Base de dados : LILACS
Pesquisa : D27.505.954.483.620 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 22 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 22 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1016294
Autor: Amaya, Romina.
Título: Síndrome de intestino irritable en adultos en atención primaria: resumen de la guía NICE / Irritable bowel syndrome in adults in primary care (NICE clinical guideline CG61)
Fonte: Evid. actual. práct. ambul;21(2):66-67, jul. 2018.
Idioma: es.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Guias de Prática Clínica como Assunto
Constipação Intestinal/terapia
Síndrome do Intestino Irritável/terapia
Diarreia/terapia
-Parassimpatolíticos/uso terapêutico
Peptídeos/uso terapêutico
Inibidores de Captação de Serotonina/uso terapêutico
Constipação Intestinal/etiologia
Síndrome do Intestino Irritável/complicações
Diarreia/etiologia
Dietoterapia/métodos
Laxantes/uso terapêutico
Loperamida/uso terapêutico
Antidepressivos Tricíclicos/uso terapêutico
Antidiarreicos/uso terapêutico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central


  2 / 22 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1003047
Autor: Cabral, Catia; Novais, António; Araújo, David; Mosca, Ana.
Título: Easy resolution of severe obstructive kidney injury
Fonte: Rev. Assoc. Med. Bras. (1992);65(3):333-335, Mar. 2019. graf.
Idioma: en.
Resumo: SUMMARY Chronic constipation is a common diagnosis with a high prevalence in the elderly. Constipation affects the quality of life of sick individuals, bringing several clinical complications.

RESUMO A obstipação crônica é um diagnóstico com alta prevalência comum em idosos. A constipação afeta a qualidade de vida das pessoas doentes, carregando muitas complicações clínicas.
Descritores: Constipação Intestinal/complicações
Insuficiência Renal/etiologia
-Ureter/patologia
Ureter/diagnóstico por imagem
Tomografia Computadorizada por Raios X
Doença Crônica
Constipação Intestinal/induzido quimicamente
Constipação Intestinal/diagnóstico por imagem
Insuficiência Renal/diagnóstico por imagem
Laxantes/efeitos adversos
Limites: Humanos
Feminino
Idoso de 80 Anos ou mais
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 22 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1147361
Autor: Grupo de Trabajo de Constipación del Comité Nacional de Gastroenterología Pediátrica de la Sociedad Argentina de Pediatría.
Título: Estreñimiento funcional en pediatría, diagnóstico y tratamiento / Functional constipation in pediatrics, diagnosis and treatment
Fonte: Arch. argent. pediatr;119(1):S39-S47, feb. 2021. tab, ilus.
Idioma: es.
Resumo: El estreñimiento funcional es un motivo de consulta frecuente en pediatría, con una prevalencia del 3 %. El Grupo de Trabajo de Constipación del Comité de Gastroenterología de la Sociedad Argentina de Pediatría se reunió con el objetivo de actualizar el diagnóstico y tratamiento de la constipación funcional en pediatría.Se realizó una búsqueda de literatura para evaluar la calidad de la evidencia. Ante un paciente constipado, es fundamental una historia y examen clínico completos. Los Criterios de Roma IV establecen pautas que, habitualmente, permiten diagnosticar la constipación funcional y evitar estudios innecesarios. La realización de estudios diagnósticos solo se pondrá en consideración ante la presencia de respuesta refractaria al tratamiento médico o en los casos de signos de alarma (banderas rojas). El primer paso del tratamiento es la desimpactación (por vía oral o enemas), seguida del tratamiento dietético, de hábitos y laxantes (es de primera elección el polietilenglicol).

Functional constipation is a common disease and one of the most frequent reasons of visit in pediatric clinics with a 3 % of prevalence. The Constipation Working Group of the Gastroenterology Committee of the Sociedad Argentina de Pediatría met with the objective of updating the diagnosis and treatment of functional constipation in pediatrics.A literature search was performed to assess the quality of the evidence. In a constipated patient, a complete history and clinical examination is essential. The Rome IV Criteria establish guidelines that usually allow us to diagnose functional constipation, avoiding unnecessary studies. The performance of diagnostic studies will only be considered in the absence of response to medical treatment or in cases of alarm signs (red flags). The first step of treatment is disimpaction (orally or enemas), followed by dietary treatment, habits and laxatives, with polyethylene glycol being the first choice.
Descritores: Constipação Intestinal/diagnóstico
Laxantes/uso terapêutico
-Constipação Intestinal/tratamento farmacológico
Constipação Intestinal/terapia
Incontinência Fecal
Limites: Humanos
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Tipo de Publ: Guia
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  4 / 22 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-977699
Autor: Silva, Simoni Urbano da; Barufaldi, Laura Augusta; Andrade, Silvânia Suely Caribé de Araújo; Santos, Maria Aline Siqueira; Claro, Rafael Moreira.
Título: Estado nutricional, imagem corporal e associação com comportamentos extremos para controle de peso em adolescentes brasileiros, Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar de 2015 / Nutritional status, body image, and their association with extreme weight control behaviors among Brazilian adolescents, National Adolescent Student Health Survey 2015
Fonte: Rev. bras. epidemiol;21(supl.1):e180011, 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO: Introdução: Este estudo objetivou analisar a associação entre estado nutricional, percepção da imagem corporal e comportamentos extremos para controle de peso nos adolescentes. Metodologia: Estudo transversal analítico, realizado no Brasil a partir da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE) de 2015, com adolescentes de 13 a 17 anos. Estado nutricional e percepção da imagem corporal foram as variáveis independentes. As dependentes foram vômito ou uso de laxantes e uso de remédios e outras fórmulas para controle de peso nos últimos 30 dias. Modelos de regressão de Poisson foram empregados para associação, com uso de variáveis demográficas para controle. Resultados: 7,4% dos adolescentes (IC95% 6,7 - 8,2) relataram vômito ou uso de laxantes, sem diferença entre os sexos. A prevalência de uso de remédio e fórmulas foi maior entre meninos (7,8%; IC95% 6,6 - 8,9). A associação entre estado nutricional e comportamentos extremos não foi significativa; entretanto, a prevalência de vômito ou uso de laxantes foi 2,3 (IC95% 1,1 - 4,7) vezes maior em meninos e 5,3 (IC95% 3,3 - 8,6) vezes maior em meninas que se sentiam muito gordos(as), ao passo que uso de remédios e fórmulas foi 4,0 vezes (IC95% 2,3 - 7,1) maior em meninas que sentiam muito gordas. Conclusão: A percepção da imagem corporal parece ter maior influência na prática dos comportamentos extremos do que o estado nutricional. Estratégias envolvendo serviços de saúde e escolas têm grande potencialidade para ações que impactem positivamente na autoestima e na saúde dos estudantes.

ABSTRACT: Introduction: This study aimed to analyze the association between nutritional status, body image perception, and extreme weight control behaviors among adolescents. Methods: This is an analytical cross-sectional study conducted in Brazil based on the National Adolescent Student Health Survey (Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar - PeNSE) of 2015, with adolescents aged 13 to 17 years. Nutritional status and body image perception were the independent variables. The two dependent variables were vomiting or laxative use and use of medicines and other formulas for weight control in the 30 days prior to data collection. We used Poisson regression models for association, with demographic variables for control. Results: 7.4% of adolescents (95%CI 6.7 - 8.2) reported vomiting or using laxatives, with no difference between genders. The prevalence of use of medicines and formulas was higher among boys (7.8%; 95%CI 6.6 - 8.9). The association between nutritional status and extreme behaviors was not significant. However, the prevalence of vomiting or laxative use for adolescents who considered themselves very fat was 2.3 (95%CI 1.1 - 4.7) times higher for boys and 5.3 (95%CI 3.3 - 8.6) times higher for girls, while the use of medicines and formulas was 4.0 (95%CI 2.3 - 7.1) times higher for girls who considered themselves very fat. Conclusion: Body image perception seems to have a greater influence on extreme behaviors than nutritional status. Strategies involving health services and schools have great potential to impact the self-esteem and health of students positively.
Descritores: Imagem Corporal/psicologia
Estado Nutricional
Inquéritos Epidemiológicos/estatística & dados numéricos
Comportamento do Adolescente/psicologia
-Instituições Acadêmicas
Fatores Socioeconômicos
Vômito/epidemiologia
Percepção de Peso
Perda de Peso
Atitude Frente a Saúde
Estudos Transversais
Distribuição por Sexo
Laxantes/administração & dosagem
Uso Indevido de Medicamentos/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 22 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-981437
Autor: Moreno, Carlos Alberto Salazar; Castillo, María Magdalena Alonso; Torres, Raquel Alicia Benavides; Ocañas, Lourdes Garza.
Título: Consumo de drogas médicas, medicamentos de venta libre y alcohol en adultos mayores / Consumption of medical drugs, over-the-counter medications and alcohol in elderlys / Consumo de drogas médicas, medicamentos de venda livre e álcool em idosos
Fonte: J. Health NPEPS;3(2):583-600, Julho-Dezembro. 2018.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: realizar una revisión sistemática de la literatura para identificar los estudios que reportan la frecuencia del consumo drogas médicas, medicamentos de venta libre y alcohol, así como el consumo combinado de estas sustancias en los adultos mayores. Método: se utilizó como guía la Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses, se identificaron 4,881 artículos a través de las bases de datos y tres artículos en el buscador google scholar, se eligieron doce estudios ya que cumplieron con los criterios de elegibilidad y por su calidad metodológica. Resultados: la revisión de la literatura permitió identificar que las drogas médicas más utilizadas fueron los benzodiacepinas, los sedantes, los antidepresivos y los psicotrópicos, los medicamentos de venta libre más usados fueron los analgésicos, laxantes, antiácidos y antihistamínicos; la combinación con el alcohol son prácticas observadas entre los adultos mayores. Conclusión: las drogas médicas y medicamentos de venta libre son consumidas para tratar los trastornos del sueño, depresión, ansiedad y estrés; con relación al alcohol entre el 20.3% y el 57.1% de los adultos mayores lo consumen; la combinación de alcohol y drogas médicas se observó entre el 9.3% y el 18.1%.(AU)

Objective: to perform a systematic review of the literature to identify the studies that report the frequency of consumption of medical drugs, over-the-counter medications and alcohol, as well as the combined use of these substances in the elderly. Method: the Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyzes were used as a guide, 4,881 items through the databases and three items in the search google scholar were identified, twelve studies were chosen as they met the eligibility criteria and their methodological quality. Results: the literature review allowed us to identify that the most used medical drugs were benzodiazepines, sedatives, antidepressants and psychotropic drugs, the most used over-the-counter medications were analgesics, laxatives, antacids and antihistamines; the combination with alcohol are practices observed among the elderly. Conclusion: medical drugs and over-the-counter medications are consumed to treat sleep disorders, depression, anxiety and stress; in relation to alcohol between 20.3% and 57.1% of the elderly consume it; the combination of alcohol and medical drugs was observed between 9.3% and 18.1%.(AU)

Objetivo: realizar uma revisão sistemática da literatura para identificar os estudos que revelam a frequência do consumo de drogas médicas, medicamentos de venda livre e álcool, assim como o consumo combinado dessas substâncias em idosos. Método: foi utilizada como guia a Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and MetaAnalyses, foram identificados 4,881 artigos através das bases de dados e três artigos no Navegador Google Scholar, foram selecionados doze exames já que cumpriram com os critérios de elegibilidade e pela sua qualidade metodológica. Resultados: a revisão da literatura permitiu identificar que as drogas médicas mais utilizadas foram as benzodiazepínicas, sedativos, antidepressivos e os psicotrópicos. Os medicamentos de venda livre mais usados foram os analgésicos, laxantes, antiácidos e anti-histamínicos. A combinação com o álcool é um comportamento observado nos idosos. Conclusão: as drogas médicas e medicamentos de venda livre são consumidos para o tratamento dos distúrbios do sono, depressão, ansiedade e estresse. Com relação ao álcool, entre 20.3% e 57.1% das pessoas idosas o consomem. A combinação de álcool e drogas médicas foi observada entre 9.3% e 18.1%.(AU)
Descritores: Consumo de Bebidas Alcoólicas/efeitos adversos
Saúde do Idoso
Uso de Medicamentos/estatística & dados numéricos
-Psicotrópicos/administração & dosagem
Ansiolíticos/administração & dosagem
Benzodiazepinas/administração & dosagem
Laxantes/administração & dosagem
Antagonistas dos Receptores Histamínicos/administração & dosagem
Analgésicos/administração & dosagem
Hipnóticos e Sedativos/administração & dosagem
Antiácidos/administração & dosagem
Antidepressivos/administração & dosagem
Entorpecentes/administração & dosagem
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 22 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-954579
Autor: Sobrado, Carlos Walter; Corrêa Neto, Isaac José Felippe; Pinto, Rodrigo Ambar; Sobrado, Lucas Faraco; Nahas, Sergio Carlos; Cecconello, Ivan.
Título: Diagnosis and treatment of constipation: a clinical update based on the Rome IV criteria / Diagnóstico e tratamento da constipação crônica: atualização baseado nos critérios Roma IV
Fonte: J. coloproctol. (Rio J., Impr.);38(2):137-144, Apr.-June 2018. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT The aim of this study was to evaluate the published professional association guidelines regarding the current diagnosis and treatment of functional intestinal constipation in adults and to compare those guidelines with the authors' experience to standardize actions that aid clinical reasoning and decision-making for medical professionals. A literature search was conducted in the Medline/PubMed, Scielo, EMBASE and Cochrane online databases using the following terms: chronic constipation, diagnosis, management of chronic constipation, Roma IV and surgical treatment. Conclusively, chronic intestinal constipation is a common condition in adults and occurs most frequently in the elderly and in women. Establishing a precise diagnosis of the physiopathology of functional chronic constipation is complex and requires many functional tests in refractory cases. An understanding of intestinal motility and the defecatory process is critical for the appropriate management of chronic functional intestinal constipation, with surgery reserved for cases in which pharmacologic intervention has failed. The information contained in this review article is subject to the critical evaluation of the medical specialist responsible for determining the action plan to be followed within the context of the conditions and clinical status of each individual patient.

RESUMO O objetivo deste trabalho foi avaliar os consensos de sociedade de especialistas e guidelines publicados sobre o diagnóstico e tratamento da constipação intestinal crônica em adultos, e confrontar com a experiência dos autores, a fim de padronizar condutas que auxiliem o raciocínio e a tomada de conduta do médico. Foi realizada busca na literatura científica, mais precisamente nas bases de dados eletrônicos Medline/Pubmed, Scielo, EMBASE and Cochrane, tendo sido utilizado os seguintes descritores: chronic constipation, diagnosis, management of chronic constipation, Roma IV and surgical treatment. Pode-se concluir que constipação crônica é condição comum em adultos, ocorrendo com maior frequência em idosos e mulheres. Identificar com precisão a fisiopatologia presente na constipação crônica funcional é complexo, requerendo a realização de testes funcionais nos casos refratários. O entendimento da motilidade intestinal e do mecanismo defecatório é importante para o manejo da constipação intestinal crônica funcional, sendo o tratamento cirúrgico indicado para casos selecionados, onde à abordagem medicamentosa não surtiu efeito. As informações contidas neste artigo de revisão devem ser submetidas à avaliação e à crítica do médico especialista responsável pela conduta a ser tomada, frente à sua realidade e ao estado clínico de cada paciente.
Descritores: Constipação Intestinal/cirurgia
Constipação Intestinal/diagnóstico
Constipação Intestinal/tratamento farmacológico
-Diafragma da Pelve/fisiopatologia
Constipação Intestinal/fisiopatologia
Laxantes/uso terapêutico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR545.3 - Biblioteca ICBS


  7 / 22 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-984653
Autor: Vandenplas, Yvan; Devreker, Thierry.
Título: Functional constipation in children / Constipação funcional em crianças
Fonte: J. pediatr. (Rio J.);95(1):1-3, Jan.-Feb. 2019.
Idioma: en.
Descritores: Musa
Laxantes
-Biomassa
Constipação Intestinal
Limites: Humanos
Criança
Adolescente
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 22 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-984656
Autor: Cassettari, Vanessa Mello Granado; Machado, Nilton Carlos; Lourenção, Pedro Luiz Toledo de Arruda; Carvalho, Marry Assis; Ortolan, Erika Veruska Paiva.
Título: Combinations of laxatives and green banana biomass on the treatment of functional constipation in children and adolescents: a randomized study / Combinações de laxantes e biomassa de banana verde no tratamento de constipação funcional em crianças e adolescentes: estudo randomizado
Fonte: J. pediatr. (Rio J.);95(1):27-33, Jan.-Feb. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objectives: Evaluate the effect of combinations of green banana biomass and laxatives in children and adolescents with chronic constipation. Methods: This was a randomized study of 80 children and adolescents with functional constipation according to the Rome IV Criteria, who were divided into five groups: (1) green banana biomass alone; (2) green banana biomass plus PEG 3350 with electrolytes; (3) green banana biomass plus sodium picosulfate; (4) PEG 3350 with electrolytes alone; and (5) sodium picosulfate alone. Primary outcome measure was the reduction of the proportion of patients with Bristol Stool Form Scale ratings 1 or 2. Secondary outcome measures were: increase of the proportion of >3 bowel movements/week and reduction of the proportion of fecal incontinence, straining on defecation, painful defecation, blood in stool, abdominal pain, and decreased laxative doses. Results: On consumption of green banana biomass alone, a statistically significant reduction was observed in the proportion of children with Bristol Stool Form Scale rating 1 or 2, straining on defecation, painful defecation, and abdominal pain. Conversely, no reduction was observed in fecal incontinence episodes/week, blood in stool, and no increase was observed in the proportion of children with >3 bowel movements/week. The percentage of children who required decreased laxative dose was high when green banana biomass was associated with sodium picosulfate (87%), and PEG 3350 with electrolytes (63%). Green banana biomass alone and associated with laxatives was well tolerated, and no adverse effects were reported. Conclusion: Green banana biomass is advantageous as an adjunct therapy on functional constipation, mainly for reducing doses of laxatives.

Resumo Objetivos: Avaliar o efeito das combinações da biomassa de banana verde e laxantes em crianças e adolescentes com constipação crônica. Métodos: Estudo randomizado de 80 crianças e adolescentes com constipação funcional de acordo com os Critérios de Roma IV divididos em cinco grupos: 1) Somente biomassa de banana verde; 2) Biomassa de banana verde mais PEG 3350 com eletrólitos; 3) Biomassa de banana verde mais picossulfato de sódio; 4) PEG 3350 somente com eletrólitos e 5) somente picossulfato de sódio. O desfecho primário foi a redução da proporção de pacientes com as classificações 1 ou 2 da Escala de Bristol para Consistência de Fezes. Os desfechos secundários foram: aumento da produção de > 3 evacuações/semana e redução da proporção de incontinência fecal, esforço na defecação, defecação dolorosa, sangue nas fezes, dor abdominal e redução nas dose de laxantes. Resultados: No consumo somente de biomassa de banana verde há uma redução estatisticamente significativa na proporção de crianças com classificação 1 ou 2 da Escala de Bristol para Consistência de Fezes, esforço na defecação, defecação dolorosa e dor abdominal. Por outro lado, não houve redução nos episódios fecais/semana de incontinência, sangue nas fezes e nenhum aumento na proporção de crianças com > 3 evacuações/semana. O percentual de crianças que tiveram sua dose de laxante reduzida foi alto quando a biomassa de banana verde foi associada a picossulfato de sódio (87%) e PEG 3350 com eletrólitos (63%). A biomassa de banana verde sozinha e associada a laxantes foi bem tolerada e não houve efeitos adversos relatados. Conclusão: A biomassa de banana verde é vantajosa como uma terapia adjuvante na constipação funcional, principalmente na redução das doses de laxantes.
Descritores: Biomassa
Constipação Intestinal/dietoterapia
Constipação Intestinal/tratamento farmacológico
Musa
Laxantes/uso terapêutico
-Fatores Socioeconômicos
Estudos Prospectivos
Resultado do Tratamento
Terapia Combinada
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 22 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-725915
Autor: Isaia Filho, Carlos; Jung, Lutero Koch; Mallmann, Ignácio Osório; Sosa, Fernanda Frantz; Rocha, Andréia Ribeiro da; Bueno, Priscila Tesini Brasil.
Título: Avaliação da eficácia terapêutica e tolerabilidade da composição de Cassia fistula e Senna alexandrina Miller em uma amostra de voluntários com constipação intestinal funcional crônica: estudo clínico randomizado com placebo / Evaluation of clinical efficacy and tolerability for the combination of Cassia fistula + Senna alexandrina Miller in patients with chronic functional constipation: a randomized clinical study with placebo
Fonte: RBM rev. bras. med;71(8), ago. 2014.
Idioma: pt.
Resumo: Justificativa e objetivo: A constipação intestinal se caracteriza pela dificuldade constante ou eventual nas eliminações das fezes, as quais se tornam ressecadas. O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia clínica e tolerabilidade da composição Cassia fistula + Senna alexandrina Miller em pacientes diagnosticados com constipação intestinal funcional crônica (CIFC). Métodos: Estudo envolvendo 96 voluntários com diagnóstico de CIFC, conforme critérios de Rome III, randomizados em grupos ativo e placebo. A avaliação da eficácia primária foi realizada através da frequência média de evacuações (FME), consistência média das fezes (CMF) e melhora global da constipação (MGC). Foram realizadas ainda avaliações secundárias como número de dias seguidos sem evacuação, proporção de evacuações com dor, esforço, sensação de evacuação incompleta ou bloqueio, uso de manobras manuais, adesão às orientações relacionadas com a dieta, ingestão hídrica e prática de exercícios, uso da medicação de resgate e melhora da constipação, segundo avaliação subjetiva do participante. Resultados: Para os parâmetros de eficácia primária, o grupo ativo apresentou melhor desempenho do que o placebo. A proporção de participantes com MGC foi superior no grupo ativo. Para a maioria das avaliações secundárias de eficácia, o grupo ativo apresentou melhor desempenho quando comparado ao placebo. De acordo com a avaliação subjetiva dos participantes sobre a melhora da constipação, o grupo ativo apresentou melhor desempenho do que o placebo. Quanto à segurança, os dois grupos apresentaram resultados similares. Conclusão: Naturetti® na apresentação cápsulas mostrou-se seguro e eficaz comparado ao placebo, sendo alternativa para tratamento da CIFC...
Descritores: Constipação Intestinal
Eficácia
Fitoterapia
Laxantes
Segurança
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Fase III
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  10 / 22 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-704892
Autor: Chehter, Luiz.
Título: Constipação intestinal / Constipation
Fonte: RBM rev. bras. med;70(8/9), ago.-set. 2013.
Idioma: pt.
Resumo: Constipação intestinal é prevalente. O tratamento da orgânica é voltado para a causa. A etiologia da constipação funcional não é conhecida e o tratamento clínico envolve correção comportamental e medicamentos. Essas medidas podem ser aplicadas de forma associada, a relevância é para a correção de hábitos inadequados. Laxantes podem ter pronto efeito, mas não definitivo. A opção de fármacos tem aumentado, mas ainda esperamos a satisfação plena com o tratamento da constipação intestinal.
Descritores: Constipação Intestinal
Laxantes
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde