Base de dados : LILACS
Pesquisa : D27.505.519.389.310 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 117 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 12 ir para página                         

  1 / 117 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888808
Autor: Moraga, F A; Urriola-Urriola, N.
Título: Acetylcholine produces contractions mediated by the cyclooxygenase pathway in arterial vessels in the Chilean frog (Calyptocephalella gayi) / Acetilcolina produz contrações mediadas pela via da ciclooxigenase em vasos arteriais da rã chileno (Calyptocephalella gayi)
Fonte: Braz. j. biol;77(4):781-786, Nov. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Previous studies performed in marine fish (I. conceptionis and G. laevifrons) showed that indomethacin blocked arterial contraction mediated by acetylcholine (ACh). The objective of this study was to determine if contraction induced by acetylcholine is mediated by the cyclooxygenase pathway in several arterial vessels in the Chilean frog Calyptocephalella gayi. Arteries from the pulmonary (PA), dorsal (DA), mesenteric (MA) and iliac (IA) regions were dissected from 6 adult specimens, and isometric tension studies were done using dose response curves (DRC) for ACh (10-13 to 10-3 M) in presence of a muscarinic antagonist (Atropine 10-5 M) and an unspecific inhibitor of cyclooxygenases (Indomethacin, 10-5M). All the studied arteries exhibited vasoconstriction mediated by ACh. This vasoconstriction was abolished in the presence of atropine in DA, MA and IA and attenuated in PA. Indomethacin abolished the vasoconstriction in MA and attenuated the response in PA, DA and IA. Similar to marine fish, C. gayi have an ACh-mediated vasoconstrictor pattern regulated by muscarinic receptors that activate a cyclooxygenase contraction pathway. These results suggest that the maintenance in vasoconstrictor mechanisms mediated by ACh→COX →vasoconstriction is conserved from fish to frogs.

Resumo Estudos feitos em peixes marinhos (I. conceptionis e G. laevifrons) têm demostrado que a indometacina bloqueia a contração arterial mediada por acetilcolina (ACh). O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito da via da ciclooxigenase na contração induzida por ACh em vasos arteriais da rã chilena Calyptocephalella gayi. Foram dissecadas regiões das artérias pulmonares (PA), dorsal (DA), mesentérica (MA) e ilíaca (IA) de seis espécimes adultos e realizados estudos de tensão isométrica utilizando curvas dose-resposta (CDR) de ACh (10-13 a 10-3 M) na presença de um antagonista muscarínico (atropina, 10-5 M) e um inibidor das ciclooxigenases (indometacina, 10-5 M). Todas as artérias evidenciaram uma resposta vasoconstritora mediada por ACh. Esta resposta vasoconstrictora foi suprimida na presença de atropina nas artérias DA, MA, IA e atenuada na PA. A indometacina suprimiu a vasoconstrição na artéria MA e atenuou a resposta nas artérias PA, DA e IA. Tal como os peixes marinhos, a C. gayi tem um padrão de vasoconstrição mediado por Ach que é regulado pelos receptores muscarínicos e pela ciclooxigenase. Estes resultados sugerem a conservação dos mecanismos vasoconstrictores mediados por ACh→COX em peixes e rãs.
Descritores: Anuros/fisiologia
Atropina/farmacologia
Vasoconstrição/efeitos dos fármacos
Indometacina/farmacologia
Inibidores de Ciclo-Oxigenase/farmacologia
Antagonistas Muscarínicos/farmacologia
-Artérias/efeitos dos fármacos
Acetilcolina/farmacologia
Chile
Prostaglandina-Endoperóxido Sintases/metabolismo
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 117 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-315483
Autor: Quevedo Solidoro, Héctor José.
Título: ¿Existen diferencias sustanciales entre los inhibidores específicos de la Cox-2 / Exist substantial differences between specific inhibitors of the Cox-2?
Fonte: Rev. Soc. Peru. Med. Interna;14(3):173-177, 2001.
Idioma: es.
Descritores: Anti-Inflamatórios não Esteroides
Inibidores de Ciclo-Oxigenase
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  3 / 117 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-661399
Autor: Caravedo Baigorria, José.
Título: Antitrombóticos orales antiguos y modernos: mecanismos de acción y diferencias / Ancient and modern oral antithrombotic: mechanisms of action and differences
Fonte: Diagnóstico (Perú);51(2):70-74, abr.-jun. 2012. graf.
Idioma: es.
Descritores: Fibrinolíticos/uso terapêutico
Trombina/uso terapêutico
-Anticoagulantes/uso terapêutico
Inibidores da Agregação Plaquetária/uso terapêutico
Inibidores dos Fatores de Coagulação Sanguínea/uso terapêutico
Inibidores de Fosfodiesterase/uso terapêutico
Inibidores de Ciclo-Oxigenase/uso terapêutico
Tromboembolia
Limites: Humanos
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  4 / 117 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-546701
Autor: Batlouni, Michel.
Título: Anti-inflamatórios não esteroides: Efeitos cardiovasculares, cérebro-vasculares e renais / Nonsteroidal anti-inflammatory drugs: cardiovascular, cerebrovascular and renal effects
Fonte: Arq. bras. cardiol;94(4):556-563, abr. 2010. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Os anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) encontram-se entre os medicamentos mais prescritos em todo o mundo. Essa classe heterogênea de fármacos inclui a aspirina e vários outros agentes inibidores da ciclo-oxigenase (COX), seletivos ou não. Os AINEs não seletivos são os mais antigos, e designados como tradicionais ou convencionais. Os AINEs seletivos para a COX-2 são designados COXIBEs. Nos últimos anos, tem sido questionada a segurança do uso dos AINEs na prática clínica, particularmente dos inibidores seletivos da COX-2. As evidências sobre o aumento do risco cardiovascular com o uso de AINEs são ainda incompletos, pela ausência de ensaios randomizados e controlados com poder para avaliar desfechos cardiovasculares relevantes. Entretanto, os resultados de estudos clínicos prospectivos e de meta-análises indicam que os inibidores seletivos da COX-2 exercem importantes efeitos cardiovasculares adversos, que incluem aumento do risco de infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca, insuficiência renal e hipertensão arterial. O risco desses efeitos adversos é maior em pacientes com história prévia de doença cardiovascular ou com alto risco para desenvolvê-la. Nesses pacientes, o uso de inibidores da COX-2 deve ser limitado àqueles para os quais não há alternativa apropriada e, mesmo assim, somente em doses baixas e pelo menor tempo necessário. Embora os efeitos adversos mais frequentes tenham sido relacionados à inibição seletiva da COX-2, a ausência de seletividade para essa isoenzima não elimina completamente o risco de eventos cardiovasculares, de modo que todos os fármacos do largo espectro dos AINEs somente devem ser prescritos após consideração do balanço risco/benefício.

The nonsteroidal anti-inflammatory drugs (NSAIDs) are among the most often prescribed drugs in the world. This heterogeneous class of drugs includes aspirin and several other selective or non-selective cyclooxygenase (COX) inhibitors. The non-selective NSAIDs are the oldest ones and are called traditional or conventional NSAIDs. The selective NSAIDs are called COX-2 inhibitors. In recent years, the safety of NSAID use in clinical practice has been questioned, especially that of the selective COX-2 inhibitors. The evidence on the increase in cardiovascular risk with the use of NSAIDs is still scarce, due to the lack of randomized and controlled studies with the capacity of evaluating relevant cardiovascular outcomes. However, the results of prospective clinical trials and meta-analyses indicate that the selective COX-2 inhibitors present important adverse cardiovascular effects, which include increased risk of myocardial infarction, cerebrovascular accident, heart failure, kidney failure and arterial hypertension. The risk of these adverse effects is higher among patients with a previous history of cardiovascular disease or those at high risk to develop it. In these patients, the use of COX-2 inhibitors must be limited to those for which there is no appropriate alternative and, even in these cases, only at low doses and for as little time as possible. Although the most frequent adverse effects have been related to the selective COX-2 inhibition, the absence of selectiveness for this isoenzyme does not completely eliminate the risk of cardiovascular events; therefore, all drugs belonging to the large spectrum of NSAIDs should only be prescribed after consideration of the risk/benefit balance.
Descritores: Anti-Inflamatórios não Esteroides/efeitos adversos
Doenças Cardiovasculares/induzido quimicamente
Inibidores de Ciclo-Oxigenase/efeitos adversos
Insuficiência Renal/induzido quimicamente
Acidente Vascular Cerebral/induzido quimicamente
-Encéfalo/irrigação sanguínea
Encéfalo/efeitos dos fármacos
Sistema Cardiovascular/efeitos dos fármacos
Rim/efeitos dos fármacos
Fatores de Risco
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 117 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Carvalho, Werther Brunow de
Id: lil-218904
Autor: Carvalho, Werther Brunow de.
Título: Analgesia e sedaçäo em pediatria / Analgesia and sedation in pediatrics
Fonte: Rev. paul. pediatr;14(2):53-65, jun. 1996. ilus, tab.
Idioma: pt.
Descritores: Inibidores de Ciclo-Oxigenase/farmacologia
Analgesia/efeitos adversos
Anti-Inflamatórios/farmacologia
Analgésicos Opioides/farmacologia
Anestésicos Intravenosos/farmacologia
Sedação Consciente/efeitos adversos
Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica
-Pentobarbital/farmacologia
Flumazenil/farmacologia
Ketamina/farmacologia
Lorazepam/farmacologia
Acetaminofen/farmacologia
Meperidina/farmacologia
Morfina/farmacologia
Anestésicos Locais/farmacologia
Óxido Nitroso/farmacologia
Limites: Humanos
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Recém-Nascido
Responsável: BR584.1 - Biblioteca Central BSCAN


  6 / 117 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1040238
Autor: Lucas, Guillherme Nobre Cavalcanti; Leitão, Ana Carla Carneiro; Alencar, Renan Lima; Xavier, Rosa Malena Fagundes; Daher, Elizabeth De Francesco; Silva Junior, Geraldo Bezerra da.
Título: Pathophysiological aspects of nephropathy caused by non-steroidal anti-inflammatory drugs / Aspectos fisiopatológicos da nefropatia por anti-inflamatórios não esteroidais
Fonte: J. bras. nefrol;41(1):124-130, Jan.-Mar. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Non-steroidal anti-inflammatory drugs (NSAIDs) are commonly used medications associated with nephrotoxicity, especially when used chronically. Factors such as advanced age and comorbidities, which in themselves already lead to a decrease in glomerular filtration rate, increase the risk of NSAID-related nephrotoxicity. The main mechanism of NSAID action is cyclooxygenase (COX) enzyme inhibition, interfering on arachidonic acid conversion into E2 prostaglandins E2, prostacyclins and thromboxanes. Within the kidneys, prostaglandins act as vasodilators, increasing renal perfusion. This vasodilatation is a counter regulation of mechanisms, such as the renin-angiotensin-aldosterone system works and that of the sympathetic nervous system, culminating with compensation to ensure adequate flow to the organ. NSAIDs inhibit this mechanism and can lead to acute kidney injury (AKI). High doses of NSAIDs have been implicated as causes of AKI, especially in the elderly. The main form of AKI by NSAIDs is hemodynamically mediated. The second form of NSAID-induced AKI is acute interstitial nephritis, which may manifest as nephrotic proteinuria. Long-term NSAID use can lead to chronic kidney disease (CKD). In patients without renal diseases, young and without comorbidities, NSAIDs are not greatly harmful. However, because of its dose-dependent effect, caution should be exercised in chronic use, since it increases the risk of developing nephrotoxicity.

Resumo Os anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs) são medicamentos comumente utilizados, associados à nefrotoxicidade, sobretudo quando utilizados cronicamente. Fatores como idade avançada e comorbidades, que por si só já levam à diminuição da taxa de filtração glomerular, aumentam o risco de nefrotoxicidade dos AINEs. O principal mecanismo de ação dos AINEs é a inibição da enzima ciclooxigenase (COX), interferindo na conversão do ácido araquidônico em prostaglandinas E2, prostaciclinas e tromboxanos. Nos rins, as prostaglandinas atuam como vasodilatadoras, aumentando a perfusão renal. Essa vasodilatação atua como uma contrarregulação de mecanismos, como a atuação do sistema renina-angiotensina-aldosterona e do sistema nervoso simpático, culminando com uma compensação para assegurar o fluxo adequado ao órgão. O uso de AINEs inibe esse mecanismo, podendo causar lesão renal aguda (LRA). Altas doses de AINEs têm sido implicadas como causas de LRA, especialmente em idosos. A principal forma de LRA por AINEs é a hemodinamicamente mediada. A segunda forma de apresentação da LRA induzida por AINES é a nefrite intersticial aguda, que pode se manifestar com proteinúria nefrótica. O uso de AINEs em longo prazo pode ocasionar doença renal crônica (DRC). Nos pacientes sem doenças renais, jovens e sem comorbidades, os AINEs não apresentam grandes malefícios. Entretanto, por seu efeito dose-dependente, deve-se ter grande cautela no uso crônico, por aumentar risco de desenvolver nefrotoxicidade.
Descritores: Anti-Inflamatórios não Esteroides/efeitos adversos
Inibidores de Ciclo-Oxigenase/efeitos adversos
Insuficiência Renal Crônica/induzido quimicamente
Injúria Renal Aguda/induzido quimicamente
Nefrite Intersticial/induzido quimicamente
-Prostaglandinas E/metabolismo
Proteinúria/induzido quimicamente
Anti-Inflamatórios não Esteroides/metabolismo
Fatores de Risco
Inibidores de Ciclo-Oxigenase/metabolismo
Insuficiência Renal Crônica/fisiopatologia
Injúria Renal Aguda/fisiopatologia
Nefrite Intersticial/fisiopatologia
Limites: Humanos
Recém-Nascido
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 117 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Malafaia, Osvaldo
Texto completo
Id: lil-783801
Autor: Sousa, Eros Luiz de; Wouk, Antônio Felipe Paulino de Figueiredo; Malafaia, Osvaldo; Ribas-Filho, Jurandir Marcondes; Noronha, Lucia; Cirio, Silvana Maris; PimpãoVII, Claudia Turra; Marinho Júnior, Carlos Hespanha; Torres, Maria Fernanda; Graça, Yorgos Luiz Santos de Salles; Ferrarin, Daniel Dantas.
Título: Immediate postoperative evaluation of enteric anastomosis after the use of meloxicam in rats
Fonte: Acta cir. bras;31(5):320-326, May 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT PURPOSE : To compare ileal anastomoses in the immediate postoperative healing period after meloxicam use. METHODS: Forty two male Wistar rats were randomly divided into two groups of 21, COX and control group. To COX meloxicam in combination with morphine was given in 3 days period. Control group received only morphine during the same period. Each group was divided into three sub-groups of 7, which were euthanized at 5, 10, and 21 days postoperatively. Comparison was based in histological evaluation of collagen type I and III using sirius red, immunohistochemical through vascular endothelial growth factor and matrix metalloproteinase-9. RESULTS: Healing process in scheduled periods did not show significant differences (p>0.05) between the COX and control groups during any of the periods. CONCLUSION: The use of meloxicam in the postoperative period following ileal anastomosis did not affect healing.
Descritores: Tiazinas/farmacologia
Tiazóis/farmacologia
Cicatrização/efeitos dos fármacos
Anti-Inflamatórios não Esteroides/farmacologia
Inibidores de Ciclo-Oxigenase/farmacologia
Íleo/cirurgia
-Período Pós-Operatório
Fatores de Tempo
Anastomose Cirúrgica
Distribuição Aleatória
Ratos Wistar
Neovascularização Fisiológica/efeitos dos fármacos
Metaloproteinase 9 da Matriz/efeitos dos fármacos
Metaloproteinase 9 da Matriz/metabolismo
Modelos Animais
Colágeno Tipo I/metabolismo
Colágeno Tipo III/metabolismo
Receptores de Fatores de Crescimento do Endotélio Vascular/efeitos dos fármacos
Receptores de Fatores de Crescimento do Endotélio Vascular/metabolismo
Íleo/irrigação sanguínea
Limites: Animais
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 117 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-781325
Autor: Saad-Hossne, Rogério; Barretto, Adriana Beatriz; Siqueira, Juliana Menezes; Denadai, Rafael.
Título: Evaluation of peritoneal endometriosis treatment using intralesional acetylsalicylic acid injection in rabbits
Fonte: Acta cir. bras;31(4):227-234, Apr. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPESP.
Resumo: PURPOSE: To investigate the efficacy of intralesional 20% aspirin injection for treatment of experimental peritoneal endometriosis. Methods: Peritoneal endometriosis was experimentally induced in forty adult nulligravid female rabbits. On day 30 post-endometriosis induction, rabbits were randomly divided to assess early (10 days) and late (20 days) effects of intralesional injection of physiological saline solution (control groups) in comparison to intralesional injection of 20% bicarbonate aspirin solution (experimental groups) as follows: control group 1 (10 days, n=10); control group 2 (20 days, n=10); experimental group 3 (10 days, n=10); experimental group 4 (20 days, n=10). Resected tissues, including endometriosis foci, were qualitatively (general morphology and signs of inflammatory cells infiltrate, necrosis and apoptosis) and quantitatively (remaining endometriosis area) assessed by histopathological analysis. Results: Extensive necrosis, hemorrhage, apoptosis, and fibrosis were observed in the experimental groups 3 and 4. Groups 1 and 2 presented typical endometrial tissue cysts, respectively. Groups 3 and 4 showed sparse endometrial tissue foci and no endometrial tissue, respectively. Quantitative analysis revealed that aspirin-treated groups 3 and 4 had significantly (p<0.05) smaller remaining endometriosis area, compared to control groups 1 and 2. Conclusion: Intralesional 20% aspirin injection caused total destruction of peritoneal endometriosis foci in rabbits.
Descritores: Doenças Peritoneais/tratamento farmacológico
Injeções Intralesionais
Aspirina/administração & dosagem
Inibidores de Ciclo-Oxigenase/administração & dosagem
Endometriose/tratamento farmacológico
-Doenças Peritoneais/patologia
Peritônio/efeitos dos fármacos
Peritônio/patologia
Fatores de Tempo
Reprodutibilidade dos Testes
Resultado do Tratamento
Apoptose
Modelos Animais de Doenças
Endometriose/patologia
Endométrio/efeitos dos fármacos
Endométrio/patologia
Anti-Inflamatórios/administração & dosagem
Limites: Animais
Feminino
Coelhos
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 117 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-882011
Autor: Pérez, Yohani; Oyarzábal, Ambar; Sierra, Roxana; Mas, Rosa; Molina, Vivian; Jiménez, Sonia; González, Victor.
Título: Inhibition of cyclooxygenase (COX) and 5-lipoxygenase (5-LOX) by D-005 (A lipid extract of Acrocomia crispa fruits) / [Inhibición de la ciclooxigenasa (COX) y la 5-lipooxigenasa (5-LOX) por el D-005 (extracto lipidico del fruto de la Acrocomia crispa)
Fonte: Bol. latinoam. Caribe plantas med. aromát;16(3):319-328, mayo 2017. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: This study was aimed to investigate whether the a lipid extract from Acrocomia crispa fruits (D-005) inhibits COX and 5-LOX enzyme activities in vitro. This study demonstrates that D-005 inhibits markedly and in a dose dependent manner COX-2 and 5-LOX activities. The dual inhibition of COX-2 and 5-LOX supports further research on the potential anti-inflammatory effect of D-005.

El objetivo de este estudio fue investigar si el extracto lipídico de los frutos de Acrocomia crispa (D-005) inhibe in vitro las actividades de las enzimas COX y 5-LOX. Este estudio demuestra que el D-005 inhibe marcadamente y de manera dosis dependiente las actividades de la COX-2 y 5-LOX. La inhibición dual de la COX-2 y 5-LOX soportan futuras investigaciones sobre el potencial efecto anti-inflamatorio del D-005.
Descritores: Anti-Inflamatórios/farmacologia
Arecaceae/química
Inibidores de Ciclo-Oxigenase/farmacologia
Inibidores de Lipoxigenase/farmacologia
Extratos Vegetais/farmacologia
-Frutas
Técnicas In Vitro
Ratos Wistar
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  10 / 117 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-855558
Autor: Pinho, Márcia de Noronha; Taba Júnior, Mário; Grisi, Márcio Fernando de Moraes; Novaes Júnior, Arthur Belém; Souza, Sérgio Luís Scombatti de; Palioto, Daniela B; Pereira, Leonardo Bíoscaro.
Título: Uso de antiinflamatórios não-esteróides no tratamento das doenças periodontais crônicas / Non-steroidal anti-inflammatory drugs in the treatment of chronic periodontal disease
Fonte: Rev. Assoc. Paul. Cir. Dent;58(3):2002-204, maio-jun. 2004. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A agressão bacteriana pode ser direta, pela liberação de produtos tóxicos, ou indireta, através da inflamação. Essa inflamação é a resposta do hospedeiro frente ao agente agressor. Assim, a progressão da doença periodontal está associada à formação e produção de prostaglandinas, reconhecidamente importantes mediadores do processo inflamatório. Os medicamentos antiinflamatórios não-esteróides (AINEs) bloqueiam a síntese das prostaglandinas e apresentam baixa incidência de efeitos colaterais. A modulação da resposta inflamatória pode ser uma estratégia coadjuvante no controle da destruição periodontal. Este artigo fará uma revisão da literatura a respeito do uso dessa medicação na terapia periodontal
Descritores: ANTIINFLAMATORIOS NAO ESTEROIDES
Doenças Periodontais/terapia
Mediadores da Inflamação
Inibidores de Ciclo-Oxigenase
Prostaglandinas
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica



página 1 de 12 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde