Base de dados : LILACS
Pesquisa : D27.720.642.315 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 27 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 27 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-986448
Autor: Lopes, Murilo Baena; Felizardo, Klissia Romero; Brigantini, Letícia Cristina; Berger, Sandrine Bittencourt; Laxe, Laísa Araújo Cortines; Salvio, Luciana Andrea.
Título: Influência de agentes antioxidantes na resistência de união de substratos clareados / Influence of antioxidants on bond strength of bleached dental substrates
Fonte: HU rev;44(1):63-76, 2018.
Idioma: pt.
Resumo: A busca pela estética tem levado muitos pacientes ao consultório odontológico, sendo o clareamento de dentes vitais alternativa não invasiva, quando comparado à microabrasão, facetas e coroas, além de proporcionar elevado índice de sucesso para o tratamento de dentes escurecidos. Porém, há necessidade de espera de 14-21 dias para a realização de novas restaurações após o clareamento, uma vez que o efeito oxidante nos tecidos dentários pode gerar alterações estruturais no esmalte e redução da resistência de união. Este intervalo de tempo muitas vezes, não condiz com a expectativa dos pacientes, gerando insatisfação. Diante disso, estudos têm sido conduzidos com o objetivo de minimizar ou até mesmo anular o efeito adverso do oxigênio residual, possibilitando a execução pós-clareamento de restaurações adesivas com segurança e eficácia, reduzindo o tempo de espera. Uma das alternativas tem sido a utilização de agentes antioxidantes. Sendo assim, esse trabalho teve como objetivo revisar a literatura em relação aos agentes antioxidantes utilizados, bem como a eficácia dos mesmos na resistência adesiva de materiais restauradores ao substrato dental clareado. Esta revisão foi realizada através de buscas por artigos científicos, em bases de dados como Scielo, Pubmed/ Medline e Cochrane Library, sem limitação de data. Foram abrangidos, no estudo, trabalhos que envolvessem os temas "clareamento dental", "clareadores", "esmalte dentário", "dentina", "antioxidantes" e "resistência à tração", buscando analisar sua relevância clínica e científica. Avaliações que não se enquadravam no assunto principal e respectivos itens avaliados foram excluídas da revisão. Concluiu-se que a utilização de compostos antioxidantes, como o ascorbato de sódio 10% (gel e solução), proantocianidinas, catalase, chá verde 10% e alfa-tocoferol tem demonstrado efetividade na reversão dos valores de resistência de união ao esmalte clareado quando aplicados por 10 minutos (ascorbato em solução e proantocianidinas), 20 minutos (catalase), 60 minutos (chá verde, ascorbato gel e alfa-tocoferol), após o clareamento.

The search for esthetic has led many patients to the dental office, becoming the whitening of vital teeth a noninvasive alternative when compared to microabrasion, veneers and crowns, besides providing high success rate for the treatment of discolored teeth. However, there is a necessity to wait for 14-21 days to carry out new restorations after bleaching, since the oxidizing effect on dental tissues can cause structural changes in the enamel and reduction of bond strength. This time interval often does not match the expectations of patients, causing dissatisfaction. In view of this, studies have been conducted in order to minimize or even cancel the adverse effect of residual oxygen, enabling the post-bleaching performance of adhesive restorations safely and effectively, reducing the waiting time. One of the alternatives has been the use of antioxidant agents. Thus, this study aimed to review the literature in relation to the antioxidant agents used as well as their effectiveness in bond strength of restorative dental materials to the bleached substrates. This review was performed by searching for scientific articles in databases such as Scielo, PubMed / Medline and Cochrane Library, without limitation of date. It was included in the study, researches involving the themes "Tooth whitening", "Bleaching agents", "Enamel", "Dentin", "Antioxidants" and "Tensile Strength", searching to analyze its clinical and scientific relevance. The assessments that did not fit the main subject and adjacent items evaluated were excluded from the review. It can be concluded that the use of antioxidant compounds, such as 10% sodium ascorbate (gel and solution), proanthocyanidins, catalase, 10% green tea and alpha-tocopherol, have shown effectiveness in reversion of the bond strength values to bleached enamel when applied for 10 minutes (ascorbate solution and proanthocyanidins), 20 minutes (catalase), 60 minutes (green tea, gel ascorbate and alpha-tocopherol), after bleaching.
Descritores: Clareamento Dental
Antioxidantes
-Resistência à Tração
Dente
Esmalte Dentário
Materiais Dentários
Dentina
Estética
Clareadores
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  2 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-680456
Autor: Santos, Hugo de Sousa; Muratori, Maria Christina Sanches; Marques, Ana Luísa Alves; Alves, Verbena Carvalho; Cardoso Filho, Francisco das Chagas; Costa, Amilton Paulo Raposo; Pereira, Maria Marlúcia Gomes; Rosa, Carlos Alberto da Rocha.
Título: Avaliação da eficácia da água sanitária na sanitização de alfaces (Lactuca sativa) / Evaluation of the efficacy of sodium hypochlorite in sanitization of lettuce (Lactuca sativa)
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;71(1):56-60, jan.-mar. 2012. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Avaliação da eficácia da água sanitária na sanitização de alfaces (Lactuca sativa). Neste estudo, foi avaliado se a forma doméstica de utilização da água sanitária é eficiente para higienizaras alfaces (Lactuca sativa). Para tanto, foram analisadas 28 amostras de alfaces adquiridas diretamente em um supermercado no município de Teresina, PI. As amostras foram lavadas em água corrente e, na sequência, apanhadas ao acaso para formar quatro grupos, os quais foram utilizados nos diferentes tempos de tratamentos por imersão em solução de água sanitária com 200 ppm de cloro ativo: zero (controle), 15, 30 e 45 minutos. Após o tratamento, foram realizadas as análises microbiológicas: e numeração de coliformes totais, coliformes termotolerantes e Escherichia coli (EC); contagem de bactérias heterotróficas mesófilas (CBH) e de fungos (F). A solução de água sanitária com 200 ppm de cloro ativo reduziu a carga microbiana inicial de bactérias heterotróficas, coliformes termotolerantes e Escherichia coli após 15 minutos de imersão, entretanto não foi eficiente para diminuir a carga de coliformes totais, fungos filamentosos e leveduras. Concluiu-se que a forma doméstica de utilização da água sanitária, recomendada em cartilhas distribuídas aos consumidores brasileiros, não é eficiente para higienizar as alfaces contaminadas com coliformes, fungos e/ou Escherichia coli.
Descritores: Clareadores
Coliformes
Controle de Qualidade
Higiene dos Alimentos
Leveduras
Verduras
Responsável: BR76.1 - Biblioteca


  3 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1120471
Autor: Vieira, Alex Correia; Oliveira, Mario Cezar Silva de; Andrade, Adriana Castro Vieira; Leite, Mariana Ferreira; Gonçalves, Francine Lima; Silva, Jaíne Rocha e.
Título: Efeitos do uso de produtos clareadores de autoaplicação sobre a superfície de uma resina composta nanoparticulada / The effects of over-the-counter bleaching products on the surface of nanofilled composite
Fonte: Arq. odontol;56:1-7, jan.-dez. 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar a alteração da rugosidade superficial de uma resina composta nanoparticulada (Filtek Z350 XT ® ) após o uso de produtos clareadores de autoaplicação contento baixa concentração de peróxido de hidrogênio. Métodos: Para isto, foram confeccionados 30 corpos de prova deste material, divididos aleatoriamente em 3 grupos com 10 amostras cada, da seguinte forma: G1 (grupo controle) no qual as amostras não foram submetidas à ação de nenhum produto clareador; G2, realização de procedimento clareador com peróxido de hidrogênio a 10% (Crest 3D White Professional Effects Whitestrips ® ) em 2 aplicações de 30 minutos, por 10 dias consecutivos; e G3, tratamento com peróxido de hidrogênio a 7,7% (pincel Pretty Smile ® ) com o mesmo número de aplicações, tempo e dias do G2. Após este período cada corpo de prova foi analisado no rugosímetro Surftest SJ-301, para determinar a sua rugosidade superficial média. Estes dados foram então submetidos à análise estatística por meio da análise de variância (ANOVA) e teste de Tukey, nível de significância de 5% para comparações múltiplas. Resultados: Ao final do experimento, houve diferenças estatísticas significantes entre o grupo controle (G1) e os demais grupos (G2 e G3), com p < 0,05. Porém, quando analisados apenas os grupos submetidos ao clareamento com o peróxido de hidrogênio em diferentes concentrações (G2 e G3), não foi encontrada diferença significativa (p > 0,05). Conclusão: Após 10 dias, os produtos clareadores testados determinaram aumento significativo nos valores de rugosidade superficial média da resina composta nanoparticulada.

Aim: Tod evaluate the change in surface roughness of a nanoparticulate composite resin (Filtek Z350 XT ® ) after using over-the-counter bleaching products, containing a low concentration of hydrogen peroxide. Methods: For this, 30 specimens of this material were made, randomly divided into 3 groups with 10 samples each, as follows: G1 (control group) in which the samples were not subjected to the action of any bleaching product; G2, performing a bleaching procedure with 10% hydrogen peroxide (Crest 3D White Professional Effects Whitestrips ® ), in 2 applications of 30 minutes, for 10 consecutive days; and G3, treatment with 7.7% hydrogen peroxide (Pretty Smile ® ), with the same number of applications, time, and days as G2. After this period, each specimen was analyzed, using the Surftest SJ-301, to determine its average surface roughness. These data were then subjected to statistical analysis through analysis of variance (ANOVA) and Tukey's Test, with a significance level of 5% for multiple comparisons. Results: Statistically significant differences were found between the control group (G1) and the other groups (G2 and G3), with p < 0.05. However, when analyzing only the groups submitted to bleaching agents with hydrogen peroxide in different concentrations (G2 and G3), no significant difference was found (p > 0.05). Conclusions: After 10 days, the bleaching products tested in this study determined a significant increase in the average surface roughness values of the nanoparticulate composite resin.
Descritores: Clareamento Dental
Resinas Compostas/análise
Clareadores
Clareadores Dentários/uso terapêutico
Peróxido de Hidrogênio/uso terapêutico
-Resinas Sintéticas
Técnicas In Vitro
Materiais Dentários
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica


  4 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-568233
Autor: Tay Chu Jon, Lidia Yileng; Morante, Daniel Rodrigo Herrera; Kose, Carlos; Perez, Miguel Angel Muñoz; Loguerci, Alessandro Dourado.
Título: Uso de un agente desensibilizante antes del clareamiento en consultorio: reporte de caso / Use of a desensitizing agent before dental bleaching: case report
Fonte: Rev. estomatol. Hered;20(3):150-154, jul.-sept. 2010. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La sensibilidad dental se presenta como un problema común e impredecible al realizar tratamientos clareadores, ya sea con técnicas caseras o de consultorio; generalmente esta sensibilidad es moderada y se produce durante o después del tratamiento, pudiendo llegar en algunos casos a interrumpir el tratamiento. Varios estudios sugieren la aplicación de productos desensibilizantes directamente en los dientes, otros adicionan estos productos a las pastas dentales y productos clareadores para reducir el malestar del paciente. En general, los dentistas tratan la sensibilidad cuando ya ocurrió, pero en este momento la cooperación del paciente puede estar ya afectada y como consecuencia llegar a un tratamiento insatisfactorio. El objetivo de este reporte de caso es demostrar un nuevo protocolo de clareamiento usando un agente desensibilizante antes del tratamiento para prevenir la sensibilidad. En este caso, fue colocado un agente desensibilizante en las caras vestibulares de todos los dientes anteriores por 10 minutos antes del tratamiento clareador en consultorio. El mismo procedimiento se repitió después de una semana. Se observó que el uso de un gel desensibilizante a base de nitrato de potasio y flúor antes del clareamiento en consultorio no afecta la eficacia clareadora del peróxido de hidrógeno y el paciente no indicó sensibilidad después del tratamiento.

Tooth sensitivity is a common and unpredictable problem when bleaching treatments are performed in-office and home techniques. This sensitivity is usually mild in nature and resolves either during or upon completion of treatment; however in some cases they are responsible for treatment with drawal. Several studies suggest the use of desensitizing products applied directly on the teeth, others added in the formulation of toothpastes and bleaching products to reduce the discomfort for the patient. In general, dentists treat sensitivity after its occurrence, but at this time the cooperation of the patient may already be affected, leading to an unsatisfactory outcome. The objective of this case report is to demonstrate a new technique of using desensitizing products to prevent the sensitivity. In this case, before the in-office bleaching technique, a desensitizing gel was applied on the buccal surfaces of the anterior teeth for 10 min. The same procedure was repeated after one week. It was observed that the use of the desensitizing gel (5% nitrate potassium/2% NaF) before the in-office bleaching does not affect the bleaching efficacy with hydrogen peroxide and the patient did not indicate sensitivity after treatment.
Descritores: Clareadores
Clareamento Dental
Peróxido de Hidrogênio
Sensibilidade da Dentina
Limites: Humanos
Adulto
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  5 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-619707
Autor: Vega Florez, Juan Maximiliano; Chu Morales, María del Pilar.
Título: Alteraciones citológicas de la mucosa gingival por la aplicación de un blanqueador a base de peróxido de carbamida / Cytological alterations of the gingival mucosa by the application of a launderer with carbamida peroxide
Fonte: Kiru;2(1):11-17, 2005. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: El presente estudio se realizó con la finalidad de determinar alteraciones citológicas de la mucosa bucal por la aplicación de un blanqueador a base de peróxido de carbamida. Un total de 45 muestras fueron recolectadas de la mucosa gingival antes (15 muestras), durante (15 muestras) y después (15 muestras) de la aplicación del agente blanqueador, para lo cual se empleó la técnica de frotis. Las muestras citológicas fueron analizadas bajo los criterios de inflamación basada en la presencia o ausencia de PMN, alteraciones celulares, basada en la presencia o ausencia de células sin núcleo, atípica celular, sexo y edad. Se encontró que el blanqueador a base de peróxido de carbamida produce alteraciones celulares en la mucosa gingival con presencia de aumento de PMN y células sin núcleo en relación al tiempo de exposición, indicativos de reacción inflamatoria.

The objective of this study was to determine the celular alteration of the bucal mucosa when applying a tooth whitening material made of carbamide peroxide. 45 samples of gingival mucosa were collected before (15 samples), during (15 samples) and after (15 samples) tooth witheining application by frotis method. Samples were analyzed by inflammation criteria of presence or abscence of PMN and celular alterations based on presence or absscence of nucleus, atypical cells, sex and age. Tooth whitening material made of carbamide peroxide produce cellular alterations on gingival mucosa by increasment of PMN and cells whithout nucleus. The results were related to exposition time.
Descritores: Clareadores
Clareamento Dental/efeitos adversos
Mucosa Bucal/citologia
-Epidemiologia Experimental
Estudos Prospectivos
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Feminino
Adulto Jovem
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  6 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1096444
Autor: Parreiras, Sibelli Olivieri; Favoreto, Michael Willian; Cruz, Gustavo Pereira; Gomes, Anderson; Borges, Christiane Philippini Ferreira; Loguercio, Alessandro D; Reis, Alessandra.
Título: Initial and pulp chamber concentration of hydrogen peroxide using different bleaching products / Concentração de peróxido de hidrogênio na câmara pulpar utilizando diferentes produtos clareadores
Fonte: Braz. dent. sci;23(2):1-8, 2020. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Objective: This study's aim was to quantify the hydrogen peroxide (HP) penetration into the pulp chamber of teeth submitted to different protocols of bleaching. Material and Methods: Ninety premolars were randomly divided into nine groups according to the bleaching agent protocol (n = 10): control (no bleaching), carbamide peroxide 10% [10% CP], carbamide peroxide 16% [16% CP], carbamide peroxide 22% [22% CP], hydrogen peroxide 4% [4% HP], hydrogen peroxide 6% [6% HP], hydrogen peroxide 7.5% [7.5% HP], hydrogen peroxide 10% [10% HP] and hydrogen peroxide 35% [35% HP]. The penetration of HP was measured via spectrophotometric analysis of the acetate buffer solution from the pulp chamber. The absorbance of the resulting solution was determined in a spectrophotometer and converted into equivalent concentration of HP (µg/ mL). To analyze the concentration of HP, the titration of bleaching agents with potassium permanganate was used. Data were subjected to ANOVA and Tukey's test for pairwise comparison (α = 0.05). Results: Higher concentration of HP in the pulp chamber was found in the HP 35% group (p < 0.0001). No significant difference between at-home protocols were observed (p = 0.64). Titration values showed that the concentration of the products was similar to that claimed by the manufacturer. Conclusion: It follows that the amount of HP that reaches the pulp chamber is not proportional to the concentration of whitening gels, but depends on the application time recommended by the manufacturers (AU)

Objetivo: o objetivo deste estudo foi quantificar a penetração do peróxido de hidrogênio (PH) na câmara pulpar dos dentes submetidos a diferentes protocolos de clareamento. Material e Métodos: Noventa pré-molares foram divididos aleatoriamente em nove grupos, de acordo com o protocolo do agente clareador (n = 10): controle (sem clareamento), peróxido de carbamida 10% [PC 10%], peróxido de carbamida 16% [PC 16%], peróxido de carbamida 22% [PC 22%], peróxido de hidrogênio 4% [PH 4%], peróxido de hidrogênio 6% [PH 6%], peróxido de hidrogênio 7,5% [PH 7,5%], peróxido de hidrogênio 10% [PH 10%] e peróxido de hidrogênio 35% [PH 35%]. A penetração de PH foi medida por análise espectrofotométrica da solução de tampão de acetato da câmara pulpar. A absorvância da solução resultante foi determinada em um espectrofotômetro e convertida em concentração equivalente de PH (µg / mL). Para analisar a concentração de PH, foi utilizada a titulação de agentes clareadores com permanganato de potássio. Os dados foram submetidos à ANOVA e teste de Tukey para comparação pareada (α = 0,05). Resultados: Foi encontrada maior concentração de PH na câmara pulpar no grupo PH 35% (p < 0,0001). Não foi observada diferença significativa entre os protocolos domiciliares (p = 0,64). Os valores de titulação mostraram que a concentração dos produtos era semelhante à reivindicada pelo fabricante. Conclusão: Conclui-se que a quantidade de PH que atinge a câmara pulpar não é proporcional à concentração de géis clareadores, porém depende do tempo de aplicação recomendado pelos fabricantes.(AU)
Descritores: Clareamento Dental
Permeabilidade do Esmalte Dentário
Clareadores
Peróxido de Carbamida
Peróxido de Hidrogênio
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação


  7 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-844199
Autor: Doukhan, Raphael; Mallet, Luc; Pelissolo, Antoine.
Título: A case of bleach addiction associated with severe obsessive-compulsive disorder
Fonte: Rev. bras. psiquiatr;39(2):187-188, Apr.-June 2017. tab.
Idioma: en.
Descritores: Comportamento Aditivo/complicações
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/complicações
Clareadores
Transtorno Obsessivo-Compulsivo/complicações
-Escalas de Graduação Psiquiátrica
Índice de Gravidade de Doença
Comportamento Aditivo/diagnóstico
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/diagnóstico
Limites: Humanos
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-996760
Autor: Ozdogan, Alper; Yesil Duymus, Zeynep; Ozbayram, Ozlem; Bilgic, Rabia.
Título: Effect of different bleaching agents on the surface roughness and color stability of feldspathic porcelain / Efeito de diferentes agentes de clareamento na rugosidade superficial e estabilidade de cor da porcelana feldspática
Fonte: Braz. dent. sci;22(2):213-219, 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: Objective: The aim of this study was to evaluate the effect of different bleaching agents on the surface roughness and color stability of feldspathic porcelain. Material and Methods: In this study, totally 40 discshaped Noritake and Ceramco 3 feldspathic porcelain and two bleaching agents (Opalescence Boost and Opalescence Pf) were used. Bleaching agents were exposed to specimens according to their protocol. Then, the surface roughness of the specimens was evaluated with profilometer and the color of the specimens was recorded by colorimeter. Statistical analysis of the data was performed with IBM SPSS Statistics 20. Results: The results showed that that there were statistically significant differences between the bleaching agents on the surface roughness of feldspathic porcelain (p0.05). Conclusion: The obtained data presented that the bleaching agents increased the surface roughness and not affect the color stability of the feldspathic porcelain. (AU)

Objetivo: O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de diferentes agentes clareadores sobre a rugosidade superficial e estabilidade de cor da porcelana feldspática. Material e Métodos: Neste estudo, foram utilizados 40 porcelanas feldspáticas Noritake e Ceramco 3, em forma de disco, e dois agentes clareadores (Opalescence Boost e Opalescence Pf). Os agentes clareadores foram expostos às amostras de acordo com seu protocolo. Em seguida, a rugosidade superficial dos corpos de prova foi avaliada com perfilômetro e a cor dos corpos de prova foi registrada por colorímetro. A análise estatística dos dados foi realizada com o IBM SPSS Statistics 20. Resultados: Os resultados mostraram que houveram diferenças estatisticamente significantes entre os agentes clareadores na rugosidade superficial da porcelana feldspática (p 0,05). Conclusão: Os dados obtidos mostraram que os agentes clareadores aumentaram a rugosidade superficial e não afetaram a estabilidade de cor da porcelana feldspática.(AU)
Descritores: Clareamento Dental
Ligas Metalo-Cerâmicas
Cor
Porcelana Dentária
Clareadores
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação


  9 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-910289
Autor: Ferraz, Nayara Kelly Lyrio.
Título: Longevidade, efetividade, segurança e impacto na qualidade de vida relacionada à saúde bucal das técnicas de clareamento dentário caseiro e de consultório com peróxidos de baixa concentração: ensaio clínico randomizado / Longevity, effectiveness, safety and impact on oral health-related quality of life of at-home and in-office dental bleaching with low concentration peroxides: a randomized clinical trial.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2018. 83 p. ilus, tab, graf.
Idioma: en; pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Minas Gerais. Faculdade de Odontologia para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O objetivo desse estudo foi avaliar a longevidade, efetividade, segurança e o impacto na qualidade de vida relacionada à saúde bucal das técnicas de clareamento dentário utilizando baixas concentrações de peróxidos. Realizou-se um ensaio clínico randomizado, paralelo e simples cego. Os 81 participantes foram separados em três grupos (n=27): CP10%= Caseiro / peróxido de carbamida 10%(2 horas por dia durante 21 dias); HP6%= Consultório / peróxido de hidrogênio 6% (30 min/ sessão, 3 sessões, ativação luz LED/Laser); HP15%= Consultório / peróxido de hidrogênio 15% (30 min/ sessão, 3 sessões, ativação luz LED/Laser). A cor dos dentes foi avaliada em 5 momentos distintos: T1 (Baseline) = Antes do tratamento; T2 = 1 semana após o início do tratamento; T3 = 2 semanas após o início do tratamento; T4 = 1 semana após o final do tratamento e T5 = 6 meses após o final do tratamento, utilizando a escala de cor Vita Clássica e espectrofotômetro Vita Easy Shade Advance. A sensibilidade dentária foi avaliada utilizando a Escala Visual Numérica e a irritação gengival por meio do Índice Gengival Modificado - IGM. Para avaliação do impacto do clareamento na qualidade de vida utilizou-se o Oral Impact on Daily Performance (OIDP). Os dados foram analisados pelos testes de Friedman, Mann-Whitney, Qui-quadrado de Pearson e McNemar (p<0,05). Os resultados foram distribuídos em 2 artigos, de acordo com as comparações dos grupos CP10% e HP6% no primeiro artigo, e HP6% e HP15% no segundo artigo. No primeiro artigo, houve diferença estatisticamente significativa na mudança de cor (ΔE) de T1 para T4 em CP10% (p<0,001) e HP6% (p<0,001). Observou-se uma diferença significativa de ΔE em T4 entre CP10% (9,28) e HP6% (4,47) (p=0,042). A sensibilidade dentária foi significativamente maior (p=0,008) em CP10% (mediana=1,5) do que em HP6% (mediana=0,0), em T2. A irritação gengival diferiu significativamente (p=0,002) entre CP10% (mediana=0,2) e HP6% (mediana = 0,0), em T2. No segundo artigo não foram observadas diferenças significativas em relação aos parâmetros L*, a* ou b*, entre HP6% e HP15% de T1 a T5. Não foram observadas diferenças significativas entre os grupos HP6% e HP15% na sensibilidade dentária ou irritação gengival. Todos os protocolos utilizados apresentaram efetividade de clareamento. A técnica de consultório com HP6% e HP15% ocasionou baixa frequência de efeitos negativos como sensibilidade e irritação gengival. Nos dois artigos não houveram diferenças dos grupos quanto ao impacto na qualidade de vida relacionada à saúde bucal. No artigo um, a maior presença de efeitos negativos na técnica caseira não impactou significativamente a qualidade de vida relacionada à saúde bucal.(AU)

The objective of this study was to evaluate the longevity, effectiveness, safety and impact on oral health related quality of life of teeth whitening techniques using low concentrations of peroxides. A randomized, parallel and single blind trial was conducted. The 81 participants were separated into three groups (n = 27): CP10% = Homemade / 10% carbamide peroxide (2 hours per day for 21 days); HP6% = Office / Hydrogen peroxide 6% (30 min / session, 3 sessions, LED / Laser light activation); HP15% = Office / 15% hydrogen peroxide (30 min / session, 3 sessions, LED / Laser light activation). The color of the teeth was evaluated in 5 different moments: T1 (Baseline) = Before treatment; T2 = 1 week after initiation of treatment; T3 = 2 weeks after initiation of treatment; T4 = 1 week after the end of the treatment and T5 = 6 months after the end of treatment, using the Vita Classical color scale and Vita Easy Shade Advance spectrophotometer. Dental sensitivity was assessed using the Numerical Visual Scale and gingival irritation using the Modified Gingival Index - IGM. Oral Impact on Daily Performance (OIDP) was used to assess the impact of bleaching on quality of life. Data were analyzed by the Friedman, Mann-Whitney, Pearson's and McNemar's Chi-square tests (p <0.05). The results were distributed in 2 articles, according to the comparisons of groups CP10% and HP6% in the first article, and HP6% and HP15% in the second article. In the first article, there was a statistically significant difference in color change (ΔE) from T1 to T4 in CP10% (p <0.001) and HP6% (p <0.001). A significant difference of ΔE in T4 was observed between CP10% (9.28) and HP6% (4.47) (p = 0.042). Dental sensitivity was significantly higher (p = 0.008) in CP10% (median = 1.5) than in HP6% (median = 0.0), in T2. Gingival irritation differed significantly (p = 0.002) between CP10% (median = 0.2) and HP6% (median = 0.0) in T2. In the second article no significant differences were observed in relation to the L *, a * or b * parameters, between HP6% and HP15% of T1 to T5. No significant differences were observed between HP6% and HP15% groups in tooth sensitivity or gingival irritation. All the protocols used showed bleaching effectiveness. The office technique with HP6% and HP15% caused low frequency of negative effects such as sensitivity and gingival irritation. In both articles there were no differences of the groups regarding the impact on quality of life related to oral health. In article one, the greater presence of negative effects in the homemade technique did not significantly affect the quality of life related to oral health.(AU)
Descritores: Peróxido de Hidrogênio
Saúde Bucal
Qualidade de Vida
Clareamento Dental
Resultado do Tratamento
-Clareadores
Ensaio Clínico
Consultórios Odontológicos
Medicina Tradicional
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR365.1 - BIB - Biblioteca
BR365.1; D047, F381l, 2018. T


  10 / 27 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-906448
Autor: Perazzo, Matheus de França; Wons, Isabel Cristina da Silva Medeiros; Alves, Hipácia Fayame Clares; Marques, Jamila Leal dos Santos; Ribeiro, Ana Isabella Arruda Meira; Santos, Katia Simone Alves dos.
Título: In vitro evaluation of the effect of antioxidants on the bond strength of bleached teeth / Avaliação in vitro do efeito de antioxidantes sobre a resistência de união de dentes clareados
Fonte: Arq. odontol;53:1-6, jan.-dez. 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: Objective: To evaluate the in vitro effect of antioxidants on the bond strength between composite resin and enamel subjected to bleaching agents. Methods: Nineteen sound human molars had their roots sectioned, while their surfaces were flattened and filled with composite resin to produce the specimens, which were then divided into seven groups: G1 ­ unbleached and without antioxidant (control); G2 ­ 36% carbamide peroxide; G3 ­ 36% carbamide peroxide and 10% ascorbic acid solution; G4 ­ 36% carbamide peroxide and 10% ascorbic acid gel; G5 ­ 16% carbamide peroxide; G6 ­ 16% carbamide peroxide and 10% ascorbic acid solution; and G7 ­ 16% carbamide peroxide and 10% ascorbic acid gel. The results of microtensile strength were submitted to an analysis of variance (ANOVA) and Tukey's test, with a significance level of 5%. Results: The bond strength between composite resin and enamel was not affected after the use of bleaching agents. In addition, ascorbic acid did not appear to neutralize the oxidative effects of these agents, given that group 3 showed the lowest mean of bond strength (13.85 MPa). In other groups, the mean of bond strength ranged from 24.06 MPa to 32.02 MPa, with no significant differences when compared to the control. Conclusion: The presence of ascorbic acid immediately after bleaching did not increase the bond strength between the resin and the enamel surface.(AU)

Objetivo: Avaliar in vitro o efeito de antioxidantes sobre a resistência de união entre resina composta e o esmalte sujeito a agentes clareadores. Métodos: Dezenove molares humanos hígidos tiveram suas raízes seccionadas e suas superfícies planificadas e restauradas para obtenção dos corposde-prova, os quais foram divididos em sete grupos: G1 - não clareado e sem agente antioxidante (controle); G2 - Peróxido de carbamida a 36%; G3 - Peróxido de carbamida a 36% e Ácido ascórbico 10% solução; G4 - Peróxido de carbamida a 36% e Ácido ascórbico 10% gel; G5 - Peróxido de carbamida a 16%; G6 - Peróxido de carbamida a 16% e Ácido ascórbico 10% solução; G7 - Peróxido de carbamida a 16% e Ácido ascórbico 10% gel. Os resultados da resistência a microtração foram submetidos à análise de variância (ANOVA) e ao teste de Tukey em nível de significância 5%. Resultados: A resistência adesiva entre resina e o esmalte não foi afetada após a utilização dos agentes clareadores, além disto, o ácido ascórbico não se apresentou capaz de neutralizar os efeitos oxidantes destes agentes, tendo em vista que o grupo 3 mostrou menor média quanto a resistência de união (13,85 Mpa). Nos demais grupos, as médias variaram de 24,06 Mpa a 32,02 Mpa, não havendo diferença significante entre essas médias e o controle. Conclusão: A presença do ácido ascórbico logo após o clareamento dentário não aumento a resistência de união entre a resina e a superfície do esmalte.(AU)
Descritores: Antioxidantes/análise
Clareadores
Resinas Compostas
Esmalte Dentário
Técnicas In Vitro/estatística & dados numéricos
Clareamento Dental
-Ácido Ascórbico
Tipo de Publ: Técnicas In Vitro
Responsável: BR365.1 - BIB - Biblioteca



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde