Base de dados : LILACS
Pesquisa : D27.505.519.186.144 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 79 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 8 ir para página                    

  1 / 79 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1146948
Autor: Neves, Lilian de Jesus; Boldrini, Érica; Tanimoto, Hélio Massaiochi; Trevisani, Deny Munari; Lopes, Luiz Fernando; Macari, Karina Silva Moreira.
Título: Avaliação do Efeito do Laser Preventivo na Mucosite Oral Quimioinduzida em Pacientes Submetidos a Altas Doses de Metotrexato / Evaluation of the Effect of Preventive Laser on Chemo-induced Oral Mucositis in Patients Submitted to High Doses of Methotrexate / Evaluación del Efecto del Láser Preventivo em la Mucositis Oral Inducida por Quimioterapia en Pacientes Sometidos a Altas Dosis de Metotrexato
Fonte: Rev. bras. cancerol;67(1), 2021.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A quimioterapia, uma das formas de tratamento de neoplasias malignas, tem sua administração associada a inúmeras drogas, sendo uma delas o metotrexato (MTX), de alta toxicidade, responsável por inúmeros fatores agravantes para a saúde e bem-estar do paciente. Uma das principais complicações é a mucosite oral, manifestação clínica resultante do tratamento oncológico que pode interferir no tratamento e na cura. Objetivo: Avaliar, comparativamente, por meio de um estudo retrospectivo, o efeito do laser preventivo na ocorrência da mucosite oral quimioinduzida em pacientes com osteossarcoma não metastático submetidos a altas doses de MTX, bem como a intensidade da mucosite oral, utilizando o laser preventivo após os ciclos quimioterápicos contendo o medicamento MTX nos pacientes atendidos no Hospital de Câncer infantojuvenil de Barretos/SP. Método: Estudo de coorte com coleta retrospectiva em prontuários. Os pacientes foram divididos em dois grupos, um submetido à terapia profilática com laser de baixa intensidade após infusão do MTX e outro grupo não submetido a essa terapia. Resultados: Os dados obtidos mostraram que houve redução da gravidade da mucosite oral com o uso da laserterapia preventiva, com resultados estatisticamente significativos (p<0,001), corroborando os resultados encontrados na literatura. Conclusão: O uso da laserterapia é uma terapêutica auxiliar importante na prevenção e na redução da severidade da mucosite oral em pacientes submetidos a altas doses de MTX, diminuindo o número de internações por mucosite e os atrasos no protocolo terapêutico, o que reduz gastos e melhora o prognóstico para o paciente.

Introduction: Chemotherapy, one of the treatments for malignant neoplasms, is associated to innumerous drugs, one of them methotrexate (MTX), of high toxicity, responsible for several health damages and impact on the patient's well-being. One of the main complications is oral mucositis, a clinical manifestation resulting from the oncologic treatment that can interfere in the treatment and cure. Objective: To evaluate comparatively through a retrospective study, the effect of preventive laser in the occurrence of chemo-induced oral mucositis in patients with non-metastatic osteosarcoma submitted to high doses of methotrexate (MTX), and the intensity of oral mucositis, using the preventive laser after the chemotherapy cycles containing the drug methotrexate (MTX) in the patients treated at the Child and Adolescent Cancer Hospital of Barretos/SP. Method:Retrospective cohort study with charts review. The patients were divided in two groups, one submitted to low-intensity laser prophylaxis therapy after infusion of MTX and another group not submitted to prophylactic therapy. Results: The data obtained showed that preventive laser-therapy reduced the severity of oral mucositis with statistically significant results (p<0.001), corroborating the results found in the literature. Conclusion: The use of laser therapy is an important auxiliary therapy in the prevention and reduction of severity of oral mucositis in patients submitted to high doses of MTX, reducing the number of hospitalizations and delays in therapeutic protocol, which reduces costs and improves the patient prognosis.

Introducción: La quimioterapia, es uma de las formas de tratamiento de las neoplasias malignas, tiene su administración asociada a numerosas drogas siendo una de ellas el metotrexato (MTX), de alta toxicidad, responsable de numerosos factores agravantes para la salud y bienestar del paciente. Una de las principales complicaciones es la mucositis oral, manifestación clínica resultante del tratamiento oncológico que puede interferir en el tratamiento y cura. Objetivo: Evaluar, comparativamente, a través de um estudio retrospectivo, el efecto del láser preventivo em la aparición de la mucositis oral quimio inducida em pacientes com osteosarcoma no mestastásico sometido a altas dosis de MTX, bien como la intensidade de la mucositis oral, utilizando el láser preventivo después de los ciclos quimioterápicos que contiene el medicamento MTX en los pacientes antendidos en el Hospital del Cáncer Infantojuvenil de Barretos/SP. Método: Estudio de coorte con colección retrospectiva en prontuários. Los pacientes fueron divididos em dos grupos, uno sometido a terapia profiláctica con láser de baja intensidade después de la infusión de MTX y otro grupo no sometido a terapia profiláctica. Resultados: Los dados obtenidos mostraron que hubo una reducción en la severidad de la mucositis oral con el uso de la terapia láser preventiva, con resultados estáticamente significativos (p<0,001), corroborando los resultados encontrados em la literatura. Conclusión: El uso de la terapia con láser es una terapia auxiliar importante en la prevención y reducción de la severidad de la mucositis oral em pacientes sometidos a altas dosis de MTX, diminuendo el número de internaciones por mucositis y retrasos en el protocolo terapéutico, lo que reduce los gastos y mejora el pronóstico para el paciente.
Descritores: Estomatite/radioterapia
Metotrexato/efeitos adversos
Terapia com Luz de Baixa Intensidade
-Estomatite/induzido quimicamente
Estomatite/prevenção & controle
Neoplasias Ósseas/tratamento farmacológico
Osteossarcoma/tratamento farmacológico
Estudos Retrospectivos
Estudos de Coortes
Antimetabólitos Antineoplásicos/efeitos adversos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I


  2 / 79 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Lima, Elenice Dias Ribeiro de Paula
Texto completo
Id: lil-646408
Autor: Simão, Delma Aurélia da Silva; Lima, Elenice Dias Ribeiro de Paula; Souza, Raíssa Silva de; Faria, Tiago Vitervo; Azevedo, Geraldo Fernandes.
Título: Síndrome mão-pé induzida por quimioterapia: relato de um caso / Hand-foot syndrome induced by chemotherapy: a case study / Síndrome mano-pie inducida por quimioterapia: relato de un caso
Fonte: Rev. bras. enferm;65(2):374-378, mar.-abr. 2012. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se relatar um caso de uma paciente que apresentou síndrome mão-pé de grau 3, decorrente do uso do quimioterápico Capecitabina e para a qual foi utilizada massagem local com creme hidratante aquoso à base de aloe vera. A capacidade funcional da paciente foi avaliada utilizando-se a Escala de Performance ECOG e as lesões fotografadas durante as consultas de enfermagem que ocorreram em intervalos de dez dias, totalizando quarenta dias de acompanhamento. Observou-se melhora significativa da integridade tissular, com regressão total dos sintomas, importante ganho em qualidade de vida, e retorno imediato ao tratamento quimioterápico. Acredita-se que o aloe vera pode ser um importante coadjuvante na assistência de enfermagem a pacientes submetidos à quimioterapia antineoplásica.

The study was aimed at reporting a case of a patient who developed Hand-Foot Syndrome (HFS) grade 3 due the use of capecitabine and for which massage was used with aqueous-based moisturizer, aloe vera. The patient's functional capacity was assessed using the ECOG Performance Scale and the lesions were photographed during nursing appointment that occurred at intervals of ten days, totaling forty days of monitoring. There was significant improvement in tissue integrity, with total regression of symptoms, an important gain in quality of life, and immediate return to chemotherapy. It is believed that aloe vera can be an important component in nursing care in patients undergoing cancer chemotherapy.

El estudio tiene como objetivo presentar un caso de una paciente que desarrolló la Síndrome Pie-Mano de grado 3 debido al uso de capecitabina y en que se utilizó el masaje con crema hidratante aloe vera, en base acuosa. La capacidad funcional de la paciente se evaluó mediante la Escala de Desempeño ECOG y las lesiones fueran fotografiadas durante las consultas de enfermería que ocurrirán a intervalos de diece días, con un total de cuarenta días de seguimiento. Hubo una mejora significativa en la integridad de los tejidos, con la regresión total de los síntomas, un aumento importante en la calidad de vida, y el retorno inmediato a la quimioterapia. Se cree que el aloe vera puede ser un componente importante en los cuidados de enfermería en pacientes sometidos a quimioterapia contra el cáncer.
Descritores: Antimetabólitos Antineoplásicos/efeitos adversos
Desoxicitidina/análogos & derivados
Fluoruracila/análogos & derivados
Síndrome Mão-Pé/etiologia
-Desoxicitidina/efeitos adversos
Fluoruracila/efeitos adversos
Limites: Adulto
Feminino
Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 79 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1054851
Autor: Rocha, Aroni; Almeida Jr, Hiram Larangeira de; Zerwes, Gustavo; Oliveira Filho, Umberto Lopes de.
Título: Capecitabine-induced Subacute Cutaneous Lupus Erythematosus
Fonte: An. bras. dermatol;94(5):618-619, Sept.-Oct. 2019. graf.
Idioma: en.
Descritores: Lúpus Eritematoso Cutâneo/induzido quimicamente
Lúpus Eritematoso Cutâneo/patologia
Capecitabina/efeitos adversos
Antimetabólitos Antineoplásicos/efeitos adversos
-Neoplasias da Mama/tratamento farmacológico
Imuno-Histoquímica
Carcinoma Ductal de Mama/tratamento farmacológico
Limites: Humanos
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 79 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-787883
Autor: Nieto-Ríos, John Fredy; Zuluaga-Quintero, Mónica; Higuita, Lina Maria Serna; Rincón, Cristian Ivan García; Galvez-Cárdenas, Kenny Mauricio; Ocampo-Kohn, Catalina; Aristizabal-Alzate, Arbey; Florez-Vargas, Adriana Alejandra; Zuluaga-Valencia, Gustavo Adolfo.
Título: Síndrome hemolítico-urêmica causada por gencitabina em uma paciente jovem com colangiocarcinoma / Hemolytic uremic syndrome due to gemcitabine in a young woman with cholangiocarcinoma
Fonte: J. bras. nefrol;38(2):255-259tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A gencitabina é um fármaco utilizado no tratamento de vários tipos de neoplasias malignas. Há poucas descrições de associação entre a droga e a síndrome hemolítico-urêmica (SHU), apesar de os pacientes em questão terem ido a óbito em pelo menos 50% dos casos. O presente artigo relata o caso de uma paciente com 25 anos de idade em remissão diagnosticada com colangiocarcinoma que apresentou anemia hemolítica microangiopática acompanhada de insuficiência renal aguda anúrica após cinco ciclos de quimioterapia com gencitabina; as manifestações eram condizentes com SHU causada pelos efeitos colaterais do medicamento. A administração de gencitabina foi interrompida, e a paciente foi tratada com hemodiálise, transfusões de sangue, trocas de plasma, corticosteroides, doxiciclina e rituximabe. Foi atingido um desfecho favorável; mais especificamente, a hemólise foi controlada e a função renal foi plenamente restabelecida.

Abstract Gemcitabine is a medication used to treat various types of malignant neoplasms. Its association with hemolytic uremic syndrome (HUS) has been described in few cases, although these cases have resulted in mortality rates of at least 50%. We report on the case of a 25-year-old patient with cholangiocarcinoma in remission who developed microangiopathic hemolytic anemia with acute anuric renal failure after receiving 5 cycles of gemcitabine chemotherapy; this condition was consistent with HUS caused by the side effects of this drug. The administration of gemcitabine was stopped, and hemodialysis, blood transfusions, plasma exchanges, steroids, doxycycline, and rituximab were used to treat the patient. A favorable outcome was achieved; in particular, hemolysis was controlled, and renal function was completely recovered.
Descritores: Desoxicitidina/análogos & derivados
Síndrome Hemolítico-Urêmica/induzido quimicamente
Antimetabólitos Antineoplásicos/efeitos adversos
-Neoplasias dos Ductos Biliares/tratamento farmacológico
Colangiocarcinoma/tratamento farmacológico
Desoxicitidina/efeitos adversos
Desoxicitidina/uso terapêutico
Antimetabólitos Antineoplásicos/uso terapêutico
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 79 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-837922
Autor: Antônio, João Roberto; Antônio, Carlos Roberto; Trídico, Lívia Arroyo; Alves, Fernanda Tomé; Rollemberg, Ivan.
Título: Erythroplasia of Queyrat treated with topical 5-fluorouracil
Fonte: An. bras. dermatol;91(5,supl.1):42-44, Sept.-Oct. 2016. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract We report a 33-year-old male patient diagnosed with erythroplasia of Queyrat. The patient had an erythematous and eroded lesion affecting more than 50% of the glans associated with bleeding and local pain. Despite previous indication of penectomy, he was successfully treated with topical 5-fluorouracil.
Descritores: Neoplasias Penianas/tratamento farmacológico
Carcinoma in Situ/tratamento farmacológico
Carcinoma de Células Escamosas/tratamento farmacológico
Eritroplasia/tratamento farmacológico
Fluoruracila/administração & dosagem
Antimetabólitos Antineoplásicos/administração & dosagem
-Neoplasias Penianas/patologia
Pênis/patologia
Fatores de Tempo
Biópsia
Carcinoma in Situ/patologia
Carcinoma de Células Escamosas/patologia
Administração Tópica
Resultado do Tratamento
Eritroplasia/patologia
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 79 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-950027
Autor: Akinci, Burcu; Sivis, Zuhal Ö; Sahin, Akkiz; Karapinar, Deniz Y; Balkan, Can; Kavakli, Kaan; Aydinok, Yesim.
Título: Síndrome de Stevens-Johnson asociado al tratamiento con metotrexato de la leucemia linfoblástica aguda: a propósito de un caso / Stevens-Johnson Syndrome associated with methotrexate treatment for acute lymphoblastic leukemia: a case report
Fonte: Arch. argent. pediatr;116(3):459-462, jun. 2018. tab, ilus.
Idioma: en; es.
Resumo: La necrólisis epidérmica tóxica y el síndrome de StevensJohnson son enfermedades mucocutáneas raras que están asociadas a una evolución prolongada y a un desenlace potencialmente mortal. Principalmente están inducidas por fármacos y las tasas de mortalidad son muy elevadas. Aunque la piel es la más comprometida, también pueden estar afectados múltiples aparatos o sistemas como el cardiovascular, pulmonar, gastrointestinal y urinario. En este artículo, describimos el caso de un paciente con síndrome de Stevens-Johnson asociado al tratamiento con metotrexato, quien desarrolló insuficiencia cardíaca aguda y hemorragia gastrointestinal además de las manifestaciones en la piel. El paciente recibió un tratamiento satisfactorio con metilprednisolona e inmunoglobulina por vía intravenosa y continuó la quimioterapia con metotrexato.

Toxic epidermal necrolysis and Stevens-Johnson syndrome are rare mucocutaneous diseases which are associated with a prolonged course and potentially lethal outcome. They are mostly drug induced and mortality rates are very high. Although mostly skin is involved, multiple organ systems such as cardiovascular, pulmonary, gastrointestinal, and urinary systems may be affected. Here, we report a case of StevensJohnson Syndrome associated with methotrexate treatment who developed acute cardiac failure and gastrointestinal hemorrhage beside skin findings. He had been treated with intravenous immunglobulin and methylprednisolone succesfully and continued chemotherapy with methotrexate treatment again.
Descritores: Metotrexato/efeitos adversos
Síndrome de Stevens-Johnson/etiologia
Antimetabólitos Antineoplásicos/efeitos adversos
-Metilprednisolona/administração & dosagem
Metotrexato/administração & dosagem
Síndrome de Stevens-Johnson/diagnóstico
Síndrome de Stevens-Johnson/tratamento farmacológico
Imunoglobulinas Intravenosas/administração & dosagem
Leucemia-Linfoma Linfoblástico de Células Precursoras/tratamento farmacológico
Insuficiência Cardíaca/induzido quimicamente
Hemorragia Gastrointestinal/induzido quimicamente
Antimetabólitos Antineoplásicos/administração & dosagem
Limites: Humanos
Masculino
Criança
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  7 / 79 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-995079
Autor: Gonçalves, Debora de Souza.
Título: Nanocristais de flubendazol: preparação e caracterização físico-química / Flubendazole nanocrystals: preparation and physical-chemical characterization.
Fonte: São Paulo; s.n; 2019. 136 p. graf, tab, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Os nanocristais são partículas de fármacos cristalinos, com tamanho médio na faixa de submicrons, geralmente entre 200 e 500 nm, estabilizados por agentes estéricos ou eletrostáticos adsorvidos na superfície das partículas do fármaco. Sua dimensão reduzida proporciona propriedades especiais, como a adesividade às mucosas e o aumento de área superficial e da solubilidade de saturação, o que melhora significativamente a biodisponibilidade de fármacos pouco solúveis em água. Outra aplicação emergente dos nanocristais é na melhoria da entrega e da retenção de fármacos em tecidos e células tumorais. Estudos demonstraram que o flubendazol é um fármaco capaz de induzir a morte celular em tumores malignos e retardar o seu crescimento, por meio da alteração que provoca na estrutura dos microtúbulos e pela inibição da polimerização da tubulina. Foi demonstrada sua atividade antiproliferativa em linhagens de leucemia, mieloma, câncer intestinal, câncer de mama e neuroblastoma. O flubendazol é também um fármaco eficaz contra os helmintos, demonstrando atividade superior na eliminação dos vermes adultos, quando comparado com a dietilcarbamazina. Embora o flubendazol pareça ser uma molécula promissora, é um fármaco praticamente insolúvel em água (0,005 mg/mL). Para atingir o efeito terapêutico desejado, é necessário o desenvolvimento de uma formulação com melhores solubilidade e biodisponibilidade. Nesse sentido, o presente trabalho apresenta o preparo e a caracterização físico-química de nanocristais de flubendazol por meio da microfluidização. Foram realizados ensaios exploratórios para avaliar a performance de diferentes agentes estabilizantes nas suspensões: o polissorbato 80, o polaxamer 188 e o D-α tocoferol polietilenoglicol 1.000 succinato (TPGS). A avaliação da distribuição do tamanho de partícula foi realizada por espalhamento de luz laser (LLS), espalhamento de luz dinâmica (DLS), análise de rastreamento de nanopartículas (NTA) e microscopia eletrônica de varredura (MEV). A utilização do TPGS favoreceu a obtenção de uma nanossuspensão com o menor diâmetro hidrodinâmico médio das partículas, de 253,9 ± 3,0 nm. Nos estudos exploratórios, também foram determinados os parâmetros ótimos de moagem do microfluidizador, sendo estabelecidos: 35.000 psi de pressão, temperatura do produto de 30°C (± 5°C) e tempo de recirculação de 2 horas/100 gramas. Objetivando alcançar o menor diâmetro hidrodinâmico médio dos nanocristais, executou-se um planejamento estatístico no qual foi avaliada a influência da concentração de flubendazol (% p/p) e de TPGS (% p/p) na formulação. A análise revelou a significativa influência da concentração do TPGS na redução do tamanho de partícula e na estabilidade físico-química da nanossuspensão. Ensaios complementares de solubilidade demonstraram que o nanocristal proporcionou incremento na solubilidade de 2,3 e 3,2 e 5,2 vezes em HCl 0,1 N, tampão fosfato pH 6,8 e tampão fosfato salino pH 7,4, respectivamente. No ensaio de dissolução conduzido em HCl 0,1 N e 0,1% TPGS, observou-se significativo incremento, de 41% de fármaco dissolvido após 60 minutos, quando comparado com o flubendazol micronizado. As características do estado sólido do nanocristal foram avaliadas por meio de análise térmica (calorimetria exploratória diferencial e termogravimetria) e difratometria de raios X, não sendo observadas significativas alterações da estrutura cristalina. O presente trabalho também avaliou a efetividade dos nanocristais de flubendazol em tumores de pulmão, demonstrando sua expressiva capacidade de retardar o crescimento e diminuir o tamanho desses tumores em camundongos xenotransplantados

Os nanocristais são partículas de fármacos cristalinos, com tamanho médio na faixa de submicrons, geralmente entre 200 e 500 nm, estabilizados por agentes estéricos ou eletrostáticos adsorvidos na superfície das partículas do fármaco. Sua dimensão reduzida proporciona propriedades especiais, como a adesividade às mucosas e o aumento de área superficial e da solubilidade de saturação, o que melhora significativamente a biodisponibilidade de fármacos pouco solúveis em água. Outra aplicação emergente dos nanocristais é na melhoria da entrega e da retenção de fármacos em tecidos e células tumorais. Estudos demonstraram que o flubendazol é um fármaco capaz de induzir a morte celular em tumores malignos e retardar o seu crescimento, por meio da alteração que provoca na estrutura dos microtúbulos e pela inibição da polimerização da tubulina. Foi demonstrada sua atividade antiproliferativa em linhagens de leucemia, mieloma, câncer intestinal, câncer de mama e neuroblastoma. O flubendazol é também um fármaco eficaz contra os helmintos, demonstrando atividade superior na eliminação dos vermes adultos, quando comparado com a dietilcarbamazina. Embora o flubendazol pareça ser uma molécula promissora, é um fármaco praticamente insolúvel em água (0,005 mg/mL). Para atingir o efeito terapêutico desejado, é necessário o desenvolvimento de uma formulação com melhores solubilidade e biodisponibilidade. Nesse sentido, o presente trabalho apresenta o preparo e a caracterização físico-química de nanocristais de flubendazol por meio da microfluidização. Foram realizados ensaios exploratórios para avaliar a performance de diferentes agentes estabilizantes nas suspensões: o polissorbato 80, o polaxamer 188 e o D-α tocoferol polietilenoglicol 1.000 succinato (TPGS). A avaliação da distribuição do tamanho de partícula foi realizada por espalhamento de luz laser (LLS), espalhamento de luz dinâmica (DLS), análise de rastreamento de nanopartículas (NTA) e microscopia eletrônica de varredura (MEV). A utilização do TPGS favoreceu a obtenção de uma nanossuspensão com o menor diâmetro hidrodinâmico médio das partículas, de 253,9 ± 3,0 nm. Nos estudos exploratórios, também foram determinados os parâmetros ótimos de moagem do microfluidizador, sendo estabelecidos: 35.000 psi de pressão, temperatura do produto de 30°C (± 5°C) e tempo de recirculação de 2 horas/100 gramas. Objetivando alcançar o menor diâmetro hidrodinâmico médio dos nanocristais, executou-se um planejamento estatístico no qual foi avaliada a influência da concentração de flubendazol (% p/p) e de TPGS (% p/p) na formulação. A análise revelou a significativa influência da concentração do TPGS na redução do tamanho de partícula e na estabilidade físico-química da nanossuspensão. Ensaios complementares de solubilidade demonstraram que o nanocristal proporcionou incremento na solubilidade de 2,3 e 3,2 e 5,2 vezes em HCl 0,1 N, tampão fosfato pH 6,8 e tampão fosfato salino pH 7,4, respectivamente. No ensaio de dissolução conduzido em HCl 0,1 N e 0,1% TPGS, observou-se significativo incremento, de 41% de fármaco dissolvido após 60 minutos, quando comparado com o flubendazol micronizado. As características do estado sólido do nanocristal foram avaliadas por meio de análise térmica (calorimetria exploratória diferencial e termogravimetria) e difratometria de raios X, não sendo observadas significativas alterações da estrutura cristalina. O presente trabalho também avaliou a efetividade dos nanocristais de flubendazol em tumores de pulmão, demonstrando sua expressiva capacidade de retardar o crescimento e diminuir o tamanho desses tumores em camundongos xenotransplantados
Descritores: Ensaios de Seleção de Medicamentos Antitumorais
Nanopartículas/metabolismo
Antimetabólitos Antineoplásicos/classificação
-Nanotecnologia/classificação
Neoplasias Pulmonares/fisiopatologia
Limites: Animais
Masculino
Camundongos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; T615.4, G635n. 30100022543-F


  8 / 79 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-871443
Autor: Lemos, Marília Freitas de.
Título: Efeitos do metotrexate subaracnoideo sobre a medula espinal e as meninges de coelhos / Effects of spinal methotrexate over spinal cord and meninges of rabbits.
Fonte: Botucatu; s.n; 2014. 58 p.
Idioma: pt; en.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Faculdade de Medicina de Botucatu para obtenção do grau de Doutor.
Descritores: Anestesia por Condução/métodos
Antimetabólitos Antineoplásicos/toxicidade
Medula Espinal
Meninges
Metotrexato/toxicidade
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação
BR33.1


  9 / 79 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-771738
Autor: Zelada, Javier; Cantó, Gabriela; Berkovits, Alejandro; Diocares, Gonzalo; López, Adriana.
Título: Déficit adquirido de factor X en leucemia mielomonocítica crónica: reporte de un caso / Isolated factor X deficiency in chronic myelomonocytic leukemia: Report of one case
Fonte: Rev. méd. Chile;143(11):1490-1493, nov. 2015. tab.
Idioma: es.
Resumo: Bleeding disorders are commonly associated with hemato-oncologic diseases. We report a 68 years old male with a chronic myelomonocytic leukemia derived from a long lasting mielodysplastic syndrome that did not respond to treatment with Azacitidine. The patient was hospitalized due to tonic clonic seizures. A CAT scan showed a hematoma in the frontal lobe. A new assessment of hemostasis revealed an isolated deficiency of Factor X. We speculate that this deficit could be secondary to consumption due to the chronic Myelomonocytic Leukemia.
Descritores: Deficiência do Fator X/etiologia
Lobo Frontal/lesões
Leucemia Mielomonocítica Crônica/complicações
-Antimetabólitos Antineoplásicos/uso terapêutico
Azacitidina/uso terapêutico
Deficiência do Fator X/diagnóstico
Hematoma/diagnóstico
Leucócitos
Leucemia Mielomonocítica Crônica/tratamento farmacológico
Monócitos
Convulsões/complicações
Limites: Idoso
Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  10 / 79 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-752131
Autor: Todaro, Juliana; Bollmann, Patrícia Weinschenker; Rother, Edna Terezinha; Giglio, Auro del.
Título: Azacitidine and lenalidomide as an alternative treatment for refractory acute myeloid leukemia: a case report / Azacitidina e lenalidomida como alternativa de tratamento para leucemia mieloide aguda refratária: um relato de caso
Fonte: Säo Paulo med. j;133(3):271-274, May-Jun/2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: CONTEXT: Refractory acute myeloid leukemia (AML) is a difficult disease to control with second or third-line chemotherapy regimens. In this report, we describe using azacitidine in combination with lenalidomide as salvage therapy. CASE REPORT: 52-year-old female was diagnosed with refractory AML and high-risk cytogenetics: complex monosomal karyotype consisting of t (3, 3) in association with monosomy 7 and del 5q. Morphological remission associated with maintenance of the cytogenetic abnormality of chromosome 3 and disappearance of the abnormalities relating to chromosomes 5 and 7 was achieved after three cycles of combination therapy with azacitidine and lenalidomide. CONCLUSION: Azacitidine plus lenalidomide can be a therapeutic option for patients with refractory AML, as illustrated in this case. .

CONTEXTO: A leucemia mieloide aguda (LMA) refratária é considerada doença de difícil controle com regime quimioterápico de segunda ou terceira linha. Neste relato, é descrito o uso de azacitidina em combinação com lenalidomida como esquema de resgate. RELATO DE CASO: Paciente de 52 anos, do sexo feminino, com o diagnóstico de LMA refratária de alto risco citogenético, apresentava cariótipo complexo e monossômico, com t (3, 3), associado à monosomia do 7 e del 5q. Destaca-se que, após três ciclos da terapia combinada com azacitidina e lenalidomida, houve remissão morfológica, com manutenção da anormalidade citogenética relacionada ao cromossomo 3 e desaparecimento da anormalidade relacionada aos cromossomos 5 e 7. CONCLUSÃO: Azacitidina e lenalidomida podem ser opção terapêutica para pacientes com LMA refratária, como demonstrado neste caso. .
Descritores: Inibidores da Angiogênese/uso terapêutico
Antimetabólitos Antineoplásicos/uso terapêutico
Azacitidina/uso terapêutico
Leucemia Mieloide Aguda/tratamento farmacológico
Talidomida/análogos & derivados
-Inibidores da Angiogênese/administração & dosagem
Antimetabólitos Antineoplásicos/administração & dosagem
Protocolos de Quimioterapia Combinada Antineoplásica/uso terapêutico
Azacitidina/administração & dosagem
Reprodutibilidade dos Testes
Resultado do Tratamento
Talidomida/administração & dosagem
Talidomida/uso terapêutico
Limites: Feminino
Humanos
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 8 ir para página                    
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde