, requiring the same conscious positioning and willingness to collaborate in finding solutions. Verifythe knowledge of dental undergraduate students of a Public Faculty in the State of São Paulo who were in clinical activityin the first half of 2012 about waste management of health service. We performed a cross-sectional descriptive study. Thedata collection instrument was a self-administered questionnaire, and after the collection was made tabulating the resultsthrough the Epi Info 6.04. Values were expressed by means of frequency in the form of graphs and tables. Of the 140 academicparticipants, the majority (96.4%) claims to know what RSS is. However, 45.7% answered incorrectly about disposingwaste group A (suction system and gloves infected) and 6.4% on the disposal of the group E (sharps waste). Regarding thedeveloper and fixer solutions and lead blades of the dental X-rays, 30% and 48.6%, respectively, not answered correctly. Itis concluded that the knowledge of the students on the theme is still flawed, reflecting the need of teaching methodologiesseek ways to sensitize future professionals, so that they develop a sense of responsibility and ethical commitment to thehealth of society and the environment.
Descritores: Gerenciamento de Resíduos
Legislação como Assunto
Resíduos Odontológicos
Pessoal de Saúde
-Odontólogos
Resíduos de Serviços de Saúde
Limites: Masculino
Feminino
Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR599.1 - Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI)


  6 / 40 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-737388
Autor: Molina, AB; Bueno, CS; Aida, CA; Castanheira, GM; Hada, RA; Ishikiriyama, YT; Ono, E; Brassaroto, GC.
Título: A radiologia odontológica e o meio ambiente / The dental radiology and the environment
Fonte: Rev. odontol. Univ. Cid. São Paulo (Online);26(1), jan/abr 2014.
Idioma: pt.
Resumo: O descarte irregular de resíduos de saúde, especialmente o odontológico, está se tornando um um grande motivo de preocupação. O lixo proveniente de rejeitos no processo radiográfico não é diferente, uma vez que, além de resíduo contaminado, há rejeitos químicos, metais pesados e plásticos. Sendo eles: invólucro do filme radiográfico, soluções processadoras, lâminas de chumbo, películas dos filmes radiográficos - todos eles capazes de causar grande impacto no meio ambiente, se descartados de forma incorreta. Por esse motivo, é imprescindível conscientizar os cirurgiões-dentistas do impacto prejudicial no meio ambiente e, consequentemente, na saúde da população, atentando para a correta forma de descarte de cada rejeito do processo radiográfico

The irregular disposal of health waste, especially dental care, is becoming a great concern. The waste tailings from the radiographic process is not different, since, apart from contaminated waste, there are chemical waste, heavy metals and plastics. Namely: casing radiographic film, processing solutions, blade lead, radiographic films - all they with large capacity to cause impact on the environment if disposed incorrectly. For this reason it is essential to educate dentists in the harmful impact on the environment and consequently on the health of people, paying attention to the correct way to dispose of each reject of the radiographic process
Descritores: Radiologia
Resíduos Odontológicos
-Saúde Pública
Meio Ambiente
Meio Ambiente e Saúde Pública
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 40 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-874565
Autor: Lima Neto, João Ferreira; Pinheiro, Filomena Maria da Costa; Nóbrega Therrien, Sílvia Maria; Pinheiro, Virgínia Costa.
Título: Solid waste management in private dental practices / Gerenciamento dos resíduos sólidos em serviços odontológicos privados
Fonte: RGO (Porto Alegre);60(1):33-39, jan.-mar. 2012. tab.
Idioma: en.
Resumo: Objective: To check the management of solid waste in dental practices that generates risks to health and the environment. With this in mind, the aim of this study was to ascertain the management of solid waste in private dental practices in the municipality of Quixadá, Ceará, Brazil in 2009. More specifically it was to ascertain its management, segregation, packing, collection, storage and final discording. Methods: This is a descriptive, exploratory and quantitative study. Out of a total of 15 dental practices in the municipality, 11 (73.3%) were included in the study. Data collection was conducted through a questionnaire applied to dentists in August 2009. Results: It was found that 81.8% of establishments do not have a Health Service Waste Management Plan. Nevertheless, 90.9% of professionals perform waste segregation, 45.5% of the dentists perform the packing of biological waste in plastic bags, 63.7% pack amalgam waste in glass with water, 60% dispose of developers and fixers directly into the sewerage system and for the sharps, 60% use cardboard boxes. Most dentists dispose of garbage on the sidewalk and the public collection is made by a truck, there being no separate collection service, and theywere transported to the landfill, where they do not receive the appropriate treatment. Conclusion: The lack of a Health Service Waste Management Plan leads to many failures and the involvement of the public authorities is essential in order to prevent harm to health and the environment.

Objetivo: Verificar o gerenciamento dos resíduos sólidos nos serviços odontológicos privados do Município de Quixadá, Ceará, no ano de 2009, mais especificamente, verificar esse gerenciamento, quanto à segregação, acondicionamento, coleta, armazenamento e destinação final.Métodos: Trata-se de um estudo descritivo, exploratório e predominantemente quantitativo. De um total de 15 serviços odontológicos do Município, 11 (73,3%) fizeram parte do estudo. A coleta de dados foi realizada por meio de um questionário, aplicado aos cirurgiões-dentistas, no mês de agosto de 2009. Resultados: Verificou-se que 81,8% dos estabelecimentos não possuem um Plano de Gerenciamento de Resíduos dos Serviços de Saúde, e ainda que 90,9% dos profissionais realizam a segregação dos resíduos e que 45,5% dos cirurgiões-dentistas realizam o acondicionamento dos resíduos biológicos em saco plástico comum, 63,7% acondicionam os resíduos de amálgama em vidros com água, 60% dispensam reveladores e fixadores diretamente na rede de esgoto e, para os resíduos perfurocortantes, 60% usam caixas de papelão. A maioria dos cirurgiões-dentistas acomoda o lixo na calçada e a coleta pública é feita por um caminhão, não havendo coleta diferenciada, sendo transportado para o aterro sanitário e sem tratamento correto. Conclusão: A falta do Plano de Gerenciamento de Resíduos dos Serviços de Saúde leva a muitas falhas e é importante a presença do poder público nosentido de prevenir os danos que podem causar à saúde e ao meio ambiente.
Descritores: Resíduos Odontológicos
Resíduos Sólidos
Gerenciamento de Resíduos
-EXPOSURE TO BIOLOGICAL AGENTS
Responsável: BR1354.1 - Biblioteca São Leopoldo Mandic


  8 / 40 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Magalhäes, Cláudia Silami de
Pordeus, Isabela Almeida
Id: biblio-849882
Autor: Mota, Soraya Mameluque; Magalhães, Cláudia Silami de; Pordeus, Isabela Almeida; Moreira, Allyson Nogueira.
Título: Impacto dos resíduos de serviços de saúde sobre o homem e meio ambiente / The impact of health services residues on humans and environment
Fonte: Arq. odontol;40(2):159-173, 2004.
Idioma: pt.
Resumo: Pesquisas atuais têm questionado se os resíduos originários dos serviços de saúde oferecem um risco maior à população e ao meio ambiente que o lixo dimiciliar. A proposta deste trabalho foi, mediante revisão da literatura, conhecer aspectos relacionados à geração e ao gerenciamento dos resíduos, especialmente aqueles produzidos nos consultórios odontológicos, abordando seus possíveis impactos sobre o homem e o meio ambiente
Descritores: Eliminação de Resíduos de Serviços de Saúde/estatística & dados numéricos
Resíduos Odontológicos/efeitos adversos
-Gerenciamento de Resíduos/estatística & dados numéricos
Resíduos de Serviços de Saúde/efeitos adversos
Responsável: BR365.1 - BIB - Biblioteca


  9 / 40 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-762513
Autor: Leal, Carmen Angela Guimarães.
Título: Estudo da percepção do profissional quanto a biossegurança no gerenciamento de resíduos odontológicos no município de Valença - RJ / Study of the perception of professionals regarding biosafety in dental waste management in the city of Valença, Rio de Janeiro.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2012. xv,237 p. tab, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a FIOCRUZ. Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Consultórios odontológicos geram resíduos que contém agentes químicos nocivos e patógenos, bem como pérfurocortantes. No município de Valença-RJ, o serviço de coleta municipal não agrega os resíduos odontológicos como biológicos infectantes em coletas e transportes especiais e são descartados como resíduos comuns em um vazadouro a céu aberto, fato que impacta a saúde humana e a saúde ambiental, sendo, pois, uma questão que está no âmbito da Saúde Pública e sua correlação com a Biossegurança. Sublinha-se como preocupação relevante que os geradores devem estabelecer um gerenciamento, adequando, prioritariamente, a aplicação dos conceitos de Biossegurança nas práticas cotidianas, promovendo a saúde ocupacional da equipe odontológica, dos trabalhadores da coleta e transporte e dos catadores. O estudo objetivou investigar a percepção dos profissionais quanto a Biossegurança no gerenciamento dos resíduos, utilizando as pesquisas exploratória e descritiva, adequada a metodologia quantitativa e qualitativa, para subsidiar o estudo de caso como estratégia de problematização do objetivo proposto. Os resultados demonstraram que parte significativa dos profissionais envolvidos na pesquisa não estabelece relação entre os temas: Biossegurança, gerenciamento de resíduos, risco, saúde ambiental, saúde pública...

Dental offices generate waste containing harmful chemicals and pathogens, as well as sharps. In the city of Valença, Rio de Janeiro, the municipal collection service does not add dental waste as biological infectious in gathering and special transportation and are disposed of as ordinary waste in an open dump, fact that impacts human health and environmental health, being, therefore, a matter that is within the Public Health and its correlation to Biosafety. It should be noted as a relevant concern that the generators should establish a management, adapting, principally, the application of the concepts of Biosafety in everyday practices, promoting the occupacional health of dental staff, the collection and transportation workers and scavengers. The study aimed to investigate the perception of professionals regarding Biosafety in waste management, using exploratory and descriptive research, suiting quantitative and qualitative methodology, to subsidize the case study as a strategy of questioning the proposed objective. The results demonstrated that a significant part of the professionals involved in the research do not establish connection between the themes: Biosafety, waste management, risk, environmental health, public health...
Descritores: Resíduos Odontológicos
/história
EXPOSICAO A AGENTES BIOLOGICOS/história
Resíduos de Serviços de Saúde
Eliminação de Resíduos de Serviços de Saúde
Saúde do Trabalhador
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas
BR15.1


  10 / 40 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-719713
Autor: Moraes, Liliane Barbosa de.
Título: Resíduos odontológicos em unidades de PSF: uma reflexão sobre o gerenciamento na atividade clínica e naassistência domiciliar / Dental waste in Family Health Program: a reflection on the management in clinical practice and in home care.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2014. 93 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A inserção da equipe de saúde bucal no Programa Saúde da Família representou um avanço na atenção básica, pois ampliou o acesso da população à assistência odontológica e garantiu atenção integral. A partir de então, a prestação do cuidado odontológico deixou de ser restrita à Unidade Básica de Saúde, e passou a incluir ações nos domicílios e espaços comunitários. Dessa forma, são gerados resíduos de serviços odontológicos dentro da Unidade de Saúde e na assistência domiciliar. O objetivo desse estudo foi identificar a situação do gerenciamento dos resíduos odontológicos em Unidades Básicas de Saúde da Família, em três municípios da região Serrana do Rio de Janeiro. Foi realizada uma pesquisa de abordagem qualitativa com caráter exploratório e descritivo.Foi constatado que a odontologia gera resíduos biológicos, químicos, perfurocortantes e comuns, que necessitam de um correto gerenciamento para minimizar os riscos à saúde pública e ao meio ambiente. Foi verificado que a maioria dos odontólogos não conhece a legislação sobre gerenciamento de resíduos odontológicos e constatou-se que o manejo desses resíduos apresentou falhas, tanto dentro da unidade de saúde como na assistência domiciliar. Portanto, é necessário a inserção do tema gerenciamento de resíduos odontológicos nos cursos de graduação em odontologia, especializações, além de uma constante capacitação dos profissionais que atuam nessa área.

The inclusion of the oral health team in the Family Health Program represented progress in the basic care, because it amplified the odontological assist to the population and assured full care. Since then, the oral health service stopped being restricted to the health unit, and started to include actions in patients' homes. Then, dental waste is generated inside the health unit and in the home care. The main point of this study wasto identify the situation of the dental waste management in family health units, in threecities of the hilly region of Rio de Janeiro. An exploratory and descriptive study was realized. It was pointed that the odontology generates biological, chemical, need lestickand ordinary waste, that need proper handling in order to minimize the risks to public health and to the environment. It was verified that most of the dentists do not know the legislation about dental waste management and that handling presented flaws inside the health unit and in the home care. It is pointed the necessity of the inclusion of the topic odontological waste management in dental schools, plus a constant professional capacitation.
Descritores: Resíduos Odontológicos
Estratégia Saúde da Família
Atenção Primária à Saúde
Odontologia em Saúde Pública
Estratégias de Saúde
-Gerenciamento de Resíduos/legislação & jurisprudência
Assistência Domiciliar
Saúde Bucal
Tutoria
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; T617.6, M827r



página 1 de 4 ir para página            
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde