Base de dados : LILACS
Pesquisa : D27.720.031.700.141 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 30 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 30 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-73349
Autor: Säo Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Centro de Vigilância Sanitária.
Título: O óxido de etileno e sua utilizaçäo em procedimentos de esterilizaçäo de materiais e instrumentos médico-hospitalares / The ethylene oxide and its use in material sterilization and medical-hospital instruments.
Fonte: s.l; Säo Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Centro de Vigilância Sanitária; 1989. 20 p.
Idioma: pt.
Descritores: Esterilizantes Químicos
Óxido de Etileno
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2/927/Cx.V3; BR1.1/1393.00


  2 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-932973
Autor: São Paulo(Estado) Secretaria da Saúde. Coordenação dos Institutos de Pesquisa. Centro de Vigilância Sanitária. Divisão de Produtos Relacionados à Saúde. Grupo Técnico de Correlatos.
Título: Óxido de etileno como agente esterilizante de material médico-hospitalar: legislação específica.
Fonte: São Paulo; s.n; out. 2002. 104 p. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Esterilizantes Químicos
Equipamentos e Provisões Hospitalares
Óxido de Etileno
Capacitação em Serviço
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; WA670, S239o, 2002


  3 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-89479
Autor: Lima, Maria Eduarda C. A. Pereira; Bier, Maria Helena Rodegheri; Maciel, Miriam Beatriz de Tolledo; Lisboa, Rossana Touguinha; Frasson, Sandra L. Alves.
Título: Formalina: quem usa conhece: Estudo do conhecimento de enfermeiros sobre formaldeído / Formalin? do the professionals who use it know it? Study about the information nurses have about formalin
Fonte: Rev. gaúch. enferm;9(1):29-35, jan. 1988. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Os métodos de esterilizaçäo tem relevante importância na diminuiçäo da ocorrência de infecçäo hospitalar, devendo portanto ser bem conhecidos e de eficácia comprovada. O método químico de esterilizaçäo através da formalina é controvertido. O objetivo do presente trabalho é verificar o conhecimento dos enfermeiros de um hospsital de ensino de Porto Alegre a respeito da formalina, e por que ainda é utilizado este método. Concluiu-se que existem controvérsias quanto ao conhecimento sobre a formalina na populaçäo estudada e na bibliografia. Concluimos também que apesar do escasso conhecimento sobre o método a populaçäo estudada o utiliza e justifica seu uso de diversas formas
Descritores: Esterilização/métodos
Formaldeído/normas
Infecção Hospitalar/enfermagem
-Brasil
Esterilizantes Químicos/normas
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  4 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-510637
Autor: Graziano, Kazuko Uchikawa.
Título: O uso das pastilhas de paraformaldeído por instituições de saúde do Brasil: parte II / The use of paraformaldehyde tablets by Brazilian health institutions: part II / El uso de los pastillas de parformaldeído por instituciones de salud en el Brasil: parte II
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;36(3):253-261, set. 2002. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A parte I do trabalho mostrou que as pastilhas de Paraformaldeído, em condições ambientais, são utilizadas de uma forma muitas vezes inadequada quanto à sua indicação, pela maioria das instituições pesquisadas. Este artigo traz detalhes das formas de utilização das pastilhas de paraformaldeído destacando-se, dentre os problemas, a falta de adesão a uma base teórica que fundamente o processo e a ausência da sua validação, o que compromete a segurança da esterilização. As condições de "esterilização" da maioria das Instituições não incluem temperatura, acréscimo da umidade relativa e não fazem a quantificação adequada das pastilhas, assim como não possuem parâmetros fundamentados que orientem a reutilização de um mesmo grupo de pastilhas de Paraformaldeído nos processos. O uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) é bastante valorizado no manuseio deste agente químico.

The descriptions of the part I of this study showed that Paraformaldehyde tablets in environmental conditions was used in a brazilian reality as the inadequate choosing way for most of the researched Institutions. This articles shows how this chemical agent is used outstanding problems as the lack of a theoretical base and process validation compromiting, this way, the safety of the sterilization. The "sterilization" conditions of most of the Institutions didn't include temperature, increment of the relative humidity and didn't make the adapted quantification of the tablets. It was observed that the researched Institutions don't have based parameters that guide the reutilization of a same group of Paraformaldehyde tablets in the sterilization processes. The use of Individual Protection Equipment is quite valued in handle of this chemical agent.

Las descripciones de la parte I de este estudio mostrarón que las pastillas de paraformaldeído, en condiciones ambientales, fuerón utilizadas de un forma muchas vezes inadecuada para la mayoría de las instituiciones invetigadas. Este artículo muestra com detalles las formas de utilización de las pastillas de parformaldeido, destacándose problemas como la faltade una base teórica que fundamente el processo o la ausénua de su validación, lo que compromete la seguridad de laesterilización. Las condiciones de la "esterilización de la mayoría de las instituiciones no incluyerón la temperatura, el incremento de la humedad relativa y no realizarón la cuantificación adecuada de las pastillas, assim como no se tienem paramétros fundamentados que puedam orientar la reutilización de un mismo grupo de pastillas de paraformaldeído en los processos de esterilización. El uso de los equipamentos de protección individual (EPI) es bastante valorizado en lamanipulación de este agente químico.
Descritores: Esterilizantes Químicos
Esterilização/métodos
Formaldeído
-Administração de Materiais no Hospital
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta


  5 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Cianciarullo, Tamara Iwanow
Texto completo
Id: lil-510535
Autor: Graziano, Kazuko Uchikawa; Cianciarullo, Tamara Iwanow; Pinto, Terezinha de Jesus Andreoli.
Título: Reutilização das pastilhas de paraformaldeído: avaliação da sua atividade esterilizante / Reuse of paraformaldehyde tablets: evaluation of the sterilizing activity
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;36(2):184-192, jun. 2002. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: A atividade esterilizante das pastilhas de paraformaldeído reutilizadas foi avaliada por meio do monitoramento microbiológico, segundo a técnica da Association of Official Analytical Chemists (AOAC), exigida no Brasil para o registro desta categoria de saneastes junto à Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde. Preliminarmente aos testes ulometria iodométrica segundo a Society of Japanese Pharmacopeia que permitiram a construção de uma curva de concentração de formaldeído gasoso liberado por ciclo de esterilização, em relação ao número de reutilizações, subsidiando, desta forma, a escolha do momento da realização das análises microbiológicas. As pastilhas de paraformaldeído mantiveram atividade esterilizante na concentração de 3% (3g/100 cm3) num período de exposição de 4 h à temperatura de 50ºC sob umidade relativa máxima, após 12 ciclos de reutilizações de um mesmo grupo de pastilhas

The sterilizing activity of reused Paraformaldehyde tablets was assessed by microbiologic monitoring according to the Association of Official Analytical Chemists (AOAC) technic required in Brazil to register this class of sanitizing substances into the Health Ministery. Previous to the microbiologic tests, physical-chemscs assays were done through iodine titration according to the Society of Japanese Pharmacopoeia. It was possible, than, to draw a graphic showing a curve of the gaseous formaldehyde concentration discharged, at each sterilization cycle in relation to the number of reuse of the paraformaldehyde tablets.Through this graphic it was possible to chose the adequate moment to make the microbiologic analysis. After 12 cycles, the some group of the paraformaldehyde tablets kept the sterilizing activity at 3% concentration (3g/ 100 cm3), at 50ºC, for 4 hours of exposition time with great relative humidity
Descritores: Esterilizantes Químicos
Esterilização
Formaldeído
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta


  6 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Cianciarullo, Tamara Iwanow
Id: lil-143714
Autor: Graziano, Kazuko Uchikawa; Cianciarullo, Tamara Iwanow; Gontijo Filho, Paulo Pinto.
Título: Avaliaçäo da atividade esterilizante do paraformaldeído / Evaluation of sterilizing activity of paraformaldehyde tablets
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;25(1):83-94, abr. 1991. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A atividade esporocida das pastilhas de paraformaldeído foi avaliada segundo a técnica da Association of Official Analytical Chemists (1984) exigida no Brasil para registro junto ao Ministério da Saúde, desta categoria de saneante. O paraformaldeído apresentou atividade esterilizante na concentraçäo de 3 por cento (3g/cm3) em um período de exposiçäo de 4h à temperatura de 50 graus C na presença de umidade relativa.
Descritores: Aldeídos/análise
Esterilização
Esterilizantes Químicos/análise
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  7 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-827934
Autor: Lucas, D. S; Siqueira, E. T. F; Haguiwara, M. M. H; Azevedo, S. S; Yotsuyanagi, S. E; Silva, T. J. P; Soto, F. R. M.
Título: Effect of piglet castration with nonsurgical sterilant on the zootechnical performance and pork carcass quality / Efeito da castração de leitões com esterilizante não cirúrgico no desempenho zootécnico e na qualidade da carcaça suína
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;68(6):1487-1496, nov.-dez. 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: A non-surgical sterilant (NSS) was used with the objective of assessing the zootechnical performance, carcass and meat quality, and hormone levels. 90 male piglets were selected with birthweights varying between 1.5kg to 2.0kg. The control group was constituted of 45 males castrated by the conventional surgical method, at the seventh day of age, and the treated group was constituted of 45 males castrated with NSS (active principle of zinc gluconate in the concentration of 26.2mg/mL associated to the dimethyl sulfoxide at 0.5%), with the application of the first dose on the seventh day of age and the second dose on the fourteenth day of age. The zootechnical assessments were carried out on the farm and consisted: weight gain in the periods per animal and feed conversion. The slaughter of the animals and the assessment of the carcass and meat quality and hormone levels were carried out in a slaughterhouse and the municipality of Campinas (SP). The study demonstrated that the use of NSS was a viable alternative in relation to the zootechnical performance and the carcass quality. In relation to the meat quality there was no significant difference in the majority of the assessed parameters.(AU)

Foi utilizado esterilizante não cirúrgico (ENC) com o objetivo de se avaliar o desempenho zootécnico e a qualidade de carcaça, de carne e de níveis hormonais. Foram selecionados 90 leitões machos de peso entre 1,5kg e 2,0kg ao nascimento. O grupo controle foi constituído por 45 machos castrados pelo método cirúrgico convencional, ao sétimo dia de idade, e o grupo tratado foi constituído por 45 machos castrados com ENC (princípio ativo de gluconato de zinco na concentração de 26,2mg/mL associado ao dimetil sulfóxido a 0,5%), com primeira dose de aplicação ao sétimo dia de idade e a segunda dose ao 14° dia de idade. As avaliações consistiram de: ganho de peso nos períodos por animal e conversão alimentar. O abate dos animais e a avaliação da carne e de níveis hormonais foram realizados em um frigorífico, na cidade de Campinas (SP). O uso de ENC foi uma alternativa viável em relação ao desempenho zootécnico e à qualidade da carcaça. Em relação à qualidade da carne, não houve diferença significativa na maioria dos parâmetros avaliados.(AU)
Descritores: Castração/métodos
Castração/veterinária
Esterilizantes Químicos
Carne/análise
Suínos
-Gluconatos
Feromônios
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-643387
Autor: Lima Filho, Ubiracir Fernandes; Souza, Claudia Valeria Campos de; Santos, Tereza Cristina dos; Cabral, Lúcio Mendes.
Título: Proposta de diretrizes sanitárias para avaliação do prazo de validade de saneantes com ação antimicrobiana de uso na assistência à saúde / Proposal of sanitary lines of direction for evaluation of the shelf life of health assistance biocides
Fonte: Rev. direito sanit;12(2):37-58, jul.-out. 2011. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Até a finalização deste estudo, não existia no Brasil uma legislação no seguimento de produtos saneantes que disponibilizasse um guia cientificamente embasado para realização de estudos de estabilidade. O objetivo deste trabalho consiste na análise das legislações para registro de produtos saneantes de uso em assistência à saúde no Brasil, comparando seus diferentes critérios de estudo com legislações internacionais. Como resultado desta análise, propõem-se um guia para garantir a eficácia e a segurança ao longo do prazo de validade definido para estes produtos. Verifica-se que as legislações internacionais estudadas apresentam critérios mais rígidos, tais como (i) a avaliação das especificações de qualidade e segurança ao longo de todo o prazo de validade proposto; (ii) a avaliação do comportamento da embalagem e informações da rotulagem; (iii) o uso de uma metodologia de análise validada; (iv) e quando aplicável um estudo que simule as variações do produto nas condições de uso (ex.: diluições ou ativação para uso). Após análise crítica destas legislações, chega-se à proposta de um guia adequado às realidades do setor produtivo brasileiro, de forma a se regulamentar este procedimento como parte integrante do processo administrativo de registro sanitário nas rotinas da Agencia Nacional de Vigilância Sanitária - Brasil (ANVISA).
Descritores: Esterilizantes Químicos
Prazo de Validade de Produtos
Desinfetantes
Guias como Assunto
Vigilância Sanitária
Vigilância Sanitária de Produtos
Legislação
Registro de Produtos
-Serviços de Saúde
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  9 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-596402
Autor: Marinho, M. J. M; Albuquerque, C. C; Morais, M. B; Souza, M. C. G; Silva, K. M. B.
Título: Estabelecimento de protocolo para micropropagação de Lippia gracilis Schauer / Establishment of protocol for Lippia gracilis Schauer micropropagation
Fonte: Rev. bras. plantas med;13(2):246-252, 2011. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A espécie Lippia gracilis SCHAUER (Verbenaceae) é nativa do Nordeste brasileiro e se destaca pela capacidade de acumular nos tricomas glandulares óleos essenciais com atividade antimicrobiana. Tendo em vista que não constam trabalhos na literatura sobre o estabelecimento in vitro dessa espécie, este trabalho teve como objetivo estabelecer protocolo para micropropagação de L. gracilis. Para tanto, ramos contendo folhas foram coletados de plantas matrizes no habitat natural para a confecção de estacas. Em laboratório, os explantes provenientes do processo de estaquia foram assepticamente tratados e inoculados em meio MS, acrescido de fitorreguladores, com o intuito de se estabelecer a melhor dose para o desenvolvimento dos explantes. Em decorrência de altos níveis de contaminação, avaliou-se o efeito da cefalexina. No entanto, apesar do antibiótico ter apresentado diminuição na contaminação bacteriana, a porcentagem de oxidação foi elevada. Portanto, testou-se o carvão ativado, ácido ascórbico, ácido cítrico e metade dos sais de MS quanto a eficiência no controle da oxidação. Concluiu-se que, o antibiótico na concentração utilizada provocou a oxidação dos explantes e os fitorreguladores, bem como os métodos antioxidantes testados, não apresentaram resultados consistentes para o melhor desenvolvimento dos explantes e controle da oxidação, respectivamente.

The species Lippia gracilis Schauer (Verbenaceae) is native to Northeastern Brazil and has been important for its ability to accumulate essential oils with antimicrobial activity in the glandular trichomes. Since there are no reports in the literature on the micropropagation of this species, the present work aimed to establish a protocol for L. gracilis micropropagation. Thus, branches containing leaves were collected from plant matrices in their natural habitat to prepare cuttings. In the laboratory, explants from cutting were aseptically treated and inoculated onto MS medium plus plant growth regulators in order to establish the best dose for the development of explants. Due to high levels of contamination, the effect of cephalexin was evaluated. Although the antibiotic decreased the bacterial contamination, the percentage of oxidation was high. Then, activated charcoal, ascorbic acid, citric acid and half the salts of MS were tested for their effectiveness to control oxidation. In conclusion, the used antibiotic concentration resulted in oxidation of explants. Furthermore, plant growth regulators and antioxidant methods did not show consistent results for a better development of explants and control of oxidation, respectively.
Descritores: Brotos de Planta/crescimento & desenvolvimento
Brotos de Planta/embriologia
Lippia/crescimento & desenvolvimento
Protocolos/métodos
-Esterilizantes Químicos/administração & dosagem
Esterilizantes Químicos/imunologia
Óleos Voláteis/análise
Tipo de Publ: Estudo de Validação
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas


  10 / 30 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-525842
Autor: Araujo Júnior, José M de; Marques, Edmilson J; Oliveira, José V de.
Título: Potencial de isolados de Metarhizium anisopliae e Beauveria bassiana e do óleo de Nim no controle do pulgão Lipaphis erysimi (Kalt. ) (Hemiptera: Aphididae) / Potential of Metarhizium anisopliae and Beauveria bassiana isolates and Neem oil to control the Aphid Lipaphis erysimi (Kalt. ) (Hemiptera: Aphididae)
Fonte: Neotrop. entomol;38(4):520-525, July-Aug. 2009. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Avaliou-se a eficiência de Metarhizium anisopliae e Beauveria bassiana para o controle do pulgão Lipaphis erysimi (Kalt.) em couve Brassica oleracea L. var. acephala D.C., bem como sua compatibilidade com óleo de nim (Neemseto®). Dez isolados desses fungos foram utilizados, onde o isolado CG 001 de B. bassiana e o isolado CG 30 de M. anisopliae apresentaram-se como os mais virulentos com 90 por cento e 4,4 dias, e 64 por cento e 3,8 dias, de mortalidade e tempo letal médio, respectivamente. Bioensaios com o produto à base de nim nas concentrações 0,5; 1,0 e 2,0 por cento foram realizados por imersão foliar e pulverização sobre os pulgões. O tratamento com pulverização de 2,0 por cento de Neemseto® proporcionou mortalidade de 90 por cento. O teste in vitro de Neemseto® a 0,125; 0,25 e 0,5 por cento, sobre os isolados CG 001 de B. bassiana e CG 30 de M. anisopliae mostrou que esses isolados podem ter seu crescimento colonial e viabilidade alterados quando expostos a concentrações de nim maiores que 0,25 por cento. Em valores absolutos, os isolados CG 001 de B. bassiana e CG 30 de M. anisopliae foram os mais virulentos para L. erysimi, podendo ser utilizados no manejo dessa praga.

This work aimed to determine the efficiency of the entomopathogenic fungi Metarhizium anisopliae and Beauveria bassiana to control the aphid Lipaphis erysimi (Kalt.) (Hemiptera: Aphididae) in kale Brassica oleracea var acephala D.C., as well as their compatibility with a neem oil formulation (Neemseto®). Ten isolates of both fungi were tested and the most pathogenic ones were B. bassiana CG001 and M. anisopliae CG30 with 90 percent and 4.4 days, and 64 percent and 3.8 days of mortality and median lethal time, respectively. Bioassays with neem at concentrations of 0.5, 1.0 and 2.0 percent were done either by leaf discs dipping or spraying the aphids on the leaf discs. The neem spraying treatment at 2.0 percent provided 90 percent mortality. The use of B. bassiana isolate CG001 or M. anisopliae isolate CG30 with neem at 0.125, 0.25, and 0.5 percent, demonstrated that these isolates could have their spore viability or colony growth affected when exposed to neem concentrations higher than 0.25 percent. In absolute values, the isolates B. bassiana CG001 and M. anisopliae CG30 are the most virulent to L. erysimi, and could be utilized in the management of this pest.
Descritores: Afídeos
Beauveria
Esterilizantes Químicos
Glicerídeos
Metarhizium
Controle Biológico de Vetores
Terpenos
Limites: Animais
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde