Base de dados : LILACS
Pesquisa : D27.505.696.277.600 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 225 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 23 ir para página                         

  1 / 225 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-118809
Autor: Segura Labrada, Welsy; Trinchet Soler, Rafael M; García, Aleyda; Ferrer, Mirta.
Título: Algunos aspectos de importancia en el uso de medicamentos / Some important aspects in the use of drugs
Fonte: Rev. cuba. enferm;1(2):129-33, mayo-ago. 1985.
Idioma: es.
Resumo: Se hace una actualización de los principales aspectos establecidos en el uso de medicamentos, como son la higroscopicidad, vencimiento, revisión, refrigeración y fotosensibilidad. Se revisan conceptos fundamentales en esta materia. Se exponen los principales cuidados a tener en cuenta cuando se usan citostáticos y estupefacientes
Descritores: Uso de Medicamentos
-Antineoplásicos
Cuidados de Enfermagem
Entorpecentes
Responsável: CU1 - INFOMED - Centro Nacional de Información de Ciencias Médicas


  2 / 225 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-981437
Autor: Moreno, Carlos Alberto Salazar; Castillo, María Magdalena Alonso; Torres, Raquel Alicia Benavides; Ocañas, Lourdes Garza.
Título: Consumo de drogas médicas, medicamentos de venta libre y alcohol en adultos mayores / Consumption of medical drugs, over-the-counter medications and alcohol in elderlys / Consumo de drogas médicas, medicamentos de venda livre e álcool em idosos
Fonte: J. Health NPEPS;3(2):583-600, Julho-Dezembro. 2018.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: realizar una revisión sistemática de la literatura para identificar los estudios que reportan la frecuencia del consumo drogas médicas, medicamentos de venta libre y alcohol, así como el consumo combinado de estas sustancias en los adultos mayores. Método: se utilizó como guía la Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses, se identificaron 4,881 artículos a través de las bases de datos y tres artículos en el buscador google scholar, se eligieron doce estudios ya que cumplieron con los criterios de elegibilidad y por su calidad metodológica. Resultados: la revisión de la literatura permitió identificar que las drogas médicas más utilizadas fueron los benzodiacepinas, los sedantes, los antidepresivos y los psicotrópicos, los medicamentos de venta libre más usados fueron los analgésicos, laxantes, antiácidos y antihistamínicos; la combinación con el alcohol son prácticas observadas entre los adultos mayores. Conclusión: las drogas médicas y medicamentos de venta libre son consumidas para tratar los trastornos del sueño, depresión, ansiedad y estrés; con relación al alcohol entre el 20.3% y el 57.1% de los adultos mayores lo consumen; la combinación de alcohol y drogas médicas se observó entre el 9.3% y el 18.1%.(AU)

Objective: to perform a systematic review of the literature to identify the studies that report the frequency of consumption of medical drugs, over-the-counter medications and alcohol, as well as the combined use of these substances in the elderly. Method: the Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyzes were used as a guide, 4,881 items through the databases and three items in the search google scholar were identified, twelve studies were chosen as they met the eligibility criteria and their methodological quality. Results: the literature review allowed us to identify that the most used medical drugs were benzodiazepines, sedatives, antidepressants and psychotropic drugs, the most used over-the-counter medications were analgesics, laxatives, antacids and antihistamines; the combination with alcohol are practices observed among the elderly. Conclusion: medical drugs and over-the-counter medications are consumed to treat sleep disorders, depression, anxiety and stress; in relation to alcohol between 20.3% and 57.1% of the elderly consume it; the combination of alcohol and medical drugs was observed between 9.3% and 18.1%.(AU)

Objetivo: realizar uma revisão sistemática da literatura para identificar os estudos que revelam a frequência do consumo de drogas médicas, medicamentos de venda livre e álcool, assim como o consumo combinado dessas substâncias em idosos. Método: foi utilizada como guia a Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and MetaAnalyses, foram identificados 4,881 artigos através das bases de dados e três artigos no Navegador Google Scholar, foram selecionados doze exames já que cumpriram com os critérios de elegibilidade e pela sua qualidade metodológica. Resultados: a revisão da literatura permitiu identificar que as drogas médicas mais utilizadas foram as benzodiazepínicas, sedativos, antidepressivos e os psicotrópicos. Os medicamentos de venda livre mais usados foram os analgésicos, laxantes, antiácidos e anti-histamínicos. A combinação com o álcool é um comportamento observado nos idosos. Conclusão: as drogas médicas e medicamentos de venda livre são consumidos para o tratamento dos distúrbios do sono, depressão, ansiedade e estresse. Com relação ao álcool, entre 20.3% e 57.1% das pessoas idosas o consomem. A combinação de álcool e drogas médicas foi observada entre 9.3% e 18.1%.(AU)
Descritores: Consumo de Bebidas Alcoólicas/efeitos adversos
Saúde do Idoso
Uso de Medicamentos/estatística & dados numéricos
-Psicotrópicos/administração & dosagem
Ansiolíticos/administração & dosagem
Benzodiazepinas/administração & dosagem
Laxantes/administração & dosagem
Antagonistas dos Receptores Histamínicos/administração & dosagem
Analgésicos/administração & dosagem
Hipnóticos e Sedativos/administração & dosagem
Antiácidos/administração & dosagem
Antidepressivos/administração & dosagem
Entorpecentes/administração & dosagem
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 225 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-924591
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Instituto Nacional de Câncer.
Título: Cuidados paliativos oncológicos: controle da dor - 2002.
Fonte: Rio de Janeiro; INCA; 2002. 119 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Descritores: Cuidados Paliativos na Terminalidade da Vida
Neoplasias/terapia
Dor
-Analgesia
Entorpecentes
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Livro-Texto
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I
BR440.1; 616.0472, B823c HCI; BR440.2; 616.0472, B823c HCII; BR440.3; 616.0472, B823c HCIII; BR440.2; 616.0472, B823c DIPAT; BR440.4; 616.0472, B823c CONPREV; BR1758.1; 616-006.6, B823c


  4 / 225 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: lil-563048
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer.
Título: Cuidados paliativos oncológicos: controle da dor - 2002 / Palliative care in cancer: pain control.
Fonte: Rio de Janeiro; Brasil. Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer; 2002. 119 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Descritores: Cuidados Paliativos
Dor
Neoplasias/terapia
-Analgesia
Entorpecentes
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Livro-Texto
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I
BR440.1; 616.0472, B823c HCI


  5 / 225 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-199510
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer-INCA. Coordenadoria de Programas de Controle do Câncer-Pro-Onco.
Título: O alívio da dor do câncer: com um guia para a disponibilidade de opiáceos / Relief of pain in cancer: with a guide to availability of opiates.
Fonte: Rio de Janeiro; Brasil. Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer. Coordenadoria de Programas de Controle do Câncer; 1997. vi,70 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Descritores: Dor/tratamento farmacológico
Dor/terapia
Analgesia
Entorpecentes/uso terapêutico
Neoplasias/tratamento farmacológico
Analgésicos/administração & dosagem
Atitude do Pessoal de Saúde
-Controle de Medicamentos e Entorpecentes
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Guia
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I
BR599.1; QZ 267, INSa, 1997; BR599.1; QZ200, B823a, 1997,2 ed; BR440.1; 616.994061, B823l HCI


  6 / 225 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-519898
Autor: Ruiz, Ricardo.
Título: Opioides gastrointestinales de motilidad a secreción / Gastrointestinal opioids, from motility to secretion
Fonte: Rev. gastroenterol. Perú;18(1):12-13, ene.-abr. 1998.
Idioma: es.
Descritores: Endorfinas/fisiologia
Endorfinas/uso terapêutico
Entorpecentes/farmacologia
Entorpecentes/uso terapêutico
Trato Gastrointestinal
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  7 / 225 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-490237
Autor: Vidal Padilla, Oscar.
Título: Dolor en oncología / Pain in Oncological diseases
Fonte: Diagnóstico (Perú);46(4):179-182, oct.-dic. 2007. tab.
Idioma: es.
Descritores: Dor/etiologia
Dor/terapia
Entorpecentes/administração & dosagem
Oncologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  8 / 225 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1025703
Autor: Niño, Luis.
Título: Drogodependencia. Módulo N°5 / Drug dependence Module No. 5
Fonte: Rev. Asoc. Med. Bahía Blanca;8(2):25-34, Mar. 1998.
Idioma: es.
Descritores: Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
-Direito Penal
Tráfico de Drogas
Entorpecentes
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Aula
Responsável: AR393.1 - Centro de Información y Documentación Dr H. Urquiola


  9 / 225 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-492221
Autor: São Paulo(Estado). Secretaria da Saúde.
Título: Sistema de atenção integral aos usuários de drogas (SAIDA) / Narcotics dependence comprehensive health care system (SAIDA).
Fonte: São Paulo; s.n; 1991. [7] p.
Idioma: pt.
Descritores: Assistência Integral à Saúde
Entorpecentes
Política de Saúde
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; QV38, S239s, 1991


  10 / 225 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-480960
Autor: Soares, Maria Aparecida; Rocha, Maria do Carmo de Araújo; Carvalho, Marisa Lima; Costa, Sônia Gil.
Título: O papel da Vigilância Sanitária e o uso de opiáceos no tratamento da dor no Estado de São Paulo / Health surveillance role and the narcotics at pain treatment at São Paulo State.
Fonte: São Paulo; s.n; 1997. 29 p. ilus, mapas, tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo preocupada com o tratamento inadequado da dor, principalmente nos casos avançados de câncer, sendo suas causas: a pouca disponibilidade de opiáceos, o manejo inadequado da droga, a dificuldade de dispensação e a falta de sensibilização dos profissionais de saúde para o problema, estabelece, através do Centro de Vigilância Sanitária (CVS) entre outras atividades, a elaboração e a divulgação de material de orientação para médicos, farmacêuticos e demais profissionais de saúde na prescrição, aviamento de receitas e aquisição de drogas para alívio da dor. Através de intercâmbio com o Ministério da Saúde e a Secretaria de Vigilância Sanitária (SVC) foi possível que outras indústrias tivessem aprovados e publicados seus registros de medicamentos à base de morfina. Da mesma forma incentivou-se a empresa Fundação para o Remédio Popular (FURP) para requerer o registro e fabricar o referido medicamento com o objetivo de atender uma população de baixo poder aquisitivo. Para evitar o uso abusivo destes medicamentos o CVS criou e vem atualizando um sistema informatizado Sistema de Controle de Entorpecentes (SCE) que permite um controle da importação/exportação e comércio nacional das substâncias entorpecentes, psicotrópicas e sujeitas ao controle sanitário especial, paralelamente às inspeções. Atualmente a legislação prevê o mesmo controle denominado Balanço de Substâncias Psicoativas - BSP. A análise dos dados extraídos dos balanços anuais das indústrias farmacêuticas e farmoquímicas mostra um aumento significativo da importação da morfina bruta(aproximadamente 60% entre 1996 e 1997), assim como da produção da morfina sulfato, em anos recentes, no estado de São Paulo. Isto demonstra que esta Secretaria, através do Centro de Vigilância Sanitária, tem cumprido seu papel na sensibilização do Ministério da Saúde, do setor industrial e comercial farmacêutico e dos profissionais da área em benefício dos pacientes que necessitam de...
Descritores: Analgésicos Opioides
Condutas Terapêuticas
Controle de Medicamentos e Entorpecentes
Dor/terapia
Entorpecentes
Produção de Substâncias, Produtos e Materiais
Registros
Sistemas de Informação
-Vigilância Sanitária
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; WA672, S676p, 1997



página 1 de 23 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde