Base de dados : LILACS
Pesquisa : D23.050.327.520 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 41 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 5 ir para página              

  1 / 41 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-980662
Autor: Lima, Camila Neves; Rêgo, Héllen Cristhina Lobato Jardim; Moraes, Lilia Pimenta de.
Título: Aleitamento materno: a visão de puérperas soropositivas para hiv e htlv quanto a não amamentação / Breastfeeding: the vision of soropositive puerperos for hiv and htlv regarding non-breastfeeding
Fonte: Nursing (Säo Paulo);22(248):2583-2586, jan.2019.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: O aleitamento materno é o mais simples método de vínculo, proteção e nutrição para a criança. Entretanto, o aleitamento pode ser contraindicado nos casos em que a puérpera possuir soropositividade para o HIV e HTLV. Objetivo: Conhecer a visão da puérpera soropositiva para HIV e HTLV quanto a não amamentação. Método: Descritivo com abordagem qualitativa, pois propicia conhecer a natureza e processo que constitui o objeto de estudo, descrevendo-os e interpretando-os. Enquanto que a abordagem qualitativa possibilitará compreender a realidade estudada. Realizado em um hospital materno-infantil referência em gestação de alto risco. Participaram oito puérperas soropositivas para HIV/HTLV no período de março-abril de 2017. Resultado: Três categorias: entendimento relacionado ao não aleitamento materno; sentimento da puérpera quanto a não amamentação e conhecimento sobre o funcionamento e importância do banco de leite humano. Considerações finais: Pode-se compreender a visão da puérpera sobre o aleitamento materno, falta de conhecimento das participantes advindas do interior e falta de informações quanto ao HTLV, salientando a importância da interação entre a enfermagem e a puérpera a fim de melhor orientá-la.(AU)
Descritores: Aleitamento Materno
Antígenos HIV
Soropositividade para HIV
-Saúde Materno-Infantil
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  2 / 41 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1092412
Autor: Branco, Bianca Barros; Barreto, Amanda Chagas; Silva, Rafael de Azevedo; Tavares, Lorena Fecury; Cordeiro, Herbert Paulino.
Título: Reflexões humanísticas em serviço de atendimento especializado em HIV / Humanistic reflections on specialized HIV care service / Reflexiones humanísticas en un servicio de atención especializado en VIH
Fonte: Rev. bioét. (Impr.);28(1):34-37, jan.-mar. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A postura do médico em relação a diagnóstico e esclarecimentos ao paciente infectado pelo vírus da imunodeficiência humana baseia-se principalmente na percepção pessoal e experiência humanística. O objetivo deste estudo foi relatar a experiência de estudantes de medicina do sexto período do Centro Universitário Metropolitano da Amazônia, em Belém/PA, durante as aulas do módulo de Habilidades Clínicas (Eixo Infectologia) no Centro de Atenção à Saúde em Doenças Infecciosas Adquiridas. Depois de prestarem atendimentos ambulatoriais e discutirem casos clínicos por cinco meses, os estudantes se deram conta da necessidade de humanização nessa área, considerando questões biopsicossociais. De modo geral, a experiência ampliou os conhecimentos adquiridos nas aulas e permitiu aplicar o cuidado integral ao paciente, além de estimular formação mais humanística e crítica desses profissionais de saúde.

Abstract The physicians's attitude towards diagnosis and clarifications to the patient infected by the human immunodeficiency virus is based mainly on personal perception and humanistic experience. The objective of this study was to report the experience of medical students from the sixth period of the Centro Universitário Metropolitano da Amazônia, in Belém, Pará, Brazil, during classes of the Clinical Skills module (Infectious Axis) at the Center for Attention on Acquired Infectious Diseases. After providing outpatient care and discussing clinical cases for five months and considering biopsychosocial issues, the students realized a need for humanization in this area. The experience expanded the knowledge acquired in class and allowed the delivery of comprehensive care to the patient, in addition to encouraging more humanistic and critical training of these health professionals.

Resumen La actitud del médico respecto al diagnóstico y la aclaración de la condición del paciente infectado por el VIH está relacionada con la percepción personal y la experiencia humanística. El presente estudio tuvo el objetivo de presentar la experiencia de estudiantes de medicina del sexto período del Centro Universitário Metropolitano da Amazônia, en Belém, Pará, Brasil, durante las clases del módulo Habilidades Clínicas (Eje Infectología) en el Centro de Atención de Enfermedades Infecciosas Adquiridas. Los estudiantes ofrecieron atención ambulatoria y tuvieron discusión de casos durante cinco meses y pudieron advertir la necesidad de humanización en esta área debido a problemas biopsicosociales. La experiencia brindó la oportunidad de ampliar los conocimientos adquiridos durante las clases y aplicar una atención integral al paciente, y estimular la capacitación de profesionales de la salud con un perfil humanístico y crítico.
Descritores: Sorodiagnóstico da AIDS
Antígenos HIV
Educação Médica
Humanização da Assistência
Infectologia
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  3 / 41 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-260101
Autor: Paulino, Urquiza Helena Meira.
Título: Contribuiçäo ao estudo da infecçäo pelo vírus da imunodeficiência humana em Minas Gerais: estudo sistematizado de 549 indivíduos com atividade de risco para a infecçäo / Contribution to infection study by human immunodeficiency vírus in Minas Gerais; systematized study of 549 individuals with risk ativity.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 1989. xx,238 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Minas Gerais. Faculdade de Medicina. Curso de Pós-Graduaçäo em Medicina Tropical para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A infecçäo pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) no ambulatório de Imunodeficiência da DIP, Faculdade de Medicina-UFMG, no período de fevereiro de 1986 a maio de 1988, mostrou padräo epidemiológico de características semelhantes às dos Estados Unidos da América e Europa ao acometer, predominantemente, indivíduos homo ou bissexuais masculinos e com mais de 50 parceiros sexuais masculinos durante toda a vida. A transmissäo em heterossexuais associou-se ao contato sexual com parceiros infectados sendo também relatado politransfusäo e uso de drogas endovenosas. A proporçäo homem/mulher foi de 20/1 e houve associaçäo da soropositividade com renda pessoal superior a cinco salários mínimos, entre os homens. Quadros clínicos de sintomas constitucionais, Linfadenopatia generalizada persistente (LGP), candidíase, penumonia por P. carinii, micobacterioses, herpes simples perianal, foliculites e dermatite seborréica, associaram-se à infecçäo pelo HIV. A infecçäo pelo HIV näo parece interferir no processo de infestaçäo por parasitoses intestinais múltiplas, pois o percentual de casos entre os soropositivos e soronegativos näo diferiu estatisticamente. A sorologia pelos métodos de ELISA e citoimunoenzimático, obedecendo os critérios aqui definidos, mostraram valor preditivo positivo de 100 porcento e 98,13 porcento respectivamente, e menor valor preditivo negativo (70,13 porcento e 70,46 porcento). Os casos de síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA) e de complexo relacionado à SIDA (CRS) associaram-se à menor reatividade ao ELISA e desaparecimento de anticorpos reativos às proteínas 17 ou 24 ou 51 no Western blot, Leucopenia, linfopenia e anergia cutânea também foram associados a estes quadros clínicos. Os indivíduos infectados assintomáticos apresentaram reatividade sorológica ao HIV mais definida, linfócitos periféricos em número semelhante aos näo infectados e reatividade a dois ou mais antígenos dos testes cutâneos de hipersensibilidade retardada em maior percentual que os casos de LGP e, principalmente, de CRS e SIDA.
Descritores: Assunção de Riscos
Anticorpos Anti-HIV
Fatores de Risco
Antígenos HIV
Medição de Risco
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/epidemiologia
-Brasil
Ensaio de Imunoadsorção Enzimática
Western Blotting
HIV-1
HIV-2
Infecções Oportunistas Relacionadas com a AIDS
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/diagnóstico
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/transmissão
Sorodiagnóstico da AIDS
Testes Cutâneos
Limites: Humanos
Responsável: BR31.1 - SIDC - Serviço de Informação e Documentação Científica
BR31.1; WD308, P284c, 1989


  4 / 41 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Araujo, Adele Caterino de
Id: lil-260096
Autor: Araujo, Adele Caterino de.
Título: Produçäo induzida de anticorpos in vitro: novo método para o diagnóstico de infecçäo perinatal pelo vírus da imunodeficiência humana / Induced production of in vitro antibodies: new method for diagnosis of perinatal infection by human immunodeficiency virus.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 1993. 143 p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Insituto de Ciências Biomédicas. Departamento de Imunologia para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Tendo em vista a capacidade de células mononucleares (CM) de sangue periférico de indivíduos infectados pelo HIV secretarem anticorpos espontaneamente in vitro, foi desenvolvido um novo método laboratorial de produçäo induzida de anticorpos anti-HIV 1 in vitro (IVIAP) a ser utilizado no diagnóstico de infecçäo perinatal. Empregaram-se, na padronizaçäo da IVIAP, CM de dois grupos: 33 adultos e 30 crianças infectados pelo HIV-1 e 16 adultos e 21 crianças sem dados epidemiológicos, hiv-1-soronegativos. Para estimular a secreçäo de anticorpos in vitro foi usado antígeno bruto do HIV-1 adsorvido a placas de um kit comercial de ELISA e testadas várias concentraçöes de CM e diferentes tempos de cultura. Os anticorpos produzidos pela CM foram detectados na placa, por reaçäo imunoenzimática, com os reagentes do próprio kit e as instruçöes do fabricante. Os resultados obtidos mostraram que näo houve reaçäo cruzada ou falso-positiva quando foram avaliadas CM do grupo controle HIV-1 soronegativo. No grupo de indivíduos infectados foi possível determinar como sendo 10 elavado a quinta CM por orifício da placa e 24h de cultura a condiçäo ideal para resultar uma IVIAP positiva. Para comparar a eficiência da IVIAP em relaçäo a outras técnicas de secreçäo de anticorpos in vitro, foram utilizadas CM de 19 adultos e 13 crianças infectados pelo HIV-1 na IVIAP, IVAP e ELISPOT, demonstrando que a IVIAP foi mais sensível para detectar infecçäo pelo HIV, nos casos pediátricos. De um grupo de 57 crianças, acompanhado clínica e laboratorialmente por um período médio de 18 meses, foi possível comparar os resultados obtidos na IVIAP com os da sorologia para o HIV, antigenemia p24 e reaçäo em cadeia de polimerase (PCR). Observaram-se resultados falso-negativos nos casos de hipogamaglobulinemia. A IVIAP se mostrou mais sensível para detectar infecçäo pelo HIV que a sorologia e a antigenemia p24. Houve concordância entre os resultados obtidos na IVIAP e na PCR. Neste estudo a IVIAP apresentou 91 porcento de sensibilidade e 96 porcento de especificidade. Concluindo: foi possível desenvolver um novo método laboratorial para o diagnóstico de infecçäo perinatal pelo HIV-IVIAP - sendo sensível, específico, rápido, prático e de baixo custo, podendo ser usado com crianças de mais de dois meses de idade.
Descritores: Anticorpos Anti-HIV
HIV-1
Técnicas de Laboratório Clínico
Imunidade Materno-Adquirida
Assistência Perinatal
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/diagnóstico
Sorodiagnóstico da AIDS
Técnicas e Procedimentos Diagnósticos
-Ensaio de Imunoadsorção Enzimática
Western Blotting
Reação em Cadeia da Polimerase
Antígenos HIV
Formação de Anticorpos
Biomarcadores
PROTEINA DO NUCLEO PABORTIFACIENT AGENTS, STEROIDAL DO HIV/SO DIAG
Limites: Humanos
Recém-Nascido
Gravidez
Lactente
Responsável: BR31.1 - SIDC - Serviço de Informação e Documentação Científica
BR31.1; WD308, A15p, 1993


  5 / 41 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1018458
Autor: Aguilera Martínez, Fanny; Britos Montiel, Rosa Carolina; González Garayo, Eva Marlene; Riveros, Nora Leticia.
Título: ¿Cuáles son los conocimientos del personal de enfermería sobre la atención y el manejo de pacientes con VIH/SIDA en la sala de Internados del Instituto de Medicina Tropical?.
Fonte: Asunción; s.n; 2001. 58 p. tab, graf. (PY).
Idioma: es; en.
Tese: Apresentada a Escuela de Enfermería.UNA para obtenção do grau de Licenciado.
Símbolo: PY.
Resumo: Estudio descriptivo de una muestra que representa el 79 por ciento del personal de enfermería del área Internado Adulto del Instituto de Medicina Tropical. Presenta a la enfermedad con sus características, diagnóstico y tratamiento. Describe las estrategias laborales de las profesionales y auxiliares de enfermería para la atención del enfermo
Descritores: HIV
Infecções por HIV/metabolismo
Infecções por HIV/mortalidade
Infecções por HIV/patologia
Infecções por HIV/terapia
Linfoma Relacionado a AIDS/patologia
-Anticorpos Anti-HIV
Antígenos HIV
Fármacos Anti-HIV
Responsável: PY2.1 - Centro de Documentación
16.9792. 16.9792; GU; GU


  6 / 41 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Machado, Luís dos Ramos
Livramento, José Antonio
Id: lil-154960
Autor: Santiago, Marcelo Fortuna.
Título: Pesquisa de antígenos no LCR e neuroinfecçäo / Antigens investigation in CSF and neuroinfection
Fonte: In: Machado, Luis dos Ramos; Nóbrega, José Paulo Smith; Livramento, José Antonio; Spina França Netto, Antonio. Neuroinfecçäo 94. Säo Paulo, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de Säo Paulo. Clínica Neurológica, 1994. p.80-80.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Simpósio Neuroinfecçäo-94, Säo Paulo, 18-19 mar. 1994.
Descritores: Antígenos/líquido cefalorraquidiano
Doenças do Sistema Nervoso Central/diagnóstico
Infecções/diagnóstico
-Antígenos de Bactérias/líquido cefalorraquidiano
Antígenos HIV/líquido cefalorraquidiano
Reações Antígeno-Anticorpo
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1; 2617.15; BR599.1; 10001009554, AG


  7 / 41 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-986778
Autor: Jiménez, Paula.
Título: The first, the next, and the cinematographed versions of AZT / Las versiones primera, próxima y cinematográficas de AZT
Fonte: Vitae (Medellín);21(2):79-80, 2014. Ilus.
Idioma: en.
Resumo: Ronald Woodroof died of AIDS in September 12, 1992, seven years after he was diagnosed. A lower dose of AZT became widely used in later drug combinations that saved millions of lives". These words end the film Dallas Buyers Club, a recent, highly awarded movie, that tells the true story of a cowboy diagnosed with AIDS in 1985 and illegally receives the firsthand antiviral AZT but, due to the severe side effects that the drug afflicted, begins to experiment with ­ and illicitly distribute among the "Club" ­ non-FDA approved remedies in search of a better treatment for himself and other AIDS patients. Perhaps owing to an artistic strategy, the movie waits until the last couple of lines to do justice to AZT and the impact it had in dealing with AIDS at that day and age
Descritores: Antígenos HIV
-Zidovudina
Fármacos Anti-HIV
Antirretrovirais
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CO56.3 - Biblioteca


  8 / 41 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-938401
Autor: Fonseca, Marise Oliveira.
Título: Evidência de reação cruzada no sorodiagnóstico da infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV-1) determinada pela presença de anticorpos Anti-P. falciparum.
Fonte: São Paulo; s.n; 1996. 57 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Mestre.
Descritores: Sorodiagnóstico da AIDS/métodos
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/diagnóstico
Reações Cruzadas/genética
Infecções por HIV/diagnóstico
-Anticorpos/imunologia
Antígenos HIV/imunologia
Malária Falciparum/diagnóstico
Plasmodium falciparum/imunologia
Limites: Masculino
Feminino
Humanos
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1719.1 - Biblioteca do CPqRR
BR1719.1; 614, F676e, 1996. 013964


  9 / 41 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-867177
Autor: Monti, Lira Marcela.
Título: Microbiota bucal de pacientes HIV positivos: relação com o uso de drogas antirretrovirais e condições de saúde / Oral microbiota in HIV positive patients: relationship with the use of antiretroviral drugs and health conditions.
Fonte: Araçatuba; s.n; 2014. 114 p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Odontologia de Araçatuba para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Introdução: Os medicamentos antirretrovirais têm a finalidade de impedir a replicação viral, mantendo indiretamente a contagem de linfócitos T CD4+ estável, com isso, as infecções oportunistas diminuem, havendo melhora da qualidade de vida do indivíduo infectado pelo HIV, porém, inibidores de proteases e da transcriptase reversa também estão associados a efeitos adversos e risco de desenvolvimento de resistência medicamentosa. Além disso, ainda não está claro o efeito dessas terapias na microbiota bucal. Objetivo: O objetivo desse estudo foi investigar, em biofilme supra e subgengival de pacientes HIV positivos com diferentes condições periodontais e imunológicas, o efeito da terapia antirretroviral sobre microrganismos que podem estar associados a infecções oportunistas locais ou sistêmicas. Materiais e métodos: Foram obtidos dados sobre as condições de saúde, uso antirretrovirais e amostras de biofilme supra e subgengival de 118 pacientes HIV positivos de ambos os sexos divididos em dois grupos (usuários e não usuários de HAART). Essas amostras foram submetidas à detecção de microrganismos por PCR. Cálculos de Odds ratios foram realizados para determinar a relevância de inter-relações entre diferentes microrganismos e a significância dos parâmetros clínicos e microbiológicos foi determinada através de regressão logística multivariada. Resultados: Foram encontrados principalmente Tannerella forsythia, Campylobacter rectus, Acninomyces israelli, Staphylococcus sp, Citomegalovírus e Enterobacteriaceae nos pacientes. Treponema denticola, Fusobacterium nucleatum, Mollicutes, Actinomyces israelli e Staphylococcus sp em biofilme subgengival tiveram correlação significativa com os grupos de antirretrovirais (p < 0,05). Na comparação entre os grupos, somente Enterococcus faecalis e Pseudomonas aeruginosa tiveram significância com maior prevalência para o grupo de não usuários de antirretrovirais. Conclusão: Não houve diferenças significantes entre os grupos para a...

Introduction: Antiretrovirals are used in order to prevent viral replication while maintaining CD4 + T lymphocytes stable and low viral load, thus the occurrence of opportunistic infections decreases with an improvement in the quality of life of HIV-infected individual. As is known, protease inhibitors and reverse transcriptase are also associated with risk of adverse effects and development of drug resistance, however, it remains unclear the effect of these therapies on oral microbiota. Objective: The aim of this study was to investigate, in biofilm supra and subgingival in HIV - positive patients with different periodontal and immunological conditions, the effect of HAART on microorganisms that may be associated with local or systemic opportunistic infections. Materials and methods: Data on health conditions, use or nonuse of antiretroviral and biofilm samples supra and subgingival of 118 HIV - positive patients of both sexes, divided into two groups (users and nonusers of HAART), were obtained. These samples were subjected to PCR for detection of microorganisms. Odds ratio calculations were performed to determine the relevance of inter - relations between different microorganisms and the significance of clinical and microbiological parameters were determined using multivariate logistic regression. Results: Mainly T. forsythia, C. rectus, A. israelli, Staphylococcus sp and CMV were found. T denticola, F nucleatum, mollicutis, A. israelli and Staphylococcus sp in subgingival biofilm showed significant correlation (p <0.05) with antiretrovirals groups. Only E. faecalis and P. aeruginosa were significant with higher incidence in no HAART users group. Conclusion: There were no significant differences in supra and subgingival biofilm for most microbiota of HAART users and non-users
Descritores: Infecções Oportunistas Relacionadas com a AIDS
Terapia Antirretroviral de Alta Atividade
Antígenos HIV
Microbiota
Periodonto
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR186.1 - Biblioteca Honório Monteiro
BR186.1


  10 / 41 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-790388
Autor: Hong, Marisa Ailin.
Título: Resposta imune celular contra peptídeos crípticos do HIV-1 / Cellular immune response against HIV-1 cryptic peptides.
Fonte: São Paulo; s.n; 2014. [106] p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: INTRODUÇÃO E OBJETIVOS: Uma fonte secundária e não convencional de peptídeos que se ligam as moléculas MHC de classe I tem sido descrita como responsável por produzir peptídeos crípticos. Esses peptídeos são imunogênicos e portanto, capazes de induzir uma resposta imunológica por células T e assim, contribuir com a resposta total exercida pelas células T CD8+, colaborando na pressão que leva HIV-1 ao processo de mutação, e consequentemente ao escape viral. Alguns pacientes, que correspondem a menos de 5% da população infectada, são capazes de naturalmente controlar a progressão da doença, mantendo a contagem de célula T CD4+ acima de 500 células/uL ou mantendo a carga viral abaixo de 2.000 cópias/mL, por ao menos 12 meses, sem ser submetido a tratamento com antirretrovirais ou esquema HAART. Avaliar a resposta imunológica destes pacientes, controladores da infecção, contra peptídeos crípticos pode nos fornecer informações importantes que colaborem com o desenvolvimento de novas estratégias preventivas. METODOLOGIA: A resposta imunológica contra peptídeos crípticos, estes derivados da transcrição da seqüência consenso e da seqüência inversa do gene do HIV-1, foram avaliados em vários conjuntos (pools), utilizando amostras coletadas de pacientes controladores, tanto avirêmicos, também conhecidos como controladores de elite (carga viral < limite de detecção), bem como virêmicos (carga viral < 2.000 cópias/mL) e, de pacientes progressores. Foi observada que a resposta imunológica contra peptídeos crípticos é mais freqüente, com maior amplitude e magnitude entre os pacientes controladores comparados ao que foi observado entre pacientes progressores. Esta resposta, entretanto, parece inverter ao longo da infecção, como observada utilizando as amostras coletadas em momento tardio da infecção, onde os controladores parecem perder sua capacidade de responder aos peptídeos crípticos, enquanto que os progressores desenvolveram resposta, ressaltando...

BACKGROUND: A second and unconventional source of peptides that bind to MHC class I molecule has been described to produce cryptic peptides, which are immunogenic and are able elicit T cell response, that contributes to total CD8+ T cell immune response and then exert mutation pressure on HIV-1, leading to virus escape. Some rare patients, less than 5% of infected population, are naturally able to control disease progression, either maintaining CD4+ T cells over 500 cells/uL or viral load under 2,000 copies/mL, without being treated with HAART, for at least 12 months. Understanding their immune response to cryptic peptides might be a great value to help on developing better prevention strategies. METHODOLOGY: Immune response to cryptic peptides, derived from sense and antisense transcription of HIV-1, was evaluated in pools using samples from Elite (aviremic) or HIV (viremic, < 2,000 copies/mL) controllers and progressors. Immune response to cryptic peptides are more frequent, with a larger breadth and of greater magnitude in controllers than in progressors, and this response is inversed seen in a later time point, when controllers seems to lose this response, while progressors developed it, showing cryptic peptides immune response to different pools, suggesting that immune response to cryptic peptides might play some role in pressuring the virus mutation escape. CONCLUSIONS AND SIGNIFICANCE: cryptic peptides can elicit immune response and help to explain how some virus selection happens, either by changing expression of crucial HIV-1 proteins or generating defective virus. They can be included in vaccine design for enhancing the magnitude and breadth of T cell immune response and consequently the protection against infection or progression of HIV-1 infection.
Descritores: ELISPOT
Antígenos HIV
Infecções por HIV
HIV-1
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1



página 1 de 5 ir para página              
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde