Base de dados : LILACS
Pesquisa : D26 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2773 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 278 ir para página                         

  1 / 2773 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Yaegashi, Solange Franci Raimundo
Texto completo
Id: biblio-1135773
Autor: Yaegashi, Solange Franci Raimundo; Maia, Robson Borges; Milani, Rute Grossi; Leonardo, Nilza Sanches Tessaro.
Título: Aprimoramento cognitivo farmacológico: motivações contemporâneas / Perfeccionamiento cognitivo farmacológico: motivaciones contemporáneas / Pharmacological cognitive enhancement: contemporary motivations
Fonte: Psicol. Estud. (Online);25:e46319, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO. O objetivo deste artigo, de caráter teórico descritivo, foi analisar as principais motivações para o aprimoramento cognitivo farmacológico na contemporaneidade, mediante o diálogo com autores que investigaram alguns fenômenos da denominada pós-modernidade, tais como Deleuze (1992), Foucault (2000), Bauman (2001) e Han (2015), além de autores do campo psicanalítico (Bezerra Júnior, 2010; Ferraz, 2014; Birman, 2014) que tecem críticas à questão da medicalização da educação e seus desdobramentos. Constatou-se que, na atualidade, a busca pelo aprimoramento cognitivo farmacológico está intimamente ligada ao estilo de vida e ao de sociedade construídos nas últimas décadas. Independentemente da palavra utilizada para nomear o momento histórico vivido, está cada vez mais difícil lidar com a realidade e, nesse contexto, o aprimoramento cognitivo farmacológico revela-se como uma das facetas do fenômeno recente conhecido como psiquiatrização da normalidade. Como resultado, nota-se também que o uso não médico e indiscriminado de medicamentos para 'turbinar' o cérebro tem tornado uma prática comum entre os estudantes universitários; por esse motivo, não se trata meramente de uma questão educacional relacionada à interferência nos processos de ensino e de aprendizagem, mas de um problema de saúde pública. Conclui-se que esse fenômeno suscita, na sociedade atual, desafios de diferentes ordens, razão pela qual merece atenção especial da comunidade científica.

RESUMEN. El objetivo de este artículo, de carácter teórico descriptivo, ha sido el de analizar las principales motivaciones para el perfeccionamiento cognitivo farmacológico en la contemporaneidad, el diálogo con autores que investigaron algunos fenómenos de la llamada posmodernidad, tales como Deleuze (1991), Foucault (2000), Bauman (2001) y Han (2015), además de autores del campo psicoanalítico (Bezerra Júnior, 2010; Ferraz, 2014; Birman, 2014) que lanzan críticas a la cuestión de la medicalización de la educación y sus desdoblamientos. Se constató que actualmente, la búsqueda por el perfeccionamiento cognitivo farmacológico está íntimamente conectada al estilo de vida y de la sociedad construido em las últimas décadas. Independientemente de la palabra utilizada para nombrar el momento histórico vivido, está cada día más difícil lidiar con la realidad y, en ese contexto, el perfeccionamiento cognitivo farmacológico se revela cómo a una de las facetas del fenómeno reciente conocido como psiquiatrización de la normalidad. Como resultado, se nota también que el uso no medico e indiscriminado de medicinas para potencializar el cerebro se ha tornado una práctica común entre los estudiantes universitarios; por ese motivo, no se trata meramente de una cuestión educacional relacionada a la interferencia en los procesos de enseñanza y aprendizaje, pero de un problema da salud pública, se concluye que ese fenómeno suscita, en la sociedad actual, desafíos de diferentes órdenes, razón por la cual merece atención especial de la comunidad científica.

ABSTRACT. The aim of this theoretical descriptive study was to analyze the main motivations for pharmacological cognitive enhancement in contemporary times through the dialogue with authors who investigated some phenomena of the so-called post-modernity, such as Deleuze (1992), Foucault (2000), Bauman (2001) and Han (2015), in addition to authors of the psychoanalytic field (Bezerra Júnior, 2010; Ferraz, 2014; Birman, 2014) that criticize the issue of medicalization of education and its consequences. It was found that, currently, the search for pharmacological cognitive enhancement is closely linked to the lifestyle and society built in the last decades. Regardless of the name given to the historical moment the society is, it is increasingly difficult to deal with reality and, in this context, the pharmacological cognitive enhancement is revealed as one of the facets of the recent phenomenon known as 'psychiatrization of normality'. As a result, it is also noted that the non-medical and indiscriminate use of drugs to boost brainpower has become a common practice among college students; for this reason, it is not merely an educational issue that may interfere with the teaching-learning process, but also a public health problem. It is concluded that this phenomenon raises, in today's society, challenges of different orders, which is why it deserves special attention from the scientific community.
Descritores: Preparações Farmacêuticas
Disfunção Cognitiva/psicologia
-Psiquiatria
Estudantes
Saúde Pública
Comportamento Competitivo/efeitos dos fármacos
Nootrópicos/farmacologia
Medicalização
Motivação/efeitos dos fármacos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  2 / 2773 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-880087
Autor: Zulian Teixeira, Marcus.
Título: Nuevos Medicamentos Homeopáticos: uso de fármacos modernos según el principio de semejanza / New Homeopathic medicines: use of modern drugs according to the principle of similarity
Fonte: Homeopatia Méx;86(711):24-29, 2017.
Idioma: es.
Resumo: La Homeopatía se fundamenta en la ley de semejanza, la cual nos dice que el empleo de medicamentos que producen síntomas similares a los de las enfermedades estimula la reacción del organismo para aliviar sus propias dolencias. El tratamiento homeopático puede emplear toda clase de sustancias (naturales o sintéticas, en dosis ponderales o infinitesimales) siempre que se respete dicho principio. Con base en lo anterior, desde 2003 hemos propuesto el uso de fármacos modernos según el principio homeopático de curación tanto a través de investigaciones y publicaciones en revistas científicas, como de la elaboración de una Materia Médica Homeopática de Fármacos Modernos, que incluye los efectos primarios de 1,250 fármacos alopáticos, y un Repertorio Homeopático de Fármacos Modernos. Estos esfuerzos forman parte del proyecto Nuevos Medicamentos Homeopáticos: Uso de Fármacos Modernos según el Principio de Semejanza, que puede consultarse de manera gratuita, en portugués e inglés, en el sitio web www.nuevosmedicamentoshomeopaticos. com. Ahora, la validez clínica y científica de esta propuesta ha comenzado con la realización de un ensayo clínico para evaluar la eficacia y la seguridad del estrógeno dinamizado en el tratamiento homeopático del dolor pélvico asociado a la endometriosis. El resultado ha sido positivo, pero se requiere que médicos, farmacéuticos e investigadores se sumen a esta iniciativa para robustecerla e impulsar su crecimiento.
Descritores: Preparações Farmacêuticas
Cura em Homeopatia
Medicamento Homeopático
Repertório Homeopático
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 2773 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1147977
Autor: Arantes, Tiago; Durval, Cilene Cristina; Pinto, Vanusa Barbosa.
Título: Avaliação da economia gerada por meio das intervenções farmacêuticas realizadas em um hospital universitário terciário de grande porte / Evaluation of cost savings generated through pharmaceutical inverventions performed in a large tertiary university hospital
Fonte: Clin. biomed. res;40(2):96-104, 2020. ilus..
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A farmácia clínica tem como objetivo garantir uma farmacoterapia adequada ao paciente. A avaliação de prescrição é uma das principais atividades do farmacêutico clínico, o que pode resultar em intervenções e economia para a instituição, além de promover o uso racional e seguro de medicamentos. O objetivo deste estudo foi avaliar a economia gerada por meio das intervenções realizadas pelos farmacêuticos clínicos durante o processo de avaliação farmacêutica de prescrição. Métodos: Estudo transversal, observacional e analítico, onde foi analisada a economia gerada através das intervenções realizadas pelos farmacêuticos no período entre janeiro e julho de 2017. Resultados: Foram realizadas 3.033 intervenções no período do estudo e 943 foram incluídas. O valor da economia gerada foi de R$ 72.648,39 (US$ 23.134,95), sendo as intervenções mais frequentes relacionadas à adequação de apresentação (847) e forma farmacêutica (44). Dentre os medicamentos cujas intervenções farmacêuticas resultaram em maior economia, estão a anfotericina B lipossomal (R$ 18.919,75), a daptomicina (R$ 8.575,00), o valganciclovir (R$ 7.452,00) e a anidulafungina (R$ 7.422,35). Algumas intervenções não resultaram em economia direta do tratamento medicamentoso, como ocorreu com a risperidona comprimido (− R$ 264,04) e o sulfametoxazol+trimetoprima comprimido (− R$ 208,62), que foram substituídos por solução oral para administração por sondas. Conclusão: O estudo demonstrou que a atuação do farmacêutico clínico resultou na efetivação de intervenções relacionadas à adequação de dose, correção de diluição, alteração de apresentação, substituição de forma farmacêutica, adequação de tempo de tratamento e a adesão aos protocolos institucionais. Essas intervenções refletiram diretamente na redução de custo dos tratamentos, otimizando recursos e gerando economia ao serviço de saúde. (AU)

Introduction: Clinical pharmacy aims to ensure appropriate pharmacotherapy for patients. Prescription evaluation is one of the main activities of the clinical pharmacist and can result in interventions and cost savings for the institution, in addition to promoting the rational and safe use of medications. The objective of this study was to evaluate cost savings generated through interventions performed by clinical pharmacists during the process of prescription evaluation. Methods: This cross-sectional, observational, analytical study analyzed cost savings generated through interventions performed by pharmacists from January to July 2017. Results: A total of 3,033 interventions were performed during the study period, of which 943 were included. Cost savings amounted to R$ 72,648.39 (US$ 23,134.95), and the most frequent interventions were related to the adequacy of presentation (847) and dosage form (44). The medications whose pharmaceutical interventions resulted in the greatest cost savings are liposomal amphotericin B (R$ 18,919.75), daptomycin (R$ 8,575.00), valganciclovir (R$ 7,452.00), and anidulafungin (R$ 7,422.35). Some interventions did not result in direct cost savings, such as treatment with risperidone tablet (− R$ 264.04) and trimethoprim-sulfamethoxazole tablet (− R$ 208.62), which were replaced by oral solution for tube administration. Conclusion: The study demonstrated that the performance of clinical pharmacists resulted in the implementation of interventions related to dose adjustment, dilution correction, change of presentation, replacement of dosage form, adjustment of treatment duration, and adherence to institutional protocols. These interventions directly resulted in the reduction of treatment costs, optimizing resources and generating cost savings for the health system. (AU)
Descritores: Farmacoeconomia
Hospitais Universitários
-Serviço de Farmácia Hospitalar
Assistência Farmacêutica
Preparações Farmacêuticas/administração & dosagem
Responsável: BR18.1 - Biblioteca FAMED/HCPA


  4 / 2773 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-965418
Autor: UNESP. Faculdade de Ciências Farmacêuticas.
Título: Jornada Farmacêutica 2017: resumos / Pharmaceutical Journey 2017: summaries
Fonte: Rev. ciênc. farm. básica apl;38(supl.1):[120], 2017.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Congresso Farmacêutico da UNESP, 7 e Jornada de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia, 3. 2017, Araraquara, 21-25 ago. 2017.
Resumo: Resumos do VII Congresso Farmacêutico da UNESP e III Jornada de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia ocorrido na Faculdade de Ciências Farmacêuticas da UNESP Araraquara entre os dias 21-25 de agosto de 2017 para apreciação e publicação dos resumos na edição suplementar da Revista de Ciências Farmacêuticas Básica e Aplicada.No ano de 2017 foram apresentados cerca de 120 resumos, distribuídos em diferentes áreas das Ciências Farmacêutica ou afins, a saber: 9 resumos na área de Análises clínicas e Toxicológicas; 5 em Alimentos e Nutrição; 12 em Bioprocessos e Biotecnologia; 29 em Ciências Biológicas; 2 em Ciências da Saúde; 15 em Extensão; 44 em Fármacos e Medicamentos e 4 em Química. Os resumos foram apresentados por 76 graduandos, 40 pós-graduandos e 4 profissionais O evento é atualmente o maior organizado por estudantes de Farmácia-Bioquímica, cujo histórico se iniciou há mais de 64 anos consagrando-se nacionalmente pelo seu compromisso com a qualidade e a tradição em " Inovar e Produzir o Conhecimento". Neste aspecto, torna-se essencial a divulgação do conteúdo cientifico produzido durante a semana.(AU)
Descritores: Toxicologia
Biotecnologia
Preparações Farmacêuticas
Química
Técnicas de Laboratório Clínico
Ciências da Nutrição
Bioengenharia
Alimentos
Tipo de Publ: Congresso
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação


  5 / 2773 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055821
Autor: Constantino, Viviane Macedo; Fregonesi, Brisa Maria; Tonani, Karina Aparecida de Abreu; Zagui, Guilherme Sgobbi; Toninato, Ana Paula Contiero; Nonose, Eliana Roldão dos Santos; Fabriz, Luciana Aparecida; Segura-Muñoz, Susana Inés.
Título: Estoque e descarte de medicamentos no domicílio: uma revisão sistemática / Storage and disposal of pharmaceuticals at home: a systematic review
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(2):585-594, Feb. 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este estudo teve como objetivo analisar a evidência científica nacional e internacional existente sobre o motivo do estoque e a forma de descarte dos medicamentos no domicílio. Realizou-se uma revisão sistemática da literatura de 2001 a 2016 nas bases de dados PubMed, Lilacs e Elsevier's Scopus Database, utilizando os seguintes unitermos: "Disposal of medicines in household", "Disposal of expired drugs", "Residential expired drugs", "Management of expired medications in household". Foram selecionados 33 estudos originais após aplicação dos critérios de inclusão e exclusão. Os estudos analisados demonstraram que os principais motivos de estoque no domicílio foram: automedicação; guarda para uso futuro e sobras de tratamentos anteriores. E quanto ao descarte dos medicamentos, prevalecem práticas inadequadas, como descarte no lixo comum e na rede de esgoto. Alguns países têm adotado programas de orientação sobre o armazenamento e o descarte correto, no entanto, foi apenas encontrado um estudo que descreve um programa nacional gratuito, para orientar essas práticas. A partir das evidências cientificas verificou-se a importância do incentivo para a elaboração e a implementação de políticas públicas voltadas para o uso e descarte adequado de medicamentos no domicílio.

Abstract This study's objective was to analyze Brazilian and international scientific evidence on the reasons people store medication at home and the disposal methods used. This systematic literature review includes studies published from 2001 to 2016 and indexed in PubMed, Lilacs and Elsevier's Scopus Database, using the following key words: Disposal of medicines in household, Disposal of drugs expired, Residential expired drugs, Management of expired medications in household. Thirty-three studies were selected after applying inclusion and exclusion criteria. The studies reveal that the main reasons people keep a stock of medicines at home include the possibility of future use, leftovers from previous treatments, and self-medication. Inappropriate disposal methods prevail, such as throwing medicines in the household trash or flushing them into the sewer. Some countries have adopted programs to educate on proper storage and disposal of medicines, though only one study describes a national program guiding these practices that is free of charge. Evidence shows there is a need to implement public policies intended to provide guidance on the proper storage and disposal of medicines at home.
Descritores: Preparações Farmacêuticas
Eliminação de Resíduos/métodos
Armazenamento de Medicamentos/métodos
-Política Pública
Brasil
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 2773 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Lotufo, Paulo A
Texto completo
Id: biblio-1142260
Autor: Santos, Rafael C O; Bensenor, Isabela M; Goulart, Alessandra C; Lotufo, Paulo A; Santos, Itamar S.
Título: Frequência e Motivos para a não Administração e Suspensão de Medicamentos durante um Evento de Síndrome Coronariana Aguda. Estudo ERICO / Frequency and Reasons for Non-Administration and Suspension of Drugs During an Acute Coronary Syndrome Event. The ERICO Study
Fonte: Arq. bras. cardiol;115(5):830-839, nov. 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Projeto: FAPESP.
Resumo: Resumo Fundamentos: Poucos estudos discutiram causas para o subtratamento medicamentoso na SCA. Objetivos: Avaliar a não-administração e suspensão de medicamentos durante o tratamento intra-hospitalar da SCA na Estratégia de Registro de Síndrome Coronariana Aguda (estudo ERICO). Métodos: Analisamos prontuários de 563 participantes ERICO para avaliar a frequência e motivos da não administração e/ou suspensão de medicamentos. Construímos modelos de regressão logística para avaliar se sexo, idade ≥65 anos, nível educacional ou subtipo de SCA estavam associados com (a) não administração de ≥1 medicamentos; e (b) não administração ou suspensão de ≥1 medicamentos. O nível de significância foi 5%. Resultados: A amostra é composta por 58,1% de homens e com idade mediana de 62 anos. Em 183 (32,5%) participantes ≥1 medicamentos não foram administrados e 288 (51,2%) apresentaram ≥1 medicamentos não administrados ou suspensos. As causas mais frequentes foram risco de sangramento (aspirina, clopidogrel e heparina), insuficiência cardíaca (betabloqueadores) e hipotensão (inibidores da enzima conversora da angiotensina e bloqueadores dos receptores da angiotensina). Indivíduos com idade ≥65 anos (razão de chances [RC]:1,51; intervalo de confiança de 95% [IC95%]:1,05-2,19) e com angina instável (RC:1,72; IC95%:1,07-2,75) tiveram maior chance de não-administração. Considerando apenas pacientes com infarto do miocárdio, idade ≥65 anos foi associada tanto à não administração quanto à não administração ou suspensão. Conclusões: A não administração ou suspensão de ≥1 medicamento não foi rara no estudo ERICO. Indivíduos com idade ≥65 anos ou com angina instável tiveram maior chance de não administração e podem ser subtratados nesse cenário.

Abstract Background: Few studies have discussed the reasons for pharmacological undertreatment of Acute Coronary Syndrome (ACS). Objectives: To determine the frequency and reasons for the non-administration and suspension of medications during in-hospital treatments of ACS in the Strategy of Registry of Acute Coronary Syndrome (ERICO) study. Methods: The present study analyzed the medical charts of the 563 participants in the ERICO study to evaluate the frequency and reasons for the non-administration and/or suspension of medications. Logistic regression models were built to analyze if sex, age ≥65 years of age, educational level, or ACS subtype were associated with (a) the non-administration of ≥1 medications; and (b) the non-administration or suspension of ≥1 medications. The significance level was set at 5%. Results: This study's sample included 58.1% males, with a median of 62 years of age. In 183 (32.5%) participants, ≥1 medications were not administered, while in 288 (51.2%), ≥1 medications were not administered or were suspended. The most common reasons were the risk of bleeding (aspirin, clopidogrel, and heparin), heart failure (beta blockers), and hypotension (angiotensin-converting enzyme inhibitors and angiotensin receptor blockers). Individuals aged ≥65 (odds ratio [OR]:1.51; 95% confidence interval [95% CI]:1.05-2.19) and those with unstable angina (OR:1.72; 95% CI:1.07-2.75) showed a higher probability for the non-administration of ≥1 medication. Considering only patients with myocardial infarction, being ≥65 years of age was associated with both the non-administration and the non-administration or suspension of ≥1 medication. Conclusions: Non-administration or suspension of ≥1 medication proved to be common in this ERICO study. Individuals of ≥65 years of age or with unstable angina showed a higher probability of the non-administration of ≥1 medication and may be undertreated in this scenario. (Arq Bras Cardiol. 2020; 115(5):830-839)
Descritores: Preparações Farmacêuticas
Síndrome Coronariana Aguda/tratamento farmacológico
-Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina
Inibidores da Agregação de Plaquetas
Aspirina
Clopidogrel
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 2773 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1144481
Autor: Binh Vu, Duong; Huy Le, Binh; Hong Bui, Thi; Duc Do, Anh; Dinh Phan, Chau; Do, Quyet.
Título: Método modificado para la síntesis de hidrocloruro de amantadina / A modified method for synthesis of amantadine hydrochloride
Fonte: Rev. cuba. med. mil;49(3):e713, jul.-set. 2020. tab, fig.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: El hidrocloruro de amantadina (I) es conocido como un medicamento antiviral utilizado para prevenir y tratar las infecciones por influenza A. También se utiliza para aliviar los síntomas de la enfermedad de Parkinson en el período inicial. Se han informado varios métodos para la preparación de (I). Estos procedimientos comienzan con adamantano (II) en cuatro o tres pasos de reacción, para producir hidrocloruro de amantadina con rendimientos globales que van del 45 por ciento al 58 por ciento. Objetivo: Mejorar el método para la síntesis de hidrocloruro de amantadina, que puede introducirse a escala industrial. Métodos: La optimización paso a paso para reducir el uso de reactivos, disolventes, así como las condiciones de cada paso, se seleccionaron para ser menos agresivas y más amigables con el medio ambiente. Resultados: Todos los factores relacionados con el rendimiento de la reacción para sintetizar los compuestos intermedios y finales se seleccionaron para obtener el mayor rendimiento de cada etapa. Finalmente, se estableció un procedimiento de dos pasos para la síntesis de (I) a partir de (II), a través de N- (1-adamantil) formamida (III), con un rendimiento global mejorado del 78 por ciento y una pureza del 99,2 por ciento. Se confirmó la estructura del producto por 1H-NMR, 13C-NMR, IR y MS. La síntesis de N- (1-adamantil) formamida (VI) a partir de (II) también se logró con éxito en un solo paso. Este método evita el uso de bromo líquido o ácido sulfúrico gaseoso como reactivos. La conversión posterior de (VI) a (I) se llevó a cabo bajo condiciones de reacción, más suaves sin usar solventes peligrosos. Conclusiones: Se logró la síntesis mejorada del clorhidrato de amantadina (I). Este resultado puede utilizarse en una producción industrialmente conveniente. Las materias primas y reactivos utilizados en esta investigación son baratas y están disponibles. El tiempo total de preparación se redujo significativamente, con ahorro de energía y mano de obra(AU)

Introduction: Amantadine hydrochloride (I) was well-known as an antiviral drug used to prevent and treat influenza A infections. Besides, it also was used to relieve the symptoms of Parkinson's disease in the early period. Several methods for the preparation of I have been reported. These procedures started with adamantane (II) in four or three reaction steps to produce amantadine hydrochloride with overall yields ranging from 45 percent to 58 percent. Objectives: Improving method for synthesis of amantadine hydrochloride could introduce to industrial scale. Methods: Step-by-step optimization to reduce the use of reagents, solvents, as well as the conditions of each step were screened to be milder and more environment-friendly. Results: All factors related to the yield of reaction to synthesize the intermediate and final compounds were screened to give the highest yield of each step. Finally, a two-step procedure for the synthesis of (I) from (II) via N-(1-adamantyl) formamide (III) with improving overall yield of 78 percent and a purity of 99.2 percent was established, and the structure of the product was confirmed by 1H-NMR,13C-NMR, IR and MS. The synthesis of N-(1-adamantyl) formamide (VI) from (II) also was successfully accomplished within only one step. This method avoided the use of liquid bromine or fuming sulfuric acid as reactants. The subsequent conversion of (VI) to (I) was carried out under milder reaction conditions without using hazardous solvents. Conclusions: An improved synthesis for amantadine hydrochloride (I) have been provided. This research can be an industrially convenient production of amantadine hydrochloride. Because the raw materials and reagents used in this research are cheap and available which also were screened to save their use. Moreover, the total preparation time was significantly reduced to save energy as well as labor(AU)
Descritores: Pesquisa
Adamantano
Preparações Farmacêuticas
Espectroscopia de Ressonância Magnética
Amantadina
Indicadores e Reagentes
Limites: Humanos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  8 / 2773 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1147187
Autor: Ziolkowski, Mariana Ilha; Gomes, Graziela Scheuer; Piegas, Eduarda Martini; Parisotto, Alcides José; Bittencourt, Raqueli Altamiranda; Haas, Sandra Elisa.
Título: Judicialization of health: lawsuits for access to medicines in Uruguaiana-RS / Judicialização da saúde: ações de acesso a medicamentos em Uruguaiana-RS
Fonte: ABCS health sci;46:e021202, 09 fev. 2021. tab.
Idioma: en.
Resumo: INTRODUCTION: In Brazil, the right to health has a constitutional and universal provision. However, the judicial route has been widely used to access health goods and services. OBJECTIVE: To analyze the lawsuits of medicines filed by citizens of a Brazilian municipality. METHODS: Quantitative and retrospective study evaluating 652 lawsuits filed in 2016 conducted in Uruguaiana, state of Rio Grande do Sul. The information was made available by the State Department of Health. RESULTS: 55.5% of lawsuits filed were related to drugs provided by the public health system Sistema Único de Saúde (SUS). 44.5% did not fit into the guidelines of the Brazilian Policy for Pharmaceutical Services. Most of the lawsuits were filed by women over 60 years old. Regarding the therapeutic classification, the most requested drugs were for the nervous system. The most described pathological condition according to the ICD-10 (International Classification of Diseases) was Diabetes Mellitus. CONCLUSION: These data corroborate the situation found in other parts of the country, demonstrating the need to reorganize the Pharmaceutical Service Policy to ensure universal and equitable access to medicines, as described in the Federal Constitution.

INTRODUÇÃO: No Brasil, o direito à saúde tem previsão constitucional e universal. No entanto, a via judicial tem sido muito usada para acessar bens e serviços de saúde. OBJETIVO: Analisar as demandas judiciais de medicamentos movidas por cidadãos de um município brasileiro. MÉTODOS: Realizou-se um estudo quantitativo e retrospectivo que avaliou 652 ações judiciais no ano de 2016 em Uruguaiana, estado do Rio Grande do Sul. As informações foram disponibilizadas pela Secretaria de Saúde estadual. RESULTADOS: 55,5% das demandas estavam relacionados a medicamentos fornecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). 44,5% não se enquadravam em nenhum dos componentes da Política Nacional de Assistência Farmacêutica do Brasil. A maioria dos processos foram movidos por mulheres acima de 60 anos. Em relação à classificação terapêutica, os medicamentos mais solicitados foram para o Sistema Nervoso. A condição patológica mais descrita, segundo o CID-10 (Classificação Internacional de Doenças) foi Diabetes Mellitus. CONCLUSÃO: Tais dados corroboram com a situação encontrada em outras partes do país, demonstrando a necessidade de reorganização da Assistência Farmacêutica para garantir o acesso universal e equitativo aos medicamentos, conforme descrito na Constituição Federal.
Descritores: Preparações Farmacêuticas
Decisões Judiciais
Judicialização da Saúde
-Assistência Farmacêutica
Assistência Integral à Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  9 / 2773 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1089532
Autor: Brandão, José Ricardo de Mello.
Título: O(s) Sistema(s) Primário(s) de Saúde Canadense sob uma perspectiva brasileira: discutindo os Atributos Starfield / The Canadian Primary Health Care Systems from a Brazilian perspective: discussing Starfield's Attributes
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(4):1413-1420, abr. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Os pilares Starfield são revistos assim como o sistema de saúde canadense. Avaliação objetiva e subjetiva são aplicadas ao sistema sob as lentes do acesso, longitudinalidade, integralidade e coordenação de cuidados. Discutem-se as vulnerabilidades do sistema e as ações e propostas que estão em curso para tentar melhorar esses aspectos, tanto nacionalmente como na província de Ontário. Destaque para a oportunidade de se criar um sistema gratuito de medicamentos e os diversos desafios para avançar a agenda de reformas.

Abstract This paper reviews the Starfield pillars and the Canadian health system. An objective and subjective evaluation are applied to the system through the lenses of access, longitudinality, integrality, and coordination of care. System vulnerabilities, actions, and proposals that are underway to improve these aspects, both nationally and in the province of Ontario, are discussed. Worth highlighting is the opportunity to establish a national free drug system, and the several challenges to advance the agenda of reforms.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Encaminhamento e Consulta
Continuidade da Assistência ao Paciente
Assistência à Saúde
Assistência ao Paciente
Acesso aos Serviços de Saúde
-Ontário
Equipe de Assistência ao Paciente
Médicos de Família/estatística & dados numéricos
Brasil
Canadá
Preparações Farmacêuticas
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 2773 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1147371
Autor: Soldi, Giselle de Faria Romero.
Título: Avaliação da resistência aos inibidores da protease em pacientes vivendo com HIV em falha terapêutica / Evaluation of resistance to protease inhibitors in patients living with HIV in therapeutic failure.
Fonte: São Paulo; s.n; 2019.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Inibidores de protease (IP) são importantes nos esquemas de resgate para pacientes que não respondem à terapia antirretroviral (TARV). O uso prévio de IP pode limitar o tratamento e a detecção de mutações de resistência a estes medicamentos (IP-DRM) e pode subsidiar a seleção do regime. O objetivo deste estudo consistiu em descrever as mutações principais para os IP em pacientes do Estado de São Paulo, expostos a pelo menos um IP e que estavam falhando à terapia antirretroviral, para avaliar os preditores do surgimento de IPDRM e o possível impacto dos subtipos do HIV-1 na resistência. Foram avaliadas sequências parciais do gene da polimerase do HIV-1 (RNA - Sequenciamento de Sanger) de 1696 pacientes em falha virológica, com genotipagem entre 2014 e 2017. Mutações de resistência aos antirretrovirais (Drug Resistance Mutations - DRM), susceptibilidade aos antirretrovirais (Genotypic Susceptibility Score ­ GSS) e subtipo viral, juntamente com os parâmetros clínicos e laboratoriais, foram avaliados utilizando-se regressões logísticas para acessar os preditores do surgimento de DRM e sua relação com os subtipos do HIV-1 circulantes em São Paulo (B, C e F). No total, 466 sequências apresentaram pelo menos uma IP-DRM (27,5%), mais comumente nos códons M46 (14,7%; 250/1696), V82 (13,8%; 234/1696) e I54 (13,3%; 225/1696). Mutações para as classes dos ITRN e ITRNN estavam presentes em 69,9% (1181) e 59,9% (1016), respectivamente, das 1696 sequências analisadas. De todas as sequências, 1496 (88,2%) tiveram predição de atividade plena ao darunavir (DRV), mas apenas 57,1% das sequências com pelo menos uma IP-DRM tiveram atividade plena ao DRV (266/466). A presença de IP-DRM teve associação (p<0,05) com maior tempo em tratamento, presença de mutações para os ITRN, uso de algum IP e com o subtipo F. Sequências de subtipo C tiveram menor quantidade de IP-DRM (10%; 9/87) em comparação com as de subtipo B (28%; 338/1216) e de subtipo F (35%; 58/168) (p <0,001), mas a análise ajustada sugere que esta associação não foi independente do tempo de tratamento mais curto e de menos esquemas utilizados por pacientes com HIV-1 C (OR: 0,59; IC 95: 0,2 ­ 2,5; p=0,48). HIV-1 F, juntamente com presença de mutações para os ITRN e maior tempo em tratamento estão associados com a presença de IP-DRM, com GSS mais baixo para o DRV e com a presença de mutação no códon I50. Entre pacientes com IP-DRM, a atividade plena ao DRV foi comprometida e esforços para detectar precocemente a falha são necessários, particularmente para o subtipo F do HIV-1, que mostrou associação com o surgimento de resistência e potencial impacto na susceptibilidade aos IP. Além disso, os resultados sugerem que as mutações para os ITRN podem servir como indicativo de um nível minimamente suficiente de adesão terapêutica, que permita o surgimento de IP-DRM.
Descritores: Preparações Farmacêuticas
HIV
Antirretrovirais
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, S684a



página 1 de 278 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde