Base de dados : LILACS
Pesquisa : D25.339 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1802 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 181 ir para página                         

  1 / 1802 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Alves, Claudia Maria Coelho
Texto completo
Texto completo
Id: lil-666998
Autor: Franco, Mayra Moura; Silva, Alice Carvalho; Costa, Elizabeth Lima; Alves, Cláudia Maria Coelho; Bauer, José Roberto de Oliveira; Costa, José Ferreira.
Título: Microinfiltração em restaurações classe V: análise da forma geométrica da cavidade e do tipo de adesivo / Microleakage of class V restorations: analyses of the cavity's geometric shape and type of adhesive
Fonte: Rev. odontol. UNESP (Online);41(1):9-14, jan.-fev. 2012. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: o desenvolvimento de materiais e técnicas na Odontologia Restauradora tem como finalidade a obtenção de um confiável vedamento marginal, pois a microinfiltração ainda é um dos principais motivos de insucesso das restaurações. Objetivo: analisar "in vitro" o efeito da configuração cavitária e do tipo de sistema adesivo na microinfiltração em restaurações classe V, em esmalte, com resina composta. Material e método: foram selecionados 60 dentes bovinos, confeccionadas 30 cavidades na face vestibular de forma retangular e 30 de forma circular, sendo então divididos aleatoriamente em seis grupos, conforme a forma geométrica e o sistema adesivo utilizado: Magic Bond, Adper Single Bond 2 e Clearfil SE BOND. Os dentes foram restaurados com resina composta Z-350, utilizando um incremento, fotopolimerizado por 40 segundos, e feito o acabamento/polimento com disco Sof-Lex. Posteriormente, os dentes foram armazenados em água destilada à temperatura ambiente por sete dias e impermeabilizados com esmalte cosmético, deixando uma margem de 1 mm ao redor da restauração. Foram imersos, então, em solução aquosa de nitrato de prata a 50% por um período de duas horas no escuro, lavados com água corrente, colocados em solução reveladora por seis horas, lavados, seccionados no centro da restauração e as fatias foram analisadas na lupa estereoscópica de 25× de aumento. Os dados foram submetidos à análise estatística não paramétrica de Kruskal-Wallis (p < 0,05). Resultado: não houve diferença estatisticamente significante para ambos os fatores analisados (p = 0,233 e p = 0,158). Conclusão: a forma da cavidade não influenciou na microinfiltração; todos os adesivos comportaram-se de maneiras semelhantes quanto à microinfiltração.

Introduction: the development of materials and techniques in restorative dentistry aims to achieve a good marginal sealing because microleakage is still one of the main reasons for failure of restorations. Objective: To analyze "in vitro" the effect of cavity configuration and the type of adhesive system on microleakage of class V resin composite, in enamel. Material and method: 60 bovine teeth were selected, and 60 cavities were prepared on the buccal surface, 30 rectangular and 30 rounded shaped. They were randomly divided in 6 groups according to the geometric form and the bonding system used: Magic Bond, Adper Single Bond 2 and Clearfil SE BOND. The teeth were restored with Z-350 composite resin, using one increment, lightcured for 40 seconds and polished with a Sof-Lex disc. After that the teeth were stored in distilled water at room temperature for seven days and further sealed with nail varnish, leaving a 1 mm window around the restoration margin. They were then immersed in 50% aqueous silver nitrate solution for 2 hours in the dark, rinsed under tap water, placed in revealing solution for 6 hours under fluorescent light, washed, sectioned in the center of the restoration and the slices were viewed under stereoscopic glasses at 25× magnification. The data were submitted to Kruskal-Wallis non-parametric test (p < 0.05). Result: no statistically significant difference for either factor analyzed (p = 0.233 and p = 0.158) was observed. Conclusion: the cavity shape did not influence in microleakage; all the adhesives behaved in similar manners as to microleakage.
Descritores: Técnicas In Vitro
Adesivos Dentinários
Estatísticas não Paramétricas
Resinas Compostas
Infiltração Dentária
Materiais Dentários
Limites: Animais
Bovinos
Responsável: BR39.2 - Biblioteca Professora Maria Dilma de Oliveira Gonçalves


  2 / 1802 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-874885
Autor: Cardia, Guilherme Saintive; Tormena, Mariana; Tolentino, Eduardo de Souza; Pinto, Gustavo Nascimento de Souza; Tolentino, Lívia de Souza.
Título: Planejamento integrado periodontal e restaurador – relato de caso clínico / Integrated Periodontal and Restorative Planning – Case report
Fonte: Periodontia;26(2):48-52, 2016. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A aparência dos dentes e do tecido gengival ao redor dos mesmos tem um papel muito importante na estética da região anterior da maxila tendo em vista que, anormalidades na simetria e no contorno podem afetar significativamente a harmonia de uma dentição natural. O aumento de coroa clínica estético seguido de reanatomização dos dentes vem se tornando uma opção viável para pacientes com discrepâncias gengivais e dentárias. O objetivo do presente trabalho é apresentar o planejamento integrado periodontal e restaurador proposto em um caso clínico. O paciente foi diagnosticado com alterações na linha gengival do sorriso e presença de discrepâncias dentárias. Ele foi submetido à instrução de higiene bucal e rigoroso controle de placa bacteriana. Após o estudo do caso com auxílio de modelos de gesso, optou-se pela realização do aumento de coroa clínica estética e reanatomização dos dentes antero-superiores com resina composta. Este trabalho evidenciou a necessidade de um conhecimento multidisciplinar do cirurgião-dentista para realização de um plano de tratamento adequado, visando maior harmonia e estética do sorriso, buscando a satisfação do paciente para o sucesso final do tratamento.

The appearance of the teeth and the soft tissue around them have an important role in aesthetics of the maxillary anterior region since abnormalities in symmetry and contour can significantly affect the harmony of a natural dentition. The surgical crown lengthening and reconstruction of anterior teeth are becoming a viable option for patients with dento-gingival discrepancies. The aim of the present study is to show the integrated Periodontal and Restorative treatment planning porposed for the patient. The one showed excessive gingival display and tooth discrepancies. First of all the patient got oral hygiene instruction and underwent a rigorous plaque control. After analysing the case with the aid of study models, aesthetics crown lengthening was perfomed and reconstruction of anterior teeth with composite resin restorations were done. This paper has highlighted the need for a multidisciplinary knowledge of the dentist to suggest an appropriate treatment plan, seeking greater harmony and aesthetics of the smile and patients' satisfaction for the success of treatment.
Descritores: Estética Dentária
Materiais Dentários
Procedimentos Cirúrgicos Bucais
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação


  3 / 1802 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-908893
Autor: Boff, Marina Fiório; Dal Ri, Izabelle; Tonolli, Letícia; Butze, Juliane.
Título: Tratamento reabilitador cirúrgico restaurador: relato de caso / Surgical-restoring rehabilitator treatment: a case report
Fonte: Periodontia;28(2):60-64, 2018. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Tendo em vista a abundância de procedimentos realizados envolvendo a inter-relação entre a Dentística Restauradora e Periodontia na Odontologia contemporânea, é preciso salientar a importância da realização de técnicas cirúrgica e restauradora corretas por parte dos cirurgiões-dentistas, assim como na conceitualização de que os tecidos periodontais podem reagir de forma positiva à presença de materiais restauradores adesivos posicionados apicalmente à gengiva, sem a necessidade da recuperação do espaço biológico. O presente estudo teve como objetivo demonstrar a técnica da realização de uma restauração transcirúrgica através de um relato de um caso clínico realizado no Complexo Odontológico do Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG). A paciente foi diagnosticada com uma cavidade subgengival no elemento 16 e submetida à procedimento restaurador transcirúrgico, sendo o ionômero de vidro fotopolimerizável o material restaurador de eleição. Este trabalho evidenciou como os tecidos periodontais podem reagir de maneira positiva à presença de materiais biocompatíveis resultando, inclusive, em um remodelamento ósseo favorável. (AU)

Considering the abundance of procedures performed involving the Restorative Dentistry and Periodontics relationship in contemporary dentistry, it is necessary to emphasize the importance of performing a correct surgical and restorative technique by dental surgeons, as well as in the conceptualization that periodontal tissues can react positively in the presence of adhesive restorative materials positioned apically to the gingiva, without the need of the recovery of the biological width. The present study aims to demonstrate the technique of performing a trans-surgical restoration through a clinical case report performed at the Odontological Complex of Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG). The patient was diagnosed with a subgingival cavity in element 16, underwent a trans-surgical procedure, the light-curing glass ionomer being the restorative material of choice. This work evidenced how the periodontal tissues can react in a positive way in the presence of biocompatible materials, resulting also in a favorable bone remodeling.(AU)
Descritores: Ligamento Periodontal
Periodontia/classificação
Procedimentos Cirúrgicos Operatórios
Periodonto
Procedimentos Cirúrgicos Bucais
Cárie Dentária
Cemento Dentário
Materiais Dentários/classificação
Tratamento Dentário Restaurador sem Trauma
Processo Alveolar
Cimentos de Ionômeros de Vidro
Limites: Humanos
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação


  4 / 1802 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-663267
Autor: Guglielmi, Camila Almeida Brandão; Raggio, Daniela Prócida; Takeuti, Marisa Leiko; Camargo, Lucila Basto de; Imparato, José Carlos Pettorossi.
Título: Liberação e reincorporação de fluoreto de cimentos de ionômero de vidro utilizados no tratamento restaurador atraumático / Fluoride release and uptake of glass ionomer cements indicated for atraumatic restorative treatment
Fonte: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr;11(4):561-565, 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: avaliar a capacidade de liberação e reincorporação de fluoreto dos CIVs de alta viscosidade. Métodos: Corpos de prova cilíndricos preparados com 5 materiais diferentes (n=3) - Vidrion R (controle), Vidrion N, Chem Flex, Fuji IX e Ketac Molar ART - foram mantidos em recipientes contendo água deionizada por 28 dias, trocados a cada 24 horas. Passado este período, foram mergulhados por 3 minutos em recipientes com dentifrício fluoretado (1100 ppm) diluído em água deionizada, voltando para novos recipientes com água deionizada. Esse procedimento repetiu-se durante 3 dias, totalizando 31 dias de experimento. A quantidade de íons flúor foi medida em cada um dos recipientes utilizados durante o experimento por meio de eletrodo específico para detecção do íon, acoplado a potenciômetro. Os dados foram submetidos à análise de variância e ao teste LSD, com 5% de significância. Resultados: o material que liberou a maior quantidade de íons flúor no período estudado foi o Vidrion R, apresentando diferença estatisticamente significante em relação aos demais materiais em todos os dias (p < 0,05). Entre o 28o e 31o dias, o material que liberou a maior quantidade de fluoreto foi o Vidrion R e o que liberou menor quantidade foi o Ketac Molar ART (p < 0,05). O material Vidrion N foi o único que não conseguiu absorver o fluoreto advindo do dentifrício. Conclusão: os cimentos indicados para o uso no ART parecem liberar menor quantidade de íons fluoreto quando comparados ao cimento convencional.

Objective: This study aimed to evaluate the fluoride release and uptake capability of high-viscous glass ionomer cements. Methods: Cylindrical specimens prepared with five different materials (n=3) - Vidrion R (control), Vidrion N, Chem Flex, Fuji IX and Ketac Molar ART - were maintained in individual containers with deionized water for 28 days. Every 24 hours, the water was changed, and after that, the specimens were immersed for 3 minutes in containers with 1100 ppm fluoridated dentifrice diluted in deionized water, before turning to new containers with deionized water. This procedure was repeated for 3 days, totalizing 31 days of experiment. The amount of fluoride ions was measured in the containers used during the experiment with specific electrode for ion detection coupled to a potentiometer. Data were submitted to analysis of variance and LSD test, (alpha=5%). Results: Vidrion R presented the highest level of fluoride release during the studied period and this difference was statistically significant for all days of experiment. Between the 28th and 31st days, the material which released the highest amount of fluoride was also Vidrion R and the one which released the smaller amount of fluoride was Ketac Molar ART. Vidrion N was not able to be recharged with fluoride from the fluoridated dentifrice. Conclusion: Glass ionomer cements suitable for use in ART seem to release fewer amounts of fluoride ions when compared to conventional (low strength) glass ionomer cement.
Descritores: Tratamento Dentário Restaurador sem Trauma
Fluoretos/química
Flúor/administração & dosagem
Cimentos de Ionômeros de Vidro
-Brasil
Análise de Variância
Materiais Dentários
Dentifrícios/química
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 1802 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-663263
Autor: Silva, Rodrigo Ferreira; Gouvêa, Cresus Vinicius Depes de; Moraes, Rita de Cássia Martins; Correa, Joana Horta; Ferreira, Vinícius Farias.
Título: Análise da passagem de luz visível através do cerômero e porcelana / Analysis of the transpiercing of the visible light thought resin composites and porcelain
Fonte: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr;11(4):533-537, 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: analisar a quantidade de energia luminosa que chega ao material cimentante durante a polimerização de uma peça protética. Metodologia: Foram confeccionados corpos de prova padronizados de cerômero e de porcelana, que mediam 1,4 cm de diâmetro cada. Os corpos de prova foram divididos em grupos conforme a sua espessura (1mm ou 1,5mm) e o tipo de material. Foi utilizado um radiômetro para analisar a intensidade luminosa que atravessou a peça e os resultados obtidos foram expressos em mw/cm². Para todos os grupos, foi utilizada a distância de 3mm entre o aparelho fotopolimerizador e os corpos de prova. A padronização desta distância foi baseada nos resultados obtidos quando o aparelho fotopolimerizador foi apoiado diretamente sobre a célula fotossensível do radiômetro (distância 0mm) e obteve-se um resultado médio de 852,13 ± 18,022mw/cm² e quando o aparelho fotopolimerizador foi afastado a uma distância de 3mm e a média obtida foi de 671,37±37,869 mw/cm². Resultados: Os resultados mostraram que a média do grupo de porcelana, com 1mm de espessura, foi de 222,20 ± 22,048 mw/cm². O grupo do cerômero com 1mm de espessura apresentou uma média de 156,70 ± 12,009 mw/cm², a porcelana com 1,5mm de espessura, apresentou uma média de 139,03 ± 8,385 mw/cm². Já, o grupo cerômero com 1,5mm, absorveu completamente a luz. Conclusão: o grupo da porcelana, com 1 mm de espessura, permitiu que parte da energia luminosa chegasse ao material cimentante durante a polimerização e que a intensidade do aparelho fotopolimerizador e o tempo de exposição durante a cimentação protética devem ser ajustados conforme o tipo e a espessura do material utilizado.

Objective: this study to analyze the amount of luminous energy that arrived at the cimentante material during the polymerization of a prosthetic part. Methods: Standardized bodies of test of resin composites and porcelain had been confectioned and measured 1,4 cm of diameter each. The test bodies had been divided in groups in agreement its thickness (1mm and 1,5mm) and the type of material. A radiometer was used to analyze the luminous intensity that crossed the part and the gotten results had been express in mw/cm². Were used in the distance of 3mm between the photopolimerizer device and the bodies of test. The standardization of this distance was based on the gotten results when the photopolimerizer device was supported directly on the photosensitive cell of the radiometer (distance 0mm) and got 852.13 ± 18.022 mw/cm² an average result of and when the photopolimerizer device was moved away to a distance from 3mm, the average lowered for 671,37 ± 37,869 mw/cm². Results: The results had shown that the average of the group of porcelain, with 1mm of thickness, was of 222,20 ± 22,048 mw/cm². The group of resin composite of 1mm of thickness presented a average of 156,70 ± 12,009 mw/cm², the porcelain with 1,5mm presented a average of 139,03 ± 8,385 mw/cm². Already, the resin composite group of 1,5mm, absorbed the light completely. Conclusion: the group of the porcelain, with 1 mm of thickness, allowed that it has left of the luminous energy arrived at the cimentated material during the polymerization and that the intensity of the photopolimerizer device and the time of exposition during the prosthetic face-hardenings must be adjusted in agreement to the type and the thickness of the used material.
Descritores: Materiais Dentários/química
Porcelana Dentária
Cura Luminosa de Adesivos Dentários
Polimerização
-Brasil
Análise de Variância
Cimentação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 1802 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-663254
Autor: Bini, Nathalye; Vasconcellos, Fernanda de Jesus; Gouvêa, Cresus Vinícius Depes de; Carvalho, Waldimir; Ferreira, Vinícius Farias; Oliveira, Henrique de.
Título: Rugosidade superficial de uma cerâmica glazeada e submetida a diferentes sistemas de polimento / Surface roughness of a glazed ceramic and subjected to different polishing systems
Fonte: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr;11(4), 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Comparar a rugosidade de superfície da porcelana glazeada com a obtida a partir de diferentes sistemas de acabamento e polimento, após simulação de desgaste com ponta diamantada. Metodologia: Cinquenta corpos de prova (CP) constituídos de discos cerâmicos (6 mm x 2 mm) foram utilizados. Após glazeamento de todos os espécimes selecionou-se aleatoriamente 10 CP para o grupo controle. Os demais foram submetidos a desgaste com pontas diamantadas (12 e 8 micrômetros) para simular o ajuste oclusal. O repolimento foi realizado com os diferentes sistemas de acabamento e polimento e divididos em grupos de 10 espécimes cada: G1 - pontas montadas diamantadas Komet; G2 - borrachas abrasivas Komet; G3 - pontas Ceramisté (Shofu); G4 - pontas Enhance para acabamento em resinas compostas. Para a leitura de rugosidade, cada CP recebeu 4 marcações que orientaram o curso das leituras. A ponta analisadora do rugosímetro percorreu um espaço de 2,5mm em cada leitura no padrão Ra. Em seguida, os CP foram submetidos a uma seqüência de polimento com discos de feltro e pastas para polimento. Os valores de rugosidade após este procedimento foram registrados em novos grupos: G1P - pontas montadas diamantadas Komet + polimento adicional; G2P - borrachas abrasivas Komet + polimento adicional; G3P - pontas Ceramisté + polimento adicional; G4P - pontas Enhance + polimento adicional. A comparação dos valores de rugosidade foi realizada pela análise de variância (ANOVA) seguida por comparações múltiplas (Tukey). Resultados: Os grupos: controle (0,34 ± 0,05 micrômetros), G3 (0,42 ± 0,06 micrômetros), G1P (0,31 ± 0,04 micrômetros), G3P (0,47 ± 0,10 micrômetros) e G4P (0,35 ± 0,08 micrômetros) não apresentaram diferença estatisticamente significante quando comparados entre si. Conclusão: Os sistemas de acabamento podem ser utilizados para a obtenção de rugosidade superficial semelhante ao glaze, permitindo ao clínico realizar o ajuste oclusal e repolimento, eliminando a necessidade de novas queimas.

Objective: To compare the surface roughness of auto-glazed porcelain and different systems for finishing and polishing, after simulated wear with a diamond bur. Methods: Fifty specimens consisting of ceramic discs (6 mm x 2 mm) were used. After auto-glazing all specimens, 10 specimens were randomly selected as the control group. The others discs were subjected to wear with diamond (12 and 8 microns) to simulate the occlusal adjustment. The repolishing procedure was carried out with different systems for finishing and polishing, and divided into groups of 10 specimens each, as follows: G1 - Komet diamond mounted burs, G2 - rubber abrasive Komet, G3 - Ceramisté soft polishers, G4 - Enhance polishers for finishing composites. To read the roughness values, each specimen has received four marks that guided the course of the readings. The tip of the rugosimeter analyzer scanned a distance of 2.5mm at each reading in the Ra standard. Then, the specimen underwent a sequence of polishing with felt disc and pastes. The roughness values after this procedure were reported in new groups: G1P - diamond mounted points Komet + additional polishing; G2P - rubber abrasive polishing Komet + additional; G3P - Ceramisté soft polishers + additional polishing; G4P - Enhance polishers + additional polishing. Comparison of roughness values was performed by analysis of variance (ANOVA) followed by multiple comparisons (Tukey). Results:The following groups control (0.34 ± 0.05 microns), G3 (0.42 ± 0.06 microns), G1P (0.31 ± 0.04 microns), G3P (0.47 ± 0.10 microns) and G4P (0.35 ± 0.08 microns) showed no statistically significant difference. Conclusion: The finishing systems can be used to obtain surface roughness similar to the auto-glaze surface roughness, allowing the clinician to perform occlusal adjustment and repolishing, eliminating the need for further appointments.
Descritores: Cerâmica
Polimento Dentário
Porcelana Dentária
Restauração Dentária Permanente
-Propriedades de Superfície
Brasil
Análise de Variância
Materiais Dentários
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 1802 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-655298
Autor: Pedrosa, Fabrício Antônio Sacramento; Silveira, Rodrigo Richard da; Yamauti, Monica; Castro, Carolina Dolabela Leal de; Freitas, Amanda Beatriz Dahdah Aniceto de.
Título: Isolamento do Campo Operatório: Panorama de Utilização em Consultórios e Clínicas Privadas de Belo Horizonte, MG, Brasil / Rubber Dam: Use in Private Clinics in Belo Horizonte, MG, Brazil
Fonte: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr;11(3):443-449, 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: verificar a utilização de isolamento em consultórios e clínicas privadas em Belo Horizonte, observando-se: tipo, procedimentos executados com isolamento e o motivo da escolha; além de fatores como: tempo de formação dos cirurgiões-dentistas (CDs), classe econômica dos pacientes e presença de pessoal auxiliar (ASB). Método: a amostra elegível foi formada por CDs atuantes na região Centro-Sul da cidade. A amostra final de conveniência foi de 115 CDs que responderam a um instrumento de coleta de dados com questões descritivas e objetivas. Os dados foram analisados descritivamente e pelo teste Qui-quadrado (p≤0,05).Resultados: dos CDs que participaram da pesquisa, 55% eram do gênero feminino; 63,5% tinham entre 23 e 35 anos; 39% tinham menos de cinco anos de atividade profissional e 59% eram especialistas. Eram da região Central 69% e Sul 31%; têm ASB 66% dos CDs. Os pacientes foram classificados em classe econômica A (11%), B (30%), C (34%), D (16%) e E (9%). Relataram utilizar algum tipo de isolamento 82% dos CDs (36% relativo; 28% absoluto; e 36% ambos). O grau de aceitação dos pacientes quanto aos métodos de controle de umidade foi considerado alto para 52% dos CDs. O principal motivo para escolha doisolamento absoluto foi o controle de infecção (27%) e para o relativo foi a praticidade (24%). O isolamento absoluto é utilizado principalmente na endodontia (38%) e o relativo em restaurações (33%). Gênero (p=0,6483), tempo de atividade (p=0,2576), especialidade (p=0,0733) e presença de ASB (p=0,4127), não influenciaram significativamente na escolha do tipo de isolamento. Conclusão: a maioria dos CDs relatou utilizar algum tipo de isolamento do campo operatório e aponta como principais vantagens a biossegurança, a praticidade e melhor qualidade dos procedimentos executados

Objective: The aim of this study was to investigate the use of isolation in offices and private clinics in Belo Horizonte, it was observed: the type, procedures performed in isolation and the reason for their choices. In addition to those factors were also observed the duration of the dentistsÆ training, the patientsÆ economic class and the presence of an office assistant.Method: The eligible sample consisted of active dentist in the southcenter region of the town. The final sample of convenience was 115 professionals who answered to an instrument data collection with descriptive and objective questions. The results were analyzed descriptively and by Qui-Square test (p≤0,05).Results: Among the dentist in the survey 55% were female, 63.5% were between 23 and 35 years old, 39% had less than five years of professional activity and 59% were specialists; 69% were from the central region and 31% from the south; 66% of the dentists have assistant in office. Patients were classified according to their economic class; class A (11%), B (30%), C (34%), D (16%) and E (9%). 82% of the dentists reported the use of some type of insulation, (36% relative, 28% absolute, and 36% both). The degree of the patientsÆ acceptance to methods of moisture control was considered high, for 52% of the professionals. The main reason for choosing the absolute isolation was the control of infection (27%) and the relative was the practicality (24%). The rubber dam is mainly used in endodontics (38%) and the relative isolation is used in restorations (33%). The gender (p=0.6483), professional activity time (p=0.2576), training (p=0.0733) and presence of an office assistant (p=0.4127) havenÆt significant influence in the type of isolation choice. Conclusion: The most of dentists reported using some type of isolation of the operative field and indicated that the main advantages are the biosafety, practicality and quality of procedures performed
Descritores: Poluição Ambiental/prevenção & controle
Dentística Operatória/métodos
Diques de Borracha
Esterilização/métodos
Materiais Dentários
Odontólogos
-Distribuição de Qui-Quadrado
Inquéritos e Questionários
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  8 / 1802 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-655315
Autor: Sarmento, Hugo Ramalho; Campos, Fernanda; Sousa, Rafael Santiago de; Alves, Maria Luiza Lima; Machado, João Paulo Barros; Souza, Rodrigo Othávio de Assunção e.
Título: Influência de Protocolos de Jateamento na Rugosidade da Superfície de uma Cerâmica de Zircônia Tetragonal Parcialmente Estabilizada por Ítria / Influence of Air Abrasion Protocols on the Surface Roughness of an Yttria Partially Stabilized Tetragonal Zirconia Ceramic
Fonte: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr;11(2), 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar a influência de diferentes protocolos de jateamento na rugosidade superficial de uma cerâmica policristalina de zircônia tetragonal estabilizada com ítria(Y-TZP), assim como a topografia superficial da cerâmica após o tratamento.Método: A partir de dois blocos cerâmicos (LAVA, 3M ESPE), obtiveramse 54 espécimes (7,5x4x7,5mm), sendo estes regularizados com lixas dÆágua em granulação fina e sinterizados em forno específico do sistema cerâmico. Em seguida, os corpos de prova foram incluídos em resina acrílica e as superfícies a serem tratadas foram lixadas em politriz com lixas dÆágua em granulação decrescente (600 a 1.200), associadas a pastas de polimento de 10µm, 3µm e sílica coloidal em disco de feltro, sendo distribuídas aleatoriamente em 9 grupos, de acordo com os fatores ôpartículaõ e ôpressãoõ(n=6): Gr1- controle; Gr2-Al2O3(50µm)/2,5bar; Gr3- Al2O3(110µm)/2,5 bar; Gr4-SiO2(30µm)/2,5bar; Gr5- SiO2(30µm)/2,5bar; Gr6- Al2O3(50µm)/3,5bar; Gr7- Al2O3(110µm)/3,5bar; Gr8- SiO2(30µm)/3,5bar; Gr9-SiO2(30µm)/3,5bar. Após os tratamentos, a rugosidade das superfícies foi analisada por meio de um perfilômetro óptico digital e a morfologia, por meio de Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). Os dados (µm) obtidos foram submetidos à análise estatística por meio do teste de Dunnett (5%), ANOVA (2 fatores) e teste de Tukey (5%).Resultados: O tipo de partícula (p=0,0001) e a pressão (p=0,0001) utilizada no jateamento influenciaram os valores de rugosidade entre os grupos experimentais (ANOVA).

Os valores médios de rugosidade (µm) obtidos para os grupos experimentais (Gr2 a Gr9) foram, respectivamente: 0,37D; 0,56BC; 0,46BC; 0,48CD; 0,59BC; 0,82A; 0,53BCD; 0,67AB. A análise em MEV revelou que o Al2O3, independente do tamanho das partículas e da pressão utilizada, danificou a superfície dos espécimes, uma vez que foram observados danos superficiais na cerâmica, na forma de ranhuras e de lascamentos.Conclusão: O jateamento com Al2O3(110µm)/3,5bar foi o tratamento que promoveu a maior rugosidade nas superfícies cerâmicas, embora não signifique que este protocolo promova melhor união cerâmicacimento em relação aos demais tipos de jateamento

Objective: To evaluate the influence of different air abrasion protocols on the surface roughness of an yttria-stabilized polycrystalline tetragonal zirconia) (Y-TZP) ceramic, as well as the surface topography of the ceramic after the treatment. Method: Fifty-four specimens (7.5x4x7.5mm) obtained from two ceramic blocks (LAVA, 3M ESPE) were flattened with fine-grit sandpaper and subjected to sintering in the ceramic systemÆs specific firing oven. Next, the specimens were embedded in acrylic resin and the surfaces to be treated were polished in a polishing machine using sandpapers of decreasing abrasion (600- to 1,200-grit) followed by felt discs with 10µm and 3µm polishing pastes and colloidal silica. The specimens were then randomly assigned to 9 groups, according to factors ôparticleõ and ôpressureõ(n=6): Gr1- control; Gr2-Al2O3(50µm)/2.5 bar; Gr3- Al2O3(110µm)/2.5 bar; Gr4- SiO2(30µm)/2.5 bar; Gr5- SiO2(30µm)/2.5 bar; Gr6- Al2O3(50µm)/3.5 bar; Gr7-Al2O3(110µm)/3.5 bar; Gr8- SiO2(30µm)/3.5 bar; Gr9- SiO2(30µm)/3.5 bar. After treatments, surface roughness was analyzed by a digital optical profilometer and the morphology was examined by scanning electron microscopy (SEM). Data (µm) were subjected to statistical analysis by DunnettÆs test (5%), two-way ANOVA and TukeyÆs test (5%).Results: The type of particle (p=0.0001) and the pressure (p=0.0001) used in the air abrasion protocols influenced the surface roughness values among the experimental groups (ANOVA).

The mean surface roughness values (µm) obtained for the experimental groups (Gr2 to Gr9) were, respectively: 0.37D; 0.56BC; 0.46BC; 0.48CD; 0.59BC; 0.82A; 0.53BCD; 0.67AB. The SEM analysis revealed that Al2O3, regardless of the particle size and pressure used, caused damage to the surface of the specimens, as it produced superficial damages on the ceramic, in the form of grooves and cracks. Conclusion: Al2O3 (110 µm/3.5 bar) air abrasion promoted the highest surface roughness on the ceramics, but it does not mean that this protocol promotes better ceramic-cement union compared to the other air abrasion protocols
Descritores: Dióxido de Silício
Técnicas In Vitro
Materiais Dentários
Porcelana Dentária
Propriedades de Superfície
Óxido de Alumínio
-Análise de Variância
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  9 / 1802 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-614375
Autor: Fragnan, Luciana Nechi; Bonini, Gabriela A V C; Politano, Gabriel Tilli; Camargo, Lucila Basto; Imparato, José Carlos P; Raggio, Daniela Prácida.
Título: Dureza knoop de três cimentos de ionômeros de vidro / Knoop hardness of three glass ionomer cements
Fonte: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr;11(1):73-76, jul. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar a dureza Knoop de três cimentos de ionômero de vidro (CIV) nacionais após 24 horas e 7 dias. Método: Os materiais foram dosados e manipulados de acordo com as instruções dos fabricantes e divididos em grupos (n=10): G1: Vidrion R® - SS White (convencional), G2: Vitro Molar® - DFL (alta viscosidade) e G3: Maxxion R® - FGM (alta viscosidade). A seguir os corpos de prova foram confeccionados em moldes de PVC. Após 10 minutos imersos em solução oleosa (Vaselina Líquida), a 37ºC por 24 horas, as superfícies foram polidas com lixa de granulação 600 (Buehler), em máquina politriz Aropol 2V (Arotec). O teste de dureza foi realizado em durômetro Pantec (digital microhardness Tester HVS-1000) com 25g de carga e 30s, com penetrador tipo Knoop. Em cada amostra foram realizadas três indentações e repetidas após uma semana, mantidas as mesmas condições. Resultados: As médias da dureza Knoop (e desvios-padrão) foram: após 24 horas G1:47,65 (20,1), G2:52,06 (10,6) e G3: 72,43 (17,4); após uma semana G1: 74,25 (16,5), G2: 87,55 (12,1) e G3: 132,17 (39,7). Após análise de Variância e complementação pelo teste de Tukey, foi constatada diferença estatística significante para os valores de dureza do G3 em relação ao G1 e G2 (p<0,05) e também nas leituras da dureza após 24 horas e uma semana. Conclusão: O cimento de ionômero de vidro de alta viscosidade Maxxion R apresenta propriedade mecânica superior quando comparado aos cimentos Vidrion R e Vitro Molar. O tempo aumenta a dureza desses três cimentos de ionômero de vidro nacionais.

Objective: To evaluate the Knoop microhardness of three national glass ionomer cements (GIC) after 24 hours and 7 days. Methods: The materials were dispensed and mixed according to the manufacturers' instructions and divided in groups (n=10): G1: Vidrion R© - SS White (conventional), G2: Vitro Molar© - DFL (high viscosity) and G3: Maxxion R© - FGM (high viscosity). The specimens were fabricated using PVC molds. After 10 minutes, they were immersed in an oily solution (liquid petroleum jell) at 37oC during 24 hours and the surfaces were polished with 600-grit silicon carbide paper (Buehler) in a polishing machine (Aropol 2V, Arotec). Microhardness test was performed in a digital microhardness tester (Pantec HVS-1000) using a Knoop indenter with 25 g load during 30 seconds. Three indentations were made in each specimen and repeated after 1 week, under the same conditions. Results: Knoop microhardness means (and standard deviations) were: after 24 hours - G1: 47.65 (20.1). G2:52.06 (10.6) and G3: 72.43 (17.4); after 1 week - G1: 74.25 (16.5). G2: 87.55 (12.1) and G3: 132.17 (39.7). Statistical analysis by ANOVA and Tukey's test revealed significant difference (p<0.05) between G3 and groups G1 and G2 as well as between the microhardness readings obtained after 24 hours and after 1 week. Conclusion: The high-viscosity GIC Maxxion R presented higher mechanical property than the GICs Vidrion R and Vitro Molar. The microhardness of these three national GICs increased with time.
Descritores: Cimentos de Ionômeros de Vidro
Materiais Dentários
Odontopediatria
Testes de Dureza
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 1802 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Wambier, Denise Stadler
Texto completo
Texto completo
Id: lil-668233
Autor: Leite, Evelyn Lopez; Presotto, Nathielen Regina; Bassi, Júlio Cesar; Alves, Fabiana Bucholdz Teixeira; Wambier, Denise Stadler.
Título: Avaliação in vitro da liberação e da recarga de flúor em cimentos de ionômero de vidro / In vitro evaluation of the fluoride release and uptake by glass ionomer cements
Fonte: Rev. odontol. UNESP (Online);42(1):25-30, jan.-fev. 2013. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Este estudo avaliou a absorção de íons flúor em cimentos de ionômero de vidro de manipulação mecânica e manual, por uma única aplicação tópica de flúor. Metodologia: Os cimentos de ionômeros de vidro (CIVs) Riva Self Cure® (RSC-SDI) e Ketac Molar Easymix® (KME- 3M-ESPE) foram testados com um material controle (RC-resina composta ICE-SDI), após preparo de dez corpos de prova de cada um (n = 30). Esses corpos foram pesados e armazenados em água deionizada para as aferições da liberação de flúor (eletrodo específico, Orion 9606-BN) em dois períodos: antes (PI: 1, 2, 7 e 14 dias) e após aplicação tópica de flúor (PII: 16, 17, 18, 20, 22, 24, 26, 28 e 30 dias). No 15.º dia, cinco espécimes de cada material (n = 15) foram submetidos à aplicação tópica de fluoreto de sódio neutro a 2% ou de gel placebo de Natrosol (n = 15). Resultado: A maior liberação de íons flúor para ambos os CIVs ocorreu no primeiro dia do PI (KME = 13,44 ± 6,05; RSC = 6,88 ± 0,62) e a quantidade liberada foi semelhante no PII (KME = 6,22 ± 0,80; RSC = 6,67 ± 1,63). A comparação entre os períodos mostrou diferença significante somente para o KME, com maior liberação de flúor no PI (p < 0,05), e para o RSC, não foi detectada diferença entre PI e PII (p >0,05). A análise de variância e o teste de Tukey (p < 0,05) não indicaram diferenças significantes entre os materiais antes e após a recarga. Conclusão: Os CIVs de manipulação mecânica ou manual possuem habilidade semelhante para captar íons flúor, quando submetidos a uma única aplicação tópica de fluoreto de sódio a 2%.

Objective: This study evaluated the uptake of fluoride ions on glass ionomer cements of manipulation mechanical and manual by a unique fluoride topical application. Methodology: The glass ionomer cements (GICs) Riva Self Cure® (RSC-SDI) and Ketac Molar Easymix® (KME-3M-ESPE) were tested with a control material (RC-composite resin ICE-SDI) after making ten specimens of each one (n = 30).These were weighed and stored in deionized water for measurements of fluoride release (specific electrode, Orion 9606-BN) into two periods, before (PI: 1, 2, 7 and 14 days) and after topical application of fluoride (PII: 16, 17, 18, 20, 22, 24, 26, 28 and 30 days). On the 15th day, five specimens of each material (n = 15) were submitted to a topical application of sodium fluoride to 2% or placebo gel of Natrosol (n = 15). Result: The high release of fluoride for both GICs occurred on the first day of the PI (KME = 13.44 ± 6.05; RSC = 6.88 ± 0.62) and the amount of fluoride released was similar for the PII (KME = 6.22 ± 0.80; RSC = 6.67 ± 1.63). The comparison between periods showed significant differences only for the KME with higher fluoride release in PI (p < 0.05) and no difference was detected between PI and PII (p > 0.05) for the RSC. The analysis of variance and the Tukey test (p < 0.05) indicated no significant differences between the materials before and after recharging. Conclusion: The GICs of manipulation mechanical and manual have similar ability to uptake fluoride ions when subjected to a single topical application of sodium fluoride to 2%.
Descritores: Fluoreto de Sódio
Técnicas In Vitro
Análise de Variância
Materiais Dentários
Flúor
Cimentos de Ionômeros de Vidro
Responsável: BR39.2 - Biblioteca Professora Maria Dilma de Oliveira Gonçalves



página 1 de 181 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde
WXIS|fatal error|unavoidable|recxref/read|