Base de dados : LILACS
Pesquisa : D27.505.954.483.396 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 69 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 7 ir para página                  

  1 / 69 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Morais, Mauro Batista de
Id: lil-263068
Autor: Morais, Mauro Batista de; Tahan, Soraia; Speridião, Patrícia da Graça Leite; Fagundes Neto, Ulysses.
Título: Constipação em Pediatria / Constipation in Pediatrics
Fonte: Pediatr. mod;35(10):777-8, 780, 782, passim, out. 1999. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Os autores ressaltam a importância da constipaçäo intestinal em Pediatria, destacando sua elevada incidência e frequentes complicaçöes. Definem os diversos termos empregados na análise do problema, estudam a fisiopatologia e as manifestaçöes clínicas da constipaçäo e o seu tratamento, expondo o programa terapêutico recomendado nessa patologia
Descritores: Fibras na Dieta/administração & dosagem
Constipação Intestinal/fisiopatologia
Constipação Intestinal/prevenção & controle
Constipação Intestinal/tratamento farmacológico
Catárticos/administração & dosagem
Catárticos/farmacologia
Catárticos/uso terapêutico
Limites: Seres Humanos
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Masculino
Feminino
Responsável: BR11.1 - Biblioteca


  2 / 69 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1011643
Autor: Wei, Hongwei; Chang, Jinhua; Liu, Pei; Li, Zhongsi; Miao, Guangxin; Liu, Xigang; Liu, Cuizhe; Zhang, Xiangrong.
Título: Design and evaluation of rhubarb total free anthraquinones oral colon-specific drug delivery granules to improve the purgative effect
Fonte: Braz. J. Pharm. Sci. (Online);55:e17110, 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Rhubarb is commonly used as a cathartic in Asian countries. However, researchers have devotedextensive concerns to the quality control and safety of rhubarb and traditional Chinese preparations composed of rhubarb due to the instable purgative effect and potential nephrotoxicity of anthraquinones. In this study, we aimed to prepare rhubarb total free anthraquinones (RTFA) oral colon-specific drug delivery granules (RTFA-OCDD-GN) to delivery anthraquinones to colon to produce purgative effect. RTFA-OCDD-GN were prepared using chitosan and Eudragit S100 through a double-layer coating process and the formulation was optimized. Continuous release studies were performed in a simulated gastric fluid (pH 1.2), followed by a small-intestinal fluid (pH 6.8) and a colonic fluid (pH 7.4, containing rat cecal contents). The purgative effect test was performed in rats. The dissolution profile of RTFA-OCDD-GN showed that the accumulative dissolution rate of RTFA was about 83.0% in the simulated colonic fluid containing rat cecal contents and only about 9.0% in the simulated gastrointestinal fluids. And the RTFA-OCDD-GN could produce the comparative purgative activity as rhubarb, suggesting it could deliver the free AQs to the colon. The RTFA-OCDD-GN was a useful media to enhance the purgative activity of free anthraquinones after administered orally.
Descritores: Rheum/efeitos adversos
Preparações Farmacêuticas
Antraquinonas/efeitos adversos
Colo
Projetos
-Catárticos/análise
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Ratos
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas


  3 / 69 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-959375
Autor: Muñoz P, Nelson; Rodríguez G, Marcelo; Campaña W, Nicolás; Agar F, Solange; Campaña V, Gonzalo.
Título: Evaluación comparativa de efectividad y tolerabilidad con polietilenglicol y picosulfato de sodio-citrato de magnesio como agentes de preparación intestinal para colonoscopia / Comparative evaluation of effectiveness and tolerability with polyethylene glycol and sodium picosulfate-magnesium citrate as intestinal preparation agents for colonoscopy
Fonte: Rev. chil. cir;70(3):224-232, 2018. tab, graf, ilus.
Idioma: es.
Resumo: Resumen Introducción La efectividad de la colonoscopia depende de múltiples factores, destacando la calidad de preparación intestinal y la tolerabilidad que tenga el paciente a la preparación administrada. Objetivo Comparar dos agentes de preparación intestinal, el polietilenglicol (PEG) y el picosulfato de sodiocitrato de magnesio (PSCM) en términos de efectividad y tolerabilidad de la preparación. Pacientes y Método Ensayo clínico aleatorizado en pacientes ambulatorios sometidos a colonoscopia en Clínica INDISA. Evaluando efectividad y tolerabilidad con el Boston Bowel Preparation Score (BBPS) y cuestionario de Lawrence [compuesto por escala Likert, dos preguntas cualitativas y escala visual análoga (EVA)], respectivamente. Resultados 189 pacientes, de los cuales 123 se aleatorizaron a PEG y 66 a PSCM. El BBPS en los pacientes que utilizaron PEG, la media fue 7,51 (DS 1,66) y con PSCM fue 7,12 (DS 1,71) (p = 0,111). Al analizar la tolerabilidad con escala Likert, la media con PEG fue 0,94 (DS 0,68) y con PSCM fue 0,63 (DS 0,61) (p = 0,0004). La EVA con PEG tuvo una media de 7,68 (DS 2,4) y con PSCM de 9,04 (DS 1,59) (p < 0,0001). Al preguntar ausentismo laboral, no hubo diferencias significativas en ambos grupos y al preguntar si ocuparía la misma preparación en una futura colonoscopia, hubo significancia estadística a favor del PSCM (p = 0,026). Conclusión No encontramos diferencias en la efectividad de preparación intestinal al comparar PEG y PSCM, sin embargo, el PSCM es mejor tolerado.

Introduction The effectiveness of colonoscopy depends on multiple factors, being two of the most important ones an adequate bowel preparation and the patient's tolerability to the preparation. Objectives Compare effectiveness and tolerability of two bowel preparation agents, polyethylene glycol (PEG) and sodium picosulfate/magnesium citrate (SPMC). Patients and Methods Randomized clinical trial on outpatients that went into colonoscopy in INDISA Clinic. We evaluated effectiveness and tolerability with Boston Bowel Preparation Score (BBPS) and Lawrence questionnaire [composed by Likert scale, two qualitative questions and Visual Analogue Scale (VAS) for pain], respectively. Results 189 patients, 123 were randomized to PEG and 66 to SPMC. BBPS average in patients in the PEG branch was 7.51 (SD 1.66) and for SPMC 7.12 (SD 1.71) (p = 0.111). Likert scale for evaluating tolerability average for PEG was 0.94 (SD 0.68) and for SPMC 0.63 (SD 0.61) (p = 0.0004). VAS scale for PEG had an average of 7.68 (SD 2.4) and for PSCM 9.04 (SD 1.59) (p < 0.0001). When we asked for workplace absenteeism, there were no significant differences between both groups and when we asked about using the same intestinal preparation in a future colonoscopy there was statistical significance in favor to SPMC (p = 0.026). Conclusions No differences were noted on effectiveness between the PEG and SPMC bowel preparations. Nevertheless, SPMC appeared to be better tolerated by patients.
Descritores: Compostos Organometálicos/administração & dosagem
Polietilenoglicóis/administração & dosagem
Catárticos/administração & dosagem
Colonoscopia/métodos
Citratos/administração & dosagem
-Picolinas/administração & dosagem
Cuidados Pré-Operatórios/métodos
Método Simples-Cego
Inquéritos e Questionários
Satisfação do Paciente
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: CL61.1 - Biblioteca Central Campus Sur


  4 / 69 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-881833
Autor: López, P(edt); Nielsen, V(edt); Pereira, G(edt).
Título: Hematemesis en una adolescente / Hematemesis in an adolescent
Fonte: Med. infant;23(1):32-38, Marzo 2016. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Catárticos/efeitos adversos
Diagnóstico Diferencial
Transtornos da Alimentação e da Ingestão de Alimentos
Hematemese/diagnóstico
Hematemese/diagnóstico por imagem
Hematemese/terapia
Comportamento Autodestrutivo
Vômito
-Gastrite
Helicobacter pylori
Limites: Seres Humanos
Feminino
Adolescente
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR305.1 - SID - Servicio de Información y Documentación


  5 / 69 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-771922
Autor: DEHGHANI, Seyed Mohsen; JAVAHERIZADEH, Hazhir; HAGHIGHAT, Mahmood; IMANIEH, Mohammad-Hadi; GHANBARI, Saeed.
Título: BOWEL PREPARATION BEFORE COLONOSCOPY FOR CHILDREN: comparison of efficacy of three different methods
Fonte: Arq. gastroenterol;52(4):311-314, Oct.-Dec. 2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Background - Colonoscopy is an important diagnostic and therapeutic procedure. Adequate bowel preparation is mandatory. Several regimens were discussed in the literature. Among the drugs which has recently used, polyethylene glycol is one of the most popular agents. Objectives - The aim of this study was to compare efficacy of three different methods for 1 day preparation before colonoscopy. Methods - This study included children with the range of ages (2-21) who had an indication of colonoscopy. Exclusion criteria were based on the history of previous surgery, parental disagreement, and patients who did not use preparation protocol. Three methods for bowel preparation were studied: 1- Polyethylene glycol only; 2- Polyethylene glycol and bisacodyl suppositories; 3- Polyethylene glycol plus normal saline enema. Boston Bowel Preparation Score was used for evaluation of preparation. SPSS version 16.0 (Chicago, IL, USA) were used for data analysis. Results - In this study 83 cases completed the bowel preparation completely. Acceptable bowel preparation was seen in 24 (85.71%), 36 (94.73%), and 14 (82.35%) of cases in PEG, PEG + bisacodyl, and PEG + normal saline enema groups respectively. PEG + bisacodyl suppositories was more effective than PEG + normal saline for the preparation of the first segment ( P=0.05). For second and third segment of colon, BPPS score was higher in PEG + bisacodyl suppositories compared to other regimens, but this difference was not statistically significant. Conclusion - There was no significant difference between 1 day colonoscopy regimens in terms of bowel preparation score. Lowest score was seen in PEG + enema group compared to other group.

Contexto - A colonoscopia é um procedimento diagnóstico e terapêutico importante. A preparação intestinal adequada é obrigatória. Vários esquemas são discutidos na literatura. Dentre as drogas que se têm usado recentemente, o polietilenoglicol é um dos agentes mais utilizados. Objetivo - O objetivo deste estudo foi comparar a eficácia de três métodos diferentes para a preparação feita 1 dia antes de colonoscopia. Métodos - Este estudo incluiu crianças com a gama de idades entre 2 e 21 anos, que tinham indicação de colonoscopia. Os critérios de exclusão foram baseados em história da cirurgia anterior, não aprovação dos pais e pacientes que não utilizaram o protocolo de preparação. Três métodos para a preparação do intestino foram estudados: 1-polietilenoglicol; 2 - polietilenoglicol e bisacodil supositórios; 3 - polietilenoglicol e enema de solução salina. O escore de Boston para preparação intestinal foi usado para a avaliação e os dados foram analisados pelo SPSS versão 16.0 (Chicago, Il, USA). Resultados - Um total de 83 pacientes concluiu completamente o preparo intestinal. Houve preparo aceitável em 24 (85,71%), 36 (94,73%) e 14 (82,35%) dos casos, nos grupos PEG, PEG + bisacodil e PEG + enema salino, respectivamente. PEG + bisacodil supositórios foi mais eficaz do que a PEG + solução salina para a preparação do primeiro segmento ( P=0,05). Para segundo e terceiro segmento do cólon, a pontuação de BPPS foi maior no grupo PEG + bisacodil supositórios em comparação com outros regimes, mas essa diferença não foi estatisticamente significativa. Conclusão - Não houve nenhuma diferença significativa entre os regimes de preparo para colonoscopia de um dia em termos de pontuação de preparação do intestino. A nota mais baixa foi vista no grupo PEG + enema em comparação com outros grupos.
Descritores: Bisacodil/administração & dosagem
Catárticos/administração & dosagem
Colonoscopia/métodos
Polietilenoglicóis/administração & dosagem
Cloreto de Sódio/administração & dosagem
-Cooperação do Paciente
Irrigação Terapêutica/métodos
Limites: Adolescente
Criança
Pré-Escolar
Feminino
Seres Humanos
Masculino
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 69 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-707346
Autor: Isaia Filho, Carlos; Jung, Lutero Koch; Mallmann, Ignácio Osório; Sosa, Fernanda Frantz; Rocha, Andréia Ribeiro da; Bueno, Priscila Tesini Brasil.
Título: Avaliação comparativa de eficácia clínica e tolerabilidade para a combinação de Cassia fistula e Senna alexandrina Miller em pacientes com constipação intestinal funcional crônica / Comparative evaluation of clinical efficacy and tolerability for the combination of Cassia fistula and Senna alexandrina Miller in patients with chronic functional constipation
Fonte: Rev. Soc. Bras. Clín. Méd;12(1), jan.-mar. 2014. tab.
Idioma: pt.
Resumo: JUSTIFICATIVA E OBJETIVO: A constipação intestinal é um problema crônico, frequente, que afeta a Qualidade de Vida dos indivíduos. O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia clínica e a tolerabilidade da composição Cassia fistula e Senna alexandrina Miller, na apresentação geleia sem açúcar, em pacientes diagnosticados com constipação intestinal funcional crônica. MÉTODOS: Estudo envolvendo 96 voluntários com diagnóstico de constipação intestinal funcional crônica, conforme Critérios de Roma III, randomizados em grupos ativo e placebo. A avaliação da eficácia primária foi realizada por meio da frequência média de evacuações, consistência média das fezes e melhora global da constipação. Foram realizadas ainda avaliações secundárias, como número de dias seguidos sem evacuação, proporção de evacuações com dor, esforço, sensação de evacuação incompleta ou bloqueio, uso de manobras manuais, sujeitos de pesquisa que aderiram às recomendações de hábitos de vida, uso de fármacos de resgate e melhora da constipação segundo avaliação do sujeito de pesquisa. RESULTADOS: A proporção de sujeitos da pesquisa que apresentou melhora global da constipação foi de 65,1% no grupo ativo e de 22,0% grupo placebo (p<0,0001). Para a maioria das avaliações secundárias de eficácia, o grupo ativo apresentou melhor desempenho quando comparado ao grupo pesquisa. De acordo com a avaliação dos sujeitos de pesquisa sobre a melhora da constipação, o grupo ativo apresentou melhor desempenho do que o grupo pesquisa. Quanto à segurança, os dois grupos apresentaram resultados similares. CONCLUSÃO: A geleia sem açúcar composta de Cassia fistula e Senna alexandrina Miller apresentou um comportamento seguro e eficaz, sendo uma alternativa para tratamento da constipação intestinal funcional crônica.

BACKGROUND AND OBJECTIVE: Intestinal constipation is a chronic and frequent problem that affects Quality of Life. The aim of this study was to evaluate the efficacy and tolerability of the composition Cassia fistula and Senna alexandrina Miller, as sugar free jelly, in patients diagnosed with chronic functional constipation. METHODS: We evaluated 96 volunteers diagnosed with functional constipation according to Rome III criteria. Volunteers were randomized into active and placebo groups. Primary efficacy endpoint was evaluated by mean frequency of bowel movements, consistency of stools and global improvement of constipation. Secondary endpoints were evaluated, such as number of days without bowel movements, proportion of bowel movements with pain, with strain, sensation of incomplete or blocked bowel movement, use of, manual maneuvers to facilitate defecation, subjects who adhered to the diet recommendation, use of rescue medication, and level of constipation improvement, according to subject evaluation. RESULTS: Global improvement of constipationwas observed in 65.1% of subjects enrolled in active group versus 22% in placebo group (p<0.0001). For most secondary efficacy evaluations, the active group performed better when compared to placebo group. According to the evaluation of the subjects on the improvement of constipation, the active group performed better than the placebo group. As for security, the two groups showed similar results. CONCLUSION: Cassia fistula and Senna alexandrina Miller sugar free jelly demonstrated to be safe and effective and it can be used as an alternative for the treatment of functional constipation.
Descritores: Cassia
Catárticos/uso terapêutico
Constipação Intestinal/tratamento farmacológico
Tolerância a Medicamentos
Laxantes/uso terapêutico
Fitoterapia
Extrato de Sena
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação


  7 / 69 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-703968
Autor: MENACHO, Aline Moraes; REIMANN, Adriano; HIRATA, Lie Mara; GANZERELLA, Caroline; IVANO, Flavio Heuta; SUGISAWA, Ricardo.
Título: Double-blind prospective randomized study comparing polyethylene glycol to lactulose for bowel preparation in colonoscopy / Estudo prospectivo randomizado duplo-cego comparando polietilenoglicol com lactulose para preparo de colon em colonoscopia
Fonte: ABCD arq. bras. cir. dig;27(1):9-12, Jan-Mar/2014. graf.
Idioma: en.
Resumo: Background: Colonoscopy is the most frequent exam used to evaluate colonic mucosa, allowing the diagnosis and treatment of many diseases. The appropriate bowel preparation is indispensable for the realization of colonoscopy. Therefore, it is necessary the use of laxative medications, preferentially by oral administration. Aim: To compare two medications used in bowel preparation in adult patients going to ambulatory colonoscopy and to analyze the patients' profile. Methods: A double-blind prospective study with 200 patients, randomized in two groups: one that received polyethilene glycol and another that received lactulose. The patients answered to questionnaires to data compilation, as tolerance, symptoms and complications related to preparation. Besides, it was also evaluated the prepare efficacy related to the presence of fecal residue. Results: Intestinal habit alterations and abdominal pain were the main reasons to realize the exams and hypertension was the most prevalent comorbidity. Ten percent of the ones who received lactulose didn't get to finish the preparation and 50% considered the taste "bad, but tolerable". The most common subjective symptom after the medication was nausea, especially after lactulose. During the exam, most of the patients who used lactulose had a "light discomfort" and the ones who used polyethilene glycol considered the discomfort as "tolerable". The quality of the preparation was good in 75%, undependable of the medication that was used. Conclusion : Polyethilene glycol was more tolerable when compared to lactulose, without difference on the quality of the preparation. .

Racional - A colonoscopia é o exame mais utilizado atualmente para avaliação da mucosa colônica, permitindo diagnóstico e tratamento de diversas doenças. O preparo de cólon adequado é imprescindível para a realização do exame. Para tanto, é necessária a utilização de laxantes, cuja via preferencial de preparo é a oral. Objetivo - Comparar duas soluções para preparo de cólon nos pacientes adultos a serem submetidos à colonoscopia em regime ambulatorial e o perfil destes pacientes. Métodos - Estudo prospectivo duplo-cego com 200 pacientes distribuídos aleatoriamente em dois grupos: um que recebeu dose padrão de polietilenoglicol e o outro que recebeu dose padrão de lactulose. Os pacientes responderam a questionários para compilação de dados, como tolerância, sintomas e complicações relacionadas ao preparo. Além disso, foi avaliada também a eficácia do preparo com relação à presença de resíduos fecais. Resultados - Alteração do hábito intestinal e dor abdominal foram os principais motivos para o exame, sendo que hipertensão a comorbidade mais prevalente. Dez por cento dos que receberam lactulona não conseguiram completar o preparo e 50% consideraram o gosto do preparo "ruim, mas tolerável". O sintoma subjetivo mais comum após o preparo foi náusea, principalmente após a lactulona. Durante o exame, a maioria dos usuários da lactulona teve desconforto "leve", sendo que os que usaram polietilenoglicol consideraram o desconforto como "tolerável". A qualidade do preparo foi boa em 75%, independentemente do preparo utilizado. Conclusão - O polietilenoglicol apresentou melhor tolerância quando comparado à lactulona, não havendo diferença na qualidade do preparo. .
Descritores: Catárticos
Colonoscopia
Fármacos Gastrointestinais
Lactulose
Polietilenoglicóis
Cuidados Pré-Operatórios/métodos
-Catárticos/efeitos adversos
Método Duplo-Cego
Lactulose/efeitos adversos
Estudos Prospectivos
Polietilenoglicóis/efeitos adversos
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 69 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-640178
Autor: Vieira, Manoel Carlos; Hashimoto, Claudio Lyoiti; Carrilho, Flair José.
Título: Bowel preparation for performing a colonoscopy: prospective randomized comparison study between a low-volume solution of polyethylene glycol and bisacodyl versus bisacodyl and a mannitol solution / Preparo de cólon para realização de colonoscopia: estudo prospectivo randomizado comparativo entre solução de polietilenoglicol baixo volume mais bisacodil versus solução de manitol mais bisacodil
Fonte: Arq. gastroenterol;49(2):162-168, Apr.-June 2012. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: CONTEXT: Colonoscopy is currently the gold standard method to examine the colon, the rectum and the terminal ileum. In order to perform the colonoscopy, it is necessary to clean the bowel and use medications that are generally poorly tolerated by the patients. OBJECTIVE: Compare the tolerability, acceptability, safety and efficacy of two solutions used for intestinal preparation for a colonoscopy. METHODS: One hundred patients matched for sex and age were prospective randomized into two groups. Polyethylene glycol group received bisacodyl 10 mg plus 1 L of polyethylene glycol the night before and 1 L on the day of the exam. Mannitol group received bisacodyl 20 mg the day before and 1 L of a 10% mannitol solution on the day of the exam. The diet was the same for both groups. Tolerability and acceptability were measured using previously validated questionnaires. In terms of safety, variations in vital signs before and after the preparation were recorded, in addition to any complications. The quality of the preparation was graded based on the Boston and Ottawa scales. RESULTS: Ninety-six percent (96%) completed the study. As for tolerability, the mannitol preparation group exhibited a significantly higher frequency of nausea, vomiting, abdominal pain, and abdominal distension than polyethylene glycol group (P < 0.05). Acceptability was significantly better in polyethylene glycol group. The polyethylene glycol solution has also previously been shown to be safer than mannitol. No difference was observed in the quality of the preparation between the two preparation methods. CONCLUSIONS: The following conclusions can be made: polyethylene glycol solution had higher tolerability, acceptability, and safety than the mannitol and should be used instead of mannitol. Both preparation solutions have similar efficacy.

CONTEXTO: O exame de colonoscopia é atualmente o padrão-ouro para investigação do cólon e íleo terminal. Para sua realização há necessidade de limpeza do cólon com soluções que, em geral, são mal toleradas pelos pacientes. OBJETIVO: Comparar duas soluções de preparo intestinal para colonoscopia quanto à tolerabilidade, aceitabilidade, segurança e efetividade. MÉTODOS: Cem pacientes pareados por sexo e idade foram randomizados prospectivamente em dois grupos. O grupo polietilenoglicol recebeu bisacodil 10 mg + 1 litro de polietilenoglicol na véspera e 1 litro no dia do exame. O grupo manitol recebeu bisacodil 20 mg na véspera e 1 litro de manitol 10% no dia do exame. A dieta foi a mesma nos dois grupos. A tolerabilidade e aceitabilidade foram aferidas por questionários previamente validados. Quanto à segurança foram avaliados: variação de sinais vitais antes e após o preparo e complicações, além de quaisquer sinais de complicação. A qualidade do preparo foi graduada através das escalas de Boston e Ottawa. RESULTADOS: Noventa e seis pacientes (96%) completaram o estudo. Quanto à tolerabilidade o grupo manitol apresentou manifestação significativamente maior de náusea, vômito, dor abdominal e distensão abdominal do que o grupo polietilenoglicol (P<0,05). Aceitabilidade foi significativamente melhor com o grupo polietilenoglicol. O grupo polietilenoglicol também se mostrou mais seguro. Não se observou diferença na qualidade do preparo entre os métodos. CONCLUSÕES: A solução de polietilenoglicol apresentou melhor tolerabilidade, aceitabilidade e segurança e deve ser usada ao invés da solução de manitol. Ambas as soluções são semelhantes em eficácia.
Descritores: Bisacodil/administração & dosagem
Catárticos/administração & dosagem
Colonoscopia/métodos
Manitol/administração & dosagem
Polietilenoglicóis/administração & dosagem
-Bisacodil/efeitos adversos
Catárticos/efeitos adversos
Manitol/efeitos adversos
Estudos Prospectivos
Polietilenoglicóis/efeitos adversos
Limites: Adolescente
Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Seres Humanos
Meia-Idade
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 69 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-525413
Autor: Mello, Vanessa D. de; Laaksonen, David E.
Título: Fibras na dieta: tendências atuais e benefícios à saúde na síndrome metabólica e no diabetes melito tipo 2: [revisão] / Dietary fibers: current trends and health benefits in the metabolic syndrome and type 2 diabetes: [review]
Fonte: Arq. bras. endocrinol. metab;53(5):509-518, jul. 2009.
Idioma: pt.
Resumo: As fibras dietéticas parecem contribuir tanto na prevenção quanto no tratamento do diabetes melito tipo 2 (DMT2). Em estudos epidemiológicos a ingestão de fibras insolúveis, e não de fibras solúveis, tem sido inversamente associada à incidência do DMT2. Por outro lado, em estudos pós-prandiais, refeições contendo quantidades suficientes de β-glucano, psyllium, ou goma-guar diminuíram as respostas da insulina e da glicose, tanto em indivíduos saudáveis como em pacientes com DMT2. Dietas enriquecidas com quantidade suficiente de fibras solúveis também parecem melhorar o controle glicêmico de uma forma geral no DMT2. As fibras insolúveis têm pouco efeito sobre as respostas pós-prandiais de insulina e glicose. As fibras da dieta aumentam a saciedade. Em alguns estudos, as fibras solúveis têm se associado com um menor aumento de peso corporal ao longo do tempo. Evidências limitadas, a partir de estudos transversais, sugerem uma associação inversa entre o consumo de fibras dos cereais e de grãos integrais e a prevalência de síndrome metabólica. Apesar da escassez de dados sobre estudos de mais longo prazo que foquem especificamente em fibras dietéticas, seguir a recomendação atual de 25 g de fibras ao dia, a partir de uma dieta rica em grãos integrais, frutas e legumes, provavelmente diminuirá o risco para a obesidade, síndrome metabólica e DMT2.

Dietary fiber may contribute to both the prevention and treatment of type 2 diabetes mellitus (T2DM). In epidemiological studies the intake of insoluble fiber, but not the intake of soluble fiber, has been inversely associated with the incidence of T2DM. In contrast, in postprandial studies, meals containing sufficiently quantities of β-glucan, psyllium, or guar gum have decreased insulin and glucose responses in both healthy individuals and patients with T2DM. Diets enriched sufficiently in soluble fiber may also improve overall glycemic control in T2DM. Insoluble fiber has little effect on postprandial insulin and glucose responses. Fiber increases satiety. In some studies, insoluble fiber has been associated with less weight gain over time. Limited cross-sectional evidence suggests an inverse relationship between intake of cereal fiber and whole-grains and the prevalence of the metabolic syndrome. Although long-term data from trials focusing on specifically dietary fiber are lacking, meeting current recommendations for a minimum fiber intake of 25 g/d based on a diet rich in whole grains, fruits and legumes will probably decrease the risk of obesity, the metabolic syndrome and T2DM.
Descritores: /prevenção & controle
DIABETES MELLITUS, TYPE TEMEFOS/prevenção & controle
Fibras na Dieta/administração & dosagem
Síndrome Metabólica/prevenção & controle
-Catárticos/administração & dosagem
/dietoterapia
DIABETES MELLITUS, TYPE TEMEFOS/dietoterapia
Estudos Epidemiológicos
Galactanos/administração & dosagem
Glucose/metabolismo
Insulina/metabolismo
Mananas/administração & dosagem
Síndrome Metabólica/dietoterapia
Obesidade/dietoterapia
Obesidade/prevenção & controle
Período Pós-Prandial
Gomas Vegetais/administração & dosagem
Psyllium/administração & dosagem
Fatores de Risco
beta-Glucanas/administração & dosagem
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 69 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-515854
Autor: Álvarez L., Luis.
Título: Tratamiento farmacológico de enfermedades gastrointestinales durante el embarazo / Gastrointestinal medication in pregnancy
Fonte: Gastroenterol. latinoam;18(3):286-298, jul.-sept. 2007. tab.
Idioma: es.
Resumo: Medication of gastrointestinal disorders in the pregnancy, as well as of other pathological conditions, represent an important challenge for gastroenterologist and obstetrician. Several new medications has been developed in the last year and an adequate knowledge about the risks and benefits of different drugs involved in the treatment of these patients is very important. Classification of the drugs used in gastrointestinal diseases as well the available evidence of the effects these drugs during pregnancy is analyzed.

El tratamiento de las enfermedades gastrointestinales en el embarazo, así como otras condiciones patológicas, representa un importante desafió para los gastroenterólogos y obstetras. Nuevos medicamentos han sido desarrollados en el último tiempo y un adecuado conocimiento sobre los riesgos y beneficios de las diferentes drogas involucradas en el tratamiento de estas pacientes es muy importante. La clasificación de las drogas usadas en las enfermedades gastrointestinales, así como la evidencia disponible de los efectos de estos medicamentos durante el embarazo es analizada.
Descritores: Imunossupressores/uso terapêutico
Antieméticos/uso terapêutico
Complicações na Gravidez/tratamento farmacológico
Gastroenteropatias/tratamento farmacológico
Antagonistas dos Receptores Histamínicos H2
Inibidores Enzimáticos/uso terapêutico
-Antibacterianos/efeitos adversos
Antidiarreicos/uso terapêutico
Bombas de Próton/antagonistas & inibidores
Catárticos/uso terapêutico
Complicações na Gravidez/induzido quimicamente
Doenças Inflamatórias Intestinais/tratamento farmacológico
Síndrome do Intestino Irritável/tratamento farmacológico
Úlcera Péptica/tratamento farmacológico
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central



página 1 de 7 ir para página                  
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde